RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

domingo, agosto 19, 2012

Carro é tomado de assalto na noite de hoje em Itaú


Um veículo foi tomado de assalto no início da noite deste domingo entre Itaú e o sítio Jerusalém.

Amanhã reportagem completa aqui no blog.

Arlindo Maia da Redação do Cidade News.
Leia Mais ››

PEC propõe fim de salário de vereador em cidades de até 50 mil habitantes


O fim do pagamento da remuneração de vereador em municípios com até 50 mil habitantes é o objetivo de proposta de emenda à Constituição (PEC) em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). De autoria do senador Cyro Miranda (PSDB-GO), o texto foi subscrito por outros 30 parlamentares. Se aprovada pelo Congresso Nacional, a proposição deverá atingir cerca de 90% das Câmaras Municipais do país.
Além disso, a PEC limita o total da despesa das Câmaras de Vereadores dessas cidades a no máximo 3,5% da arrecadação municipal.
"Estamos seguros de que sua adoção causará impactos positivos consideráveis, tendo em vista que 89,41% dos municípios brasileiros possuem até 50 mil habitantes. Dessa forma, pouco mais de 600 municípios brasileiros continuarão a remunerar seus vereadores", argumenta o senador.
Com essa medida, acredita ele, os vereadores passarão a assumir o cargo eletivo "em razão de sua condição cívica, de sua honorabilidade ou de sua capacidade profissional". Portanto, para o senador, serão selecionados candidatos comprometidos com a ética, o interesse público e o desenvolvimento local.
O senador avalia que a proposta, se aprovada, trará um impacto positivo para os cofres públicos dos pequenos municípios. Ele lembra que o número de vereadores no país pode superar a marca de 59 mil nas eleições de 2012. Quase sete mil a mais do que o número de eleitos para as câmaras municipais em 2008, o que representa, conforme assinala Cyro Miranda, "um aumento significativo nos gastos públicos municipais".
Na justificativa da PEC, o senador também lembra que a própria Constituição Federal permite aos vereadores ocupantes de cargo público acumular outras funções no caso de compatibilidade de horários. Cyro Miranda ressalta ainda que, na maioria dos municípios, os vereadores reúnem-se duas ou três vezes por mês, o que viabiliza a manutenção de outras atividades profissionais por parte desses parlamentares.
A proposta, que tramita no Senado como PEC 35/12, aguarda a designação de relator na CCJ e, se aprovada pela comissão, segue para análise do Plenário.

Fonte: O Mossoroense/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Famílias são reféns da impunidade no Rio Grande do Norte


 (Eduardo Maia/DN/D.A Press)
A copeira Maria de Fátima Barbosa da Silva respira fundo, acaricia uma fotografia e não contém as lágrimas. O semblante é de quem ainda tem forças para lutar pela condenação daquele que tirou a vida de sua filha. A cada julgamento do garçom Ernest Renan de Faria Souza, sempre remarcado na comarca de Extremoz, Maria e família levam faixas, cartazes, lotam as dependências do fórum e mobilizam a imprensa na esperança de que o réu seja finalmente condenado. Além deles, outras famílias de potiguares são obrigadas a conviver com a impunidade que causa indignação, desde o momento em que perdem entes queridos, vítimas de homicídios, cujos acusados estão em liberdade.

Maria de Fátima luta pela condenação de Renan, acusado de assassinar a jovem Fernanda Lidiana Barbosa na casa em que moravam juntos na Praia de Santa Rita, em 21 de dezembro de 2003. Uma tarde difícil de esquecer para ela e os filhos Flávio Joeldes e Fabíola. "Nossa família só ficará em paz quando a justiçafor feita". A autoria do crime é negada até hoje por Ernest que, na época, afirmou à polícia que Fernanda havia ingerido raticida. "Nós encontramos poças de sangue por toda a casa com evidentes sinais de violência. E sabemos que ele sequer tentou pedir socorro. Além disso, ele fazia constantes ameaças contra ela e os filhos. Querem evidências maiores do que essas para condená-lo?", pergunta Flávio Joeldes, irmão da vítima. 

