Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, julho 15, 2013

Homem é encontrado morto com corpo crivado de bala na zona rural de Campo Grande RN

Um homem aparentando ter entre 25 e 35 anos de idade,foi encontrado morto com o corpo crivado de bala,no sítio Raposa,zona rural de Campo Grande na região do Médio Oeste Potiguar.

O Homem estava sem documentos de identificação e em avançado estado de putrefação.

O Corpo foi removido por uma equipe do ITEP de Mossoró,que foi ao local para a sede do órgão,onde vai aguarda a presença de familiares para reconhecimento do cadáver,e posterior necropsia.

Os peritos do ITEP encontraram várias capsulas de pistola e uma faca que estavam ao lado do corpo.

Quem reconhecer este corpo avisar aos seus familiares.

Atenção!!! Imagens Muito Fortes a seguir












Reprodução Cidade News Itaú via O Câmera 2
Leia Mais ››

Homem é preso acusado de abusar sexualmente criança de oito anos na zona rural de Apodí

Uma guarnição da polícia Militar de Apodi,sob o comando do SD PM cavalcante,prendeu na tarde deste domingo 14 de julho de 2013,a pessoa de Fagner de Almeida Pinto de 32 anos de idade,residente na Comunidade de Solidade,zona rural de Apodí-RN.

Ele é acusado de abusar sexualmente uma criança de oito anos de idade residente naquela localidade.

Segundo informações repassadas pelo SD Cavalcante,O acusado teria induzido à criança,com bombons, a entrar no seu carro e levá-la para uma residência  em construção lá na localidade onde moram.

Uma pessoa passava no local e presenciou o mesmo em atos libidinosos com a criança.

A pessoa comunicou o fato a familia da garotinha,que tem necessidades especiais,que acionou a polícia.

Fagner foi preso e conduzido à Delegacia de Plantão em Mossoró para os procedimentos na forma da lei.

A criança será submetida a exames no ITEP para comprovação do abusosexual praticado pelo acusado.



Reprodução Cidade News Itaú via O Câmera 2
Leia Mais ››

CURRAIS NOVOS: Tentativa de assalto deixa adolescente baleada nessa segunda

Agora a pouco por volta das 16h20 uma tentativa de assalto na Rua Maria Augusta, Bairro Parque Dourado deixou a adolescente MARIA EMANUELLE DE OLIVEIRA COSTA DE 16 anos ferida com dois tiros na altura da cintura.
Segundo testemunhas, dois elementos aparentando menores de idade, numa moto pequena preta, provavelmente uma traxx, tentaram assaltar a adolescente no momento que a mesma se dirigia para igreja.
A adolescente é evangélica e não inimigos. Ela disse apenas que ouviu os disparos e que não viu os vagabundos porque teria caído. A mesma foi encaminhada para o Hospital Regional e foi submetida à cirurgia por haver suspeita de ter perfurado o pulmão.
Todo o efetivo de serviço foi acionado e se encontram em diligências a procura desses marginais.
Testemunhas acrescentaram que a dupla estaria usando um capacete de cor rosa e outro preto. Qualquer informação que leve a prisão desses meliantes pode ser repassada para nossa central de rádio pelo o 190.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Delegados da Policia Civil do RN fazem paralisação de 24 horas na quinta-feira

Os delegados do Rio Grande do Norte irão paralisar o trabalho por 24 horas na próxima quinta-feira (18). O protesto começa às 8h, em frente à sede da Delegacia Geral de Polícia (Degepol), localizada na avenida Interventor Mário Câmara, na Cidade da Esperança.
A paralisação foi decidida em assembleia da Associação dos Delegados da Polícia Civil (Acadepol), que aconteceu na manhã de hoje. Segundo nota divulgada à imprensa, no último sábado os delegados foram surpreendidos com a publicação decreto da Governadora cedendo o prédio da Degepol para o funcionamento do arquivo público estadual.

O decreto nº 23.576, de 11 de julho de 2013, diz que "fica afetado ao uso especial do Arquivo Público Estadual o bem imóvel estadual localizado na Avenida Interventor Mário Câmara, 2.550, Cidade da Esperança, Município de Natal-RN."
O governo também decretou que a responsabilidade do imóvel estadual será transferido do Gabinete Civil do Governador do Estado (GAC) para a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH).
Em nota, os delegados dizem que a paralisação de advertência é também pela luta por condições de trabalho, por mais segurança, saúde e educação e em prol ao funcionamento dos serviços essenciais do estado. Na oportunidade, os delegados irão abordar a recriação da Delegacia de Defesa do Patrimônio Público e Combate a Corrupção.
Segundo a Adepol, a decisão do governo vai comprometer o funcionamento dos órgãos de gestão e treinamento da Polícia Civil. “O referido ato foi publicado sem qualquer consulta, aviso ou discussão com a instituição, tampouco foi inserido no planejamento da Polícia Civil, acrescentando que até agora a instituição não tem conhecimento de um local adequado para transferência dos órgãos mencionados, no qual passariam a funcionar atendendo a população”, diz a nota.
A presidente da Adepol, Ana Claudia Saraiva Gomes, disse que nesta terça-feira, haverá uma reunião sobre pautas comuns entre as três categorias: delegados, escrivães e agentes de polícia. Na última quinta-feira (11), os escrivães e os agentes paralisaram as atividades por 48h.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

44º HOMICÍDIO EM MACAÍBA

JOSENILDO LOPES DA SILVA, 23 anos, residente em Traíras foi morto a golpes de faca peixeira quando participava de uma festa na comunidade de Capoeiras, zona rural de Macaíba. Além de Josenildo, o acusado ainda tentou contra a vida de GILSON PAULO DA SILVA. O crime ocorreu por volta das 02h00min deste domingo, o acusado pelo crime é um indivíduo conhecido pela alcunha de "PETA" e é irmão de um ex vereador da cidade de Bom Jesus/RN.


