RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quarta-feira, março 28, 2012

PACIENTE DEVORADO VIVO POR LARVAS



O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), deveria ter vergonha da cena deplorável exibida por um vídeo postado no youtube e que já foi visto por milhares de pessoas. Um paciente de idade aparece jogado no chão do Hospital João Paulo II, na ala do necrotério. O doente não está morto. Ainda. De sua boca saem larvas, conhecidas por tapurus. Deitado no chão, o paciente agoniza, sem qualquer assistência. A cena repugnante é o retrato da nova Rondônia na administração do PMDB.

O João Paulo II é o mesmo hopital onde o diretor tirou a roupa, saiu gritando pelos corredores, foi contido por policiais militares e continuou no cargo.

Também é o mesmo hospital que recebeu a visita do Fantástico e do governador Confúcio Moura no início da atual administração. Na época, Confúcio dizia que iria tirar os pacientes do chão em 100 dias. Já passou mais de um ano e a situação, que já era ruim, pirou ainda mais.E o governador de Rondônia, que é médico, fez sua campanha eleitoral vitoriosa prometendo melhorar a saúde pública estadual.

Conselhos de Medicina denunciam desrespeito aos direitos humanos em hospital de Porto Velho

Imagens repugnantes, que representam uma agressão aos direitos humanos, foram divulgadas nesta quarta-feira (28), pela imprensa de Rondônia e pela internet. Diante do quadro que apresenta um homem sendo devorado por larvas dentro de um hospital de Porto Velho (RO), os Conselhos Federal de Medicina (CFM) e Regional de Medicina do Estado (Cremero) divulgaram nota pública de repúdio e conclamam a sociedade a combater os desmandos nos setor.

“Este caso exemplifica o desrespeito aos direitos humanos e a  Constituição brasileira, que determina que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado, sendo a dignidade dos indivíduos fundamental para a vida em sociedade. Os Conselhos conclamam todos os rondonienses, todas as entidades da sociedade civil organizada, os tomadores de decisão, o Ministério Público, o Poder Legislativo e o Poder Judiciário a unir forças contra a iniquidade”, diz o documento.
Confira a íntegra da nota de esclarecimento dos conselhos.

NOTA DE REPÚDIO A AGRESSÃO AOS DIREITOS HUMANOS EM HOSPITAL DE PORTO VELHO

 saúde pública em Rondônia vivencia período de crise por conta de sucessivos equívocos na esfera de sua gestão.  Um exemplo concreto dos desmandos veio a tona com a Operação Termópilas, conduzida pelo Ministério Público Estadual, pelo Tribunal de Justiça do Estado e la Polícia Federal. A ação concluída no fim de 2011 culminou com a denúncia de envolvimento e a prisão  de gestores públicos, políticos e empresários que desviavam recursos da saúde em benefício próprio.
Apesar disso e de outras várias denúncias feitas pelas entidades médicas, da sociedade civil e da imprensa, o descaso e a indiferença ainda campeiam comprometendo  a vida e o bem estar dos cidadãos rondonienses. Infelizmente, o caos ultrapassou todos os limites.
Nesta quarta-feira (28), imagens chocantes veiculadas pela internet mostram o sofrimento e a tortura a qual os pacientes estão sendo submetidos no Estado. As cenas mostram um homem abandonado dentro do Hospital João Paulo II, em Porto Velho. Seu sofrimento é visível e sua agonia choca ainda mais ao percebermos que de sua boca saem larvas (tapurus), que o devoram vivo.
O Conselho Federal de Medicina e o Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), inconformados com o quadro atual e com a indiferença do governador Confúcio Moura – lamentavelmente médico -, tomarão tomar medidas enérgicas para que situações semelhantes não voltem a acontecer.
Este caso exemplifica o desrespeito aos direitos humanos e a  Constituição brasileira, que determina que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado, sendo a dignidade dos indivíduos fundamental para a vida em sociedade. Os Conselhos conclamam todos os rondonienses, todas as entidades da sociedade civil organizada, os tomadores de decisão, o Ministério Público, o Poder Legislativo e o Poder Judiciário a unir forças contra a iniquidade.
O silêncio significa cumplicidade com os desmandos. Os médicos não assinarão este pacto.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE RONDÔNIA
CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

Fonte: Assessoria de Imprensa do CFM
Leia Mais ››

PRF prende pessoas que furtavam peças de veículo acidentado

A Políca Rodoviária Federal prendeu hoje, 28, por volta das 08h00, três pessoas que subtraiam peças de um veículo que se envolveu em um acidente e se encontrava à margem da BR 304, no Km 117, em Itajá.

