RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

quinta-feira, janeiro 10, 2013

Itauense comete suicídio por enforcamento

Na manhã desta quinta-feira (10) o Sr. João Simão de Araújo Neto , 28 anos, mais conhecido por João Gago, morador da rua Rita de Lima Maia, bairro Nossa Senhora do Desterro (Parabólica) cometeu suicídio por enforcamento em uma árvore (goiabeira) no quintal de sua residência.

De acordo com informações colhidas por nossa reportagem com os familiares da vítima, o mesmo havia chegado em casa por volta das 2:30h da madrugada desta quinta-feira, dizendo que ia dormir no quintal da residência, informando a dona da casa que hoje era o último dia que ele dava trabalho, foi quando por volta das 5:40h a esposa encontrou o mesmo pendurado com uma corda no pescoço de joelhos próximo a rede que o mesmo dormiria.

O sr. João Simão deixa esposa e 03 filhos menos de 10, 06 e 02 anos, respectivamente.

O Soldado Ranilson fez o isolamento do corpo, enquanto esperava a chegada do ITEP, que fez a remoção até a sede do órgão para perícia, em seguida liberado para sepultamento.

Sepultamento:

O sepultamento do Sr. João Gago acontecerá amanhã às 8h no cemitério São Miguel Arcanjo em Itaú-RN.











Créditos da Foto: Pepeta

As fotos publicadas foram autorizadas pela família.

Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Caso F Gomes: TJRN nega novo pedido de liberdade para o “Gordo da Rodoviária”


Lailson Lopes, permanecerá preso à disposição da Justiça
O comerciante Lailson Lopes, o “Gordo da Rodoviária”, que está preso no Centro de Detenção Provisória em Patu/RN, acusado de ser um dos mandantes da morte do jornalista F. Gomes, teve outro pedido de Habeas Corpus, negado pelo Tribunal de Justiça. A decisão do TJRN, saiu, às 08 horas da manhã desta quarta-feira, (08). A decisão foi do juiz convocado, Francisco Assis Brasil.

A advogada do réu, Maria da Penha Batista, ingressou com o pedido de liberdade para seu cliente no mês de dezembro passado. Ela alegou que Lailson Lopes, estava sofrendo constrangimento ilegal por parte do Juiz da Vara Criminal da Comarca de Caicó, Luiz Cândido Villaça, dizendo que em síntese, que havia excesso de prazo, uma vez que o Lailson, foi preso preventivamente na data de 22/02/2011, pronunciado em 03/08/2011, e até o momento não fora submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri.

Lembrou ainda que “a instrução criminal não é complexa, não há diligências difíceis de serem realizadas, as testemunhas residem todas na região podendo ser encontradas sem maiores problemas, é um crime frequente, semelhante a tantos outros já julgados por esta Vara”, além do que, a demora da instrução não pode ser atribuída à defesa, e que não há motivos para a manutenção da prisão preventiva do “Gordo”, por se tratar de comerciante, muito conceituado na região do Seridó, primário, que não oferece perigo à ordem pública ou à ordem econômica.

No relatório do juiz convocado Assis Brasil, ele destaca que o juiz Luiz Cândido, prestou as informações solicitadas pelo Tribunal de Justiça, esclarecendo que o réu foi pronunciado na data de 03/08/2011, tendo o então advogado do corréu João Francisco dos Santos, o Bel. Rivaldo Dantas de Farias, sido acusado, encontrava-se, inclusive, preso preventivamente, mas foi solto. Informou, ainda, que determinou a intimação do co-réu João Francisco para constituir novo advogado, intimado, o mesmo informou que não possuía condições para tal, motivo pelo qual foram remetidos os autos para Defensoria Pública, porém, os defensores públicos locais alegaram suspeição por motivo íntimo, fato que motivou o magistrado a oficiar à Defensoria Pública Geral para que indicasse profissional para se habilitar no feito.

“Assim, considerando que inexiste desídia ou inércia do Estado-Juiz, que tem sido diligente no andamento do feito, impõe-se a aplicação do princípio da razoabilidade à contagem dos prazos processuais na hipótese, afastando o rigorismo hermenêutico dado à matéria, justificando-se, assim, o eventual excesso de prazo para o paciente ser submetido ao Tribunal do Júri“, disse o juiz na decisão.

No trâmite da côrte da Justiça Potiguar, habeas corpus, teve o pedido de liminar negado, depois o parecer o Procurador de Justiça, também foi pela denegação da ordem, e por fim o julgamento do mérito foi pela negativa. Com isso, Lailson Lopes, permanece preso.

Fonte: Sidney Silva/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Dupla armada assalta residência em Pau dos Ferros/RN


Por volta das 19h30 desta quarta-feira (08), um funcionário da coca-cola, 40 anos, residente à Rua Cely Pinheiro Lobo, bairro Princesinha do Oeste, em Pau dos Ferros, teve sua residência roubada por dois malévolos ainda não identificados.

De acordo com informações, os bandidos surgiram de repente após invadir a casa e anunciou o roubo, a vítima reagiu segurando um deles  o comparsa  aplicou-lhe  uma coronhada no nariz, em seguida subtraíram da vítima, dois aparelhos celulares, uma motocicleta Honda FAN, cor preta, ano 2004, placa MYH 6621/RN e a quantia de R$ 950 reais. 

Após o delito os bandidos fugiram tomando rumo ignorado. A polícia realizou rondas, mas até o momento nenhuma pista dos larápios.

Fonte: Nosso Paraná/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Moto furtada é recuperada e suspeito é preso em São Francisco do Oeste/RN


Na noite desta quarta-feira (09), durante uma ação da polícia militar, o Cabo Rosano e sua equipe conseguiram recuperar uma moto Honda TITAN, placa MYH6857, que havia sido furtada no mês de novembro de 2012 no município de Tenente Ananias/RN e ainda prenderam o suspeito do crime.

Segundo informações repassadas pelo Cabo Rosano, a citada moto foi apreendida no interior de uma borracharia na cidade de São Francisco do Oeste/RN, e após alguns minutos o jovem José Klecio Vidal Silva, 19 anos, residente em São Francisco do Oeste/RN,  foi localizado, preso e autuado em flagrante de delito pelo crime de receptação.

No final da tarde desta quinta-feira (10) o verdadeiro dono compareceu à Delegacia de Policia de São Francisco do Oeste/RN  tendo sua moto restituída.

"A moto foi recuperada devido uma ação de verificação que realizamos em varias motocicletas  nos últimos dias, justamente com intuito de localizar e apreender motos com queixas de roubo ou furto". acrescentou.

Fonte: Nosso Paraná/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Coligações proporcionais poderão ser proibidas


2 Urna Eletrônica
A partir de 2014, as alianças partidárias poderão limitar-se às eleições para Presidente da República, governadores, prefeitos e senadores. A inovação está prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 40/11, que está pronta para o primeiro turno de votação no Plenário do Senado. Uma vez aprovada a proposta, passarão a ser proibidas as chamadas coligações proporcionais, por meio das quais diversos partidos podem apresentar chapa comum nas eleições de deputados federais, estaduais e distritais, além de vereadores.

