RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

terça-feira, agosto 06, 2013

Mulher é atropelada no Bairro da Parabólica em Itaú-RN.

Por volta das 21:20h desta terça-feira, a pessoa conhecida por Edina residente no bairro da Parabólica foi vítima de atropelamento. Edina foi colhida por uma moto, de cor e placa não identificada. A mesma caminhava pela rua próximo a Avenida Pe. Manoel Balbino quando foi colhida pelo veículo, ficando desacorda.

Edina foi socorrida por um veículo particular, pois a ambulância não se encontrava na cidade, onde foi levada para o hospital Maternidade Marcolino Bessa, que foi atendida pelo Dr. Victor que fez avaliação sendo libera em seguida.

Ainda de acordo com populares, Edina sofre de epilepsia, e com o susto pode ter sofrido um ataque ficando desacordada, tornando na unidade hospitalar, com ferimentos leves.


Arlindo Maia da Redação do Cidade News.
Leia Mais ››

Corpo vítima de acidente foi encontrado na tarde desta terça em Itaú-RN as margens da BR 405

Mais um acidente na BR 405, no Sítio Currais em Itaú-
RN, vitimou a pessoa de Fernandes Vieira, 61 anos de idade, natural de Apodi-RN, morador da cidade de Severiano Melo-RN. Que pilotava uma Moto Titan 125 Vermelha placa MXU2018, Severiano Melo-RN.

Segundo informações da Polícia Militar sob o comando do Sargento Xavier, Soldados Magnaldo e Giovani, o filho do Sr. Fernandes Vieira estava procurando o Pai que havia saído de casa desde a tarde de ontem (segunda, 05) em companhia de uma mulher para beber e não teria retornando.

O mesmo foi informado que uma Senhora residente em Itaú-RN teria sofrido um acidente, ontem a tarde por volta das 4:30h, sendo atendida no Hospital Maternidade e não sou explicar como o acidente aconteceu. Foi quando a PM sugeriu que o mesmo perguntasse onde ocorreu aproximadamente o acidente e a mulher informou que foi na curva do sítio currais.

De posse da informação o filho saiu em busca do pai, encontrando o mesmo sem vida dentro da lava na referida curva informada pela mulher, a PM constatou o fato e acionou a equipe do ITEP de Mossoró.

O local é de difícil acesso, pois o mesmo caiu praticamente dentro de um lava de terra, onde não é possível visualizar quem passa pela BR 405 de transporte, apenas caminhando a pé.














Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Polícia Militar encontra moto furtada em zona rural de Almino Afonso, RN

Por volta das 08h50min do ultimo domingo policiais militares de Almino Afonso/RN, sob o comando do Sargento Klevson, tomaram conhecimento que havia uma motocicleta abandonada em um matagal no sítio milagres daquele município.

Segundo informações da PM ao verificar as referidas informações, realmente constataram que a moto de marca Honda 150 FAN de cor preta, ano 2009, placa NOA-1596 de Governador Dix Sept Rosado/RN, se encontrava abandona dentro de um matagal do referido sítio.

De acordo com o Sargento Klevson após consulta junto ao CIOPS de Mossoró, ficou constatado que a referida motocicleta havia sido furtada há cerca de três dias daquela cidade.

A moto se encontra no pátio interno do referido pelotão e o proprietário deverá entrar em contado através do telefone 0xx84-9960-5514 para que a moto seja devolvida ao proprietário.

Reprodução Cidade News Itaú via Sargento Andrade
Leia Mais ››

Elementos ateiam fogo em caminhonete por não conseguirem rouba-la na Zona Rural de Apodi.