Reprodução Cidade News Itaú via Macaíba Polícia
Leia Mais ››

Líder de bando que sequestrou empresário já foi transferido para o RN

Apontado como líder da quadrilha que sequestrou o empresário Fábio Porcino, em Mossoró, José Wilson Trajano de Freitas já está detido no Rio Grande do Norte após ter sido preso em Macapá, no Amapá. A informação foi confirmada pela delegada Sheila Freitas, diretora da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Wilson Trajano foi preso dia 19 de junho por uma equipe da Polícia Federal. 

Em matéria publicada no portalnoar.com, a delegada declarou que “Wilson Trajano é o líder da quadrilha, tem extensa passagem pela polícia com sequestros e roubo de cargas, ele fazia parte do bando de Valdetário Carneiro e estava em liberdade em desde abril, é altamente perigoso”. 

A delegada não revelou onde Wilson Trajano está detido no Rio Grande do Norte por questão de segurança. Contudo, Sheila informou ainda que pelo menos mais dez integrantes da quadrilha ainda estão soltos. “Preferimos não adiantar mais informações para não prejudicar as investigações, mas garantimos que estamos trabalhando para capturar todo o bando”, concluiu. 

Por volta das 15h do último dia 10, o empresário Fabinho Porcino foi sequestrado na concessionária da Mitsubish, que ele administra na cidade de Mossoró, localizada a 285 quilômetros de Natal. Segundo a Polícia Militar, o sequestro teria sido praticado por um grupo de, no mínimo, oito homens armados. Fabinho é filho do também empresário Fabio Porcino e primo de Popó Porcino, que foi sequestrado há cerca de um ano, também na chamada “Capital do Oeste”. 

Na ocasião, PM também informou que os elementos estavam com roupas pretas, parecidas com as usadas por agentes da Polícia Federal, e usavam capuz para dificultar a identificação. Ao chegarem a concessionária, o grupo rendeu os funcionários e os prenderam numa das salas do local. Quando Fabinho saiu do escritório para saber do que se tratava aquela movimentação “estranha”, foi rendido, levou uma coronhada na cabeça e levado para um dos veículos que davam suporte ao grupo – seriam dois carros modelo CrossFox (preto) e Fox (branco).

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

VÍDEO:VAMOS AJUDAR A POLÍCIA A LOCALIZAR ESTE LADRÃO DE MOTOS.

No último sábado 13 de julho 2013 este elemento que vocês vão ver no vídeo furtou uma moto em um estacionamento na rua Pedro Velho no bairro Santo Antônio. Ele usou de bastante frieza e agora estamos tentando localizar a moto de uma trabalhadora. Se trata de uma motoneta Jonny Hepe 50cc vermelha ano 2011.
Quem souber o paradeiro da moto, ou alguém que conheça este elemento favor ligar para o 190 sua identidade será preservada. A próxima moto pode ser a sua, ajudem a tirar este elemento da rua. 



Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

Bandidos atiram várias vezes em carro, matam um e deixam outro ferido

Dois homens foram vítima de um atentado, na noite desta segunda-feira (15), na rua Manoel Fernandes Neto, no bairro de Monte Castelo, em Parnamirim. Bandidos armados abriram fogo contra o veículo em que as vítimas estavam. Um morreu na hora e outro foi socorrido em estado grave.

A ocorrência aconteceu por volta das 19h30. Os dois homens estavam em um carro Fiat Pálio, de placas HPQ-3529. Em determinado trecho da rua Manoel Fernandes Neto, eles foram trancados por outro veículo não identificado.

Cerca de quatro bandidos armados com pistolas estavam dentro do outro veículo e teriam atirado várias vezes contra o Pálio. Como os tiros se concentraram do lado do motorista, este acabou morrendo na hora. Já o homem que estava no banco de passageiro foi socorrido em estado grave.

Informações repassadas por policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar dão conta que o homem morto no atentado seria um conhecido traficante daquela região, conhecido como “Alan Dentinho”. A outra vítima do atentado ainda não foi identificada.


Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ultrapassagens são comuns em linha férrea de Natal, diz maquinista

Trem bateu no ônibus que tombou na avenida Bernardo Vieira (Foto: Henrique Dovalle/G1)

O maquinista e o auxiliar do trem que se envolveu em um acidente com um ônibus na semana passada em Natal revelaram que as ultrapassagens irregulares de veículos de transporte coletivo já aconteciam com frequência na linha férrea que cruza a avenida Bernardo Vieira. O cruzamento foi palco da colisão entre um veículo da empresa Reunidas e a locomotiva, batida que matou um adolescente de 14 anos e deixou dezenas de feridos na última quarta-feira (10). Os dois funcionários que estavam no trem, além do operador de cancela da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), prestaram depoimentos nesta segunda-feira (15) na Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos (DEAV).

Titular da DEAV, o delegado Sérgio Leocádio conta que os repetitivos avanços sobre a linha férrea foram confirmados tanto pelo maquinista, quanto pelo auxiliar. "Os dois disseram que as ultrapassagens são comuns, sobretudo por parte da empresa de 'branco', que é a Reunidas. O motorista e o auxiliar afirmam que já fizeram várias ligações para as empresas reclamando das ultrapassagens", ressalta Leocádio. Os avanços são facilitados pelo fato de a cancela só estar presente apenas no lado dos veículos leves. Na faixa exclusiva de ônibus o espaço é aberto.

