Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

sábado, abril 06, 2013

Homem é morto com vários tiros na porta de casa em São Bento



Um homicídio foi registrado na tarde desse sábado(6),por volta das 15:30hs, na cidade de São Bento.

A vítima, João Dantas da Silva, de 40 anos, mais conhecido por "João de Véi de Bia", foi atingido por vários tiros de arma de fogo, quando chegava em casa, no bairro São Bentinho.


Segundo informações, dois homens em uma moto, surpreenderam João e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima, que morreu no local. A polícia militar e polícia civil foram acionadas e compareceram ao local para tomarem as medidas cabíveis ao caso.

João Dantas havia sido detido no mês passado(16-03) , por porte ilegal de arma fogo em um bar no mesmo bairro onde residia e foi assassinado.

Reprodução Cidade News Itaú via É Sertão
Leia Mais ››

Juiz nega pedido de liberdade a viúvo de fisioculturista assassinada no RN


Empresário Alexandre Furtado Paes mantém mensagem de luto em seu perfil no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte aceitou mais uma vez a recomendação do Ministério Público e novamente negou, nesta última quinta-feira (4), pedido de liberdade provisória feito pela defesa do empresário paulista Alexandre Furtado Paes, acusado de matar a própria mulher, a fisioculturista Fabiana Caggiano Paes, de 36 anos. A atleta morreu no dia 2 de janeiro na UTI de um hospital particular de Natal. Laudos periciais apontaram que ela sofreu asfixia mecânica (esganadura). O viúvo nega. De acordo com Alexandre, a mulher teria sofrido uma queda no banheiro da suíte do hotel em que ficaram hospedados.
Alexandre tem residência própria e possui uma academia de musculação na cidade de Osasco, em São Paulo. Contudo, é considerado foragido desde o dia 25 de janeiro, quando teve mandado de prisão temporária (30 dias) expedido pelo juiz Ricardo Procópio Bandeira de Melo, titular da 3ª Vara Criminal da capital potiguar. No dia 19 de março, além de negar o primeiro pedido para que o acusado viesse a responder a acusações em liberdade, o juiz também revogou o mandado de prisão temporária e o converteu em prisão preventiva (por tempo indeterminado).
Na ocasião, os advogados argumentaram que o empresário “em momento algum tentou influenciar ou modificar o estado das provas; que o contato para a cremação do corpo da vítima teria se dado por parte da empresa contratada para o sepultamento, não por ele; que as informações da autoridade policial beiram o absurdo; que não tentou impedir a perícia no corpo da esposa; e que a sua prisão temporária não seria imprescindível para as investigações do inquérito policial”.
Neste segundo pedido de liberdade, no entanto, os advogados mudaram de estratégia. Desta vez alegaram que Alexandre é “tecnicamente primário, que o sistema penitenciário não oferece a menor condição de custodiar o acusado e que não estão presentes os fundamentos para a manutenção da prisão cautelar”. Afirmaram ainda que “o fato de o acusado se encontrar em local incerto e desconhecido justifica-se pela necessidade de se defender dos ataques da imprensa”.
Em resposta às mais recentes alegações dos advogados, o magistrado entendeu que persistem os motivos que fundamentaram a decretação da prisão preventiva do viúvo. “Apesar de não se desprezar a importância do princípio da presunção de inocência, não há como negar a relevância de também ser levado em conta, como dito pela própria defesa, que o acusado se encontra em local incerto e não sabido, o que denota a sua intenção de furtar-se à aplicação da lei penal, em caso de futura condenação”.
Fabiana Caggiano era campeã de fisioculturismo (Foto: Reprodução/Facebook)Fabiana Caggiano era campeã de fisioculturismo
(Foto: Reprodução/Facebook)
Por fim, Ricardo Procópio acrescentou que há indícios de que o acusado tentou modificar provas, alterando o estado de fato do local, além de também ter tentado subtrair o corpo da vítima para exame necroscópico. Sobre os problemas do sistema carcerário potiguar, o juiz afirmou que “é evidente que isso não constitui argumento idôneo a contrapor as razões que ensejaram a decretação da prisão processual do acusado. Com efeito, apesar de tais dificuldades, diariamente são implementadas medidas restritivas de liberdade neste país. Portanto, não haveria razão para revogar a preventiva por este motivo”.
Prisão preventiva
A defesa do empresário afirma que foi contratada pela família dele e que não sabe onde o paulista está. Em razão de a polícia não ter pistas de Alexandre, o magistrado decidiu pela necessidade de reforçar a ordem de prisão, transformando o mandado em prisão ´temporária em preventiva. Ou seja, ao ser preso, Alexandre deverá permanecer detido até o final de todo o trâmite processual.
“Enxergo presentes, portanto, no caso concreto, dois dos requisitos autorizadores da prisão preventiva abstratamente previstos no Código de Processo Penal: o de assegurar a aplicação da lei penal, em caso de futura condenação, porque bem desenhada a intenção do acusado de esquivar-se; e o da conveniência da instrução criminal, ainda por iniciar-se, pois o acusado já deu sinais veementes de que é capaz de tentar obstruir as provas com as quais se objetiva esclarecer a verdade”, descreveu o juiz Ricardo Procópio.
Por fim, Procópio sentencia: “Decreto a prisão preventiva do acusado Alexandre Furtado Paes, para assegurar a aplicação da lei penal, em caso de futura condenação, e por conveniência da instrução criminal”.
A defesa do empresário Alexandre Paes requereu a anulação do mandado de prisão temporária no dia 5 de março. Com o parecer Ministerial contrário, divulgado no dia 12, o advogado André Vizioli de Almeida disse ao G1 que respeitava a decisão do Ministério Público, mas não concordava. “Respeitamos, mas não concordamos".
Réu
O empresário Alexandre Furtado Paes tornou-se réu no processo no início deste mês, quando o juiz Ricardo Procópio, titular da 3ª Vara Criminal de Natal, acatou denúncia do Ministério Público.
Porém, o viúvo teve a prisão temporária decretada nos últimos dias de janeiro. Como não foi localizado e ainda não se apresentou à polícia, passou a ser considerado foragido desde então. Ele foi indiciado por homicídio qualificado (motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de a vítima se defender) e também responde ao agravante de ter modificado a cena do crime.
De acordo com o promotor Jovino Pereira, o crime ainda tem mais um agravante pelo fato de Alexandre e Fabiana serem marido e mulher.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Diante de frágil Bolívia, seleção vence primeiro jogo com Felipão


Neymar festeja um dos gols do Brasil no duelo amistoso contra a Bolívia
Ao assumir a seleção brasileira, o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, adotou a estratégia de enfrentar adversários fortes para forjar um time acostumado a dificuldades. Mas foi preciso que pegasse um legítimo "Bambala" - como o treinador chamava equipes fracas - para que ele conquistasse sua primeira vitória pelo time nacional, após três partidas contra times grandes. Seu triunfo ocorreu em goleada (4 a 0) diante de uma Bolívia completamente exposta na defesa, quase inofensiva no ataque e sem contar com a vantagem da altitude - o jogo foi em Santa Cruz de La Sierra.

