RÁDIO CIDADE AO VIVO

sexta-feira, fevereiro 22, 2013

Nélter Queiroz: “PMDB não deve nem querer o apoio de Rosalba em 2014”


O deputado estadual Nélter Lula de Queiroz, representante peemedebista da região Seridó na Assembleia Legislativa, move uma campanha aberta de finalização da aliança do seu partido, o PMDB, com o sistema político da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), alegando a inviabilidade total do governo da democrata, a quem sugere que sequer participe da reeleição no próximo ano. De acordo com a avaliação de Nélter Queiroz, o desgaste do governo atingiu níveis de irreversibilidade, o que impede que se continue pensando na continuidade da administração a partir de janeiro de 2014.

Segundo as pesquisas de opinião divulgadas, a gestão Rosalba Ciarlini é desaprovada por quase 90% da população em Natal e por mais de 70% no restante do estado. Nos cenários eleitorais para 2014, Rosalba perde para o vice-governador, Robinson Faria (PSD), e até para a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), que deixou o governo bastante fragilizada, após denúncias de corrupção contra familiares.

Mas, para Nélter, o mais importante é que o PMDB, o seu partido, tem um candidato de peso para concorrer às eleições em 2014, que é o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, que na disputa ao Senado em 2010 obteve mais de um milhão de votos. Além disso, segundo Nélter, o PMDB conta entre seus filiados com nomes fortes para disputar o cargo de governador do Estado, a exemplo do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e o deputado estadual Walter Alves, líder do partido na Assembleia Legislativa.

Em entrevista esta semana à Rádio Caicó AM, o deputado Nélter Queiroz aumentou o tom da defesa pelo fim da aliança política do PMDB com o governo Rosalba Ciarlini. Além de querer o rompimento, Nélter aconselha o atual sistema político estadual a, sequer, candidatar a governadora Rosalba à reeleição. Diante do desastre administrativo, ele defende que o PMDB rompa. Depois, que o PMDB lance um nome para governador. Por fim, aconselha que o PMDB sequer busque ter o apoio de Rosalba em seu palanque.

“Rosalba tem que terminar sua administração sem sacrificar o governo. Eu vou aconselhar o PMDB a não pedir o apoio dela. Se depender de mim, o PMDB não vai querer seu apoio. ela quem deve decidir o que deverá fazer. Se formos pedir o apoio dela as pessoas vão cobrar nossa coerência, já que eu pelo menos defendo o fim dessa aliança política”, argumentou.

CAUTELA

Em entrevista à imprensa, o presidente estadual do PMDB, Henrique Eduardo Alves, respondeu ao oferecimento de cargos de Rosalba. A governadora teria oferecido ao PMDB as pastas de Recursos Hídricos e a Agricultura ou a Saúde, como forma que “repactuar” a aliança com o partido. Segundo Henrique, porém, o problema do atual governo não se resolve apenas com cargos.

“Não adianta ter conversa com o PMDB, a insatisfação é generalizada. Todo governo tem um grupo político de apoio, de sustentação, que discute estratégias, faz críticas, reformulações. Não vejo o grupo político em torno de Rosalba”, disse o deputado federal, que defendeu uma discussão conjunta do governo com os demais parceiros políticos, citando o PR do deputado federal João Maia, o DEM do senador José Agripino e da própria Rosalba e o PMN do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta, além do PMDB.
Para Henrique Eduardo Alves, de nada adiantaria o Governo buscar apenas o PMDB para conversar. “A reunião teria que ser com o grupo político que ainda apoia o seu governo (de Rosalba Ciarlini), para ver se é possível mudar de cara, tornar-se resultado de um trabalho coletivo, ajudar, dar sua colaboração”, destacou o líder peemedebista.

O presidente da Câmara dos Deputados analisou que vê atualmente apenas conversas pontuais, “gentilezas”. “Mas não é só isso. Está faltando articulação política, um grupo político competente e verdadeiro”, completou o deputado federal. Em entrevista no final do ano passado ao Jornal de Hoje, o líder do PMDB disse que “estava rouco de tanto tentar falar com o governo e não ser ouvido”.

Líderes da base irão se reunir em Brasília para conversar com Rosalba

Os líderes dos partidos da base aliada do governo Rosalba Ciarlini irão se encontrar em Brasília, na próxima segunda-feira. A reunião será na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, às 20h. Seria uma tentativa de se ajustar a aliança. A reunião contará com as presenças de Garibaldi Filho, da governadora Rosalba Ciarlini, do chefe de Gabinete Carlos Augusto Rosado, do presidente do PR, João Maia, e do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta.

O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, confirmou presença. Mas ele disse não saber a pauta, nem os participantes do encontro. Em sua consciência, trata-se de uma reunião de homenagem a Henrique Alves, novo presidente da Câmara dos Deputados. “Fui convidado por Henrique para esse jantar na sua casa. Não sei quem foi mais convidado. Não vou falar dessa reunião porque não sei a pauta. Não sei o que vai tratar. Não sei os convidados. Sou apenas convidado. Não sei se vai ficar apenas na cortesia, nas homenagens ao presidente da Câmara”.

Garibaldi confirmou, entretanto, que há uma tendência nacional no PMDB de lançar candidatura própria nos estados. Ele confirmou para o próximo dia 02 a convenção nacional do PMDB, que vai renovar o mandato do vice-presidente da República, Michel Temer, no comando do PMDB. “Seria cartorial, mas estão sendo convidados os diretórios e as executivas estaduais”, disse o ministro, respondendo afirmativamente à informação de que o PMDB deverá incentivar candidaturas majoritárias nos estados.

“Acredito que sim, mas cada caso será tratado. O PMDB nunca fugiu de examinar caso a caso. Isso será uma orientação geral em forma de discurso. Quero que o partido saia unido. Só falarei agora depois da executiva do partido”.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Pedido de cassação de Cláudia Regina por compra de votos chega ao Tribunal


Três meses depois de eleita, dois meses após ser diplomada e um mês como prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, do DEM, ainda está ameaçada de perder o cargo eletivo. Na próxima quarta-feira, 27, o juiz Verlano Medeiros, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), vai reunir a gestora municipal, o vice-prefeito, Wellington Filho, do PMDB, e as testemunhas arroladas pela defesa deles para explicar as acusações de compra de votos e abuso de poder econômico e político.