Foram presos Jackson Rodrigues do Carmo Júnior, 25 anos, residente em Assú/RN, condutor do veículo Fiat Doblo placa MZD-5586/RN; ISIDORIO LOPES TAVARES, 49 anos, residente em Itajá/RN, condutor do veículo Fiat Doblo placa MYN-9027/RN e FRANCINALDO LUCAS DOS SANTOS, 20 anos, residente em Itajá/RN, condutor do veículo Ford Escort placa HUA-6008/RN.

Os três foram detidos por furto de peças do veículo sinistrado, um Fiat Doblo Adventure, placa NNV-0503, com registro de roubo/furto. O veículo portava a placa NNN-4550 de outro de mesma marca, modelo e cor.

A PRF combate sistematicamente o furto de componentes de veículos acidentados, bem como o saque de cargas.

Peças prontas para a vendas depois do furto - FOTO: Com. Social - Polícia Civil/RN


Fonte: Sidney Silva
Leia Mais ››

TJRN nega habeas corpus a policial suspeito de participar da morte de F Gomes

O desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Rafael Godeiro, negou na manhã desta quarta-feira, (28), o pedido de habeas corpus com pedido de liminar impetrado pelos advogados da Associação dos Praças da Polícia e Bombeiros Militares do Sérido do Estado do RN, em favor do soldado da PM Evandro Medeiros. Ele está preso sob suspeita de ter participação na morte do jornalista F Gomes.

Depois do julgamento da liminar, os autos são encaminhados para a Procuradoria Geral de Justiça, e depois retornam ao TJRN conclusos para o julgamento do mérito, o qual geralmente ocorre mantendo a decisão primeira.

O habeas corpus com pedido de liminar, o advogado da Associação, Sildlon Maia, requereu a concessão da liminar a fim de cassar o decreto de prisão preventiva proferido em desfavor de Evandro ou, alternativamente, que fosse substituída a referida custódia cautelar por quaisquer das medidas cautelares diversas da prisão, previstas no art. 319 do Código de Processo Penal.

O policial militar Evandro Medeiros, está preso desde o dia 19 de março, por força de mandado de prisão solicitado pela delegada Sheila Freitas que investigada em caráter especial a morte do jornalista F Gomes, ocorrida em Caicó. A prisão de Evandro, ocorreu no mesmo dia em que o pastor Gilson Neudo Soares do Amaral, também foi preso preventivamente pelo mesmo motivo.

Fonte: Sidney Silva
Leia Mais ››

ESTÃO INSERINDO NOTAS FALSAS NO MERCADO DE UMARIZAL/RN


A administração do Mercadinho Miragem registrou, na manhã de hoje, a entrada de uma nota de R$ 100,00 falsa em seus caixas.
A pedido, estamos divulgando esse fato com a intenção de alertar e prevenir os demais comerciantes desta cidade para que analisem bem as notas antes de recebê-las. A pessoa que inseriu essa nota ainda não foi identificada, mas as devidas precauções foram tomadas sobre o assunto, essa informação é do blog Umarizal News, sabendo que há poucos dias um jovem da cidade de Francisco Dantas/RN foi flagrado e preso tentando repassar um cédula de mesmo valor no comercio de Pau dos Ferros/RN.

O alerta serve para toda região.

Fonte: Nosso Paraná RN
Leia Mais ››

PM apreende maconha em Currais Novos



A Polícia Militar (GTO) cumpriu por volta das 12:00h de hoje (28/03) um mandado de busca e apreensão na Rua do Cobre, 114, Bairro JK, e apreendeu 03 tabletes de maconha pesando 0,48 gramas pertencente a pessoa de EMANOEL MATHEUS DE ASSUNÇÃO MAIS CONHECIDO COMO BAIDEL.
Baidel disse que teria comprado o entorpecente em Santa Cruz para consumir. Alegou que é viciado desde os 12 anos, mas a Polícia acredita que o mesmo esteja envolvido com o tráfico de drogas.
O acusado foi conduzido para a delegacia, onde foi autuado pelo o artigo 33 (Tráfico de drogas) e logo depois para o CDP (Centro de Detenção Provisório) onde aguardará decisão da Justiça.