O amistoso só foi marcado como forma de homenagem para o torcedor Kevin Espada, morto aos 14 anos no jogo entre Corinthians e San José, pela Libertadores. Fora do calendário da Fifa, só era permitida a presença de jogadores que atuam no Brasil. Ou seja, o time entrou em campo com dez atletas que não vinham sendo titulares com Felipão mais Neymar. Paulinho, que também já figurou no time principal, esteve machucado nas últimas partidas, e Ronaldinho ficou fora daqueles jogos por decisão do técnico.

Mesmo assim, o Brasil não teve dificuldades para se impor: foram cinco chances claras em apenas 15min. A primeira delas resultou na abertura do placar. Como um autêntico lateral, Jean fez a ultrapassagem, recebeu passe de Jádson e cruzou para Leandro Damião fazer o gol, aos 4min.

A partir daí, o jogo brasileiro foi centralizado por Ronaldinho, que distribuia passes, lançamentos e cruzamentos. Ele demonstrava eficiências nesses lances, mas seus companheiros não demonstravam a mesma pontaria na conclusão. Bola na trave, chutes em cima do goleiro ou por cima e anulação de um gol por impedimento salvaram os bolivianos temporariamente.

Veja Álbum de fotos
Até que Ronaldinho acertou um belo passe para Neymar que tocou por cima do goleiro para aumentar o placar, aos 31min. Jadson, o outro armador da equipe, também encontrava espaço para jogar. Foi pela ponta direita que ele apareceu para fazer o cruzamento para Neymar marcar seu segundo gol, o terceiro do Brasil, aos 42min.

No intervalo, Felipão deixou claro que seu principal objetivo era a observação. "É um jogo que dá oportunidade para alguns que não tinham tido participação. Alguns corresponderam. É importante porque não tenho o grupo completo", afirmou o treinador à TV Globo.

Com esse objetivo, ele mudou o ataque, trocando Neymar e Damião por Oswaldo e Alexandre Pato. Se houve aprovados no primeiro tempo, o início da segunda etapa não foi tão promissor para quem estava em campo.

O Brasil tornou-se lento. Seu principal articulador, Ronaldinho, passou a lembrar mais seus tempos de Flamengo do que os bons jogos recentes pelo Atlético-MG. Antes, fazia lançamentos ou cruzamentos precisos. Depois, apelou a toques laterais.

A ponto de o time nacional perder tempo com um toque de bola na defesa para o grito de olé da torcida. A falta de disposição dos jogadores brasileiros foi tal que permitiu até à equipe poliviana, que teve quatro modificações no intervalo, avançar e chutar a gol. Mas faltava qualidade ao adversário para ameaçar de fato a seleção. Lance perigoso houve uma cabeçada de Marcelo Moreno, rente à trave.

Não adiantava Felipão gritar ao lado do campo: o time pouco se mexia. É certo também que um amistoso enfiado no calendário, por decisão política, é afetado pela proximidade de jogos das equipes brasileiras no meio de semana - São Paulo e Corinthians tiveram compromissos pela Libertadores -, o que gera desgaste nos jogadores.

Quem corria de fato, sozinho, era o atacante Osvaldo. Sua movimentação lhe rendeu algumas chances, mas nenhum gol. Pelo menos mostrou mais jogo que Pato, que, em sua volta, exibia apatia.

O treinador ainda colocou Leandro, Palmeiras, e Dória, Botafogo. Mas não foi o suficiente para levantar o ânimo da seleção. O palmeirense teve a sorte de receber uma bola, só, na frente do gol após passe de Osvaldo. E marcou o quarto gol aos 47min do segundo tempo.

Diante de um "Bambala", foi o suficiente para ganhar. Mas é preciso lembrar que a Bolívia é a penúltima colocada nas eliminatórias sul-americanas da Copa. Não dá para servir como teste do que a seleção enfrentará na Copa-2014, e sequer na Copa das Confederações.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mulher é presa na BR 101 transportando droga dentro de ônibus


Uma denúncia anônima levou policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar até uma mulher que estava transportando drogas em um ônibus de Natal para Caraúbas. Régia Neide Costa Santos, de 34 anos, foi flagrada com maconha em sua bagagem, na noite desta sexta-feira (5).

Os policiais do BPChoque informaram que receberam a denúncia dando conta de que uma das bagagens do ônibus continha droga. Com isso, eles seguiram o veículo e fizeram a abordagem na BR 101, próximo ao Posto Dudu, em Emaús.

Ao revistar a bagagem indicada, os policiais encontraram três quilos de maconha prensada. Diante do flagrante, eles perguntaram quem era o proprietário da bagagem e chegaram até Régia Neide. A mulher recebeu voz de prisão e foi levada para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, em Candelária.

Na delegacia, descobriu-se que Régia tinha um mandado de prisão em aberto, também pelo crime de tráfico de drogas. Ela também confessou que estava levando a droga para a cidade de Caraúbas, mas não revelou para quem seria.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Jovem de 18 anos é presa e diz que perdeu as contas de quantos assaltos realizou


A Rocam conseguiu prender, nesta sexta-feira (5), uma jovem de 18 anos que é suspeita de vários assaltos em Natal. Além dela, um adolescente de 17 anos foi apreendido. Os dois, de acordo com a polícia, tinham acabado de realizar um assalto a ônibus, no conjunto Pirangi, mas foram denunciados pela população.

De acordo com o soldado Oberclei, da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta, populares ligaram para o 190 informando que o ônibus havia acabado de ser assaltado por um casal. Com isso, os policiais foram até o ponto indicado e conseguiram surpreender Maria Judilene Serafim juntamente com o adolescente de 17 anos.

Apesar da pouca idade, a jovem de 18 anos tem uma longa ficha criminal, tendo sido apreendida várias vezes quando era menor de idade. Em conversa com o Portal BO, ela declarou que é viciada em maconha e que já perdeu as contas da quantidade de roubos que já praticou na vida.

“Essa vida no mundo do crime fui eu que escolhi. Quando saio para uma ‘parada’ vou sabendo que é pra viver ou para morrer. Por isso, se for preciso matar durante um assalto eu vou matar”, declarou. De acordo com vítimas do último roubo, a jovem era extremamente fria e chegou a cantar enquanto recolhia os objetos.

