Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

domingo, fevereiro 17, 2013

Volta às aulas: SME distribui kit escolar nesta segunda-feira


A Secretaria Municipal de Educação, cultura e Desportos (SME) do Município de Itaú dará início o ano letivo a partir desta segunda-feira (18), onde cada aluno matriculado na rede de ensino municipal será agraciado com um kit escolar contendo: um caderno de 10 matérias capa dura; uma caixa de lápis de cor de madeira; duas canetas esferográficas; um lápis grafite; borra e apontador.

Kit Escolar


O kit será entregue as séries do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) desde a Educação de Jovens e Adultos (EJA), totalizando mais de 700 kit’s distribuídos aos alunos da rede municipal de ensino.

A Secretária Municipal Miriante Brasil falou a nossa reportagem sobre a importância de incentivar os discentes na busca do conhecimento.



O kit escolar oferecido pela secretaria não é uma iniciativa nova, pois o mesmo já vinha sendo distribuído em anos anteriores, sendo a continuidade de um incentivo dado aos pais dos alunos na economia do material escolar. Miriante salientou ainda que muitos alunos levam seus materiais escolares de casa, pois querem mostrar aos demais colegas, enquanto que outros por serem filhos de uma classe mais pobre e sabem da entrega do material escolar, não se preocupam em destinar despesas com esse tipo de material, pois recebem de bom grado a doação da Prefeitura Municipal.

Diante disso questionamos a secretária se a falta de material teria causado prejuízos ao ensino do município, ou seja, se algum aluno teria deixado de frequentar a escola por falta de material escolar; a secretária disse que não, a entrega de material é apenas uma maneira encontrada pelo município de os pais poderem ter menos gastos na educação do seu filho. Destacando que na gestão de Ciro Bezerra (DEM) o mesmo trás uma novidade, que além do kit escolar, será entregue o Fardamento Escolar, porém ainda não há uma data definida para entrega, devido muitos pais de alunos deixarem para matricular seus filhos após o início do ano letivo, dificultando assim o número de fardamento necessário para o alunado municipal.

Outro ponto destacado por Mirianete Brasil para justificar o possível “atraso” na entrega, seria a abertura de licitação para compra do fardamento, ou ainda uma segunda opção, pois a secretária visa fazer a adesão a Ata pregão do Governo Federal, que disponibiliza a todos os municípios através da internet.

Mirianete visa à pesquisa feita no portal de quais municípios do RN aderiram ao programa, para que também possa fazer o mesmo.



Vagas

A Secretaria de Educação Mirianete Brasil disse que ainda há vagas disponíveis, e os pais que desejam matricular seu filho em uma das escolas da rede municipal é só procurar a diretoria da escola e realizar a matricula, portando os seguintes documentos:

Foto 3x4, Registro de Nascimento, RG, CPF, Comprovante de alistamento Militar (homens), Cartão do Bolso Família (beneficiários).

De acordo com a secretária a grande dificuldade hoje encontrada na realização da matricula, diz respeito à escolha dos turnos, visto que, a maioria dos pais preferem o turno matutino e o município não tem aporte suficiente para atender a demanda, já em relação ao cartão do Bolsa Família a exigência já vem do Governo Federal, pois a cada bimestre é lançado no sistema do Governo a frequência dos alunos, e aquele aluno que atinge um grande número de falta, terá o beneficio bloqueado ou até mesmo suspenso pelo sistema do próprio Governo Federal.

Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

'Sucessor de Bento 16 terá desafio de resgatar prestígio do papado', diz especialista


Aos 85 anos, e "três semanas mais jovem do que Bento 16", o norte-americano John O'Malley é uma das grandes autoridades em história do catolicismo em atividade.

Autor de "A History of the Popes" (2011), o professor da Georgetown University, em Washington, e também padre brinca que teve sua vida "modestamente tocada por todos os papas dos últimos 50 anos", já que esteve pessoalmente com todos eles em alguma ocasião.

Há alguns anos, O'Malley assinou um ensaio hoje conhecido sobre renúncias de papas. À época, ele refletia sobre a possibilidade de que, fragilizado pela situação de saúde, João Paulo 2º pudesse abandonar o posto. "Fui chamado de fantasioso por tratar deste tema. Talvez estivesse sendo profético", diz

Em entrevista à Folha, por telefone, O'Malley elogia a coragem de Bento 16 de ter enfrentado uma questão estrutural de seu "trabalho", mas vaticina: "Historicamente, ele será conhecido como o bispo que renunciou".

*
Folha - Com o escândalo VatiLeaks e a renúncia de Bento 16 é corrente a ideia de que a Igreja Católica está vivendo uma grande crise. O sr. considera esta uma das grandes crises históricas do papado?
John O'Malley - Ao estudar por muitos anos a história do papado posso dizer que ela é uma história de uma crise após a outra. Mas o papado é uma instituição absurdamente elástica, que conseguiu sobreviver ao longo de 2000 anos e manter sua identidade, mesmo tendo mudado muito. Mas sim, vivemos uma situação de crise considerável. A maneira como a Cúria Romana está estabelecida precisa ser investigada. Precisam definir como ela pode ser mais eficiente, como pode coordenar melhor suas congregações. Estes serão alguns dos desafios do próximo papa. Certamente no mundo ocidental ele precisará reestabelecer o prestígio do papado.

