RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

domingo, novembro 06, 2011

Pauferrense morre ao colidir contra árvore em Luís Gomes/RN


O pauferrense Adôniran Floriano de Almeida, conhecido por “Supato” 44 anos, mecânico, residente em Luis Gomes/RN, na manhã deste domingo(06) por volta das 05:30 horas, depois de perder o controle de uma motocicleta Yamaha XTZ, cor preta, sem placa e colidir contra uma árvore na Avenida Nossa Senhora de Santana em Luis Gomes/RN, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do sinistro.
A Polícia Militar do município ao ser avisada compareceu ao local, isolando e solicitando uma equipe do ITEP/RN que compareceu por volta das 10:00 horas e após os exames no local removeu o corpo da vitima para sede do órgão em Mossoró/RN para necropsia, veja mais imagens, clicando AQUI.


Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

Gêmeos de 91 anos esbanjam saúde, vitalidade e bom humor no interior do RN

 (Janduis Online/Divulgação)




Alcançar vida longa, saudável e feliz é um dos desejos mais almejados pelos seres humanos, porém nem todos conseguem realizá-lo, e os que conseguem são exemplos a serem seguidos. Como é o caso dos gêmeos Francisco Gurgel dos Santos e Pedro Gurgel dos Santos, 91 anos, de muita vitalidade e disposição.


Os irmãos residem na cidade de Janduís-RN e detalham como é a rotina de ambos que têm muitas semelhanças, não só na aparência física, mas também referentes aos hábitos e filosofia de vida. O temperamento dos gêmeos apresenta poucas diferenças, exceto que um sempre se mostrou mais extrovertido que o outro. 


Francisco Gurgel, o mais extrovertido, esbanja alegria e chega a contagiar quem convive com ele. Costuma dizer que bom é aproveitar a vida da melhor maneira possível, sempre preservando a bondade e o bom humor. Para ele e o irmão, fazer o bem sempre atrai coisas boas. Essas semelhanças carregam desde a infância. "Dar de comer a quem tem fome, dar de beber a quem tem sede e nunca desprezar quem pede ajuda, e isso vale para as pessoas e animais", frisa Francisco Gurgel.


ALIMENTAÇÃO - Um cuidado básico compartilhado pelos gêmeos. Para eles, comer de forma saudável alimentos naturais, de preferência orgânicos, é um dos segredos para chegar aos 91 anos com saúde. Uma particularidade revelada por Francisco Gurgel é que tanto ele, quanto o irmão Pedro Gurgel sempre incluíram na alimentação o caldo de cana de açúcar.


Para manter esse hábito que vem acompanhando os irmãos há várias décadas, Francisco Gurgel cultiva cana de açúcar em um sítio de sua propriedade, denomina de Boa Vista. "Eu gosto muito do caldo de cana e acredito que este é o meu segredo para ter uma vida tão saudável", revela. Além de ressaltar que mantém uma alimentação variada e não tem doenças como: hipertensão e diabetes, comuns à terceira idade.
Os hábitos alimentares e a aparência física não são as únicas semelhanças dos gêmeos Francisco e Pedro Gurgel. A atividade física através do trabalho, também faz parte da rotina dos irmãos, cada uma a sua maneira. Pedro Gurgel é comerciante e atua no ramo de sucatas, ou seja, peças de objetos antigos. "Eu tenho a maior sucata do mundo", costuma dizer.


Em um comércio improvisado em cômodos de sua própria residência, Pedro Gurgel mantém seu negócio e preserva uma extensa lista de clientes que inclui moradores de outras cidades. "Eu sempre gostei de guardar peças usadas e sei que elas têm sua importância para alguém. Às vezes chegam clientes aqui procurando por peças que não se fabricam mais e eu tenho para solucionar o problema, acho isso importante e não pretendo parar com meu comércio", explica.
Já Francisco Gurgel adotou um estilo mais voltado para o homem do campo. Cuida sozinho da plantação de cana de açúcar e ainda cultiva macaxeira, jerimum, batata, feijão e milho. Sem contar que diariamente anda de bicicleta e vai do Sítio Boa Vista ao centro de Janduís onde reside, cerca de 5km em uma motocicleta.


