RÁDIO CIDADE AO VIVO

sexta-feira, novembro 23, 2012

Macarrão é condenado por sequestro e morte de Eliza


O réu Luiz Henrique Romão, o Macarrão, 27, amigo de infância e ex-braço-direito do goleiro Bruno Souza, foi condenado nesta sexta-feira (23), pelo Tribunal do Júri de Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte), pelo sequestro, cárcere privado e morte da modelo Eliza Samudio, ex-amante do atleta, além do sequestro e cárcere de seu filho Bruninho. Ele foi inocentado da acusação de ocultação do cadáver.

Já a ré Fernanda Gomes de Castro, 35, ex-amante do goleiro, recebeu uma condenação pelos crimes de sequestro e cárcere privado de Eliza e seu filho, hoje com dois anos e meio de idade. Como a condenação foi menor do que seis anos, Fernanda cumprirá pena em regime semiaberto.

Segundo a Promotoria, Macarrão coordenou toda a trama que começou com o sequestro de Eliza, em 4 de junho de 2010, no Rio de Janeiro, e terminou com sua morte, na casa de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, seu executor, em Vespasiano (região metropolitana de Belo Horizonte), em 10 de junho do mesmo ano.

Coube a Macarrão a tarefa de atrair Eliza para o Rio, prometendo a ela que Bruno iria fazer um teste de DNA para reconhecer o filho, além de entregar a modelo o dinheiro referente a pensão de Bruninho, conforme sustentou a acusação. Para realizar a tarefa, Macarrão contou inicialmente com a ajuda de Jorge Rosa, primo de Bruno, menor a época dos fatos, que agrediu a vítima com coronhadas na cabeça dentro da Land Rover do goleiro.

Em seguida, ambos levaram Eliza para a casa de Bruno no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio, seu primeiro cárcere privado. Lá, tiveram ajuda de Fernanda, que ficou com o filho de Eliza enquanto a modelo era mantida no cárcere até a noite do dia seguinte, sábado, 5 de junho, quando foi levada para Minas Gerais.

Ainda de acordo com o Ministério Público, Eliza e o bebê foram para Minas na Land Rover, dirigida por Macarrão, junto com Jorge, enquanto Bruno foi com Fernanda em uma BMW. Ao chegarem na Grande Belo Horizonte, eles se hospedaram em um motel no município de Contagem. Macarrão, Jorge e Eliza chegaram antes. Bruno e Fernanda foram buscar outro primo do goleiro, Sérgio Rosa Salles, e se dirigiram para o motel.

No dia seguinte, domingo, 6 de junho, todos foram a um jogo de futebol do time 100%, patrocinado por Bruno, em Ribeirão das Neves. Eliza não. Ela foi levada por Macarrão ao sítio do goleiro em Esmeraldas (região metropolitana de Belo Horizonte), onde foi mantida em cárcere privado até quinta-feira, 10 de junho.

Nesta data, Macarrão, Jorge e Sérgio a levaram até um local situado perto da Toca da Raposa, centro de treinamento do Cruzeiro na região da Pampulha, em Belo Horizonte. No local, aguardava eles, em uma moto, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, que os guiou até a casa dele em Vespasiano (região metropolitana de Belo Horizonte), onde Eliza foi morta por estrangulamento. Seus restos mortais, segundo a Promotoria, foram destruídos.

Bola teria se recusado a matar a criança, o que obrigou Macarrão a procurar Dayanne de Souza, ex-mulher de Bruno, para arrumar um destino ao bebê. Ela ficou com a criança por alguns dias no sítio em Esmeraldas, até entregá-la a vizinhos de Bruno no bairro Liberdade, em Ribeirão das Neves --Bruninho foi encontrado pelo dias depois, em uma casa do bairro.

Macarrão está recluso desde julho de 2010 na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem. Fernanda chegou a ser presa em agosto de 2010, mas ganhou a liberdade em dezembro do mesmo ano e, desde então, responde em liberdade.

O júri de Bruno, Bola e Dayanne foi desmembrado e adiado para 4 de março de 2012. Outros réus do caso, Wemerson Marques de Souza, amigo de Bruno, e Elenílson Vítor da Silva, o Coxinha, ex-caseiro do sítio do goleiro, também irão a júri, sem data definida.

Fonte: Portal Uol/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Carreta carregada com 32 toneladas de sal encalha na serra de Luís Gomes e causa transtornos


Por volta das 16h30min desta quinta-feira (22), uma carreta carregada com 32 toneladas de sal tentava subir a serra de Luís Gomes, quando perdeu as forças e não conseguiu concluir a subida.

A carreta ficou parada na rodovia durante toda noite de ontem, e impediu o tráfego de veículos. Os veículos que tentavam passar corriam o risco de capotamento, devido ao abismo da serra, mesmo assim alguns veículos conseguiram passar, mas muitos motoristas decidiram esperar que o acesso fosse desimpedido e não se arriscou.

Por volta das 10h00min de hoje, quando nossa equipe chegou ao local, havia muitos carros na ladeira, esperando o transito ser liberado que aos poucos foi sendo liberado. O guincho teve problemas em puxar a carreta, havendo várias tentativas, após alguns estragos na rodovia conseguiu puxar a carreta.  

O motorista disse a nossa reportagem que estava vindo de Mossoró com destino ao Rio de Janeiro, onde faria a entrega da carga, mas ao chegar na divida da PB/RN teria se enganado e entrado para Luís Gomes/RN. 












Fonte: Sargento Andrade/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mãe e filha de 11 anos são atropeladas por motoqueiro bêbado


A Srª Severina Antônia de Oliveira Pereira, 48 anos,  foi atingida em cheio junto com a sua filha de 11 anos, por uma moto de placa BFR 0879. O acidente aconteceu por volta das 16h40 minutos no Bairro Encanto de Cima, no município do Encanto/RN.  O condutor chama-se José Gleid dos Santos Silva.

Segundo informações  alem da mãe e da criança, o condutor também foi socorrido para o HRCCA em Pau dos Ferros/RN, onde estão internados em observação medica.
O condutor da moto apresentava fortes sinais de embriaguez alcoólica e responderá na Justiça, após sua recuperação será interrogado pela Autoridade Policial.

Fonte: Nosso Paraná/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Dupla faz arrastão na zona rural de Dr. Severiano/RN, um é preso pela PM


Dois malévolos se encontravam praticando roubos por volta das 12:30 horas desta quinta-feira(22), em uma estrada carroçável no Sítio Lagoa do Arroz, zona rural de Dr. Severiano/RN.