O sr. escreveu anos atrás um agora famoso ensaio sobre papas que renunciaram. O sr. imaginava que isso pudesse acontecer tão cedo?
Foi uma grande surpresa para todos. Depois do pontificado de João Paulo 2º, que se manteve firme mesmo com a saúde muito precária, a possibilidade de que um papa viesse a renunciar ficou ainda menor. De outra parte, justamente porque Bento 16 acompanhou o que aconteceu com João Paulo 2º nos últimos anos isso pode ter afetado sua decisão.

Em que circunstância o sr. escreveu o ensaio?
Escrevi este artigo em 2005, antes da morte do Papa João Paulo 2º. Havia um debate sobre como a igreja poderia seguir adiante, estando o papa visivelmente sem condições físicas de comandá-la. Acho que fui um pouco profético ao tratar da renúncia quando ninguém imaginava que isso pudesse acontecer.

Em seu livro "A History of the Popes" o sr. usa a expressão "trabalho" para se referir ao posto papal. Até que ponto é comum usar o termo mundano para uma posição sagrada?
São expressões um pouco profanas mesmo. Mas com elas eu queria ir ao cerne de um dos aspectos do papado, que é o de que ele envolve uma série de responsabilidades e tarefas que precisam ser cumpridas. É claro que o posto de papa é muito maior do que um emprego. É um líder mundial, com aspectos litúrgicos e inspiradores, o que nenhum trabalho comum envolve. Apesar disso, o que eu questionava era se não deveríamos ter bem claras quais as funções executivas de um papa.

E o fato de Bento 16 ter "pedido demissão" do "trabalho" de alguma maneira desmistifica os aspectos sagrados do que significa ser um papa?
Em certo sentido, não há como negar isso. Mas pense que ele é um bispo, essencialmente o bispo do mundo inteiro. Falamos muito claramente sobre as responsabilidades dos bispos e sabemos que eles têm de se aposentar aos 75 anos. Bento 16 está agindo agora como os outros bispos. Nesse sentido ele está dando um bom exemplo.

Foi uma decisão sábia?
Foi certamente algo extraordinário, eu pessoalmente achei uma decisão muito corajosa e também apropriada. Mas quem sou eu para falar sobre sabedoria ou não de uma ação papal.

Se o sr. tivesse de arriscar o futuro como acredita que Bento 16 será conhecido?
Tenho convicção de que ele será conhecido como "O papa que renunciou". É um grande marco. O papa pode não gostar, mas assim será. Espero que alguns historiadores mais sérios consigam resgatar também outros aspectos de sua atuação.

Todos os textos biográficos sobre Bento 16 atribuem a ele um brilhante passado como teólogo. Por que motivos Ratzinger pode ser considerado tão brilhante?
Ele já era conhecido como um teólogo brilhante antes do Segundo Concílio [que modernizou a igreja]. Eu estive na Alemanha em 1960, antes do Concílio, num congresso no qual ele se apresentou. Já nessa época todos diziam que ele era um iluminado para a teologia, que ele iria muito longe. No Segundo Concílio, embora ele tivesse só 35 anos já foi o líder entre os bispos da Alemanha.

Como papa ele conseguiu aplicar alguma teoria do teólogo?
Como papa ele continuou a escrever, mas na minha opinião ele fez uma distinção grande entre sua vida privada, de teólogo, e a de papa.

Entre as diversas especulações sobre quem será o novo papa há quem defenda a ascensão de um brasileiro. O que o sr. pensa disso?
O que posso dizer sobre a sucessão de Bento 16 é que existe uma conversa séria de que o papado vá para fora da Europa Ocidental. Desta vez é sério e possível. Poderia muito bem ser um brasileiro ou um africano.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após 18 meses sem água nas torneiras, chove forte em Luís Gomes



Registrando uma das piores secas dos últimos tempos, a cidade de Luís Gomes, que tem 10 mil habitantes na região no Alto Oeste do RN, recebe as primeiras chuvas do ano de 2013. Nesta quinta (14), durante a madrugada, precipitações fracas foram registradas. Mas nesta sexta-feira, segundo os moradores, as chuvas foram intensificadas e aproximaram-se da média de 100 milímetros.

Segundo a agricultora Maria das Graças, residente no Sítio Sossego, zona rural de Luís Gomes, alguns açudes da região já estão com água. “A chuva foi boa, a melhor dos últimos tempos”, comemora a agricultora.

A cidade de Luís Gomes está há 18 meses sem água nas torneiras. A cidade foi uma das primeiras do Rio Grande do Norte a decretar estado de emergência em decorrência da estiagem.

Em seguida, com o agravamento da crise, a Prefeitura decretou estado de calamidade pública. O único açude que abastece o município, o Dona Lulu Pinto, com capacidade de armazenamento de cinco milhões de litros d'água está seco.