Isso é consequência do recurso contra expedição de diploma (RCED) da democrata que o Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da promotora Ana Ximenes, ingressou direto no TRE no início de janeiro. O recurso, protocolado no dia 7 do mês passado, chegou às mãos do juiz eleitoral Verlano Medeiros nesta quinta-feira, mas ainda não foi apreciado de maneira mais aprofundada pelo magistrado. “Deferi as diligências solicitadas pelo MPE, mas ainda não analisei o caso de forma mais completa”, explica ele.

Na verdade, o recurso não tem muitas novidades sobre o caso, foi mais uma estratégia diferente da inicialmente utilizada pelo MPE. Ana Ximenes, que em novembro entrou com sete representações contra Cláudia Regina, pedindo a cassação do registro de candidatura e do diploma dela e do vice, decidiu reunir todas essas ações em uma só. Um recurso de 48 páginas (sem contar os anexos), onde ela explica e fundamenta as denúncias feitas contra a prefeita eleita de Mossoró.

“O objetivo é o mesmo das representações: conseguir a cassação do diploma de Cláudia Regina. Só a estratégia foi diferente, porque o RCED, pode-se dizer, tem tramitação mais rápida. E essa tramitação ocorre já no Tribunal Regional Eleitoral”, explicou Verlano Medeiros.

Por isso, inclusive, que a defesa que a prefeita eleita apresentou para as representações na primeira instância, serão consideradas também para esse recurso do TRE. “Já recebemos essa defesa e vamos convocar na próxima quarta-feira Cláudia Regina, Wellington Filho e as testemunhas arroladas por eles para a defesa. O MP pediu diligências, mas não arrolou nenhuma testemunha”, acrescentou Verlano Medeiros.

Não era para menos. A maioria das ações foi protocolada na primeira instância ainda em novembro, contudo, até o momento, nenhuma foi julgada. No final daquele mês, inclusive, Karine Crispim, promotora de Justiça que assinou de forma conjunta as representações, afirmou que esperava que todas fossem julgadas até a diplomação que ocorreria no dia 18 de dezembro.

Nada disso. Os processos tiveram poucas novidades durante esse período e tanto Cláudia Regina, quanto Wellington Filho foram diplomados – e empossados. “Fizemos tudo que poderíamos fazer. Estamos cientes disso, mas está tudo na mesma. A gente reuniu as provas, fez as ações, mas só uma teve instrução até agora”, avaliou Karine Crispim.

Diante desse fato, Ana Ximenes ressaltou no recurso que não houve qualquer decisão anterior na primeira instância, mas os diplomas foram expedidos. “Não há qualquer decisão judicial anterior combatida pelo RCED, como ocorre com as demais peças recursais. Porém, tal ação visa reformar o ato administrativo certificatório e declaratório da última fase do processo eleitoral, que é o ato de expedição de diploma”, afirmou Ana Ximenes, na RCED protocolada no TRE no dia 7 de janeiro.

Ana Ximenes, por sinal, manteve nesse recurso as declarações fortes das representações. “Acontece que, diferentemente do que se almeja, a campanha eleitoral dos recorridos não se conduziu com o respeito devido às normas eleitorais. Tais infringências, observadas tanto uma a uma, quanto em seu conjunto, permitem inferir que o resultado das urnas restou insofismavelmente maculado pelo abuso de poder político-econômico e pelo uso da máquina pública”, avaliou a promotora de Justiça.

Ana Ximenes também afirmou ainda que “certamente, em face dos mais diversos fatos compreendidos como ilegais e imorais, não se pode afirmar que a soberania popular prevaleceu na disputa eleitoral mossoroense, posto que o voto foi, em situações várias, corrompido em benefício dos eleitos”.

Ana Ximenes colocou no recurso que houve a utilização indevida dos bens e servidores públicos municipais e estaduais como forma de privilegiar a candidata dos recorridos, visando precipuamente à manutenção de determinado grupo político na administração da cidade.

“Os motivos que foram todos unidos no processo para pedir a cassação do diploma de Cláudia Regina são os mesmos que foram utilizados na formulação de sete representações contra a prefeita eleita na primeira instância da Justiça Eleitoral, com as “provas pré-constituídas dos atos compreendidos como ilícitos, sendo todas elas anteriormente ajuizadas nas aludidas representações”, analisou.

Rosalba pode ter que se explicar

Na próxima quarta-feira, Cláudia Regina, Wellington Filho e as testemunhas arroladas por eles, vão a sede do TRE se defender das acusações do MPE. Porém, eles podem não ser os únicos presentes. Segundo o juiz eleitoral Verlano Medeiros, após o encontro, tanto ele, quanto a Procuradoria-eleitoral do Tribunal podem solicitar uma nova audiência, pedindo explicações de outros envolvidos, como o ex-secretário-chefe do Gabinete Civil de Mossoró, Gustavo Rosado, e da governadora Rosalba Ciarlini.

Isso, porque segundo Ana Ximenes, “a atitude tomada pela governadora visou remediar a insatisfação de Chico da Prefeitura com a cúpula do Poder Executivo estadual, que seguidamente inviabilizava o desejo do vereador de se lançar candidato a Prefeito nas eleições municipais. Assim sendo, restou verificado o desvio de finalidade do ato administrativo de Rosalba, que se valeu do seu poder político para beneficiar a candidata dos recorridos, mediante nomeação com o afã de obter apoio eleitoral para os mesmos”.

A promotora ressaltou a “a nomeação para cargo em comissão, embora permitida durante o pleito eleitoral, configurou conduta vedada ao agente público em razão da finalidade alheia ao interesse coletivo”. Vale ressaltar que  MPE não teve nenhuma testemunha arrolada, apesar de usar o depoimento de pessoas como os de policiais rodoviários federais (PRF) e de servidores municipais.