A PEC tem como primeiro signatário o senador José Sarney (PMDB-AP) e faz parte do conjunto de propostas nascidas da Comissão de Reforma Política do Senado. Em outubro de 2011, ela foi aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Pouco antes de sua votação em Plenário, porém, foram apresentadas quatro emendas. Em 13 de junho de 2012, a CCJ acolheu parecer contrário do relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), às emendas de Plenário, cujo principal objetivo era o de preservar as coligações proporcionais. Desde então, a proposta está pronta para votação em primeiro turno.

Fonte: Robson Pires/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Campeonato Potiguar estreia neste domingo mesmo sob pedido de suspensão


A estreia do campeonato Potiguar será mesmo neste domingo (13), se depender do presidente da Federação Norte-Riograndense de Futebol, José Vanildo. Ele nega culpa à FNE pela morte do atleta Neto Maranhão, do Potiguar de Mossoró e não vê justificativa para reaprazar o início da disputa em razão de uma audiência solicitada pelo Ministério Público do Trabalho em 22 de janeiro. "Aliás, qual audiência, se não recebi nenhuma notificação ainda?", pergunta.

José Vanildo alega ser de competência de outro fórum a discussão, seja na Justiça do Trabalho ou outro local. "No âmbito desportivo está tudo regularizado. Se me entregam atestado de que o jogador está apto física e mentalmente, regularizamos a situação e pronto. Não vejo pensamento lógico para adiar o campeonato. Se quer audiência, procure a família do atleta, o presidente do clube, o médico. Não compete à Federação nem ao campeonato", sugeriu.

O Potiguar de Mossoró estreia domingo no Campeonato Estadual de Futebol em Currais Novos, contra o Potyguar. O Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do RN solicitou ao Ministério Público do Trabalho a suspensão do campeonato até que as obrigações contratuais sejam respeitadas pelos dez clubes participantes. E José Vanildo frisa: "Se há pendência de assinatura de carteira de trabalho, recolhimento de INSS, o fórum é a Justiça do Trabalho, não o campo desportivo".

Assim que a solicitação do Sindicato chegou ao MPT, o procurador-chefe Rosivaldo da Cunha Oliveira realizou uma análise inicial sobre o caso, inclusive para verificar se havia pertinência temática com o Procedimento 00052.2012.21.00/8-03, de responsabilidade do procurador do Trabalho José Diniz de Moraes. Como havia, o caso foi distribuído ao procurador do Trabalho José Diniz de Moraes.

Segundo a assessoria do MPT, em virtude de tal Procedimento, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com diversos clubes de futebol do RN. No TAC, firmado em abril de 2012, foi estipulado prazo aos referidos clubes para comprovarem a contratação do seguro complementar dos atletas, dentre outras providências. O TAC teve como objetivo regularizar a situação trabalhista de jogadores que atuam nos times profissionais dentro do estado, motivado por denúncia do Sindicato, dando conta de que os clubes do estado não cumpriam determinações da Lei Pelé.

A Lei Pelé (Lei nº 12.395/2011) determina que as entidades de prática desportiva são obrigadas a contratar seguro de vida e de acidentes pessoais, vinculado à atividade desportiva, para os atletas profissionais, com o objetivo de cobrir os riscos a que eles estão sujeitos. Ela estipula, também, a realização de exames médicos periódicos. Além de cobrar a obrigatoriedade do seguro, prevista no artigo 45 da Lei, o TAC estabeleceu que os clubes precisavam assinar as carteiras de trabalho dos atletas, bem como deixar de efetuar pagamentos por fora das verbas trabalhistas que têm natureza salarial e, portanto, deveriam constar nas respectivas carteiras de trabalho e contracheques.

Ao receber a denúncia registrada na última quarta-feira (9), o procurador-chefe do MPT realizou despacho com o seguinte texto:

"Determino a distribuição, por prevenção, ao Dr. José Diniz de Moraes, com a compensação respectiva.

Em razão da urgência verificada, desde já designo audiência com os representantes legais dos Clubes de Futebol participantes da Primeira Divisão do Campeonato Estadual e da Federação Norte-Riograndense de Futebol, acompanhados dos médicos dos respectivos times, para o dia 22 de janeiro de 2013, às 15:00 horas, com a finalidade de propor a subscrição de Termo de Ajustamento de Conduta tendente a assegurar efetiva proteção à saúde e integridade física dos atletas profissionais de futebol, nos termos da Lei 9.615/98 alterada pela Lei 12.346/2010, que incluiu a obrigatoriedade de exames periódicos.

Determino, ainda, a juntada de cópia da denúncia ao Procedimento nº 00052.2012.21.00/8-03 e o envio de Requisição à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Estado do Rio a Grande do Norte para verificação do cumprimento integral do TAC".

Ainda segundo a assessoria do MPT, o procurador-chefe explicou que todos os times já foram notificados para que tomem as providências necessárias, e que o cumprimento das medidas indicadas será verificado pelo MPT, juntamente com os auditores fiscais do Trabalho que estarão presentes na audiência marcada para o dia 22, na sede do MPT/RN, em Natal. Na ocasião, será proposta a assinatura de um termo de ajustamente de conduta, para assegurar a saúde e integridade física dos jogadores.

Fonte: DN Online/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Agentes da Delegacia de Menores de Mossoró apreendem adolescente fugitivo do CEDUC


No final da tarde da última quarta-feira, 09, a equipe de agentes da Delegacia Especializada em Atendimento ao Adolescente Infrator DEA recapturou um adolescente que havia fugido do Centro Educacional de Mossoró (CEDUC).

F. B. da S. de 16 anos, foi encontrado por trás do Hipermercado Queiroz, no bairro Paredões. O local é conhecido como ponto para venda e consumo de drogas, em virtude do grande número de Algarobas que camuflam a região.

Além do menor, outros três homens estavam no local, mas nenhuma droga foi encontrada. Durante a abordagem, o adolescente ainda tentou evitar a prisão se identificando por “Lucas”, mas logo foi reconhecido pelos agentes.

“Sabemos que as fugas acontecem, não apenas nos presídios, como também nos sistemas para os menores infratores. Mesmo assim, a Polícia Civil está nas ruas e vai recapturar os egressos quantas vezes seja necessário”, declarou a titular da DEA, Liana Aragão.

Fonte: O Câmera/cidade News Itaú
Leia Mais ››

"Irmão" Acusado de matar taxista em 2012 na BR 405 está na cadeia


A Polícia Civil do Município de São Miguel-RN, chefiada pelo Delegado Andson Rodrigo de Oliveira, que também responde pelas Delegacias da comarca de Portalegre/RN, concluiu o inquérito policial que investiga a morte do taxista "Francisco de Assis da Silva", assassinado no dia 14 de Maio de 2012 na BR 405, no trevo de acesso ao município de Taboleiro Grande.

