RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

domingo, novembro 27, 2011

Marceneiro vende caixões como presente de Natal

Presentão talvez seria um caixão como esse da foto: de ouro! (Reprodução/Orange News)
Presentão talvez seria um caixão como esse da foto: de ouro!

Um marceneiro do Reino Unido resolveu ousar na oferta de presentes de Natal. John Ogden está oferecendo caixões como sugestão de compras para o final do ano. Ele alega que é um presente justo e que todo mundo vai precisar.

“Tem gente que pode dizer: ‘O que tem a ver um caixão com o Natal?’, mas as pessoas também morrem nesta época do ano!”, dá uma “gorardinha” a sócia de John, Marion Ritchie.

Segundo informações do Daily Record, para conquistar mais clientes, a dupla resolveu participar de uma feira especializada em produtos natalinos (!). Para divulgar sua mercadoria e para chamar ainda mais a atenção (como se já não fossem se destacar apenas por estarem ali) ainda criaram um slogan engraçadinho: “Um presente para cada corpo”.

“Os clientes viram a sugestão de presente como algo engraçado. Apenas uma senhora comprou para um amigo e ele não gostou”, disse John. No entanto, a organizadora da feira natalina, Fiona Woodhouse, admitiu que “É um pouco bizarro vender caixões em um evento como este. Mas foi uma boa ideia, faz as pessoas pensarem”.

E você, gostaria de ganhar um pressente desses ou daria um caixão para alguém?

Fonte: Portal Uol
Leia Mais ››

Barco de imigrantes afunda na costa da Itália

Ao menos três pessoas morreram e dezenas foram resgatadas quando uma embarcação transportando imigrantes ilegais do Paquistão e do Afeganistão afundou na costa da Itália perto do porto de Brindisi, no sudeste do país, disseram autoridades neste domingo.
A busca por até 20 desaparecidos continuava. Não há informações precisas sobre quantas pessoas estavam no barco. Autoridades disseram que dois corpos foram recuperados durante a noite e um terceiro foi levado pela maré até a praia no domingo.
"Os ventos sopram em direção à costa, então outras vítimas devem estar bem perto da terra. Nossa esperança é de que não haja outros (mortos)", disse o policial Giuseppe Minotauro à televisão SkyTG24.
Imagens de televisão mostraram o barco, que provavelmente veio da Grécia ou da Turquia, perto da praia com destroços flutuando na água.
Milhares de imigrantes ilegais da África e da Ásia morreram tentando cruzar o mar em direção à Itália, muitos viajando em barcos de pesca com superlotação.

Fonte: Portal Uol
Leia Mais ››

Mãe mantém duas crianças reféns em Pau dos Ferros/RN


A dona de casa Marine Karine de Oliveira, 31 anos, foi presa após manter os próprios filhos, uma criança de 2 anos e outra de 3 anos e seis meses sob ameaça de uma faca.

O fato ocorreu na tarde de ontem sábado (26), por volta das 16h15min horas em beco em frente ao açougue publico de Pau dos Ferros/RN onde reside a suposta acusada.
Karine após uma discussão com seu companheiro provocou-lhe uma lesão corporal leve na cabeça dele depois de ter jogado um tijolo, uma guarnição de RP sob o comando do Cabo Nelson foi acionada e para não ser presa ela resistiu a prisão pegando suas crianças e mantendo por alguns minutos sob ameaças, ela ameaçava a vida das crianças com uma faca, dentro de sua casa no centro da cidade.
Os PMS Josemar e Queiroz que estavam sob o comando do Cabo Nelson conversavam com a mulher e tentava convencê-la a entregar a faca e libertar as crianças, conforme a Polícia Karine aparentava estar alcoolizada e isso teria agravado a situação, sem ter como disparar a pistola taser devido as crianças que estavam no colo, o PM Josemar passou a conversar com a mesma e distraí-la e num momento de distração o Cabo Nelson aplicou-lhe um golpe certeiro com uma tonfa conseguindo desarmá-la, nesse momento o fato já estava presenciado por uma multidão que ovacionaram a ação dos integrantes da guarnição de RP(Rádio Patrulha).
A mesma foi conduzida e apresentada a ª DRPC para as medidas cabíveis.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