A cidade está sendo abastecida desde então por carros-pipa custeados pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte e o Ministério da Integração Nacional, atraves do Exército Brasileiro.

Os carros-pipa colocam água em cisternas e a população pega usando baldes e panelas.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Janeiro registra queda de 13% nas exportações do RN


O resultado das exportações no Rio Grande do Norte, no mês de janeiro de 2013, aponta queda de 16% se comparado ao mesmo período de 2012.  O RN exportou no primeiro mês do ano US$ 23,4 milhões.
Os principais produtos da balança de exportação do estado foram: melões (US$ 8,16 milhões), castanha de caju (US$ 2,6 milhões) e sal marinho (US$ 1,3 milhão).
De acordo com o economista Aldemir Freire, a queda das exportações de janeiro dá sequência a uma tendência que se esboça desde o fim de 2008. Segundo comenta em seu blog economia do RN, de 2008 até agora, avaliando todos os dados das exportações no estado, no acumulado em 12 meses, pode-se se observar uma tendência de queda. “Essa tendência foi interrompida ao longo de 2011, mas voltou a se manifestar em 2012”, analisa.
Nos 12 meses encerrados em janeiro de 2013 o estado havia exportado cerca de US$ 256,8 milhões. Já em janeiro de 2012, as exportações acumuladas em 12 meses haviam sido de US$ 290,6 milhões.
Um dos fatores responsáveis pela queda das exportações nos últimos meses tem sido a queda no volume de produção de castanha de caju em decorrência da seca, um dos principais produtos da pauta de exportações do estado em janeiro deste ano. O RN exportou US$ 2,6 milhões de castanha, queda de 43% frente ao valor exportado em janeiro de 2012, que havia sido de US$ 4,57 milhões.
Para o economista, a seca do ano passado continuará provocando impacto nas exportações de castanha ao longo de 2013. “Caso o ano continue com baixa pluviometria, a crise nas exportações potiguares de castanha poderá até se prolongar até 2014”, revela.
Um dado interessante de janeiro de 2013 é que o estado exportou 6 kg de ouro, cujo valor foi de US$ 332,9 mil. Muito provavelmente tais exportações têm origem no chamado "Projeto Borborema" localizado na cidade de Currais Novos e pertencente à empresa australiana Crusader Resources.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Número dois do Vaticano, cardeal é alvo de intrigas


Na usina de intrigas e boatos em que se transformou o Vaticano nos últimos meses, o salesiano Tarcisio Bertone, 78 anos completados no dia 2 de dezembro, é sempre um dos personagens principais, em geral o principal.

É natural que seja assim: em 2006, ou seja, no ano seguinte à eleição de Joseph Ratzinger como papa, Bertone foi nomeado secretário de Estado, o segundo posto na hierarquia do Vaticano. Um ano depois, seria designado camerlengo, sempre por Bento 16, como é óbvio.

Camerlengo é a pessoa que convoca os cardeais para o conclave que elegerá o novo papa e também quem anuncia o escolhido. Uma espécie de gestor interino do Vaticano entre a morte ou, como agora, renúncia de um papa e a eleição de outro.

O cardeal Tarcisio Bertone, à direita, durante missa de quarta-feira de Cinzas, no Vaticano; atrás, Bento 16

Com essa visibilidade, as intrigas anônimas dos últimos meses "atacaram o secretário de Estado para atingir um alvo mais elevado", escreve Paolo Griseri, que cobre Vaticano para o "La Reppublica".

O alvo mais elevado seria Bento 16, mas há outras versões para o tiroteio contra esse piemontês de Romano Canavese que fez todo o seu percurso de estudos em instituições salesianas.

Bertone teria atraído a ira da Cúria romana ao afastar os homens ligados a seu antecessor no cargo, o cardeal Angelo Sodano, hoje presidente da Conferência Episcopal italiana --outro polo de poder, dado que a Itália é o país que tem maior número de eleitores no conclave (28 em 117 contra, por exemplo, 5 do Brasil).

Há um caso concreto de afastamento que ajuda a entender a ira contra Bertone: o cardeal Carlo Maria Viganò, que chefiava o Governatorato, responsável pelas licitações e pelo abastecimento do Estado do Vaticano, escreveu carta ao papa, denunciando irregularidades e solicitando a permanência no cargo.

A carta vazou na televisão italiana e Bertone em seguida despachou Viganò para os Estados Unidos, como núncio apostólico.

Em termos ideológicos --item que não está na ordem do dia hoje no Vaticano-- Bertone é definido por Griseri como líder de um "Novo Centro". À direita, o líder seria Angelo Scola, cardeal de Milão, em tese o favorito de Bento 16 para sucedê-lo.

Mas, na época de sua nomeação para a secretaria de Estado, a leitura mais disseminada foi a de que Bento 16 buscava um braço direito para ajudá-lo nas disputas internas na Cúria.

