RÁDIO CIDADE AO VIVO

terça-feira, maio 23, 2017

Em Brasília, prefeito Ciro Bezerra busca parceria com o deputado Felipe Maia para realização do São João 2017


Participando da XX Marcha a Brasília em defesa dos municípios, o Prefeito Ciro Berra (DEM) aproveitou a viagem ao DF para buscar apoio junto ao Deputado Federal Felipe Maia (DEM) para realização do São João 2017 do município de Itaú-RN.

O encontro aconteceu no gabinete do Deputado, no fim da tarde de quarta-feira (18), que após uma conversa sobre o andamento do município de Itaú, o gestor Ciro Bezerra, fez o pedido a Felipe Maia que firmou a parceria para que a festa junina aconteça.

Participou da visita além do prefeito, a Secretária da Assistência Social, Jaíra Martins e o assessor de comunicação, Arlindo Maia.


Fonte: Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

Programa “Itaú Agora” aconteceu diretamente de Brasília


A 12ª Edição do Programa “Itaú Agora” desta quarta-feira, 17 de Maio de 2017, foi transmitido diretamente de Brasília, pela Rádio Cidade FM Itauense, onde acontecia a XX Marcha a Brasília em defesa dos municípios. Onde na oportunidade participaram: o prefeito, Ciro Bezerra; a secretária de Assistência social, Jaíra Martins e o assessor de comunicação, Arlindo Maia.
Tendo como pautas a XX Marcha e a divulgação da campanha de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes (faça bonito), que ocorre anualmente no dia 18 de maio.
O Prefeito Ciro Bezerra (DEM), falou sobre a Marcha e os objetivos que a mesma buscava, destacando alguns os pontos considerados de suma importância, entre eles o anúncio feito pelo Presidente Michel Temer, na abertura da marcha, terça-feira 16, do parcelamento das dividas que os estados e município brasileiros possuem junto a previdência social (INSS).
Durante o programa foi relatado também sobre a luta da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) na pessoa do Presidente Paulo Zilkosvi, um municipalista que arregaçou as mangas em defesa dos municípios.
A Secretária da Assistência Social também falou sobre a Marcha e as conquistas para a secretaria. 

Jaíra frisou sobre a campanha que está sendo realizada no município de Itaú em prol do dia 18 de Maio, dia de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes; convidando toda população para participar da programação elaborada pelos conselheiros e a secretaria em parceira com a equipe preá bike.
Finalizando trazendo a informação ainda da marcha, onde o ministro das cidades, Bruno Araújo, anunciou a continuação do programa minha casa, minha vida, para os municípios com menos de cinqüenta mil habitantes. E a busca das emendas voluntárias junto ao Ministério do desenvolvimento social e agrário (MDSA), onde o prefeito e a secretária lutam para a construção da sede do CRAS, o centro de convivência e um veículo automotor.


Fonte: Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

Vídeo: Advogado tem carro roubado próximo ao complexo judiciário de Potilândia


Um advogado teve o carro roubado próximo ao complexo judiciário em Potilândia, zona Sul de Natal. A vítima estava estacionando o veículo quando foi abordada por criminosos que se aproximaram em outro carro.

O roubo aconteceu na manhã desta terça-feira (23) e não foi o primeiro caso registrado na rua Cristal de Pedras, que fica em paralelo ao complexo judiciário e tem sido usada como estacionamento para quem vai ao complexo.

Moradores afirmam que os criminosos têm se aproveitado da falta de segurança no local para agir. No caso desta manhã a ação dos bandidos foi filmada por uma câmera de segurança de uma residência.

VEJA VÍDEO:

0

Fonte: Portal BO
Leia Mais ››

Taxista é detido transportando jibóia na zona Norte


Um taxista de 28 anos que terá a identidade preservada foi detido na noite desta segunda-feira (22), enquanto transportava uma jibóia dentro do carro na zona Norte de Natal. A apreensão do animal foi realizada por policiais da Força Nacional durante uma barreria no bairro Nossa Senhora da Apresentação.

Em depoimento à polícia o taxista que conduzia a cobra relatou que há um mês o animal foi encontrado próximo a uma lagoa de capitação no conjunto Panatis. O homem informou aos policiais que levou a jibóia para casa, mas resolveu deixá-la em outra lagoa. O delegado de plantão Aldo Lopes analisou o caso e determinou que o taxista irá respondera um Termo Circunstanciado de Ocorrência por ter mantido o animal em casa.

Fonte: Portal BO
Leia Mais ››

Dupla assalta farmácia em Lagoa Nova


Dois homens ainda não identificados invadiram e assaltaram uma farmácia na noite desta segunda-feira (22), localizada na rua São José, no bairro Lagoa Nova, zona Sul de Natal. Os suspeitos fugiram após roubar o veículo de um cliente que se chegava ao local.

De acordo com testemunhas os assaltantes surpreenderam um homem que chegava na farmácia, em seguida entraram no estabelecimento rendendo a todos e cometendo o arrastão. Depois de recolher pertences e dinheiro a dupla fugiu com o carro de uma das vítimas. Um policial a paisana que também estava na farmácia ainda seguiu os criminosos, mas ninguém foi preso.

Fonte: Portal BO
Leia Mais ››

Na mala de carro, homem é executado a tiros em cidade da Grande Natal

Corpo foi encontrado dentro da mala do carro (Foto: Divulgação/PM)

Um homem foi executado a tiros na manhã desta terça-feira (23) dentro da mala de um carro em Parnamirim, cidade da Grande Natal. A vítima ainda não foi identificada. Ninguém foi preso.
Segundo a Polícia Militar, dois homens em uma moto abordaram o homem, o colocaram na mala do carro em que ele estava e tentaram sair com o veículo. No entanto, como não conseguiram fazer o carro funcionar, atiraram.
Ainda segundo a PM, testemunhas disseram que o carro tinha um bloqueador, o que impediu os criminosos de levarem o veículo. Foi quando a dupla fez os disparos contra o homem, que morreu dentro da mala.
A PM isolou a área e chamou o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) para fazer a remoção do corpo.

Fonte: G1
Leia Mais ››

MP cumpre mandados de busca e apreensão em condomínio e loja de carros na Zona Sul de Natal

Condomínio fica no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal (Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi)

Uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte deu início, logo nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (23), ao cumprimento de mandados de busca e apreensão em um condomínio residencial no bairro de Lagoa Nova e em uma loja de venda de veículos na Av. Prudente de Morais, ambos na Zona Sul de Natal.
Policiais militares também participam da ação.
O alvo da operação é um morador do West Park Boulevard, que fica na Rua Raimundo Chaves.
Em uma rede social, o MP confirmou que a operação ainda está em andamento, mas limitou-se a dizer que só dará mais informações após o término dos trabalhos.

