RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

domingo, maio 13, 2012

Polícia identifica hackers que divulgaram fotos de Carolina Dieckmann


Carolina Dieckmann chega à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio

A Polícia Civil do Rio afirmou neste domingo que identificou ao menos quatro pessoas, entre elas hackers, envolvidas na divulgação de fotos da atriz Carolina Dieckmann, 33, nua na internet.

Segundo investigação, os suspeitos são do interior de São Paulo e de Minas Gerais.

Na última semana, policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática cumpriram mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça nas casas dos suspeitos. Foram apreendidos documentos e computadores.

"Falei com a Carol agora e passei o posicionamento da polícia sobre a investigação. Disse a ela que já identificaram quem furtou as fotos, quem mandou para o primeiro site estrangeiro e quem fez a extorsão. Há mais de quatro pessoas envolvidas", afirmou o advogado da artista Antonio Carlos Almeida Castro, o Kakay, à Folha.

O delegado responsável pela investigação, Gilson Perdigão, afirmou que os suspeitos também poderão responder por formação de quadrilha. Segundo ele, o supostos chantagistas ainda podem ser responsabilizados pelos crimes de furto, extorsão e difamação.

O delegado não confirmou se há mandado de prisão expedido pela Justiça. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

Há cerca de um mês, a atriz foi chantageada por alguém pedindo R$ 10 mil para não divulgar as imagens íntimas furtadas de seu computador. A artista tentou preparar um flagrante contra um suposto chantagista, mas ele divulgou as imagens dela antes de chegar a um acordo.

"Desde o primeiro momento tentaram fazer uma extorsão com a Carolina, mas ela imediatamente reagiu e tomou providências através de pessoas da área de segurança que ela conhece.

Ela foi orientada a responder os e-mails [com as ameaças] para tentar fazer um flagrante", disse o advogado. Segundo ele, ela preferiu não registrar o caso, inicialmente, na Delegacia de

Repressão a Crimes de Informática por temer que o assunto vazasse.

Fonte: Folha de São Paulo
Leia Mais ››

Jovens morreram eletrocutadas ao tocar em cabos de energia em Lajes Pintadas/RN


 Créditos Fotos: A Tribuna


Um grave acidente aconteceu na manhã de hoje envolvendo duas jovens da comunidade de Serra Verde que fica localizada na zona rural do município de Lajes Pintadas no agreste Potiguar. 

De acordo com informações preliminares repassadas por populares no local do acidente, trata-se de duas moradores da comunidade identficadas por Idiane e Mercia, que retornaram de uma festa na comunidade vizinha de Serra do Doutor e foram surpreendidas com a forte colisão de um carro chevolet de cor preta em um poste que veio a cair, deixando os fios de alta tensão expostos.

As jovens passaram no local momentos após a colisão e foram atingidas por uma forte descarga elétrica que tirou suas vidas ainda no local

A Policia Militar de Lajes Pintadas fez o isolamento da área e o ITEP de Natal foi acionado para fazer a remoção dos corpos das duas jovens.

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Trágico acidente marcou o final de semana na cidade de Caicó


 Na Foto: Trecho da RN-118 minutos depois do acidente


O Final de semana de homenagens as mães ficou marcado em Caicó pelo grave acidente registrado na RN-118 próximo a Emparn que deixou uma vitima fatais e outras qquatro pessoas feridas.

Três jovens residentes em Mossoró,  sendo dois deles irmãos, retornavam de Caicó para sua terra natal quando a viagem foi interrompida de forma trágica por uma colisão seguida de capotamento em frente a entrada da sede da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte. 

 Na Foto: Vitima Fatal


No carro Golf de placas HWQ-4214 de Mossoró/RN estavam os jovens Marcelo Herique de Sousa Santos, Julio Cesar de Sousa  e Marcley Jorge de Sousa,  este ultimo não teve a mesma sorte dos demais e morreu devido aos graves ferimentos que sofreu. 

O outro carro envolvido no acidente foi uma S-10 de cor preta e placas NFW-6249 Sousa/PB que era ocupado por Edivan Lino dos Santos (Galego) e sua esposa, Francinilda Xavier, residentes na Rua César Fechine bairro Recreio na zona norte de Caicó,  os dois foram socorridos para o Hospital Regional e passam bem.

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Posto de Combustível foi mais uma vez assaltado neste domingo em Assu/RN



Na noite de hoje (domingo 13 de maio) por volta das 20:00h aconteceu mais um assalto ao posto JP na cidade de Assu.

Segundo informações chegadas ao blog dois elementos chegaram de moto armados de revolveres anunciaram o assalto rendendo os frentista e alguns clientes que se encontravam no posto. 

Mesmo diante das dificuldades que se encontram a segurança do RN os policiais se desdrobam para realizar diligências em buscas dos meliantes.

Fonte: Focoelho
Leia Mais ››

ITEP de Caicó foi acionado para remover corpo de mulher na Rajada em Carnaúba dos Dantas


Na Foto: vitima encontrada morta


Uma equipe de plantão do Instituto Técnico e Cientifico de Policia da cidade de Caicó foi acionada na noite deste domingo (13) para se deslocar até a comunidade Rajada no município de Carnauba dos Dantas onde irá fazer a remoção do corpo de uma mulher que foi encontrada morta naquela localidade. 

De acordo com as informações obtidas junto ao Destacamento de Policia Militar da cidade de Carnaúba dos Dantas a mulher encontrada morta foi identificada Joseilma Medeiros residente no município Carnaubense. 

Ainda segundo o PM plantonista no Destacamento Militar, não foram identificados sinais de possíveis violência na vitima e a causa da morto só poderá ser esclarecida perante pericia. 