A dupla havia tomado de assalto duas motocicletas,  sendo uma Honda, cor vermelha e uma Biz cor preta, dinheiro, celulares e outros pertences das vitimas, uma das vitimas  era um padre da região que foi reconhecido por um dos meliantes que fez ameaças caso o padre comunicasse o fato a Policia, uma pessoa percebeu a ação dos meliantes e avisou ao sargento Alves comandante do Policiamento de Dr. Severiano, que solicitou apoio ao Pelotão de São Miguel e Destacamento do Encanto/RN  e saíram a procura dos bandidos, em uma região serrana e de difícil acesso, com o conhecimento que o sargento Alves tem da região por volta das 14:30 horas um dos elementos foi localizado e preso no Sítio Santa Luzia, ainda na zona rural de Dr. Severiano/RN distante 4 km do local do fato, trata-se do cearense Robério Rocha Paulino ou  Robério Rocha da Silva, 44 anos, natural de Pereiro/CE, que tem mandando de prisão em aberto expedido pela Comarca de Pereiro/CE, inclusive já tendo trocado tiros com a  Policia cearense e escapado do cerco policial.

Robério estava desarmado e não reagiu à prisão, sendo  recambiado  para 4ª DRPC para as medidas cabíveis.

O  comparsa de Robério não foi  localizado  e os PMs sob o comando do Sargento Alves continuam em diligencias na região, alem de ter entrado em contato com a Policia cearense.

As motos e os objetos foram recuperados pela Policia.

Fonte: Nosso Paraná/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Romário comemora saída de Mano Menezes e pede Felipão para o lugar


Reconhecido crítico do trabalho do treinador Mano Menezes, demitido na tarde desta sexta-feira do comando da Seleção Brasileira, o ex-atacante Romário utilizou o Twitter para desabafar. O deputado federal (PSB-RJ) afirmou que "hoje é um dia histórico" e o que o brasileiro "tem que soltar fogos, fazer festa".

Na sequência de tuitadas, Romário pediu a contratação de Luiz Felipe Scolari para o comando da Seleção e a de Raí para o cargo de diretor de seleções. Contratado em 2010, Mano Menezes foi demitido do Brasil com uma campanha de 21 vitórias em 33 partidas com o time principal. Pela equipe olímpica, foram cinco vitórias e uma derrota nos Jogos de Londres-2012.

Fonte: Super Esportes/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Depoimento de adolescente diz que executor de Eliza recebeu R$ 5 mil pelo crime


O depoimento do adolescente Jorge Luiz, primo do goleiro Bruno, foi lido durante a abertura do último dia do julgamento de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e Fernanda Gomes, ex-namorada do goleiro. De acordo com o documento, lido pelo promotor Henry Vasconcelos de Castro, o executor contratado para matar Eliza Samúdio recebeu R$ 5 mil pelo serviço.

O documento diz, ainda, que Macarrão pediu ao adolescente que colocasse uma arma de fogo no carro em que eles buscaram Eliza, no dia 4 de junho de 2010. Na mesma data, Eliza teria pedido à Macarrão para que Bruno fizesse o exame de DNA em Bruninho para comprovar a paternidade, mas que Macarrão não passou a informação ao goleiro.

Henry Castro afirmou que o adolescente foi ouvido por seis vezes e que muitas informações sobre o sequestro e assassinato de Eliza foram mantidas. O promotor citou o trecho em que o primo de Bruno pediu para que ele se escondesse no banco de trás do veículo e teria dito para ele: “hoje vamos dar um susto nessa moça”.

O promotor também apresentou ao júri a quebra de sigilo telefônico de Jorge Luiz, Eliza Samúdio e Macarrão. As ligações feitas por Eliza comprovam que ela entrou em contato com Macarrão no dia do suposto sequestro e que depois fez uma ligação para Belo Horizonte. Depois,o telefone de Eliza não registrou mais nenhuma chamada. Para o promotor, Eliza foi logo rendida por Macarrão e Jorge e, por isso, ficou sem se comunicar com mais ninguém.

Fonte: Portal Pernambuco/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

TIM pode ser punida em R$ 7 milhões por demora em suspender promoção


A TIM poderá ser multada em cerca de R$ 7 milhões pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) porque não suspendeu a venda da promoção “Infinity Day” até as 23h59m do dia 18 de novembro de 2012. A expectativa é de que a empresa pare de comercializar o plano somente a partir do próximo domingo dia 25. A Anatel já abriu um processo administrativo contra a empresa por ela ter paralisado a oferta do plano. A medida cautelar com a proibição foi publicada pela agência no último dia 16 e previa multa de R$ 200 mil para cada dia de descumprimento da medida, em cada estado afetado pela promoção.

Na campanha “Infinity Day”, por R$ 0,50 por dia, o cliente pode falar por tempo ilimitado com qualquer número da mesma operadora. A promoção se estende ao DDI. Por R$ 1, é possível falar o dia inteiro com números da operadora. A promoção da TIM começou no dia 11 no interior de São Paulo, em Goiás, em Amazonas e em Mato Grosso. Atualmente, a promoção engloba 18 DDDs, que, juntos, atendem 18 milhões de clientes.

Na última segunda-feira, dia 19, representantes da TIM estiveram reunidos com o superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, pedindo prazo de 10 dias para suspender o plano. A alegação é de que dificuldades técnicas impedem que a paralisação seja feita de uma hora para outra. Ele disse que iria analisar o caso, mas que a medida cautelar continuava valendo.

A Anatel está na fase final de análise dos dados do Plano de Melhoria das empresas de telefonia móvel apresentado depois da medida cautelar em julho quando a agência suspendeu as vendas dos chips da TIM, Claro e Oi. Ela deverá apresentar um balanço dos primeiros três meses de ação das empresas que já aponta para uma redução na queda de chamadas e também um aumento em torno de 15% na instalação de antenas de celulares (estações rádio-base).

A agencia suspendeu a venda de chips da TIM (19 estados), Oi (cinco estados) e Claro (três estados) entre 23 de julho e 3 de agosto. Segundo a Anatel, a decisão teve como base uma análise nacional de indicadores sobre problemas com rede, interrupção de chamadas e má qualidade no atendimento.