Policiais militares também cumpriram mandados em uma loja de venda de carros na Av. Prudente de Morais (Foto: Fred Carvalho/G1)
Policiais militares também cumpriram mandados em uma loja de venda de carros na Av. Prudente de Morais (Foto: Fred Carvalho/G1)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Parte de ossada encontrada dia 11 em Alcaçuz é humana, diz odontolegista

Fernando de Souza Marinho, perito odontolegista do Itep/RN (Foto: Anderson Barbosa/G1)

Os ossos encontrados no dia 11 deste mês durante a execução de obras próximo ao pavilhão 2 de Alcaçuz são humanos. A confirmação é do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep). Contudo, há uma ressalva. Pelo estado de conservação dos restos mortais, não é possível afirmar se a pessoa morreu antes, durante ou mesmo depois do massacre ocorrido em janeiro.
“Analisamos 38 fragmentos ósseos. Destes, podemos afirmar que 35 são humanos, sendo 20 fragmentos de vértebras e 15 de costelas. Os outros três fragmentos são de ossos de alguma espécie animal”, revelou com exclusividade ao G1 o perito odontolegista Fernando de Souza Marinho, que assina o laudo.
Ainda de acordo com o perito, neste primeiro momento também não é possível determinar o sexo da pessoa morta nem mesmo se os ossos pertencem a uma única vítima. “A única coisa que podemos afirmar agora, de fato, é que os fragmentos encontrados são humanos. Podem pertencer a mais de uma pessoa? Podem. Teremos que fazer testes de DNA em todos os pedaços e cruzar as análises para compararmos o resultado. Só assim poderemos dizer se os fragmentos são de uma única pessoa ou, quem sabe, se em meio aos ossos existe algum que venha a fazer parte de uma segunda ou mais vítimas”, ressaltou Marinho.
O perito informou também que o laudo sobre os ossos encontrados no dia 11 ficou pronto no dia seguinte à descoberta, e que a documentação já foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Nísia Floresta, responsável pela investigação do caso. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.
DNA
Em contato com o G1, o delegado Eloi Xavier, titular da DP de Nísia Floresta, disse que ainda não tomou conhecimento do laudo, mas adiantou que as pessoas que buscam por familiares considerados ‘presos desaparecidos’ devem procurar o Itep para solicitar o exame de DNA. “Não é necessário passar pela delegacia antes. Pode ir direto ao Itep”, afirmou.
Corpos sem identificação
O chamado 'Massacre de Alcaçuz' é o episódio mais violento da história do sistema prisional potiguar. Aconteceu no dia 14 de janeiro, quando presos do Presídio Rogério Coutinho Madruga, mais conhecido como Pavilhão 5, invadiram o pavilhão 4 de Alcaçuz. Uma cerca de arame farpado e a parede de uma quadra separavam as duas unidades. Após a invasão, pelo menos 26 detentos foram brutalmente assassinados. Muitas das vítimas tiveram as cabeças arrancadas e os corpos esquartejados. Alguns corpos também foram totalmente queimados.
Passados pouco mais de quatro meses da matança em Alcaçuz, 4 dos 26 corpos recolhidos pelo Itep ainda não foram identificados. Destes, três estão carbonizados. O quarto cadáver, não identificado pela falta de familiares para o devido reconhecimento, foi enterrado como indigente após ter o material genético recolhido.
Ao todo, segundo o próprio Itep, 12 cabeças e outros membros ainda aguardam exames de DNA. Sem a devida comprovação genética, as partes não podem ser entregues para sepultamento.
Marcos Brandão, diretor-geral do Itep, explica que a demora na realização dos exames se deve pela falta de um laboratório de DNA. “A gente utiliza o laboratório da Bahia para os exames de DNA, porque a Bahia tem a maior estrutura laboratorial do Nordeste”, disse.
Brandão disse ainda que o envio das amostras de DNA para análise estava programado para o início deste mês, mas será adiado por causa de dificuldades de encaixe na agenda do IML da Bahia. “Houve algumas demandas administrativas deles, então não pudemos ir para lá esse mês. Provavelmente as equipes vão em junho”, ressaltou.
Ainda segundo Brandão, as amostras devem levar cerca de 20 dias para ser analisadas quando chegarem ao laboratório.
Um laboratório que faça exames de DNA deve ser construído em breve no Rio Grande do Norte. "Já há um projeto para a construção da estrutura, e o edital de licitação será publicado no dia 15. Os recursos estão totalmente assegurados, vão ser recursos próprios do Itep, que a gente já empenhou, ou seja, não vai haver problema de pagamento”, afirmou.
"Os 22 corpos liberados para enterro foram identificados através de exames de papiloscopia, que é comparação das impressões digitais. As tatuagens das vítimas também ajudaram em algumas identificações, acrescentou o perito Fernando Marinho.

Presos desaparecidos
Um relatório elaborado em março e concluído em abril pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) – órgão da União independente, mas que funciona em conjunto com o Ministério dos Direitos Humanos – aponta que o número de mortos no massacre de Alcaçuz pode chegar a 90. É que dados coletados pelos peritos que elaboraram o documento revelam que 71 detentos da unidade estão 'desaparecidos'.
Contudo, no dia seguinte à divulgação do relatório do MNPCT, a Secretaria de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc) divulgou nota na qual afirma que, dos tais 71 presos desaparecidos, 60 haviam sido localizados. Já os demais, ou seja, 11 detentos, ainda permanecem 'desaparecidos'. “Vamos apurar direitinho para poder dar uma reposta à sociedade”, afirmou o secretário Luiz Mauro Albuquerque.