Maria Judilene e o adolescente de 17 anos estavam escondidos em um matagal próximo à lagoa de captação de Pirangi quando foram presos. Eles portavam uma garrucha e foram levados para delegacia da Polícia Civil, onde foram autuados.

Reprodução Cidade News via Portal BO
Leia Mais ››

Servidores do ITEP votam indicativo de greve na próxima terça-feira


Foto: Divulgação / Sinpol-RN
No dia 18 de março passado, servidores do ITEP aprovaram um indicativo de greve para acontecer na próxima assembléia, que se realizará às 18h desta próxima terça-feira, 9 de abril. A expectativa era que neste meio tempo o Governo do Estado avançasse nos trabalhos ao Anteprojeto que criará a Lei Orgânica e Estatuto do órgão, coisa que não aconteceu até o momento.

O SINPOL/RN destaca que a insatisfação dos servidores é grande, porque a minuta é avaliada desde 2010, sempre indo e voltando aos órgãos para que apresentem mais análises. A revolta maior aconteceu porque a Consultoria Geral do Estado (CGE), que vem dizendo que seu trabalho está praticamente concluído há meses, enviou pela segunda vez, somente nas últimas semanas, o processo para que a assessoria jurídica do ITEP atenda diligências solicitadas.

A categoria acreditava que 20 dias seria um prazo suficiente para que a SESED e CGE concluíssem seus trabalhos, voltando a se reunir com o SINPOL, para que o processo finalmente vá para o Gabinete Civil e com isso possam finalmente vislumbrar que o projeto de lei siga para a Assembleia Legislativa, para votação. 

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Prisões podem elucidar onda de crimes na cidade de Apodi



Depois de um amplo trabalho investigativo, coordenado pelo delegado Renato Oliveira da Silva, cerca de 30 policiais realizaram, nessa sexta-feira, uma mega operação no município de Apodi com o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão e três prisões de pessoas ligadas ao tráfico de drogas e suspeitos de participação com crimes de homicídio registrados no território apodiense.

A operação contou com policiais da Delegacia de Policia Civil de Apodi, 1ª delegacia e Regional de Mossoró, Divisão de Polícia do Oeste (Divipoe), Narcóticos e resultou na prisão de Moésio Leite Souza, morador do bairro Baixa do Caic. Na residência do mesmo os policiais encontraram cerca de 100 pedras de crack, prontas para serem comercializadas.

Segundo o delegado, Renato Oliveira, além da prisão de Moesio Leite, os policiais ainda cumprirão dois mandados de prisão contra Kleber Romerio Pinheiro Gomes e Francisco Jailson Oliveira Gomes, conhecido como “Brancao ou Cão Branco”, ambos são suspeitos de terem participado do assassinato de um jovem na noite de 10 de março deste ano, no Calçadão da Lagoa do Apodi.

Francisco Mateus Costa Silva, de 21 anos, natural de Maracanau / CE, foi assassinado quando estava no terminal turístico, na companhia de sua namorada e vários amigos. Dois homens em uma motocicleta se aproximaram do mesmo e efetuaram pelo menos cinco disparos de arma de fogo, possivelmente de um revolver calibre 38, que atingiram Mateus na cabeça, na região do tórax e em uma das pernas, levando o mesmo a morrer no local.

“Esse crime teve total ligação com o trafico de drogas e todas as investigações apontam para a participação direta de Romero, Brancão e outro homem conhecido por Demir que conseguiu fugir ao perceber a presença da policia em seu bairro”, comentou o delegado Renato Oliveira que não tem duvida da participação de Demir em vários crimes em Apodi, inclusive no atentato de Cruz de Almas que deixou uma criança baleada e no crime do Calçadão da Lagoa do Apodi.

Depois de presos os suspeitos Romero e Brancão foram encaminhados para o Instituto Cientifico de Policia (ITEP) onde passaram por exame de residuograma de chumbo para detectar se os dois homems atiram nos últimos dias. Na delegacia de Policia Civil de Apodi, o depoimento de Romero Gomes , foi acompanhado pelo promotor de justiça da Comarca de Apodi, Silvio Brito.

Nos últimos dias, a população apodiense vinha sendo aterorizada por dois homens em uma motoclieta que vinha praticando varias ações criminosas, dentre as quais homicídio e tentativas de homicídios, todos com características semelhantes. A operação desencadeada nessa manhã, além de apreender drogas também estava a procura de alguns indivíduos que são suspeitos de participarem dessas ações.

O trabalho do delegado Renato Olvieira, vem recebendo o total apoio da população quye tem colaborado com o trabalho da policia através de denuncias para o (84) 3333-2737 e assim contribuindo para elucidação de vários crimes e tirando traficantes de circulação.

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Homem sofre cutilada de faca de moto-taxista em Mossoró.


  No final da manhã deste sábado, 6 de Abril de 2013, um homem identificado como Francisco Lopes Neto, não soube informar a idade, foi vítima de uma cutilada de faca na região glútea, próximo ao Oba Restaurante em Mossoró.
   Segundo informou da vítima, que reside no Conjunto Santa Helena, o mesmo teria pegado uma corrida com um moto-táxi e chegando próximo ao trevo do Thermas pediu para o moto-taxista parar. O condutor da moto efetuou a cutilada de faca em Francisco que também informou que teve sua carteira de cédulas roubada pelo moto-taxista.
   A ambulância BRAVO-1 do SAMU socorristas Bolacha e Luzia conduziram a vítima para o Hospital Regional Tarcísio Maia e seu estado de saúde é estável.



Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

IDENTIFICADA A 46ª VÍTIMA DE HOMICÍDIO EM MOSSORÓ.


Foi identificado o corpo de Lucélio Souza dos Santos, 28 anos, ele foi vítima de disparos de arma de fogo na madrugada de hoje (05/04/13). Lucélio estava foragido da Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza, que fica localizada na Zona Rural de Mossoró desde o dia 26 de março de 2013.
Ele foi perseguido e morto por volta das 00:30hs na Rua Gilberto Miranda, 416 onde tentando escapar dos disparos pulou muros e morreu em um quintal de uma casa. A vítima residia na Rua Juvenal Lamartine, bairro Santo Antônio. 



Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

Policial que matou dois em Taboleiro Grande não fez contato para se apresentar


O delegado Andison Rodrigo de Oliveira, que investiga o duplo homicídio ocorrido às 14h desta quinta-feira em Taboleiro Grande, região Oeste do RN, disse que o PM suspeito do crime não deu qualquer sinal, até agora, de que vai se apresentar espontaneamente. 

O policial militar Odionelson Pereira matou a tiros Damasclei Medeiros de Bessa, de 36 anos, e Lima Neto, de 24 anos, segundo as primeiras testemunhas que prestaram depoimento ao delegado Andison Rodrigo Oliveira, por motivos banais. Segundo Andison Rodrigo de Oliveira, Damasclei teria soltado uns fogos de artifício perto da casa do policial Odionelson Pereira, numa espécie de comemoração em função das decisões judiciais em relação à eleição municipal de Taboleiro Grande, que está na Justiça Eleitoral.