Fonte: Agência O Globo/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Luis Fernando Verissimo respira com a ajuda de aparelhos e passa por hemodiálise


O escritor Luis Fernando Verissimo, 76 anos, permanece internado em estado grave devido a uma infecção ainda sem origem identificada. Veríssimo está em tratamento no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, desde a última quarta-feira. Ele está sedado, respirando com a ajuda de aparelhos e dependendo de hemodiálise, uma vez que a infecção afetou os rins.

De acordo com o último boletim médico, divulgado no início da manhã desta sexta-feira, Veríssimo responde satisfatoriamente ao tratamento. Segundo informações da hospital, o escritor chegou à unidade de saúde com sintomas semelhantes aos de uma gripe forte. Novo boletim médico deve ser divulgado até o final do dia.

Luis Fernando Verissimo, além de escritor, é jornalista. Ele é casado, tem três filhos e mais de 60 livros publicados. Ele é filho de Érico Veríssimo, um dos principais escritores brasileiros.

Fonte: Estado de Minas/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mano Menezes é demitido e não comanda mais a seleção brasileira


Técnico Mano Menezes deixa o gramado de La Bombonera acompanhado por policiais
O técnico Mano Menezes foi demitido no comando da seleção brasileira na tarde desta sexta-feira. O UOL Esporte apurou que a decisão sobre a saída do treinador já havia sido comunicada pela cúpula da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), via SMS, a outros integrantes da comissão técnica, como Carlinhos Neves, preparador físico do Atlético-MG. A entidade confirmou a informação em nota divulgada às 16h45 e acrescentou que toda a comissão técnica foi dissolvida. Os substitutos serão divulgados apenas em janeiro.

A decisão foi tomada em reunião realizada na FPF (Federação Paulista de Futebol) com o presidente da entidade, Marco Polo del Nero, e o mandatário da CBF, José Maria Marin. Mano assumiu a seleção brasileira jogo após a Copa do Mundo de 2010.

Segundo o Blog do Quesada, o diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, foi voto vencido e não conseguiu demover a decisão da dupla Marin-Del Nero. O presidente da entidade e o fiel escudeiro desde o início não esconderam a intenção de mudar o comando técnico da seleção.

O blog informou ainda que pelo menos três nomes agradavam mais que Mano: o pentacampeão Luiz Felipe Scolari, Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho.

O ex-técnico do Palmeiras está desempregado desde que deixou o comando da equipe alviverde e teve contribuição importante para o rebaixamento do clube para à Série B do Campeonato Brasileiro.

Já Muricy, cujo contrato com o Santos vai até o fim de 2013, manteve uma cláusula que lhe permite ser liberado para a seleção brasileira sem pagamento de multa rescisória.

Vanderley Luxemburgo teve boa temporada, mas acaba de renovar seu vínculo com o Grêmio para a próxima temporada.

Andrés Sanchez programou para esta sexta-feira uma entrevista coletiva para explicar os motivos que levaram a CBF a demitir Mano Menezes dois dias após a conquista do Superclássico das Américas contra a Argentina.

O UOL Esporte também apurou que Andrés, entusiasta do trabalho de Mano na seleção, deve seguir por enquanto como diretor de seleções, apesar da diferença de pensamento com Del Nero e Marin. 

Mano disputou 33 partidas a frente da seleção brasileira, e teve 21 vitórias, seis empates e seis derrotas, o que dá um aproveitamento de 69,69% (69 pontos de 99 disputados).

Leão havia sido o último demitido

Antes de Mano Menezes, o último técnico demitido no meio de um trabalho na seleção brasileira foi Emerson Leão, após fiasco na Copa das Confederações de 2001, quando perdeu para a Austrália e ficou na quarta colocação.

Naquela oportunidade, o hoje desempregado técnico não ficou nem um ano à frente do cargo. Substituiu Vanderlei Luxemburgo, que havia sido demitido depois dos Jogos Olímpicos de 2000.

Depois de Leão, Luiz Felipe Scolari assumiu o cargo e foi até a Copa do Mundo de 2002, quando foi campeão. Quis sair para assumir o comando da seleção portuguesa. Foi substituído por Carlos Alberto Parreira, que fez trabalho de quatro anos, até o fim da Copa de 2006.

Depois do tetracampeão, Dunga assumiu o comando e foi até o final da Copa de 2010, sendo substituído por Mano.

Fonte: Uol Copa do Mundo/Cidade News itaú
Leia Mais ››

PF desarticula organização criminosa infiltrada em órgãos federais


A Polícia Federal (PF) desencadeou na manhã desta sexta-feira (23) uma operação em São Paulo – capital e interior – e em Brasília para desarticular uma organização criminosa infiltrada em órgãos federais. A Operação Porto Seguro cumpre seis mandados de prisão e 43 de busca e apreensão na capital paulista, além de Cruzeiro, Dracena, Santos e Brasília.

Nota divulgada pela PF informa que a “organização criminosa” se infiltrou em órgãos federais para obter pareceres técnicos falsos. O objetivo da ação seria “beneficiar interesses privados”.

Ainda segundo a nota, o inquérito foi aberto em março de 2011. A denúncia partiu de um servidor do Tribunal de Contas da União (TCU) “que se viu envolvido num esquema no qual foram oferecidos R$ 300 mil para que elaborasse um parecer técnico para beneficiar um grupo empresarial do setor portuário”.

Na nota, a PF esclarece que o grupo de servidores públicos e agentes privados tinham a intenção de cooptar funcionários de órgãos públicos para acelerar o andamento de procedimentos técnicos ou elaborar pareceres para beneficiar os interessados do esquema criminoso.

“Os investigados responderão, de acordo com suas ações, pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha, tráfico de influência, violação de sigilo funcional, falsidade ideológica e falsificação de documento particular, cujas penas podem ir de dois a 12 anos de prisão”, relata a nota.

Toda a investigação foi conduzida pela Superintendência da Polícia Federal de São Paulo. Os responsáveis pela investigação darão coletiva à imprensa no início da tarde.

Entre os órgãos federais investigados figuravam autoridades da Agência Nacional de Águas (ANA), da Agência Central dos Correios e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Em nota, a ANA informou que a operação “restringiu-se ao interior do gabinete do diretor Paulo Rodrigues Vieira, para coleta de documentos”. Segundo assessoria da Anac, a operação da PF cumpriu mandados de busca e apreensão de documento. Foram coletados arquivos e documentos de apenas um servidor que não teve o nome revelado.