Sobre os procedimentos adotados antes e depois da colisão, os funcionários informaram que são padrão. "Todos são unânimes em dizer que a cancela e os equipamentos de sinalização existentes estavam funcionando, a velocidade da locomotiva estava baixa e as buzinas do trem foram acionadas", diz o delegado. De acordo com Sérgio Leocárdio, o maquinista continuou o trajeto até a próxima estação após o acidente, seguindo o que rege o Regulamento Geral de Operações (RGO) da CBTU. "Na estação seguinte, eles passam o serviço para outros funcionários e vão embora", acrescenta.

O maquinista disse ainda que só conseguiu ver o ônibus quando o veículo já avançava sobre a linha férrea. "Ele afirmou que uma árvore localizada no canteiro central da avenida atrapalhou a visibilidade. De acordo com o maquinista, o motorista do ônibus acelerou para evitar a batida. Os freios do trem foram acionados, mas não foi possível evitar o acidente", conclui o delegado.


 Além dos funcionários da CBTU e da empresa Reunidas que trabalhavam os veículos envolvidos na colisão, já foram ouvidas 12 vítimas que estavam dentro do ônibus. Motoristas de veículos leves que aguardavam a passagem da locomotiva na hora do aceidente também prestaram depoimentos. O delegado também recebeu oficialmente as imagens da batida registradas pela Prefeitura de Natal (o vídeo ao lado mostra o momento extato da colisão).

Falta de estrutura em linha férrea
Uma equipe da DEAV esteve no local do acidente ainda na semana passada e constatou as falhas estruturais no cruzamento da avenida Bernardo Vieira com a linha férrea. “Fomos ao local nas horas que o trem passava. Apenas o som da locomotiva podia ser ouvido. A sonorização não existia. Constatamos também que não há sinalização horizontal com avisos no trecho e a cancela só está presente no lado dos veículos leves”, informou o delegado Sérgio Leocádio.

As informações colhidas no local foram compiladas na Recognação Visuográfica assinada por três policiais da delegacia e concluída nesta segunda. "Os funcionários da CBTU afirmaram a sinalização é de responsabilidade do município e que como a prefeitura não cumpre o papel, a companhia de trens assume", diz. Com isso, o delegado também convocará representantes da prefeitura e da CBTU para prestar esclarecimentos.

"Temos bem posicionada a dinâmica do acidente. O que falta é aferir as responsabilidades", encerra o delegado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia Civil prende suspeito de homicídio em Goianinha, RN

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu um suspeito de homicídio na tarde desta segunda-feira (15) na cidade de Goianinha, a 54 quilômetros de Natal. Conhecido como 'Terror do Sumaré', nome de uma comunidade do município, o homem é apontado como autor de um assassinato no dia 30 de maio.
"Ele é uma pessoa bastante violenta e temida na comunidade de Sumaré, pois age com muita agressividade contra seus desafetos. No dia 30 de maio deste ano, atacou e vitimou com golpes de faca um de seus inimigos", explica o titular da Delegacia de Goianinha, delegado Wellington Guedes Segundo.

De acordo com o delegado, a partir das investigações, o suspeito foi localizado na casa de familiares perto da comunidade de Sumaré. O trabalho investigativo foi iniciado logo após o homicídio.

"A maior dificuldade que encontramos foi a ausência de testemunhas, que visivelmente não queriam prestar depoimento temendo o suspeito, no entanto, conseguimos colher provas e efetivamos a sua prisão sem maiores dificuldades" afirmou o chefe de investigação Izaltino Neto.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Direitos Humanos acompanha caso de despejo de 65 famílias em Natal

Conjunto Habitacional foi invadido antes do término da construção (Foto: Fred Carvalho/G1)

O Conselho Estadual de Direitos Humanos acompanha as negociações com as 65 famílias que ocupam irregularmente casas no conjunto habitacional Praia-mar, localizado na Cidade da Esperança, bairro da zona Oeste de Natal, e apela ao bom senso do governo do estado para socorrer as famílias que ficarão desabrigadas. Para o presidente do Conselho, Marcos Dionísio de Oliveira Caldas, “este não é um problema que o governo não possa administrar”.
A Justiça do Rio Grande do Norte expediu a ordem de despejo dessas pessoas, que invadiram casas inconclusas. O Governo do Estado e a Dois A Engenharia e Tecnologia Ltda, autores da ação de reintegração de posse, pedem a saída dos invasores para que as obras sejam continuadas e as casas entregues a pessoas cadastradas no programa habitacional estadual. Os moradores dizem que não têm para onde ir e que, por isso, não deixam o local. A Justiça já determinou o uso da força policial na retirada das famílias caso haja resistência. Ainda não há previsão de quando será a reintegração de posse.
Para Marcos Dionísio, é preciso que o governo do estado “encaixe” essas famílias em outras  iniciativas de construção de unidades habitacionais. “O Estado precisa tentar minimizar os prejuízos, tentar alojar essas pessoas que terão que desocupar os imóveis, sem entrar no mérito da forma como elas entraram lá”, disse.
O presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos cobrou ainda do governo do estado mais investimentos na área da habitação. “É interessante que o governo volte suas prioridades para o campo da habitação, porque nós temos notícias de que no início deste ano foram devolvidos um bom volume de recursos para o governo federal porque o estado não investiu”, disse.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Autoridades discutem plano contra violência e drogas em escolas do RN

Ytaelson da Paz foi morto a tiros nesta quarta (12) em Macaíba (Foto: Arquivo da família)Os sucessivos casos de violência envolvendo crianças e adolescentes nas escolas do Rio Grande do Norte têm sido assunto de reuniões promovidas pela 3ª Vara da Infância e Juventude com representantes do Estado, Município de Natal e diversas instituições. O objetivo é montar um plano de ação para enfrentar as situações que têm se repetido principalmente nas escolas públicas.