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Integrantes de banda de forró capotam Hillux próximo a cidade de Currais Novos


Foto do local do acidente: Apenas danos materiais


Após um show realizado na noite de ontem no Botequim da Discot em Currais Novos, os integrantes da banda Forrozão Só o Mii, Neto Paz (proprietário) e Raynel Guedes (cantor), se deslocaram para Cerro Corá, cidade onde moram. 

No caminho, o carro tipo Hillux travou as rodas traseiras e perdeu o controle chegando a capotar. Por sorte os ocupantes sofreram apenas ferimentos leves. 

O acidente aconteceu próximo a entrada do Povoado Cruz por volta das 4:15 da madrugada de hoje (13). “Vinha eu e o percussionista no meu carro na frente e Neto e Raynel atrás. Depois da entrada do Povoado Cruz, vi pelo retrovisor a Hillux capotando. Ela travou as rodas traseiras e Neto perdeu o controle. Nenhum dos acidentados corre risco de morte. 

Fonte: Eduardo Dantas via Jean Sousa
Leia Mais ››

Grave acidente com 1 vitima fatal e 4 feridos na RN-118 em Caicó


Na Foto: Veiculo coupados pelos Mossoroenses


Um gravissimo acidente do tipo colisão seguido de capotamento envolvendo dois veiculos foi registrado na tarde deste domingo na RN-118 na entrada da Emparn na cidade de Caicó e deixou pelo menos quatro pessoas feridas e uma vitima fatal. 

De acordo com informações chegadas a nossa reportagem o acidente envolveu um veiculo modelo S-10 de cor preta e placas NFW-6249 Caicó/RN que era conduzido por um Caicoense conhecido como Galego e sua esposa identificada por Francineide Xavier dos Santos, 32 Anos, ambos residentes no bairro Recreio em Caicó e um wolksvagem Gol de placas HWQ - 4214 Mossoró/RN ocupado por três Mossoroenses identificados por Marcelo de Sousa Santos, Julio Cesar de Sousa, 28 anos e Markgley Jorge de Sousa, este ultimo que não resistiu aos ferimentos e morreu ao dá entrada no hospital Regional em Caicó. 

Na Foto: S-10 ocupada pelo casal Caicoense



Os Mossoroenses estavam em Caicó deste a tarde de ontem onde participaram de um rally de regularidades e retornavam para a cidade de Mossoró quando se envolveram no acidente na entrada da Emparn que fica localizada na RN-118 a 5 Km de Caicó. 

A central do Corpo de Bombeiros de Caicó foi avisada do acidente pelo Capitão Miranda que é comandante da unidade e retornava de Mossoró na hora do acidente. 

Três viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros estiveram trabalhando na ocorrência com o apoio de duas ambulâncias da Prefeitura de Caicó e de Policiais do 3º DPRE. As quatro vitimas sobreviventes do acidente estão no hospital Regional em Caicó e seus estados de saúde são considerados estáveis. 

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Policiais abortaram tentativa de fuga no CEDUC da cidade de Caicó


http://3.bp.blogspot.com/-Z3UxkQnxWmM/T20YvhVNJLI/AAAAAAAAG3Q/Am5eTT0wMgQ/s1600/AAAA.jpg

Os Policiais Militares que fazem a guarda do CEDUC da cidade de Caicó abortaram uma tentativa de fuga na noite deste sábado. 

De acordo com informações chegadas ao blog,  dois infratores já maiores de idade identificados como Cícero Romão do Nascimento, 18 anos, e Joseilson Fernandes, 18 anos, tentaran fugir do CEDUC fazendo um burado em uma das paredes daquela instituição. 

Os Policiais ouviram barulhos estranhos na noite de ontem (sábado) e conseguiram descobrir o buraco que estava sendo feito.  Com os infratores foi encontrado pregos e arames que foram levados junto com os acusados para a Delegacia de Caicó o fato foi registrado.

Fonte: Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Pedro Leonardo passa por cirurgia de emergência no abdome


Pedro Leonardo em foto de divulgação de A Fazenda (2009)

O cantor Pedro Leonardo Dantas da Costa passou por mais uma cirurgia de emergência no abdome na madrugada deste domingo (13).  "Pedro passou por uma ressutura da parede abdominal --cirurgia que consiste em 'costurar' uma parte do baço, região próxima da costela)", disse Ede Cury, assessora de Leonardo, ao UOL. O jovem de 24 anos continua em coma e está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O hospital divulgou um boletim médico, na tarde deste domingo (13), confirmando a cirurgia. "O quadro clínico está estável, com evolução favorável da função neurológica", dizia o comunicado.

Durante um show na sexta-feira (11), em São Paulo, o cantor Leonardo contou ao público que o filho Pedro apresentou mais reações de melhora do quadro neurológico: ele chutou com as duas pernas e mexeu o braço.

Mais tranquilo e "mais sorridente", Leonardo fez questão de falar do filho ao público. "Disseram que eu não tinha que falar nada sobre o assunto, mas tenho que falar, por que não? Hoje eu estou mais tranquilo, mais sorridente, porque as notícias são boas."

Emocionado e segurando uma foto de Pedro, o pai agradeceu ao carinho e às orações dos fãs. "Eu tenho que agradecer as orações, a força positiva de vocês, porque eu tenho uma certeza... Eu sei que os médicos fizeram o melhor possível, mas, se não fosse a fé em Deus que eu tenho e que vocês têm, o nosso Pedrão não estava mais com a gente".