Por volta de 02:00 da manhã de hoje, dia 06, A pessoa de Chico Mariana, morador do Sítio Santa Cruz, Zona Rural de Apodi, teve seu carro do tipo D-10 incendiada. Segundo informações repassadas para a policia, alguns elementos não sabe ao certo quantos eram, chegaram e tentaram roubar a caminhonete que estava ao lado da casa em baixo de um alpendre, por não conseguirem funcionar o carro, atearam fogo no mesmo ficando parcialmente queimado; O fogo também atingiu o telhado do alpendre que veio a baixo. O senhor Chico Mariana disse que ouviu um barulho e quando saiu não viu mas ninguém, e disse que o carro e o telhado já estavam tomados pelas chamas, mas com muito esforço conseguiu controla-la. A Policia Militar esteve no local para da início aos trabalhos, e as investigações ficaram a cargo da Policia Civil que tem a frente o delegado Renato Oliveira.





Reprodução Cidade News Itaú via Sentinelas do Apodi
Leia Mais ››

Esposa de Iberê Ferreira morreu em decorrência de doença degenerativa

iberedois
Morreu no início da noite de hoje a esposa do ex-governador Iberê Ferreira de Souza, Celina Maria Maia Ferreira de Souza, após nove anos de luta contra a esclerose lateral amiotrófica (ELA), que é uma doença neurodegenerativa progressiva, caracterizada pela degeneração dos neurônios motores.

A ex-primeira-dama estava internada na UTI do Hospital São Lucas, de onde o corpo será transladado para o velório, a partir das 22h, no Centro de Velório São José. Às 9h desta quarta-feira (07) será celebrada missa e, em seguida, o funeral segue para Recife, onde o corpo será cremado.

Reprodução Cidade News Itaú via Robson Pires
Leia Mais ››

PRF prende grupo de caçadores por crime ambiental em Campo Redondo/RN


Às 07:00h desta terça-feira, 06/08/2013, no KM 132 da BR 226, no município de Campo Redondo/RN, uma equipe da PRF deslocou para um ramal no sentido de averiguar uma suspeita de veículo abandonado. 

Durante o deslocamento, foram ouvidos diversos tiros de caçadores, os policiais adentraram ao matagal e encontraram quatro caçadores com duas espingardas cartucheira com mais de cento e cinquenta cartuchos e duas soca-soca com vasto material de recarregamento. 

Além disso várias arribaçãs nos bizacos dos mesmos. Foram encontradas também na mata várias esperas. Todos serão conduzidos à delegacia de polícia civil de Santa Cruz e será solicitada também a presença do IBAMA para providências cabíveis. Provavelmente serão enquadrados em porte ilegal de arma e crime ambiental.

Reprodução Cidade News Itaú via Niltinho Ferreira/Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Polícia prende dupla com arma, munição, droga e dinheiro proveniente do tráfico em Acarí-RN

Mais uma vez Policiais de Acari se destacam no combate a criminalidade. Por volta das 09h00 da manhã de hoje (06/08/13) Policiais Militares foram acionados via denúncia anônima que um veículo Renout Clio estaria circulando com duas pessoas armadas distribuindo entorpecentes pela cidade. Rapidamente Policiais da Rádio Patrulha saíram em diligências e localizaram o veículo suspeito e ao ser feita a abordagem foi encontrado com os ocupantes uma PISTOLA 765 (OKA 6467) COM 50 MUNIÇÕES DE 09mm INTACTAS, MACONHA E R$ 610,00 EM DINHEIRO.
No veículo estava um menor de 16 anos natural de Acarí, já conhecido da Polícia e LUIZ IVAN BEZERRA DE ARAÚJO de 26 anos (PASSAGEM PELA POLÍCIA POR HOMICÍDIO), residente na Rua Porto Alegre, 32, Cidade da Esperança, Natal. Todos foram conduzidos para a delegacia para os procedimentos cabíveis.
Aproveitamos o espaço para parabenizar os Policiais que prestam serviços em Acarí que apesar das dificuldades realizam um brilhante trabalho no combate a criminalidade.



Reprodução Cidade News Itaú via PM Currais Novos
Leia Mais ››

Rosalba usa desaprovação em Mossoró para dizer que não houve crime eleitoral

A melhor defesa não é o ataque, é a crítica. Pelo menos, foi essa a tática utilizada pela defesa de Rosalba Ciarlini (DEM) para, já nas alegações finais, livrá-la de uma eventual condenação na Justiça Eleitoral por usar a máquina pública estadual em benefício dos candidatos Cláudia Regina (também do DEM) e Wellington Filho (PMDB). Foi criticado o fato de Rosalba estar no processo, a impossibilidade dela se defender, a falta de provas, a tramitação no processo e, até, a popularidade da própria governadora do Estado em Mossoró, que já estaria “em queda” na época da campanha eleitoral.