As reuniões são motivadas por casos como o do estudante Ytaelson Costa da Paz, de 17 anos, morto a tiros na porta da escola onde estudava, no centro de Macaíba, cidade da Grande Natal, no dia 12 de junho. O autor dos disparos tem 14 anos e também era aluno da escola. Ele assumiu a autoria do crime.

O Tribunal de Justiça do RN registra ainda que em maio duas trocas de tiros entre gangues rivais foram registradas em menos de 10 dias perto da Escola Municipal Raimunda Nogueira Couto, no bairro Santo Antônio, em Mossoró, na região Seridó potiguar.

“Estamos ouvindo os conselhos tutelares, municipal e estadual, a PM, que tem o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), a Polícia Civil, entre outras instituições, como a Secretaria Municipal de Educação (SME), que é o ente que tem convocado essas reuniões”, explica o juiz Homero Lechner, da 3ª Vara da Infância e da Juventude.

De acordo com o TJRN, o quadro ainda está sendo mapeado pelo judiciário, mas segundo o magistrado Homero Lechner, a proposta é elaborar ações de enfrentamento em uma das áreas que mais tem contribuído para o problema, que é a presença das drogas nas unidades escolares. O magistrado aponta também a presença da prática de 'bullying' como fator motivador da violência escolar.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Penitenciária transfere detentos após quase 22 horas de motim em Itirapina


O secretário geral do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo, João Alfredo de Oliveira, informou que 75 presos foram transferidos da Penitenciária de Itirapina (SP), na manhã desta segunda-feira (15), após o fim da rebelião no local que durou quase 22 horas. A Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) ainda não confirmou para onde eles foram levados. O presídio, que tem capacidade para 210 presos no regime fechado, abrigava 602 até então.

O motim teve início às 11h de domingo (14) e manteve 68 reféns. Todos foram soltos. A Tropa de Choque foi chamada e chegou ao local por volta das 6h30 desta segunda-feira, mas não precisou invadir a penitenciária, já que houve negociação. Durante a rebelião, dois presos foram mortos pelos próprios detentos, segundo informações da SAP.

Reféns foram liberados da Penitenciária de Itirapina após quase 22 horas (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)Durante a manhã, a diretoria da penitenciária convidou cinco familiares de detentos para entrar e conhecer as condições no local. Após a transferência, muitos familiares ainda permaneciam em frente ao presídio em busca de informações.
Operação
Pelo menos três ônibus e 10 viaturas da Tropa de Choque deixaram a capital durante a madrugada para conter a rebelião. Agora pela manhã, eles entraram na penitenciária após a negociação e os detentos passam por revista. Ainda segundo a SAP, a rebelião terminou sem nenhum refém ferido e também não houve danos ao patrimônio.
No domingo, muitas viaturas da PM vieram de várias cidades para reforçar a situação. O helicóptero Águia também foi acionado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

'Ameaçaram mandar pedaços dos corpos das reféns', diz polícia

Polícia prende suspeitos de sequestro de filhas de vereador de Cubatão, SP (Foto: Antonio Marcos/G1)

A Polícia Civil, durante coletiva à imprensa na tarde desta segunda-feira (15), deu detalhes sobre as investigações que culminaram com a prisão dos sequestradores das filhas do presidente da Câmara de Cubatão (SP), Wagner Moura dos Santos. Os suspeitos foram detidos em São Vicente, no litoral de São Paulo.
O diretor do Deinter-6, Aldo Galiano, confirmou que o caso foi acompanhado desde o primeiro dia de sequestro, mas o resgate foi descartado por conta da dificuldade em se chegar no local do cativeiro e por vontade dos familiares. Segundo Galiano, os sequestradores ameaçaram mandar pedaços dos corpos das meninas, caso a polícia fosse avisada. "Elas foram mantidas na Serra do Mar, próximo à Cubatão, mas em cima de um morro, de mata fechada. Nem com sobrevôo de helicóptero teríamos condição de ver, qualquer invasão seria difíciil e colocaria em risco a vida das reféns", explica.

Polícia explica detalhes de investigações de sequestro de filhas de vereador de Cubatão, SP (Foto: Antonio Marcos/G1)Galiano revelou ainda que os três criminosos que invadiram a casa do vereador e levaram as reféns, dois maiores e um menor, participaram também do assalto à casa da prefeita de Cubatão, Márcia Rosa. "Eles foram reconhecidos, são os mesmos três elementos que assaltaram a casa da prefeita, 15 dias antes. Dois deles foram detidos por conta desse assalto, para que não avisassem os outros de que estávamos no caso do sequestro", relatata.
O diretor do Deinter-6 também falou sobre os valores negociados com os criminosos. "Inicialmente, eles queriam R$ 1 milhão, depois baixaram para R$ 500 mil. Por fim, o valor pago foi R$ 202 mil, que foram deixados em uma lata de lixo em uma estrada de terra. O que ajudou a acelerar a negociação foi o estado de saúde das meninas. Elas já estavam debilitadas, com gripe e picadas de insetos. Além disso, alguns palmiteiros já estavam chegando perto do local, então começou a ficar difícil manter o cativeiro", conclui.
O caso
Foram presos na manhã desta segunda-feira (15), em São Vicente, no litoral de São Paulo, dez suspeitos de terem participado do sequestro das filhas do presidente da Câmara de Cubatão, Wagner Moura dos Santos. A polícia acredita que 14 pessoas façam parte da quadrilha de sequestradores.