Silêncio total
Em meio aos 11 presos que ainda são considerados 'desaparecidos', está Guilherme Ely Figueiredo da Silva, de 37 anos, filho de Francisco Luiz da Silva. “Silêncio total, nos ignoram totalmente. A gente chega e é o pessoal dando as costas", lamenta o pai.
A família já pediu informações ao Itep, à Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) e à diretoria de Alcaçuz, mas continua sem notícias de Guilherme. “Eles dizem que aguarde um ano que vão descobrir corpos que tinham sido enterrados lá em Alcaçuz”, relata seu Francisco.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Suspeitos de matar adolescente de 15 anos a pauladas são presos na Grande Natal

Adolescente foi morto a pauladas  (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Dois homens suspeitos de matarem um adolescente de 15 anos a pauladas, crime ocorrido no dia 29 de julho de 2016 na cidade de Macaíba, na Grande Natal, foram presos na manhã desta terça-feira (23) em cumprimento de mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça.
Edson Romário da Silva dos Santos, de 23 anos, foi preso no Residencial Campinas, local onde aconteceu o assassinato. E Flávio do Vale Nascimento, de 24, foi preso na Zona Norte da capital potiguar. Segundo o delegado Normando Feitosa, os dois negam participação no crime.
A vítima do homicídio foi David dos Santos Rodrigues.
Ainda segundo o delegado, os suspeitos não resistiram à prisão e não foram apreendidas armas ou materiais ilícitos. “Eles negam o crime, mas temos provas consistentes contra eles”, afirmou.
Normando revelou que dois adolescentes, também suspeitos de participação no homicídio, ainda são procurados.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Ministério da Justiça prorroga por mais 30 dias ação de agentes penitenciários federais em Alcaçuz

Agentes penitenciários estão em Alcaçuz desde a retomada da penitenciária em janeiro  (Foto: Divulgação / Força Tarefa Penitenciária)

O Ministério da Justiça prorrogou por mais 30 dias a presença da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) no Rio Grande do Norte. Os agentes foram enviados ao estado para atuar com foco na penitenciária de Alcaçuz, onde 26 detentos foram mortos em janeiro após uma rebelião motivada pela briga entre facções criminosas.
A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (23). O prazo de apoio ainda poderá ser prorrogado caso haja necessidade. Os agentes vêm do Departamento Penitenciário Nacional; do Rio de Janeiro; do Ceará; de São Paulo; e do Distrito Federal. A grande maioria é formada por agentes federais de execução penal do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).
Esses agentes penitenciários de outros estados têm treinamento especial para atuação em casos específicos como rebeliões, controle da população carcerária e intervenção em unidades prisionais. O trabalho desses profissionais será acompanhado pelo Departamento Penitenciário Nacional.
Massacre em Alcaçuz
No dia 14 de janeiro deste ano presos de uma facção criminosa conseguiram sair do Pavilhão 5 e mataram pelo menos 26 de uma facção inimiga que ficavam em outro Pavilhão, dando início a toda a crise vista em Alcaçuz nas últimas duas semanas.
Durante esse período, os presos ficaram soltos dentro dos pavilhões e o resultado foi uma grande depredação das estruturas. No próprio Pavilhão 5 paredes foram quebradas e portas das celas foram arrancadas pelos presos. Após a retomada de controle na unidade, um muro de concreto está sendo erguido para separar os detentos das facções rivais.

Fonte: G1
Leia Mais ››

103º/104º Homicídios em Mossoró 2017: Casal com moto roubada é morto a tiros em via pública no bairro Doze Anos


Um casal ocupando uma moto Bros 160 com queixa de roubo, foi morto a tiros na madrugada desta terça feira 23 de maio de 2017, na Rua João da Escóssia, ao lado do Cemitério São Sebastião no bairro Doze Anos em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. 

Segundo informações da Polícia Militar,o casal possivelmente vinha sendo perseguido pelos atiradores, uma vez que o jovem e a jovem trafegavam pela contramão subindo a João da Escóssia sentido Centro. 

Segundo a perícia criminal, a mulher identificada como Maria Izabel Carvalho de Paiva, de 13 anos de idade, residente na Rua Desembargador Silvério no centro Areia Branca, foi atingida por quatro disparos de arma de fogo na região das costa caiu da moto e morreu na hora. 

Já o condutor da motocicleta, identificado como Josean da Silva Lima de 16 anos de idade,foi alvejado com dois tiros, também na região das costas e morreu ao bater em um árvora a cerca de 200 metros de distância de onde sua parceira ficou morta. 

Ainda não há informações sobre a motivação do crime,mas segundo a Polícia, o jovem já havia sido detido várias vezes, com motos roubadas. 

Os corpos foram removidos para a sede do ITEP onde serão necropsiados e depois liberados para os familiares para que possam providenciar ossepultamentos 

Com o duplo homicídio ocorrido nesta madrugada, a cidade de Mossoró chega aos 104 homicídios no ano. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)


ERRATA: Pelas imagens no local do duplo homicídio, a propria policia acreditava que a moça fosse Alice, namorada e companheira de Josean, mas segundo o pai do adolescente que foi a Delegacia de Plantão para solicitar a guia de liberação do corpo, a moça morta na ocorrencia, não é Alice








Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Trio invade casa em Martins/RN, faz família refém e foge com joias e outros objetos.


Três ladrões invadiram uma casa, fizeram uma família refém e roubaram celular, aliança, cordão de ouro e outros objetos após revirar toda casa em busca de dinheiro e armas. O fato ocorreu por volta das 13h20 desta segunda-feira(22), na cidade de Martins/RN.

Os larápios vasculharam a casa enquanto a família ficou sob a mira da arma. Com a chegada da Polícia os três fugiram pelos fundos da residência levando os objetos e joias subtraídas. 

Na fuga os malévolos deixaram uma bolsa e a polícia acredita que também seja ´produto de outro roubo. 

Diligencias foram feitas e ninguém ainda foi preso.


Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Fonte: Martins em Pauta
Leia Mais ››

Veículo capota na BR 405 em Rafael Fernandes/RN


Por volta das 14h00 deste sábado (20), quando o veiculo Nissan Livina, placas OEX-8790-João Pessoa/PB, cor prata, trafegava na BR 405, altura do KM 161, nas proximidades do Posto Gangorra no município de Rafael Fernandes/RN, o motorista perdeu o controle direção e colidiu com uma “palmeira” que fica às margens da pista e capotou. Não houve nada grave, apenas escoriações e danos materiais.

O policiamento foi acionado, compareceu no local e adotou as medidas pertinentes.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Tentativa de homicídio por arma de fogo em Rafael Fernandes/RN


Por volta das 15h00 deste sábado (20), na rua Egídio Chagas do  Nascimento, na zona urbana de Rafael Fernandes/RN, um homem sofreu tentativa de homicídio com disparo(s) de arma de fogo.