Isso mesmo. A defesa de Rosalba Ciarlini utilizou a falta de popularidade da governadora na cidade onde ela foi prefeita três vezes para dizer que não teria como ela exercer uma influência “tão forte”. Segundo os advogados dela, Thiago Cortez (que foi secretário estadual de Justiça e Cidadania já na gestão Rosalba no Governo) e Felipe Cortez, “cabe demonstrar que a publicidade negativa contra Rosalba Ciarlini em todo o Estado era infinitamente superior às ínfimas publicidades institucionais veiculadas pelo Poder Executivo”.

Para isso, a dupla de advogados cita uma publicação no blog de Lairinho Rosado, irmão de Larissa Rosado, do PSB, candidata que foi derrotada por Cláudia Regina e que deu origem ao recurso contra a expedição no diploma (RCED) que agora está para ser julgado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Há tempos que a governadora Rosalba Ciarlini não desfruta mais do prestígio incondicional junto aos mossoroenses. Menos da metade da população aprova sua gestão. Veja os números da pesquisa Blog Carlos Santos/Consult: aprova – 46,5%; desaprova – 41%; sem opinião formada – 12,5%”.

“Durante toda a campanha eleitoral 2012, os adversários diziam que a presença de Rosalba Ciarlini e do seu governo só traziam pontos negativos aos candidatos a prefeito e em Mossoró, mesmo sendo sua terra, não era diferente. Depois da derrota, atribuem à Rosalba Ciarlini em abuso inexistente, praticado sim pelos recorrentes e reconhecido judicial”, afirmaram Thiago e Felipe Cortez.

A declaração é referente à condenação de Larissa Rosado, proferida na Justiça Eleitoral, por abuso de poder econômico e político. A alegação final de Rosalba Ciarlini, claro, não lembra que o mesmo tema do RCED que está para ser julgado no TRE já foi motivo para duas condenações de Cláudia Regina na zona eleitoral de Mossoró, também por abuso de poder econômico e político. As duas, inclusive, com o parecer positivo (pela condenação) proferido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). No caso de Larissa Rosado, não houve esse parecer positivo.

“Não há qualquer norma legal que possa ser invocada para proibir que um político externe o seu posicionamento e apoio a qualquer candidato. É mesmo de seu dever posicionar-se politicamente. É óbvio que fazer o que a Lei permite não poder ser considerado abusivo. Esta conclusão se impõe com força intransponível, pois, caso contrário, seria abusiva a participação de qualquer parlamentar em campanhas eleitorais o que seria, aí sim, por demais abusivo”, acrescentou os advogados, numa clara referência a defesa que a própria governadora fez da única vez que tratou do assunto publicamente, dizendo que o que fez foi “apenas apoiar a candidata”.
PROCESSO NO TRE

É importante lembrar que o processo que tramita no Tribunal, apesar de ter o nome de “recurso”, não é referente a nenhuma condenação anterior de Cláudia Regina (já foram duas este ano). Também não tem relação com a a decisão do TRE que, na semana passada, confirmou a cassação da prefeita Mossoró, ocorrida em março. Faz referência sim a diplomação da prefeita antes mesmo que qualquer uma das mais de 10 ações contra ela tivesse sido julgada na zona eleitoral.

Na semana passada, a defesa de Cláudia Regina tentou unir o recurso contra a condenação sofrida por Cláudia Regina em junho com o RCED. Contudo, o juiz eleitoral do TRE, Eduardo Guimarães, negou o pedido, sustentando que se tratava de duas ações distintas e com objetos distintos.