Ele contou que os médicos do hospital paulistano e o doutor Luiz Olavo, que atendeu Pedro em Goiânia, estavam na apresentação. Por fim, até brincou ao falar da recuperação do filho: "Hoje ele chutou com as duas pernas, já mexeu o braço... Só falta drilbar igual ao Neymar. Muito obrigado".

O jogador Neymar retribuiu o elogio de Leonardo e afirmou que está torcendo por Pedro. "Leonardo, driblar como eu é mole, o difícil é cantar como eu [risos]. Estou aqui na torcida, estou orando por vocês", escreveu o jogador do Santos no Twitter.

Também no Twitter, a mulher de Pedro afirmou que está confiante em Deus. "Firme na fé! Cada dia um degrau...Obrigada por mais um dia Senhor! E obrigada pelas contínuas orações sempre", escreveu Thais Gebelein na quinta-feira (10).

Cantor pode ficar com sequelas do acidente

Segundo declaração do médico Roberto Kalil Filho, o resultado de um exame de ressonância magnética realizada em Pedro indicou que uma parte do cérebro do cantor ficou sem oxigenação. Ele está internado na UTI desde o dia 26 de abril. O cantor pode ficar com sequelas, mas ainda não é possível prever, explicou o médico.

No domingo (6), ele passou por uma traqueostomia, um procedimento cirúrgico em que se abre um orifício no pescoço para auxiliar a respiração do paciente. De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital, a cirurgia foi realizada "com sucesso, sem intercorrências".

Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro por volta das 6h55 no dia 20 de abril na rodovia MGC-452, no município de Tupaciguara (MG), próximo à divisa de Minas Gerais com Goiás. O jovem estava sozinho no carro e havia saído de um show com o primo, Thiago, na cidade de Uberlândia.

Fonte: Portal Uol
Leia Mais ››

A Rádio Cidade Parabeniza todas as MÃES do Brasil e do Mundo


Leia Mais ››

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 14 milhões na quarta-feira


Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.388 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado em Minaçu (GO). A Caixa Econômica Federal (CEF) estima prêmio acumulado de R$ 14 milhões para o sorteio da próxima quarta-feira. Veja os números de hoje:

22 - 29 - 31 - 43 - 50 - 54

Quarenta e oito apostas fizeram a Quina e vão ganhar R$ 42.785,64 cada. Outras 4.047 conseguiram quatro acertos e receberão R$ 724,95.

A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer uma das mais de 11 mil lotéricas da Caixa espalhadas pelo País.

Fonte: Portal Terra
Leia Mais ››

Jovem conhecido como Pantera Cor de Rosa é preso após assalto


Foto: Daniel Morais / Portal BO
Após um assalto registrado neste sábado (12), no conjunto Pajuçara, na zona Norte de Natal, um jovem conhecido pelo apelido de Pantera Cor de Rosa foi detido. O acusado roubou pertences de uma mulher, na rua Iguarató, mas abou sendo seguido por um homem que presenciou a ocorrência e acionou à Polícia Militar.

José Edilson Ferreira, de 21 anos, tentou se esconde em uma das residências daquela região, mas foi visto. O dono da casa foi avisado e conseguiu surpreender o ladrão. Os dois entraram em luta corporal. O Pantera Cor de Rosa ainda conseguiu sair de dentro da residência. No entanto, várias pessoas já estavam no lado de fora esperando por ele.

Os populares renderam o acusado até a chegada da polícia. José Edilson estava de posse de um facão que tinha furtado de dentro da residência onde tentou se esconder. A vítima do assalto na rua Iguarató revelou que o ladrão não havia apresentado nenhuma arma, porém, ela ficou com medo e acabou entregando o celular.

A viatura 425 comandada pelo sargento Junior, do 4º Batalhão da Polícia Militar foi até o local e se deparou com a população quase linchando o Pantera Cor de Rosa. O acusado recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Norte, onde foi autuado por crime de roubo e furto.

O sargento Junior disse a reportagem do Portal BO que há uma havia prendido o Pantera Cor de Rosa e, na ocasião, o mesmo foi pego em flagrante com uma geladeira roubada. “É provável que ele tenha cometido outros delitos neste intervalo de tempo desde a primeira prisão”, comenta o policial.

Fonte: Portal BO
Leia Mais ››

Crime de homicidio na cidade de Janduis


O Destacamento de Policia Militar de Janduís registrou mais um crime de homicídio na cidade. Um homem conhecido apenas como "Manoel Maia" mais conhecido como Manoel Coalhada de 32 anos de idade foi morto com disparos de escopeta calibre 12, por elementos até então desconhecidos.

O crime aconteceu por volta de 20 horas em uma rua próximo ao cemitério da cidade, onde Manoel morava com a família. Segundo informações, a vitima participava de uma festinha em comemoração ao dia das mães, recebeu um telefonema e se deslocou ate sua residência onde dois indivíduos já o aguardavam.

Coalhada foi morto com vários disparos de arma de fogo a poucos metros de sua residência. Ele ainda tentou correr, mas foi alcançado e morto no meio da rua onde morava.

A vitima era agiota, e segundo informações tinha envolvimento com uso e trafico drogas e era acusado de participar de assassinatos na região de Janduis.

Policiais lotados na cidade fizeram o isolamento do local e os peritos do Instituto Técnico e Cientifico de Policia, Itep, removeram o corpo da vitima para os procedimentos de necropsia na sede do órgão em Mossoró. Até a manhã de domingo o corpo de coalhada permanecia no Itep em Mossoró, aguardando a documentação.

O crime de homicídio será investigado pela 7ª Delegacia de Policia Regional da cidade de Patu.