De acordo com informações o atirador até o momento identificado apenas como “Cezarinho”, chegou em um carro e já desceu de posse de uma arma em punho, em seguida disparou contra a vítima, conhecida popularmente como “Gordo”,  atingindo-a  de raspão nas nádegas. A vítima conseguiu correr e pedir socorro. O atirador fugiu. A polícia foi acionada e socorreu à vítima para o Hospital Regional de Pau dos Ferros/RN. Após receber atendimento médico a vítima saiu sozinha a pé e bastante nervosa falava em voz alta que não iria denunciar o seu algoz, pois não queria prejudicar ninguém. 

O policiamento local realizou diligências para tentar localizar o acusado, porém não obteve êxito.
O caso será apurado pela equipe da Polícia Civil  de Pau dos Ferros/RN.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Arrombamento seguido de furto em Pau dos Ferros/RN


Por volta das 12h30 deste sábado (20), uma residência localizada na rua Francisco Dantas, bairro São Judas Tadeu, na cidade de Pau dos Ferros/RN, foi arrombada e furtada.

De acordo com informações da vítima, foram subtraídos um aparelho de DVD, um aparelho de telefone celular, um tablet, relógios, roupas e gêneros alimentícios.

A polícia militar foi acionada e compareceu no local. O caso será investigado pela polícia civil.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Estabelecimento foi arrombado e furtado durante a madrugada em São Francisco do Oeste/RN


Por volta das 02h30 da madrugada deste sábado (20), um estabelecimento comercial tipo bar, localizado na Rua Alexandre Benedito, zona urbana de São Francisco do Oeste/RN, foi arrombado e furtado.

De acordo com informações do proprietário, provavelmente de dois a três elementos arrombaram o telhado e adentraram pela parte dos fundos do bar. Os malévolos levaram uma quantia de aproximadamente 3 mil reais e usaram uma espécie de “teresa”, amarrando uma corda num balde para transportarem a mercadoria para fora do estabelecimento. 

Até o momento nenhum suspeito foi identificado nem preso.

O policiamento local tomou as medidas cabíveis e o caso será investigado pela equipe da 4ª DRPC.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Motorista morre após carro pipa capotar na zona rural de Luís Gomes/RN


Raimundo Fernandes Fontes, 55 anos, que residia no Sítio Catolezinho, na zona rural de Riacho de Santana/RN, faleceu na tarde desta sexta-feira(19), após um trágico acidente de transito na zona rural de Luís Gomes/RN.

De acordo com informações ele conduzia o carro pipa que atende a Comunidade de Lagoa do Mato e numa subida o veículo perdeu potência no motor, descendo desgovernado de ré, vindo a capotar na parede do açude Lulu Pinto. Raimundo Jeronimo como era mais conhecido foi arremessado para fora do veículo e teve morte no local.

A PM esteve no local fez isolamento e solicitou uma equipe do ITEP-RN para os exames de praxe e remoção do corpo para exames de necropsia.


Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Ex-jogador do CAP é morto a tiros por desconhecidos em Jardim de Piranhas


Um crime de homicídio foi registrado nessa noite, 22 de maio, na cidade de Jardim de Piranhas. O crime se deu numa rua próximo à antiga delegacia, e fez vítima o ex-jogador do Clube CAP, Lázaro de Tiquinho.
Ultimamente Lázaro estava separado, morava sozinho enquanto toda sua família mora em outro estado. Ele tomava de conta de um Tear que fabrica utensílios como panos de pratos e redes de dormir.

Fonte: Jair Sampaio
Leia Mais ››

Acidente com vítima fatal na RN 401 em Guamaré-RN

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

Um grave acidente com vítima fatal envolvendo uma carreta e uma moto foi registrado na noite deste domingo (21) na RN 401, especificamente na comunidade de Salina da Cruz em Guamaré.

Os dois ocupantes da moto foram socorridos ainda com vida ao Hospital local, Manoel Lucas de Miranda.
Segundo informações, um dos ocupantes da motocicleta, identificado como Boy Thiago, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O outro foi transferido para o hospital Walfredo Gurgel em Natal ainda com vida, respirando sobre aparelhos.
Em frente ao Hospital Manoel Lucas de Miranda, muitos curiosos estão em busca de noticias.

Fonte: Na Ficha da Polícia
Leia Mais ››

MULHER TIRA SUA PRÓPRIA VIDA NO ALTO DE SÃO MANOEL EM MOSSORÓ-RN


Uma mulher identificada como Elinete de Souza Santos 37 anos de idade natural de Patos-PB,tirou sua própria vida por enforcamento na tarde desta segunda feira 22 de maio de 2017,na rua General Péricles no Alto de São Manoel,(Pirrichil) em Mossoró no Rio Grande do Norte.

De acordo com as informações colhidas no local no início da tarde Elinte entrou e se trancou em sua residência.
Dois filhos pequenos da mesma,bateram na porta e como não houve resposta as crianças pularam o muro e se depararam com a triste cena e entraram em pânico.
Ela amarrou uma corda em uma linha o teto e amarrou no pescoço.
Segundo informações de familiares Elinete sofria de depressão e a três anos atrás tinha tentado contra sua vida entrando na frente de um ônibus.
Uma Ambulância ALFA com Suporte Avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192),esteve no local e constatou o óbito.
A Polícia Militar se encontra isolando o local aguardando a chegada do aguardando a chegada do Instituto Técnico e Cientifico de Pericia que fara a remoção do corpo para sede do órgão.


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Tiroteio na Favela do Cachorro Assado deixa uma pessoa ferida por bala perdida


A Polícia Militar registrou no início da noite desta segunda feira 22 de maio, um tiroteio na Favela do Cachorro Assado no bairro Barrocas em Mossoró RN. 

Segundo a PM rivais se confrontaram e um adolescente de 16 anos, acabou sendo atingido por bala perdida, quando saía de casa, para ir a uma Igreja evangélica. 

João Lucas Oliveira dos Santos 16 anos de idade foi alvejado com um disparo na nádegas e socorrido por terceiros para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Segundo informações médicas não corre risco de morrer. 

Viaturas da Polícia Militar fizeram patrulhamento na região mas não conseguiram localizar os suspeitos. Não há informações de outros feridos, apenas o adolescente de 16 anos, que segundo informações não tinha nada a ver com o tiroteio.

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Polícia prende suspeito de estuprar a própria filha em Tangará


Policiais civis da Delegacia de Tangará prenderam, nesta segunda-feira (22), um homem suspeito de estuprar sua filha de 13 anos, no município.

Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, e autuado pelo crime de estupro de vulnerável, sendo encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Portal Noar
Leia Mais ››

Programação do Mossoró Cidade Junina será lançada na quinta-feira

Aviões é cotada para abrir shows na Estação das Artes Elizeu Ventania

O lançamento da programação do Mossoró Cidade Junina está confirmado para quinta-feira (25). O evento acontece no auditório da Estação das Artes Elizeu Ventania, a partir das 17h30.

Na ocasião serão apresentados os detalhes do evento, como as bandas que vão se apresentar no palco da Estação das Artes Elizeu Ventania, além da programação dos projetos que incluem o Chuva de Bala no País de Mossoró, Cidadela, Festival de Quadrilhas, seminários, lançamentos de livros, exposições, entre outras atividades culturais.

O evento deverá ser aberto tendo como atração principal a banda Aviões. Outas atrações nacionais irão compor a grade do evento.  Uma das novidades para a edição 2017 é o Boca da Noite, que será realizado no Corredor Cultural, encerrando o Mossoró Cidade Junina no dia 1º de julho.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Estudantes do RN ganham prêmio internacional em feira de engenharia nos EUA

Estudantes de Baraúna utilizam sabugo de milho para composição de “madeira ecológica”

Os estudantes Marcelo Abraão e Beatriz da Costa da Escola Estadual João de Abreu do município de Baraúna/RN, fizeram história na última semana e levaram os nomes do Brasil e do Rio Grande do Norte para o mundo.

Os jovens participaram e foram premiados na Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel/ISEF) que aconteceu em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Os alunos de Baraúna conquistaram o primeiro lugar no prêmio de inovação da USAID (United States Agency for International Development) na Feira apresentando um projeto de painéis ecológicos produzidos a partir do sabugo do milho.

Esse projeto foi desenvolvido a partir da curiosidade dos estudantes e começou a ser apresentado nas feiras locais e na Feira de Ciências do Semiárido que acontece anualmente na Ufersa em Mossoró. Foi a partir daí que a dupla conseguiu a credencial para participar da feira americana.

A orientação do projeto, desde o início, foi da professora Priscilla Rodrigues da própria Escola João de Abreu, mas foi nos laboratórios do IFRN e, principalmente, da Ufersa que o projeto foi aperfeiçoado e ganhou mais base científica a partir das normas internacionais.

O professor Vinícius Castro, da área de tecnologia da madeira do curso de Engenharia Florestal, fez uma espécie de consultoria aos estudantes corrigindo de forma técnica o projeto do sabugo.

Segundo o professor, a primeira informação é que a iniciativa desenvolvida pelos estudantes não usa uma madeira ecológica e sim um painel feito a base de resíduos agrícolas. O professor aprovou a forma como os alunos usaram o sabugo para confeccionar o material e diz que o projeto pode ser uma boa alternativa de uso para esse resíduo que há em abundância em praticamente todo o país devido a alta produção de milho.

Ainda de acordo com Vinícius, o projeto dos estudantes de Baraúna também chama atenção pela prensa artesanal que eles desenvolveram para produzir os painéis. Eles adaptaram um banco de madeira, o conhecido tamborete, com parafusos para se chegar ao painel. Outra curiosidade do projeto é que os alunos fizeram os testes praticamente sem conhecimento das normas técnicas.

E mesmo não conhecendo profundamente essas normas, eles conseguiram testar os painéis com as mesmas referências utilizadas pelos europeus, explicou o professor.

“Os alunos desenvolveram um trabalho, uma atividade de um Engenheiro Florestal”, comentou Vinícius já torcendo que Marcelo e Beatriz possam se tornar estudantes da Ufersa e assim venham a aperfeiçoar ainda mais o projeto. Marcelo e Beatriz estão no Ensino Médio e devem chegar a Faculdade nos próximos anos.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Petrobras deixou de investir R$ 200 milhões no RN nos últimos dois anos, calcula Sindipetro

petroleo-500x330

Muitas empresas fornecedoras da Petrobras foram atingidas pela redução dos investimentos, especialmente na região mossoroense. O Sindicato das Empresas de Petróleo e Gás do Rio Grande do Norte (SIPETRO/RN) calcula que o investimento da Petrobras foi reduzido em pelo menos R$200 milhões de reais nos últimos dois anos.

Um dos reflexos da queda nos investimentos é o fato de, apesar de já ter chegado a produzir mais de 100 mil barris de petróleo-equivalente (petróleo e gás natural somados) nos anos 1990, a parte terrestre da Bacia Potiguar oscila hoje entre 60 e 70 mil barris de petróleo-equivalente por dia.

Diante deste cenário, a atual situação da atividade petrolífera em terra será o alvo das discussões no I Seminário Estratégico “Terras de Petróleo” que acontece nesta sexta-feira, dia 19 de maio, a partir das 14h30 no auditório principal da sede do Fecomércio/RN.

O seminário vai debater as ações e proposições para a revitalização das atividades de petróleo em terra para os estados do Rio Grande do Norte e Ceará.

Entre as instituições participantes estão o Ministério de Minas e Energia, a Agência Nacional de Petróleo (ANP), a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Federações das Indústrias e do Comércio dos Estados do RN e CE, sindicatos locais de empresas e de trabalhadores, universidades, SENAI, SEBRAE, Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP), a Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás (ABPIP), empreendedores e trabalhadores do setor.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Janot recorre ao plenário do STF e pede prisão de Aécio e Rocha Loures