Que há divisões na igreja, o próprio Bento 16 o admitiu, na Missa de Cinzas. Que Bertone o tenha ajudado, no entanto, é uma tese polêmica, visto que o papa acabou por deixar o cargo, embora alegando apenas falta de forças para prosseguir.

Sacerdote há 53 anos, Bertone é licenciado em teologia e história da religião, pela Faculdade Salesiana de Turim, a capital piemontesa.

Ele foi reitor da Pontifícia Universidade Salesiana e é doutor em direito canônico, o que o coloca em situação privilegiada para gerir a transição, dado o ineditismo de uma renúncia papal, que exige interpretações das regras canônicas ao alcance apenas de especialistas.

Bispo em 1991, cardeal em 2003, tornou-se, em 1995, secretário da Congregação para a Doutrina da Fé, a antiga Inquisição.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Governadora vai anunciar pagamento das promoções verticais


A governadora Rosalba Ciarlini, juntamente com a secretária de Estado da Educação, Betania Ramalho, abre oficialmente o ano letivo da rede estadual de ensino nesta segunda-feira (18).  A solenidade será realizada às 8h, no Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, situado à rua Jaguarari, em Lagoa Nova, em Natal.

Na ocasião também será realizada uma coletiva de imprensa com a governadora e secretária para apresentar o planejamento da Educação para o ano de 2013. Rosalba anunciará o pagamento de alguns direitos dos professores, como as promoções verticais, que estão represadas desde 2006.

A data marca também o início das atividades do Complexo Educacional Kennedy, que é formado pelas escolas Presidente Kennedy e Joaquim Torres, que oferecem os Anos Iniciais do Ensino Fundamental; Manoel Villaça, responsável pelos Anos Finais do Ensino Fundamental; Edgar Barbosa, que oferece o Ensino Médio; e pelo Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, que dará o suporte pedagógico a essa estrutura.

A ideia é que a integração dessas escolas forme um complexo de excelência que sirva de referência para outras escolas do Estado, como a Escola Presidente Kennedy, que possui Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) acima de cinco e que no Prêmio Gestão Escolar 2012, foi considerada a sexta melhor escola do país.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ex-BBB Natália Nara vira pastora, foge da fama e chora todas as vezes que lembra ensaio nu para a ‘Playboy’


EX-BBB Natália apresenta programas de notícias de um canal religioso

Se pudesse voltar ao tempo, Natália Nara jamais teria topado entrar no “BBB 5”. Destaque da atração que revelou Grazi Massafera, a cearense, que chegou a ganhar o título de a Iracema de Fortaleza, leva hoje uma vida hoje de arrependimento. Ela se nega a falar ou ser reconhecida pelo programa e chora todas as vezes que lembra do ensaio nu que fez para a “Playboy”.
Desde que se converteu à Igreja Bola de Neve, Natália deixou de lado o sonho de se tornar atriz e passou a fazer caridades e pregar a palavra de Deus, segundo contou sua mãe à coluna. “Ela não quer mais saber de ‘BBB’, mas o que ela mais lamenta é o fato de ter posado nua. Ela chora só de lembrar. Esse programa só fez mal a ela e atrapalhou os estudos”, diz dona Neide.

Cristã, Natália Nara se casou com companheiro da Igreja Bola de Neve

No reality da Globo, Natália integrou o grupo rival dos queridinhos Jean, Grazi e Pink. Assim como os demais companheiros, deixou o programa com fama de má. O ensaio para a “Playboy”, que ela tento rejeita, foi importante para a morena investir na carreira de atriz no Rio, onde morou por cinco anos, e comprar uma casa para a mãe em Fortaleza.
Mas tudo mudou quando Natália conheceu a religião, em 2007, através de um empresária na época. “Quando me dei conta da besteira que eu fiz (a revista ‘Playboy’), me arrependi e passei a andar no caminho de Jesus”, testemunhou Natália, num vídeo publicado no Youtube.
Casada desde julho com um membro do Bola de Neve, Natália Prada (como se chama atualmente) finaliza sua faculdade de Jornalismo e quer seguir como pastora em São Paulo, onde mora atualmente. Longe da fama, ela se dedica ainda à pastoral de comunicação da sua igreja, onde apresenta um programa de notícias. “Agradeço a lembrança, mas não tenho mais nada a falar. Tem outros BBBs mais recentes para vocês entrevistarem”, respondeu Natália, ao ser procurada pela coluna. Nem precisa dizer que ela vai passar o carnaval bem longe da folia, não é?

Arrependimento: Natália Nara em foto da

Natália com Jean, durante o 'BBB 5'


Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Com festa para artistas e ex-jogadores, Flamengo oficializa movimento 'Zico 60 anos'


Nalbert (d) postou foto no Instagram com Carlão (e), Petkovic e Virna em festa para Zico

Após pouco mais de um mês do lançamento do projeto por parte da torcida, o Flamengo finalmente oficializou o movimento "Zico 60 anos, um mundo rubro-negro". A homenagem ao maior ídolo da história do clube foi chancelada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello na manhã deste sábado, na sede da Gávea, em uma festa que contou com a presença de técnicos, ex-jogadores e artistas que torcem para o clube.