HOMICÍDIO NA CIDADE DE BARAÚNA

   Um crime de homicídio registrado pelo pelotão de polícia militar da cidade de Baraúna  no sitio Tiradentes, na noite de sábado (26/11) por volta das 20h30min, na zona rural da cidade de Baraúna.
   A vítima conhecida como Antônio Marcos de Lira Gomes, 30 anos de idade, agricultor, natural de Mossoró, morador do sitio onde foi morto, a cerca de 12km de Baraúna. Segundo informações de populares, a vítima estava bebendo em um bar em frente próximo  a residência quando o mesmo foi surpreendido por dois elementos em uma motocicleta, a vítima ainda tentou se refugiar no interior da sua residência, mas foi alvejado pelo garupa da motocicleta que obedeceu a ordem do condutor que falou "atira, atira é ele mesmo".
    Segundo informações da esposa da vítima, Antônio Marcos não tinha inimigos e que o mesmo não se envolveu com brigas naquela região.
    Policiais do destacamento da PM de Baraúna isolaram o local do crime até a chegada dos peritos do ITEP, que removeu o corpo para os procedimentos de necrópsia na cede em Mossoró.







Informações e fotos: O Câmera



Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Dilma terá agenda no RN amanhã

A cidade de São Gonçalo do Amarante tem 301 anos de história e pela primeira vez vai receber a visita de um presidente da República. A vinda de Dilma Rousseff, primeira presidente mulher do Brasil, é motivo de orgulho para os sãogonçalenses. O desembarque da presidenta está previsto para acontecer amanhã, às 10h, e deve ocorrer na pista do aeroporto que está em construção no município.
O prefeito Jaime Calado também compartilha dessa expectativa. Essa semana ele recebeu integrantes da comitiva presidencial que vieram inspecionar a área do evento e cuidar de toda a logística e segurança. Jaime se reuniu ainda com representantes da Engevix, empresa do consórcio Inframérica, grupo que ganhou o direito da concessão do Aeroporto de São Gonçalo. Os militares encarregados pela segurança de voo da presidenta garantiram as condições de pouso da aeronave presidencial.
A presidente assinará a transferência de obras e administração do aeroporto para o consórcio Inframérica, que ganhou a licitação para operar no modelo de Parceria Público Privada. Dilma também vai assinar os contratos das obras de abastecimento de água para o município e a realocação da comunidade Pe. João Maria, atualmente inserida na área de risco do sítio aeroportuário.
"A visita da presidente Dilma Rousseff será um marco, não apenas para São Gonçalo, mas para o Rio Grande do Norte. As obras do nosso terminal ganharão um novo ritmo e acreditamos que estarão prontas para a Copa do Mundo de 2014", destacou Jaime Calado.
O prefeito ressaltou que paralelamente às obras do aeroporto, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante já cuida de projetos que agregarão novos serviços e oportunidades a partir do terminal.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Empresário afirma que Wilma e Iberê receberiam 15% dos lucros futuros do Consórcio Inspar