Ernest foi preso em flagrante e permaneceu detido durante um ano e oito meses até que fosse marcado o primeiro julgamento, cujas causas para a suspensão soam no mínimo estranhas a ouvidos leigos: "O julgamento foi paralisado por falta de alimentação dos jurados. Parece que o estado não tinha pago à empresa que fornecia as quentinhas", relembra Maria de Fátima. O segundo júri deveria ter ocorrido em 2010, porém a defesa do acusado alegou problemas de saúde. Há um novo julgamento marcado para o dia 31 de agosto. 

"Esperamos que tudo possa correr normalmente sem nenhuma dessas surpresas", disse Flávio. A família de Fernanda aguarda que o julgamento determine a condenação de Ernest também por razões de segurança. "Nós não sabemos por onde ele anda e não temos ideia do que ele é capaz de fazer. Tememos pela nossa segurança", avisa Maria Aparecida. 

"Nunca houve políticas públicas", diz delegado 

Quando ocorre um homicídio o primeiro operador de segurança a ser acionado é a polícia. Na ponta desse processo há dois anos como titular da 9ª Delegacia de Polícia, localizada na Zona Norte, Fernando Alves é um severo crítico da ação do estado. "A verdade é que nunca houve uma política de segurança pública no estado. Não há comunicação alguma entre os operadores de segurança, daí vivermos este total colapso dentro do sistema prisional".

O delegado o ressalta que é necessário o entendimento de que o Rio Grande do Norte cresceu. "Só que o poder público não acompanhou este crescimento, e o Executivo não oferece condições prisionais. Não consegue sequer manter as prisões preventivas, quanto mais resolver o problema dos condenados. Aqui não existe sequer uma delegacia especializada em homicídios", finaliza.

Apoio às famílias

Estudioso dos casos de violência no RN, o presidente do Conselho Estadual de Direitos Humano, o advogado Marcos Dionísio afirma que a tragédia das famílias que buscam justiça é o emblema daimpunidade. "Há a morosidade do Tribunal de Justiça, a crise do sistema prisional e a ineficácia da nossa segurança que retroalimenta a violência". 

Dionísio está finalizando um relatório que mapeia todos os números de homicídio por bairros da Grande Natal que deverá servir como referência para que se entenda melhor os rumos que o crime vem tomando na cidade nos últimos meses. "Estamos em fase de finalização deste documento e deveremos divulgá-lo na próxima semana", informa.

O advogado revela que há na cidade uma entidade especializada em prestar apoio e solidariedade às pessoas que tiveram parentes assassinados. "Trata-se do Centro de Referência em Direitos Humanos que presta apoio às famílias que lutam contra a impunidade". O centro funciona na rua Gustavo Guedes, 1886, Cidade Jardim. Telefone para informações: 3215 1655. 

Promotor aponta colapso no sistema prisional 

"A polícia não cumpre os mandados, pois não tem para onde levar os presos", aponta o promotor criminal Wendell Beetoven ressaltando que existe uma notória deficiência do estado para investigar os homicídios, o que justifica os casos de impunidades. "Além disso, as investigações dependem das provas periciais recolhidas nas primeiras 48 horas após um assassinato. Depois disso toda a cena do crime pode ser modificada". O delito deveria ser investigado pela delegacia do bairro onde ocorre o crime. Mas as DPs não funcionam à noite nem em finais de semana. "As duas delegacias de plantão, com equipes limitadas, é que informam as delegacias dos bairros na segunda-feira, muito tempo depois do ocorrido, o que dificulta a identificação da prova material e a autoria do homicídio". O promotor acrescenta que quando o crime é esclarecido há uma tramitação demorada, com direito a apelações e recursos. "Tudo culpa de uma legislação antiquada de 1941". No Brasil, segundo ele, os advogados têm o direito de apelar ao Supremo Tribunal Federal, até mesmo quando o réu é confesso. Wendell Beetoven concorda com a tese de que a impunidade decorre também da falência do sistema prisional do Estado. "O regime aberto deveria ter colônias agrícolas, com um sistema rígido, com atividades direcionadas dentro dos próprios presídios".