DIVERSÃO - Nesse ponto, os gêmeos têm gostos distintos. Francisco Gurgel gosta de dançar forró e quando jovem tinha a fama de namorador. "Eu sempre roubava as namoradas do meu irmão e muitas vezes me aproveitava da semelhança e me passava por ele para ficar com as namoradas dele", confessa.
A artimanha de Francisco Gurgel é confirmada pelo irmão Pedro que vai mais além e conta um detalhe de quando eram bem jovens. "Eu era noivo e estava no período da festa da padroeira da cidade e num determinado dia do festejo disse que ficaria em casa, mas, à noite decidi ir à praça e quando cheguei lá flagrei Gurgel abraçado com minha noiva", detalhou Pedro.


Pedro ressalta ainda que as peripécias do irmão nunca foram suficientes para afastá-los ou motivo para desentendimentos e brigas. "Sempre preservamos a nossa união e sempre fomos muito ligados e vai ser assim até os últimos dias de nossas vidas", frisou.


Fonte: DN
Leia Mais ››

PM É EXECUTADO FARDADO APÓS SAIR DO SERVIÇO EM NATAL

Na noite desse sábado (5) após sair do serviço, o Sd PM Ramalho, lotado no 4ºBPM que fica na zona norte de Natal, se dirigiu ao bairro de Jardim Lola em São Gonçalo do Amarante, segundo amigos, para se encontrar com uma mulher que o mesmo havia conhecido hoje e após trocar telefones a convidou para uma festa em Ceará Mirim.


Mesmo com a criminalidade aumento da maneira que está, Ramalho subestimou a os vagabundos da localidade e foi ao encontro dessa mulher, fardado.


Ao chegar na casa dessa mulher que é próximo ao ginásio de jardim Lola, dois homens chegaram em uma moto Traxx e executaram o policial militar que segundo testemunhas, ainda levou as mãos a cabeça e pediu aos bandidos que não o matassem.


Os criminosos não se comoveram com a rendição do soldado e mesmo depois de terem tomado sua arma, apontaram e sem compaixão atiraram e executaram o praça.


As primeiras informações que chegaram a Guerreiros do RN é que um dos envolvidos mora naquela região e já é conhecido da polícia pelo vulgo de “Biro-Biro” que fugiu em direção ao Mangueirão.


Com o Sd Ramalho, já são 14 policiais militares que tem suas vidas ceifadas de maneira cruel só no ano de 2011 no Rio Grande do Norte. Isso é um absurdo e tem que parar, de uma maneira ou de outra!


Muitos PMs de diversas unidades e alguns em sua folga estão até agora a procura dos acusados.


A mulher que supostamente marcou esse encontro foi encontrada e conduzida a DP de Plantão da zona norte e também será ouvida pra saber o que realmente ouve.



Algumas pessoas desconfiam que o policial militar caiu no conhecido “Cheiro do Queijo” gíria que indica que uma pessoa foi levada a um local para ser morta.


O corpo do Sd Ramalho foi liberado do ITEP às 2h, onde já aguardavam no local, Familiares, amigos e representantes da ACS para providenciar seu velório e sepultamento que acontecerá na cidade de Ceará Mirim. O horário do sepultamento ainda não foi informado.


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Operação desmantela jogo do bicho e casas de prostituição no RN

 (DEGEPOL/Divulgação)
Cerca de 70 policiais civis e militares comandados por seis delegados deflagraram durante toda manhã desse sábado (05) em Apodi, no Médio Oeste potiguar, a “Operação Pente Fino”, com o objetivo de fechar locais onde são realizadas apostas do jogo do bicho e de azar, casas de prostituição e combater crimes contra a propriedade imaterial e tráfico de drogas. Ao todo 45 pessoas foram detidas, ouvidas e, mais tarde, liberadas após assinarem um Termo Circunstanciado se comprometendo a comparecer em uma audiência na própria Delegacia de Polícia de Apodi e no Fórum Desembargador Newton Pinto.


Durante a operação foram vistoriados vários locais de prostituição, sendo que 07 pontos foram lacrados. A polícia também apreendeu vários blocos para apostas, quadros de divulgação de resultados e apostas feitas, cadernetas e mais de R$ 8 mil em dinheiro e vários cheques. Segundo o delegado Claiton Pinho, foi feito inicialmente um levantamento dos locais com filmagens, gravações, fotografias e depois policiais retornaram com mandados de busca e apreensão. Em todos os locais vistoriados foram encontrados indícios da prática de jogos.