ibere_e_wilma
Em depoimento prestado ontem, o empresário José Gilmar de Carvalho Lopes (Gilmar da Montana), preso durante a "Operação Sinal Fechado", afirmou ao Ministério Público Estadual que George Olimpo, diretor-geral da Inspar, confessou que teria feito promessa de vantagem indevida aos ex-governadores Iberê Ferreira e Wilma de Faria, ambos do PSB, que receberiam, cada um, 15% de participação nos futuros lucros da Inspar. Além disso, seu depoimento reforça as provas de que o atual suplente de senador João Faustino, receberia uma cota desses futuros lucros, como já fora antecipado ontem durante entrevista coletiva concedida à imprensa por representantes do MPRN, com participação do procurador-geral de Justiça.
O Ministério Público também colheu o depoimento de Fabiano Lindemberg Santos Romeiro, contador que era o operador financeiro da organização criminosa, e que traz detalhes sobre como eram feitas as movimentações financeiras do esquema fraudulento.
O contador ratificou o que o Ministério Público já havia descoberto, no sentido de que os lucros do esquema de registro de contratos atingem mais de 80%. Isto foi confirmado por um documento apreendido na busca e apreensão de ontem, o qual consiste em carta ao Banco do Brasil solicitando alteração no "convênio de compartilhamento", revelando que, de fato, George e os sócios da Planet dividem os vultosos lucros do negócio. Somente com onze meses de atuação a referida empresa registrou quase 80 mil contratos de financiamento de veículos no RN, movimentando quase R$ 9 milhões, conforme documento extraído do site do CRC pelo investigado Fabiano Romeiro. 
Wilma de Faria diz ser vítima de "pirotecnia jurídica"
A ex-governadora Wilma de Faria se pronunciou acerca da "Operação Sinal Fechado". Por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, ela classificou os últimos acontecimentos de "pirotecnia jurídica". "Sou ré, sim, de uma má-fé que insiste em transformar em verdade desejos, frustrações e medos políticos inconfessáveis", disparou.
A ex-governadora afirmou que em 2009 enviou o projeto que implantava a inspeção veicular no Rio Grande do Norte atendendo a uma lei federal que determinava essa exigência. "Na elaboração da mensagem criando a lei de n° 7290, em dezembro de 2009, que instituiu o serviço de inspeção veicular no Rio Grande do Norte, os ritos legais foram, rigosrosamente, observados e cumpridos. O gabinete civil do governo submeteu a mensagem aos órgãos de assessoramento jurídico do Estado, para, só então, encaminhar ao poder legislativo, onde a lei foi aprovada, em sessão pública", lembrou.
Afirmando não querer crer em má-fé do Ministério Público, a ex-governadora lembra que não foi alvo das investigações. "O envolvimento do meu nome é um ato de absoluta má fé. Não sou ré e as 189 laudas da petição do ministério público mostram que não sou. Não há na peça acusatória nenhuma denúncia que exija de mim pelo menos uma explicação.
A pessebista lembrou que em outras oportunidades também sofreu acusações que mais à frente foram comprovadas como armação. "Toda a opinião pública se recorda que, antes mesmo da minha posse para o primeiro governo, fui vítima de denúncia escabrosa de possuir uma conta milionária na suíça. Denúncia esta que desmoralizei perante a justiça e o povo", relembrou.

Desembargador substituto Herval Sampaio nega habeas corpus a João Faustino
O desembargador em substituição Herval Sampaio negou o pedido de habeas corpus impetrado em favor do ex-deputado federal João Faustino Ferreira Neto e Marcus Vinícius Saldanha Procópio. O magistrado alegou que, de tão exíguo, o tempo da prisão temporária (cinco dias) não é capaz de acarretar sérios prejuízos aos pacientes.
O magistrado ressaltou que a juíza da 6ª Vara Criminal, Emanuella Cristina Pereira Fernandes, "teve o cuidado de pormenorizar em concreto cada uma das prisões temporárias deferidas, tanto é verdade que indeferiu uma justamente por não encontrar o liame necessário que justificasse a medida, logo parece imprescindível para as investigações que os pacientes continuem presos".
Ele disse ainda que a prisão se faz necessária, pois o caso diz respeito à existência de uma suposta organização criminosa muito bem estruturada, constituída por pessoas influentes no RN que podem interferir na busca de elementos probatórios. Além disso, a análise do material apreendido até o momento pode implicar na realização de outras diligências, tendo em vista a possibilidade do surgimento de novas provas, o que justifica a manutenção da prisão.
Também foi negado o pedido de prisão domiciliar formulado em favor de João Faustino, sob o argumento de que, embora se trate de pessoa idosa e acometida de cardiopatia grave, o breve período da prisão, aliado a possibilidade de se continuar o tratamento - feito à base de medicamentos - não vai comprometer a saúde do paciente. Ressaltou ainda que "a substituição da prisão domiciliar não é cabível em prisão temporária, sob pena do objetivo da mesma perder o seu sentido".
O pedido de habeas corpus foi impetrado na tarde de ontem (24). O processo foi distribuído, por sorteio, para a desembargadora Maria Zeneide Bezerra, que alegou suspeição, por motivo de foro íntimo, para o julgamento do HC.

