RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quarta-feira, abril 03, 2013

SMS de Itaú prepara campanha contra influenza


A partir do dia 15 de abril, a Secretaria de Saúde do município de Itaú vai realizar a campanha de vacinação contra o vírus da gripe influenza (H1N1). Segundo o coordenador da pasta, Nedilson Paiva, as unidades de saúde do município vão atender nos horários normais de expediente entre os dias 15 e 19, sendo que no dia 20 de abril (sábado) marcará a campanha, com atendimento de especial de 7 às 17 horas.
Os adultos com mais de 60 anos, as crianças de até dois anos, gestantes e nutrizes, são o público-alvo da campanha.

Cidade News com informações da Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

Prefeitura de Itaú se prepara para lançar calendário de pagamento do servidor


O prefeito Ciro Bezerra autorizou a Secretaria de Administração estudar a capacidade financeira do município para implantação do calendário de pagamento do servidor público. “Nós pagamos em dia, mas marcar uma data para o ano inteiro significa um avanço, pois valoriza o servidor e dá tranquilidade para que ele possa programar seu orçamento” – justifica Ciro.
O secretário Marcos Morais está analisando o período dos repasses de recursos de cada mês e em quinze dias entregará estudo ao prefeito. “Estamos verificando a entrada dos recursos e suas datas, pois é o calendário vai ser uma conquista sagrada do funcionalismo e que uma vez implantado não mais permitirá que o gestor possa recuar” – disse Marcos, acrescentando que a gestão Ciro Bezerra tem garantido avanços com equilíbrio.

Cidade News com informações da Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

Prefeito Ciro Bezerra quer terreno para garantir novas obras


Conversando hoje pela manhã no programa de rádio “Itaú Agora”, o prefeito Ciro Bezerra disse que está fazendo contatos para adquirir um imóvel para a construção de um campo de futebol, 100 casas populares e um cemitério público.
O município não possui terrenos urbanos e são poucas as opções no setor privado. 
Os desportistas reclamam a inexistência de campo de futebol e o prefeito anunciou que está buscando uma solução. “Vamos garantir os recursos, mas o que está dificultando até agora é a falta de amplo terreno” – comentou. O mesmo se dá com relação ao cemitério, onde o atual está lotado.
O projeto “Minha Casa Minha Vida” também sofre do mesmo problema. “Temos 40 casas autorizadas e outras 60 encaminhadas, e o terreno é o problema, pois os nossos parceiros esperam tão-somente a definição de uma área para implantar o benefício” – disse.

Cidade News com informações da Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

Polícia descobre plantação de maconha na zona rural de cidade da região de São Bento


Uma grande movimentação de viaturas policiais na cidade de Paulista, no Sertão paraibano, chamou a atenção de populares e membros de portais de notícias daquela cidade.

Pouco tempo depois, foram informados pelas autoridades policiais, que se trata da descoberta de uma plantação de "Cannabis Sativa" (maconha), na zona rural do município de Paulista/PB, já nos extremos da divisa com o município de Riacho dos Cavalos.

Em breve mais detalhes!

Reprodução Cidade News Itaú via Paulistapb net/É Sertão
Leia Mais ››

GTE prende em Riacho dos Cavalos/PB, acusado de tentar matar enfermeira


Em uma ação conjunta entre o Grupo Tático Especial (GTE) de Sousa e Catolé do Rocha, por volta das 11hs desta quarta-feira (03), resultou na prisão do motorista, João Augusto dos Santos Júnior, conhecido também por "Júnior de Marieta", 34 anos, residente à Rua Joaquim Vieira de Andrade, na cidade de Riacho dos Cavalos, já que em seu desfavor existia um mandado de prisão expedido pelo Juiz da 1ª Vara da Comarca de Sousa, acusado do crime de tentativa de homicídio, acontecido no dia 15 de março no bairro da Estação.

Segundo informações por volta das 16h30 do referido dia, Júnior inconformado com o fim de um relacionamento amoroso, tentou contra a vida de Alessandra Maria de Lima, desferido três disparos de arma de fogo contra sua ex-amada, que por sorte não foi alvejada.

Após o fato, a vítima procurou a Delegada da Mulher e relatou o fato à autoridade policial, Dra. Patricia Fernandes Forny, ocasião em que identificou o autor dos disparos e apresentou diversos elementos que formaram o conjunto probatório que permitiu a autoridade policial a representar pela sua prisão preventiva, o que foi acatada e deferida pelas autoridades processantes .

Diante das informações, os GTEs de Sousa e Catolé do Rocha, em uma ação conjunta realizaram uma minunciosa investigação, além de montar uma campana que resultou na prisão do acusado no momento que chegava em sua residência. Surpreendido pela presença dos policiais, recebeu voz de prisão sem esboçar nenhum tipo de resistência.

Relembre o caso:

Enfermeira é vítima de tentativa de homicídio em Sousa-15/03/2013

No final da tarde desta sexta-feira (15) nas proximidades da Escola Bento Freira na Estação houve uma tentativa de homicídio, onde um homem em um veículo Gol de cor branca efetuou alguns tiros contra a enfermeira identificada como Alessandra, que por sorte não foi alvejada pelos balaços.

Após o delito o acusado foragiu e mesmo perseguido pela polícia, conseguiu escapar da ação policial. Todavia a Polícia já tem informações a cerca da identidade do acusado, tratando-se na verdade de um ex namorado da vítima, que esta inconformado com o fim do relacionamento amoroso.

Reprodução Cidade News Itaú via Sertão Informado/É Sertão
Leia Mais ››

Policiais civis do RN decidem paralisar atividades no dia 16 de abril


Foto: Divulgação / Sinpol-RN
Os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram que vão paralisar suas atividades no próximo dia 16 de abril. A decisão foi tomada, em assembleia geral da categoria, no auditório do Sinpol/RN. A medida acontece principalmente em virtude do retorno de presos para as delegacias, situação considerada inaceitável, visto que a custódia deve ser feita pelo sistema prisional, ou seja, por agentes penitenciários.