AS INFRAÇÕES DA CAMPANHA DE CLÁUDIA REGINA ROSALBA CIARLINI

A governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, também foi citada no processo pela nomeação de Rafaela Nogueira da Rocha para um cargo comissionado no Detran. Ela é filha do vereador Chico da Prefeitura, que estaria insatisfeito com o fato do DEM não ter o escolhido como candidato do partido a Prefeitura e sim Cláudia Regina. Ao nomear a filha dele, que tinha até mais proximidade com a candidata adversária, Larissa Rosado, Rosalba conseguiria a garantia de apoio de Chico. Segundo o MP, a nomeação não considerou qualquer aspecto técnico para o cargo, visto que ela é formada em Direito e passou a ocupar o cargo de coordenadora financeira.

VOTO POR CIMENTO

O primeiro fato aventado na campanha eleitoral dos recorridos diz respeito à troca dos votos dos eleitores por sacos de cimentos. A referida captação ilícita de sufrágio foi flagrada pelo Ministério Público Eleitoral, juntamente com a Polícia Federal, após recebimento de denúncia anônima de compras de votos no estabelecimento comercial intitulado como Akanaa Construções. Segundo o ato da prisão em flagrante revelador do esquema de compra de votos em prol dos recorridos, o eleitor apresentava-se na loja na posse de um cupom e recebia um comprovante de pagamento de cimento no valor de R$ 50. A entrega do bem “cimento” era ajustada com o eleitor para acontecer somente dois dias após a votação, de maneira a construir um elo psíquico com o eleitor portador do cupom/comprovante que garantia seu voto nos candidatos recorridos.

VOTO POR ÓCULOS

Também após recebimento de denúncia anônima, o Ministério Público tomou conhecimento de que a Ótica Boa Vista, localizada em Mossoró, também trocava cupons por comprovantes de pagamento que garantiam o recebimento de óculos de grau pelos eleitores também dois dias após a votação, como pagamento pelo voto dado aos representados. Para comprovar a acusação, o MPE recebeu três referidos cupons-senhas, os quais serviam para serem trocados por comprovantes de pagamento que garantiam fornecimento dos óculos.

VOTO POR DOAÇÃO

Durante a campanha em Mossoró, houve a declaração pública de um dos financiadores da campanha eleitoral dos recorridos, o empresário Edvaldo Fagundes, quando, em entrevista a um jornal da cidade, asseverou dois dias antes da votação que, caso Cláudia Regina fosse eleita, efetuaria a doação de valores que seriam recebidos a titulo de apostas a quatro instituições filantrópicas da cidade de Mossoró: a APAE, o abrigo Amantino Câmara, o lar da Criança Pobre e a casa dos Doentes Renais. Segundo o MP, a promessa de doação em caso de vitória dos candidatos recorridos provocou forte impacto e, embora mascarada de ato filantrópico, consistiu em acintosa ofensa à legislação eleitoral e ao direito de sufrágio.

REUNIÃO

O MP denunciou também a realização de uma reunião de servidores públicos municipais durante horário de expediente com o intento de organizar e adotar estratégias para a campanha eleitoral de Cláudia Regina e Wellington Filho. Após denúncia ofertada em setembro, foi lavrado pelos fiscais da Justiça Eleitoral auto de constatação de reunião político-eleitoral ocorrida numa residência localizada em Nova Betânia, em Mossoró, onde se observou a presença de servidores públicos em horário regular de expediente. Como o acesso era livre a qualquer pessoa, os fiscais adentraram no imóvel com o afã de colher fotografias e realizar filmagens que permitissem comprovar o ilícito eleitoral. O chefe do gabinete da Prefeitura, Gustavo Rosado, que hoje é secretário de Cultura de Mossoró, conduzia a reunião.

MISSÃO ELEITORAL

Policiais rodoviários federais, em cooperação com o MPE, abordaram dois veículos que circulavam pelo bairro Castelo Branco com servidores municipais dentro. Materiais de campanha de Cláudia Regina e formulários a serem preenchidos com o nome da pessoa e endereço. Além disso, na denúncia do MP, o secretário de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente, Alexandre Lopes, tinha reuniões diárias, em horário de expediente, com servidores municipais para discutir a campanha eleitoral.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

O Ministério Público Eleitoral também constatou irregularidades a respeito da prestação de contas da campanha de Cláudia Regina. Entre elas a omissão da prefeita eleita de apresentar perante a Justiça Eleitoral a prestação de contas quanto à utilização de helicóptero durante a campanha eleitoral. Segundo o MPE, há provas também que o helicóptero era integrado com o uso de mais 20 caminhonetas Hilux, de propriedade do empresário Edvaldo Fagundes (aquele mesmo da doação em dinheiro). Segundo Ana Ximenes, vale ressaltar que “o valor de R$ 1.341.814,20 consiste em dinheiro ilicitamente utilizado na campanha eleitoral dos recorridos, e que, desse montante, cerca de pelo menos R$ 1.200.000,00 sequer foi declarado na prestação de contas apresentada”. Isso corresponde a 42,5% do valor total recebido pela chapa do DEM durante a campanha.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Projeto da ALRN proíbe o uso de artefatos pirotécnicos em locais fechados


Ao encaminhar esta semana Projeto de Lei que proíbe a utilização de artefatos pirotécnicos ou fogos de artifício em ambientes fechados, o deputado Leonardo Nogueira (DEM) disse que no Rio Grande do Norte “é possível se observar verdadeiras e perigosas armadilhas e não é admissível que fiquemos com os braços cruzados, esperando uma nova tragédia, como a ocorrida na Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul”.

O Projeto determina que fica terminantemente proibida a utilização de quaisquer artefatos pirotécnicos ou fogos de artifício em ambientes fechados, destinados a reunião de público em qualquer número, inclusive em casas de festas, boates, estádios, ginásios, auditórios, teatros, cinemas, parques, circos e qualquer outro recinto fechado para promoção de bailes, shows e outros eventos, inclusive os destinados ao público infantil.

A proibição também se aplica a qualquer salão ou local semelhante, destinado à concentração de pessoas em festas e eventos, ainda que à título gratuito e sem caráter comercial, inclusive aos salões de condomínios particulares ou pertencentes a clubes ou outras associações.