OUTROS
A juíza da 6ª Vara Criminal de Natal, Emanuella Cristina Pereira Fernandes, indeferiu pedido de revogação da prisão de José Gilmar de Carvalho Lopes, Marco Aurélio Doninelli Fernandes, Nilton José de Meira, Flávio Ganem Rillo, Carlos Theodorico de Carvalho Bezerra, Fabiano Lindemberg Santos e Edson César Cavalcante Silva. A magistrada acompanhou parecer do Ministério Público.
Na sentença, a magistrada afirma que o pedido de prisão temporária foi determinado não apenas para dar efetividade às buscas e apreensões, mas para, também, resguardar toda a investigação criminal que envolve outros elementos de prova que não apenas a busca e apreensão.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Advogados presos trabalharam para Iberê

A quadrilha que atuou no Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte de 2009 a 2010 e que tentou manter a rede de corrupção na estatal potiguar copiou o modelo que havia dado certo no Distrito Federal. Segundo as investigações do Ministério Público durante a operação "Sinal Fechado", a qual foi iniciada em fevereiro deste ano depois que o Governo do Estado cancelou o contrato da licitação ganha pelo Consórcio Inspar, a empresa Planet Business - que havia emprestado seu CNPJ à empresa G. O Empreendimentos, pertencente ao advogado George Anderson Olímpio da Silveira - se envolveu em escândalo semelhante na capital Federal. A Planet Business havia criado software vicioso no Distrito Federal e repetiu a mesma tática no Rio Grande do Norte.
A investigação feita pelos promotores mostrou que o esquema de corrupção foi elaborado com a conivência de dois governadores em anos distintos. A organização criminosa teria iniciada em 2008, quando Wilma de Faria era a governadora, e teve continuidade na administração de Iberê Ferreira de Souza. Apesar dos dois ex-governadores afirmarem que não sabiam do esquema fraudulento que atuava no Detran, as interceptações telefônicas feitas durante as investigações evidenciam que tudo que era feito teria o aval de quem estava no comando do Estado.
O ex-governador Iberê Ferreira de Souza, que é citado como beneficiário de R$ 1 milhão em propina e que teria direito a 15% de todo o lucro que o grupo iria obter ao longo de 20 anos com a inspeção veicular, negou que tivesse conhecimento do esquema e se disse vítima de um complô de pessoas que não conhecia. Ele se referiu a George Olímpio, apontado pelo Ministério Público como mentor do esquema.
A questão é que George Olímpio aparece como advogado de Iberê em processos no Tribunal de Justiça do Estado, bem como Caio Biagio Zuliani. Caio é sócio de George na empresa G. O. Empreendimentos e no escritório de advocacia mantido por George. Os escritórios funcionam no mesmo endereço: salas 801 e 802 do Edifício Miguel Seabra, em Natal.
A defesa feita pelo ex-governador se voltou exclusivamente em uma tentativa de se mostrar distante de tudo o que teria sido elaborado para garantir a rede de fraude no Detran. Na carta que ele enviou à imprensa ainda na quinta-feira, Iberê Ferreira de Souza afirmou que todas as definições relacionadas à atuação nas empresas no Detran, seja por meio de convênio ou com a licitação que beneficiou o Consórcio Inspar, ocorreu em período no qual ele ainda não era governador do Rio Grande do Norte. Em outras palavras, Iberê passou a responsabilidade para a ex-governadora Wilma de Faria.
Já Wilma de Faria adotou tática diferente. Ela, na carta enviada à imprensa no final da tarde da sexta-feira, também se disse vítima, mas de exageros do Ministério Público e falou em "pirotecnia jurídica". A ex-governadora desafiou o Ministério Público a provar seu envolvimento direto no escândalo fraudulento. "Não quero acreditar que a insistência da má fé tenha se transformado em prestação de serviço político da parte de uma instituição que tem o dever de bem acusar os culpados, mas também de bem defender a verdade, para não pré-julgar inocentes, expondo à sanha da opinião pública, intencionalmente confundida. Desafio que provem qualquer envolvimento da minha pessoa nas denúncias de recebimento de propinas ou de conivência com lobistas."