O movimento, idealizado por Marcelo Tijolo, líder político da Chapa Azul (grupo vencedor das últimas eleições e que comando o clube atualmente) e amigo particular do Zico, tem o objetivo de "pintar o Brasil e o mundo de vermelho e preto" no dia do aniversário - 3 de março - do maior ídolo da história do Flamengo.

Eduardo Bandeira de Mello, presidente rubro-negro, chancelou o movimento em homenagem a ZicoMandatário do Fla discursou durante a festa deste sábado, na sede da Gávea, pelos 60 anos de Zico

Com ampla divulgação as redes sociais, o projeto ganhou seu maior aliado neste sábado. Eduardo Bandeira de Mello e outros integrantes da atual diretoria do Flamengo chancelaram o movimento e fizeram um longo discurso ressaltando a importância da preservação da imagem de Zico.

O "Galinho de Quintino", aliás, foi um dos maiores entusiastas e apoiador do grupo de Bandeira, que venceu a eleição presidencial de dezembro e comanda o clube desde o início de 2013.

Além da diretoria e muitos sócios, estiveram presentes ao evento o ex-jogador Petkovic, os ídolos do vôlei Nalbert, Carlão e Virna, além do humorista Marcius Melhem, da TV Globo.

A próxima homenagem que o Flamengo prestará ao seu maior ídolo será a construção de uma estátua. Mesmo sem local definido, o clube já encomendou uma imagem de Zico para eternizar em sua sede da Gávea.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

José de Abreu recebeu cachê para fazer vídeo de Rafinha Bastos: ‘Gosto de provocar polêmicas’


Por mais uma vez, José de Abreu envolveu propositalmente seu nome numa polêmica. Desde ontem, circula na internet um vídeo feito por Rafinha Bastos em que, por se sentir ofendido, ele responde a uma notícia em que um humorista, casado e com filho teria oferecido R$ 100 para transar com um rapaz. À coluna, José de Abreu, que viveu o Nilo em "Avenida Brasil", afirma que foi procurado pelo ex-integrante do "CQC".
"Ele ligou, ofereceu um cachê e gravamos. Foi um trabalho profissional, muito bem feito e que só precisou ser feito uma vez", explicou José de Abreu.
Questionado sobre sua exposição, o ator se justificou. "Gosto de provocar polêmicas. Queria sentir o que é preconceito, não posso dizer que sou preto, mulher, índio, pobre... Ninguém acreditaria. Dizer que sou gay já não acreditaram muito... Vim pra confundir, não pra esclarecer", concluiu.
No vídeo, Rafinha está discursando quando o ator aparece ao fundo de roupão, cabelos molhados e com uma cadela nos braços. O ator interrompe o humorista. "Rafinha, estou te esperando". O humorista reage: "Amor, eu estou gravando o vídeo".
No mesmo tom carinhoso, José de Abreu diz que está lhe esperando na cama: "Não é rápido, já não aguento mais. Você pensa que é fácil ficar te esperando?". O ator sai de cena e Rafinha recomeça.


Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Santa Sé indica dono de estaleiro para banco


Quatro dias depois de o papa Bento 16 anunciar sua renúncia, a Santa Sé nomeou o advogado alemão Ernst von Freyburg para presidir o IOR (Instituto de Obras Religiosas), como é conhecido o Banco do Vaticano.

O banco tem sido a origem de boa parte das tensões da Cúria Romana nos últimos meses, desde a demissão do italiano Ettore Gotti Tedeschi, ligado à Opus Dei e um dos homens de confiança do papa.

A decisão pode ser a última grande alteração na estrutura do Vaticano ainda sob o pontificado de Bento 16 não ficou livre de polêmica.

Freyburg é dono de um estaleiro e se manterá no cargo, acumulando-o com o de banqueiro da igreja, o que gerou questionamentos ontem sobre conflito de interesses.

A nomeação foi feita por uma comissão de cardeais e aprovada pelo papa, segundo o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi.

O porta-voz disse que não vê razões para esperar a definição do próximo papa para trocar o comando do banco, porque o presidente do IOR é um cargo técnico.

"Por que atrasar o processo já concluído e bem feito? Não há desrespeito com o novo papa por nomear apenas um técnico", disse.

Freyburg é presidente do estaleiro alemão Blohm+Voss Group. Além do critério de experiência como executivo, pesou na escolha a "capacidade de se inserir no ambiente eclesiástico", segundo a Santa Sé.

Bento 16 e Von Freyburg não se conhecem pessoalmente. O novo banqueiro é membro da Ordem de Malta, organização católica criada há 900 anos, e participa de uma ONG que leva doentes alemães ao santuário de Lourdes.

O presidente foi escolhido num processo do qual participaram 40 candidatos avaliados por técnicos do Vaticano e uma firma de recrutamento.