Fonte: PM Currais Novos
Leia Mais ››

Comandando Geral da PM vai transferir 7 Policiais Militares de Caicó para Caraúbas

http://4.bp.blogspot.com/-5BfsV5Dm9uU/TbrFXjOY9xI/AAAAAAAAA5w/3F1_lTb8EZY/s1600/ARAUJO.jpg

A onda de violência só cresce na cidade de Caicó e ao invés de receber investimentos na área de segurança publica a capital do Seridó está sendo surpreendida com perdas de Policiais Militares para outros Batalhões na Região Oeste Potiguar. 

Em 2011 o Comando Geral da Policia Militar do Rio Grande do Norte transferiu 10 Policiais Militares de Caicó para a cidade de Touros e mais 5 PMs para Mossoró. 

Agora,  mais uma péssima noticia chega a nosa reportagem,  segundo fontes do Blog o Comandante Geral da PM/RN já determinou a transferência de mais 7 Policiais de Caicó para que vão atuar na cidade de Caraúbas, deixando nossa cidade com um desfalque de 7 Policiais que atuam nas ruas em Rádio Patrulha, Rocam e Cavalaria. 

Do Blog: É preciso que os nossos representantes (políticos) tomem uma providência e conversem com a Governadora Rosalba Ciarlini para que ela impeça essas transferências de Policiais que atuam na cidade de Caicó.

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Calazar aumenta entre pessoas e animais em Riacho da Cruz: seis possiveis casos já teriam sido registrados


Números de casos por leishmaniose visceral, popularmente conhecida como Calazar, em Riacho da Cruz, têm preocupado gestores da saúde. Segundo informações do blog do Rillen Rocha, até o momento, a Secretaria de Saúde do município já teria notificou 6 possiveis casos da doença e nem um óbito de pessoas. Segundo informações, a doença encontra-se pulverizada em várias regiões. Algumas ações são adotadas pelos Municípios para diminuir a incidência da doença entre animais e seres humanos: a eliminação de reservatórios dos mosquitos transmissores; captação de cães contaminados para exames de comprovação laboratorial e eutanásia. 

Fonte: Mural de Riacho da Cruz
Leia Mais ››

Direção do Hospital de Assú diz que houve erro de digitação para paciente “grávido”

(Imagem Ilustrativa)

Em e-mail enviado ao blog, o diretor do Hospital Regional de Assú, Flavio Cruz da Fonseca, explicou que houve um erro de digitação no exame que atestou a “gravidez” de um paciente do sexo masculino (leia postagens anteriores sobre o assunto).

Confira a mensagem:

Podemos afirmar que o que ocorreu foi falha de digitação, divido estar sendo constante a realização de vários exames de urgência, principalmente hemograma com plaquetas. Desta forma, foi impresso o resultado do exame de uma paciente da urgência que na solicitação dos exames da mesma constatava hemograma com plaquetas e Beta H C G [teste de gravidez]. Todavia, quando impresso não foi apagado o resultado do exame Beta H C G, fazendo com que fosse digitado o resultado do exame do paciente acima citado, que pediu somente o exame hemograma com plaquetas, mas foi impresso também na parte final do exame o resultado do exame anterior de Beta H C G.

Assim, pedimos desculpa a população açuense, que sempre soube do nosso empenho em tratar as questões publicas, com respeito e apreço.

Fonte: Robson Pires
Leia Mais ››

Sem alternativas, juiz estuda interdição de presídio de Caicó

Juiz, Luiz Cândido Villaça, é corregedor do presídio de Caicó - FOTO: Sidney Silva


A Tribuna do Norte, informa que problemas estruturais e em gerenciamento por parte do Governo do Estado podem levar a Justiça à interdição do presídio de Caicó. O juiz corregedor do presídio, Luiz Cândido, aguarda informações por parte da Secretaria de Justiça e Cidadania do estado para decidir o futuro da unidade prisional, que abriga mais de 400 presos. O magistrado estuda a possibilidade de impedir o recebimento de novos presos, interdição parcial e até interdição total da unidade.

Depois da falta de pagamento à empresa fornecedora de alimentação ao presídio por 15 meses, a Justiça precisou intervir e utilizar verba bloqueada de R$ 366 mil para a compra da comida a ser servida aos detentos. os recursos, de acordo com a diretora do presídio, Veruska Saraiva, são suficientes para a manutenção da alimentação dos presos por mais dez dias. Porém, a Sejuc ainda não informou quais medidas serão tomadas para a reestruturação da unidade, tampouco o que será feito para restabelecer o abastecimento de comida para os presos.