Da Agência Brasil/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Prédio da Controladoria Geral do Município é alvo de invasão e furto


O prédio da Controladoria Geral do Município, localizado no bairro Petrópolis, foi alvo de invasão e furto. O fato foi descoberto por volta das 7h40 desta sexta-feira (23). Um notebook foi roubado. A informação foi passada pela assessoria da Prefeitura de Natal, através de um comunicado à população.

De acordo com a prefeitura, a Controladoria acionou a Secretaria Municipal de Defesa Social, que por sua vez acionou a Polícia Civil e solicitou a realização de perícia técnica para investigar o delito. "O trabalho de investigação e de perícia ajudará, inclusive, a comprovar se houve furto de documentos", diz a nota.

Para garantir a integridade do ambiente e a coleta de provas e evidências, o expediente foi suspenso, assim como o acesso ao local. "A Prefeitura Municipal do Natal lamenta e deplora tal fato, informa que colaborará com a investigação e reafirma seu compromisso com a transparência e a legalidade", finaliza.

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia divulga retrato falado de assassino de contraventor e PM em Natal

Retrato falado foi feito a partir de descrições de testemunhas do assassinato (Paulo de Sousa/DN/D.A.Press/Reprodução)
Retrato falado foi feito a partir de descrições de testemunhas do assassinato


A Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) divulgou nesta sexta-feira (23) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o contraventor Gilberto Tavares da Silva e o cabo PM Sérgio Henrique dos Santos em 22 de agosto deste ano. Segundo o delegado Roberto Andrade, que investiga o caso, ainda não há informações suficientes que levem ao autor do crime.

Roberto Andrade garante, porém, que pelo menos duas hipóteses já foram descartadas: o de possível crime passional ou ligação com agiotagem. "Descartar essas linhas nos ajuda a trabalhar melhor outras motivações", comenta o delegado, sem revelar que hipótese seria a mais forte.

O retrato falado foi feito a partir das descrições de testemunhas. O delegado, no entanto, acredita que as testemunhas têm medo de revelar o autor do duplo assassinato. "Pode ser que não tenham coragem por temerem ser os próximos.

Segundo relatos de testemunhas repassadas à polícia à época do crime, Gilberto Tavares e o cabo PM Sérgio Santos estavam na Rua João Carlos, no Alecrim, saindo de uma das sedes do jogo do bicho em Natal, que supostamente pertencia ao primeiro. Por volta das 20h, logo após entrarem no veículo, uma Toyota Hilux SW4 preta, foram abordados por um homem gordo e careca. O executor atirou no mínimo cinco vezes contra o PM, que estava no banco do motorista.

O bicheiro ainda tentou fugir, mas também foi atingido por diversos tiros. Gilberto ainda chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a perícia, todos os tiros foram disparados por uma pistola de calibre 380 milímetros. Em virtude das circunstâncias do crime, a polícia descartou a possibilidade de latrocínio - roubo seguido de morte.

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Sala para Monitoramento de Riscos e Desastres Naturais é inaugurada no RN


 (Divulgação)
Foi inaugurada na última terça a Sala de Situação para Monitoramento de Riscos e Desastres Naturais. A estrutura, instalada na Secretaria de Meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH),tem por objetivo monitorar variações de tempo, de solo, situações hidrológicas e a disponibilidade hídrica dos reservatórios do estado, podendo assim alertar com antecedência a possibilidade de inundações e secas.

A rede de monitoramento é composta por 17 estações automáticas que enviam informações de possíveis chuvas e situação volumétrica de açudes e rios. As informações são enviadas aos técnicos na central para que eles façam suas avaliações. As estações estão localizadas ao longo das bacias do Apodi/Mossoró e Piranhas/Açu que estão sendo monitoradas porque também irão receber as águas da transposição.

Com as informações de chuvas e de modelos hidrogeológicos que chegam ao sistema, é possível simular por exemplo a vazão de um rio, e assim os técnicos da “sala de situação” podem apontar em quanto tempo a inundação chegará a uma área de risco. “O trabalho de monitoramento é permanente e extremamente necessário para a Gestão de Recursos Hídricos”, ressalta a coordenadora de gestão de recursos hídricos da Semarh, Joana D’arc Medeiros.

A operação da sala se dará através de uma parceria entre Semarh, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (EMPARN).

Para o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Gilberto Jales, a “Sala de Situação” significa um avanço significativo para o monitoramento ao utilizar equipamentos de ponta. “Os fenômenos serão acompanhados em tempo real, assim teremos precisão nas informações e em caso de necessidade, as medidas preventivas poderão ser tomadas com maior agilidade”, disse Gilberto. 

Fonte/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ex-prefeito de Jundiá-RN é condenado a ressarcir R$ 250 mil ao erário municipal


A Primeira Câmara de Contas em sessão de quinta-feira(22), condenou o ex-prefeito de Jundiá, Manoel Luiz do Nascimento, a ressarcir aos cofres municipais a quantia de  R$ 252.436,93, em razão da realização de despesas não comprovadas, concernente a prestação de contas do 2º ao 6° bimestre de 2002. O processo foi relatado pela conselheira Maria Adélia Sales que votou, ainda, pela remessa dos autos para apuração de possíveis ilícitos penais e/ou atos de improbidade administrativa pelo Ministério Público Estadual.

MAIS QUATRO DEVEM RESSARCIR

A conselheira Adélia Sales ainda relatou processo da prefeitura de Porto do Mangue, prestação de contas do exercício de 2004, responsabilidade do Sr. José Nazareno do Nascimento. O voto foi pela restituição de R$ 18.783,05, referente ao pagamento indevido de multas, juros e taxas, e despesas sem comprovação, valor a ser ressarcido através do seu espólio, representado pela sra. Maria do Carmo do Nascimento. De Jardim de Angicos, documentação comprobatória de despesa referente a 1999, responsável Carmelita Carmem de Lima. Voto pela restituição de R$ 10.726,00, em razão dos valores despendidos sem destinação específica.

Da prefeitura de Tibau do Sul, prestação de contas do 1° semestre do exercício de 2003, responsável Valmir José da Costa. Voto pelo ressarcimento de R$ 120.528,89, ante a omissão do dever constitucional de prestar contas e de Currais Novos, documentação comprobatória de despesas do exercício de 2004, responsável Geraldo Gomes de Oliveira.  A decisão foi pelo ressarcimento de R$ 29.982,00, pela realização de despesas sem comprovação.