Fonte: O Câmera
Leia Mais ››

Governadora diz que só negociará com professores após o fim da greve

rosalba_em_mossoro
A governadora Rosalba Ciarlini fez novo apelo aos professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) para que eles voltem às salas de aula. A convocação foi feita em Assú, nessa sexta-feira, 11, na solenidade de inauguração do conjunto habitacional Irmã Lindalva, diante de um pequeno grupo de alunos que pedia o fim da greve.
"Eu também quero o fim da greve", destacou a governadora, lembrando que as negociações foram interrompidas antes mesmo do governo ter tempo para honrar o compromisso de encaminhar projeto de lei à Assembleia Legislativa determinando o aumento dos servidores, como havia sido acertado com o reitor Milton Marques e representantes dos segmentos universitários (professores, funcionários e estudantes), numa audiência em seu gabinete.
"O governo já havia se comprometido a reajustar os salários", ressaltou, insistindo que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) impõe limites.
Rosalba disse esperar que os estudantes possam convencer os professores a suspenderem a paralisação. "Precisamos, juntos, encontramos os meios legais", declarou, avisando que o fim da greve é a única condição para que as negociações possam ser retomadas. Condição, aliás, que havia sido revelada na nota que o governo divulgou nos jornais e rádios, no fim de semana passado.
Segundo a governadora, os prejuízos com a greve são expressivos. "A Uern custa meio milhão, por dia, e quase R$ 15 milhões, por mês. Não é justo que o professor ganhe o salário sem trabalhar e o aluno não tenha aula. Isso eu não vou aceitar", avisou.
Antes de a governadora terminar o discurso, os quatro manifestantes guardaram os apitos, baixaram os cartazes e se retiraram em silêncio. A multidão ouviu as explicações da governadora sobre os entendimentos que haviam sido iniciados com a Universidade, atentamente.
Depois, aplaudiu a governadora que encerrou sua fala dizendo que os tempos no RN são outros com relação à aplicação do dinheiro público. "Esse é um governo sério. Essas mãos começaram limpas e vão terminar limpas", completou, considerando a probidade administrativa a maior marca de seu governo.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Seca deste ano já é considerada uma das maiores dos últimos tempos no Estado

falta_d_agua_rural
Com a instauração do quadro de seca, 139 municípios do Rio Grande do Norte decretaram estado de emergência. Além disso, as 130 comunidades rurais de Mossoró perderam em sua totalidade as safras de milho e feijão, dentre outras culturas. A falta de chuva vem deixando rastros não só nas vidas do homem do campo, a população da cidade também tem visto os efeitos da estiagem refletidos no aumento dos preços dos produtos.



Segundo o meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), Uéliton Pinheiro, não há previsão de mudanças no quadro de chuvas no Rio Grande do Norte. 

"As chuvas que aconteceram no primeiro trimestre do ano foram abaixo do normal, e mesmo as chuvas irregulares que têm acontecido não vão reverter os prejuízos causados aos trabalhadores rurais. Deve-se ressaltar que a situação tende a se agravar com a ampliação da escassez hídrica no campo", disse o meteorologista.

Em relatório divulgado pela Emparn, fenômenos no Atlântico e no Pacífico combinados resultaram no baixo índice de chuvas verificados em março, o que confirma um quadro de seca e compromete, segundo o relatório, a produção agropecuária do Estado.

O agropecuarista Manoel Carrasco confirma os dados divulgados pela Emparn e diz que não tem conhecimento de nenhum agricultor ou pecuarista que não esteja sofrendo os efeitos da seca, isto é, com exceção daqueles que possuem condições suficientes para investir na instalação e manutenção de sistemas de irrigação.

"Esta está sendo a pior seca que já aconteceu no Estado. A estiagem de 1993 foi muito ruim, mas nada comparado a esta. Diferente do que diz a mídia, que os agricultores perderam 80% da plantação, o que a gente tem verificado é outra coisa. Os trabalhadores rurais perderam 100% de sua produção. Eu planto caju e sobrevivo em grande parte das castanhas, que são o fruto do cajueiro. Este ano não consegui colher nada", disse o produtor.

Manoel Carrasco ainda ressalta que os efeitos da seca vão além da perda das plantações. "Com a falta de chuva, não pudemos colher a ração pra dar ao gado, e essa é muito cara pra comprar. Para não ver o gado morrer de fome ou sede, e também pensando no sustento das famílias que sobrevivem do que plantam e criam, a solução encontrada é vender alguns animais para complementar a renda. Eu mesmo já pensei em vender 60 cabeças de gado pra poder contornar a situação".

Outro ponto destacado pelo agropecuarista é a situação do trabalhador rural, que tem saído de suas propriedades em busca de trabalho em outras regiões para poder se manter. No entanto, Manoel Carrasco afirma que os donos das propriedades não têm como ofertar atividades para estes indivíduos, uma vez que não existe receita suficiente para pagar pelos serviços.

O agricultor Antônio Hilário ressaltou que os problemas da seca só não estão maiores porque os chafarizes e poços fornecidos pelos órgãos públicos têm suprido à demanda.

"De dois anos pra cá o problema da falta de água diminuiu na nossa região. Aqui na comunidade do sítio Góis, nomearam uma pessoa para vistoriar a bomba que fornece água para a população, desde então nenhum problema foi encontrado, pois antes da medida muitas pessoas danificavam o equipamento, prejudicando a comunidade", disse o agricultor. 

População urbana também sente os efeitos da seca

As dificuldades encontradas pelo homem do campo no que diz respeito à perda das colheitas de milho e feijão vem sendo percebida pela população residente nas cidades através do aumento dos preços dos produtos fornecidos pelos produtores rurais.