De acordo com a categoria, a situação se tornou insustentável com as recentes decisões judiciais de interdições de cadeias públicas e presídios, notadamente nos municípios de Caicó, Goianinha, Mossoró e Macau. Os policiais civis, que há pouco tempo conseguiram acabar com os presos em delegacias na Grande Natal, informam que não vão admitir o retrocesso vindo do interior. O desvio de função é considerado ilegal no Brasil, com várias decisões judiciais, que apontam que policial civil não deve custodiar presos de justiça, situação que atrapalha o papel que possuem: de investigar e solucionar crimes.

A paralisação, inclusive, está sendo chamada de "O dia do resgate da Polícia Civil" e também acontece por outras razões. Os policiais farão greve na busca pela convocação dos 306 policiais concursados, que aguardam desde 2010 a nomeação, uma vez que o Governo do Estado apenas está fazendo substituições com as vacâncias por aposentadorias ou falecimentos, e lutam ainda pelo curso de formação de 290 suplentes aprovados.

A assembleia também apreciou o fechamento da pauta 2013, a ser encaminhada à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, e ao Governo do Estado. Dentre os pontos aprovados por unanimidade estão: alterações pontuais no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos e na LC 270, além de luta pela carreira única na Polícia Civil, que irá propor alteração legal e inovadora no formato da carreira policial, posto que o atual modelo encontra-se falido e há muito não atende aos anseios da sociedade.

Dentre os demais pontos, estão: adicional noturno para plantonistas, auxílio-saúde para todos os policiais civis, carga horária ininterrupta de 6 horas diárias, funcionamento das delegacias distritais durante 24 horas por dia (condicionada à nomeação de novos policiais e em quantidade necessária para desenvolvimento das atividades), autonomia da comunicação (retirada da equipe de policiais civis do Comando da PM), e melhorias das condições de trabalho (armamento adequado, colete, algemas e munições; além da modernização, aparelhamento e informatização das unidades policiais).

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Suspeito de assalto a Correios detalha crime em depoimento à polícia



Um jovem de 20 anos, identificado como Rodrigo Rodrigues Salviano, preso por assalto aos Correios da cidade de Tangará e que teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal, no começo desta semana, havia relatado com detalhes o crime para a polícia. Inclusive, esse foi um dos motivos que fez com o juiz federal Ivan Lira de Carvalho, titular da 5ª vara Federal, estabelecesse a prisão preventiva.

A reportagem do Portal BO teve acesso ao depoimento do jovem. Rodrigo contou, inclusive, que também assaltou uma agência dos Correios na cidade de Serra Caiada, no dia 5 de março de 2013, quando ele e comparsas roubaram R$ 35 mil e ele ficou com a quantia de R$ 11.300. Devido a esse crime, ele alega que passou a conhecer a região.

No dia 26 de março, o jovem relatou que estava em um bar, em Natal, juntamente com mais três comparsas, quando decidiram fazer uma “parada” nos Correios de Tangará. Ainda no depoimento, Rodrigo relata que um dos suspeitos, identificado pelo apelido de “Careca”, conseguiu um carro Siena azul para o uso da quadrilha.

O jovem informa ainda que ele usava um revólver calibre 38 e que outro integrante do bando também estava armado com um revólver do mesmo calibre. A quadrilha chegou à Tangará por volta das 15h e deixou o veículo em uma rua próxima à agência. Rodrigo e o outro comparsa que estava armado entraram nos Correios, enquanto os outros dois, que seriam adolescentes, ficaram no carro esperando.

Os suspeitos renderam os funcionários e entrou na sala para esperar o cofre abrir, no entanto, quando estavam no interior da agência, a Polícia Militar teria chegado ao local e feito um cerco, que resultou na prisão dos quatro integrantes da quadrilha.

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Governo do RN substitui viaturas locadas nas unidades operacionais da PM


Foto: Divulgação / PM
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte está realizando a substituição dos veículos locados distribuídos nas Unidades Operacionais da Polícia Militar do RN em todo o Estado, conforme autorização da Governadora do Estado, Rosalba Ciarlini. Alguns Municípios do Estado já receberam as viaturas tipo caminhonete Ford Ranger, as quais estarão atuando de maneira mais eficaz em ambientes de difícil acesso, principalmente no interior do Estado.

Já foram entregues vinte viaturas Ford Ranger nas Unidades da PMRN nos Municípios de Mossoró, Parnamirim, Caicó, Jardim do Seridó, Pau dos Ferros, Nova Cruz, Canguaretama, Macau, João Câmara, São Miguel do Gostoso, Currais Novos, Santa Cruz e Jardim de Piranhas. Além desses Municípios, foram distribuídas mais cinco viaturas para o Comando de Polícia Rodoviária Estadual.

A distribuição das novas viaturas operacionais atendem ao plano de reaparelhamento da Polícia Militar do RN no enfrentamento da criminalidade no Estado.

O comandante geral da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, anunciou que nos próximos dias todos os veículos locados e usados serão substituídos por veículos novos. Ao todo, serão 220 veículos, dos quais 200 serão veículos tipo Volkswagen Gol e outros 20 tipo caminhonete Ford Ranger .

O reaparelhamento reforçará a Segurança Pública em todo o Estado, proporcionando uma maior mobilidade e segurança aos policiais militares e, consequentemente, para a população norte-rio-grandense. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mulher é encontrada morta com o corpo crivado de bala em Nova Cruz/RN

ATENÇÃO!!!IMAGENS FORTES ABAIXO 
Uma mulher identificada por nome de guarda chuva foi encontrada morta com sinais de bala na manhã desta quarta feira 03, no portal do Agreste na entrada de Nova Cruz de quem vem da cidade de Santo Antonio.As informações colhidas pela nossa reportagem, a policia foi acionada por volta de 05h50min minutos da manhã desta quarta feira, quando uma viatura da policia militar chegou ao local e constatou o crime.Segundo o Major Tavares que falou com a nossa reportagem disse que pela execução do crime tudo leva a ter ligação com o mundo das drogas, uma vez que a vitima vivia envolvida com drogas e que agora a policia Civil é quem vai investigar o caso a policia Militar isolou  local para que a pericia do ITEP  removesse o cadáver para a necropsia. E em seguida entregar para os familiares.