O conselheiro Carlos Thompson relatou processo da Prefeitura de Riachuelo, Documentação Comprobatória de Despesa referente ao 1°, 2° e 3° bimestres de 2002, sob a responsabilidade do Sr. José Marcílio Pessoa. O voto foi pela irregularidade, com ressarcimento de R$ 20.153,79, referente a fracionamento de despesas para aquisição e distribuição de gêneros alimentícios, sem prova da destinação específica e aquisição de passagens aéreas sem motivação.

O conselheiro Marco Montenegro relatou processo da Câmara municipal de Guamaré, apuração de responsabilidade referente ao exercício de 2002, a cargo do Sr. Antônio Carlos da Silva. O voto foi pela aplicação de multa no valor de R$ 12.240,00, em razão do atraso na entrega do Relatório de Gestão Fiscal de 2002 e prestação de contas do 3° bimestre. Da prefeitura de Rafael Godeiro, prestação de contas de 2004 e 2005, responsabilidade de Abel Belarmino de Amorim Filho e Ludmila Carlos Amorim de Araújo. O voto foi pela aplicação de multa de R$ 42.940,00 e R$ 12.710,00, referente aos atrasos nas entregas das prestações de contas dos referidos anos.

Fonte: TCE-RN/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Justiça Federal recebe ação de improbidade contra prefeita de Sítio Novo, membros da comissão de licitação e advogado


A Justiça Federal no Rio Grande do Norte recebeu na segunda-feira, 19 de novembro, a ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal contra a atual prefeita do município de Sítio Novo, Wanira de Holanda Brasil; o presidente da Comissão Permanente de Licitação, Jeová Batista de Paiva; o então assessor jurídico do município Verlano de Queiroz Medeiros; e outros 12 processados (lista abaixo).

De acordo com a decisão do juiz Janílson Bezerra de Siqueira, titular da 4ª Vara Federal, constam indícios suficientes e individualizados de atos irregulares, da parte de Wanira de Holanda Brasil, Jeová Batista de Paiva, Janiere Ferreira de Lima, José Ronilson Lourenço de Carvalho, integrantes da Comissão permanente de Licitação; Verlano de Queiroz Medeiros, advogado parecerista por duas oportunidades no convênio sob análise; e os demais réus. Em outro ponto da decisão, o juiz destaca que constam, também, sérias suspeitas de fraude no processo licitatório, com a participação decisiva dos réus mencionados.

A partir de agora, os réus têm um prazo de 15 dias para apresentar defesa.

Acusação - De acordo com a ação civil pública no Ministério Público Federal, o grupo é acusado de se juntar para fraudar a documentação destinada a contratar empresa para construir um açude comunitário. O prejuízo ao erário chegaria ao total de R$ 145 mil. O relatório de fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU), depois de apurações in loco, constatou os indícios de montagem fraudulenta do Convite nº 018/2006, bem como de dano ao erário por superfaturamento e desvio de recursos do convênio. A partir da documentação da CGU foi possível ao MPF/RN chegar à conclusão da existência de provas suficientes de que, nos anos de 2006, 2007 e 2008, foi executado em Sítio Novo um sofisticado esquema de fraudes em licitações.

O modus operandi consistia, em síntese, na contratação direta das empresas envolvidas após prévio ajuste com os agentes municipais. Para maquiar as irregularidades, os processos eram montados com o revezamento das beneficiárias do esquema, na qualidade de falsas concorrentes, inclusão de empresas fantasmas e a omissão, intencional e predeterminada, de várias formalidades legais que poderiam garantir a segurança e lisura do certame, destaca o procurador da República Rodrigo Telles de Souza.

Para o MPF/RN, é dever fundamental de quem trabalha com a coisa pública preservar o patrimônio público e utilizá-lo de forma correta. O comportamento dos envolvidos representa, no mínimo, grave violação aos princípios da moralidade administrativa, da economicidade, da obtenção da proposta mais favorável e da imparcialidade, eivada de notória desonestidade e deslealdade à União e ao Município de Sítio Novo. Isso é considerado ato de improbidade administrativa, argumenta o procurador.

Processados:

1) WANIRA DE HOLANDA BRASIL: prefeita do Município de Sítio Novo;
2) JEOVÁ BATISTA DE PAIVA: presidente da Comissão Permanente de Licitação do Município de Sítio Novo em 2006;
3) JANIERE FERREIRA DE LIMA: integrante da Comissão Permanente de Licitação do Município de Sítio Novo em 2006;
4) JOSÉ RONILSON LOURENÇO DE CARVALHO: integrante da Comissão Permanente de Licitação do Município de Sítio Novo em 2006;
5) VERLANO DE QUEIROZ MEDEIROS: Advogado, Assessor Jurídico do Município de Sítio Novo em 2006;
6) CLAUDIONOR FERREIRA DA COSTA: engenheiro civil;
7) JOSÉ AROLDO QUEIROGA DE MORAIS: engenheiro civil;
8) JOSÉ CLIDENOR DA ROCHA: secretário municipal de Transportes, Obras e Serviços Urbanos de Sítio Novo em 2006;
9) CONSTRUTORA PRIMOS LTDA.
10) JOSÉ DE NICODEMO FERREIRA: procurador da Construtora Primos Ltda. Em 2006;
11) JOSÉ DE NICODEMO FERREIRA JÚNIOR: sócio-administrador da Construtora Primos Ltda.;
12) VENEZA CONSTRUÇÕES LTDA.;
13) JOSÉ GILSON LEITE PINHO: sócio-administrador da empresa Veneza Construções Ltda.;
14) BASE CONSTRUÇÕES LTDA.;
15) FRANCISCO JOSÉ CIRIACO JÚNIOR: sócio-administrador da empresa Base Construções Ltda.;

Fonte: Cidade News Itaú com infromações da PR-RN
Leia Mais ››

Delegação potiguar inicia embarque para Olimpíadas Escolares em Cuiabá


Nesta sexta-feira (23), o primeiro de três grupos da delegação de 154 atletas do Rio Grande do Norte que participará da etapa de 15 a 17 anos das Olimpíadas Escolares iniciou o embarque para Cuiabá (MT), sede das competições. As disputas serão iniciadas neste domingo (25) e encerradas no próximo dia 8 de dezembro. Todos os atletas foram contemplados com passagens aéreas pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (SEEL).