O juiz eleitoral Verlano Medeiros, relator do RCED, acredita que o recurso poderá ser levado a julgamento no pleno do Tribunal nos próximos dias. Caso se confirme a condenação a Cláudia Regina e a Wellington Filho, os dois poderão ser afastados imediatamente da gestão e haverá uma nova eleição na cidade. Para Rosalba, como litisconsorte passivo, não poderá haver a cassação do mandato dela, mas sim a inelegibilidade dela por participação em crime eleitoral. (CM)



Governadora garante não haver provas contra ela

Pode-se dizer que nas alegações finais, a defesa de Rosalba tentou de tudo para livrá-la da condenação como litisconsorte passivo das irregularidades apontadas. Inclusive, dizer que não havia como apresentar as alegações finais nesse momento, que não teve acesso ao processo e que, mesmo não tendo acesso ao processo, foi possível constatar que não há provas contra a governadora ou que justifiquem o encerramento da fase de instrução processual.

“Primeiramente, ratifica com veemência, a impossibilidade da governadora Rosalba Ciarlini figurar como litisconsorte passivo necessário no presente RCED, ante à total ausência de legitimidade da configuração da decadência e da ausência de ampla defesa e contraditório”, afirmaram os advogados Thiago e Felipe Cortez, que assinaram as alegações finais. “levar a julgamento o presente recurso, mantendo a recorrida no pólo passivo, com possibilidade de provimento, seria desconsiderar as garantias legais e fazer incidir inelegibilidade inexistente quanto à eleição de 2012, trazendo ao presente, e para restringir direito, incertos e aleatórios efeitos de julgamentos futuros”, acrescentaram.

É importante lembrar que a inclusão de Rosalba Ciarlini no processo ocorreu da mesma forma que ela foi incluída na ação que primeiramente causou a condenação de Cláudia Regina pelas mesmas irregularidades apontadas. No caso da ação, no entanto, ela foi anulada e voltou à fase de instrução processual, justamente, porque Rosalba Ciarlini não pôde se defender, uma vez que não havia sido incluída no processo. A ação foi considerada irregular e a sentença foi anulada. Para não ocorrer o mesmo com uma eventual decisão do Tribunal, foi preferido a inclusão logo no início do processo da governadora.

“Aos fazer carga dos autos, os advogados somente tiveram acesso a alguns volumes, restando impossibilitados de analisar todas as provas acostadas aos autos”, afirmaram os advogados, acrescentando que “no caso dos autos, as provas cujas produção foram requeridas pelas partes e determinandas de ofício não alcançam a plenitude da defesa da governadora, que sequer tem conhecimento dos documentos existentes nos autos, sendo indispensável à solução da controvérsia, de modo a não permitir o julgamento antecipado da lide”.

A afirmação de Rosalba de que “não pode se defender”, no entanto, não encontra sustentação no próprio processo. Afinal, é possível achar no processo dois despachos do juiz eleitoral relator, Verlano Medeiros, um no dia 7 e outro no dia 20, ambos de maio, determinando que os advogados da governadora tivessem acesso às provas apresentadas. “Em virtude da grande quantidade de documentos, que somam mais de 20 anexos, concedo o direito às partes, ou a seus advogados, a consultarem e xerocopiar qualquer documento que entenda pertinente, no prazo acima mencionado, devendo os autos permanecerem em cartório em virtude de o prazo ser comum”, afirmou o juiz Verlano Medeiros em um dos despachos.

E, ao que parece, os próprios advogados tiveram acesso ao processo, tanto que afirmam “inexiste a mínima razão para encerrar a instrução e entender que as provas existentes no processo são suficientes para o julgamento da lide” e também demonstram ter amplo conhecimento do assunto que trata o recurso, construindo a defesa da governadora na denúncia de utilização da máquina pública estadual em benefício a Cláudia Regina.

“Não obstante as razões esdrúxulas postas na peça recursal, não há, nem de longe, elementos objetivos que evidenciem a violação ao princípio da impessoalidade na propaganda institucional veiculada, tais como imagens, menção aos nomes dos candidatos a prefeito e vice-prefeito, ou, ainda, o uso de símbolos que levem à vinculação com os recorridos”, afirmaram a defesa.