IMAGENS DESACONSELHAVEIS PARA MENORES E PESSOAS SENSIVEIS





Reprodução Cidade News Itaú via Xua do Agreste
Leia Mais ››

REBELIÃO NA PENITENCIÁRIA AGRÍCOLA MARIO NEGÓCIO EM MOSSORÓ


Um verdadeiro caos. Podemos dizer assim no que se refere ao Sistema Prisional do Rio Grande do Norte.
Na manhã de hoje (03/04/13), cerca de 140 presos do regime fechado da PANM(Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio), promoveram um verdadeiro quebra-quebra, no interior da PANM. De acordo com o Diretor Major Humberto Pimenta,  a rebelião foi provocada por que os presos querem determinar as regras no interior do Presídio, o que não podemos e não iremos baixar a cabeça diante das imposições a serem seguidas pelos presos. O diretor do presídio disse o seguinte: "Por pouco não tivemos graças a Deus uma fuga em massa". (Enquanto deveria ter sido dito: Com a força da nossa polícia, e dos nossos agentes, junto a nossa boa estrutura conseguimos contornar toda situação). Depois de toda a situação ser controlada pelos policiais que foram de Mossoró em reforço, juntamente com os agentes, uma varredura foi realizada e foram encontrados, vários celulares, drogas, facas, etc... Hoje é dia de visita dos familiares e por pouco até mesmo eles (familiares) não viraram alvo dos presos, ou seja,  não foram feitos reféns.
Agora vejam só até que ponto chegou. O próprio Diretor informar que por Deus não tivemos uma fuga em massa. Por que até mesmo as grades das celas foram arrancadas, isso, somando-se também a ousadia dos presos na tentativa de intimidar as autoridades no referido presídio. 
É senhor Diretor, se o senhor pensa dessa forma, imagina a população de bem, que paga seus impostos, que clamam por mais justiça e pelo cumprimento dela. E que teme, e não sabe ao certo o que será do nosso amanhã, por conta dos descasos das autoridades competentes. Um verdadeiro ‘Barril de pólvora’ chamado Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio. 






Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

Sebrae cria roteiro de turismo religioso em Santa Cruz, RN


Monumento é considerado a maior imagem católica do mundo com 56 metros (Foto: Canindé Soares)
A cidade de Santa Cruz é famosa no Rio Grande do Norte pelo turismo religioso devido ao Alto de Santa Rita de Cássia, um santuário com um monumento de 56 metros em homenagem à padroeira que é considerado a maior imagem católica do mundo. Mas o município - que fica a 115 quilômetros da capital, Natal - tem outros atrativos além do religioso. Para identificar o potencial e estimular o desenvolvimento dos negócios da região, o Sebrae no Rio Grande do Norte criou, em parceria com a prefeitura local, um roteiro turístico para a região.

Os detalhes do projeto foram apresentados na terça-feira (2) a um grupo de 40 empresários de municípios da região, entre eles proprietários de hotéis, pousadas, bares e lanchonetes, taxistas e agentes de viagens. Levantamento preliminar indica que a região tem potencialidades favoráveis ao turismo devido à presença de museus, cachoeiras, espaços culturais e outros monumentos, que vão além do aspecto religioso. A proposta é agregar valor ao destino ao apresentar aos visitantes novas opções de lazer em localidades próximas ao santuário, fomentando negócios para os empreendimentos da região.
Com o novo roteiro, espera-se fortalecer a identidade regional, incentivar o empreendedorismo, estimular a criação de novos negócios e a expansão dos que já existem, ampliar e qualificar serviços e equipamentos turísticos, além de facilitar o acesso das pequenas empresas do mercado turístico regional, estadual, nacional e internacional.
“A atividade do turismo religioso é o principal elo de desenvolvimento econômico da cidade, então o Sebrae entrou nessa parceria com a prefeitura para criar um roteiro para região e capacitar os empresários que já têm negócios para atender bem aos turistas”, explica o gerente do Escritório Regional do Sebrae no Trairi, Leonel Pontes. O foco da atuação do Sebrae será a melhoria na qualidade da prestação dos serviços.
Justificativas
O cenário é propício à roteirização do turismo em Santa Cruz. Desde a sua inauguração, o Alto de Santa Rita tem registrado mais de 100 mil visitas, chegando a contabilizar, em média, três mil visitantes a cada fim de semana. Número que triplica em datas especiais do calendário religioso, como Semana Santa e Natal. A passagem de turistas de todos os estados do País e de outras nacionalidades ajudou a modificar o perfil da cidade. Após a construção do complexo, o número de leitos em Santa Cruz deu um salto e hoje soma 412 leitos.
O projeto do novo roteiro turístico está sendo conduzido pela analista do Sebrae-RN no setor de turismo, Darlyne Fontes Virginio. As primeiras ações começam no dia 17 de abril com a primeira visita técnica às localidades. Será feito o mapeamento de todos os empreendimentos da região e das potencialidades que poderão ser inseridas no roteiro. Será feito um inventário de todo o patrimônio do lugar e planejar o que deverá ser contemplado no roteiro. Além disso, serão determinados os segmentos a partir dos locais com maior relevância e identificado o perfil do público visitante.
A segunda fase começa em junho com a capacitação dos empresários, através de cursos e palestras, e a realização de consultorias individualizadas. A última etapa é a fase de mercado em que ocorrerá a divulgação do destino junto às operadoras de turismo e agentes de viagens, o que deve ocorrer em agosto.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Justiça bloqueia R$ 1,1 milhão da Secretaria de Saúde do RN