O secretário do Estado de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, esteve em Santos, no litoral de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, e comentou a prisão dos suspeitos. “Na verdade esse sequestro está esclarecido. Como todos sabem, elas foram libertadas ontem e, hoje de manhã, os suspeitos já foram presos. São 14 participantes dessa quadrilha que realizou o sequestro. Nove foram presos nessa madrugada, dois já estavam presos e faltam ser presos dois ou três ainda. A polícia não realizou a intervenção antes por uma questão de estratégia, para não colocar em risco a vida das reféns. E parte do dinheiro (do resgate) já foi recuperada. A polícia já sabia até o local, mas entendeu que seria um risco uma operação naquele local”, afirma o secretário.
A ação envolveu policiais do GOE, DISE, DIG E AntiSequestro.  Eles agiram simultaneamente em 10 lugares. Segundo a polícia, sete pessoas foram presas, sendo cinco homens e duas mulheres. Um dos cativeiros foi descoberto na cidade de São Vicente, porém, a polícia acredita que há outro cativeiro em Cubatão.
As irmãs, de 16 e 21 anos de idade, foram sequestradas na manhã do dia 6 de junho, no bairro Vila Nova, em Cubatão. Três homens teriam invadido a casa da família, onde estavam somente as duas jovens. Os bandidos roubaram alguns objetos e levaram como reféns as filhas do presidente da Câmara de Cubatão, Wagner Moura dos Santos. Depois de 38 dias em cativeiro, elas foram encontradas pela Polícia Rodoviária na altura do Km 49 da pista sul da Anchieta.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Guilherme Leme está internado em tratamento de câncer na garganta

O ator Guilherme Leme (Foto: TV Globo / Renato Rocha Miranda)Guilherme Leme está internado no hospital A.C. Camargo, em São Paulo, para se tratar de um câncer na garganta. Ao G1, a assessoria de imprensa do ator informa que descobriu a doença "nos últimos dias", "está fazendo sessões de radioterapia" e passa bem. A previsão é que ele tenha ainda ainda nesta semana.

Desde o início de junho, Leme está em cartaz em São Paulo com a peça "Rock in Rio – O musical". Segundo a assessoria, o ator vai se ausentar do espetáculo uma vez por mês, por causa da radioterapia. Seu substituto é o ator Claudio Lins.
Na TV Globo, ele participou de novelas como "Bebê a bordo" (1988) e "Vamp" (1990). Mais recentemente, atuou em "Inensato coração" (2011), na qual interpretou o personagem Aquiles.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

SUS amplia faixa etária de vacina para hepatite B para até 49 anos

A faixa etária de vacinação contra a hepatite B foi ampliada e, a partir de agora, homens e mulheres com até 49 anos podem receber a vacina gratuitamente nos postos de saúde. Até então, a idade limite para vacinação gratuita era até 29 anos. A vacina é a medida de prevenção mais segura e eficaz contra a hepatite B.
A proteção é garantida após a aplicação de três doses. A segunda dose deve ser aplicada 30 dias após a primeira e a terceira, seis meses após a primeira, informa o Ministério da Saúde.
As hepatites são doenças que atacam o fígado. Estimativas do ministério apontam que 2,3 milhões de brasileiros são portadores das hepatites, sendo (800 mil) do tipo B e (1,5 milhão) do tipo C. A produção da vacina de hepatite B é feita pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

Hepatite (Foto: Arte/G1)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Idoso de 74 anos leva 40 pontos no rosto após espancamento na Bahia

Idoso de 74 anos leva 40 pontos no rosto após espancamento na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)Um idoso de 74 anos foi espancado e teve o rosto desfigurado por criminosos que invadiram a casa dele na noite de sábado (13), na cidade de Tremedal, no interior da Bahia, segundo relatos de uma sobrinha da vitima. Aline Almeida conta que o aposentado mora sozinho em uma fazenda que fica próxima do centro da cidade e abriu a porta da residência depois que alguém teria se apresentado com o nome de um neto dele.
"Quando ele abriu a porta, já foi levando paulada. Bateram muito nele, bateram só na cabeça", conta. A Polícia Militar de Tremedal registrou a ocorrência, mas na Delegacia de Polícia Civil a informação é de que ainda não há registro, embora os agentes tenham conhecimento da situação.
"Ele mora em uma fazenda, não tão distante. Estava em casa, tinha acabado de vender um carro e estava com o dinheiro, alguém deve ter sabido, e foi até a casa dez horas da noite. Deram o nome do neto. Ele tem mais de 40 pontos só na face, ele tem 74 anos. Daqui a um mês faz 75", relata a sobrinnha, que já visitou o tio no Hospital Adelmário Pinheiro, em Tremedal, onde ele continua internado nesta segunda-feira (15).

Idoso de 74 anos leva 40 pontos no rosto após espancamento na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)Segundo informações da unidade de saúde, o idoso será transferido ao meio-dia para uma unidade de saúde particular em Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, onde deve passar por exames neurológicos, como tomografia.
"Na hora que cheguei no hospital que eu vi, tive que me segurar para não desmaiar. Você ver um ser humano naquele estado, ainda mais um tio, é muito dificil. Por mais que eu imaginasse a violência, não teria imaginado aquela situação que ele ficou. Terrível. Pra se defender, ele colocou a mão na frente. A gente achou que ele tivesse lutado, mas foi pra se defender", conta.
Segundo Aline, o idoso  morava com uma prima, mas se mudou para a fazenda. "Reviraram a casa todinha, destruíram tudo", diz. A sobrinha diz que mesmo muito machucado, ele saiu para pedir ajuda na casa da vizinha mais próxima. "Acharam [os criminosos] que ele tivesse morrido porque ele desmaiou e largaram ele lá na casa caído, desmaiado. Mas ele sobreviveu", finaliza.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Identificada ossada de professor que sumiu ao visitar namorada há 5 anos