Odionelson teria efetuado disparos a queima roupa em Damesclei, que morreu no local. E Lima Neto, que havia tentado evitar a discussão, terminou também sendo baleado pelo policial e terminou morrendo quando era socorrido para o Hospital de Pau dos Ferros. Após o crime, o policial fugiu.

Acreditava-se que ele se apresentasse após livrar o flagrante, mas até agora, segundo o delegado Andison Rodrigo de Oliveira, não houve qualquer contato por parte de advogado ou do comando da Policia Militar. O inquérito deve ser concluído em 30 dias.

Reprodução Cidade News Itaú via Defato/Atualidades
Leia Mais ››

MP recomenta a atualização dos dados sobre mortes em Natal


O Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou que a Secretaria Municipal de Saúde de Natal alimente e mantenha atualizados os dados sobre morte materna, infantil e fetal dos anos de 2012 e 2013, nos sistemas de informações em saúde. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (5). Segundo o MP, o documento tem como base o inquérito civil que faz o acompanhamento da vigilância de óbitos materno e infantil na capital.
Segundo a recomendação, a secretaria ainda terá 180 dias para finalizar as investigações e cadastrar os dados referentes a 2010 e 2011. A promotora da Saúde, Elaine Cardoso de Matos Novais Teixeira, considerou "a grande importância epidemiológica das capitais na alimentação dos sistemas de óbitos e de nascimentos que ocorrem em sua área. Bem como as informações sobre a situação das investigações de óbito em Natal".
A promotora ainda argumentou que informações fornecidas pela Coordenação Geral de Informações e Análise Epidemiológica indicam um baixo índice de notificações dos óbitos pela SMS, principalmente no ano de 2012.
O documento ressalta que a redução da mortalidade infantil em pelo menos 15% até 2015, e a melhoria da saúde das gestantes estão entre os oito objetivos do milênio, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas em 2000.

O MP afirma que a não observância das recomendações implicará na adoção de medidas judiciais.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Na estreia de Adnet, Tais Araujo ganha as melhores piadas de "O Dentista Mascarado"


Hassum, Tais e Adnet, o trio de protagonistas da nova série da Globo, "O Dentista Mascarado"
Emplacando um seriado por ano na Globo, Alexandre Machado e Fernanda Young conseguiram apresentar em 2013 um programa mais bem estruturado e menos descartável que os últimos três ("Separação?!", "Macho Man" e "Como Aproveitar o Fim do Mundo"). Essa é a boa notícia.

A má, ao menos pelo que se viu na estreia de "O Dentista Mascarado", é que ainda não foi desta vez que a dupla conseguiu fazer o público gargalhar e, de quebra, refletir, como nos bons tempos de "Os Normais".

É preciso, em todo caso, dar um desconto. A necessidade de apresentar os personagens, comum em episódios de estreia, pode ter contribuído para retirar parte do impacto cômico de "O Dentista Mascarado".

Muitas frases de efeito, piadas grosseiras, ritmo acelerado e duas ou três boas ideias são o saldo desta estreia. Tais Araujo, no papel de Sheila, a vigarista que engana o dentista Adalberto Paladino (Marcelo Adnet) e seu amigo, o protético Sergio (Leandro Hassum), ganhou as melhores tiradas.

"Os otários mais otários da historia do otarismo", disse a personagem ao ludibriar os dois amigos. Em outro momento, questionada sobre o que fez com o gás hilariante (usado como anestésico) que roubou do consultório, explicou que o vendeu para comediantes que não têm feito muito sucesso em seus espetáculos de stand up.

Os próximos episódios se desenvolverão a partir do bordão enunciado por Paladino para os parceiros Sergio e Sheila: "De dia combatemos as cáries, de noite combatemos os crimes". Tenho a impressão que o seriado pode ir bem além do que mostrou na noite de sexta-feira. Além do trio principal, Otavio Augusto, no papel de pai do dentista, e Diogo Vilella, como delegado, ainda tem muito para fazer.

Diante do circo armado pela Globo em torno da estreia de Adnet, qualquer coisa que ele fizesse no seriado não estaria à altura da expectativa criada. Nas últimas semanas, o comediante foi paparicado em atrações como "Faustão", "Fantástico", "Video Show", "Fátima Bernardes", bem como na festa de lançamento da programação 2013.

Para o bem e para o mal, Adnet estreou na Globo amarrado a um roteiro de seriado da dupla Young e Machado, não a um esquete de humor de sua autoria. O seu Paladino é um bom personagem e ele parece à vontade no papel. Mas, mesmo sendo o protagonista, é uma estrela coadjuvante, cujo talento e criatividade encontraram muitos limites para aparecer no primeiro episódio.

"Basicamente, os nossos trabalhos se caracterizam por um ritmo muito forte, uma contundência na piada. A gente não faz humor para sorrir, mas para que as pessoas gargalhem", prometeu o diretor Jose Alvarenga antes da estreia. Para alcançar o seu objetivo, como muitos espectadores observaram, só com auxílio de gás hilariante.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Conmebol indicia dois atletas do Arsenal por briga com PM e livra Atlético


Apenas dois jogadores do Arsenal poderão ser punidos pela Conmebol por briga em BH

A Conmebol confirmou abertura de inquérito para avaliar o confronto ocorrido na capital mineira, na última quarta-feira, entre jogadores do Arsenal e a Polícia Militar de Minas Gerais. De acordo com a instituição, dois jogadores apenas poderão ser punidos por participarem da briga, além do clube argentino. O Atlético-MG, mandante do jogo, não corre risco de punição.

De acordo com a Conmebol, Damián Pérez e Martín Nervo poderão pegar uma pena de três jogos. Já os demais atletas envolvidos no incidente, incluindo Ivan Marcone, agressor da tenente Coronel Cláudia Romualdo, não correm risco de punição da instituição, apesar de terem sido ouvidos pelo delegado Felipe Falles e penalizados pela juíza Patrícia Fróes.

O Arsenal, por sua vez, foi autuado em três situações – artigos 6 e 11.1, pelo comportamento inadequado dos atletas; e 11.2, por conta de questões relacionadas às agressões no vestiário e não identificação dos atletas. O clube argentino poderá ser multado, além de perder mandos de campo, como forma de punição.

A súmula do árbitro paraguaio Enrique Cáceres e o relato do delegado da partida constataram que o clube argentino foi o responsável pela confusão após o término do jogo no Independência. Com isso, o Atlético, mandante do jogo não entrou no inquérito, não correndo risco de ser punido pela Conmebol.