O juiz Airton Pinheiro, da 4ª vara da Fazenda Pública de Natal, determinou o bloqueio on line do valor de R$ 1.162.936,27 na conta da Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap). Ele deu cumprimento ao que já havia sido determinado pela Justiça potiguar em decisões anteriormente em uma ação movida pelo próprio Estado contra a empresa Linde Gases Ltda. A empresa suspendeu o atendimento a unidades hospitalares do Estado alegando que não estava recebendo pagamento pelo serviço prestado.
O Estado alegou que havia sido celebrado contrato entre as partes cujo objeto é a manutenção preventiva e corretiva de equipamentos instalados na rede hospitalar estadual, bem como a locação de equipamentos com fornecimento de gases medicinais.
Entretanto, em virtude do não pagamento das parcelas contratuais, a empresa comunicou a suspensão do fornecimento de gases medicinais e a retirada dos equipamentos cedidos em locação. Diante de tal medida, o Estado requereu liminarmente o restabelecimento do fornecimento do objeto do contrato. Assim, foi determinado que a empresa realize o cumprimento do acordado no contrato até o seu prazo final, previsto para 22 de junho de 2013.
Por outro lado, também foi determinado que o Estado do RN providenciasse o pagamento dos últimos três meses não cumpridos em contrato, ou seja, a partir de novembro de 2012 até fevereiro de 2013, no prazo de 15 dias contados após a abertura do Orçamento do Estado do Rio Grande do Norte.
A Justiça também determinou o pagamento das parcelas em atraso do acordo extrajudicial de parcelamento de saldo devedor anterior, no prazo de 15 dias contados após a abertura do Orçamento do Estado do Rio Grande do Norte, sob pena de bloqueio dos valores na conta da Sesap. Mesmo com a determinação judicial, o juiz verificou que a empresa a informou nos autos o descumprimento da sentença quanto ao pagamento das parcelas atrasadas do contrato.
Assim, foi determinada a intimação pessoal do secretário estadual de saúde para, no prazo de 24 horas, efetuar o pagamento dos últimos três meses não adimplidos do contrato (novembro de 2012 a fevereiro de 2013) e das parcelas em atraso do acordo extrajudicial de parcelamento de saldo devedor pretérito, sob pena de bloqueio dos valores.
A empresa informou novamente o descumprimento da decisão judicial, mas destacou que a Secretaria Estadual de Saúde efetuou o adimplemento de R$ 274 mil, dos quais apenas R$ 209.753,53 correspondem às notas fiscais do período mencionado na decisão judicial, o magistrado determinou o bloqueio do montante, porém devendo os valores restantes pleiteados pela empresa serem discutidos durante a instrução processual.
Foi dado ao Estado o prazo de cinco dias para que ele apresente comprovante de cumprimento do pagamento dos referidos valores.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia interrompe peça de rua com cena de nudez no Festival de Curitiba


Apresentação da peça "Hasard" pelo Erro Grupo

Com armas em punho, policiais interromperam nesta terça-feira (2) a segunda apresentação da peça "Hasard", que faz parte da mostra paralela do Festival de Teatro de Curitiba, segundo integrantes do Erro Grupo, de Florianópolis.

O motivo é uma cena de nudez com cerca de 30 segundos de duração, já no fim do espetáculo, encenado no calçadão da Rua 15 de Novembro, principal via do centro da capital paranaense.

"Nos sentimos totalmente coagidos", resumiu o diretor Pedro Bennaton. Segundo ele, problemas como o enfrentado em Curitiba são relativamente comuns na história de 12 anos da trupe, que só faz teatro de rua.

"Problemas com a polícia já ocorreram em outros lugares, como Florianópolis e Palhoça (SC). Mas nunca tivemos uma repressão como a de ontem (terça), com cinco viaturas e quase dez policiais com armas em punho", desabafou. É a quinta vez que o grupo participa do festival curitibano, considerado o maior do País.

Os problemas do Erro Grupo com a Polícia Militar paranaense começaram já na segunda (1.º), dia da primeira apresentação de "Hasard". "O texto trata de jogo de azar. Por isso, há quatro finais, sorteados durante o espetáculo. Na segunda, saiu o final de Ouros, em que os atores apostam suas roupas e as perdem, ficando nus por cerca de 30 segundos", explicou Bennaton.

Enquanto o trecho era encenado, policiais que faziam uma ronda pelo calçadão notaram a nudez dos atores e tentaram interromper a cena. Quando chegaram, o trecho já havia acabado. Sem encontrar os artistas em cena, os policiais ameaçaram a produção do espetáculo de prisão, relatou o diretor.

Na terça, novamente foi sorteado o final com a cena de nudez. "Quando atores começaram a encenar o final, notamos quatro viaturas e cerca de dez policiais, alguns com armas em punho, vindo em nossa direção. Encerramos o espetáculo antes da hora, para evitar problemas", disse Bennaton.

Procurada pela reportagem, a PM do Paraná informou que recebeu "várias" chamadas de moradores, incomodados com a cena de nudez, e por isso foi ao local. Questionada sobre policiais com "armas em punho", como denunciaram os artistas, a corporação disse não ter detalhes de como foi feita a abordagem.

A PM também informou que orientou os atores a usarem roupas íntimas durante a cena, sob o argumento de que nudez em público é crime de atentado ao pudor, segundo o Código Penal. O Erro Grupo argumenta que as cenas de nudez não têm conotação sexual.

Nesta quarta, o Erro Grupo realiza a terceira apresentação de "Hasard", às 18h. Devido à repercussão da repressão policial, alguns espectadores e participantes do festival prometem tirar as roupas, em apoio à trupe catarinense, caso novamente seja sorteado o final em que há cenas de nudez.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Número de mortos pelas chuvas passa de 50 na Argentina


Rua alagada pela chuva nesta quarta-feira (3) na cidade argentina de La Plata (Foto: AFP)
Pelo menos 54 pessoas morreram, ao longo de dois dias, vítimas das chuvas e inundações na Argentina, informaram as autoridades em balanço no final da tarde nesta quarta-feira (3).
Morreram 46 pessoas após uma histórica inundação na cidade de La Plata, a 63 quilômetros ao sul de Buenos Aires, segundo o governador distrital, Daniel Scioli.
"Mais de 50% da cidade esteve embaixo d'água, que começa a baixar", disse o chefe de gabinete da prefeitura, Santiago Martorelli, à TV C5N.

Havia 2.500 desabrigados, espalhados em 20 centros de recolhimento.
"Isso jamais aconteceu em La Plata. Estávamos esperando o amanhecer para fazer os primeiros resgates. Meia cidade está sem luz. Há pessoas sobre telhados, árvores, à espera de que as socorremos", afirmou o secretário argentino de Segurança, Sergio Berni.