Segundo a vendedora Maria de Fátima, "os compradores querem baratear o preço do feijão, mas não dá pra diminuir o preço, pois com a escassez do produto os fornecedores aumentaram os valores do feijão e a gente não pode fazer muita coisa, a não ser repassar esse aumento pro consumidor".

O vendedor de milho Francisco Lobo Maia, se diz esperançoso no aumento das vendas com a proximidade do São João. "Com a seca muitas cidades vêm tomando medidas sérias em relação até ao São João, mas como os festejos juninos são tradicionais em nossa região o esperado é que o evento ajude nas vendas, já que no início deste ano elas caíram cerca de 30%", destacou o comerciante.

Com o aumento dos preços dos produtos provenientes da agricultura, as cestas básicas passaram a refletir essa situação. Dos produtos que compõem a cesta o feijão teve aumento de 4,25%, já os legumes tiveram um acréscimo de 5,84%. Outros fatores também fazem aumentar o valor do produto como o arroz, o óleo de soja e o pão.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Aflição de mulheres em ficar longe dos filhos no Dia das Mães por estarem na cadeia

rosa_rosely
Data festejada no mundo inteiro, o Dia das Mães é especial para filhos e mães, independente da idade, que se confraternizam selando um amor que ultrapassa todas as barreiras e circunstâncias que a vida coloca no dia a dia das pessoas. A data é considerada de alegria para aqueles que compartilham o convívio e aconchego de um lar, ou mesmo distantes, se lembram de que a mãe é o ponto forte dos filhos.

No entanto, pode ser considerado sofrimento para muitas mães que são obrigadas a passar a data longe dos filhos, principalmente as que estão detidas em uma prisão, como é o caso de mais de 40 mulheres presas no Centro de Detenção Provisório (CDP) feminino de Mossoró.

São atualmente 59 detentas dividindo as celas da unidade e compartilhando a dor e a saudade dos familiares, principalmente dos filhos por estarem trancadas em uma cadeia e de passarem o Dia das Mães distantes deles.

Mãe de três filhos (19, 15 e 5 anos), Rosa Rosely de Moura, 41 anos, natural de São Rafael, no Vale do Açu, presa há um ano, acusada de traficar drogas, vai passar pela primeira vez o Dia das Mães distante dos seus filhos.

"É muito triste. É a pior sensação que uma mulher pode viver, não poder ver os filhos numa data significativa como o Dia das Mães. Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo, só sei que é horrível", disse Rosely.

A detenta conta que depois de sua prisão os filhos menores ficaram sob os cuidados da filha mais velha, que já lhe deu dois netos.
"Desde que fui presa na cidade de Assú e transferida para cá não vi mais meus filhos, pois eles não têm condições de me visitarem e porque também o pai enfrenta problemas com a Justiça", desabafou.

Rosely disse que quando um dia sair da cadeia vai procurar um trabalho digno para criar os filhos e recuperar o tempo perdido.
Outra detenta, identificada como Samara Cristina Freitas, 20, presa há pouco menos de seis meses, acusada de tráfico de drogas, no Alto da Conceição, em Mossoró, mãe de quatro filhos pequenos e grávida de cinco meses, é a mãe mais nova do CDP e a que tem mais filhos também.

Com a saúde debilitada, ela requer na Justiça o direito de ficar em liberdade, porém enquanto o pedido não é julgado ela se angustia e chora ao saber que pela primeira vez vai passar o Dia das Mães longe dos filhos.
"Não gosto nem de pensar como vai ser o Dia das Mães longe dos meus filhos. Eles são tudo de bom na minha vida, queria muito estar na companhia deles", disse com lágrimas nos olhos a jovem mãe.

Evaniele Vieira Soares da Silva, 20, residente no bairro Santo Antônio, há quatro meses teve de se separar dos três filhos e deixá-los sob os cuidados da mãe, depois que foi presa acusada de tráfico de drogas. Ela conta que os filhos com quatro, dois e um ano são tudo na vida dela.

"O que mais me dói é não poder ver meus filhos. Sinto muita falta deles, queria muito poder estar com eles hoje, para poder dar muito carinho e o amor que eles merecem. A vida aqui já é um inferno e distante dos filhos é muito pior ainda", disse a mulher.
"Aqui vai um conselho para as mães: cuidem bem de seus filhos e não se envolvam com coisas erradas, pois quando somos obrigadas a ficar longe deles é que sentimos de verdade a falta que os filhos fazem", concluiu. 

Mãe amarga culpa por suicídio do filho e diz que foi por desgosto dela

"Espero que um dia minhas filhas possam me perdoar por tudo de errado que já fiz na minha vida e na vida delas, por causa disso meu único filho homem, de 16 anos, se suicidou com desgosto de tudo que já me aconteceu". Com essas palavras a dona de casa Maricel Herculano dos Santos, 37, natural de Caicó, que residia no município de São Rafael, começou sua segunda entrevista ao O Mossoroense, em matéria especial do Dia das Mães.

Quando foi presa há um ano e cinco meses, acusada de tráfico de drogas, no Vale do Açu, Maricel tinha quatro filhos, três meninas e um menino, de 16 anos. Segundo ela, o filho se matou há nove meses com desgosto da sua prisão. "Ele ficou muito triste por eu ter me envolvido com tráfico de drogas e por ter sido presa, por isso pôs fim à própria vida. É uma culpa que nunca vou tirar do meu coração", desabafou.

De acordo com Maricel, as filhas nunca vieram lhe visitar na prisão. O único contato com elas foi no dia do sepultamento do filho, que conseguiu da Justiça autorização para ir em casa. Desde então nunca mais viu nenhuma delas.