O embarque do restante da delegação potiguar ocorrerá na próxima quinta-feira (29), com a viagem das delegações de ciclismo, futsal, natação, vôlei de quadra e xadrez. No dia 3 de dezembro, embarcam os representantes do basquete e handebol. As viagens atendem ao calendário de cada modalidade estabelecido pela competição, tanto das categoria masculina como feminina. O RN será representado pelas modalidades de atletismo, natação, ginástica rítmica, judô, taekwondo, ciclismo, xadrez, vôlei de praia, basquete, vôlei de quadra, futsal e handebol.

A primeira fase dos jogos, para estudantes de 12 a 14 anos, foi realizada em setembro deste ano em Poços de Caldas (MG) e o Rio Grande do Norte teve a sua melhor participação na competição. Foram 10 medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e sete de bronze. Os destaques foram para Lucas Maciel, que garantiu o posto mais alto do pódio na natação ao vencer a prova de 100m peito e quebrar o recorde da prova. Além dele, o enxadrista Francisco Muniz também garantiu o ouro.

Olimpíadas Escolares

As Olimpíadas Escolares são o maior evento de esporte estudantil do país. Para mensurar a importância das competições, os jogos já revelaram 17 atletas para o Time Brasil nas Olimpíadas de Londres, ocorrida neste ano. O evento foi o responsável pelo surgimento de medalhistas olímpicas como as judocas Sarah Menezes e Mayra Aguiar, das finalistas olímpicas Rosângela Santos e Ana Claudia Lemos, do atletismo, e do semifinalista Leonardo de Deus, da natação. Além destes, atletas de handebol, futebol feminino e basquete deram seus primeiros passos esportivos nas Olimpíadas Escolares.

Fonte: Cidade News Itaú com informações da Assessoria da Assecom-RN
Leia Mais ››

Governadora Rosalba Ciarlini autoriza construção de estrada em Pau dos Ferros


Nesta segunda-feira (26), a governadora Rosalba Ciarlini assina a Ordem de Serviço para a construção da BR-226, trecho RN-177/Divisa com o Ceará, passando pelo município de Paus dos Ferros. A solenidade será realizada na Câmara Municipal de Pau dos Ferros, às 9 horas, e contará com a presença de autoridades locais.

A obra contempla a construção de 31 quilômetros de estrada e conta com recursos da ordem dos R$ 50 milhões. A empresa responsável pela execução da obra é a EIT – Empresa Industrial Técnica S/A.

A chegada de mais essa estrada é de grande importância para a expansão de toda a malha rodoviária do Rio Grande do Norte, uma vez que a BR-226 faz a ligação entre a capital potiguar e as demais regiões do estado, especialmente no Alto Oeste, uma das regiões mais populosas do RN, que faz divisa com o Ceará e a Paraíba. A obra está prevista para ser concluída em junho de 2013.

Fonte: Cidade News Itaú com informaçao da Secopa - DER-RN
Leia Mais ››

Governadora recebe diretores de empresa dinamarquesa do ramo de energia eólica


A governadora Rosalba Ciarlini recebeu na manhã desta sexta-feira (23) os diretores da Vestas, empresa dinamarquesa com atuação no ramo da energia eólica, considerada a maior fabricante de aerogeradores do mundo. A Vestas dedica-se ao desenvolvimento, manufatura, venda e manutenção de aerogeradores.

“Esta reunião é o resultado do trabalho que o Governo do Estado vem desenvolvendo desde o começo desta gestão, de atrair grandes empresas para o RN”, disse a Governadora. “Neste encontro apresentamos o nosso potencial, os incentivos fiscais e colocamos à disposição a nossa mão de obra. O importante é que a gente possa agregar valores à indústria, que vai gerar emprego e renda”.

A Vestas está interessada em instalar uma unidade no Rio Grande do Norte. “Estamos estudando quais são as possibilidades da nossa empresa, com sua estrutura fabril, se estabelecer no Rio Grande do Norte. Precisamos atender as novas regras do BNDS quanto às localizações dos nossos equipamentos”, disse Paulo Gaspar Soares, gerente geral da Vestas, se referindo ao Finame, uma linha de crédito (a juros baixos) oferecida pelo BNDES aos fabricantes de equipamentos eólicos.

“Recebemos informações favoráveis e a oferta de um terreno em João Câmara. Vamos analisar se ele é adequado às nossas necessidades, porque nós estamos falando de equipamentos muito pesados, de 80 a 100 toneladas. Por isso, a estrutura é muito importante para nós. Vamos avaliar tudo o que foi apresentado e precisamos ter uma decisão rápida”, concluiu.

O BNDES está estudando a mudança na metodologia da linha Finame. Hoje, eles precisam comprovar um índice de nacionalização de 60%. Pela nova regra, algumas peças específicas precisarão ser produzidas no Brasil. A ideia é que a quantidade de peças específicas obrigadas a serem fabricadas no país aumente gradativamente ao longo dos anos.

A Governadora destacou a importância de uma empresa deste ramo, em questão de logística, se instalar próximo aos parques eólicos. A Vestas já fornece 80% do que existe de energia eólica ao RN com a perspectiva do fornecimento chegar aos 90%. “Nós estamos otimistas de que a decisão, que depende de outras questões que serão analisadas pela própria empresa, seja favorável ao nosso Estado”, finalizou a Governadora.

A reunião contou com a presença dos secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato; e da Tributação, José Airton; do prefeito de João Câmara, Ariovaldo Targino; dirigentes da CTgás, Potigás, Fiern, entre outros dirigentes da empresa.

Fonte: Cidade News Itaú com informações da Assessor de Comunicação
Leia Mais ››

Pistoleiro Cearense preso pela Policia Civil de Barauna


Agentes da Polícia Civil de Baraúna, comandada pelo Bacharel Ricardo Adriano de Medeiros, prenderam em Baraúna, por força de mandado de Prisão expedido pela Justiça do Ceará, o perigoso elemento acusado estar diretamente relacionado à prática de varios homicídios ocorridos nos Estados do Rio Grande do Norte e Ceará e um assalto no interior do Ceará em que teria sido levada a quantia aproximada de R$ 80.000,00 referente ao pagamento dos funcionários da Prefeitura daquela cidade. 

José Rosivan Felix, "Vaim" 33 anos de idade, natural da cidade de Iracema e sem residencia fixa, foi preso acusado de uma tentativa de homcidio na cidade de Iracema, onde cumpria pena e fugiu do presidio da cidade no dia 06 de Outubro de 2012.