Uma comissão de cardeais --da qual fazem parte o secretário de Estado, Tarcisio Bertone, e o arcebispo de São Paulo, d. Odilo Scherer-- escolheu von Freyburg entre os seis finalistas, conforme o porta-voz do Vaticano.

Ettore Tedeschi, amigo do papa, foi demitido do cargo sob suspeitas de má gestão em 2012. Documentos secretos vazados no escândalo do VatiLeaks apontam o cardeal Bertone como o responsável por uma campanha para desmoralizar Tedeschi.

O novo presidente não terá dedicação integral ao banco do Vaticano e só ficará em Roma três dias por semana. Ele deve permanecer no seu cargo no estaleiro.

Lombardi negou que haja problemas no acúmulo de funções, mas disse que ainda não está claro como ele vai organizar o tempo.

A entrevista coletiva ficou tensa ontem quando um repórter disse que o estaleiro fabricava navios de guerra.

"Eu não sei se fabrica navios de guerra, mas isso não é nenhuma contraindicação, ele ajuda a levar peregrinos a Roma e tem uma grande sensibilidade humana e cristã", respondeu o porta-voz.

Instantes depois, ele recebeu um comunicado de que o estaleiro não produz embarcações militares.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Erosão em parque avança e ameaça rua e casas, em Aparecida de Goiânia



A Defesa Civil vai pedir a interdição total da Rua 23-E, no Setor Garavelo, onde fica o Parque Tamanduá, em Aparecida de Goiânia. Metade da via foi destruída por uma erosão, que só aumenta.
Moradores estão preocupados com a cratera, que tem avançado em direção às residências. O buraco já engoliu o muro de uma casa e um poste de luz, deixando a fiação exposta. Ao redor do parque são, pelo menos, cinco pontos críticos.
Erosões não são novidade no Parque Tamanduá, mas elas ficavam sempre dentro da unidade de conservação. Segundo os moradores, de um semana para cá, o buraco avançou rapidamente, destruiu a cerca, levou a calçada e parte da rua.
"É preciso um trabalho criterioso na região para descobrir o que está causando essas erosões e buscar uma solução definitiva", disse o superintendente da Defesa Civil em Aparecida de Goiânia, Juliano Cardoso.
A Secretaria de Infraestrutura de Aparecida de Goiânia informou que existe um projeto em desenvolvimento para a recuperação de toda a extensão do Córrego Tamanduá, com recursos do governo federal. Segundo o órgão, enquanto esse trabalho não terminar a prefeitura vai fazer serviços paliativos para tentar conter o avanço do problema.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

‘BBB’: Cida recusou proposta para posar nua, levou calote de ex-brother e revela que está 12 quilos acima do peso




Em 2004, Cida Campos comprou um cupom e foi sorteada para ser uma das participantes do “BBB 4”. Deixou o reality com R$ 500 mil na conta e passou a viver o dissabor da fama. Cercada de amigos interesseiros, ela diz que o dinheiro só lhe trouxe decepção. “Muitos se aproveitaram de mim. Até calote de um ex-BBB eu levei”, conta ela, sem dar detalhes. Quem será?
O fato é que a entrada no programa a ajudou a mudar de vida. De babá de crianças, ela abriu (e fechou) um bazar, ajudou a divulgar o nome de sua cidade (Mangaratiba), comprou três imóveis (dois para ela e um para a irmã) e um terreno, e jura que, mesmo sem trabalhar, ainda vive do dinheiro que ganhou.
Sumida da mídia, nove anos após o reality, Cida casou, se envolveu numa polêmica acusando de agressão o ex-marido, o policial José, teve dois filhos (Victor, de 7 anos, e Vitória de 5), emagreceu, descasou e voltou a engordar. Prestes a completar 30 anos (dia 26), a ex-BBB agora quer ser uma nova mulher. “Quero colocar silicone e fazer lipo”, planeja ela, que engordou 12 quilos após a separação, há um ano.

Cida na época do Mesmo acima do peso, Cida nunca teve problemas de autoestima. “Sempre fiz muito sucesso com os homens”, garante ela, que está num “rolo” há quatro meses com um rapaz de sua cidade. Assim que deixou o reality, a ex-BBB lembra que foi sondada para posar nua, mas recusou o convite. “Jamais faria”, diz ela, que quer concluir o ensino médio e fazer faculdade de Jornalismo. “Também estou pensando em montar um novo negócio para mim, só não sei se aqui ou no Rio, onde sempre desejei morar”.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Terror a 8 mil metros de altitude: tripulação coloca cobertores e travesseiros para fechar fresta de porta que se abriu durante voo


Voo da Emirates saiu de Bankok

O turista britânico David Reid e seu filho Lewis viajavam no novíssimo Airbus A380 de cerca de R$ 750 milhões de reais quando foram surpreendidos por uma enorme explosão. Segundo o Daily Mail, o ar gelado invadiu a cabine e a pressão despencou quando uma das portas do avião abriu aproximadamente 4cm. O voo ia de Bangkok, na Tailândia, para Hong Kong.
De acordo com Reid, em vez de fazer um pouso de emergência, a tripulação decidiu encher a fresta com cobertores e travesseiros coladas com fitas e continuar o vôo, apesar do forte barulho e das temperaturas congelantes.
De acordo com o Daily Mail, um porta-voz da Emirates disse: "Nós podemos confirmar que houve um ruído saindo de uma das portas do A380 no voo EK384 entre Bangkok e Hong Kong, nesta segunda-feira, 11 de fevereiro. Em nenhum momento, a segurança do voo foi posta em risco". Já um porta-voz da Airbus disse: "Não é possível que uma porta da cabine abra em um A380 ou em qualquer aeronave enquanto estiver em voo, já que as portas abrem para dentro e têm mecanismos de bloqueio".