O juiz Henrique Baltazar estima que 15% dos presos que cumprem regime semiaberto no Presídio João Chaves não comparecem regularmente. "Lá temos 270 presos na ala masculina. Tenho certeza que boa parte deles não se apresenta no horário noturno como determina a lei". Wendell estima que há cinco mil mandados para a prisão de criminosos expedidos pela justiça, "mas não há execução da maioria das penas".

O promotor cita os dados estarrecedores divulgados pelo Mapa da Violência, produzido pelo Instituto Sangali. "No último levantamento nacional realizado pelo instituto em 2011, a Grande Natal apresenta uma taxa de 40 homicídios para cada cem mil habitantes. Já São Paulo, uma capital muito maior, tem hoje uma taxa de 10 para cada cem mil". 

Família luta por condenação há quase dez anos 

O caminhoneiro Jonas Carvalho Lira também reclama justiça há quase dez anos. Ele acusa o fazendeiro José Joaquim dos Santos, conhecido como "Bimba", de ter assassinado o irmão Vicente de Paula Lira, em Lagoa de Velhos. O roubo de um touro, de propriedade da vítima, teria sido o motivo do homicídio cometido na noite de 23 de junho de 2003 quando Vicente retornou a casa. "Ele era um idoso que foi morto barbaramente dentro de casa pelas costas, com um golpe de uma barra de ferro. Queremos que se faça justiça, que prendam este homem que vive fazendo até festas em frente a nossa casa atualmente", pede Jonas, que percorreu várias instâncias com objetivo de exigir o cumprimento da pena pelo assassino. Segundo relatos da família Lira, José Joaquim ameaçou Vicente quando soube que foi acusado do roubo. "Quando foi roubado, meu irmão foi imediatamente atrás de saber quem teria pego o animal. Descobriu que o touro tinha sido vendido por "Bimba" e o denunciou à polícia. Antes de ser preso e julgado pelo roubo, jurou matar Vicente e assim o fez". José Joaquim foi preso por homicídio em 2007 e condenado a uma pena de14 anos pelo assassinato, mas logo conseguiu sair para o regime semiaberto. "Ele nunca passou um dia sequer dentro da cadeia", diz Jonas. 

Ordem de Prisão

A família da vítima soube que foi expedida em junho deste ano uma ordem de prisão para José Joaquim pelo juiz de São Paulo do Potengi. "Estranhamos o fato da ordem vir dessa comarca". O certo, segundo ele, seria a justiça de São Tomé, comarca responsável pelo processo, expedir a ordem para a Delegacia de Capturas (Decap). Desde que foi expedido o novo mandato de prisão, Jonas Lira tem feito tem feito uma via crucis semanal para saber quais as providências da polícia para o caso. "Toda semana eu ligo para a delegacia para saber quando irá prender aquele assassino e ladrão". A resposta que recebe dos agentes é de que a delegacia ainda não recebeu a notificação e que nada podem fazer. "Cheguei a ouvir deles de que se eu soubesse onde "Bimba" estava eu deveria avisar para que eles fossem prendê-lo. Tudo que eu sei é que ele está em Lagoa de Velhos, fazendo festas, bebendo com os amigos em frente a nossa casa e ameaçando muita gente, dizendo até que já matou um. Toda a nossa família está indignada e repugnada com a atitude da polícia e da lei que nada fazem para levar este criminoso de volta para grades. Tudo que pedimos a eles Justiça em nome de Vicente contra este crime hediondo". 