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu novamente nesta segunda-feira (22) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).
A PGR recorreu da decisão do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, que negou na semana passada, em decisão monocrática, a prisão preventiva (antes da condenação) dos parlamentares.
Com o recurso, o pedido deverá agora ser analisado pelo plenário do STF, formado pelos 11 ministros da Corte.
O advogado José Luis Oliveira Lima, que faz a defesa de Rodrigo Rocha Loures, afirmou que não há qualquer motivo para a prisão do deputado afastado e disse que aguarda o plenário do Supremo mantenha a decisão que negou o pedido de prisão feito por Janot. "O deputado, no momento oportuno, irá prestar todos os esclarecimentos devidos", disse.
O advogado Alberto Toron, que faz a defesa de Aécio Neves, informou que aguarda ser intimado sobre o pedido da PGR "para apresentar suas contrarrazões, oportunidade em que demonstrará a impropriedade" do pedido. Tambem afirmou que ingressará no STF com um pedido para revogar o afastamento do senador do mandato "por falta de base legal e constitucional".
O órgão entende que Aécio e Loures foram pegos em “flagrante por crime inafiançável” na tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, com base nas gravações realizadas pelos donos da JBS, entregues na delação premiada da empresa.
Ao analisar o pedido, Fachin considerou que não havia necessidade da prisão preventiva e que o afastamento do exercício das funções parlamentares já era medida suficiente para evitar eventuais prejuízos à investigação.
Janot, no entanto, argumentou que as gravações e interceptações telefônicas demonstrariam que Aécio e Loures “vem adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava Jato”.
O procurador-geral acrescentou que só não pediu a prisão de ambos antes, quando recebiam dinheiro da JBS, para poderem coletar mais provas. Janot também mencionou “uso espúrio doo poder político” e “encontros indevidos em lugares inadequados” para justificar o pedido de prisão.
“No tocante às situações expostas neste recurso, a solução não há de ser diversa: a excepcionalidade dos fatos impõe medidas também excepcionais”, diz Janot.
O julgamento em plenário ainda não tem data para ocorrer. Caberá agora ao ministro Edson Fachin pedir a presidente do STF, Cármen Lúcia, para marcar uma data de julgamento. Antes, poderá ouvir as defesas de Aécio e Rocha Loures.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Gravação não seria aceita em 'situação normal', diz perito da defesa de Temer

O perito Ricardo Molina, contratado pela defesa de Temer, durante entrevista nesta segunda em Brasília (Foto: Renan Ramalho/G1)

Contratado pelos advogados do presidente Michel Temer, o perito Ricardo Molina afirmou nesta segunda-feira (22) que a gravação de uma conversa entre Temer e o dono da JBS Joesley Batista, de março deste ano, é "imprestável" como prova numa investigação e não seria aceita em uma "situação normal".
Com base na gravação e em informações prestadas por Joesley e o irmão Wesley Batista, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin autorizou a abertura de inquérito para investigar Temer pelos crimes de corrupção passiva, obstrução à Justiça e organização criminosa.
As delações dos empresários já foram homologadas por Fachin e, como provas, eles entregaram ao Ministério Público Federal documentos, gravações, fotos e vídeos.
SAIBA O QUE OS DELATORES DA JBS DISSERAM SOBRE TEMER
Para Ricardo Molina, há "inúmeras descontinuidades, mascaramentos por ruído, longos trechos ininteligíveis ou de inteligibilidade duvidosa" na gravação relacionada ao presidente Temer.
"Ela [gravação] deveria ter sido considerada imprestável desde o primeiro momento. E assim o seria, se aparecesse no bojo de um caso sem as conotações políticas que aqui prevaleceram", afirmou o perito em entrevista ao lado de advogados de Temer.
Em um determinado momento da entrevista, Molina fez, ainda, uma comparação. Disse que quando um consumidor vai ao supermercado e encontra uma peça de carne com um pedaço podre, descarta toda a peça e não retira apenas o pedaço contaminado.
"Numa situação normal, essa gravação jamais seria aceita como prova. Não existe prova mais ou menos boa. Ou ela é boa ou não presta."
Molina também questionou a transcrição da Procuradoria Geral da República (PGR) de um dos trechos mais comprometedores sobre Temer, no qual Joesley teria dito ao presidente "todo mês", numa possível referência ao pagamento de propina ao deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Para o perito, o empresário disse "tô no meio". "Não falou a palavra mês, porque procurei a palavra mês de outras vezes em que o Joesley falou. Não tem 's' nenhum [no final], é 'tô no meio', é isso que ele fala, não tem 'todo mês'", disse Molina.
O perito também questionou outro dos principais trechos, nos quais Temer disse "tem que manter isso, viu?", numa suposta referência à ajuda de Joesley a Cunha.
Molina disse que, num intervalo de 17 segundos do diálogo, neste momento, a equipe dele identificou ao menos 5 pontos de "possível edição", com cortes na gravação.
"Descontinuidades não ocorrem de modo previsível. Acontece de vez em quando sem nenhuma explicação", afirmou o perito.

Autenticidade
Durante a apresentação, na qual usou diversas imagens de análise do áudio representado por ondas sonoras, Molina mostrou pontos em que ruídos podem ter sido usados para edição, juntando partes da gravação com outras, não necessariamente em sequência.
Ele também disse que a gravação entregue por Joesley ao Ministério Público não é a original feita no gravador, especialmente por conta dos nomes dados aos arquivos digitais: “PR1 14032017”, “PR2 16032017” e “PR2 A 13032017”. Molina disse que o nome do arquivo original dado pelo gravador teria sido outro.
“A gravação não pode ser considerada autêntica, do ponto de vista técnico-pericial. É algo que eu posso garantir que não foi manipulada a posteriori”, disse.
Molina também disse considerar “provável” que a gravação tenha passado por edição. “O mais provável é a extração de trechos, porque isso é muito fácil. A inclusão de trechos é muito mais complicada. Você corta um pedaço e ninguém vai saber o que aconteceu”, disse.
Ministério Público
Molina chamou a atenção, ainda, para a análise feita pelo Ministério Público ao analisar o áudio. O documento informa que a gravação foi ouvida pelos procuradores "sob a perspectiva exclusiva da percepção humana" e "sem auxílio de equipamentos especializados" para avaliar a integridade do material.
Questionado sobre o uso do áudio pelo órgão, Molina disse que a Procuradoria Geral da República foi "ingênua e incompetente".
"A informação dada [no documento] é coisa de leigo, de quem não sabe mexer em áudio. Aquelas pessoas que assinaram não entendem nada de áudio. Se colocassem elas aqui na minha frente, começariam a gaguejar", afirmou o perito.
Procurada pelo G1, a PGR informou que não irá se pronunciar sobre as declarações do perito.