Na manhã de hoje (28), o coordenador do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, cel. Severino Gomes Reis Neto, esteve em Caicó e participou de reunião com o juiz André Melo e com a diretora Veruska Saraiva. No encontro, de acordo com o próprio cel. Reis, o representante da Sejuc não teve novas informações sobre o que poderá ser feito pelo estado na unidade. A Sejuc, de acordo com o coordenador, ainda não tem alternativas para solucionar os problemas do presídio de Caicó.

“A visita foi muito mais como cortesia. A Sejuc está em um momento de transição, aguardando a indicação de um novo secretário. Além disso, eu também estou demissionário e será a nova equipe que discutirá as soluções“, disse cel. Reis, que já pediu demissão e aguarda um substituto.

Os problemas no presídio são tão graves que, devido à falta de iluminação na ala onde são custodiadas detentas que cumprem o regime semi-aberto, nove apenadas estão somente se apresentando diariamente no presídio, mas dorme em suas casas. A diretora Veruska Saraiva disse que a situação é provisória, mas também cobra que o Governo tome medidas capazes de solucionar o problema na unidade prisional. “Não cogito pedir demissão, porque trabalho com amor, junto às famílias dos presos e acredito na ressocialização. Mas vamos ver até onde eu posso ir“, disse.

Em contato com a reportagem da TRIBUNA DO NORTE, o juiz Luiz Cândido teve contato com o juiz André Melo, autor do bloqueio de recursos para a compra de alimentos e que esteve com cel. Reis na manhã de hoje. Luiz Cândido disse que André Melo confirmou que a Sejuc não forneceu propostas de alternativas para solucionar os diversos problemas da unidade. Mesmo afirmando que a intenção da Justiça a solução das pendências, o magistrado disse que estuda a interdição, caso não haja uma alternativa plausível apresentada pela Sejuc.

“O presídio não tem estrutura nenhuma. O esgoto está correndo à céu aberto, não há luz para ser feita a guarda, o sistema elétrico é precário demais, o hidráulico é pessimo, falta água. Não queremos interditar a unidade, mas vamos estudar essa possibilidade, seja um interdição parcial, total, ou impedir o recebimento de novos presos. Vou conversar com o doutor André (Melo) novamente para ver se enxergamos alguma esperança“, explicou, garantindo também que não tomará nenhuma medida sobre interdição sem se reportar aos demais membros do Judiciário envolvidos no caso.

Fonte: Sidney Silva
Leia Mais ››

Cantora Ademilde Fonseca, a 'Rainha do chorinho', morre aos 91 anos


A cantora Ademilde Fonseca morreu no final da noite de terça-feira (27), no Rio de Janeiro, informou a família. Conhecida como a "Rainha do chorinho", ela tinha 91 anos e sofria problemas cardíacos.
Segunda a neta, Ana Cristina, Ademilde sofreu um mal súbito e morreu em casa, por volta das 23h.
Nascida no Rio Grande do Norte, a "Rainha do choro" iniciou sua carreira na década de 40 e continuava normalmente suas atividades, participando inclusive da gravação de dois programas da Globo News nesta segunda-feira (26). Na semana passada, fez shows em Porto Alegre.
Ademilde deixa uma filha, a também cantora Eimar Fonseca, três netas e quatro bisnetos. O enterro da cantora será realizado no Cemitério São João Batista, em Botafogo. O horário do sepultamento, no entanto, ainda não foi definido.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Mãe já havia tentado afogar bebê que morreu em carro, dizem testemunhas


Três testemunhas que prestaram depoimento na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida de Goiânia, na manhã desta quarta-feira (28), acusaram Andressa Prado de Oliveira, de 26 anos, de já ter tentado matar o filho outras vezes. Andressa é mãe do bebê de um ano que morreu asfixiado na terça-feira (27), após ser deixado por quatro horas fechado no carro, sob o sol, no Setor Santa Luzia.
Segundo a delegada Myrian Vidal, as testemunhas são pessoas que conviviam com a acusada e afirmam já ter presenciado tentativas de homicídio da mãe contra o filho. Uma das testemunhas, que cuidava do bebê eventualmente em sua casa, contou, em entrevista à TV Anhanguera, como ocorreram as tentativas (veja vídeo acima).
Ela não se identificou por questões de segurança: “Ela [Andressa] tentou matar a criança umas três vezes afogada no tanque. Eu vi, eu presenciei. Cheguei na hora. Eu estava fazendo almoço quando minha filha me chamou. A Andressa encheu o tanque de água até transbordar. Quando cheguei, ouvi as gargalhadas dela. A criança estava se debatendo na água e ela, sorrindo. Ela soltava a criança, colocava a mão no pescoçinho dela e a afogava. Aí, nós tomamos o menino dela”.