Segundo as investigações que foram iniciadas pela Delegacia Regional de Pau dos Ferros, o também taxista Carlos Roberto de Freitas Pereira, "O irmão", se envolveu em uma discussão com a vítima, na cidade de Mossoró, mais precisamente na Praça da Gazeta, no início da manhã, por causa da disputa por passageiros.

As investigações apontam ainda que durante a discussão, a vítima teria puxado um facão para "O irmão”, e que logo após o apaziguamento dos ânimos, Francisco de Assis se dirigiu de Mossoró a cidade de Pau dos Ferros exercendo seu ofício de taxista.

Ao retornar, com destino a Mossoró, por volta das 11 horas 30 minutos, Francisco de Assis parou na entrada da cidade de Tabuleiro Grande, quando foi surpreendido por um carro preto que tinha as mesmas características do que era usado como táxi por Carlos Roberto de Freitas Pereira. O carro estava ocupado por dois homens que seriam Carlos Roberto, e o seu sobrinho, e logo em seguida um desses ocupantes do veículo saiu do automóvel e começou a atirar em direção a vítima, que foi alvejado e morreu no local.

A prisão temporária do suspeito foi decretada no mês de junho de 2012, a pedido do Delegado de Pau dos Ferros, Bacharel Inácio Rodrigues, mas Carlos Roberto fugiu, sendo preso somente no final de 2012, em Mossoró. O carro utilizado no crime, um Fiesta preto, foi apreendido por ordem judicial na cidade de Governador Dix- Sept Rosado, e está a disposição da justiça.

A polícia, na conclusão do inquérito, obteve informações que o sobrinho de Carlos Roberto, conhecido como "Orelha" e que supostamente participou do crime , já foi assassinado ano passado em Mossoró. Carlos Roberto de Freitas Pereira Permanece preso no CDP de Pau dos Ferros, por força de um mandado de prisão preventiva, a espera de julgamento.

Fonte: O Câmera/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Sumiço de mãe e filho em Natal completa um mês nesta sexta


Doméstica Jaqueline Duarte Bonifácio, de 40 anos, e do filho dela, o estudante Leonardo Duarte, de 17 anos. (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
O desaparecimento da empregada doméstica Jaqueline Duarte Bonifácio, de 40 anos, e do filho dela, o estudante Leonardo Duarte, de 17 anos, ainda não foi solucionado, segundo a Polícia Civil. Nesta quinta (10), véspera de fazer um mês do ocorrido, as investigações foram repassadas para a delegada Daniele Filgueira. Por telefone, ela disse que não pode se manifestar sobre o assunto, "pois ainda preciso analisar o inquérito aberto na 14ª DP, em Felipe Camarão".
Neste um mês de desaparecimento, a investigação passou por três delegados: Genésio Menezes, titular da 14ª Delegacia de Polícia; em 29 de dezembro foi  designada para a delegada Karla Viviane de Sousa, e nesta quinta foi repassada para Danielle Filgueira, delegada adjunta da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), como confirmou o delegado geral da Polícia Civil do RN, Fábio Rogério.
As vítimas foram tiradas de casa por homens encapuzados na madrugada de 11 de dezembro do ano passado. A outra filha de Jaqueline, uma menina de 13 anos, é a única testemunha do caso e já foi ouvida pela polícia. Assim como vizinhos da família.

Casa de onde mãe e filho foram levados (Foto: (Foto: Rafael Barbosa/G1))Casa de onde mãe e filho foram levados
(Foto: Rafael Barbosa/G1))
O desaparecimento
Jaqueline e Leonardo foram retirados de casa, que fica na rua Augusto Calheiros, bairro de Cidade Nova, na zona Oeste de Natal, na madrugada de 11 de dezembro. No dia seguinte ao crime, familiares e vizinhos prestaram depoimento na 14ª Delegacia de Polícia. A filha mais nova de Jaqueline, uma adolescente de 13 anos, única testemunha do crime, também foi ouvida pelos policiais. Ela relatou que chegou a ser espancada pelos criminosos.
O agente Cláudio Campelo revelou ao G1 que, segundo a filha de Jaqueline, dois homens armados e encapuzados invadiram a residência durante a madrugada e perguntaram à família a respeito de um vizinho. “Também chamamos este jovem à delegacia para prestar esclarecimentos”, acrescentou o agente.
No dia 29, portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), designou a delegada Karla Viviane de Sousa Rego, da Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom), para investigar o desaparecimento da doméstica e do filho dela.

Quarto da mãe foi totalmente revirado pelos criminosos (Foto: Rafael Barbosa/G1)

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Festa de padroeiro é cancelada em Caraúbas, RN, após decisão judicial