Secretário afirma que Governo comunicou vícios a promotores
As investigações feitas pelo Ministério Público e que apontaram a existência de esquema fraudulento no Detran que teria lucrado cerca de R$ 90 milhões em nove meses foram iniciadas a partir de denúncia formulada por uma empresa que participou do processo licitatório com o Consórcio Inspar - que acabou vencendo. O que reforçou essa tese foi a posição do Governo do Estado acerca das falhas administrativas detectadas em todo o processo. Na sexta-feira, o secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Anselmo Carvalho, afirmou que a governadora Rosalba Ciarlini havia determinado, em fevereiro, o cancelamento da licitação e que os devidos encaminhamentos jurídicos fossem encaminhados para o Ministério Público.
"O Ministério Público já tinha outra investigação e o Governo comunicou que havia detectado falhas administrativas. O Governo tem condições de apurar erros no âmbito administrativo", informou, acrescentando que a governadora, logo no início do ano, havia suspendido o contrato que o Consórcio Inspar havia ganho diante das prováveis falhas que já se evidenciavam. Disse que depois que se analisou todo o processo, o governo constatou que havia vício e cancelou a licitação.

Rosalba não aceitará improbidade no governo
Quando o escândalo relacionado à fraude no Detran foi divulgado pelo Ministério Público, a governadora Rosalba Ciarlini estava cumprindo agenda administrativa em Brasília. Da quinta-feira até o final da tarde da sexta-feira, ela não havia se pronunciado sobre a questão. Contudo, no início da noite da sexta ela falou sobre o episódio, embora indiretamente.
Rosalba tem evitado o discurso de que herdou o governo em frangalhos financeiramente. Ela tem pontuado suas falas em comentários sobre dívida de quase R$ 1 bilhão que teria encontrado ao assumir o Governo do Estado, além de outros problemas de ordem administrativa.
Sobre o caso do Detran, a governadora disse, durante convenção realizada pelo Democratas em Carnaubais - na região do Vale do Açu, que o seu governo não vai tolerar corrupção: "Se começarem a dizer que estão metendo a mão aqui ou acolá e quem souber não me contar, vou considerar conivente", afirmou.
As palavras de Rosalba têm destino certo: a ex-governadora Wilma de Faria, cuja administração foi marcada por acusações de corrupção e três investigações foram executadas e nas quais se teria confirmado a existência de corrupção por meio das operações "Foliaduto", "Foliatur" e "Hígia".
Rosalba disse que não vai macular sua carreira política e reafirmou que não aceitará corrupção em seu governo. "No meu governo não aceito improbidade, doa a quem doer. Fui prefeita três vezes, senadora da República durante quatro anos, e ando de cabeça erguida. Tenho as mãos limpas. Mãos de trabalho. Comecei o governo assim e vou terminar desse jeito", disse.