Foram lavrados 02 flagrantes por crime de violação de direito autoral com a apreensão de cerca de 600 DVD’s e 350 CD’s piratas que estavam sendo comercializados na feira livre de Apodi. Os policiais ainda apreenderam 04 motocicletas e realizaram um Termo Circunstanciado por Crime Ambiental. Também houve quatro flagrantes por Crime de Exploração Sexual e dois Termos Circunstanciado contra dois dos maiores banqueiros do Jogo do Bicho na cidade de Apodi.


Todo o material apreendidos será encaminhado para uma perícia no Instituto Técnico e Científico de Polícia. As investigações vão continuar pela Delegacia de Polícia Civil de Apodi e pela Divisão de Policiamento do Oeste (Divipoe). O delegado de Apodi, Renato Oliveira, enfatizou que ações como essa serão constantes na região. “Na área da Delegacia de Apodi não há espaço para jogos de contravenção, nem trafico de drogas. Quem quiser seguir fazendo as suas apostas e traficando vai ter que mudar de endereço”, afirmou Renato Oliveira.


As investigações foram coordenadas pelo delegado Regional de Mossoró, Claiton Pinho, que também contou com o apoio operacional da Divisão de Policiamento do Oeste (Divipoe), sob o comando do delegado Odilon Teodósio. A operação contou com policiais de Apodi, Pau dos Ferros, Mossoró e outras cidades do Médio e Alto Oeste, como também da 2ª Companhia da Polícia Militar de Apodi, comandada pelo capitão Inácio Brilhante Araujo Filho, que mobilizou todo policiamento da região.


Para os delegados Claiton Pinho e Odilon Teodósio, a operação teve saldo positivo e até recebeu elogios pelas ruas da cidade. “O resultado foi positivo, até populares que passavam por um dos locais me pararam e deram parabéns pela ação”, contou Claiton Pinho. 


Fonte: DN
Leia Mais ››

Especialista orienta cautela à população nos gastos com 13º salário

dinherio
Com a chegada do fim do ano, os trabalhadores com carteira assinada receberão um ganho extra através do 13º salário. Para os especialistas, como tudo que é extra, o benefício deve ser tratado com muita atenção e cautela, até porque, junto com o 13º também surgem as despesas do período – como festas de Natal e Ano-Novo, férias escolares, matrícula da escola – e as de início do ano seguinte - o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), material escolar. Ou seja, uma avalanche de compromissos que muitas vezes não é colocada nos orçamentos pela maioria das pessoas.
De acordo com o professor do Departamento de Economia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Leonildo Tchapas, é recomendável que os trabalhadores utilizem esse dinheiro extra para, em primeiro lugar, sanar as principais dívidas. "A orientação é essa, quitar, ou pelo menos abater as dívidas, principalmente aquelas cujos juros são maiores, como as do cartão de crédito", indica.
Após o pagamento das dívidas, Leonildo Tchapas orienta os trabalhadores a guardar o dinheiro restante para que seja utilizado com os gastos do início do ano. "Caso sobre algum dinheiro, ele pode usá-lo para ter um fim de ano mais harmônico", destaca.
O professor revela que mesmo que haja alguma necessidade extrema, com situações que envolvam, por exemplo, questões relacionadas à saúde, o dinheiro precisa ser direcionado para o pagamento das dívidas. "Pagando a dívida, ele terá o crédito liberado e poderá fazer um empréstimo, com juros menores", explica.
O economista alerta para a necessidade do planejamento. Segundo ele, o trabalhador precisa analisar, pensar nas dívidas futuras, fazendo uma estimativa dos gastos. "É preciso que se tenha uma consciência financeira, evitando assim um maior endividamento e começar o ano com contas atrasados", esclarece o professor.
A chegada do 13° salário pode ser uma oportunidade para reorganizar as finanças, sendo necessário para isso estabelecer metas e cortar gastos desnecessários, aponta o economista.


Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Delegacias desestruturadas comprometem segurança pública do Rio Grande do Norte

superlotacao_nas_cadeias
Reflexo da falta de investimentos na área da segurança pública, a maioria das Delegacias de Polícia Civil do Rio Grande do Norte funciona bem abaixo do ideal, em termos de contingente e condições estruturais dignas para se desenvolver o trabalho dos profissionais que compõem a polícia investigativa do Estado.
São situações de extrema precariedade nas DPs, responsáveis por investigar, prender e elucidar crimes, nas cidades norte-rio-grandenses. Não se sabe onde é pior, se na capital, onde as delegacias abarrotadas de presos, proporcionando ambientes subumanos, tanto para os policiais e agentes quanto para quem está detido.
Para se ter uma ideia do caos que se instalou nas especializadas, recentemente notícia veiculada nacionalmente na imprensa mostrou a situação de uma DP em Natal, onde a superlotação das celas obrigou os agentes a algemar os presos em um quadro de moto existente no pátio, devido não caber mais ninguém nas celas.
As frequentes fugas de presos dos inúmeros Centros de Detenção Provisória (CDPs), que geralmente funcionam nas delegacias, aflora a fragilidade do sistema prisional, além de comprometer a integridade dos agentes penitenciários.
Segundo um delegado, que preferiu o anonimato, a criação dos CDPs não resolveu em quase nada a situação das delegacias. "Muito pelo contrário, mesmo funcionando com os agentes penitenciários as celas dos CDPs vivem sempre abarrotadas de presos, tornando o ambiente das delegacias uma verdadeira bomba-relógio. Aqui em Mossoró, por exemplo, a Defur (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos) convive constantemente com o perigo. Celas com capacidade para 10 presos já chegaram a comportar mais de 30", explicou.
As carceragens da 1ª e 2ª DP, também estão superlotadas, nessa última mais de 50 mulheres dividem as quatro celas que estão em funcionamento. O diretor do CDP masculino, Antonio Eilson, "Bião", tem feito verdadeiro malabarismo para conseguir acomodar tanto preso em tão curto espaço físico. "Tem dia que é preciso recorrer aos diretores de outras instituições para esvaziarmos um pouco a nossa carga", disse. 
Precariedade da Denarc compromete trabalho dos agentes e delegado no combate ao tráfico de drogas
Em Mossoró, uma das piores situações de precariedade recai sobre a Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), que funciona em uma sala emprestada da 2ª DP no bairro Nova Betânia.
Segundo o depoimento dos poucos agentes que trabalham na Denarc, três somente, nos dois últimos meses a situação de abandono por parte do Governo se afunilou ainda mais, a ponto de comprometer as diligências e apreensões de drogas.
Atualmente não tem uma viatura descaracterizada para as investigações e abordagens. "Nós tínhamos duas viaturas, porém foram levadas para Natal e ficamos sem ter como fazer o nosso trabalho. Começamos a usar nossos carros, mas estavam ficando conhecidos e pondo em risco as nossas famílias, então tivemos que parar de usá-los",destacou um agente.
A revolta do agente com a situação caótica vai mais além, ele disse que ultimamente nenhuma prisão de traficante foi efetuada pela Denarc porque eles não têm como se deslocar para as diligências. "As pessoas ligam denunciando, recebemos as informações, mas, infelizmente, fica só nisso", contou.
O delegado Denis Carvalho, titular da Denarc, já solicitou providências da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), mas até o momento não foi atendido.
Agentes que estavam vindo de Natal para dar suporte nas delegacias deixaram de vir porque não receberam as gratificações salariais, combinadas com a Sesed, pelo serviço extra prestado.


DP de Caraúbas funciona apenas com um agente por plantão
O problema enfrentado pelas delegacias não se reflete apenas nas carceragens de Natal e Mossoró, consideradas cidades de grande população. No interior do Estado o caos é ainda maior. No município de Caraúbas, a delegacia está completamente abandonada, sem agentes, escrivão e delegado, além de equipamentos adequados para o desenvolvimento do trabalho.
Por plantão apenas um agente se desdobra para fazer todo o serviço da especializada, que permanece a maioria do tempo fechada. As pessoas que precisam dos serviços da DP têm que dar inúmeras viagens para poderem ser atendidas, pois na maioria das vezes quando o agente se ausenta para realizar os procedimentos burocráticos não tem quem responda na sede da unidade prisional.
Para piorar mais ainda, o contingente da Polícia Militar também opera em caráter reduzido, com apenas três policiais por plantão para cobrir toda área territorial, que se limita com nove municípios.
Na semana passada os representantes públicos do município estiveram reunidos em Natal com o secretário Aldair Rocha, da Sesed, cobrando providências urgentes para a cidade e região, no entanto como resposta o representante do Governo disse que de imediato nada poderia fazer e se comprometeu em enviar para o próximo ano um "kit segurança" composto por um delegado, um escrivão, três agentes, dois computadores e uma viatura policial.


Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››