“Precisamos agir preventivamente e adotar medidas der segurança que podem salvar as vidas, principalmente de nossos jovens, impedindo que a ganância se sobreponha ao direito à vida dos cidadãos. Essa proposição objetiva de forma simples terminar com o uso de artefatos pirotécnicos em ambiente fechado, o que somente poderia ser feito mediante autorização expressa do Corpo de Bombeiros do nosso Estado”, justificou.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

DENARC prende homem com drogas no bairro Santo Antônio em Mossoró.

("Bobila")

 O elemento por nome de Alex Gomes de sousa, 26 anos de idade, foi preso na tarde desta sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2013, em uma residência na Rua Chico Tinoco, bairro Santo Antônio.
  Na manhã de ontem (21) os agentes da DENARC foram até o local e conseguiram apreender 1 quilo de maconha prensada e 5 gramas cocaína, mas o traficante conseguira se evadir. Já pela tarde de hoje, novamente os policiais civis voltaram a casa e conseguiram prender 71 trouxinhas de maconha, 8 pedras de crack R$501,00 e 3 aparelho celulares, além do traficante Alex, mais conhecido como "Bobila".
  "Bobila" foi encaminhado para a Delegacia da DENARC que tem como o novo titular o Dr. Rafael Arrais.


(Dr. Rafael Arrais)

Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

RN perde 3.265 vagas formais de trabalho em janeiro, mostra Caged


A economia do Rio Grande do Norte perdeu 3.265 postos de trabalho com carteira assinada em janeiro. O dado consta no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (22) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O número representa uma queda de 0,77% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada de dezembro do ano passado. Esse resultado, segundo o Caged, decorreu principalmente do desempenho negativo nos setores da Indústria da transformação (-1.848 postos) e da Agropecuária (-894 postos).
Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, no acumulado dos últimos 12 meses houve acréscimo de 9.631 postos (+2,36%).

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após uma semana de júri, Gil Rugai é condenado a 33 anos e 9 meses pelas mortes do pai e da madrasta em SP


Quase nove anos após o crime, Gil Rugai foi condenado a 33 anos e nove meses de prisão nesta sexta-feira (22) pelas mortes do pai, Luiz Carlos Rugai, e da madrasta, Alessandra de Fátima Troitino, ocorridas em São Paulo no dia 28 de março de 2004. O julgamento durou uma semana. A sentença foi proferida pelo juiz Adilson Paukoski Simoni. A pena deve ser cumprida, inicialmente, em regime fechado por serem considerados crimes hediondos, porém, ele poderá recorrer em liberdade.

O réu foi condenado por duplo homicídio qualificado. O crime de estelionato, pelo qual também era acusado, prescreveu, por isso não houve condenação.

Pela morte do pai, Gil Rugai foi condenado a 18 anos e nove meses de prisão; já pelo homicídio da madrasta, foram 15 anos de reclusão.

No entanto, a condenação foi divulgada antes da leitura da sentença pelo magistrado porque, logo após saírem da sala do Conselho de Sentença, o promotor do caso, Rogério Zagallo, e o assistente de acusação, Ubirajara Mangini, se abraçaram e comemoraram.

Os 260 lugares disponíveis no plenário do júri foram ocupados enquanto o juiz proferia a sentença. Uma câmera transmitiu a leitura da pena ao vivo para todas as emissoras do país.

Quatro jurados votaram pela condenação por duplo homicídio e três pela absolvição --os votos param de ser lidos quando já há maioria--, já o agravante de motivo torpe (supostamente por ter sido demitido da empresa do pai após desfalques) ficou em quatro a um. "Missão dada é missão cumprida", disse Zagallo. "Saiu a condenação merecida, justa e adequada. Foi feita justiça".

A mãe do réu, Maristela Grego, e o irmão, Léo Rugai, que foi testemunha de defesa durante o julgamento que durou uma semana, deixaram o plenário chorando junto ao advogado Thiago Anastácio e se abraçaram sob aplausos do lado de fora do Fórum Criminal da Barra Funda.

Para a antropóloga Ana Lúcia Pastore Scheitzmeyer, que também foi testemunha arrolada pela defesa, a comemoração do promotor e do assistente de acusação logo após saírem da sala do Conselho de Sentença foi uma quebra de ritos. "Se eu fosse juíza, entraria com uma ação no Ministério Público".

Para a cientista, a atitude do promotor e do assistente, e das pessoas que aplaudiram, foi um desrespeito com todos da família. "Como se decide a vida de uma pessoa como se fosse um circo?", disse.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Torcedores organizam 'invasão' no Pacaembu


a

Após a decisão da Conmebol em punir o Corinthians pela tragédia ocorida em Oruro, na Bolívia, alguns corintianos, indignados com a proibição da presença da torcida alvinegra nos jogos da Libertadores até que o caso seja resolvido, decidiram organizar atos para a próxima quarta-feira, quando o Corinthians enfrenta o Millionarios (COL), no Pacaembu.

"Você Corintiano! Está convocado para aparecer na Praça Charles Miller", diz o pôster de uma das campanhas, lançada no Facebook e que destaca a face de Andrés Sanchez, ex-presidente do clube. A imagem é uma referência à clássica figura do "Tio Sam", personificação nacional dos Estados Unidos da América, e utilizado na Primeira Guerra Mundial para convocar os americanos. 

Outra imagem também já circula pelas redes sociais. "Se lá dentro cabem 40 mil e não nos deixarem entrar, lá fora cabem 1 milhão gritando sem parar! Vai ser a maior festa que esse país já viu", são os dizeres da campanha.

A intenção é reunir o máximo de torcedores possíveis para estarem presentes na Praça, que fica localizada na frente do estadio do Pacaembu, no dia do jogo contra os colombianos.

s

Entenda o caso

Um triste incidente manchou a história do futebol na noite da última quarta-feira. Durante a estreia do Corinthians na Libertadores, contra o San José, na Bolívia, o torcedor local Kevin Beltran Espada, de 14 anos, morreu depois de ser atingido no olho por um sinalizador. O ocorrido pode resultar na perda de pontos ou até na exclusão do Timão no torneio continental.