Bombeiros, Defesa Civil, Exército, Prefeitura e da Polícia metropolitana, estão trabalhando na zona.
Em La Plata, caíram 400 milímetros de água em duas horas.
Buenos Aires
Fortes chuvas na madrugada da terça-feira deixaram ao menos 8 mortos na região da capital Buenos Aires, segundo as autoridades.
A chuva de terça-feira foi um recorde histórico para abril em Buenos Aires, com mais de 155 milímetros acumulados em menos de sete horas, segundo um comunicado do Observatório Central de Buenos Aires (OCBA).

A inundação de ruas e casas atingiu com maior força os bairros da zona norte da capital, onde tem crescido nos últimos 10 anos a construção de edifícios, sem ser compensada com obras de infraestrutura hídrica para o deságue, segundo entidades ambientalistas.

As inundações acontecem na capital argentina pela existência de antigos cursos d'água, agora debaixo da terra, que obstruem um deságue normal para o Rio da Prata.
O governo brasileiro, por intermédio do Itamaraty, solidarizou-se com as famílias das vítimas e manifestou condolências ao governo e ao povo da Argentina.

3 de abril - Idosa é resgatada em região alagada em La Plata. (Foto: Daniel Garcia/AFP)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Manifestante pró-Feliciano é detido pela polícia na Câmara


Manifestante que apoia a permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara é detido

Após a confusão na semana passada que terminou com dois manifestantes contrários ao deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP) detidos, nesta quarta-feira (3) mais um manifestante foi detido. Élder Martins da Silva, evangélico, é um dos apoiadores de Feliciano e foi levado à Polícia Legislativa da Câmara por ter empurrado uma jornalista na porta do plenário onde ocorre a sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Segundo a Polícia Legislativa, ele deve ser liberado ainda hoje, pois não teve a intenção de machucar a jornalista, apenas de ocupar espaço em frente ao plenário.

Na quarta-feira passada, Feliciano chegou a pedir a prisão do antropólogo Marcelo Régis Pereira, que o chamou de "racista". "Aquele senhor de barba vai sair preso daqui porque me chamou de racista", disse o deputado, citando o artigo 139 Código Penal, que trata de difamação. Pereira foi solto e disse que apenas gritou palavras de ordem, assim como os outros manifestantes.

No mesmo dia, Allysson Rodrigues Prata tentava invadir o gabinete do deputado quando foi impedido pelos agentes. Ambos foram liberados no mesmo dia.

Desde que Feliciano assumiu a presidência da comissão, em 7 de março, as sessões têm sido tumultuadas e o deputado tem enfrentado protestos pelas ruas e nas redes sociais.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia vai indiciar suposto agressor e motorista por queda de ônibus no Rio


Testemunhas chegam ao Hospital Miguel Couto para fazer  reconhecimento (Foto: Mariucha Machado/G1)Testemunhas chegam ao Hospital Miguel Couto para fazer reconhecimento (Foto: Mariucha Machado/G1)
O delegado que investiga a queda do ônibus da linha 328 (Bananal/Castelo) do Viaduto Brigadeiro Trompowski, perto da Ilha do Governador, no Rio, ocorrida na terça-feira (2), disse na tarde desta quarta (3) que vai indiciar por homicídio doloso e tentativa de homicídio o motorista e um jovem que o teria agredido, segundo testemunhas. José Pedro da Costa Silva, da 21ª DP (Bonsucesso), responsável pela investigação, informou que vai pedir a prisão preventiva dos dois e que não tem dúvidas de que a briga entre eles foi o motivo do acidente que deixou sete mortos e mais de 10 feridos.

O delegado acompanhou duas testemunhas, o técnico de informática Nelson Martins e o cozinheiro identificado apenas como Marcelo, que reconheceram, no Hospital Miguel Couto, na Zona Sul, Rodrigo Santos Freire, de 25 anos, o suposto agressor de André Luiz da Silva Oliveira, de 33 anos, motorista do ônibus. Os sobreviventes desceram do ônibus momentos antes do acidente, quando a discussão já havia começado.
Segundo relatos, o suposto agressor, que seria estudante de engenharia da UFRJ e morador da Cacuia, na Ilha, teria dado um chute no rosto e causado desmaio no motorista após uma discussão, iniciada porque o passageiro não conseguiu descer no ponto que desejava, estando atrasado para a aula. Rodrigo está internado com fratura na mandíbula e no quadril, e perdeu parte dos dentes. O motorista está internado no Hospital Getúlio Vargas, aguarda uma cirurgia no fêmur.