Fonte: G1
Leia Mais ››

OAB apresentará pedido de impeachment de Temer nesta semana, diz Lamachia

Montagem mostra o presidente Michel Temer (esq.) e o empresário Joesley Batista (dir.), dono da JBS (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters; Zanone Fraissat/Folhapress/Arquivo)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, informou nesta segunda-feira (22) que a entidade apresentará, ainda nesta semana, à Câmara dos Deputados, um pedido de impeachment do presidente Michel Temer.
No último fim de semana, a OAB aprovou, por 25 votos a 1, entrar com o pedido de impeachment após se tornar público o conteúdo das delações dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, no âmbito da Operação Lava Jato.
Segundo Lamachia, mesmo que a gravação de uma conversa entre Joesley e Temer (em 7 de março deste ano), entregue ao Ministério Público, tenha passado por algum tipo de edição, como argumenta a defesa do presidente, as declarações públicas de Temer sobre o episódio confirmam o teor do diálogo e "isso que é indiscutível".
SAIBA O QUE OS DELATORES DISSERAM SOBRE TEMER
"Não há definição [sobre entrar com o pedido] na quarta [24] ou na quinta [25]. Estamos elaborando a peça, com responsabilidade, isso tem que ser feito com calma. Asseguro a vocês que ainda no curso dessa semana estaremos protocolando", disse Lamachia, em entrevista à imprensa.
Entenda: Eventual saída de Temer levaria a eleição indireta pelo Congresso, diz Constituição
Argumentos da OAB
Ao falar sobre o pedido de impeachment, Lamachia explicou que a peça em elaboração não leva em conta eventuais edições ou montagens na gravação da conversa entre Joesley Batista e Michel Temer, mas, sim, a atitude do presidente após o encontro, ocorrido no dia 7 de março.
"Mesmo que o áudio tivesse alguma edição, as duas declarações públicas de Temer confirmam o teor do diálogo. E isso que é indiscutível. A decisão da OAB levou mais em consideração o fato de o presidente ter escutado tudo que escutou e não ter feito nada em relação a isso, do que propriamente o conteúdo integral", afirmou o presidente da OAB.
Leia também: Defesa faz perícia própria e desiste de suspender inquérito para investigar Temer
Ao jornal "Folha de S.Paulo", Temer disse que recebeu Joesley porque acreditava que o empresário gostaria de falar sobre a Operação Carne Fraca, mas a Polícia Federal só deflagrou a operação 10 dias após o encontro dele com o empresário.
Para Lamachia, se Temer sabia que Joesley era um "fanfarrão" e um "delinquente", não deveria sequer ter recebido o dono da JBS.
O presidente da OAB avaliou, ainda, que o presidente teria incorrido em prevaricação, ao não informar às autoridades relatos de Joesley de que teria influência sobre um procurador da República que o investigava.

A crise política
Em razão do que foi apresentado pelos irmãos Batista, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, autorizou a abertura de inquérito para investigar Temer pelos crimes de corrupção passiva, obstrução à Justiça e organização criminosa.
Segundo o Ministério Público Federal, Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) agiram com conjunto para impedir as investigações da Lava Jato. Aécio foi afastado do mandato parlamentar na semana passada por determinação do STF.
Desde que as delações se tornaram conhecidas, Temer tem feito pronunciamentos e divulgado notas à imprensa para rebater as acusações dos delatores. O presidente já afirmou, também, que não renunciará ao mandato e que vai sair da crise política "mais rápido do que se pensa".
O pedido da OAB
No sábado (20), o Conselho Federal da OAB decidiu, por 25 votos a 1, pedir a abertura de um processo de impeachment do presidente Michel Temer junto à Câmara dos Deputados.
Aprovaram o pedido quase todas as unidades da federação, exceto Acre (ausente na reunião) e Amapá (que votou contra).
Um relatório redigido por seis conselheiros federais concluiu que as condutas do presidente reveladas na delação da JBS atentam contra o artigo 85 da Constituição, que lista os crimes de responsabilidade que podem levar ao impedimento.
A comissão apontou falha do presidente ao não informar às autoridades a admissão de crime por Joesley Batista, que na noite de 7 de março disse a Temer, em encontro à noite no Palácio do Jaburu, que teria corrompido um juiz, um juiz substituto e um procurador da República.
Segundo a comissão, Temer faltou com o decoro ao se encontrar com o empresário sem registro da agenda e supostamente ter prometido agir em favor de interesses dele. Para a comissão, ao não informar sobre cometimento de ilícitos, Temer incorreu em omissão, infringiu a Constituição, a Lei do Servidor Público, cometendo crime de peculato.

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente Michel Temer, em maio de 2016, após Dilma Rousseff ser afastada da Presidência (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente Michel Temer, em maio de 2016, após Dilma Rousseff ser afastada da Presidência (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Aécio Neves
O presidente da OAB defendeu nesta segunda, ainda, a instalação imediata de um processo de cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG), também citado na delação da JBS e afastado do mandato parlamentar.
"Acho que o processo no Senado Federal tem que ser instalado imediatamente. Seria um sinal muito ruim para todos nós uma eventual retomada do mandato do senador Aécio Neves. São gravíssimos os fatos e as explicações do senador não convencem. Entendo que ele deveria ser o primeiro a pedir seu afastamento do Senado", disse Lamachia.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Lula é denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava Jato, em caso envolvendo sítio em Atibaia