* Em Mossoró - José Rosivan, é acusado pela morte de "Isaías Soares dos Santos", "Baiano" 27 anos de idade, morto na Rua Dolores do Carmo Rebouças, no dia 13 de Outubro;

* Em Barauna - Pela morte de "Marcio Roberto da Silva Fernandes" de 36, morto na calçada de uma padaria, na Avenida principal da cidade no dia 14 de Outubro de 2012. Ainda em Barauna, o mesmo é acusado por outras ações criminosas. Ele nega.

Os crimes atribuidos a "Vaim" nas cidades por onde se esconde, pode chegar a 30 homicidios, segundo informações de populares. O mesmo foi ouvido na Delegacia Especializada em Homicidio de Mossoró e conduzido para a cidade de Iracema no estado do Ceará, onde existe um mandado de prisão contra o mesmo.

Vaim estava na companhia de "José Marcos de Oliveira Souza" de 25 anos de idade, residente no Bairro Quixabeirinha em Mossoró, que foi conduzido para averiguações na delegacia de Baraúna. José Marcos foi conduzido pelos policiais da cidade de Iracema. Os dois individuos foram flagranteados naquela cidade pelo crime de Roubo do pagamento da Prefeitura da cidade. 

o Delegado Ricardo Adriano de Medeiros, juntamente com toda a Equipe da Polícia Civil de Baraúna, reafirma o compromisso de dar continuidade às investigações referentes aos crimes cometidos neste município, no intuito de ajudar a Justiça a condenar quem mereça ser condenado, e inocentar quem mereça ser inocentado. Tudo isso no intuito de prestar o melhor serviço à população, bem como promover a paz e a tranquilidade que ela merece.





Fonte: O Câmera/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Palmeiras perde quatro mandos de campo e leva multa por mau comportamento da torcida


Torcedor do Palmeiras se desespera após resultado ruim de seu time
O Palmeiras já tem mais um grande problema para a próxima temporada. Rebaixado para a Série B, o time pegou uma punição de quatro jogos sem mando de campo e multa de R$ 30 mil por conta de incidentes provocados pela torcida no jogo contra o Botafogo no dia 4 de novembro.

Havia o temor de que o clube perdesse até 20 mandos de campo, mas os auditores do Superior Tribunal de Justiça Desportiva preferiram aplica uma pena mais branda.

O STJD entendeu nesta sexta-feira que o clube paulista não foi capaz de impedir os distúrbios entre torcedores e policiais durante o duelo em Araraquara.  Os últimos jogos do Palmeiras no Brasileiro aconteceram no interior paulista também por causa de um gancho decorrente do mau comportamento da torcida.

A nova punição obrigará a equipe a jogar longe 100 km da cidade de São Paulo partidas do próximo campeonato nacional de que participar. Ela será cumprida na Copa do Brasil ou na Série B, a depender de qual torneio começar primeiro para o time.

No jogo contra o Botafogo, depois do empate em 2 a 2, uma parte da torcida alviverde entrou em confronto com quatro policiais militares e chegou a ferir alguns. De acordo com a súmula da partida, até uma bomba foi lançada pelos palmeirenses dentro do estádio da Fonte Luminosa perto da localização da PM.

Durante o julgamento nesta sexta, a defesa palmeirense argumentou que o clube não teria responsabilidade sobre os distúrbios, já que teria feito um boletim de ocorrência logo depois do episódio.

“Foi um jogo absolutamente limpo e emocionante, em que o Palmeiras empatou no último minuto. Assisti ao jogo pela televisão e não soube de confusão alguma. E o que exclui o Palmeiras de culpa nesse caso? O parágrafo terceiro do artigo 213 diz que a repressão do fato e boletim de ocorrência eximem o clube de tal infração", disse o advogado José Mário Couto. A declaração foi publicada pelo site Justiçadesportiva.com.

“O que se pretende é fazer o Palmeiras jogar toda a Série B toda fora de seu estádio? É uma questão de justiça e de razoabilidade", completou o defensor.

Os auditores não aceitaram o argumento da defesa. O clube foi punido e começará seu calvário na próxima temporada já em situação complicada e longe de sua torcida. 

De acordo com o presidente da sessão Paulo Bracks, a única solução para o Palmeiras não ser mais punidos por causa da torcida é jogar longe de São Paulo e de portões fechados. "O clube falhou na prevenção, porque deixou uma bomba entrar no estádio e falhou na repressão", afirmou Bracks.

Fonte: Uol Esporte/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Macarrão foi 'protagonista' da morte de Eliza, e ex de Bruno 'teve papel relevantíssimo', diz promotor


Em sustentação que durou cerca de duas horas e dez minutos, o promotor Henry Castro afirmou que Luiz Henrique Romão, o Macarrão, foi “protagonista” dos crimes cometidos contra Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Souza.

“Eliza não teria sido sequestrada e morta se não fosse o poder nos bastidores exercido por esse facínora. Por que Bruno não iria botar a mão na massa por estar cercado de evidências em razão de sua condição”, disse o promotor.

A sustentação do promotor baseou-se no depoimento de Jorge Rosa, primo de Bruno, menor à época dos fatos, que relatou à polícia e à Justiça como se deu o sequestro e morte de Eliza Samudio. Castro também utilizou os registros telefônicos dos acusados, que apontam contradições no interrogatório de Macarrão e de Fernanda Castro, ex amante de Bruno.

Durante sua fala, o promotor fez duras críticas aos advogados de defesa, que, segundo ele, pressionaram envolvidos no caso, como o primo de Bruno, Sérgio Rosa Salles, a mentir e mudar a versão que tinham dado sobre a morte de Eliza.

Ao apontar Macarrão como protagonista, o promotor pediu aos jurados a condenação dele pelos quatro crimes a que é acusado --sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

O acusador usou registros de telefonemas entre Macarrão e Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, em 10 de junho de 2010, dia em que o ex-braço direito de Bruno confirmou ter levado Eliza até a Toca da Raposa (CT do Cruzeiro), a mando do goleiro, mesmo a contragosto, segundo ele.

Castro disse que a confissão de Macarrão, que confirmou, em seu interrogatório, ter levado Eliza para ser morta, e apontou Bruno como o mandante, é “relevante”, mas não era necessária para o Ministério Público para pedir a condenação do réu.

“Nós não precisávamos da confissão de Macarrão. Todavia essa confissão é relevante, apesar de parcial. Temos a revelação, por parte dele, de alguém no processo que, de fato, esse mando partiu de Bruno”, disse.