As declarações do secretário-geral da Conmebol, o argentino José Luis Meiszner, que considerou “imperdoável” a ação dos policiais mineiros e que pediu punição, não influenciaram na abertura de inquérito da instituição, que deixou o Atlético de fora de uma possível punição.

O departamento jurídico do Atlético já havia demonstrado tranquilidade quanto ao inquérito da Conmebol. O clube apostava na relação cordial com representantes do clube argentino, além de medidas preventivas de segurança adotadas pelo clube mineiro, e do comportamento dos jogadores e comissão técnica atleticana. Dessa forma, o alvinegro mineiro confiava em estar livre de possível punição ao clube alvinegro.

Sete jogadores do Arsenal foram autuados por lesão corporal e desacato em decisão proferida pela juíza Patrícia Fróes, no final da madrugada de quinta-feira, ainda no Independência. O clube argentino foi multado em R$ 38 mil devido ao ocorrido depois da partida.

Um dos atletas identificados, Ivan Marcone, seria o agressor da comandante da PM mineira. De acordo com Claudia Romualdo, o jogador do Arsenal se desculpou publicamente durante a audiência realizada no Independência.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

'Achei que estava brincando', diz mãe que encontrou filho morto em MS



A auxiliar de serviços gerais Aparecida de Sena Golube, 40 anos, estranhou quando o filho, Kauan, 6 anos, não foi até o portão para encontrá-la, ao chegar do trabalho, na tarde de quinta-feira (4), em Campo Grande. Ao entrar na casa, Aparecida encontrou o menino no corredor da casa, de bruços, com as mãos amarradas para trás e amordaçado. A mãe chamou pelo filho, que não respondeu. “Achei que ele estava brincando”. Kauan estava morto e a polícia suspeita que tenha sido sufocado.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como morte a esclarecer. Nesta sexta-feira (5), Aparecida aguardava, em casa, no Jardim Itamaracá, a liberação do corpo do menino, que será sepultado no sábado (6). Ela disse ao G1 que tem desconfianças de quem possa ter matado Kauan, que já repassou a informação para a polícia e não quis comentar.
Aparecida explicou que costuma sair de casa para trabalhar às 5h e retornar às 16h. De manhã, o menino ficava na escola e, à tarde, ficava sozinho, já que a irmã, de 10 anos, estuda no período vespertino. Segundo a Polícia Civil, a última pessoa da família a ver Kauan vivo foi a irmã, por volta das 12h50, antes de ir para escola.

A auxiliar de serviços gerais disse ao G1 que estranhou quando o filho não a recebeu no portão. “Vi ele com as mãozinhas para trás e chamei 'Kauan, Kauan', vi que ele não respondeu; chamei a vizinha, mas ele estava morto”.

Segundo a delegada plantonista, Franciele Santana, a perícia apreendeu uma camiseta usada para amarrar as mãos do menino e uma peça de roupa feminina usada como mordaça. Também foram recolhidos  um pote de plástico e um recipiente de inseticida, que estavam ao lado do corpo.

A Polícia Civil suspeita que o garoto tenha morrido sufocado mas aguarda o laudo da perícia. O caso será repassado à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Reprodução Cidade News Itaú 
Leia Mais ››

Marin se reúne com deputados e concorda em ajudar família de Kevin


Marin aceitou ajudar financeiramente a família de Kevin Espada, torcedor morto na Bolívia
O presidente da CBF, José Maria Marin, se reuniu na manhã deste sábado com os seis deputados que estão acompanhando o caso dos 12 corintianos presos em Oruro, na Bolívia. Após a conversa, Vicente Cândido (PT-SP), adiantou que a entidade-mor do futebol brasileiro e até a Conmebol concordaram em ajudar financeiramente a família de Kevin Espada.

“Pedimos dez dias para organizar as coisas e ver com CBF, Conmebol e o Corinthians para ver como vamos ajudá-los”, disse o político à imprensa em Santa Cruz de la Sierra, onde o Brasil enfrenta a Bolívia em uma partida amistosa.

O acordo costurado com as entidades é a consequência de uma conversa que os políticos tiveram na última sexta-feira com a família de Kevin Espada. O jovem de 14 anos morreu atingido por um sinalizador de navio disparado por corintianos que assistiam ao confronto da equipe brasileira com o San Jose, pela Libertadores.

Limbert Beltrán, pai do jovem, está em Santa Cruz de la Sierra e não vai comparecer ao amistoso da seleção brasileira. Na conversa com Vicente Cândido, no entanto, ele sinalizou que estaria disposto a receber o auxílio financeiro em questão.

Uma das possibilidades seria a doação da renda do jogo entre Corinthians e San Jose, que acontece na próxima quarta, no Pacaembu. Segundo Vicente Cândido, o clube estaria disposto a cede toda a renda líquida da partida, mas evitou falar em valores até que tudo tenha sido devidamente acertado.

Além disso, a viagem dos deputados também serviu para manifestar ao Governo boliviano o pedido de celeridade na apuração da situação dos 12 corintianos. A partir de agora, anunciam eles, o cuidado com o caso ficará centralizado na embaixada brasileira em La Paz.

O papel que lhes resta é ir a São Paulo e pedir para que o menor de 17 anos que confessou o crime peça perdão publicamente à família. Segundo Vicente Cândido, o gesto pode ter um papel importante diante da Justiça boliviana, possivelmente apressando a conclusão do caso.

Os 12 torcedores estão presos em Oruro desde o dia do jogo. Dois deles são acusados de participação direta no crime, já que a polícia encontrou sinalizadores do mesmo lote que atingiu Kevin na mochila da dupla. Os outros dez estão sendo acusado de terem acobertado a fuga do responsável. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Brasil recebe aviso norte-coreano sobre possível saída de embaixada


O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante reunião partidária em Pyongyang em 31 de março (Foto: AFP)
A embaixada do Brasil em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, recebeu nesta sexta-feira (5) um comunicado do governo local instruindo as representações diplomáticas a informarem sobre a necessidade de apoio logístico para a saída de seus funcionários do país, em meio ao crescimento da tensão militar entre Coreia do Norte e Estados Unidos.
Segundo o Itamaraty, nenhuma decisão sobre a permanência ou não dos funcionários brasileiros na Coreia do Norte foi tomada até o fim desta manhã, mas o assunto será estudado.