Folden de divulgação da Festa em Caraúbas (Foto: Divulgação)Propaganda inicial da Festa em Caraúbas
(Foto: Divulgação)
A parte profana da festa em homenagem ao padroeiro São Sebastião, em Caraúbas - um dos municípios do Rio Grande do Norte em estado de calamidade em virtude da seca -,  não deverá ter  bandas, iluminação e palcos contratados com recursos da Prefeitura, como determinou a juíza Kátia Cristina Guedes nesta quinta (10). Segundo a assessoria de comunicação, a Prefeitura ainda busca meios para a realização do evento, que  estava programado para acontecer desta quinta até o próximo dia 20.
Na tarde desta quinta, a prefeitura enviou comunicado à imprensa confirmando a realização da festa, mas com a redução dos gastos, diminuindo a quantidade de atrações de 12 para seis. Contudo, o G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação do órgão, que retificou a informação. "A juíza Kátia Cristina Guedes Dias seguiu o pedido do Ministério Público e cancelou o evento. A assessoria Jurídica ainda busca meios para a realização do mesmo. Entretanto, nesse momento o evento está cancelado", informou a assessoria.
A decisão da Justiça atendeu ao pedido do Ministério Público Estadual, o qual entrou com uma ação civil pública na Justiça para evitar que o município empregasse recursos na contratação de shows, pois a cidade  passa por um estado de calamidade pública, provocado pela seca na região.
"Assim, promoveu a presente, com o fim, não de impedir a realização dos festejos, mas de determinar que as bandas e a estrutura de som, palco e iluminação, não sejam pagas com dinheiro público, requerendo que seja determinada a obrigação de não fazer, proibindo que seja empenhada, ordenada ou de qualquer outra forma paga pelo Município de Caraúbas, o custeio do referido evento festivo", sentenciou a juíza.
"O município encerrou o ano de 2012 sem pagar todos os salários aos prestadores de serviço e está em estado de calamidade por causa da seca que assola a região, por isso não achamos prudente que a Prefeitura tenha um gasto extra com a festa. A festa deve acontecer, mas sem gastos excessivos", defendeu o promotor de Justiça de Caraúbas, Rafael Silva.
O pedido do Ministério Público foi embasado na recomendação conjunta dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e do Tribunal de Contas do Estado que orienta a suspensão de gastos com festas nos municípios em estado de calamidade pública provocado pela estiagem no RN. O que foi levado em consideração pela magistrada.
"mesmo em face da situação de emergência vivenciada pelo município, o então gestor, em afronta à Recomendação Ministerial anteriormente expedida, realizará entre os dias 10 e 20 de janeiro do ano corrente, a tradicional Festa de Padroeiro da cidade. Alega ainda, que em contrapatida, o Poder Público há anos não desempenha qualquer ação relevante no sentido de estruturar a produção rural ou qualquer outra atividade que amenize o sofrimento de quem vive a situação caótica das secas, vivenciando ainda outras dificuldades financeiras, inclusive para o pagamento dos funcionários da prefeitura", apontou a juíza.
Inicialmente,  a programação da festa  foi divulgada com 12 atrações, começando nesta quinta. Depois de tentar entrar em acordo com o MP, a prefeitura enxugou os gastos e diminuiu o número de atrações, passando para seis. Os shows iriam acontecer entre os dias 16 e 20 deste mês.
A  Prefeitura de Caraúbas divulgou uma nota de esclarecimento à imprensa no início da noite desta quinta. Confira na íntegra.
"Nota de Esclarecimento
A Prefeitura Municipal de Caraúbas vem de público externar que em nenhum momento buscou passar uma imagem irreal da situação vivência pelo município de Caraúbas, no tocante a Festa do Padroeiro São Sebastião no ano de 2013.
Nossa assessoria respeita as decisões judiciais e em nenhum momento irá contra qualquer decisão que venha a ferir a legalidade dos fatos.
Estamos consternados com os últimos acontecimentos, entretanto nosso governo vem buscando de todas as formas, encontrar meios legais para realização da Festa de São Sebastião, porém de forma alguma iremos pular a lei para realizar tá evento.
O nosso sentimento não é diferente do nosso povo, de tristeza e decepção, contudo continuamos com o dialogo aberto com o Ministério Público e os demais agentes do judiciário, e estamos tentando encontrar uma saída legal para essa problemática estalada na nossa cidade.
Entendemos que o nosso município vive uma seca brutal, assim somos sabedores da gravidade dessa realidade.
Também temos a real certeza no poder econômico gerado pelas festividades do nosso padroeiro, e foi por esse motivo e por ele só, que buscamos e continuamos buscando realizar os festejos de São Sebastião. São inúmeras as famílias que encontram nas festividades realizadas em janeiro, uma renda para ajudar e até sustentar suas famílias.
Reiteramos o desejo que apesar de tudo possamos ter uma festa em paz, e que ainda estamos buscando formulas para realizarmos o evento, tudo dentro e baseado na lei.
Prefeitura Municipal de Caraúbas."

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Juiz condena trio pelo assassinato de escrivão da Polícia Civil do RN


Trio condenado pela morte do escrivão e mulher que continua foragida (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)Trio condenado pela morte do escrivão e mulher que continua foragida (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte condenou os três homens acusados de envolvimento na morte do escrivão da Polícia Civil potiguar Sidney Alves Lucas, de 35 anos, assassinado a tiros em 2011 durante um assalto ocorrido na zona Norte de Natal.

Segundo decisão do juiz Francisco Gabriel Maia Neto, titular da 4ª Vara Criminal de Natal, o réu Rafael Bruno Araújo da Silva foi sentenciado a cumprir 29 anos e três meses de cadeia em regime fechado. E, como corréus, Luciano de Lira Lucena pegou 25 anos e dez meses de ´prisão e Tarcísio Oliveira da Silva foi condenado a 29 anos e três meses. Mirian Maciel da Silva, que ao longo das investigações foi apontada como 'olheira' da quadrilha, continua foragida.
O escrivão Sidney Alves Lucas, que trabalhava na 8ª Delegacia de Polícia, foi morto em 11 de março de 2011, por volta das 15h, vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). Segundo as denúncias do Ministério Público, ele foi abordado e assaltado em frente de casa, na Praça Guarulhos, no conjunto Gramoré. Ele havia acabado de sacar a quantia de R$ 11.500 no Banco do Brasil, situado em um supermercado que fica no conjunto Santa Catarina, também na zona Norte da capital.

Escrivão Sidney, assassinado em março de 2011 (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)Escrivão Sidney assassinado em março de 2011
(Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)
O modo como o crime foi praticado, de acordo com a polícia, reforçou a suspeita de ter sido uma tentativa de assalto, na modalidade conhecida como 'saidinha de banco'. E foi essa a linha de investigação. O inquérito, inicialmente, foi conduzido pelo delegado Fábio Rogério, hoje delegado geral da Polícia Civil do RN.
“A identificação dos criminosos foi possível após a verificação das imagens do circuito interno de segurança do banco que mostram a atitude suspeita de um casal no momento em que a vítima realizava o saque”, revelou o delegado.
Raphael e Mirian foram vistos como olheiros que estariam observando toda a transação bancária do escrivão. O casal não realizou nenhuma atividade bancária enquanto estiveram no local, o que reforçou ainda mais a suspeita da polícia. Os mesmos suspeitos, contudo, ainda foram identificados pelas câmeras do estacionamento do supermercado, dentro de um veículo tipo Corsa Sedan de cor preta, placas NOD-7460, seguindo o carro da vítima, quando este saía do local em seu automóvel juntamente com a irmã dele.
Raphael foi o primeiro a ser preso, fato que aconteceu no dia 2 de junho daquele ano. Ele foi detido quando retornava de Brasília, DF. Em sua bagagem foi encontrada a camisa utilizada no dia do crime, conforme registrado pelas câmeras. Ele foi acusado de locar o veículo e conduzir o carro na ação criminosa. Em seguida, um mês depois, foi preso Luciano e, com ele, apreendida a moto que ele pilotava na ocasião do latrocínio. Ele foi reconhecido por testemunhas e foi o único a confessar a participação no crime.
Tarcísio foi capturado poucos dias depois, após ser reconhecido por testemunhas de estar na garupa da moto com Luciano. Já a pernambucana Mirian, acusada de ser uma das olheiras que ficou no banco acompanhando a movimentação bancária da vítima, continua foragida. A polícia informou que ela já responde a vários processos em outros estados e tem mandados de prisão em aberto.

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

MP recomenda às cidades do RN que evitem gastos excessivos no carnaval


Seca no Rio Grande do Norte (Foto: Canindé Soares)
Em decorrência da grave seca que penaliza o Rio Grande do Norte, o Tribunal de Contas do Estado, através do Ministério Público de Contas, recomenda que não sejam feitos gastos excessivos com o carnaval. Atualmente, 142 cidades, das 167 que compõem o estado potiguar, sofrem os efeitos da estiagem.