Segundo o delegado, os dois apresentam perda de memória. "Da mesma forma que o motorista, [Rodrigo] não se recorda do que aconteceu, está em estado de choque. Ele não tem a lembrança de ter entrado no ônibus. Eu tenho depoimento de testemunhas que apontam ele como sendo o autor da agressão, por fotografia e por reconhecimento pessoal. As testemunhas o reconheceram sem sombra de dúvida. Eles serão indiciados por homícidio doloso, esse é o primeiro passo. Hoje [quarta] ou [amanhã] entrarei com uma representação pedindo a prisão preventiva dos dois, já que foram os causadores do acidente", explicou José Pedro.
O motorista, segundo o delegado, também tem culpa por não ter parado no ponto, ter estimulado a briga verbalmente e não ter chamado a polícia quando começou a confusão, assumindo o risco do acidente.
Rodrigo, com uma fratura na mandíbula, não falou muito, segundo José Pedro. "Ele tem conhecimento do que aconteceu porque tem uma televisão no quarto, mas não assume a culpa pelo acidente." Ainda segundo o delegado, o susposto agressor tinha uma anotação na polícia, de 2012, devido a uma briga com vizinhos.
Queda do ônibus (Foto: Editoria de Arte/G1)Queda do ônibus (Foto: Editoria de Arte/G1)
O delegado afirmou ainda que há informações de que o motorista estava em alta velocidade. No entanto, ele ainda espera o resultado da perícia no tacógrafo, que já está com a polícia. O cartão de memória da câmera interna do ônibus foi destruído e não será possível recuperar as imagens, segundo o delegado.
Testemunha dá detalhes
A cabeleireira Conceição Rodrigues Santana, mãe de Amanda Santana Silva, de 19 anos, estudante de farmácia da UFRJ que também está internada no Hospital Getúlio Vargas, contou, pela manhã, ter ouvido da filha que um passageiro teria chutado o rosto do motorista.
A agressão, de acordo com a jovem, ocorreu durante uma discussão e fez com que o motorista perdesse a direção. Outras testemunhas já haviam relatado a briga.
Amanda disse à mãe que um estudante fez sinal para que o motorista parasse em um determinado ponto. Como ele não parou, o jovem teria pulado a catraca e iniciado uma discussão com o condutor. A jovem estava na frente do ônibus e não conhecia o estudante que iniciou a briga.
A garota também contou para a mãe que as pessoas gritaram muito na hora da queda, mas quando o ônibus caiu houve silêncio.
A briga
Em entrevista por telefone nesta manhã ao programa "Encontro com Fátima Bernardes", da TV Globo, Amanda lembrou dos momentos de pânico na linha 328. "O motorista era bastante grosseiro. Passou vários pontos sem parar. Ele parou no ponto para o rapaz descer, mas não deu tempo. Aí o rapaz se alterou, pulou a catraca e começou a discutir. Quando chegou no ponto seguinte, o motorista não quis abrir a porta da frenter. O rapaz também não quis pular a catraca de volta e começou a discussão", contou.
No programa, ela lembrou ainda de como foi ajudada. "Começou a vazar muita gasolina do ônibus, passou um rapaz e eu pedi ajuda. Ele me ajudou a sair. Aí olhei para trás e vi o rapaz que agrediu o motorista em pé com muito sangue, e o motorista caído. Não vi mais nada."
Amanda voltava do segundo dia de trote na UFRJ, na Ilha do Governador, para casa,  que fica em Irajá, no Subúrbio do Rio.
Segundo Conceição, a filha tem o quadro estável, mas está com uma fratura no cóccix. "Ela chora, ela sente dor".
Motorista não lembra do acidente
A mulher do motorista André Luiz da Silva Oliveira, de 33 anos, que dirigia o ônibus da empresa Paranapuã que caiu do viaduto, afirmou nesta manhã que o marido não se lembra de nada. “Ele não lembra de nada, nem do acidente nem da filha de 2 anos”, disse, Francilene dos Santos.
Francilene esteve nesta manhã no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte, para visitar o marido, que continua internado. Ao chegar no hospital, ela também reclamou da empresa de ônibus Paranapuã, que, segundo ela, não prestou qualquer auxílio ao motorista.
A advogada do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Onibus, Marcia Dias, que vai representar André, confirmou a ausência de memória. "Ele disse que não se lembra de nada e eu não contei a ele detalhes do caso, em razão do estado de saude dele."
Segundo Marcia, a empresa Paranapuan, responsável pelo ônibus, não procurou o motorista nem a familia dele para prestar assistência.
Quatro feridos ainda em estado grave
Na manhã desta quarta, seis corpos das sete vítimas da queda do ônibus já tinham sido liberados pelo Instituto Médico Legal (IML). Dos 10 feridos, quatro pessoas estão em estado grave. O motorista do ônibus está internado com fratura no fêmur e traumatismo craniano.
Há ainda pessoas internadas nos hospitais Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, no Miguel Couto, na Zona Sul, no Souza Aguiar, no Centro e no HGB, em Bonsucesso. Um jovem de 18 anos está em estado gravíssimo com traumatismo craniano no Hospital Getúlio Vargas. Na mesma unidade, um senhor de 80 anos, também com traumatismo craniano, passa bem. Ainda no Getúlio Vargas, uma jovem de 18 anos, que teve um trauma leve no tórax, passa bem.

Mortos
As pessoas que morreram foram Marcos do Nascimento, de 42 anos, José de Jesus, de 42 anos, Ângela Maria Reis da Silva, 62 anos, luiz antônio do Amaral, de 41 anos, Francisco Batista de Souza, de 40 anos, Oséas da Silva Cardoso, 39 anos e Luciana Chagas da Silva.

O delegado José Pedro Costa da Silva, da 21ª DP (Bonsucesso), que investiga a queda de ônibus, confirmou que a agressão pode ter causado o acidente. José Pedro ouviu sobreviventes e o próprio motorista, e contou que os primeiros relatos confirmam a discussão entre os dois e que o veículo estava em alta velocidade. O delegado destacou que pretende ouvir o motorista novamente nesta quarta, pois na terça ele não estava em condições.

Ônibus caiu de um viaduto deixando 7 mortos e 11 feridos no Rio de Janeiro. (Foto: Sergio Moraes/Reuters)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Rapaz suspeito de agredir motorista diz que não se recorda de briga


O universitário Rodrigo Santos Freire, 25, apontado como agressor do motorista do ônibus que caiu de um viaduto no Rio, foi ouvido pela polícia na tarde desta quarta-feira. Ele disse que não se recorda do acidente ou de ter brigado com o condutor do coletivo.

A suspeita da polícia é que o acidente tenha ocorrido em decorrência da briga. O jovem teria chutado o rosto do motorista, que perdeu o controle do veículo atingindo a mureta lateral. Com isso, o veículo despencou do viaduto sobre a avenida Brasil. Ao todo, sete pessoas morreram e nove ficaram feridas.

Freire está internado no Hospital Miguel Couto, onde se recupera do acidente que matou sete pessoas na tarde de ontem. O jovem sofreu uma fratura na mandíbula e perdeu alguns dentes na batida. Ele deverá ficar ao menos mais uma semana internado na unidade.

Segundo o delegado José Pedro Costa da Silva, titular do 21º DP (Bonsucesso), Freire foi reconhecido por três pessoas como o responsável pela agressão ao motorista. Duas dessas pessoas teriam descido do coletivo antes do acidente e presenciaram a briga. A outra é uma estudante que também ficou ferida no acidente.

A briga teria ocorrido por que o universitário não conseguiu descer no ponto que desejava. O delegado afirmou que ele já tinha se envolvido em um caso de lesão corporal no ano passado devido a uma briga com um vizinho. Nos registros ele aparece como autor e vítima.