Sistema ajuda a falta de punições 

Boletins de ocorrência que nunca se transformam em inquéritos, denúncias arquivadas, sobrecarga do Judiciário e colapso no sistema prisional são apontados como algumas justificativas para a ausência do castigo a assassinatos cometidos na Grande Natal.A polêmica lei de progressão de pena, em vigor desde 2007, para muitos, grande vilã do sistema penal brasileiro, determina que os condenados podem progredir para o regime semiaberto de 2/5 da pena quando cometem crimes hediondos e para 1/6  nos demais delitos, desde que tenham bom comportamento e não respondam a outros processos. Números da Justiça do Rio Grande do norte indicam que há atualmente 789 processos por homicídios em andamento nas varas criminais da Região Metropolitana de Natal. "Não estão computados os milhares de Boletins de ocorrências em que não se transformam em inquéritos", informa o juiz da 12ª Vara de Execuções Penais, Henrique Baltazar. 

Diante de uma mesa entulhada por processos, o juiz compreende a indignação dos familiares das vítimas. "Entendo o sentimento daqueles que perdem um parente vítima de um assassinato, mas a lei deve ser obedecida pelos juízes. Na realidade, as famílias, mais do que justiça, desejam que os culpados apodreçam na cadeia". Henrique Baltazar explica que o Judiciário trabalha atualmente com um número muito menor de magistrados do que deveria. "Muitos juizes estão trabalhando em duas varas com cerca de seis mil processos em cada. Há muita morosidade e além da falta de juizes, há também um déficit de funcionários. É urgente a realização de concurso público pelo Tribunal de Justiça, mas não há orçamento para isso. Esse argumento não justifica, mas explica a lentidão nos julgamentos dos processos criminais", assinala. 

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

TSE recomenda testes com urna biométrica em 117 cidades


Curitiba e Brasília – Técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomendaram, na última semana, a realização de testes com a urna biométrica em 117 cidades de vários estados, destinados a preparar os eleitores para as eleições de outubro.

Nos dias 7 e 28 de outubro, quando haverá primeiro e segundo turnos, 7,7 milhões de eleitores, em 299 municípios de 24 estados, utilizarão a urna biométrica. Em 2010, pouco mais de 1,1 milhão de brasileiros votaram usando o sistema.

Os eleitores de cinco capitais votarão usando as urnas com identificação digital. Estão na lista os eleitores de Aracaju (Sergipe), Curitiba (Paraná), Goiânia (Goiás), Maceió (Alagoas) e de Porto Velho (Rondônia). Em Alagoas e Sergipe, 100% das urnas usam a nova tecnologia. Os estados do Amazonas e de Roraima continuarão com as urnas antigas. No Distrito Federal, não há eleições municipais.

Os eleitores de 299 cidades foram convocados para cadastrar sua impressão digital e fotografia, além de atualizar os dados. Em Curitiba,o recadastramento reduziu de 1,31 milhão para 1,17 milhão o total de eleitores da cidade. É a maior quantidade de eleitores entre as cidades que utilizarão as nova urnas nas eleições de outubro.

Durante a votação, os mesários poderão fazer até 12 tentativas de identificação do eleitor – três em cada dedo polegar e indicador, de ambas as mãos. Se não houver sucesso, o eleitor terá que ser identificado por meio de um documento oficial com foto.

A identificação biométrica dispensará o eleitor de assinar a lista de presença das seções eleitorais. Se a impressão digital não for reconhecida, o presidente da seção deverá utilizar a sua própria impressão digital para autorizar o voto do eleitor, cuja assinatura passa a ser necessária.