“Numa situação de calamidade como esta, não há muito que comemorar. Os gestores não devem fazer gastos desarrazoados com festas”, relatou o procurador geral do Ministério Público de Contas, Luciano Ramos, na manhã desta quinta-feira (10) em sessão realizada no Pleno do TCE.
Citando artigo do procurador Ricart César, intitulado 'Os gastos públicos com festas e a seca', Luciano Ramos informou que alguns prefeitos procuraram o Ministério Pública para tirar dúvidas, já que em muitos municípios o carnaval integra o calendário de comemorações.
A partir de sugestões dos conselheiros Carlos Thompson, Tarcísio Costa e Poti Júnior, decidiu-se por renovar a recomendação, feita em junho de 2012, consignando a abstenção  dos gestores de realizar despesas com eventos festivos, incluindo a contratação de buffets, artistas e montagem de estruturas de palco para eventos.

Investigação
Seca no Rio Grande do Norte (Foto: Canindé Soares)No último dia 4,  a Procuradoria da República, através do Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal, anunciou que irá investigar a utilização de R$ 10 milhões que serão destinados aos municípios potiguares que decretaram estado de calamidade pública em decorrência da seca.
Os recursos federais serão administrados pelo Governo do Estado, que fará a divisão e encaminhamento às Prefeituras Municipais de acordo com o relatório de impacto sócio-econômico apresentado por cada cidade afetada pela estiagem. Em abril deste ano, completará um ano que o Executivo Estadual publicou o primeiro decreto de situação de emergência por causa da seca.
De acordo com o procurador federal e membro do Núcleo de Combate à Corrupção, Kléber Martins, em maio do ano passado o Ministério da Integração Nacional noticiou que seria repassado o valor de R$ 10 milhões para os municípios potiguares em situação de emergência por causa da seca.
Em Luís Gomes, no Alto Oeste potiguar, não chove há mais de um ano. "Quando é decretado estado de emergência, seja em qual área for, há a contratação de obras sem licitação, sem o cumprimento integral dos procedimentos preconizados pela Lei de Licitações. Com isto, há uma facilidade muito maior no desvio de recursos", alertou o procurador.

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Nova ação mantém suspensa a divulgação de resultados do Sisu


O TRT (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região suspendeu no final da tarde desta quinta-feira (10) parte de uma liminar aprovada pela Justiça Federal contra as inscrições do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Entretanto, um segundo processo, feito por outro estudante, ainda impede a divulgação dos resultados do programa.

Por volta das 19h, o Tribunal havia informado que a divulgação dos resultados havia sido liberada. Entretanto, a informação foi corrigida. O problema aconteceu porque um segundo estudante, Lucas Almeida Figueiredo, também conseguiu com a Justiça Federal no Rio Grande do Sul a aprovação de uma ação que suspende as inscrições para o Sisu em caráter nacional. O novo processo deverá ser julgado somente na manhã de sexta-feira (11).

De acordo com o MEC (Ministério de Educação), apesar do impasse jurídico, o calendário do Sisu será mantido. Dessa forma, candidatos que queiram disputar uma vaga no programa terão até as 23h59 desta sexta para preencher a ficha de inscrição.

A decisão de hoje foi publicada em resposta aos recursos feito pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e pela AGU (Advocacia-Geral da União).

O juiz João Pedro Gebran Neto, relator da decisão, manteve a parte da liminar que garante a vista de prova de redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a estudante Thanisa Ferraz de Borba e o direito de recorrer na Justiça caso não concorde com a nota.

Ainda de acordo com o magistrado, o Inep deverá reservar uma vaga para a aluna em duas instituições de ensino superior, a serem escolhidas por Borba. O órgão terá até as 12h de amanhã para cumprir a medida.

De acordo com o juiz, o processo relativo à prova da estudante não deve influenciar a situação dos outros candidatos. "As tratativas acordadas restringem-se aos envolvidos que aderiram ao processo, não tendo o condão de vincular os candidatos que se submeteram ao Enem", explicou o magistrado em sua decisão.

Ontem, a Justiça Federal no Rio Grande do Sul determinou aprovou decisão provisória, que vale para todo o país, atendendo ao pedido de uma estudante que questionou os critérios adotados na correção de sua prova de redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A aluna pleiteava a possibilidade de entrar com recursos para aumentar sua nota. O juiz Gustavo Chies Cignachi, de Bagé (a 375 km de Porto Alegre), acatou a solicitação e determinou que o resultado do Sisu só seja divulgado depois do julgamento de recursos da estudante.

Pelo Sisu, as notas do Enem são usadas por universidades que adotam o exame como critério de seleção em substituição ao vestibular.

Fonte: Folha de São Paulo/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mãe e irmã de fisiculturista morta em Natal dizem que relacionamento de casal estava conturbado


A fisiculturista paulistana Fabiana Caggiano Paes, 36, morta no dia 2 de janeiro em Natal (RN), onde passava as férias de final de ano com o marido
A mãe e a irmã da fisiculturista que morreu em Natal no último dia 2 prestaram depoimento à Polícia Civil de São Paulo, nessa terça-feira (8). Os depoimentos ocorreram na 1ª Delegacia de Polícia de Osasco, onde a mãe, Itália Caggiano, e a irmã, Amanda Carolina Caggiano, 28, afirmaram que vinham recebendo desabafos de Fabiana Caggiano Paes, 36, que o relacionamento dela com o marido Alexandre Furtado Paes, 35, não estava bem.

Fabiana deu entrada desmaiada num hospital da rede particular de Natal, no último dia 28 de dezembro, e cinco dias depois morreu. Ela estava na capital potiguar com o marido para passar o Réveillon quando, segundo o marido, foi encontrada desfalecida dentro do box do banheiro do quarto do Arituba Park Hotel, onde o casal estava hospedado.

Os depoimentos ocorreram a pedido da polícia do Rio Grande do Norte e foram colhidos pelo delegado João O. Gonzalez. Segundo um investigador de polícia da 1ª DP que pediu para não ser identificado, a família de Fabiana levou fotos, documentos do casal e um telefone celular que contém supostas mensagens que a atleta mandou relatando que estava passando por problemas no casamento.

Segundo a transcrição da polícia, Fabiana relatou que "a gente pensa que encontrou o verdadeiro o amor, só que com o tempo essa pessoa para de ter o cuidado que ela tinha com você. Não tem mais paciência e até uma coisa simples como dar um beijo já não existe mais como fazia no passado. A parceria já não existe mais, pois se torna uma pessoa grossa, antissocial, impaciente e chega a ponto de dormir no Natal. Te deixa sozinha nas festas alegando não ter ninguém para conversar."

Segundo a polícia, a irmã de Carolina afirmou que a irmã vinha contando à família que o casamento não estava bem e constantemente vinha sofrendo humilhações do marido sobre sua profissão como atleta de fisiculturismo.

Apesar de mãe e irmã já terem prestado depoimento à polícia paulista, o delegado designado especial para investigar o caso, Frank Albuquerque, do Rio Grande do Norte, informou que pretende ir, nos próximos dias, a São Paulo para acompanhar os depoimentos de turistas que estavam hospedados no hotel Arituba Park, em Natal, e moram no Estado.

"Estamos esperando a localização das testemunhas para marcar o dia do depoimento para viajar a do São Paulo", afirmou o delegado. Até agora a polícia já colheu depoimento de seis testemunhas e todas elas desmentiram que Fabiana aparentava ter saído do banho quando passou mal e desmaiou.