A defesa também ressaltou que a “publicidade institucional veiculada pelo Governo do Estado não foi questionada em nenhum durante do pleito eleitoral de 2012 e não houve nenhuma decisão judicial determinando sua suspensão”. “Também não há nos autos nenhuma prova da comprovação da autorização, por parte de Rosalba Ciarlini, quanto à veiculação da publicidade institucional na forma como dita na inicial”, acrescentaram os advogados.

Segundo a denúncia de uso da máquina pública, Rosalba Ciarlini teria beneficiado os candidatos apoiados por ela na eleição de Mossoró ao anunciar diversas obras e ações em Mossoró e, em seguida, anunciar que isso só estaria acontecendo ou só poderia continuar acontecendo se ela tivesse Cláudia Regina como candidata. As declarações e situações seriam feitas de maneiras direta e indireta.

Como exemplo, cita um momento durante a campanha eleitoral de que Rosalba Ciarlini visitou uma comunidade rural em Mossoró e, fazendo campanha para a então candidata Cláudia Regina, anunciou que iria fazer a regularização das terras de alguns moradores da região. O fato foi até noticiado pela comunicação institucional do Governo.

“Rosalba assumiu o compromisso de legalizar a situação dos lotes entregues aos assentados. ‘Não consigo entender porque depois de quase três décadas, vocês não têm, ainda, o título de terra. Vou levar esse problema ao ministro da Reforma Agrária e, se preciso, pedir o apoio da presidente Dilma Rousseff’, declarou Rosalba”, conforme apontou a comunicação do Governo do Estado.

As declarações e a simples presença da governadora teriam sido suficientes para que os eleitores humildes mudassem o voto e anunciassem o apoio a Cláudia Regina. Tanto que as fotos de Larissa Rosado, que estavam em algumas casas, foram retiradas e rasgadas. No lugar, pregado um cartaz de Cláudia Regina. (CM)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Agnelo Alves decreta a falência do governo Rosalba: “Não é uma crise, é um atestado de óbito”

“O Estado faliu, agora, como não tem vida, como nós - humanos - temos, em vez de dizer que o Estado morreu, dizer que faliu, disse Agnelo. Foto: Divulgação  Não é uma crise, mas um atestado de óbito”
O deputado estadual Agnelo Alves (PDT) afirmou na manhã desta terça-feira que a crise financeira por que passa o Rio Grande do Norte é um “atestado de óbito” da atual gestão estadual. “Não é uma crise, é um atestado de óbito. Não interessa, agora, saber a culpa. Interessa é o caminho, a saída, a solução”, afirmou o parlamentar.  “O Estado faliu, agora, como não tem vida, como nós – humanos – temos, em vez de dizer que o Estado morreu, dizer que faliu. Não é uma crise, mas um atestado de óbito”, disse.

O deputado criticou o que classificou como tentativa do governo estadual de criar um famoso jeitinho para adiar um problema que não quer resolver. “Tenho a impressão de que, na verdade, o que se está procurando é o famoso jeitinho, para ver como se adia o desfecho da crise. Crise que vem de longa data e que, de governo a governo, se agrava porque nenhum governo atua para extingui-la”.

Para Agnelo, o Estado tem um orçamento que é uma ficção, aprovado como lei, mas que passa a ser uma lei de ficção também. “Então você vê o seguinte: o que é o governo hoje? É pagar o funcionalismo, administrar esse pagamento mês a mês, ano a ano. E não sobra nenhuma margem para o que é essencial, que é o investimento”.

Segundo Agnelo Alves, o que espanta nessa crise é que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) esteve em fevereiro na Assembleia Legislativa e, viva-voz, lendo a mensagem anual, disse que o Estado estava numa situação perfeita, tinha saneado as suas finanças e estava apto para uma política de investimento.

“E o que é que se constata é que, de duas uma, ou os números que se ofereceram a Rosalba pela assessoria eram fictícios, ou ela estava consciente de que tudo aquilo fazia parte de uma grande ficção, de uma grande comédia trágica que domina o Rio Grande do Norte no seu todo”, afirmou.