INDICIADOS

O delegado afirmou na tarde desta quarta-feira que vai indiciar o universitário e o motorista André Luiz da Silva Oliveira. "Vou indiciar os dois sob acusação de homicídio doloso [quando hpa intenção de matar] pelo fato da conduta de cada um ter proporcionado aquele acidente", afirmou o delegado, que acrescentou ainda que vai pedir até a manhã de quinta-feira (4) a prisão preventiva dos dois.

Segundo o delegado, o universitário foi responsável pelo acidente por ter chutado o motorista que estava no comando do veículo. Já o motorista "também agiu de forma agressiva verbalmente, estimulando a briga". "Ele é um profissional da direção e não teria porque discutir com passageiro, nem estimular uma briga no momento em que ele estava na condução do veiculo". O motorista também está internado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Exército da Coreia do Norte diz ter 'OK' para ataque nuclear aos EUA


Marcha em apoio ao governo norte-coreano nesta quarta-feira (3) na cidade de Nampo, em foto divulgada pela KCNA (Foto: AFP)Marcha em apoio ao governo norte-coreano e à intenção de atacar EUA e Coreia do Sul, nesta quarta-feira (3), na cidade de Nampo, em foto divulgada pela KCNA (Foto: AFP)
O Exército da Coreia do Norte advertiu nesta quinta-feira (3) que havia recebido a autorização final para lançar um ataque contra os Estados Unidos com um eventual uso de armas nucleares, segundo um comunicado divulgado pela agência estatal KCNA.
O Estado-Maior do Exército norte-coreano disse que já informou formalmente a Washington que as ameaças americanas serão "esmagadas" utilizando "meios nucleares modernos, leves e diversificados", segundo o comunicado.
"A operação sem compaixão das forças armadas revolucionárias neste aspecto foi finalmente examinada e ratificada", diz o texto.
O Exército advertiu na nota que "o momento de uma explosão (da situação) se aproxima rapidamente" e que uma guerra na península coreana pode eclodir "hoje ou amanhã".
O anúncio é mais um passo na escalada de retórica de guerra do fechado regime norte-coreano contra os EUA e a Coreia do Sul.
Em dezembro de 2012, houve um princípio de tensão com o lançamento de um foguete norte-coreano --considerado pelo Ocidente como um teste de míssil de longo alcance--, seguido em fevereiro deste anos do terceiro teste nuclear norte-coreano.

Pouco depois, o Conselho de Segurança da ONU impôs novas sanções contra o regime de Pyongyang, no momento em que Estados Unidos e Coreia do Sul realizavam manobras militares conjuntas durante as quais Washington mobilizou aviões B-52, com capacidade de transporte de armas nucleares.

Em resposta, a Coreia do Norte ameaçou efetuar ataques com mísseis e bombardeios nucleares contra a Coreia do Sul e contra interesses americanos no Pacífico.

No sábado, Pyongayng se declarou em "estado de guerra" com o Sul.

mapa coreia do norte kaesong (Foto: Arte/G1)
Na terça, anunciou sua intenção de reativar um reator nuclear que teve suas operações suspensas em 2007, desafiando as resoluções da ONU que proíbem qualquer programa atômico.

Os Estados Unidos prometeram nesse mesmo dia que defenderão seus aliados sul-coreanos, e o secretário de Estado, John Kerry, classificou como "perigoso" e "irresponsável" o comportamento do líder norte-coreano, o jovem e polêmico Kim Jong-un.
Os EUA estão mobilizando meios militares para a região.
A intenção, segundo Pentágono, é preservar o território, os interesses e a segurança dos aliados americanos.

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante reunião partidária em Pyongyang em 31 de março (Foto: AFP)

 Imagem divulgada pela Nasa nesta quarta-feira (3) mostra a Península da Coreia, capturada pelo instrumento MODIS, a bordo do satélite Terra (Foto: AFP/Nasa)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

TJ do Paraná aprova casamento entre homossexuais



Com base no artigo 1.525 da Lei Federal número 10.406/2002, uma decisão do Tribunal de Justiça do Paraná autorizou o casamento civil de pessoas do mesmo sexo no estado do Paraná.

O Desembargador Eugênio Achille Grandinetti, corregedor da Justiça do Estado do Paraná, encaminhou um ofício para todos os cartórios do estado, alertando sobre a nova conduta.

Além de assinar a decisão, Eugênio determina no documento, que o aviso deve ficar exposto em um local de fácil leitura ao público.

Além do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Ceará, Sergipe, Piauí, Bahia, Alagoas, Espírito Santo e Distrito Federal, autorizaram o casamento gay. Os documentos necessários são os idênticos aos pedidos pelos casais heterossexuais.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ex-advogado de Bruno afirma que goleiro lhe deve R$ 90 mil de honorários


Advogado Ércio Quaresma, defensor de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, conversa com a imprensa do lado de fora do fórum de Contagem (MG)
O advogado Ércio Quaresma, ex-defensor do goleiro Bruno Souza, alega que o ex-jogador ainda lhe deve R$ 90 mil de honorários relativos ao período em que representou o jogador, de julho a novembro de 2010. O defensor tinha deixado o caso para se tratar de vício assumido em crack.

Bruno foi condenado em março de 2013, no Fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem (MG), a 22 anos e três meses pela morte de Eliza Samudio, sua ex-amante.

O UOL teve acesso ao documento intitulado "Ação de Prestação de Contas", protocolado por Quaresma no mês passado na Vara Cível de Contagem. O advogado afirma ter entrado com a ação porque teria sido acusado de desvio de dinheiro do goleiro pela atual mulher do arqueiro, a dentista carioca Ingrid Calheiros.

Na ação, o advogado enumera cálculos que perfizeram o montante supostamente devido.  Com base no texto, foram pactuados seis contratos de honorários, no valor de R$ 40 mil cada um, nos quais Bruno e outros cinco indiciados pela Polícia Civil mineira contratam Quaresma e a sua mulher, a advogada Claudinéia Calabund.

Somente o contrato referente a Dayanne Souza, ex-mulher de Bruno, não teria sido assinado, mas os serviços, conforme o autor da ação, foram prestados, "sendo tal fato de domínio público e de ciência do réu", trouxe o texto, totalizando o valor dos contratos em R$ 240 mil.