"Todas as testemunhas afirmaram, ao contrário do marido da atleta, que ela estava molhada. Não havia uma gota de água nem na área do box do banheiro, nem também o corpo e os cabelos dela estavam molhados. Como é que ela estava tomando banho e não tinha um pingo de água no local, nem o corpo e nem os cabelos dela estavam molhados?", indagou Albuquerque.

Segundo o delegado, a polícia aguarda a conclusão do laudo pericial do Itep (Instituto Técnico Científico de Polícia) sobre a causa da morte de Fabiana, e, "comprovando que ela morreu de asfixia mecânica, ele vai ser indiciado por homicídio." De acordo com a polícia, havia no corpo de Fabiana marcas no pescoço, traquéia e pulmões com características de asfixia mecânica proposital.

Após tomar conhecimento que Alexandre Paes pretendia cremar o corpo de Fabiana, em João Pessoa, a polícia foi acionada, pois os peritos do Itep observaram preliminarmente que os órgãos, como o pulmão, a traquéia e o pescoço da atleta estavam com sinais de esganadura.

Segundo o Itep, os pulmões e o fígado de Fabiana foram retirados durante a necropsia para serem realizados exames complementares. Segundo o médico legista Manoel Marques, estão sendo feitas análises bioquímicas no fígado da atleta e nos pulmões exames patológicos para apontar a causa da presença de sangue no órgão

Versão do marido
Em depoimento à polícia, o marido de Fabiana, Alexandre Furtado Paes, afirmou que encontrou a mulher caída dentro do box do banheiro e atribuiu o desmaio com causa natural. Fabiana ficou internada em coma na UTI (Unidade de terapia Intensiva) no Hospital da Unimed em Natal por cinco dias, do dia 28 de dezembro ao dia 2 de janeiro, quando veio a falecer.

Um funcionário do hotel relatou a polícia que antes de ser acionado o socorro após Fabiana passar mal, hóspedes relataram terem escutado barulhos semelhantes a de uma briga de casal, em seguida gritos com a frase "Acorda, Fabiana. Acorda!" e depois de 20 minutos escutaram o barulho de um vidro quebrando, que seria similar ao box do banheiro sendo quebrado.

Desde o dia 2 de janeiro que o UOL tenta contato com Alexandre Paes, mas não obteve sucesso até a publicação deste texto.

Fonte: Portal Uol/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Suposto hacker divulga dados pessoais do ex-presidente Lula


Reprodução do site com os dados pessoas do ex-presidente Lula e de outros políticos
Um suposto hacker identificado apenas como "nbdu1nder" no Twitter divulgou na tarde desta quinta-feira endereços e telefones que pertencem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a outros personagens do mensalão e da política brasileira.

Além de Lula, foram alvos o publicitário Marcos Valério, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), e o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski.

Dentre os dados divulgados, estão telefones residenciais e celulares, além de endereços de empresas e casas. Tudo foi postado em um site, onde há ainda a mensagem de que a Justiça teria esquecido de investigar Lula.

A Folha confirmou os números residenciais, mas não conseguiu contato pelos telefones celulares.

O Instituto Lula informou que já estava ciente do fato, mas a equipe do ex-presidente ainda não sabia se ia tomar medidas legais. A instituição lembrou ainda que endereços de empresas e até a própria residência do ex-presidente já eram públicos, mas não sabia dizer se os telefones residenciais pertenciam de fato a Lula.

Em entrevista, o suposto hacker afirmou que todos os dados foram extraídos do sistema da Serasa. Por meio de sua assessoria, a empresa negou o furto das informações.

Nessa terça-feira (08), o mesmo hacker divulgou telefones e endereços de José Dirceu, do deputado federal José Genoino (PT-SP) e do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, condenados no processo do mensalão.

OUTRO CASO

Durante a campanha eleitoral para a presidência de 2010, um hacker identificado apenas como "Douglas" teve acesso a e-mails da então candidata do PT, Dilma Rousseff, e chegou a tentar vendê-los ao diretório nacional do PSDB, que recusou a oferta e comunicou à PF. Além de Dilma, o hacker teria conseguido dados do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Esta não é a primeira vez que dados pessoais de figuras públicas são divulgados. Recentemente, reportagens mostraram que é possível obter tais informações em CD's vendidos em áreas de comércio popular, como a rua Santa Ifigênia, na região central de São Paulo. É possível encontrar, inclusive, informações sigilosas, como dados do INSS, da da Receita Federa, além de cadastros do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Fonte: Folha de São Paulo/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Promessa descoberta em vídeo fica na mira do Fluminense após rejeitar o Barcelona


Cassiano fez testes no Fluminense, agradou e está perto de defender o clube
Um vídeo na internet, mais de 500 mil visualizações e o convite do Barcelona para um período de testes na Espanha. A história de Cassiano Bouzon, de 11 anos, por pouco não guarda semelhanças com a vivida pelo argentino Messi. O garoto baiano passou 20 dias na cidade espanhola, foi aprovado em testes, mas, ao contrário do atual melhor do mundo, a família não concordou com a mudança para o exterior. A promessa agora está na mira do Fluminense.

Cassiano começou a chamar a atenção por conta de um vídeo com suas jogadas feito para o aniversário de 11 anos. Dirigentes do Barcelona o convidaram para um teste no Cornellà, clube parceiro do time catalão. O lateral esquerdo/meia viajou com o pai, Francisco Bouzon, e agradou. A família, porém, teria que se mudar e trabalhar na Espanha, já que transferências internacionais de menores de idade são proibidas. O obstáculo fez com que a equipe das Laranjeiras tentasse a contratação do garoto.

"Ainda não tem nada definido, já que a categoria dele está de férias. Só devemos ter alguma conversa do meio para o final do mês, mas não está certo. Ele fez um período de avaliações aqui [no Fluminense], foi realmente bem e houve um diálogo prévio, mas não sabemos se realmente vai se concretizar", disse o gerente geral das categorias de base do Fluminense, Fernando Simone.

Cassiano é baixinho, parecendo mais jovem que os garotos da sua categoria. O controle da bola com o pé esquerdo fez com que jornais espanhóis como o Marca e o As publicassem vídeos de jogadas do garoto e o interesse do time catalão. Carlos Leite, empresário de diversos jogadores e do ex-técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, é quem está intermediando as conversas entre a família e o clube.

O Fluminense ainda não confirma oficialmente, mas deve oferecer auxílio com moradia e ajuda de custo para que a promessa venha morar no Rio de Janeiro com os pais e a irmã. A medida seria inédita para jovens da idade de Cassiano. Porém, como um contrato profissional só pode ser assinado após os 16 anos, o time das Laranjeiras corre o risco de perder o jogador de graça para outra equipe no futuro.