A informação contraria o interrogatório de Macarrão, que disse que não sabia e nem procurou quem esperava Eliza no local. O acusado sustentou também que não conhecia Bola pessoalmente e que conversava com ele esporadicamente por telefone, porque o filho de Bola queria ser jogador de futebol.

Segundo Castro, Macarrão e Bola encontram-se às 20h52 na Pampulha. De lá, foram para a casa de Bola em Vespasiana, onde Eliza foi morta. “Chegaram lá para serem mortas Eliza e a criança. O Bola tem uma ética marginal, mas ele, todavia, era da Polícia Civil, então os parâmetros éticos dele não coincidem exatamente com o dos outros marginais. Portanto, ele disse: ‘a crianças eu não mato’

Para o promotor, Bola avisou Macarrão que a polícia faria buscas pelo filho de Eliza no sítio de Bruno em Esmeraldas (MG). “Bola é um ex-policial civil, que tem muitos amigos na Polícia Civil. Bola soube da movimentação policial e avisou Macarrão, que em seguida fez um contato telefônico para Dayanne, que rapidamente tirou a criança do sítio de Bruno.”

O promotor citou Bruno como o mandante:  “o motivador desses delitos é o Bruno. Bruno que não queria pagar pensão, que não queria pagar aluguel. Ele envolveu os amigos, as mulheres, os primos, os carros, os imóveis do Bruno. Como Bruno não poderia estar envolvido nisso?”, diz o promotor.

Com relação à Fernanda Castro, o promotor afirmou que ela teve “papel relevantíssimo” no sequestro que culminou no desaparecimento de Eliza Samudio.

Henry Castro disse que a ré “já sabia que Eliza seria sequestrada” e, por esta razão, ela tomou a iniciativa de ligar para Jorge, que estava com Macarrão, planejando o sequestro de Eliza, no dia 4 de junho de 2010.

“Macarrão não ligou para ela, ela teve iniciativa de fazer o contato telefônico com Jorge. Após o contato telefônico realizado quando já sujeita Eliza ao sequestro, Fernanda vai ao local do cativeiro”, disse o promotor.

“Que mãe iria abandonar o seu filho com uma mulher desconhecida, loura exuberante, uma rival amorosa?”, disse o promotor, referindo-se ao interrogatório de Fernanda, que disse ter cuidado do filho de Eliza enquanto esteve com ela na casa de Bruno, entre 4 e 5 de junho de 2010. 

Castro chamou Fernanda de “dissimulada” durante a sua sustentação. “Não consigo entender como alguém consegue verter tantas lágrimas hipócritas como aquela mulher”, disse o promotor.

Fonte: Portal Uol/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Pai recupera recém-nascido vendido pela mãe por R$ 300


Uma mulher que até o momento teve apenas o primeiro nome divulgado (Suely), moradora de São Pedro do Ivaí, norte do Paraná, foi denunciada pelo próprio marido após supostamente vender o próprio filho recém-nascido por R$ 300. A polícia conseguiu recuperar a criança, que estava com uma família do Mato Grosso do Sul.
O homem relatou que deixou a esposa grávida em São Pedro do Ivaí e foi viajar a trabalho, quando voltou para ver o filho, ela não estava com a criança. O menino teria nascido no dia 3 de novembro e a mulher efetuou a suposta venda no dia 7, em Jandaia do Sul.
A compradora seria uma mulher de Glória de Dourado (MS), que conheceu a mãe do bebê pelo facebook. “O que nós sabemos é que a mãe, em conversa pela internet, combinou com a mulher a venda da criança. A compradora tinha perdido o filho no sexto mês de gestação e, em seguida, fantasiou uma gravidez por motivos que ainda são investigados. Após tudo acordado, ela veio do Mato Grosso, as duas se encontraram em Jandaia, e no local registraram a criança e finalizaram a negociação”, afirmou o delegado de Jandaia do Sul, Ítalo Sega, ao jornal Tribuna do Norte.
Após a denúncia, o delegado e o superintendente Laércio Rodrigues viajaram para o Mato Grosso do Sul e retornaram na madrugada desta quinta-feira (22), trazendo o bebê. A criança de apenas 18 dias já foi entregue ao pai.
A mãe disse ao Conselho Tutelar que sofreu de depressão pós-parto e que passa por tratamento psicológico. Nem ela nem a mulher que recebeu o bebê foram presas.  A mãe vai responder pelos crimes de abandono de incapaz e adoção ilegal. Já a outra mulher, por adoção ilegal e subtração de incapaz. 

Fonte: Portal Uol/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Praia em Manaus pode ser interditada após 13 mortes


O Ministério Público do Amazonas recomendou ontem a interdição imediata de um trecho da praia da Ponta Negra, a maior área de lazer popular da cidade de Manaus, onde 13 pessoas --incluindo uma criança-- morreram afogadas nos últimos cinco meses.

A Promotoria baseou-se em um laudo técnico do Serviço Geológico do Brasil, ligado ao Ministério de Minas e Energia, que também recomendava que a Prefeitura de Manaus interditasse a praia.

O documento afirma que um aterro feito pela prefeitura provocou bancos de areia e buracos com profundidade superior a seis metros.

"O banhista está com água na cintura e, de repente, entra numa vala", afirma o engenheiro André Luís Martinelli dos Santos, autor do estudo. Segundo ele, o aterro está totalmente irregular.

A obra fez parte de um pacote de revitalização da praia ao custo de R$ 29 milhões, promessa de campanha do prefeito Amazonino Mendes (PDT). A praia natural recebeu 2,4 mil metros cúbicos de areia, para não ser coberta pelas águas do rio Negro.

As mortes começaram a ser registradas no mês de julho, após a inauguração do aterro. O Corpo de Bombeiros chegou a interditar o local, mas recuou.

AFOGADOS

O secretário municipal de Planejamento Urbano, Manoel Ribeiro, declarou à imprensa local que os mortos eram bêbados.

"Os caras bebem e vão mergulhar. É claro que vão morrer afogados. A prefeitura não pode ser babá de bêbados", afirmou Ribeiro.

O Ministério Público cobra que a prefeitura corrija o problema e diz que, se a recomendação não for acatada, entrará com uma ação na Justiça. Procurada, a prefeitura não se manifestou.

Fonte: Folha de São Paulo/Cidade News Itaú
Leia Mais ››