Ossada encontrada em Itumbiara, Goiás, é do professor universitário Mário Fernando Ferreira Borges  (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)Um exame de DNA feito em Goiânia confirmou que uma ossada encontrada há oito meses em uma fazenda a 15 quilômetros de Itumbiara, no sul de Goiás, pertence ao professor universitário Mário Fernando Ferreira Borges. Ele desapareceu no dia 10 de dezembro de 2008, quando saiu de casa de bicicleta para se encontrar com a namorada e não voltou mais.
A ossada foi achada em novembro de 2012 por trabalhadores rurais. O resultado do exame para verificação da identidade demorou oito meses para ficar pronto e confirmou que o professor foi morto a tiros. 


A mãe do professor, Zélia Assis Costa Ferreira, pretende enterrá-lo no Cemitério Avenida da Saudade, em Itumbiara, assim que o Instituto Médico Legal (IML) liberar a ossada, o que deve acontece na terça-feira (16).
O local onde a ossada foi encontrada fica próximo de onde a polícia achou a bicicleta da vítima. Junto aos restos mortais, foram encontradas peças de roupas, que a irmã do homem identificou como pertencentes a ele.
Segundo a mãe da vítima, o caso era investigado pela Divisão de Pessoas Desaparecidas da Polícia Civil. A partir de agora, o crime  passará a ser apurado pela Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), já que o exame na ossada confirmou que Mário Fernando foi morto a tiros.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia encontra álcool em quarto de Cory Monteith, diz site

Fontes do site E! Online afirmaram que a polícia canadense encontrou vestígios de álcool e outras substâncias (ainda não identificadas) no quarto de hotel onde estava hospedado o ator Cory Monteith. O astro de "Glee" foi encontrado morto na noite do último sábado (13) por funcionários do Fairmont Pacific Hotel. A causa do óbito deverá ser revelada ainda nesta semana após resultado da necropsia.

Fontes policiais consultadas pela imprensa local disseram que na sexta-feira Monteith se reuniu no quarto do hotel com três amigos, com os quais posteriormente saiu. O ator retornou sozinho para seu quarto na madrugada do sábado. Seu corpo foi achado por volta do meio-dia quando não fez check-out na hora prevista. A Polícia de Vancouver e o Escritório Legista de Colúmbia Britânica disseram que não há mostras evidentes das razões de sua morte.

Cory tinha planos de morar com a namorada

De acordo com nota do blogueiro Perez Hilton, Cory planejava morar com a namorada, Lea Michele, assim que retornasse do Canadá. O casal iria viver na casa da atriz na Califórnia. Segundo o site Hollywood Life, ela está "histérica" e "devastada" com o acontecido. "Ela está absolutamente histérica e completamente inconsolável. Ela está mais devastada do que se pode imaginar", contou uma fonte ao site.

Já segundo o site Showbiz Spy, Lea soube da morte do namorado por telefone. Logo após saber da morte, um agente da atriz emitiu nota dizendo para "preservarem a privacidade dela nesse momento devastador".

Ator de "Glee" homenageia Cory

Matthew Morrison, o professor Will Schuester de "Glee", aproveitou um show em Nova York no último domingo para homenagear o colega de elenco Cory Monteith.

De acordo com informações da revista norte-americana "US Weekly", o ator se dirigiu à plateia antes da apresentação começar e lamentou a morte de Cory, dizendo "nós perdemos um grande jovem muito cedo".

"Ele disse que Cory era uma pessoa linda e falou para o público 'vocês vieram ver um show, eu vim fazer um, então vamos honrar Cory com essa performance'", contou uma fonte para a publicação.

Matthew dedicou ao ator a música "What I Did For Love", do musical "A Chorus Line" e lutou para conter suas emoções enquanto cantava. "Ele estava muito emotivo no palco. Foi difícil para ele levantar e se apresentar, mas ele não queria decepcionar ninguém", acrescentou a fonte.

A canção já esteve em "Glee". Lea Michele, namorada de Cory e a Rachel da série, cantou a música no episódio de estreia da segunda temporada, em 2010.

Cory estava "de ótimo humor" dias antes

Dois dias antes de sua morte, Cory jantou com sua agente e Maureen Webb, fundadora da Project Limelight Society, que oferece programas a jovens em risco. Foi Maureen quem ajudou o ator a entrar no mundo da atuação após sua primeira reabilitação, aos 19 anos.

"Ele parecia tão bem, tão saudável. Eu não o via tão bem há muito tempo", disse ela em entrevista à revista "People", acrescentando que os três comeram bastante e que ninguém consumiu álcool: "Nós bebemos a limonada com ruibarbo".

Durante o jantar, o ator afirmou que queria se envolver mais com uma organização que oferecia aulas de artes para crianças. "Eu disse que lembrava tudo o que havíamos conversado quando falamos sobre esse projeto e que agora estava acontecendo. O rosto dele ficou radiante. Ele estava com um ótimo humor", afirmou Maureen.

Carreira

Cory Allan Michael Monteith começou carreira com pequenas participações em filmes e teve destaque pelos personagens Finn Hudson e Charlie Tanner, das séries de TV "Glee" e "Kyle XY", respectivamente. Em "Glee", exibida pela Fox, desde 2009, Cory Monteith interpretava o galã Finn Hudson. Finn era jogador de futebol americano, que perdeu a popularidade após entrar no clube do coral.