De acordo com a testemunha, esse flagrante aconteceu em dezembro do ano passado e, no dia seguinte, a mãe, segundo ela, tentou matar o filho, mais uma vez, afogando-o: “No dia seguinte, novamente minha filha socorreu a criança, foi quando ela [Andressa] a agrediu porque a menina foi tirar a criança das mãos dela”. Segundo a delegada Myrian, após esses fatos, a família cortou relações com Andressa.
A testemunha disse que não denunciou a mãe do bebê porque sofria ameaças: “Não denunciei antes porque ela me ameaçou de morte”. A delegada Myrian informou também que Andressa recebeu, pelo celular, uma mensagem do pai da vítima, que está preso: “O pai teria sabido de outras tentativas de homicídio da mãe contra a criança. Então ontem [terça-feira], quando ele soube da morte, mandou mensagem dizendo ‘bem que você falou que ia matar ele’”. O pai do bebê também deve ser ouvido, mas a data ainda não foi confirmada.
Para a delegada, Andressa Prado negou as acusações. Ainda nesta tarde, outras testemunhas prestaram depoimento na DPCA e, segundo Myrian Vidal, todas as declarações apontam contra a mãe da vítima. “Todos esses depoimentos de hoje só fazem confirmar a intenção dela de matar o filho”, revela.
A polícia aguarda o resultado do laudo do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística para concluir o inquérito, o que deve acontecer até o final desta semana. Enquanto isso, Andressa Prado continua detida na DPCA de Aparecida, à disposição do Poder Judiciário. De acordo com a delegada, ela será indiciada por homicídio doloso, quando há intenção de matar.
Sepultamento
O corpo do bebê será velado e sepultado em Itumbiara, a 205 quilômetros de Goiânia. Antes de seguir para a cidade, a criança foi levada, nesta quarta-feira, até a Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia, para que seu pai, que está preso no local, pudesse se despedir do filho. A visita ao corpo da criança durou entre 10 e 15 minutos e aconteceu na presença do pai e do irmão do preso, que acompanharam o serviço funerário até o presídio.
Morte
O bebê de um ano foi encontrado morto dentro do carro da família na tarde de terça-feira, no Setor Santa Luzia, em Aparecida de Goiânia. Segundo a polícia, ele foi deixado pela mãe dentro do veículo, que estava com os vidros fechados e estacionado do lado de fora da casa, debaixo de sol, por aproximadamente quatro horas. Ela contou aos policiais que o filho gostava de brincar dentro do carro e, por esse motivo, o teria deixado lá dentro.
Segundo policiais que atenderam a ocorrência, a criança estava apenas de fralda, havia manchas no corpo de secreção na garganta. Segundo os peritos, o menino morreu por asfixia. Em depoimento à Polícia Civil, a mãe prestou depoimento na DPCA e disse que não viu que os vidros estavam fechados.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Gravador capta desespero de mulher assassinada no ABC


A dona de casa Rosana de Menezes, de 49 anos, morta na casa dela em São Caetano do Sul, no ABC, gravou os momentos de desespero durante seu próprio assassinato. O gravador foi deixado ligado em um móvel da residência e passou despercebido pelos criminosos. As informações são do SPTV.
O aparelho captou, primeiro, uma discussão. Em seguida, é possível escutar um barulho de golpes, desferidos na cabeça da mulher. Ela implorou por socorro.
Para a polícia, quem ordenou a morte e assistiu tudo foi Arnolfo Mendes, de 71 anos. Ele manteve relacionamento com a filha dela por cinco anos e havia terminado três semanas antes. A polícia suspeita que o homem tenha decidido se vingar porque Rosana era contra o namoro.
Segundo o delegado Hildo Estraioto Júnior, a gravação foi determinante para a prisão do homem. “Com a gravação não teve como ele refutar, por conta de ter ficado bem evidente que encontrava-se no momento da execução da vítima", afirmou.
Mendes foi preso em flagrante por homicídio triplamente qualificado. Testemunhas contaram ter visto outro homem dentro do carro do suspeito. Para a policia, o preso levou até a casa o executor do crime, que ainda não foi identificado.
Rosana foi enterrada no fim da tarde no Cemitério da Lapa, na Zona Oeste da capital. Nenhum parente quis gravar entrevista.
Mendes adimitiu, segundo a polícia, que a voz é dele na gravação. Ele negou, no entanto, ter participado do assassinato e disse à polícia que apenas presenciou Rosana passando mal.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Cinco PMs são afastados após morte de adolescente em Duque de Caxias