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Irregularidades em eventos políticos refletem descaso com a lei de trânsito


carreata_em_pau_dos_ferros
Com o acirramento das campanhas eleitorais, já na reta decisiva das campanhas políticas no Rio Grande do Norte, as movimentações das coligações se organizam e tentam superar os adversários, impressionando nas movimentações partidárias, como os comícios, caminhadas, passeatas e carreatas, dentre outros tipos de eventos.
No entanto, aglomerações de pessoas nas movimentações políticas não só impressionam os adversários, como também preocupam as autoridades policiais com relação à segurança da população nos eventos, sejam eles de grande ou pequeno porte. São percebidas inúmeras irregularidades praticadas diante da polícia, sem que essa tome as devidas providências, em especial o setor de trânsito, onde os abusos acontecem com bastante frequência.
Segundo o comando-geral da Polícia Militar do RN, desde o início das concentrações políticas no Estado houve uma recomendação aos comandantes dos pelotões e destacamentos para que coibissem os abusos, autuando os infratores, conforme reza a lei. É comum ver nas carreatas motoqueiros sem os acessórios de segurança, como capacetes e sinalizações apropriadas, não só nas motos, como também nos itens da moto.
Cano de escape serrado, guidão virado, moto sem placa, adesivos cobrindo sinaleiras e farol, sem falar no excesso de passageiros, muitas vezes mais de duas pessoas ocupando a mesma motocicleta. "Se você prestar atenção nas movimentações políticas vai encontrar muitas irregularidades, porém devido o pouco contingente policial deslocado para acompanhar os eventos políticos se torna praticamente impossível autuar os infratores, muito embora sabemos que eles representam sérios riscos para as pessoas e para eles próprios", destacou o capitão Honorato Carvalho, comandante da 3ª Companhia da PM de Caraúbas.
Para o capitão, o combate às irregularidades tem que partir da pessoa e também da coligação, que deveria orientar melhor os seus eleitores e simpatizantes com relação aos cuidados que devem tomar com a segurança e preservação da vida. "Nós já tivemos registros de acidentes que ocorreram em concentrações políticas em várias cidades e, algum desses acidentes graves registraram vítimas fatal. A política é um ato de cidadania e não uma forma de digladiar nas ruas e bairros", frisou capitão Carvalho.
Já o comando da PM, informou que nas cidades de Pau dos Ferros, Apodi, Caraúbas e Umarizal, onde os ânimos das campanhas são muito acirrados, o cuidado tem que ser redobrado, haja vista a politicagem fazer parte do cotidiano das pessoas. "Aqui em Pau dos Ferros, por exemplo, é uma das cidades com o maior índice de problemas envolvendo politicagem. Já tivemos até mortes, por exemplo, durante uma carreata, onde um homem morreu atropelado quando organizava o evento, na comissão de frente", destacou um policial militar, que atua na segurança pessoal de um candidato a prefeito.
Para o policial que não quis ser identificado, o acirramento entre os partidos políticos já é antigo e vem se consolidando com o passar dos anos. Ele destaca que as irregularidades em Pau dos Ferros acontecem em todas as movimentações políticas, independente da sigla partidária.
Em Caraúbas, durante uma concentração na noite de ontem, era comum ver motoqueiros sem capacete, motoristas com seus carros em excesso de passageiros, principalmente com relação aos carros de carrocerias, onde as pessoas andavam penduradas nas grades, sem qualquer proteção. 
Carreatas políticas já resultaram na morte de três pessoas em cidades do Oeste

Mesmo com os cuidados dos organizadores das movimentações políticas, nas cidades do Oeste potiguar, três pessoas já perderam a vida durante carreatas. O primeiro caso aconteceu em Areia Branca, onde uma pessoa morreu ao cair de um carro de som durante uma passeata.
Na noite do domingo (5), Luiz Mar de Oliveira, 57, residente em Pau dos Ferros, atropelou um grupo de pessoas durante carreata. Francisco Fernandes de Queiroz, conhecido como "Tico do Brejo", organizava uma concentração política, quando foi atropelado por um Siena preto.
Segundo informações repassadas pelo delegado Andson Rodrigo de Oliveira, que atendeu a ocorrência no plantão, em depoimento à polícia, Luiz Mar contou que havia passado o dia bebendo em uma cidade vizinha e ao retornar não notou a concentração política e acabou colhendo um dos organizadores. A população enfurecida apedrejou o veículo e Luiz Mar só não foi linchado porque a polícia interveio, prendendo-o em flagrante.
Já na cidade de Apodi, a adolescente Camila Danikely Gurgel de França, 15, morreu atropelada após cair de um paredão de som durante uma carreata política, na noite do domingo (12). A concentração saía da comunidade de Santa Rosa e seguia com destino ao centro da cidade, quando ocorreu o acidente. Segundo a PM, por volta das 19h30 Camila se desequilibrou e caiu do paredão de som e foi colhida pelas rodas do veículo. Ela não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu antes de chegar ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) em Mossoró.
Diante dessa situação, o Ministério Público denunciou os organizadores da carreata por homicídio culposo, aquele que não tem intenção de matar.