Pelo documento apresentado à Justiça, Bruno teria assumido a responsabilidade pelos pagamentos dos contratos firmados, cujos serviços seriam prestados somente na fase de investigação policial do caso.

Ainda conforme cálculos constantes da peça, o advogado teve acesso, durante o período no qual atuou por Bruno, a apenas R$ 201 mil, provenientes de contas bancárias do goleiro. Pelas contas de Quaresma, foram gastos R$ 53 mil com despesas diversas durante o tempo em que atuou na defesa do goleiro. Ele cita, por exemplo, desembolsos com viagens a trabalho, diárias de hotéis, deslocamentos em táxis e alimentação. Sendo assim, restariam ainda R$ 92 mil a serem quitados a título de honorários pelo goleiro. Quaresma afirma, no entanto, não ter a intenção de cobrar judicialmente a quantia do goleiro.

Já o atual advogado do goleiro, Lúcio Adolfo da Silva, disse que a prestação de contas é um processo normal e afirmou não ver motivo para preocupação sobre a possibilidade de uma cobrança jurídica contra o cliente. 

"Até porque a prestação (do serviço) do Quaresma foi incompleta e não foi até o final", afirma Silva. O UOL não conseguiu contato com Ingrid Calheiros.

R$ 1 milhão
Em outro trecho da ação, Ércio Quaresma descreve ter firmado com o goleiro o pagamento da quantia de R$ 1 milhão de honorários referente ao restante do trâmite do caso na esfera judicial, ou como consta na peça, "até o trânsito em julgado" das ações judiciais contra Bruno.

Esse valor, segundo Quaresma, seria partilhado com os demais advogados, que passaram a representar os acusados, mas indicados por Quaresma. Testemunhas, cujos nomes não foram revelados, teriam presenciado o acordo, sem que um documento nesse sentido tivesse sido assinado pelo jogador.

No final de novembro de 2010, Quaresma foi suspenso por 90 dias pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Minas Gerais. Em outubro daquele ano, ele havia sido flagrado em um vídeo no qual supostamente usava a substância entorpecente em uma favela da capital mineira. Em seguida, admitiu ser usuário de crack e afirmou que iria ser submetido a tratamento para se livrar do vício. Atualmente atua na defesa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, acusado de ser o executor de Eliza Samudio. O julgamento do réu vai se iniciar em 22 de abril, no fórum de Contagem, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte.

Prestação de contas
Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, (TJ-MG), a iniciativa do advogado é tida como uma ação corriqueira.

"É uma ação simples em que o advogado justifica seus gastos e pedindo que as contas sejam homologadas", disse à assessoria o juiz da 5ª Vara Cível de Contagem, Mateus Bicalho de Melo Chavinho, que ainda não deu decisão sobre o assunto.

Esse tipo de processo é previsto no artigo 914 do Código de Processo Civil, segundo o setor. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Comissão do Senado aprova troca de benefício de aposentado que ainda trabalha


A Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) aprovou nesta quarta-feira um projeto de lei que permite ao segurado da Previdência Social renunciar à aposentadoria a qualquer tempo, voltar a trabalhar, contribuir e solicitar o benefício novamente quando lhe for conveniente.

Atualmente, o aposentado que continua trabalhando com registro em carteira é obrigado a contribuir à Previdência, mas esse pagamento não é incorporado a seu benefício. Se fosse, a aposentadoria poderia aumentar, devido às mudanças no fator previdenciário (índice aplicado nas aposentadorias por tempo de contribuição que diminui o benefício de quem se aposenta cedo).

Um trabalhador que se aposentou com 35 anos de contribuição e 60 de idade em janeiro de 2010, com salário média salarial de R$ 1.000, por exemplo, recebeu uma aposentadoria de cerca de R$ 874. Considerando os reajustes, teria hoje um benefício de R$ 1.016.

Se deixasse para se aposentar hoje --com mais três anos de contribuição e de idade--, e se sua média salarial continuasse em R$ 1.000, o benefício seria de R$ 1.083. Maior que a média salarial porque, com mais tempo de contribuição, o fator previdenciário seria positivo.

Se o mesmo trabalhador tivesse reajustes salariais idênticos aos concedidos pelo INSS, sua média salarial seria de quase R$ 1.200. Caso pedisse hoje a aposentadoria, nessas condições --média salarial de R$ 1.200, 38 anos de contribuição e 63 de idade-- seu benefício seria de cerca de R$ R$ 1.300.

O projeto prevê que o aposentado que ainda trabalha tenha direito a um recálculo do benefício considerando as novas contribuições. No exemplo acima, a aposentadoria subiria de R$ 1.016 para R$ 1.300.

De autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), o projeto tem como objetivo estender a todos os trabalhadores a possibilidade da chamada "desaposentadoria", já garantida aos servidores públicos. O texto prevê o benefício a todos os que contribuem para a Previdência Social, seja por tempo de contribuição, idade ou em regime especial.

O texto lembra que o valor da nova aposentadoria deve levar em conta os períodos de contribuição anteriores e posteriores à renúncia do benefício. A comissão aprovou o substitutivo do relator, senador Paulo Davim (PV-RN), que deixa claro que o segurado que pedir a troca de aposentadoria não precisará devolver ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) os valores recebidos enquanto estava aposentado.

"Isso nos parece inadmissível, eis que ele 'o aposentado' fez jus aos proventos decorrentes do benefício da aposentadoria", justifica Davim. Em seu relatório, o senador justifica a pertinência do projeto pelo alto número de pessoas que buscam a desaposentadoria, principalmente aqueles que optaram pela aposentadoria proporcional ou começaram a contribuir muito cedo.

"Milhares de ações nesse sentido tramitam nos Estados e muitas já chegaram ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), cujo entendimento tem sido favorável aos aposentados", observa.

Como o texto aprovado foi um substitutivo, ele precisa ser aprovado em votação suplementar pela comissão, o que deve ocorrer na próxima quarta-feira. Caso não haja recurso para levá-lo a plenário, o projeto segue diretamente para apreciação da Câmara, pois tramita em caráter terminativo na CAS.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››