O comando do 15º BPM (Duque de Caxias) afastou das ruas um tenente e quatro praças até que seja encerrado o Inquérito Policial-Militar que apura as circunstâncias da morte do estudante Igor Cordeiro Manhães, de 13 anos. A informação foi divulgada pela Polícia Militar na tarde desta quarta-feira (28).
Ele morreu na madrugada de segunda-feira (26) e, segundo testemunhas, o crime foi cometido por PMs. Igor foi atingido por quatro tiros de fuzil.
A Polícia Militar informou que os policiais afastados ficarão limitados ao serviço interno. Ainda de acordo com a PM, todas as armas dos policiais já foram entregues à perícia para análise e exames balísticos.
Encontro com chefia de Polícia Civil
Nesta quarta-feira, a família de Igor se encontrou com a chefe de Polícia Civil, delegada Martha Rocha. Eles foram pedir rigor e transparência na investigação do crime. Os parentes levaram fotos do local do crime, com marcas de tiros e manchas de sangue, além das cápsulas recolhidas
Família divulgou foto de Igor em festa de tia, horas antes de morrer (Foto: Arquivo pessoal)Família divulgou foto de Igor em festa da tia, horas
antes de morrer (Foto: Arquivo pessoal)
Para o delegado Cláudio Vieira, da 59ª DP (Duque de Caxias), responsável pela investigação do crime, Igor foi vítima de uma execução.
Os parentes do estudante foram ao encontro com a chefe de Polícia Civil acompanhados da presidente da comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ, Margarida Pressburger, e do presidente da OAB-RJ, Wadih Damous.
A família de Igor divulgou fotos que mostram o menino participando de uma festa de 40 anos de uma tia, momentos antes de morrer. Segundo os parentes, não é verdadeira a afirmação da Polícia Militar de que Igor estaria participando de um baile funk, quando foi atingido pelos tiros.
Família presta depoimento
Antes da reunião com a delegada Martha Rocha, a família prestou depoimento na 59ª DP (Duque de Caxias). A mãe relatou à polícia que deixou a festa acompanhada do filho, por volta de 1h de segunda-feira (26). Em casa, ela disse que tinha esquecido a sandália de trabalho e pediu para que o menino voltasse.
Poucos minutos depois que Igor saiu foram ouvidos muitos tiros. Vizinhos recolheram 18 cápsulas de apenas um tipo de arma - o fuzil 7.62. A mãe do adolescente disse que recebeu a notícia de que ele tinha sido baleado e foi atrás do filho. Perto do local do crime, ela conta que ainda encontrou dois grupos de policiais militares.
“Meu filho levou um tiro no braço, pelas costas, na perna, pelas costas, dois tiros nas costas e mesmo assim ele ainda teve força de andar no máximo acho que 20 metros para pedir ajuda e meus amigos socorreram ele. Disseram que ele estava vivo”, lembrou a mãe.
Igor Manhães cursava o 7º ano do Colégio Estadual Irineu Marinho, em Duque de Caxias.
Depoimentos de PMs
Na terça-feira (27), a Polícia Civil ouviu três policiais militares. Segundo a PM, havia uma operação no Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias. Policiais dos batalhões de Duque de Caxias e de São João de Meritiestavam no local.
Os investigadores querem ouvir os depoimentos de 23 PMs que estavam na operação na madrugada de segunda-feira (26).
Perícia
O caso foi registrado como homicídio duas horas após a morte do menino, mas a perícia só foi realizada 12 horas depois. De acordo com os investigadores, o local não foi preservado pela PM.
Segundo a Polícia Civil, a perícia demorou porque a equipe só poderia entrar na comunidade com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), que estava numa operação na Vila Vintém, em Padre Miguel. Já a Polícia Militar não quis se pronunciar sobre a informação de que o local do crime não foi preservado.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Senado aprova criação de fundo de previdência para servidores