O governo da Coreia do Norte disse que só poderia garantir a segurança das embaixadas e organizações internacionais no país até a próxima quarta-feira (10). De acordo com a Convenção de Viena, o país tem obrigação de proteger as missões diplomáticas em meio à crescente tensão militar na região.
O Itamaraty informou ter o conhecimento da presença de apenas seis brasileiros na Coreia do Norte atualmente. Dois são funcionários da embaixada – o embaixador Roberto Colin e um funcionário administrativo. Também estão no país a mulher e o filho de Colin. Os outros dois brasileiros são a mulher e o filho do embaixador da Palestina na Coreia do Norte.
O Reino Unido disse que o pedido norte-coreano de que os países retirem seus diplomatas da capital, Pyongyang, faz parte da "retórica" norte-coreana contra os EUA.
Já o porta-voz da chancelaria russa, Denis Samsonov, disse que a Rússia estava examinando o pedido, mas não planejava a retirada imediata, e que não havia sinais externos de tensão na cidade.
A agência de notícias russa RIA afirmou, citando fontes diplomáticas, que as autoridades russas estão em contato com EUA, China e Coreia do Sul para avaliar a necessidade de retirada.
A tensão aumenta na região com as crescentes ameaças militares da Coreia do Norte, um fechado regime comunista liderado pelo jovem ditador Kim Jong-un, considerado "imprevisível" por analistas, aos Estados Unidos e à Coreia do Sul.
Uma fonte sul-coreana afirmou que há indícios de que a Coreia do Norte estaria preparando um teste de mísseis, possibilidade que os EUA admitem.
Alemanha
Ao mesmo tempo, a Alemanha anunciou que convocou o embaixador da Coreia do Norte no país para esclarecimentos, mostrando "inquietação" com o desenrolar da crise.
mapa coreias 05.04 (Foto: Arte/G1)
"O embaixador da Coreia do Norte foi convocado por ordem do ministro das Relações Exteriores, Guido Westerwelle, ao ministério", afirmou o porta-voz da pasta, Andreas Peschke.
"Informamos claramente que a recente escalada da Coreia do Norte, tanto no tom como no conteúdo, não é aceitável para o governo alemão", disse Peschke.
Westerwelle aspira uma cooperação muito estreita com os sócios europeus e internacionais sobre a Coreia do Norte, completou, antes de lembrar que uma reunião dos ministros das Relações Exteriores dos países do G8 deve acontecer na próxima semana em Londres.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Elenco do São Paulo é alvo de protestos no CT do clube após derrota na Bolívia


Expulso contra o Arsenal, Luís Fabiano foi principal alvo de protestos
A derrota do São Paulo para o The Strongest, por 2 a 1, na última quinta-feira, não foi bem digerida pela torcida tricolor. Um protesto foi realizado em frente ao CT do clube na manhã deste sábado, com a diretoria e, principalmente, Luís Fabiano como alvos dos gritos. Cerca de 150 pessoas compareceram.

O atacante não disputou a partida, já que está suspenso após discussão com o árbitro na partida contra o Arsenal, no Pacaembu, no dia 7 de março. Ele recebeu cartão vermelho após a partida, em decorrência se uma suposta reclamação exagerada.

Suspenso por quatro jogos, ele foi chamado de "pipoqueiro" e "amarelão". Ao contrário de Luís Fabiano, o capitão Rogério Ceni foi poupado das críticas, mesmo após falhar em um dos gols do The Strongest.

Torcedores chegaram a usar narizes de palhaço durante o protesto. Policiais militares chegaram a ser acionados e, junto a seguranças, se postaram dentro do clube, mas não houve conflito, de acordo com informações da TV Globo

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

China registra dois novos casos de gripe aviária


Menino brinca com pombas em uma praça em Xangai, neste sábado (6) (Foto: Reuters)
Mais duas pessoas contraíram a gripe aviária em Xangai, informou neste sábado (6) o Ministério da Saúde da China, ao mesmo tempo em que as autoridades fechavam mercados de aves vivas e abatedouros para combater uma nova cepa do vírus, que já matou seis pessoas.
Segundo a estatal agência de notícias Xinhua, as autoridades planejavam sacrificar aves em dois mercados em Xangai e um outro na cidade vizinha de Hangzhou, após novas amostras do vírus H7N9 terem sido detectadas em aves nos três locais.
Mais de 20.000 aves foram sacrificadas em outro mercado de Xangai esta semana, onde traços do vírus foram encontrados.
Funcionários do governo em Xangai, o centro financeiro da China, fecharam este sábado todos os mercados de aves vivas da cidade, o que levou ao esvaziamento das barracas de comida.
Todo o comércio de aves foi proibido em Nanquim, outra cidade do leste chinês, mas as autoridades disseram que ali não foi encontrado nenhum indício do vírus da gripe aviária e os frangos vendidos no varejo estavam adequados para o consumo, segundo informou a mídia oficial.
A nova cepa da gripe aviária já infectou 18 pessoas na China, todas no leste do país. Seis pessoas morreram em decorrência do surto que causa preocupação no exterior e provocou uma venda de ações de companhias aéreas na Europa e em Hong Kong.
Não havia sinais de pânico neste sábado em Xangai, onde viviam quarto dos seis mortos, e as pessoas na cidade dizem não estar preocupadas. Mas o sacrifício das aves, amplamente divulgado, na realidade mostrou para muitos o quanto o problema está próximo.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Vasco paga salários de janeiro a parte do time; resto do grupo recebe na 2ª


Vasco conseguiu pagar salários de janeiro, mas somente para alguns jogadores

Em dificuldades financeiras, o Vasco conseguiu resolver algumas pendências na sexta-feira. O clube pagou o salário referente a janeiro a alguns jogadores, em data que completaria três meses de atraso. Outros jogadores, no entanto, seguem à espera do acerto do primeiro mês do ano. A expectativa da diretoria é que o pagamento ao restante do grupo seja realizado na próxima segunda.

Todos os jogadores ainda esperam pelo pagamento de fevereiro e março. Para o último mês, existe um acordo com o elenco profissional para que o vencimento só ocorra no dia 20. Para os atletas que não receberam na sexta, o atraso gera a possibilidade de ações na Justiça em busca da rescisão contratual.

Embora o Vasco deixe claro ao elenco sobre o trabalho para quitar os atrasados, a cúpula de futebol reconhece a dificuldade da situação. Diretor geral do Vasco, Cristiano Koehler trabalha na linha de frente para resolver o impasse.

Se a situação dos jogadores preocupa, a dos funcionários não é diferente. Muitos estão sem dinheiro para trabalhar e dependem das contribuições dos chefes de setor. O acerto com um novo patrocinador - o clube negocia com a montadora Nissan desde 2012 - é tratado como solução futura.