Atuou no filme "Monte Carlo", protagonizado por Selena Gomez e Leighton Meester, como Owen e fez aparições em seriados como "Supernatural", "Stargate Atlantis", "Smallville", "Stargate SG-1" e "Flash Gordon.7" Em 2007, participou da série da MTV "Kaya", que foi cancelada após a exibição da primeira temporada. Ele interpretou o personagem Gunnar, o baterista da banda de Danielle Savre.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Arqueólogos encontram ossadas de 'vampiros' na Polônia

Sete esqueletos com crânios enterrados entre as pernas foram descobertos por arqueólogos durante obras da construção de uma estrada em Gliwice, na Polônia. Baseado na forma com que os corpos foram enterrados, o grupo diz que as tumbas pertenceriam a pessoas que foram consideradas "vampiras", pois, durante a Idade Média, acreditava-se que decapitar os vampiros os impediria de voltar à vida.





Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Espanha pede desculpas à Bolívia por incidente com avião de Evo Morales

O governo espanhol apresentou nesta segunda-feira à chancelaria boliviana uma nota para manifestar suas desculpas pelo incidente com o avião do presidente Evo Morales na Europa há duas semanas e expressou sua confiança em que o tema será liquidado e as relações bilaterais se manterão em um bom nível.

A nota foi entregue pelo embaixador da Espanha em La Paz, Ángel Vázquez, que lamentou o proceder de seu colega em Viena, Alberto Carnero, a quem Morales acusou de pretender inspecionar seu avião para verificar se com ele viajava o ex-técnico da CIA, Edward Snowden, requerido pelos Estados Unidos por divulgar informação confidencial.

"Lamentamos esse fato, apresentamos nossas desculpas por esse proceder, que não foi adequado e que incomodou o presidente e lhe pôs em uma situação difícil e imprópria de um chefe de Estado", disse Vázquez em declarações à imprensa após entregar a nota ao vice-chanceler da Bolívia, Juan Carlos Alurralde.

Em seu retorno à Bolívia da Rússia há duas semanas, Morales teve que permanecer mais de 13 horas em Viena porque Itália, França e Portugal negaram as permissões para sobrevoar ou aterrissar em seus territórios sob a suspeita que Snowden estava no avião presidencial.

Snowden está na área de passagem do aeroporto moscovita de Sheremétievo desde o último dia 23 de junho.

A Espanha foi incluída no protesto boliviano pela atuação de Carnero, que indignou a Morales, segundo o próprio líder.

Vázquez insistiu hoje que "a Espanha lamenta profundamente" o incidente e expressou que sua nação "deseja que, com estas gestões, se possa dar por liquidado" o tema e as relações com um "país irmão" como a Bolívia sejam as "melhores".

"Espanha e Bolívia têm relações que vão além de qualquer incidência, de qualquer circunstância como a que agora vivemos e espero e tenho certeza que as autoridades bolivianas entendem do mesmo modo", acrescentou.

Vázquez ressaltou que a Espanha reconhece e respeita "os princípios do direito internacional que protegem a inviolabilidade dos chefes de Estado e dos aviões nos quais se deslocam" e expressou sua confiança em que situações como as que viveu Morales não se repetirão no futuro.

O bloqueio ao avião de Morales foi condenado por organismos regionais como a União de Nações Sul-Americanas (Unasul), o Mercosul e a Organização dos Estados Americanos (OEA), que reivindicaram aos países europeus envolvidos explicações e desculpas pelo incidente.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Piloto morre durante tentativa de recorde de velocidade com moto

Bill Warner é fortografado momentos antes de morrer durante tentativa de recordeO americano Bill Warner, de 44 anos, morreu no último domingo durante uma tentativa de quebrar o recorde de velocidade sobre uma moto convencional. O piloto tentava atingir 480 km/h em uma reta de uma milha (1,6 km).

Warner perdeu o controle da moto e bateu quanto atingiu pouco menos de 460 km/h. Anteriormente, em 2011, ele já havia alcançado 500 km/h, mas em espaço maior, de 2,4 km.

Após a colisão com o muro de proteção de uma pista de uma base aérea da cidade americana de Maine, ele chegou a ser levado para um hospital da região, mas morreu cerca de uma hora depois.

"O sr. Warner era um famoso piloto no mundo da velocidade. Estava tentando atingir os 460 km/h dentro do espaço de uma milha, quando algo aconteceu e a moro veio parar no lado leste da pista [depois de bater e jogar o piloto para longe]", disse Stacey J. Mahan, chefe de polícia local.

Para tentar a marca, Warner usava uma Suzuki Hayabusa modificada, a mesma utilizada no recorde alcançado em 2011. O acidente ocorreu depois de diversas tentativas sem o alcance do recorde. O evento, que é anual, foi cancelado após a morte do piloto.

"Recordes de velocidade em terra são um sonho para muitos, uma obsessão para alguns, e realidade para um pequeno e seleto grupo. Essa é uma busca silenciosa feita por homens em garagens no calar da noite e que acabam nos fins de semana", dizia o comunicado no site da associação que organizou o evento.


Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Presos mortos a golpes de estilete durante rebelião em SP são identificados

Policiais deixam a penitenciária em Itirapina (SP) após rebelião que durou quase 22h e deixou 2 mortos

Os dois presos mortos durante rebelião na penitenciária Dr. Antônio de Queiróz Filho, em Itirapina, distante 212 km de São Paulo, foram identificados nesta segunda-feira (15). Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), eles foram assassinados a golpes de estilete.