Plenário do Senado, durante votação do projeto do Executivo que cria o fundo de previdência dos servidores (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

Os senadores aprovaram em plenário na tarde desta quarta-feira (28) o projeto que cria o fundo de previdência complementar para os servidores civis da União. Com isso, os funcionários que entrarem no serviço público daqui para a frente não terão mais a garantia de aposentadoria integral. Para ganhar acima do teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), será necessário contribuir à parte. A regra não muda para os atuais servidores.
O projeto foi aprovado de forma simbólica pelos senadores presentes em plenário. A proposta será agora encaminhada para sanção da presidente da República, Dilma Rousseff.
Pelo projeto, o valor máximo da aposentadoria dos novos servidores será o teto do INSS, atualmente em R$ 3,9 mil. Pela legislação atual, o servidor pode se aposentar até com salário integral. Pela proposta, se quiserem uma aposentaria maior, os funcionários públicos federais deverão contribuir para um fundo complementar, que pagará um valor extra a partir de 35 anos de contribuição.
O texto cria a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público da União (Funpresp) e permite a criação de três fundos: um para o Legislativo, um para o Executivo e outro para o Judiciário. Servidores do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público da União também poderão contribuir para o fundo.
O líder do governo no Congresso, José Pimentel (PT-CE), que foi o relator da matéria nas comissões do Senado, afirmou que as mudanças propostas pelos senadores por meio de emendas seriam analisados em outro projeto, a fim de que a proposta que cria o fundo conseguisse ser votada em plenário ainda nesta quarta.
"Este relator está assumindo o compromisso que este conjunto de propostas que melhoram o projeto sejam assumidos em outro projeto de lei".
Como é e como ficará
Atualmente, o servidor contribui com 11% sobre o salário total, e a União com 22%. Quem se aposentou antes de 2003 recebe o salário integral, segundo informou a assessoria da Previdência. Para quem ingressou no serviço público a partir de 2003, o benefício é calculado, de acordo com a Previdência, com base na média de 80% das maiores contribuições.
Com a nova lei, o futuro servidor continuará contribuindo com 11% e a União com 22%, mas essa contribuição será sobre o teto do INSS. Para receber mais que o teto após a aposentadoria, o servidor terá que aderir ao fundo complementar e contribuir com até 7,5% sobre o que exceder o teto. A União contribuirá com 8,5% do que ultrapassar o teto.
Estrutura do fundo
O fundo será estruturado na forma de fundação, com personalidade de direito privado, e terá em sua estrutura um conselho deliberativo, um conselho fiscal e uma diretoria-executiva. Os membros serão nomeados pelo presidente da República.
Uma emenda do DEM, também rejeitada pelo plenário da Câmara, exigia que os integrantes das diretorias-executivas fossem sabatinados pelo Senado.
A União fará um aporte financeiro no valor de até R$ 50 milhões a título de adiantamento de contribuições futuras para garantir a estrutura inicial necessária ao fundo.

Deficit
O fundo é uma iniciativa do Executivo e pretende reduzir o deficit da Previdência. Segundo o Ministério da Previdência, o rombo do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), que atende aos servidores públicos, deve ultrapassar a barreira dos R$ 60 bilhões em 2012. No ano passado, o resultado negativo somou R$ 56 bilhões, contra R$ 51 bilhões em 2010.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Senador do DEM vai convocar eleição para Conselho de Ética

O senador Jayme Campos (DEM-MT), presidente interino do Conselho de Ética, convocará eleição para escolher um novo presidente do órgão. Segundo ele, a escolha poderá ocorrer até sexta-feira.

O PSOL protocolou nesta quarta-feira representação por quebra de decoro parlamentar contra o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) no Conselho de Ética. O partido defende que o democrata seja investigado pelas suas ligações com o empresário do ramo de jogos Carlos Cachoeira.

Campos, que é do mesmo partido de Demóstenes, disse que não se sente impedido de liderar o processo, mas que como está na interinidade do cargo, prefere convocar uma eleição.

O presidente do Conselho de Ética é o senador João Almeida (PMDB-MA), que está licenciado do mandato.

"Não me sinto impedido, não há comprometimento pelo fato de ele ser do meu partido. Nâo tem nada a ver uma coisa com a outra", afirmou.