O Vasco planejava seguir com o elenco para Pinheiral após a disputa do Campeonato Carioca para a realização de uma intertemporada para a disputa do Campeonato Brasileiro. Porém, o treinador Paulo Autuori já descartou seguir para o local com os jogadores caso os atrasos salariais atrasados permaneçam.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Goleiro Bruno perde direito de trabalhar em presídio por indisciplina


Condenação tira goleiro Bruno do Boa Esporte. (Foto: Renata Caldeira / TJMG)
O goleiro Bruno Fernandes perdeu o direito de trabalhar na lavanderia da Penitenciária Nelson Hungria por tempo indeterminado depois de cometer um ato de indisciplina, informou neste sábado (6) a Secretaria e Estado de Defesa Social (Seds). O atleta, detido em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, teria tido um desentendimento com outro preso. A Seds não informou o que motivou a advertência, que passou a vigorar na segunda-feira (1º). Ainda de acordo com a secretaria, Bruno também foi encaminhado a outro pavilhão, em uma ação rotineira de movimentação de presos. Em março de 2013, o jogador foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado de Eliza Samudio.
A cada três dias trabalhados na lavanderia, Bruno tinha um dia reduzido à pena. Segundo a secretaria, futuramente, o atleta poderá retomar o direito, mas, para isso, o comportamento dele será avaliado. Sobre a troca de pavilhões, a Seds também informou ser uma medida de segurança para que os presos não firmem contatos por longos períodos, mudando constantemente de celas.
Mais tempo em regime fechado
A juíza Marixa Fabiane Rodrigues Lopes, do 1º Tribunal do Júri de Contagem (MG), corrigiu o tempo em que o goleiro Bruno deverá permanecer em regime fechado, aumentando o período em 9 meses e 15 dias. A informação foi confirmada ao G1 nesta quarta-feira (3) pelo promotor Henry Wagner Vasconcelos.
Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em decisão do dia 26 de março, a juíza considerou que a sentença condenatória de Bruno omitiu o regime de cumprimento do total da pena. Isso porque o cálculo de progressão de regime para o semiaberto deve considerar os 22 anos e 3 meses de prisão, que é a totalização da pena pelo assassinato de Eliza Samudio e a ocultação de cadáver e o sequestro do filho, Bruninho.
A sentença proferida em 8 de março estipulava um regime inicialmente fechado para a pena de 17 anos e 6 meses, referente ao homicídio, e regime aberto para as penas de 3 anos e 3 meses (sequestro e cárcere) e de 1 ano e 6 meses (ocultação de cadáver).
O TJ não confirmou o tempo de aumento do regime fechado por considerar que o cálculo será feito ao término dos prazos para recursos e porque a progressão da pena é analisada pela Vara de Execuções, que vai considerar ainda outros aspectos, que são tempo de trabalho na prisão e bom comportamento.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Compadre do papa Francisco perde tudo em enchente na Argentina


A enchente que devastou a cidade argentina de La Plata, a 50 km de Buenos Aires, na última terça-feira (2) também acabou com todo o patrimônio de um ex-desempregado que se tornou amigo e compadre do papa Francisco, após conhecê-lo e ser ajudado por ele em 2003, durante a crise que levou a Argentina à moratória. A casa onde o assistente social Ezequiel Martinez, 34 anos, mora com sua esposa e cinco filhos foi inundada pela chuva que matou 51 pessoas no município. Ironicamente, Ezequiel e a família foram agredidos e hostilizados por serem amigos do pontífice.

"Quando chegamos ao local de distribuição de mantimentos, nos disseram para pedir ajuda a ele. Minha mulher foi agredida. Chegaram 40 colchões e nós não conseguimos nenhum. Além de todo o trabalho físico para limpar a casa, ainda temos que fazer um trabalho espiritual, porque isso machucou nosso coração", afirma Ezequiel.

Em 2003, ele fazia parte do contingente de 25% da população argentina que não tinha emprego e perambulava pela Praça de Maio para conseguir ajuda para comprar leite para sua filha. Em um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, ele viu e se aproximou do então cardeal Jorge Mario Bergoglio, para pedir ajuda.

O auxílio do sacerdote deu início a uma relação de proximidade entre os dois e Bergoglio se comprometeu a pagar o aluguel de uma casa para Ezequiel em La Plata, desde que ele terminasse o ensino médio. Na época, além de desempregado, o rapaz e sua família viviam de favor em uma igreja local.

Três anos depois, concluídos os estudos, o então arcebispo de Buenos Aires reconheceu o esforço e lhe comprou, novamente pagando do próprio bolso, uma pequena moradia em Berisso, distrito vizinho a La Plata.

Na época, o atual Papa Francisco já havia se tornado padrinho da menina. "Ele batizou minha filha e é padrinho dos outros quatro também, de coração", diz Ezequiel.

No mesmo terreno, ele começou a construir uma casa maior ao lado, que foi inundada pela chuva essa semana. A última vez em que falou com o atual pontífice foi no início de março, pelo telefone, quando conversaram sobre os papéis da ONG que o rapaz está montando para ajudar pessoas desassistidas da região.

"Fiquei muito contente com a escolha dele pelo Vaticano. Sempre nos falávamos. Ele me ligava domingos e feriados. Eu e minha esposa estávamos pensando em começar a juntar dinheiro para visitá-lo em Roma. Não acredito no que falam sobre a relação dele com a ditadura. Acredito naqueles que dizem que Bergoglio ajudou muitas pessoas perseguidas na época. É um homem de bem", afirma Ezequiel.

Hoje o Papa anunciou o envio de US$ 50 mil à cidade. "Fiquei sabendo e achei excelente, já que as ações do Estado não têm sido suficientes aqui", diz.

Agressões e hostilidade dificultam acesso à ajuda
La Plata, capital da província de Buenos Aires, a maior do país, foi arrasada na terça-feira à noite por um temporal que deixou 51 mortos e 400 desabrigados. Quase metade da população, de 650 mil habitantes, chegou a ficar sem água e sem energia elétrica, serviços que têm sido restabelecidos aos poucos.

Desde as chuvas, moradores de diversas cidades argentinas têm se mobilizado para mandar roupas, artigos de higiene, alimentos e água às vítimas, em uma corrente de solidariedade que tem sido destaque na imprensa do país.

A presidente Cristina Kirchner, cuja mãe ainda vive na cidade e que morou em La Plata quando criança, visitou a área afetada. O governador da província de Buenos Aires, Daniel Scioli, e a ministra de Desenvolvimento Social, Alicia Kirchner, também foram ao local.

Os três políticos ouviram pedidos de ajuda de parte dos moradores e foram hostilizados por outros. Há relatos de saques e de aumento no preço de produtos de primeira necessidade.

Ezequiel e a família têm sido vítima do clima agressivo que se instalou em algumas localidades de Berisso. Há relatos de saques e agressões.