Isso porque, de acordo com a polícia boliviana, o artefato foi lançado pela torcida corintiana que foi ao Estádio Jesús Bermudez, na cidade de Oruro. O jovem era nascido em Cochabamba, cidade onde o Timão se concentrou para sua estreia. Ele viajou para assistir à partida e foi atingido no olho pelo artefato. O torcedor foi levado ao Hospital Obrero, em Oruro, mas não resistiu aos ferimentos.

O ocorrido, obviamente, gerou revolta da torcida do San José e total comoção do Corinthians. Logo que ficaram sabendo do incidente, os torcedores começaram a chamar os corintianos de “assassinos” e os juraram de morte. Os atletas que não haviam sido relacionados e alguns membros da comissão técnica tiveram que sair do camarote onde assistiam à partida para não serem agredidos.

Enquanto isso, o técnico Tite e o gerente de futebol Edu Gáspar choravam pelo ocorrido. O treinador chegou a dizer que trocaria o título mundial que conquistou no ano passado pela vida do garoto. Já o dirigente lembrou que poderia ter acontecido com qualquer um e não conseguiu segurar a emoção ao mencionar que seu filho também vai a estádios de futebol, além de oferecer assistência para a família da vítima.

Em seu site oficial, o clube divulgou uma note de pesar. Apesar da morte do garoto, no entanto, o diretor de futebol Roberto de Andrade não acredita muito em uma punição ao Timão.

A polícia deteve 12 torcedores do Corinthians, que permanecem na Bolívia até a apuração do caso. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente do San José, Freddy Fernandez, afirmou que os policiais têm certeza de que o sinalizador foi disparado pela torcida brasileira.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

'Em situação precária', corintianos pedem ajuda a Dilma e Lula



Os 12 torcedores corintianos que tiveram decretada a prisão preventiva em Oruro, acusados da morte do boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, querem a ajuda do governo federal para deixar a Bolívia. Logo após serem informados da decisão de Julio Huarachi Pozo, juiz cautelar da Corte Superior de Justiça de Oruro, de que não poderão aguardar o julgamento em liberdade, os torcedores clamaram por auxílio da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
- Queremos ajuda de alguma forma, da Dilma, do Lula, de quem for. Não podemos pagar por algo que não fizemos. Estamos em condições desesperadoras, não tomamos banho desde segunda - disse um dos torcedores.
O ministro conselheiro da embaixada brasileira na Bolívia, Eduardo Saboia, encontrou-se por cinco minutos com os torcedores e disse que tentará anular a decisão de prisão preventiva.
– Tudo vai transcorrer dentro da lei, mas peço que todos vocês tenham paciência. Vamos fazer de tudo para tentar reverter essa situação – afirmou Saboia.
– Vamos continuar trazendo todo o respaldo possível para vocês, não vamos deixar que sejam maltratados. Mas a lei terá de ser cumprida – emendou o ministro.
O grupo de torcedores foi transferido da Corte Superior de Justiça de Oruro para o Cárcere de San Pedro, em Oruro, próximo ao estádio Jesús Bermúdez, local onde Kevin Beltran Espada morreu após ser atingido por um sinalizador marítimo disparado do local ocupado pela torcida do Corinthians
Em conversa com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM, os 12 torcedores garantem que o autor do disparo do sinalizador não está entre eles e já voltou ao Brasil.
Os brasileiros temem dividir a cela com bolivianos, com medo de serem hostilizados. O clima é de muita tensão.  A mulher de um dos presos teve um rápido papo com o marido.
Os 12 corintianos estão divididos em duas celas na Corte Superior de Justiça. Cada cela mede 2,5m x 4m. No Cárcere de San Pedro, para onde serão levados ainda nesta sexta-feira, encontrarão celas um pouco maiores, de 4m x5m, segundo um dos agentes penitenciários.

corinthians torcedores presos bolivia (Foto: Diego Ribeiro)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Corinthians apresenta recurso e usa inquérito policial inacabado como defesa

LibertadoresSPFW 2012
O Corinthians apresentou no final da tarde desta sexta-feira um recurso à Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) para evitar que jogue com portões fechados na Libertadores.

Na noite de quinta-feira, a entidade que dirige o futebol sul-americano determinou, de forma cautelar, que o clube paulista jogue sem a presença de torcedores no torneio. O próximo jogo está marcado para quarta-feira contra o Millonários, no Pacaembu.


O Corinthians qualificou a medida da Conmebol como "excessiva e abusiva" e usa como defesa o inquérito policial que ainda não chegou ao fim. A polícia boliviana ainda não determinou o autor do disparo do sinalizador que matou um torcedor do San José.

"Vamos usar todos os meios jurídicos e legais possíveis para tentar reverter a liminar. A primeira defesa é para atacar a liminar, que nos proíbe de jogar no Pacaembu. É um fato isolado. O torcedor entrou sem ser revistado e com um sinalizador. O Corinthians realmente não pode ser punido por isso", disse, mais cedo, o diretor jurídico do Corinthians Alberto Bussab em entrevista para a rádio Jovem Pan.


A entidade decidiu punir a equipe paulista em virtude da morte do torcedor Kevin Beltrán, 14, durante o jogo do time contra o San José, na quarta-feira, em Oruro, pela fase de grupos da Libertadores da América. O jovem morreu após ser atingido por um sinalizador, que partiu da torcida corintiana, segundo informou a polícia boliviana. Doze corintianos estão detidos.

O clube já havia vendido todos os ingressos para o confronto contra o Millonarios, na quarta-feira, no Pacaembu. Se não conseguir uma liminar, terá que devolver o dinheiro dos bilhetes vendidos.

Nesta sexta-feira, um juiz boliviano decretou manter presos na cidade de Oruro os 12 torcedores corintianos acusados pela morte de um boliviano de 14 anos.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após demitir 16, UFC anuncia saída de mais dois lutadores brasileiros


Diego Nunes é atendido durante sua última luta no UFC, a derrota para o americano Nik Lentz, em janeiro
Após demitir 16 lutadores na última quarta-feira, entre eles Wagner Caldeirão e Jorge Santiago, o UFC anunciou nesta sexta-feira a saída de mais dois brasileiros.