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Hernane encerra maldição da nove e ensina: ‘No Flamengo, só fazer gol não basta’


A paciência da torcida com o jovem Rafinha ou a expectativa pela estreia de Carlos Eduardo com a camisa 10 são luxos para Hernane. Baiano de Bom Jesus da Lapa, o atacante de 26 anos ainda luta por um lugar de destaque no futebol, e sabe que para brilhar no Flamengo só os gols não bastam. Neste domingo, ele tenta balançar as redes contra o Botafogo às 18h30 no Engenhão.
- Já estou acostumado com a pressão. Incentiva mais. O torcedor quer ver show. Mas se não der vai na garra, na vontade. Só fazer gol com a camisa do Flamengo não basta - ensina o camisa nove, que ganhou crédito da diretoria, do técnico Dorival Júnior e da torcida depois de sete gols em seis jogos no Estadual.
Com o passaporte praticamente garantido para assinar um novo contrato com o Rubro-negro, Hernane sabe que sua oportunidade chegou de vez. E comenta a diferença de paciência para um jogador que veio do interior precisando provar seu valor em pouco tempo.
- Achei que ia sentir ao sair do Mogi Mirim e vir para o Flamengo, a maior torcida do Brasil. Mas a experiência foi boa. Fiz gol na primeira partida, mas não tive sequência ano passado. Sabia que seria difícil. Espero aproveitar muito agora e quero fazer história no clube. Minha oportunidade chegou - afirma Hernane, sorridente pelo bom momento.
O retrospecto positivo fez o jogador entrar na brincadeira ao ser informado que Deivid, que defendeu o Flamengo ano passado, disse que saiu do clube deixando a camisa nove com uma espécie de maldição pelos gols perdidos. O fantasma, de vez em quando, assombra novamente.
- A maldição dessa camisa acabou, foram só alguns meses, foi um fato ruim para o Deivid, de momento. No jogo contra o Bangu errei um gol e já pensei nisso, mas depois passa. Foi uma fase dele. Não tenho problema de vestir a nove - comentou Hernane, lembrando que marcou muitos gols por todos os times que passou. A fama de goleador na Bahia ganhou outro termo, “brocador”.
- Um amigo meu da Bahia disse que tinha uma música com o “Vitória brocador”. No campeonato paranaense fiz seis gols em seis jogos e ele falou que eu era brocador. Ficou o apelido e está dando certo - encerrou Hernane, que promete “brocar” o Botafogo.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

História do Banco do Vaticano é marcada por escândalos


Fundado pelo papa Pio 12 em 1942, o IOR (Instituto para as Obras da Religião) -o chamado Banco do Vaticano- tem uma trajetória ligada a escândalos.

Um dos casos mais rumorosos foi a quebra do Banco Ambrosiano, de Roberto Calvi, em 1982. Conhecido como "o banqueiro de Deus" por suas ligações com o Vaticano, ele apareceu enforcado sob uma ponte em Londres.

Dez anos mais tarde, peritos italianos descartaram a hipótese de suicídio.

Os legistas, segundo elementos publicados pela imprensa italiana na ocasião, destacaram a ausência das lesões que a corda deveria ter causado ao banqueiro, que pesava cerca de 90 quilos.

As mãos de Roberto Calvi também não tinham traços do pó que deveriam deixar os tijolos que foram encontrados em seus bolsas, nem do óxido de ferro que deveria ter ao amarrar a corda à ponte de ferro.

"Por trás da máfia há alguém", afirmou Carlo, filho de Calvi, convencido de que mafiosos haviam assassinado seu pai.

O então presidente do IOR, o arcebispo Paul Marcinkus, foi indiciado na Itália em 1987 pela sua conexão com o colapso do Banco Ambrosiano, mas nunca chegou a ser levado a julgamento, por causa de sua posição no Vaticano.