Flávio Roberto da Silva, 32, estava na unidade há um mês e seis dias. Ele havia sido condenado a 16 anos de detenção por furto e outros crimes. Antônio Washington de Souza, 39, cumpria pena no local há um mês e nove dias. Ele foi condenado a 20 anos também por furto e outros delitos.

De acordo com a secretaria, os dois foram mortos a golpes de estilete durante rebelião que começou no domingo (14), por volta das 11h, e durou cerca de 22 horas.

A secretaria não divulgou o que motivou o início do tumulto. Segundo o Estadão Conteúdo, a revolta começou supostamente após uma mulher, que visitava o companheiro, ser barrada durante a revista na portaria. Um funcionário do presídio, que pediu anonimato, disse que o que houve foi um desentendimento entre detentos.

A rebelião terminou às 8h20 desta segunda após negociação entre os presos e a direção da unidade, relata a secretaria. Durante o incidente, 68 parentes de presos, sendo 51 mulheres, sete homens e dez crianças e adolescentes, permaneceram dentro da penitenciária.

"Nenhum funcionário foi feito refém e não houve depredação ao patrimônio público", informou a secretaria por meio de nota. Após a rebelião, homens da Tropa de Choque da Polícia Militar entraram na unidade e realizaram a contagem nominal dos presos.

De acordo com a secretaria, um procedimento foi aberto pela Corregedoria Administrativa do Sistema Penitenciário para apurar o que aconteceu. Ainda segundo o órgão, presos foram transferidos da unidade. "com o objetivo de facilitar a investigação". A secretaria não divulgou a quantidade nem para onde os detentos foram levados.

A penitenciária tem três vezes mais presos do que a capacidade: são 692 detentos em um espaço que comporta 210, segundo a secretaria.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

"Amor à Vida": Félix perde toda sua fortuna em negociação de silicones

http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/5845feb0f5c0fb60290eb1b395e0490a.jpgAté então conseguindo, ainda que gradativamente, alcançar seus objetivos, Félix (Mateus Solano) entrará em uma grande maré de azar nos próximos capítulos de "Amor à Vida".

Após ter sido desmascarado por César (Antonio Fagundes), que finalmente admitirá para si que que o filho é homossexual e se mostrará transtornado, o administrador ainda irá perder uma fortuna em uma
negociata mal sucedida. 

Tudo começará com a compra das próteses de silicones, a qual será financiada com o dinheiro de desvios do Hospital San Magno e de armações, como a que vitimou Amarylis (Danielle Winits). O vilão conversará com seu comparsa e dirá que já tem sob sua posse toda a documentação para viabilizar o negócio, que terá Tamara (Rosamaria Murtinho) como laranja. 

A surpresa de Félix virá quando ele souber que os produtos, que são vindos da França, ficaram retidos no porto. "Então libere! Eu botei todo o meu dinheiro nesse negócio", ordenará. Entretanto, a ordem não terá efeitos. O intermediário argumentará que nenhum dos lotes teve aprovação da Anvisa e que por isso não houve liberação portuária.

O mau-caráter então pedirá o dinheiro de volta, o que acabará não sendo possível, já que a importação realmente foi feita e que não era da responsabilidade dele a liberação do dinheiro. Ele ainda descobrirá que a polícia poderá chegar até ele.

Sem saída, Félix começará a se preparar para jogar toda a culpa em Tamara. "Se alguém tiver que se ferrar, que seja ela", dirá ao planejar reunir a papelada da empresa, a qual legalmente é chefiada pela sogra.

Essas cenas deverão ir ao ar em breve. "Amor à Vida" é exibida de segunda a sábado, às 21h20.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Acordo secreto entre Maracanã e Flamengo sugere que consórcio fez o Fluminense de bobo

Na sexta-feira, eu publiquei aqui o post “Torcida do Flamengo, que bancou o Maracanã, fará papel de trouxa se o clube for barrado”.

Logo soubemos, no blog do Rodrigo Mattos, que o rubro-negro e o consórcio Maracanã fecharam um acordo para o uso do estádio até o fim do ano. O time volta ao Maraca no dia 28, no clássico contra o Botafogo.

Estranhamente, os termos do contrato foram mantidos em sigilo.

O colunista Renato Maurício Prado divulgou que o Flamengo terá direito a compartilhar toda a renda com o consórcio encabeçado pela Odebrecht: 50% para cada um.

O colega Mauro Cezar Pereira condenou o segredo sobre o contrato, em um artigo certeiro. “A ‘Nação’ merece uma bela explicação”, cobrou.

Como já havia sido anunciado com pompa, o Fluminense acertou um compromisso de 35 anos com os gestores do Maracanã. A agremiação terá direito à renda de 43 mil cadeiras atrás dos gols. Mais baratos, esses bilhetes correspondem a menos da metade da renda.

Ou seja, o Flu aceitou valores abaixo dos arrancados pelo Fla. O mais curioso é que a longevidade do acordo exigiria condições melhores, assim funciona o mercado. Ocorreu o contrário.

As cláusulas confidenciais podem conter determinações nefastas ao Flamengo, por isso permanecem escondidas.

Mas também podem garantir vantagens ainda maiores, na comparação com o Fluminense.

É um escândalo um concessionário do Estado não revelar os termos da exploração do bem público.

Trata-se de direito do torcedor do Flamengo saber o que decidiram. Se o clube não tiver direito à arrecadação com certos assentos, os rubro-negros podem preferir lugares que beneficiem os cofres de sua equipe.

De tudo o que se sabe até agora, parece que quem se deu mesmo mal foi o Fluminense, topando o que o consórcio propôs.

O Flamengo bateu pé, aparentando ter se dado melhor.

Assim que se jogar luz no contrato nebuloso, será possível saber com certeza quem levou a pior.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››