Segundo o site MMA Opinion, os pesos pena Diego Nunes e Milton Vieira não fazem mais parte do Ultimate. Outros cortes devem ser revelados na próxima semana.

A carreira de Nunes no UFC inclui três vitórias e três derrotas. Seu triunfos foram contra Bart Palaszewski, Mike Brown e Manny Gamburyan, enquanto Kenny Florian, Dennis Siver e Nik Lentz o venceram - este último em São Paulo.

Já Vieira, de 34 anos, lutou apenas duas vezes na maior competição de MMA do mundo, perdendo para Godofredo Pepey em uma polêmica decisão dividida e empatando com Felipe Arantes no UFC 147.

Segundo Dana White, chefão do Ultimate, até 100 lutadores podem ser cortados do UFC nos próximos dias, já que haverá entrada de mulheres e de pesos galo na competição.

Além de Diego Nunes e Milton Vieira, Jon Fitch, Wagner Caldeirão, Mike Russow, Jacob Volkmann, Vladimir Matyushenko, Che Mills, Jay Hieron, Terry Etim, Paul Sass, Jorge Santiago, Mike Stumpf, Simeon Thoresen, C.J. Keith, Motonobu Tezuka, Josh Grispi e Ulysses Gomez também foram demitidos pelo Ultimate.

A saída que mais surpreendeu foi a de Fitch, que vinha de bons resultados. Apesar da derrota para Demian Maia no UFC 156, ele havia batido a sensação Erick Silva no Rio, em outubro de 2012.

O norte-americano já foi desafiante ao cinturão dos meio-médios e perdeu para Georges St-Pierre e ocupava a nona colocação do ranking do UFC.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após 31 horas, termina rebelião na Penitenciária Nelson Hungria



Terminou às 16h desta sexta-feira (22) a rebelião que envolveu 90 presos na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As duas pessoas que eram mantidas reféns desde as 9h desta quinta-feira (21) deixaram o presídio poucos minutos depois das 16h. A professora e o agente penitenciário passam por atendimento médico. Os presos aceitaram o acordo proposto por um gabinete de crise, com autoridades policiais e do governo, em uma reunião que foi realizada na tarde desta sexta.

Detentos passam por revista após fim da rebelião na Penitenciária Nelson Hungria em Contagem (Foto: Reprodução/TV Globo)

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, um dos itens do acordo foi a garantia da integridade física dos rebelados. A secretaria ainda informou que o diretor da penitenciária não será afastado. Esta era uma das exigências da rebelião. Apesar de não ter sido atendida, a Corregedoria garantiu que vai apurar as denúncias de espancamento feita pelos detentos que participaram do motim.
"A direção não foi mudada. Continua a mesma. Será feita uma correição na unidade prisional, para ver se, realmente, o que eles [presos] colocaram como demandas são verdadeiras ou não. Isso foi um dos compromissos que a gente assumiu", afirmou o subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira.
O comitê ainda acordou que nenhum dos rebelados será transferido da unidade. Outro pronto de reivindicação dos detentos, que era sobre a visita de mulheres grávidas foi atendido. Agora, elas voltam a fazer a visita convencional, sem a presença de um agente penitenciário. Antes da rebelião, como as grávidas não podem ser submetidas ao raio-x na revista, elas eram direcionadas a uma sala reservada, e a visita acontecia na presença de um agente.
O subsecretário informou, ainda, que a previsão para o fim da apuração das denúncias apontadas pelos rebelados é de 30 dias. Porém, o prazo pode ser prorrogado, segundo Oliveira.
Murilo Andrade de Oliveira falou também que a reforma nos pavilhões danificados começa neste sábado (23). Ele não soube dizer o valor do prejuízo. Enquanto os danos são reparados, os 103 presos do pavilhão 1 vão ser tranferidos para o pavilhão 2, que fica ao lado. A visita para os presos está mantida normalmente para este fim de semana.

Coronel Antônio Carvalho (Foto: Pedro Cunha/G1)Coronel Antônio Carvalho (Foto: Pedro Cunha/G1)
O comandante do policiamento especializado da Polícia Militar, coronel Antônio Carvalho, disse que o que se acreditou em algum momento ser uma arma em poder dos rebelados era, na verdade, uma réplica de um revólver feita com uma marmita. Uma revista é feita nos pertences de todos os detentos do pavilhão 1. Ele ainda falou que mil policiais militares participaram da ação da polícia durante a rebelião.

Os 103 presos que estão no pavilhão 1, onde aconteceu a rebelião, ficaram sem luz e sem o fornecimento de alimentos desde esta quinta-feira (21), quando começou o motim, inclusive os dois reféns. O Complexo Penitenciário Nelson Hungira tem capacidade para 1.664 presos, e abriga, atualmente, 1.970, segundo a Suapi. A rebelião foi liderada por Daniel Cipriano, de 29 anos. Ele tem seis condenações, sendo cinco por roubo e uma por homicídio, e cumpre pena na unidade desde agosto de 2011.

Questionado sobre as punições para os pela corregedoria. "[A punição] vai ser de acordo com a participação no ato (...) Será feito um procedimento administrativo para apurar a participação deles na rebelião (...) É prematuro a gente falar a punição de qualquer pessoa".

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mães dos participantes do "BBB13" devem aparecer no reality



Os dez participantes restantes no "BBB13" já são bem grandinhos, mas sempre deixam escapar o quanto sentem falta de suas mães.

No próximo domingo, 24, os jogadores terão a oportunidade de matar as saudades das "mamães", sem abandonar a disputa pelo prêmio de um milhão e meio de reais.

As mães vão participar de uma prova do reality. Quem deixou escapar a surpresa foi Rosângela Britto, mãe de Andressa, em entrevista ao site do jornal carioca "O Globo".

"Vou para o Rio no domingo. Acho que todas as mães dos participantes vão para uma prova do Carrefour", disse Rosângela, que está ansiosa para matar as saudades da filha.