A representação do PSOL por quebra de decoro contra Demóstenes foi encaminhada à Consultoria Jurídica do Senado, que fará um parecer, mas a decisão de aceitar ou não o andamento do processo é de Campos, porque está no exercício da presidência do Conselho de Ética.

Se acatar a representação, o processo contra Demóstenes será encaminhado ao plenário do conselho. Do contrário, o PSOL precisa do apoio de outros cinco senadores para apresentar recurso contra o arquivamento da representação.

Fonte: Folha de São Paulo
Leia Mais ››

Marcos vira funcionário do marketing do Palmeiras

O marketing do Palmeiras ainda não ganhou novo diretor, depois de ter perdido os três anteriores, mas já tem um reforço. Marcos, ex-goleiro e ídolo da torcida palmeirense, foi contratado para ajudar em "questões pontuais", desde ceder a imagem para a área de licenciamentos até participar de negociações que envolvem patrocínios e outras propriedades comerciais.

A intenção é que a presença do ex-jogador na mesa ajude a abrir portas para o time paulista, a exemplo do que acontece, guardadas as proporções, nas tratativas comandadas por Ronaldo na 9ine. Marcos ajudará a fazer o meio-campo com executivos, celebridades e até políticos - para o jogo contra o Novo Horizonte, pela Copa Kia do Brasil, a ideia é levá-lo ao Ceará para conhecer o governador.

A participação dele no relançamento do Avanti, programa de sócios-torcedores, também é aguardada. "A ideia é que eu trabalhe diretamente com o marketing nos projetos de sócio remido e sócio-torcedor", disse o agora membro do marketing ao site oficial do clube. "Vou auxiliar bastante nessa área, trabalhar pesado para trazer novos associados ao Palmeiras e fazer uma carteira forte de clientes".

Ainda não se sabe qual será o cargo ocupado por Marcos na equipe - se será denominado embaixador, a função mais próxima do que irá fazer de fato, ou algum outro posto. A única certeza, por enquanto, é que o ex-jogador será um funcionário assalariado, com remuneração mensal fixa, e a determinação de que irá atuar em várias frentes diferentes, inclusive na promoção do centenário do time, em 2014.

O ex-goleiro palmeirense e da seleção brasileira está assumindo essa responsabilidade ao lado de Juan Brito, ex-gerente de marketing do clube. O departamento atualmente é comandado pelo vice-presidente administrativo, Edvaldo Frasson, e tem como gerente Francisco Gallucci Neto. Outros dois profissionais também estão sendo procurados pelo time, mas ainda não foram encontrados.

Fonte: Uol Esportes
Leia Mais ››

Recuperado de problema cardíaco, Renato Abreu volta a treinar no Fla nesta quinta

Meia Renato Abreu voltará a treinar normalmente no Flamengo nesta quinta-feira

Após passar por uma intervenção cirúrgica para corrigir uma arritmia cardíaca, o meia Renato Abreu está liberado para voltar aos treinos no Flamengo já nesta quinta-feira. De acordo com o departamento médico do clube, o jogador apresentou uma evolução satisfatória após a operação e passou bem pelos exames realizados na última terça, ficando às disposição da comissão técnica rubro-negra.

"Está tudo normal com o Renato. A evolução dele foi ótima e ele voltará a treinar já nesta quinta. Montamos uma programação para ele e isso já foi entregue ao departamento de futebol. Mas não existe nenhum problema", garantiu Serafim Borges, cardiologista do Flamengo que acompanhou todo o processo de recuperação do atleta.

A ideia inicial da comissão técnica é que Renato ainda treine em um ritmo diferente dos demais companheiros, já que está há cerca de 20 dias sem realizar nenhuma atividade física. Aos poucos, o camisa 11 deverá recuperar o ritmo ideal e ficar à disposição do técnico Joel Santana.

"É um procedimento padrão. O programa de treinos é gradual só pelo fato dele ter ficado parado um tempo, recuperando-se de uma intervenção médica", explicou o médico rubro-negro, em entrevista ao site oficial do clube.

No último dia 10, Renato passou por um procedimento cirúrgico. Na ocasião, o jogador corrigiu uma arritmia cardíaca detectada em um exame de rotina que o impedia de jogar futebol. O procedimento consistiu na inserção de um cateter pela virilha do atleta, até o lado direito do coração.

Fonte: Uol Esportes
Leia Mais ››