Todo esse tempo trancada, a dor e o sofrimento são companheiros inseparáveis no seu dia a dia. "Tenho três filhas casadas e não quero que elas venham me visitar. Aqui não é lugar para elas, não merecem passar pela humilhação de me ver aqui, isso é uma cruz que só eu tenho que carregar", contou.

Maricel se emocionou ao falar dos filhos e dos netos e traça planos para o futuro. "Fiz muitas coisas erradas nessa vida. Quando fui presa eu era mulher de programa e viciada em drogas, o que me levou a cometer erros graves. Mas quando sair daqui pretendo refazer minha vida e procurar acertar nas minhas escolhas e ficar perto dos meus filhos e netos", concluiu.

Diretora suspendeu visitas dos filhos às mães por conta de orgias e tráfico de drogas

A diretora do Centro de Detenção Provisória (CDP) feminino de Mossoró, que funciona nas dependências da 2ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Nova Betânia, Marileide de Souza, disse à reportagem do O Mossoroense que teve de acabar com as visitas dos filhos, às mães presas, devido orgias e tráfico de drogas que estavam acontecendo dentro da unidade.

"Comuniquei à Justiça que iria suspender as visitas dos filhos às mães presas por ter detectado muitas irregularidades no dia em que acontecia as visitas. Para se ter uma ideia, boa parte das mães estava agenciando seus filhos acima de 15 anos para eles terem relações sexuais com as companheiras de celas no dia das visitas e na presença delas", destacou a diretora.

Marileide explicou ainda que, além das orgias, o tráfico de drogas estava bastante acentuado entre as detentas, que entrava por intermédio das visitas, por esse motivo e para evitar problema foi cancelada a visita que acontecia sempre às sextas-feiras.

"Sei que muitas presas não estavam envolvidas, porém como existe uma conduta ética entre elas, onde uma não pode entregar a outra, foi melhor cancelar a visita para evitar mais problemas", disse.

Atualmente só é permitido pela Justiça a visita semanal dos familiares, sendo que as detentas casadas ou com relação estável podem receber visitas íntimas.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

MPF denuncia policiais Militares


Campo Grande/Assú - Não é na Justiça Estadual. Os policiais militares que mataram o agente penitenciário federal Iverildo Antônio da Silva, na madrugada do dia 23 de julho de 2011, em Campo Grande, vão responder por homicídio qualificado na Justiça Federal, em Assú. A denúncia foi feita no dia 26 de abril pelo procurador da república Fernando Rocha de Andrade.
Para o procurador da república, diante das provas técnicas geradas pelas perícias feitas no local e também as tomadas de depoimentos de testemunhas oculares, não lhe restou dúvida de que os policiais militares Felipe Eduardo Pereira de Araújo e Antônio Marcos Soares agiram deliberadamente, "com a intenção desde o primeiro momento de pôr fim à vida de Iverildo Antônio da Silva, uma vez que este não fez um único disparo sequer, enquanto os réus efetuaram 11 tiros, todos eles certeiros e a maioria em regiões vitais, como tórax e cabeça", descreve Fernando Rocha na denúncia.
Consta do inquérito policial que Felipe Eduardo e Antônio Marcos "dirigiram ao local, onde se encontrava Iverildo, para coibir volume de som acima do permitido, todavia iniciaram a abordagem de forma excessiva e violenta, culminando na morte do agente penitenciário federal", escreveu o procurador federal, levando como base o que testemunhou o comerciante Durval Ribeiro da Silva, testemunha ocular do ocorrido. "Já desceram do carro com armas em punho, avisando que o carro seria apreendido", disse Durval Ribeiro.
Na abordagem, o soldado Marcos, ao ser informado de que se tratava de um agente penitenciário federal, se afastou e em seguida retornou, discutiu com a vítima e, juntamente com o soldado Felipe, começaram a atirar. Iverildo morreu no local. Para o procurador federal, diante das provas materiais e testemunhais, não resta dúvida que a motivação do crime foi muito fútil. "Sem nenhum resquício de dúvida, a identificação funcional por parte de Iverildo é um motivo que se revela demasiadamente fútil", disse Fernando Rocha.

Perícias foram cruciais na elucidação do caso
Para o procurador da república Fernando Rocha, os laudos no local do crime, balísticos, e exames de residuograma de chumbo e toxicológico na vítima, associado com os depoimentos das testemunhas oculares, foram cruciais para a elucidação do caso com precisão quase "cirúrgica". Inclusive, desmancharam a versão dos PMs de que Iverildo teria atirado.
Esses laudos nortearam o trabalho de reprodução simulada do crime, que tornou ainda mais claro o que teria realmente acontecido na manhã do dia 23 de julho de 2011, em frente a um quiosque no Centro da cidade de Campo Grande, que resultou na morte do agente penitenciário federal Iverildo Antônio da Silva, em decorrência da ação errada da PM.
"Através de laudo pericial, ficou comprovado que 11 disparos atingiram a vítima, que não teve chance alguma de defesa, uma vez que, ao ser atingido pelas costas, sequer estava com sua arma em punho", escreveu o MPF. Segundo a denúncia, os exames na arma de Iverildo mostraram com clareza que ela não foi disparada. 
Outro detalhe da apuração dos policiais federais, que merece destaque e para servir de exemplo às demais investigações criminais, é que os exames feitos no corpo da vítima e a perícia no local determinaram precisamente como os tiros foram disparados. 
Dos 11 disparos, havia sete balas alojadas no corpo, e estas eram da arma do soldado Antônio Marcos Soares, e os tiros que transfixaram, conforme o que foi apurado no local e verificado no corpo, partiram da arma do soldado PM Felipe Eduardo Pereira de Araújo. Isso permitiu determinar a distância dos PMs da vítima.