MP rebate Wilma e afirma existir prova contra ela
As declarações da ex-governadora Wilma de Faria, em nota enviada à imprensa, de que não existiriam provas sobre a sua participação no esquema de fraude no Detran, tampouco contra o filho dela, Lauro Maia, e que estaria sendo vítima de "pirotecnia Jurídica", provocaram reação imediata dos promotores que estiveram à frente dos trabalhos referentes à operação "Sinal Fechado".
Em nota de esclarecimento enviada ontem à imprensa, o MP diz que em nenhum momento os promotores afirmaram que não existiam provas sobre a participação da ex-governadora no esquema montado pelo advogado George Anderson Olímpio da Silveira e que visava lucro de R$ 1 bilhão em prazo de 20 anos com a inspeção veicular.
"Diversas provas já colhidas na investigação Ministerial, portanto, dão conta da implicação e envolvimento da Ex-Governadora Wilma de Faria e seu filho Lauro Maia no aludido esquema", afirma a nota do Ministério Público. Veja a nota abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, em razão de notas à imprensa elaboradas pela ex-governadora do RN, Wilma Maria de Faria, e seu filho, advogado Lauro Maia, em que se faz adjetivações negativas a respeito da atuação desta Instituição e se lança um "desafio", vem a público esclarecer o seguinte:
a) É comum que investigados, confrontados com fortes indícios e evidências de sua participação em ilícitos procurem desviar o "foco" do noticiário, por meio da desgastada estratégia de tentar acusar e desafiar o órgão investigador;
b) Quanto à acusação de má-fé por parte desta Instituição, muito provavelmente pelo fato de se ter dado publicidade a provas, indícios e evidências de que a ex-governadora do RN, Wilma Maria de Faria, e seu filho, advogado Lauro Maia, tiveram participação na cadeia criminosa revelada na operação "Sinal Fechado", esta deve ser prontamente repelida;
c) Não existiu qualquer razão metajurídica para tanto. Não houve "pirotecnia jurídica", mormente diante de peças bem elaboradas, claras e tecnicamente precisas. Não existem "medos políticos inconfessáveis" por parte desta Instituição. Ao contrário, o Ministério Público tem se pautado pela investigação e acusação a quem quer que seja, como no caso presente, independentemente de sua suposta importância ou "lado" na cena política; Aliás, todas as menções a Srª Wilma Maria de Faria e ao advogado Lauro Maia constantes nas petições advém de informações obtidas a partir de diálogos mantidos entre os investigados, que de forma expressa registram tais pessoas como beneficiárias das ações da organização criminosa, tendo o Ministério Público, como é de seu dever, levado os fatos ao Poder Judiciário, que reconheceu a procedência dos pedidos e determinou a realização das diligências necessárias à continuação da apuração dos fatos. Não há uma única afirmação feita pelo Ministério Público que não esteja baseada em elementos de evidências e provas, notadamente as próprias palavras dos demais investigados e pessoas referenciadas em interceptações judicialmente autorizadas.
d) Não é verdade que um membro do MPRN teria afirmado inexistir provas contra a ex-Governadora do RN, Wilma Maria de Faria, e seu filho, advogado Lauro Maia, na coletiva de imprensa dada na tarde do dia 24 passado. O que se afirmou foi que não havia necessidade de busca e apreensão na residência destes investigados, dado que, muito provavelmente, não seriam ali encontradas provas a esse respeito, uma vez que os fatos ocorreram em meados de 2009;
e) Ora, as petições levadas a público com autorização judicial, que continuam à disposição no "site" da Instituição (www.mp.rn.gov.br), descreveram de forma minuciosa as diversas provas acerca da participação dos investigados em comento, colhidas ao longo de nove meses de apurações, como diálogos em que se afirma, categoricamente, que George Olímpio pagou vantagem indevida ("propina") a Lauro Maia, bem como fez promessa de pagamento de vantagem indevida a este investigado, além de comunicações telemáticas em que George Olímpio revela que participou ativamente da elaboração de projeto de lei de autoria da investigada Wilma Maria de Faria, tendo recebido a própria mensagem por ela encaminhada à Assembléia Legislativa, com o projeto de lei que resultou na sanção da Lei n.º 9.270/09, o que representou indício de que as propostas a Lauro Maia se destinavam, em verdade, à sua mãe, então gestora máxima do Executivo Estadual;
f) O interrogatório do investigado José Gilmar de Carvalho Lopes (Gilmar da Montana), tomado no dia da operação, e, portanto, após a elaboração das referidas petições corrobora a prova e evidências até então conhecidas, reforçando ainda mais o que já havia sido apurado, principalmente quando o mesmo afirma que, de fato, George Olímpio lhe confidenciou que ofereceu promessa de vantagem indevida à investigada Wilma Maria de Faria, consistente em cota de 15% (quinze por cento) da sua parcela nos futuros lucros do Consórcio INSPAR, como forma de garantir a vitória deste consórcio na licitação para a inspeção veicular no RN;
g) Diversas provas já colhidas na investigação Ministerial, portanto, dão conta da implicação e envolvimento da Ex-Governadora Wilma de Faria e seu filho Lauro Maia no aludido esquema;
h) Importante repisar, apesar de ser de conhecimento público, que o Ministério Público Estadual contesta veementemente a constitucionalidade da Lei n. 9.270/09, que trata da Inspeção Veicular no Estado do Rio Grande do Norte, tanto que representou ao Procurador-Geral da República em face de tal vício, tendo sido ajuizada no Supremo Tribunal Federal a competente Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin n° 4.551). A Adin está sob a relatoria da Ministra Carmén Lúcia, em pauta para julgamento;
i) Por fim, é de se reconhecer que é absolutamente compreensível a insatisfação e, mesmo, a revolta, expressadas por pessoas que estão sendo investigadas por fatos tão graves quanto os descortinados com a operação "Sinal Fechado". É, inclusive, uma reação humana natural e esperada a autodefesa diante da magnitude dos fatos. Todavia, o papel do Ministério Público sempre será regido pelo aspecto técnico, não se deixando envolver partidária e emocionalmente em qualquer caso, nem aceitando desafios pessoais. Afinal, no Estado Democrático de Direito cada instituição deve exercer as suas atribuições, sendo as ações do Ministério Público pautadas dentro da estrita ordem constitucional, da qual jamais se afastará;
j) O Ministério Público do Rio Grande do Norte reafirma o seu total compromisso com a verdade, não havendo qualquer interesse em imputar culpa a pessoas realmente inocentes. Por outro lado, com a mesma serenidade, afirma que jamais deixará de investigar quem quer que seja, inclusive aqueles que, não se sabe por qual motivo, parecem imaginar que estão acima da lei.