"O clube tem que apostar no relacionamento com a família. Depois dos 14 anos existe uma bolsa pela formação do atleta, mas antes disso, não existe nenhuma multa caso algum garoto queira sair. Se realmente a família vier morar com custos bancados pelo clube, será algo inédito para alguém da idade dele", explicou Fernando Simone.

Apesar de ser baixinho, canhoto e quase ter ido parar nas categorias de base do time de Messi, é o português Cristiano Ronaldo o maior ídolo do jovem. As viagens e o reconhecimento repentino, porém, fizeram com que Cassiano acabasse de recuperação em matemática. O pai tenta proteger o garoto da exposição excessiva e diz que a prioridade é a formação do garoto.

"Ele ainda é uma criança e o mais importante agora é estar perto da família e estudando. Na Espanha, isso não seria possível e não posso ficar pensando se era o Barcelona ou outra equipe. Penso primeiro como pai e quero acompanhar o crescimento do Cassiano. O número de pessoas que assistiram ao vídeo e a repercussão assusta um pouco, mas ele tem a cabeça boa", disse Francisco. Além do Fluminense, Grêmio e Vitória também demonstraram interesse no jovem de 11 anos.

Fonte: Uol Esporte/cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia não descarta hipótese de homicídio no caso do artista plástico Selarón


Amigo de Selarón, o argentino Cesar Gomez, chora ao lado do corpo do artista nas escadarias da Lapa Foto: Pablo Jacob / O Globo
O delegado William Pena, da Delegacia de Homicídios (DH), disse que a polícia não descarta qualquer hipótese para a morte do pintor e ceramista chileno Jorge Selarón, de 65 anos, encontrado com marcas de queimadura na manhã desta quinta-feira, na Escadaria do Convento de Santa Teresa, que liga o bairro à Lapa. Quatro pessoas, amigos e vizinhos, foram levadas para a DH para prestar depoimento. Segundo William Pena, o ex-colaborador Paulo Sérgio Rabello, que estaria ameaçando o artista, também será chamado para prestar esclarecimentos.
— Como não está claro no local que houve um suicídio, a Delegacia de Homicídios está responsável pelas investigações — disse o delegado.

O corpo de Jorge Selarón já foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML). Ele foi encontrado morto no mesmo dia em que o Globo publicou reportagem com o próprio artista relatando sofrer ameaças. Ao lado do corpo de Selarón - autor do mosaico de cores que transformou os 215 degraus da escadaria num intenso ponto de visitação turística - havia uma lata de thinner - um solvente de tintas. O clima era de muita comoção no local. Um amigo do artista, que não quis se identificar, disse que ele andava muito depressivo desde que passou a ser ameaçado e que há mais de um mês o pintor vivia trancado em casa. Muito diferente do que o Selarón fazia habitualmente - que era passar o dia inteiro na escadaria conversando com turistas e mostrando seus trabalhos.
— A gente já esperava que ele chegasse ao limite e pusesse fim à própria vida. Ele andava muito triste e dizia que foi traído. Selarón está muito deprimido nos últimos dois meses. Chegou a emagrecer mais de dez quilos e vivia dentro de casa. Além do medo, acho que ele andava triste por considerar que tinha sido traído — contou um amigo, aos prantos.
Uma das últimas pessoas a ver Selarón vivo foi o vizinho Ibraim José. Segundo ele, o artista plástico desceu a escadaria muito cedo e foi tomar o café da manhã em um bar. Ele me deu "bom dia" e seguiu.
— Quando eu o vi pela manhã, ele não tinha nada nas mãos. Depois, quando voltei, me deparei com essa cena — disse Ibraim.
Vizinhos cobriram o corpo do pintor com um lençol e acenderam velas ao redor. Um dos funcionários do atelier colocou ainda o inseparável chapéu vermelho que ele usava sobre o corpo.
A proprietária da casa na qual o artista vivia há 25 anos, Josepina Delcorno, não queria acreditar no que viu. Contou que há dois dias o encontrou chorando. Ele relatou que estava muito triste:
— Ele estava ficando dentro de casa nos últimos dias e os guias de turismo estranharam e perguntavam o que estava acontecendo — acrescentou.
Na manhã desta quinta-feira, muitos turistas que não sabiam o que tinha acontecido, visitaram a região. A argentina Julieta Gareffi, que está a passeio no Rio, foi ao local para tirar fotos com o artista e ficou assustada.
— O que aconteceu? Viemos conhecer a escadaria e tirar fotos com o artista — disse ela.
Segundo os amigos, Jorge Selaron vivia do turismo no local. Ele cobrava para tirar fotos e vendia seus quadros. Com o dinheiro arrecadado fazia a manutenção da escadaria com ajuda de quatro funcionários. O empresário Carlos Passos, amigo de Selaron há 20 anos, contou que aproximadamente 500 turistas visitavam o local a cada fim de semana.
Selarón iniciou sua obra na década de 90, quando decidiu se radicar na Lapa e instalar azulejos na escadaria. O efeito visual passou a atrair turistas do mundo todo, e o artista vende seus quadros ali mesmo. Não à toa, muita gente a conhece como Escadaria Selarón. O lugar foi tombado pela prefeitura em 2005.
Selarón dissera ter sido alvo de ameaças
Em entrevista ao Globo, Selarón afirmava que estava sob ameaça de um ex-colaborador de seu atelier. Paulo Sérgio Rabello, cujo irmão e sobrinho estão presos por envolvimento com o tráfico de drogas na região, ameaçou esfaquear o artista em duas ocasiões para obrigá-lo a ceder os rendimentos obtidos com a venda de quadros.
— Eu ajudei muito esse rapaz. Mas ele cresceu o olho, queria tudo, queria os quadros, os lucros. E olha que eu o tinha mandado para Londres, Paris, Barcelona. Como não concordei com isso, as ameaças começaram em novembro do ano passado e não pararam mais. Ele não se conformou — dissera Selarón.
Tudo começou quando, em novembro, Selarón viajou de férias para Paraty e deixou Paulo pela primeira vez à frente dos negócios. O artista o conhecia há cinco anos, quando passou a lhe encomendar trabalhos impressos de suas pinturas. Na ausência de Selerón, Paulo começou a se desentender com outros colaboradores do pintor, entre eles seu secretário, o argentino Cesar Gomez. Segundo Gomez, logo que Selarón retornou, Paulo pediu que o artista demitisse o próprio Gomez e mais outros dois.
— Selarón disse que não faria aquilo de jeito algum e resolveu romper com Paulo. Ele disse então que, se ele não ganharia mais dinheiro, Selarón também não ganharia mais nada. — afirmou Cesar.
A situação se agravou mesmo na manhã de 23 de novembro de 2012, quando Selarón, como de hábito, pintava quadros na calçada de seu atelier na escadaria. Paulo, contou ele, derrubou seus quadros, danificando cavalete e material de pintura. Assustado, o artista foi à 7ª DP (Santa Teresa) registrar as ameaças, que mesmo assim não cessaram. Além de ameaçar Selarón, Paulo passou a amedrontar Cesar e acabou o agredindo no último dia 28. O delegado Eduardo Joaquim Baptista Filho informou, por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil, que o caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal.
Tráfico intenso perto do atelier
Paulo Sérgio é irmão de Wilton Quintanilha Rebello, o Abelha, que cumpre pena por tráfico de drogas e roubo a banco numa penitenciária federal de segurança máxima. Ex-chefe do tráfico no Morro Santo Amaro, no Catete, Abelha também era apontado pela polícia como um dos responsáveis pelo controle da venda de drogas na Lapa, que passou a ser articulada por seu filho. Pablo Carlos Rebello foi preso em dezembro de 2011 numa operação da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat).
Na escadaria, por sinal, o tráfico de drogas tem sido intenso, de acordo com depoimentos de pessoas que frequentam a região. Há cenas como traficantes oferecendo maconha e cocaína em voz alta ressaltando os preços. Usuários, segundo relatos, chegam a consumir nos próprios degraus.