Réus deverão ir a júri popular em Assú
A denúncia do MPF aceita pela Justiça Federal é, de fato, o início do processo. Agora, o juiz federal vai convocar as testemunhas, réus, seus respectivos advogados e Ministério Público Federal, para ouvi-los.
Concluída essa fase, tudo é encaminhado ao MPF, para a denúncia-crime. Cabendo, o caso vai a júri popular, que é quando os réus são julgados por um conselho de sentença formado por pessoas de conduta idônea da sociedade.
Podem pegar de seis a 20 anos de prisão, caso o conselho de sentença entenda que os dois PMs executaram o agente penitenciário federal por motivo extremamente fútil, conforme está evidenciado na denúncia assinada pelo procurador da república Fernando Rocha de Andrade.

Fonte: Defato
Leia Mais ››

Modo de agir dificulta as investigações


A maneira de agir da quadrilha que invadiu a cidade de Baraúna, distante 36km de Mossoró, chamou a atenção das autoridades norte-rio-grandenses. O crime foi praticado com extrema violência e muita ousadia. Os bandidos inovaram ao roubar o cofre do banco e metralhar o prédio da Polícia Militar no município. A ação é totalmente diferente dos crimes dessa natureza que foram registrados no Rio Grande do Norte durante os últimos anos. O modo se assemelha aos crimes ocorridos no Ceará.
A unidade responsável pela investigação desse tipo de crime no RN é o Departamento Especializado em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), que fica em Natal e tem atribuição de investigar os ataques a bancos na região metropolitana e também no interior do Estado. A delegada Sheila Maria de Freitas, diretora da Deicor, se espantou com a ação dessa quadrilha. Ela explica que dois pontos chamaram a sua atenção. O primeiro foi com relação à quantidade de bandidos. A estimativa dos policiais é que mais de 10 tenham participado diretamente da ação criminosa.
Outro ponto que chamou a atenção da delegada foi o fato de os bandidos terem levado o cofre da agência. O normal, segundo Sheila Maria, é roubar os caixas eletrônicos, seja usando explosivos ou usando maçaricos. "Nesses dois últimos anos não houve nenhum (roubo a banco), caso semelhante a esse, com tanta gente. Geralmente, é colocada uma banana (de dinamite) no terminal eletrônico ou um maçarico e é levado o dinheiro do caixa eletrônico. Aí (em Baraúna) levaram um cofre. É outra especialidade, outro tipo de gente", comenta a delegada, experiente nesse tipo de apuração.
Para Sheila, a quadrilha que agiu em Baraúna pode ter vindo do Ceará. O Estado vizinho, cuja cidade potiguar que foi alvo dessa vez faz divisa, tem sofrido bastante neste ano com ações dessa natureza. Já foram registrados inúmeros roubos a banco com uso de explosivos e, por isso, a delegada diz acreditar que a quadrilha seja de lá. "É típico de ações que estão acontecendo no Ceará, que é divisa", reforça Sheila, lembrando que os ataques a bancos no RN haviam caído entre o ano passado e este ano. "Caiu muito", enfatiza, destacando que o momento mais grave foi em 2010, com inúmeros casos.

Modo de agir nos bancos dificulta as investigações
Geralmente, os bandidos estão encapuzados, usam armamento de grosso calibre e costumam agir durante a madrugada. Esses são fatores que prejudicam a investigação, tornando-a um quebra-cabeças difícil de ser montado. A delegada Sheila Maria de Freitas coordena a divisão da Polícia Civil do RN que é responsável por investigar esse tipo de crime e está ajudando na investigação do roubo do Banco do Brasil de Baraúna, realizada pela Divisão de Polícia do Oeste (DIVIPOE), de Mossoró.
"É difícil esclarecer porque as pessoas estão encapuzadas, fortemente armadas, em veículos que quase nunca são identificados. Geralmente são em locais onde não há vigilância armada. Quando há, é eletrônica, e eles já sabem disso. Eles entram, aterrorizam a cidade e saem", comenta a delegada.
Os últimos crimes dessa natureza que foram registrados na região Oeste do Rio Grande do Norte ainda continuam sem resposta. É o caso da própria agência do Banco do Brasil de Baraúna, que foi invadida em março de 2010 por uma quadrilha fortemente armada.
O crime foi investigado em caráter especial por um delegado designado só para o caso, mas ninguém foi preso. Outro exemplo é o roubo simultâneo às agências do Banco do Brasil de Martins e Portalegre, ocorrido em julho de 2010, que até hoje ainda não foi esclarecido.