"Polícia está preparada para agir diante das irregularidades nas concentrações políticas", diz comandante da PM

O comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Francisco Alvibá, disse em entrevista ao O Mossoroense, que os problemas relacionados às irregularidades nas concentrações políticas que porventura vierem a acontecer na cidade, a PM está pronta para agir no combate aos infratores.
"Frequentemente nos reunimos com os representantes das coligações, no sentido de traçarmos diretrizes de ações, para garantir a paz e a tranquilidade dos eventos políticos. Temos recebido o apoio das coligações, o que facilita o nosso trabalho", disse o comandante.
Para o tenente-coronel, durante as carreatas, se por ventura um "paredão de som" estiver funcionando além da capacidade permitida, o dono do equipamento é que irá responder e não a coligação. "Assim como se algum veículo estiver transitando irregularmente, faltando acessórios ou o seu condutor estiver com problemas de documentação, também será autuado", destacou.
Ainda de acordo com o coronel Alvibá, o setor de trânsito da PM está pronto para coibir as irregularidades e punir os infratores. "Não vamos tolerar abusos, principalmente os que ponham em riscos a integridade das pessoas, que participam dos eventos políticos. A política é um momento que o cidadão tem de expressar a sua particularidade e nosso dever é permitir tranquilidade para que elas possam fazer isso, em especial participar de comícios e carreatas", concluiu.

Fonte: O Mossoroense/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Meteorologistas prevêem mais seca para o Rio Grande do Norte


Um prognóstico climático aponta El Niño moderado no trimestre. Nestas condições, A região Sul deverá ser favorecida com chuvas acima da média e culturas como a soja poderão alcançar produtividade alta.

A previsão que influencia a safra de verão 2012-2013, foi apresentado pela diretoria do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aos membros da Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Deverão ocorrer precipitações abaixo da faixa normal no norte da região Norte e na faixa litorânea do Nordeste.

Na grande área central, que abrange parte das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, fica mantida a previsão de padrão climatológico, ou seja, igual probabilidade de chuva para as três categorias (abaixo, normal e acima da normal climatológica).

Fonte: Robson Pires/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Esperança (PB): Três adolescentes morrem afogadas e duas sobrevivem no tanque de Araça


(Taise lado esquerdo, no centro Ana Paula e ao lado direito Poliana)

Esperança (PB) - Uma sessão de fotos terminou em tragédia na tarde da última sexta-feira (17), no município de Esperança, no Brejo da Paraíba. Três adolescentes morreram afogadas e duas só sobreviveram porque conseguiram nadar.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia de Esperança, tenente Florestan Ferreira, as cinco menores foram ao depósito de água conhecido como Tanque do Araça para tirar fotografias - a paisagem seria usada como pano fundo -. Elas resolveram atravessar o container, sendo que, uma delas escorregou no reservatório e não sabia nadar. No desespero, ela saiu puxando as outras meninas.

Morreram no local: Taise Vieira da Costa, 15, e as irmãs Ana Paula Barbosa Aciole, 14, e Poliana Barbosa Aciole, 12, que estavam tomando banho em um açude com outras duas adolescentes, de 15 anos, que não se afogaram, mas, precisaram ser internadas no hospital da cidade.