"Quando ela chora no programa, choro junto. Nunca ficamos tanto tempo separadas. Achei que fosse ser mais fácil. Mas para mim ainda está sendo melhor que para ela, porque a gente tem o pay per view. Ela deve estar com muita saudade da gente", disse a mãe da esteticista.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

SBT confirma desenho animado de "Carrossel", que estreia no segundo semestre


http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130222182926.jpg
Na tarde desta sexta-feira (22), o vice-presidente do SBT, José Roberto Maciel, participou da Rio Content Market, evento que movimenta o setor audiovisual no Brasil.

O executivo deu uma palestra para produtores independentes e acabou confirmando que a emissora de Silvio Santos lançará um desenho animado da novela "Carrossel".

Segundo Maciel, a animação será terceirizada pela produtora Super Toons e já tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2013.

"Carrossel" chega ao fim em meados de junho, quando será substituída pelo remake de "Chiquititas". O desenho deverá estrear depois disso.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

NÚMEROS DE ALUNOS COM OBESIDADE PREOCUPA NAS ESCOLAS DE ITAÚ/RN


Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Itaú/RN, revelou dados que preocupa, um grande números de alunos do município de Itaú/RN estão com o peso muito acima do ideal. No entanto, a SMS junto ao Programa Saúde na Escola já está direcionando ações para combater esse avanço como a contratação de nutricionista para melhorar o cardápio das Escolas e também orientar os pais de alunos quanto as práticas de alimentação saudável.
Os dados são referentes ao ano de 2012.
No ano de 2013 a SMS/Itaú já está direcionando ações efetivas junto as escolas para esse diagnóstico possa ser mudado combatendo esses avanços tão prejudiciais aos nossos educandos.
Os números foram apresentados durante a Semana Pedagógica 2013 em Itaú/RN.
É bom salientar que este não é apenas um problema de nosso município mas a nível de Brasil onde vemos o Governo Federal buscar soluções a cerca desse diagnóstico.

Veja os Números das Escolas de Itaú/RN


Escola Estadual Praxedes Martins

Alunos Avaliados: 93 
Desnutridos: 01
Sobrepeso: 10
Obeso: 20
Eutrófico: 62


Escola Estadual Francisco Pinto

Alunos Avaliados: 88 
Desnutridos: 03
Sobrepeso: 14
Obeso: 09
Eutrófico: 62


Escola Municipal Professor José Pôrto de Queirós

Alunos Avaliados: 322 
Desnutridos: 13
Sobrepeso: 42
Obeso: 36
Eutrófico: 231


Escola Estadual Francisco de Assis Pinheiro

Alunos Avaliados: 205 
Desnutridos: 03
Sobrepeso: 43
Obeso: 25
Eutrófico: 134

* Legenda: 
Desnutrido: São alunos abaixo do peso normal.
Sobrepeso: São alunos acima do peso ideal.
Obeso: Alunos com peso muito acima do normal.
Eutrófico: São alunos com peso normal.

Reprodução Cidade News Itaú via Professor M[arcio Melo Com Informações da SMS/Programa Saúde na Escola de Itaú/RN.

Leia Mais ››

Prefeito Ciro Bezerra nomeia concursados para agente de endemias


O prefeito do Município de Itaú-RN, Ciro Bezerra (DEM), nomeou nesta sexta-feira (22), por terem sido aprovados em Concurso Público realizado em 06 de Maio de 2012, o Sr. JEAN CARLOS DE LIMA SILVA, classificado em 1ª lugar; o Sr. FRANCISCO EMANUEL DE SOUZA OLIVEIRA, classificado em 2ª lugar e o Sr. FRANCISCO HERISBERTO SOARES DE FREITAS, classificado em 3ª lugar, devidamente Homologados no dia 25 de Junho de 2012 e publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte e Diário Oficial dos Municípios – FEMURN dia 03 de Julho de 2012.

Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Polícia realiza operação na PB e RN para combater rixa entre famílias


A Polícia Civil paraibana iniciou mais uma operação na madrugada desta sexta-feira (22) para combater a rixa entre famílias na região de Catolé do Rocha, no Sertão do estado. A 'Operação Paz' está sendo realizada ainda no Rio Grande do Norte. De acordo com o delegado Sílvio Rabelo, até as 7h duas pessoas tinham sido presas, uma espingarda calibre 12 e um revólver foram apreendidos. A operação Paz é uma continuação do combate à briga entre famílias que já foi alvo de duas operações Laços de Sangue em 2011.

Segundo a polícia, equipes de João Pessoa, Campina Grande e Patos estão participando da ação. A operação continua durante toda a manhã de hoje e deverá ser concedida uma entrevista coletiva. a parrtir das 11h00, na 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Catolé do Rocha. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

APODI=Polícia Militar interpela judicialmente jovem que denegriu imagem do esquadrão Águia do 2° DPRE da PM/RN em rede social.



Na manhã de ontem, 21, o Promotor de justiça de nossa cidade Dr. Silvio Brito, e o Delegado de Polícia Civil de Apodi, Dr. Renato Oliveira, receberam das mãos de Policiais Militares de Apodi, imagens impressas de uma rede social "Facebook, mais especificamente da página pessoal do cidadão identificado por GILDEVAN HOLANDA, residente em Apodi, nas quais constam acusações, por escrito, contra o Esquadrão Águia do 2° Departamento de Policia Rodoviária Estadual "DPRE" da PMRN. Gildevan Holanda usa de acusações infundadas e palavras de baixo escalão para tentar denigrir a imagem da referida instituição. Com as provas em mãos, a Polícia Militar, usando dos meios legais, não teve dúvidas em representar contra o acusado. 