Natal/RN, 26 de novembro de 2011.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

Fonte: Defato
Leia Mais ››

Casas lotéricas começam a receber apostas da Mega-Sena da Virada a partir desta segunda-feira

mega_sena_da_virada
Com o final do ano, a maioria das pessoas já começa a fazer planos para 2012. E a partir de amanhã, 28, o sonho de muitos apostadores de Mossoró em se tornar milionário ficará mais próximo. É que as nove casas lotéricas no município começam a realizar as apostas da tradicional Mega-Sena da Virada.
De acordo com Francisco Aldemir de Souza, gerente regional da Caixa Econômica Federal (CEF) em Mossoró, além das unidades das casas lotéricas, os apostadores que possuem conta bancária na Caixa podem fazer as apostas da Mega-Sena da Virada virtualmente através do Internet Banking.
As apostas para a Mega-Sena da Virada poderão ser realizadas até o dia do sorteio, que ocorrerá em 31 de dezembro. O valor da aposta mínima é o mesmo do atual preço cobrado pela Caixa, R$ 2.
Gerente regional da Caixa, Francisco Aldemir informa que o montante previsto do prêmio da Mega-Sena da Virada ainda não foi divulgado pela Caixa, mas em breve a estimativa será informada.
A expectativa dos apostadores é que o prêmio ultrapasse R$ 170 milhões. Atualmente, mais de R$ 56 milhões permanece acumulado na Caixa e integrará o prêmio da Mega-Sena da Virada. Esse montante corresponde aos 5% do total de prêmios acumulados da Mega-Sena ao longo deste ano.
A Caixa realizará o sorteio da Mega-Sena da Virada no dia 31 de dezembro e o prêmio não pode acumular. Caso nenhum apostador acerte as seis dezenas o prêmio será dividido entre os vencedores da quina e se não houver mesmo assim um ganhador, o prêmio será dividido entre os vencedores dos concursos da Dupla Sena e assim por diante. No ano passado, a Caixa pagou o maior prêmio da história das loterias na América Latina com a Mega da Virada: R$ 194,3 milhões. E o prêmio do concurso foi dividido para quatro apostadores que acertaram os seis números.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Rio grande do norte tem 575 mil trabalhadores formais