Ex-presidente Lula se reúne com apoiadores antes de seguir para a sede da Justiça Federal do Paraná (Foto: Nacho Doce/Reuters)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado nesta segunda-feira (22), na Operação Lava Jato, em função das investigações que envolvem um sítio em Atibaia, no interior de São Paulo. A denúncia foi apresentada pelos procuradores que compõem a força-tarefa da Lava Jato, à Justiça Federal, em Curitiba.
Esta é a terceira denúncia que o Ministério Público Federal (MPF) apresenta à Justiça, em Curitiba, contra Lula. Nas outras ações penais, ele é réu por ter, supostamente, recebido propina das construtoras OAS e Odebrecht. (Leia mais abaixo)
Caberá ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações penais da Lava Jato, definir se recebe ou não a denúncia do MPF. Se ele aceitar, o ex-presidente passará a ser réu também neste novo processo.
Além de Lula, outras 12 pessoas são citadas neste processo. Todos são acusados pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva.
Veja quem foi denunciado
Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht: corrupção ativa
José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, dono da OAS: corrupção ativa e lavagem de dinheiro
José Carlos Bumlai, pecuarista: lavagem de dinheiro
Agenor Franklin Medeiros, ex-executivo da OAS: corrupção ativa
Rogério Aurélio Pimentel, ex-assessor especial da Presidência: lavagem de dinheiro
Emílio Odebrecht, dono da construtora Odebrecht: lavagem de dinheiro
Alexandrino de Alencar, ex-executivo da Odebrecht: lavagem de dinheiro
Carlos Armando Guedes Paschoal, ex-diretor da Odebrecht: lavagem de dinheiro
Emyr Diniz Costa Junior, engenheiro da Odebrecht: lavagem do dinheiro
Roberto Teixeira, advogado de Lula: lavagem de dinheiro
Fernando Bittar, empresário, sócio de um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: lavagem de dinheiro
Paulo Gordilho, engenheiro da OAS, lavagem de dinheiro
Entenda a denúncia
A acusação trata do pagamento de propina de pelo menos R$ 128 milhões pela Odebrecht e de outros R$ 27 milhões por parte da OAS. Conforme a denúncia, Lula foi beneficiado com parte desse dinheiro, por meio de obras realizadas no sítio Santa Bárbara, em Atibaia, cuja escritura está no nome de Fernando Bittar, mas que o MPF defende que pertence, na verdade, ao ex-presidente.
As obras, conforme a denúncia, serviram para adequar o imóvel às necessidades de Lula. Segundo o MPF, a Odebrecht e a OAS custearam R$ 850 mil em reformas na propriedade.
O MPF diz que Lula ajudou as empreiteras ao manter nos cargos os ex-executivos da Petrobras Renato Duque, Paulo Roberto Costa, Jorge Zelada, Nestor Cerveró e Pedro Barusco, que comandaram boa parte dos esquemas fraudulentos entre empreiteiras e a estatal, descobertos pela Lava Jato. Todos já foram condenados em ações penais anteriores.
Conforme a denúncia, as duas empreiteiras foram beneficiadas em pelo menos sete contratos. Também faz parte da denúncia o contrato de aluguel do navio-sonda Vitória 10.000, realizado pela empreiteira Schahin, junto à Petrobras. Nesse contrato, o processo apura um suposto pagamento de R$ 150 mil a Lula, com a ajuda do pecuarista José Carlos Bumlai, que teria intermediado os repasses ao ex-presidente.
Os procuradores defendem que todo o esquema na Petrobras era capitaneado por Lula. "Efetivamente, como apurado, após assumir o cargo de Presidente da República, Lula comandou a formação de um esquema delituoso de desvio de recursos públicos destinados a enriquecer ilicitamente, bem como, visando à perpetuação criminosa no poder,comprar apoio parlamentar e financiar caras campanhas eleitorais", diz trecho da denúncia.
A Odebrecht informou por nota que "está colaborando com a Justiça no Brasil e nos países em que atua. Já reconheceu os seus erros, pediu desculpas públicas, assinou um Acordo de Leniência com as autoridades do Brasil, Estados Unidos, Suíça e República Dominicana, e está comprometida a combater e não tolerar a corrupção em quaisquer de suas formas".
O G1 tenta contato com a defesa dos demais denunciados.
Outro lado
A defesa do pecuarista José Carlos Bumlai informou que está analisando a denúncia e vai se manifestar no momento oportuno. A defesa de Léo Pinheiro não vai se manifestar. A empresa Schahin informou que não tem qualquer envolvimento no caso.
A defesa de Fernando Bittar afirmou que precisa analisar a denúncia antes de se manifestar sobre as acusações.
Em nota, o Insituto Lula disse que a denúncia só comprova o que a defesa vem dizendo há 18 meses, que "o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é, e nunca foi, dono de um sítio em Atibaia, ao contrário do que os procuradores, a esposa do juiz Sérgio Moro e boa parte da imprensa sempre alardearam" Segundo a nota, a força-tarefa da Lava Jato apresentou uma denúncia "leviana, que apenas demonstra sua obsessão de perseguir o ex-presidente". O texto diz ainda que "Lula não cometeu qualquer crime nem antes, nem durante, nem depois de exercer a presidência da República duas vezes, eleito pelo povo brasileiro".
Já o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente, afirmou em nota que a denúncia "mostra uma desesperada tentativa de procuradores da República justificar à sociedade a perseguição imposta ao ex-Presidente nos últimos dois anos, com acusações frívolas e com objetivo de perseguição política". Para ele, a denúncia "buscou dar vida à tese política exposta no PowerPoint de Deltan Dallagnol, para, sem qualquer prova, atribuir a Lula a participação em atos ilícitos, envolvendo a Petrobras, que ele jamais cometeu".
Martins também afirma que "a Lava Jato age de forma desleal em relação a Lula, com acusações manifestamente improcedentes e com a prática de atos que são ocultados de sua defesa". O advogado acredita que a denúncia não deveria ser recebida pela Justiça. "A falta de justa causa para o recebimento da ação penal proposta nesta data é flagrante e um juiz imparcial jamais poderia recebê-la", diz.
O advogado Roberto Teixeira disse que as denúncias contra ele têm como objetivo criminalizar a prática da advocacia. "A denúncia apresentada hoje contra mim é mais um ato de intimidação da advocacia e de desrespeito às garantias fundamentais praticado pela Força Tarefa da Lava Jato", afirmou em nota.
Ele diz que vai demonstrar a inocência ao longo do processo. "Demonstrarei, em todas as instâncias cabíveis, o absurdo das acusações dirigidas contra mim e a responsabilidade daqueles que usaram de suas atribuições legais para promover a perseguição e a criminalização da amizade e da advocacia", pontuou Teixeira.
O G1 tenta contato com as defesas das demais pessoas citadas na denúncia.
Processos em Curitiba
Lula é réu em dois dos três processos relacionados à Operação Lava Jato em Curitiba. Em um deles, o ex-presidente é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões da empreiteira OAS por meio da reserva e reforma de um apartamento tríplex, em Guarujá (SP). Após depoimento de testemunhas, agora, o MPF e a defesa devem apresentar as alegações finais, última etapa antes de o juiz dar a sentença.
No outro processo, Lula é acusado de ter recebido vantagens indevidas da Odebrecht, por meio da compra de um terreno, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, e também de um apartamento no mesmo andar do prédio em que ele mora, na mesma cidade.
O terreno seria usado para construir uma nova sede para o instituto social que leva o nome do ex-presidente, e o apartamento é usado até hoje por Lula, como casa para os policiais federais que fazem a segurança dele.
Em Brasília, Lula também é réu no processo que apura uma suposta tentativa de obstrução a Justiça com a possível compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. O caso veio à tona após a revelação de um grampo realizado pelo filho de Cerveró, no momento em que o então senador Delcídio do Amaral tentava fazer um acordo financeiro para evitar a delação do ex-diretor da estatal. Amaral acabou preso e perdeu o mandato.

Fonte: G1
Leia Mais ››