Muito triste!!!

Fonte: Sargento Andrade/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Motociclista morre após colisão com carro na RN-226 em Natal


Uma colisão entre o carro modelo Escort de cor preta (Placa MYH-1780) e uma motocicleta, provocou a morte de Wellington Miranda Nobre, 42 anos, na manhã deste sábado (18). O acidente aconteceu na RN-226, próximo a curva da morte, em Felipe Camarão.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o motoqueiro estava no sentido Macaíba/Natal quando o carro, que vinha no sentindo contrário, fez a conversão a esquerda para entrar na rua Rainha do Mar provocou a colisão. O motoqueiro morreu na hora e o motorista do carro fugiu do local.

Populares que estavam no local informaram que havia três pessoas no Escort e todas apresentavam sinais de embriaguez.

Fonte: Tribuna do Norte/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Caminhão bate em parque de diversão em Acari e parte do brinquedo vai ao solo


Na Foto: Estrutura do Parque veio a solo - Créditos Fotos: Davi Neto 


Por volta das 15h desta sexta-feira (17), foi registrada um choque envolvendo um dos parques de diversões que estão instalados no centro da cidade de Acari/RN. 

Um acariense de nome não identificado conduzia um veiculo modelo caminhão bau de placas KGP-4181/RN, quando ao passar na Rua Dr. José Augusto chocou-se fortemente em um dos parques de diversões que esão no local.

 

Segundo informações, o veículo estava no sentido da Igreja do Rosário quando de repente se chocou com o brinquedo de nome “Bate-Bate”, pertencente ao parque de diversões Santa Rita.

Com o impacto do choque ocasionado pelo caminhão metade da estrutura do brinquedo veio ao chão. A Policia Militar foi acionada e esteve no local fazendo o registro da ocorrência. No momento do acidente o mesmo não estava em funcionamento e ninguem ficou Ferido.

Fonte: Plantão Apodi/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Wilma participa hoje de mobilizações em Macaíba e Pau dos Ferros


Depois de percorrer neste sábado os municípios de Cruzeta e Caicó, a ex-governadora do Rio Grande do Norte dedicará o domingo(18) para participar de mobilizações políticas em Macaíba e Pau dos Ferros.

Em Macaíba “a  guerreira” apoia a candidatura de Dr. Menguita (PSB) e Igor Targino (PP).

Em seguida Wilma finalizará sua  agenda em Pau dos Ferros, onde ela aposta na candidatura de Bráulio e Maison Regi do (PMDB).

Fonte: Robson Pires/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Lojas, supermercados e Mossoró West Shopping não terão expediente amanhã devido ao Dia do Comerciário

comercio_do_centro_da_cidade
Devido às comemorações do Dia do Comerciário, as portas do comércio varejista estarão fechadas amanhã, 20. Também não terão expedientes os supermercados, hipermercados e as lojas do Mossoró West Shopping.
O horário foi definido na Convenção Coletiva entre o Sindicato dos Empregados do Comércio de Mossoró (Secom) e o Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejo). A medida tem o objetivo de possibilitar que os comerciantes possam aproveitar o dia dedicado a eles, segundo informa o presidente do Secom, Carlos Antônio.
Ele informa que para garantir o cumprimento do acordo e que todas as lojas fechem suas portas nesse dia equipes do Secom e do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) farão vistorias nas ruas. "Aqueles empreendimentos que forem pegos descumprindo a recomendação serão multados", alerta.
Carlos Antônio informa ainda que para celebrar a data o sindicato preparou uma programação especial para a categoria. As atividades iniciam hoje com um passeio ciclístico pelas ruas do Centro e bairros vizinhos, em um percurso de 8km.
O passeio tem como tema "Assédio Moral é Crime", e a concentração será às 7h, na sede do Secom, na rua Jerônimo Rosado, Centro. Após o passeio, os comerciários vão se reunir em um momento de confraternização no Serviço Social do Comércio (Sesc). Na ocasião, terá um torneio de futsal com comerciários de Mossoró e de Souza (PB).
A programação comemorativa ao Dia do Comerciário continua amanhã, 20, com variadas atividades do Sesc. O evento contará com a Supercopa de Futsal de Supermercado, momento de recreação para crianças com o palhaço "Mole mole", feijoada para os participantes e uma festa dançante com a banda Flor Mania.
Até 1999, a Convenção Coletiva determinava que o Dia do Comerciário fosse comemorado na terceira segunda-feira de agosto. Porém, essa data foi retirada da convenção e passou a ser flutuante. Em 2008 e 2009, ela ocorreu dia 30 de setembro. Desde 2010, a data voltou a ser comemorada em agosto.