TEDESCHI

Em 2010, novo escândalo. A Justiça italiana ordenou a apreensão de € 23 milhões do Banco do Vaticano. Agentes da polícia tributária providenciaram o sequestro preventivo dessa quantia depositada numa conta do banco Credito Artigiano, por ordem de um tribunal de Roma que investigava a omissão por parte do IOR de dados obrigatórios quanto à identidade das pessoas efetuando transações financeiras

A suspeita na época era de que o IOR recebesse depósitos de importantes somas de procedência duvidosa, na gestão de Ettore Gotti Tedeschi, demitido em 2012 por má administração.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Bruna Marquezine cria mal-estar com Ana Maria Braga


Não convidem Ana Maria Braga e Bruna Marquezine para a mesma mesa de café da manhã. A apresentadora não quer nem ouvir falar o nome da Lurdinha de "Salve Jorge" depois que ela negou o namoro com o craque do Santos em seu programa.
E isso poucas horas antes de os dois resolverem assumir o romance em pleno carnaval carioca. Até segunda ordem, Bruna Marquezine, que negou até onde pôde o namoro com Neymar, não vai mais ao programa da loura.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Prestes a completar um ano sem jogar, Adriano fica sem valor no mercado da bola


Adriano, com a camisa do Flamengo, em clássico contra o Botafogo

Um império arruinado. Prestes a completar um ano sem jogar, Adriano está desempregado desde novembro do ano passado, quando rescindiu contrato com o Flamengo. Mantém a forma com um personal trainer, mas está longe de voltar aos campos. Viu seu nome ser especulado no Guarani, mas, desacreditado, perdeu valor no mercado do futebol.
- Neste momento, ele vale zero real. Nada. Hoje, o consideramos um ex-jogador - afirmou Fernando Ferreira, sócio-diretor da Pluri Consultoria, especializada na economia do futebol.


Adriano não joga desde que disputou 68 minutos do clássico entre Corinthians e Santos pelo Campeonato Paulista - dia 4 de março de 2012. Demitido do Timão, passou três meses treinando no Flamengo, mas não foi relacionado para uma partida sequer.
Atualmente, se não é visto nos gramados, é figura fácil na comunidade do Vidigal, seu novo point. Há duas semanas, Adriano apareceu bem à vontade no local. Andou de moto, subiu o morro a pé, visitou uma senhora doente e dormiu na comunidade.

Adriano fez visita à comunidade do Vidigal semana passada

Fez a festa de fãs ao posar para fotos, mas era uma imagem distante do ídolo campeão brasileiro em 2009. Os frequentes problemas fora de campo e as lesões o desvalorizaram. A última delas, no tendão de Aquiles, fez o jogador passar por duas cirurgias, uma em 2011, no Corinthians, e outra em 2012, com José Luiz Runco, médico do Flamengo.
- Ele nunca passou por uma recuperação tão séria. Ficou frustrado no início, mas buscou se empenhar. Só que não mantinha os cuidados fora, cometeu falhas que, ainda bem, não o comprometeram por completo. Nós ficamos frustrados - disse o fisioterapeuta do Corinthians, Bruno Mazziotti.
Nem quando as portas se abriram no Flamengo, clube que o revelou, Adriano se recuperou. Com uma vida desregrada fora dos gramados, não conseguiu perder peso.
- É uma pena. Porque o Adriano é um baita jogador. Em forma, ele é titular em qualquer clube grande do Brasil. Em forma. A carreira entrou em declínio total - disse o ex-diretor de futebol do Flamengo, Zinho, que mora no mesmo condomínio que o Imperador e cruza sempre com ele.
Procurado pelo Jogo Extra, Adriano, através de sua assessoria, não se pronunciou.

Sem clube, Adriano visitou o Vidigal na última semana

Últimas cenas como protagonista: final do Estadual de 2010
A passagem de Adriano pelo Corinthians, apesar de pouco produtiva, deixou um legado. Mesmo atuando somente em oito partidas — sete oficiais e um amistoso —, com 350 minutos e dois gols em campo, o Imperador fez o departamento médico do clube rever conceitos.
— A maior lição com a questão do Adriano é que passamos a ter humildade. Não somos onipresentes e onipotentes. Não temos como carregar atletas e levá-los para recuperação. Se o jogador não faz a sua parte, algo fica pendente — disse o fisioterapeuta Bruno Mazziotti.
Nem mesmo o fato de clube dispor de um departamento médico e de reabilitação de primeira linha ajudou a recuperar o jogador.
— Ficamos com o sentimento de que ele poderia voltar, principalmente porque traria benefícios para ele — disse Bruno.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Atacante português bate carro de R$ 550 mil em colisão com viatura da polícia



O jogador português Nani, do Manchester United, passou por maus momentos na sexta-feira. O veículo em que dirigia foi atingido por um carro da polícia. O atleta e um policial não se feriram. Nani possui um luxuoso Bentley Continental, avaliado em R$ 550 mil. Para sua sorte, o carro sofreu leve danificação.

Um agente se feriu sem gravidade. A colisão aconteceu em Stockport, próxima a Manchester.

Foi aberta sindicância para apurar o acidente, mas preliminarmente foi constatado que o erro partiu do veículo da polícia. Um policial terá sua carteira de motorista cassada.

Segundo testemunhas, Nani ficou bastante assustado após o choque. O atleta prestou depoimento, sendo liberado posteriormente.

Nani ficou fora da partida contra o Real Madrid, pela Liga dos Campeões,  jogo que terminou empatado por 1 a 1, na Espanha.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››