Fonte: Defato
Leia Mais ››

Governo caça mortos na folha


Morrer não significa deixar de ganhar dinheiro. Pelo menos, em algumas repartições públicas estaduais. Auditoria realizada pela Secretaria Estadual de Administração revelou, recentemente, que servidores do Estado que já morreram "continuam recebendo" seus salários normalmente. Na verdade, terceiros estão recebendo em nome dos mortos.
Somente na Secretaria Estadual de Educação foram 160 casos, além dos aposentados que continuavam na folha de pessoal do Governo. A descoberta provocou preocupação no Governo, que já iniciou uma varredura nas demais secretarias. "Se na Educação tivemos esse número, acreditamos que isso seja ainda maior, levando em consideração as outras secretarias", explica o procurador-geral do Estado, Miguel Josino. Esses casos estariam ocorrendo desde 2005.
Ele estima em R$ 1 milhão o prejuízo mensal aos cofres públicos devido a casos desse tipo, mas outros casos como o de profissionais que não tinham exercício profissional comprovados. Ou seja: recebiam dinheiro sem trabalhar. "Na Educação, foram 1.775 casos assim, sendo que 1.254 foram convocados e se apresentaram, 177 estão tendo os documentos analisados e 324 ainda não compareceram para dar explicações", disse o secretário estadual da Administração, Álber Nóbrega.
No caso dos mortos, a auditoria identificou que há casos também em que o dinheiro foi depositado nas contas dos servidores, mas continuaram no banco. "Mas, em outros percebemos que houve retirada indevida, já que esse servidor está morto e, portanto, não pode estar trabalhando. Tem alguém recebendo por ele", disse Álber.
Miguel Josino disse que, nos casos em que for comprovada a má fé de alguém e essa pessoa for identificada, ela responderá criminalmente por isso e terá de ressarcir os cofres públicos. "Quando tivermos informações sobre a situação total vamos encaminhar ao Ministério Público, que tomará as medidas cabíveis", comentou o procurador.

Fonte: Defato
Leia Mais ››

Getran aperta cerco às ‘cinquentinhas’


Nem mesmo o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) tem controle sobre o avanço delas nas cidades potiguares. Nas lojas, as vendas refletem o aumento na quantidade das motonetas (ciclomotores de até 50 cilindradas) circulando pelas ruas do Estado. Num conflito de leis sobre as exigências para os proprietários das motos trafegarem legalmente, as "cinquentinhas" continuam desafiando os órgãos de trânsito e aumentando o risco de acidentes nas cidades. Em Mossoró, a Prefeitura promete pôr em prática em 90 dias a lei municipal que regulamenta a situação e torna mais dura a lei para os proprietários.
Quem garante é o gerente municipal de Trânsito, Jimmy Balderrama. Ele afirma que vários condutores aproveitam o fato de a moto não possuir placa, para ultrapassarem semáforos vermelhos, além de não respeitarem as regras da legislação de trânsito. "É apenas o cumprimento da lei em relação às motonetas. Será preciso emplacar e licenciar esses veículos. Os motoristas avançam sinal vermelho, e aí? Não acontece nada porque não tem como anotar a placa. Estamos trabalhando para em três meses enquadrarmos na parte da legislação, depois vamos botar na prática", explicou Balderrama.
Pela legislação atual, os proprietários de ciclomotores com até 50 cilindradas têm de ter a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) ou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para poder conduzir o veículo. Em Mossoró, a ACC não está sendo emitida na 12a. Circunscrição de Trânsito (CIRETRAN). Apesar disso, Balderrama explicou que o número de motoristas que buscam a ACC é baixo. "Quase ninguém tira a ACC. São os mesmos procedimentos para retirar a CNH. A diferença de dinheiro é pouca, então os motoristas preferem optar pela CNH", disse.
Muitos proprietários criticam a necessidade de licenciamento e habilitação para quem tem uma motoneta. Eles alegam que a opção por elas acontece exatamente pelo preço mais baixo (em média R$ 3 mil), em comparação com outros modelos, e pela não exigência de licenciamento. O gerente de Trânsito de Mossoró minimizou os gastos que os proprietários das motonetas terão com os serviços de emplacamento e licenciamento. "É ruim para quem tem poucas condições econômicas, mas vai ser melhor para manter a segurança do trânsito", finalizou.

Donos ‘envenenam’ motos em oficinas
Quem compra uma motoneta sabe que a sua capacidade máxima é 50 cilindradas. Mas, nas oficinas mecânicas de Mossoró, isso é passado. Cada vez mais proprietários desses veículos têm procurado mecânicos para "envenenar" o ciclomotor. Uma alteração de peças aumenta para 100km/h a velocidade máxima dos veículos, geralmente com uma média de 70km/h.
A mudança altera as características originais da moto, contrariando a legislação de trânsito. Além disso, o aumento da potência faz crescer as chances de acidentes.
De acordo com o mecânico Carlos Ênio, de 46 anos, a prática se tornou comum nas oficinas. "Geralmente, recebo muitos pedidos para fazer isso. Acham a velocidade pouca, aí usam essa tática. A mão de obra toda custa R$ 270,00", comentou.
Mas, em muitos casos, a máquina não suporta o esforço exigido com a alteração. "Muitos se arrependem porque o motor estoura. Alguns usam para levantar pneu, aí não aguenta, mas se andassem direito não aconteceria isso", explicou o mecânico. Outra estratégia dos proprietários é trocar a coroa da motoneta por uma menor, o que aumenta mais a velocidade.

Motonetas na preferência dos bandidos
Sem placa, a identificação e localização do veículo fica mais complicada, principalmente em casos de crimes como assaltos. Exatamente por isso, as "cinquentinhas" passaram a ser as preferidas dos bandidos para a prática de assaltos na cidade. Na última semana, pelo menos 12 veículos desse tipo foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) nessa situação. No pátio do distrito da PRE, a quantidade de motonetas apreendidas aumenta a cada semana.
De acordo com Maximiliano Bezerra, capitão do 2° DPRE, nas blitze feitas pelos policiais elas estão entre os veículos mais apreendidos, por diversas irregularidades. "Acontecem muitos roubos dessas motonetas para que sejam realizados assaltos. Como não tem placa, eles (bandidos) se aproveitam", disse.
Sem a emissão da ACC no Detran local, a fiscalização nas ruas não tem sido tão rigorosa em relação a esse tipo de veículo.

Fonte: Defato
Leia Mais ››