Na  postagem, Gildevan Holanda diz. "Alguém precisa fiscalizar o trabalho desses "amarelinhos." referindo-se aos policiais militares do 2° DPRE da PMRN. Já estou cheio disso! Todo mundo sabe que tipo de trabalho esses caras fizeram durante o carnaval! E todo mundo ficou calado!! Minha moto está em dia! Eu e meu pai temos carteira! E nós dois andamos de capacete!! Contudo, minha moto foi apreendida enquanto estava totalmente regular!! Na abordagem, meu pai, ingenuamento, relatou aos guardas sobre o trabalho CORRUPTO realizado durante o carnaval! Insatisfeitos, um dos covardes fardados torou o lacre da placa, e isso foi utilizado com desculpa para a apreensão!
Agora eu pergunto ao FILHO DA PUTA "referindo-se aos Policiais Militares" que fez isso: Tenho que trabalhar daqui a alguns minutos, ando a pé 40km?! E diferente de você, só quero receber o meu salário, ou seja apenas o que eu mereço! Pois tenho princípios e pretendo educar meus filhos segundo o que eu acredito! Quanto aos seus filhos: Só lamento o péssimo exemplo!!
SEU FILHO DA PUTA!!!!!referindo-se mais uma vez aos Policiais Militares.

Conduzir o veículo com o lacre rompido é enquadrado como infração de natureza gravíssima sujeita a multa no valor de R$ 191,54, menos sete pontos na CNH e apreensão do veículo.

O veículo será periciado pelo ITEP. e a pessoa de Gildevan Holanda poderá responder pelos crimes de Calúnia/Injúria.

Para uma instituição do Porte da Polícia Militar, que está presente em 100% dos municípios do Rio Grande do Norte, e que, mesmo sob infinitas limitações de trabalho, presta relevantes serviços à Sociedade, é inaceitável que um “cidadão” se coloque acima dela, através de expressões irresponsáveis, simplesmente com o intuito de saciar uma raiva sem explicação.
A Polícia Militar assegura que estará sempre cumprindo com seu papel institucional, e que fará sempre o que estiver ao seu alcance para coibir e reprimir qualquer tipo de irregularidade, independentemente de opiniões desconexas e isoladas que possam vir a tentar atrapalhar nosso trabalho.

Reprodução Cidade News Itaú via Sentinelas do Apodi
Leia Mais ››

Mulher tem a cabeça esmagada em grave acidente na BR-230 / Paraíba


Um grave acidente envolvendo um ônibus que conduzia estudantes e uma moto Honda Bros foi registrado na manhã desta sexta-feira (22), na BR 230, no contorno do estádio “Perpetão” da cidade de Cajazeiras.

No sinistro, morreu no local a dona de casa, Silvana Pereira, de 30 anos, moradora do sítio Ponta da Serra, município de São José de Piranhas. Ela vinha como passageira na moto que era conduzida pelo seu esposo, Cícero Ramos, de 60 anos, que teve apenas algumas escoriações pelo corpo e foi socorrido para o Hospital Regional de Cajazeiras.

Na hora do acidente a senhora caiu da moto e teve sua cabeça esmagada por um dos pneus do ônibus. Já os estudantes não sofreram nenhum ferimento, apenas o susto do sinistro.
Segundo testemunhas, o condutor da moto entrou de vez no contorno que dá acesso a cidade e ocasionou o acidente. O ônibus com placas de Mauriti (CE) transportava estudantes do Ceará para uma faculdade particular de Cajazeiras.

O condutor do ônibus permaneceu no local acompanhado pela polícia. Informações dão conta de que o esposo da vítima, após ser atendido no Regional, foragiu do local.
As policias Rodoviária Federal, Civil e Militar estiveram no local e tomaram todas as medidas cabíveis.

O corpo da jovem foi encaminhado para IML (Instituto de Medicina Legal) da cidade de Patos.

Acidente em Cajazeiras envolvendo ônibus de estudantes e moto deixa uma pessoa morta e outra ferida; Imagens fortes. Vídeo e fotos!




Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

PADRE IRAILDO É TRANSFERIDO PARA A PARÓQUIA DE MARTINS, PADRE ERIVON ASSUMIRÁ A DE PORTALEGRE


O Padre Iraildo Ramos, presbítero da capela do sagrado coração de Jesus de Riacho da Cruz, confirmou em conversa com o Mural, que deixará a paróquia de Portalegre e assumirá a paróquia de Martins. Segundo o pároco a transferência ocorrerá após o período pascal.

Padre Erivon Maia assumirá a Paróquia de Portalegre e Vigário Paroquial respectivamente de Riacho da Cruz, Viçosa, Taboleiro Grande, São Francisco do Oeste e Francisco Dantas. Já o padre Iraildo, que assumirá a paróquia de Martins, assume também como vigário as capelas de Antonio Martins, Rafael Godeiro e Serrinha dos Pintos.
Em conversa com o Mural Padre Iraildo Ramos deixou uma mensagem à comunidade de Riacho da Cruz. “Quero dizer para a comunidade paroquial de Riacho da Cruz que com a mesma alegria que eu vim, outro virá. Fomos ordenados para servir a diocese. Não devemos nos apegar a uma comunidade. Tenho um amor imenso por esta comunidade, mas quando for ora de partir, partirei”, disse.
Ao padre Erivon sinta-se acolhidos. Ao padre Iraildo, o nosso muito obrigado!!!
Padre Iraildo é transferido para a Paróquia de Martins

Reprodução Cidade News Itaú via Mural de Riacho da Cruz
Leia Mais ››

Foragido da Mario Negocio é recapturado no Bairro Bom Jardim em Mossoró


Policiais da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos conseguiram recaptura na manhã de Sexta Feira 22 de Fevereiro de 2013, mais um foragido da Penitenciaria agrícola Mario Negocio em Mossoró.

Rafael Julian Nascimento, 22 anos de idade, cumpria pena no complexo penal, acusado de trafico de drogas e estava foragido há cerca de Seis meses. Os policias receberam a informação que o mesmo estaria em uma residência na Rua Luiz Colombo no Bairro Bom Jardim.

Quando os policiais chegaram na residencia, encontraram Rafael deitado em uma rede e armado com um revolver calibre 38 municiado. Com Rafael os policiais ainda encontraram dois tabletes pequenos de maconha.

Rafael Julian Nascimento, foi conduzido para a Delegacia Especializada e apresentado ao Delegado de Plantão. O mesmo deverá ser encaminhado para cumprir o restante da pena, no complexo Penal Mario Negocio.



Reprodução Cidade News Itaú via O Camera
Leia Mais ››