Com viagem agendada a São Paulo na semana que vem – para realizar exames de acompanhamento do tratamento de câncer de esôfago a que se submeteu -, Agnelo Alves disse que espera um desfecho o quanto antes para a crise. “Eu estou esperando que se chegue a uma conclusão, e não ao adiamento da crise. Lamento se essa solução ocorrer na próxima semana, quando estarei em SP, cuidando do que é grave dentro de mim que é o câncer que me atacou o esôfago, e tenho procurado resolver mesmo, e não, adiar o desfecho, e espero em Deus que tenha conseguido”, comentou. “Não sinto mais nada do câncer, mas é um bicho traiçoeiro, do jeito que é, ou mata, ou se esconde e aparece a prazo”, afirmou.

CORTES

Sobre as medidas de contenção de despesas adotadas pela governadora Rosalba Ciarlini, com corte de gastos como telefone, internet, aluguel e combustíveis, Agnelo sugere que são inócuas. “Está precisando de alguém que gerencie e não, que faça a aparência de que está governando. Gerencie, vamos ver o que é preciso cortar, e cortar mesmo. E dê o exemplo. Exemplo de telefone? Quem é que vai sentir falta de telefone?”, questiona.



“Se a situação de todos os políticos é difícil, a de Rosalba é mais ainda”

O deputado Agnelo Alves, que foi prefeito de Natal, de Parnamirim e senador da República, além de ter sido um dos principais articuladores políticos do Rio Grande do Norte por praticamente todos os governos desde 1960 – exceção feita ao período da Ditadura Militar, quando esteve cassado -, afirma que, após os protestos de junho de 2013, “a situação de todos os políticos é difícil, porque todos, de uma maneira ou de outra, por omissão, comodismo, ou seja por qual razão for, deixaram a coisa acontecer”.

Neste contexto, porém, a situação da governadora Rosalba é diferente, porque já enfrentava problemas com categorias barulhentas do funcionalismo e dificuldades nos setores de Saúde e Segurança. “A situação dela é mais grave, porque ela não faz o dever de casa. Será que depois de dois anos e meio de governo, faltando um ano e seis meses, ou um ano para a eleição, ela vai se apresentar, dizendo que vai começar o dever de casa? E ai, Dra? É aquela história. Se valer…”.

Agnelo sustenta que as medidas de austeridade devem ser adotadas no início da administração. “O galo se mata na primeira noite. Ela não só não matou, como animou o galo a continuar cantando, e aí está o desastre arrebentando na não dela. Ela adia, aí quando aperta, convoca novamente para adiar. E depois vai passar para o sucessor. Queira Deus que o sucessor dela mate o galo na primeira noite. Interrompa a sangria dos cofres públicos que hoje existe para pagar o funcionalismo. Uns pagam muito bem, outros muito mal. Não há sequer um equilíbrio que una o funcionalismo, os que ganham mais aos que ganham menos”.

“Em 2014, haverá muitos votos em branco e nulo”

Instado a falar sobre a sucessão de 2014, o deputado estadual Agnelo Alves afirmou que os grandes pré-candidatos hoje àquele ano eleitoral serão branco e nulo. “Vou ver o que os manifestantes dizem. Ouvir os manifestantes. Quem sabe não vão adotar o candidato chamado branco, o candidato chamado nulo. Vai haver uma disputa muito forte, entre uns e outros. Eu não sei em qual dos dois vou optar”.