Fonte: O Mossoroense/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Situação dos presídios do RN é destaque na imprensa nacional


A situação dos presídios do Rio Grande do Norte foi destaque no portal UOL nesse sábado (18). O portal UOL destacou o risco de ter todas as suas unidades prisionais interditadas no estado, segundo informações do juiz Henrique Baltazar, da Vara de Execuções Penais da Comarca da capital.

Segundo a reportagem, o juiz já determinou a interdição da Casa do Albergue e de um pavilhão do Presídio Estadual de Alcaçuz. Juízes de comarcas do interior do Estado relatam situação parecida.

"As principais justificativas para a interdição são superlotação e falta de infraestrutura nas unidades. No total, o Rio Grande do Norte possui um "inchaço" de aproximadamente três mil presos, segundo dado da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc)", diz a notícia.

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

CRIME DE HOMICÍDIO EM JUCURI, CONTABILIZA O DE NUMERO 82 EM MOSSORÓ EM 2012.


O jovem de nome Eduardo Alexandre de Araújo, idade aproximada 23 anos, conhecido como “Dudu”, foi morto na madrugada de hoje (19/08/12), por volta das 3:40hs,  com um tiro de espingarda após uma breve discussão, na saída de uma festa no clube do “Zé Roquim” na Rua Francisco Fernandes da Silva, comunidade de Jucurí,  zona rural de Mossoró distante cerca de 18Km.
 Segundo informações do agente da polícia civil Wilson, que conversou com  o pai do mesmo, ele teria tido um desentendimento com um vizinho dentro da festa, e continuou a discussão fora, foi quando o acusado se armou com uma espingarda e atirou  contra Dudu.
O GTO foi acionado pelo CIOSP e isolou a área até a chegada dos peritos do ITEP, que após realizar a perícia removeu o corpo para a sede do órgão.


PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA(Agente civil Wilson, conversando com o pai da vítima)

PASSANDO NA HORA(Wilson policial civil)

Fonte: Passando na Hora/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

MOSSORO REGISTRA MAIS UM CRIME DE HOMICÍDIO, ESSE DE NUMERO 81 EM 2012.


Uma pessoa de nome Gledyson Max Dias Barbosa, 22 anos foi morta com vários disparos de pistola, na Rua Marinho Dantas, por trás da Capela de São Francisco, bairro Belo Horizonte em Mossoró. Por volta das 3:30hs da madrugada de hoje 19/08/12.
De acordo com informações de populares, vários disparos foram ouvidos,  e em seguida silêncio total. Quando depois a polícia foi acionada e a viatura foi até o local e encontrou o corpo do jovem estirado no chão em frente a uma residência. Em seguida os policiais acionaram o CIOSP que acionou o ITEP que após os trabalhos de perícia,  removeu o corpo para a sede do órgão.
A polícia civil esteve no local, realizando os primeiros levantamentos mas até agora nenhuma linha de investigação, cabe agora a polícia investigar as procedências da vida desse jovem, para tentar elucidar mais esse crime em nossa cidade.

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

PASSANDO NA HORA

Fonte: Passando na Hora/Cidade News Itaú
Leia Mais ››