"As pessoas veem pela televisão a chegada de ajuda e muitas, desesperadas, ficam violentas. Outras fazem parte de agrupações que tentam fazer política em uma hora dessas", diz Ezequiel.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

JAPI RN: Elementos assaltam agência dos correios


Novamente a agência dos correios da cidade de Japi foi assaltada, o assalto ocorreu a aproximadamente uma hora atrás, vários policiais se encontram nesse momento na agência, não se sabe até o momento quanto os foras da lei levaram da agência, sabe-se porém que todos fugiram em uma moto e até agora não se tem o paradeiro dos assaltantes, dentro de instantes maiores informações.
De acordo com informações do capitão Moura da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar, com sede em Santa Cruz, o assalto foi praticado por dois elementos que chegaram no local a pé. Na fuga eles ainda tomaram de assalto à motocicleta de um popular, conduzida por Ariosmar da Silva Carvalho. A moto é uma Honda CG 125, vermelha, de placa NOA – 4904, de Goianinha.
A polícia está em diligência para captura dos bandidos que saíram em direção ao estado vizinho da Paraíba.
A agência dos Correios de Japi foi assaltada em novembro de 2011. Naquela ocasião a polícia conseguiu prender os assaltantes.

Reprodução Cidade News Itaú via Credígila Medeiros
Leia Mais ››

Cabo da PM é acusado de liderar quadrilha que explodia bancos em várias cidades da PB


O cabo da Polícia Militar da Paraíba, Lúcio Edísio Negreiro da Silva, 38 anos, lotado no 10º BPM, foi preso na tarde desta sexta-feira (5), durante uma operação das policias Civil e Militar, na cidade de Campina Grande, Agreste paraibano. Ele é acusado de liderar uma quadrilha que explodia bancos em várias cidades paraibanas. Na granja do policial, armas, bananas de dinamites, notas machadas com tintas e grampos foram encontrados.

Segundo informações da polícia, o cabo vinha sendo investigado após uma onda de explosões a bancos na região e análises de circuitos interno de câmeras de agências bancárias. As investigações eram feitas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande.

Na granja do policial, que atualmente trabalhava na companhia de Esperança, os cerca de 30 policias civis e militares do 10º, 2º e 4º BPM, conseguiram localizar 8 bananas de dinamites, colete a prova de bala, espingardas, metralhadores, revólveres – inclusive alguns pertencentes a Polícia Militar do Estado – rádios transmissores, roupas camufladas, pés de cabra, drogas e grampos ( utilizados na estrada para impedir perseguição policial).

“O que chamou atenção era que no banheiro da casa encontramos uma bacia com notas de R$ 20 manchadas de tintas utilizadas nos caixas eletrônicos para dificultar o uso após a explosão. As cédulas estavam de molho em Sabão de pedra”, comentou um policial.

De acordo com a Polícia Militar, todo o material estava sendo alojado em um estábulo particular localizado na granja do policial. A propriedade tinha uma pista de vaquejada particular onde eram realizadas competições.

Uma entrevista coletiva será concedida na manhã deste sábado (6), às 10h, para detalhar as investigações que culminaram com a prisão do policial militar.


Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Carros-pipa já percorrem 120 km em busca de água


Mesmo com a “Operação Carro Pipa” em curso, as dificuldades de abastecimento de água na zona rural dos 144 municípios do Rio Grande do Norte em situação de emergência tendem a piorar, caso persista a falta de chuvas no semiárido. O coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel bombeiro Josenildo Acioli Bento, disse que no começo da crise, em março de 2012, o percurso previsto para a captação de água pelos “pipeiros” era de 45 quilômetros, mas devido à redução dos volumes de água dos mananciais e sem a reposição dos reservatórios pela falta de chuvas, essa distância agora chega a ser de até 120 km.
Em alguns municípios não tem como pegar água”, disse Josenildo Acioli. A captação é feita em 35 municípios. Já o presidente da Associação dos Municípios do Litoral Agreste (Amlpa), Fabianio de Souza Teixeira, disse que outros municípios da região que não estavam em situação de emergência, passaram a essa condição, como Jundiá, 70 km ao sul de Natal, que não tem mais de onde tirar água para consumo humano.
Teixeira disse que a permanecer a estiagem, a situação vai ficar mais dramática ainda, porque municípios como Passa e Fica, já na divisa com a Paraíba, contrataram carro pipa diretamente para trazer água de poço em Brejinho, a 51 km. Como o poço secou, passou a buscar água em Vera Cruz, a 70 km. “O lençol freático está baixando”, disse ele.
Fora esse problema, também não existe carros-pipas disponíveis e em número suficiente para toda demanda. “Tem pipeiro sendo contratado na Paraíba”, disse o tenente-coronel Acioli. A Defesa Civil contabiliza 407 carros-pipa circulando no Rio Grande do Norte, dos quais 114 são contratados pelo programa da Defesa Civil nacional, cuja execução está a cargo do Exército.

Reprodução Cidade News Itaú via Cassinho Morais
Leia Mais ››

Juiz acata denúncia de improbidade contra ex-secretário Vagner Araújo e a Femurn


O juiz Bruno Lacerda Bezerra, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal, recebeu uma Ação Civil de Improbidade Administrativa, ajuizada pelo Ministério Público, contra o ex-secretário estadual do Planejamento e das Finanças (Seplan), Wagner Araújo, e a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn). A acusação é de possível prática de atos de improbidade administrativa.
De acordo com o promotor Giovanni Rosado Diógenes Paiva, que assina a Ação, o ex-secretário firmou convênio com a Femurn, em 2004, com o objetivo de promover o repasse de recursos financeiros destinados, em tese, a contribuir com o fortalecimento dos municípios potiguares. A ajuda se consolidaria na condição de “esclarecimentos técnicos e apoio”. No entanto, frisou, o representante do MPE, as investigações empreendidas acerca da regularidade do convênio revelaram que a intenção era, desde o princípio, custear despesas internas da entidade.
O MPE sustenta que houve desvio de finalidade na feitura do convênio. Além disso, no curso das investigações, descobriu que, mesmo o objetivo central e aparente da parceria não seria possível porque não se inclui entre as incumbências da Seplan a celebração de convênios nos moldes travados com a Femurn.
Ao receber a Ação Civil, o juiz Bruno Lacerda destacou que ao analisar as provas apresentadas pelo promotor – e diante da ausência de manifestação dos acusados – não se convenceu da inexistência de atos de improbidade no caso. “Pelas razões adiante expostas, entendo por bem receber a presente ação, possibilitando, através de um devido processo legal, a investigação dos fatos descritos na exordial”, concluiu.

Recurso
O ex-secretário Wágner Araújo ingressou com embargos de declaração, recurso utilizado com a finalidade de eliminar possível existência de obscuridade, omissão ou contradição na decisão proferida. O magistrado concedeu cinco dias para que a defesa do acusado apresente os fundamentos do efeito modificativo pretendido.

Reprodução Cidade News Itaú via TJRN/Cassinho Morais
Leia Mais ››