RÁDIO CIDADE AO VIVO

quarta-feira, maio 22, 2013

Vereador e mais quatro são presos no Sul suspeitos por fraude de leite


Mais cinco pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (22), no Rio Grande do Sul, na segunda parte da Operação Leite Compen$ado, que investiga a adulteração do leite. Entre elas está um vereador que, segundo os promotores, estava se preparando para fugir para a Argentina.

A ação foi desencadeada pelo MPE (Ministério Público Estadual) e pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), com auxílio da Brigada Militar e da Polícia Civil. Cinco mandados de prisão e seis de busca e apreensão foram executados nas cidades de Horizontina (504 km de Porto Alegre), Rondinha (344 km de Porto Alegre) e Três de Maio (488 km de Porto Alegre), no norte gaúcho.

Em Rondinha, foram presos os irmãos empresários Antenor Pedro Signor e Adelar Roque Signor, o caminhoneiro Odirlei Focalli e o veterinário Daniel Riet Villanova. De acordo com o MPE, os irmãos Signor foram responsáveis pela adulteração de 113,5 mil litros de leite, utilizando ureia com formol em sua fórmula, entre 5 de fevereiro e 8 de maio deste ano.

A grande parte do produto adulterado foi entregue em um posto de recolhimento na cidade de Selbach (288 km de Porto Alegre), na região. Lá, eles agiriam em conluio com o veterinário Daniel Riet Villanova. Já outra parte do produto foi descarregada em Taquara (72 km de Porto Alegre), no início deste mês. Eles serão denunciados por adulteração de alimentos e formação de quadrilha.

Poço de resfriamento
Já em Horizontina, os investigadores encontraram em uma propriedade do vereador Larri Lauri Jappe (PDT) três toneladas de ureia e resquícios de adulteração em uma carga de leite. Jappe possui um poço de resfriamento do produto que teria sido feito com dinheiro público.

Além disso, ele estaria duplicando a planta do local com verba do Ministério da Agricultura, o que está sendo investigado pelo MPE, conforme uma fonte do órgão.

Nessa segunda-feira (20), a Justiça do Rio Grande do Sul aceitou a denúncia do MPE contra onze suspeitos de envolvimento no esquema,na cidade de Ibirubá (300 km de Porto Alegre) e dois em Guaporé (192 km de Porto Alegre).

Reprodução Cidade News Itaú

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!