A quantidade de pessoas empregadas no mercado formal - com número de 575 mil trabalhadores - e suas características na economia potiguar foi divulgada esta semana no quarto anuário do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda elaborado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em convênio com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Segundo questionário do anuário, lançado na Fecomércio, o mercado de trabalho no Rio Grande do Norte tem na população masculina a maior expressão, com 893 mil homens trabalhando enquanto apenas 580 mil mulheres, uma diferença de 313 mil trabalhadores.
A diferença entre homens e mulheres também é sentida na estimativa dos desempregados: de acordo com o anuário 12,8% da população feminina está inapta enquanto o quantitativo masculino é de 7,9%.
No setor de empregos formais também há diferença em terras potiguares, prevalecendo o gênero masculino com geração de 1,3% das ofertas brasileiras, com o total de 575.026 novos cargos, onde 58% da contratação foi da população masculina e 42% da feminina.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Dois novos cursos para expansão da Uern


A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) deve abrir seu primeiro curso na área das engenharias já em 2013. Isso porque já foi aprovada pelo conselho da instituição a criação do curso de nível superior em Ciência e Tecnologia (C&T) no campus de Natal.
Apenas dois cursos superiores tiveram criação aprovada, sendo o segundo o curso de Teatro, cuja resolução está em vigor desde 2005. A estratégia da instituição é iniciar atividades acadêmicas na área de engenharia, visto que "é a única área do conhecimento que ainda não temos nenhum curso. Em todas as outras áreas já contemplamos com pelo menos um curso", justifica o reitor Milton Marques de Medeiros.
A estratégia da instituição com o curso de C&T é abarcar o potencial do desenvolvimento da energia eólica com forte concentração na região metropolitana de Natal. "Precisamos formar conhecimento para que possa auxiliar o desenvolvimento de tecnologia nesse segmento que começa a ganhar força no nosso Estado", defende.
Na verdade, o curso de C&T em Natal é uma corrida contra o tempo para recuperar o que, segundo Milton Marques, as universidades de Mossoró não acompanharam com o ápice da produção petrolífera em Mossoró. "Tivemos um boom do petróleo em Mossoró e nenhum curso na área foi criado para atender essa oferta na cidade. Hoje, vimos o petróleo passar e toda a tecnologia ser desenvolvida na Federal do RN (UFRN), que dispõe de cursos na área", explica ele.
Os cursos de engenharia da Universidade Federal do RN recebem cerca de R$ 40 milhões da Petrobras em convênios. "É essa relação que queremos com as engenharias, que possa ser parceira do desenvolvimento do Estado", diz ele. Se a tentativa da Universidade do Estado do RN é aproveitar a emergência dos setores ligados à energia eólica, a região do Oeste também entra nos planos futuros da instituição, com a criação de cursos na área.
"O campus central deve ser contemplado em uma discussão futura com cursos também em engenharia, mas que condigam com a potencialidade da nossa região, como, por exemplo, o desenvolvimento de conhecimento e tecnologia para os setores do calcário, cimento e porcelana". Nessa perspectiva entram aspirações para cursos de Engenharia Química e áreas afins.
O último curso aberto pela Uern foi em 2006, no núcleo da instituição na cidade de Nova Cruz (região do Agreste Potiguar). Lá, foram abertas vagas para os cursos de Bacharelado em Direito e Ciência da Computação. "É preciso um levantamento de viabilidade e as necessidades orçamentárias para que um curso seja criado. Depois de aprovada a sua criação, em alguns casos ele fica na espera da situação favorável e, em outras, já o implantamos de imediato."
Milton Marques assegurou, no entanto, que no Processo Seletivo de 2013 já devem ser abertas as vagas ao ingresso da primeira turma. Já, quanto ao curso de Teatro, o reitor comemorou a reabertura das discussões e se diz entusiasmado com a iniciativa, "porque vejo um forte potencial na nossa cidade para o teatro e tenho total esforço para que seja implantado até o final da minha gestão", finalizou Milton Marques.

Fonte: Defato
Leia Mais ››