Fonte: O Globo/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Madonna coloca mansão à venda por US$ 22,5 milhões, diz revista


Site da empresa 'Sotherby´s' mostra a casa que, segundo a revista 'Forbes', está sendo vendida por Madonna por US$ 22,5 milhões (Foto: Reprodução / Soterbyshomes.com)
Madonna colocou à venda por US$ 22,5 milhões (cerca de R$ 45,9 milhões) sua mansão em Beverly Hills, nos EUA, segundo o site da revista "Forbes" em notícia de quarta-feira (9). A cantora já havia tentado vender a casa por US$ 28 milhões em 2012, sem sucesso, segundo a revista.

O site da empresa de vendas e leilões Sotheby´s mostra detalhes da casa que, segundo a "Forbes", foi colocada à venda pela cantora. A descrição da mansão no site da empresa diz que há 9 quartos e cerca de 1.580 metros quadrados. Duas salas de estar, duas salas de jantar, academia, quadra de tênis e piscina também fazem parte da propriedade.
De acordo com a "Forbes", Madonna comprou a mansão por US$ 12 milhões em 2003, após se casar com Guy Ritchie, e fez uma transformação completa no imóvel. Ela colocou recentemente um apartamento em Nova York por US$ 23,5 milhões, e é dona também de outro imóvel na cidade, além de uma casa de US$ 32 milhões, comprada em 2009, segundo a revista.

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Botafogo anuncia Bolívar até o fim do ano e apresentará zagueiro nesta sexta


Bolívar está treinando com os novos companheiros desde terça, mas só nesta quinta foi anunciado
Aos poucos o Botafogo anuncia oficialmente os reforços que já treinam em General Severiano. Nesta quinta-feira, foi a vez de Bolívar ser confirmado como atleta do Alvinegro. Ele é a quarta contratação para a temporada. Antes o clube já havia apresentado Henrique, Rodrigo Defendi e Julio Cesar. O Glorioso divulgou em seu site oficial que acertou com o zagueiro até o fim de 2013.

Bolívar defendeu o Internacional na última temporada, mas teve problemas com o técnico Fernandão e não foi muito utilizado no segundo semestre. Seu contrato com o time gaúcho ia até o fim de 2012, mas a diretoria colorada não quis estender o vínculo.

Desta forma, o Botafogo sondou a situação junto ao empresário do atleta e chegou a um acordo com Bolívar. O zagueiro chega com status de titular, mas terá que brigar com Antônio Carlos e Dória por uma vaga no time principal. Além desses, Matheus Menezes, André Bahia e Rodrigo Defendi completam a lista de zagueiros da equipe para a atual temporada.

O Botafogo viajará nesta sexta-feira para Saquarema, onde dará prosseguimento à pré-temporada no centro de treinamento da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei). No dia 18, o Alvinegro voltará ao Rio para enfrentar o Duque de Caxias, no dia 20, no Engenhão, pela estreia da Taça Guanabara.

Fonte: Uol Esporte/Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia divulga retrato falado de suspeito de atirar em grávida em SP


Retrato falado de suspeito de atirar em grávida (Foto: Divulgação/SSP)Retrato falado de suspeito de atirar em grávida
(Foto: Divulgação/SSP)
A Polícia Civil divulgou o retrato falado de um jovem suspeito de atirar na secretária Daniela Nogueira Oliveira, de 25 anos, perto do prédio onde ela morava, na Zona Sul de São Paulo. O desenho foi feito com base em depoimento de testemunha. Pela descrição, o atirador é um homem de cerca de 19 anos, 1,75 metro, cabelo raspado e rosto fino. Quem tiver informações sobre o paradeiro dele pode ligar para o Disque-Denúncia, número 181. O anonimato é garantido.
A vítima, que estava grávida de 9 meses, teve morte cerebral atestada nesta quinta-feira (10). Os parentes decidiram doar seus órgãos. “Vai ter um procedimento. A gente vai fazer a doação dos órgãos. Não sei exatamente que órgãos que vão ser doados. Meu irmão que vai ver isso”, disse o cunhado da vítima, Gilsemar Oliveira.
Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a morte cerebral da secretária foi constatada às 15h08 desta quinta-feira (10). Daniela deu à luz Gabriela. Nascida de uma cesariana de emergência, a menina ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva neonatal do centro médico até a manhã desta quinta. Ela recebeu alta da UTI e passa bem. “Mas não sei quando ela irá para casa”, disse o cunhado.

A secretária foi baleada na cabeça em uma tentativa de assalto, na região do Campo Limpo, na noite de terça (8). Ela chegava do trabalho, por volta das 21h, quando estacionou o carro na Rua Osiris de Camargo e desceu. A rua fica próxima ao condomínio onde mora e costuma ser usada para estacionar os carros dos moradores que só possuem uma vaga na garagem.
Segundo testemunhas, dois homens em uma moto amarela se aproximaram e depois atiraram na secretária. Eles fugiram sem levar nada, mas, para a polícia, trata-se de uma tentativa de assalto. A bolsa da vítima foi encontrada fora de seu carro, perto do veículo.

Daniela foi levada pelos bombeiros para o Hospital do Campo Limpo, onde foi feito o parto ainda na noite de terça. Ela passou por uma cirurgia na cabeça e ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo até a tarde desta quinta. “A gente tinha esperança, mas teve a confirmação da morte dela agora. É um momento doloroso para a gente. A gente não sabe como vai ser daqui para frente”, disse Oliveira.
Segundo vizinhos de Daniela, nos últimos meses houve um aumento no número de assaltos na região. "Eles preferem as mulheres. Eles levam o carro ou a bolsa", declarou uma moradora, que não quis ter o nome divulgado. A Polícia Militar reforçou o policiamento para coibir a ação dos criminosos na região.
“Todo mundo está muito abalado, muito triste, indignado com essa violência. A Dani não é a primeira que morre e não será a última que vai morrer por causa da violência”, afirmou o cunhado. “Quantos mais vão precisar morrer para os governos tomarem uma atitude?”

Fonte: G1/Cidade News Itaú
Leia Mais ››