Agnelo voltou a citar que o Rio Grande do Norte tem hoje uma posição privilegiadíssima para resolver todos os seus problemas, com um ministro de Estado da Previdência, Garibaldi Filho, “extremamente competente e dedicado”; um presidente da Câmara Federal, Henrique Alves, “que tem 40 anos de Câmara e não chegou à toa na Presidência da Casa, mas por mérito, por reconhecimento do seu trabalho por 40 anos durante os quais não pleiteou a Presidência, mas chegou a vez dele, não só pelo tempo de serviço, como pela experiência acumulada”; e um líder da oposição, o senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, “que é importante, que precisa ser elogiado, que faz parte de um sistema de governo: a oposição não quer dizer rompimento institucional, não; quer dizer composição institucional, e, sendo assim, o líder da oposição é importante, tanto quanto o presidente da Câmara”, afirmou.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

ROCAM 2 PRENDE A VOVÓ DO TRÁFICO NO BAIRRO MALVINAS EM MOSSORÓ

Policiais Militares da ROCAM, sob o comando do Cb Renxon,Cb Wiliam Sd Holanda, prenderam na tarde desta terça-feira (06/08/13), durante operação denominada "TOCHA" que visa combater os constantes  assaltos a ônibus coletivos no bairro Nova Vida (Malvinas), a senhora Maria Zacarias de Souza, 53 anos conhecida segundo a polícia como a “Vovó do Tráfico”. Com ela, a polícia encontrou algumas pedras de crack e dinheiro fracionado e uma quantia de maconha, que estavam na sua residência. Segundo informações repassadas pelo comandante da ROCAM-02, Cabo Renixon, os policiais se depararam com duas pessoas, em atitude suspeitas, que ao avistarem a guarnição da PM, tentaram fugir em uma motocicleta HONDA 150 de cor azul placa MXU 7914 Mossoró, mas acabaram detidos. Os dois foram identificados como Francisco Douglas de Sousa, 24 anos e José Juciano da Silva 34. Com a dupla, os policiais localizaram 04 pedras de crack e uma trouxinha de maconha, que alegaram que eram viciados e estariam apenas consumindo. Ainda durante a abordagem os dois apontaram uma residência que, onde teriam comprado os entorpecentes. Durante a abordagem, a polícia chegou até a casa de Maria Zacarias, e encontraram mais 04 pedras de crack e R$ 48,00 reais fracionados. A mesma negou que vendia drogas, mas acabou sendo detida e encaminhada para a Delegacia de Plantão no Alto de São Manoel, para realização dos procedimentos. Os dois presos por consumo foram enfáticos em falar que a droga teria sido comprada a Maria e ela seria a traficante. 



Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

GRAVE ACIDENTE ENVOLVENDO CARRO E MOTO NO ALTO DE SÃO MANOEL EM MOSSORÓ

Por volta das 17:00h de hoje (06/08/13), por muito pouco o caótico trânsito de Mossoró não escreve mais um trágico capitulo na sua história.
A condutora na motocicleta honda Biz de cor vermelha placa NNN-7227 Mossoró, de nome Edineide Marques Santos, 25 anos e a passageira Estefânia Marques Santos, 49 anos vinham no sentido Centro/Alto de São Manoel, quando o condutor de uma caminhonete de cor azul placas HUL-6260 identificado como Fernandes Fernando de Araújo, 43 anos, mudou de uma faixa da pista para outra bruscamente, onde tentava estacionar o veículo e fechou a motocicleta causando o acidente.
Tanto a condutora como a passageira ficaram bastante machucadas sendo que "Edineide" além das escoriações teve fratura em uma das pernas.
Uma viatura do SAMU com os socorristas Oliveira e Josefa prestaram os primeiros atendimentos e conduziram as vítimas para o HRTM.



Reprodução Cidade News Itaú via Passando na Hora
Leia Mais ››

Policiais acusados de corrupção em Assu são inocentados por falta de provas

Os advogados de defesa dos militares que eram acusados no processo da chamada Operação Batalhão Mall conseguiram a extinção do processo e, com isso, os 17 réus no caso acabaram sendo absolvidos. O advogado Paulo César Ferreira, da assessoria jurídica da Associação dos Cabos e Soldados (ACS), representou quatro soldados associados e fala sobre o resultado.

“Ainda durante o andamento do processo, nós já tínhamos pedido a anulação e, durante nossa apresentação oral, no julgamento realizado hoje, reforçamos a tese de que não havia nenhuma prova contra os militares. Por esse motivo, fazia necessário a anulação do processo, o que foi concebido”.

Os militares estavam sendo acusados de corrupção passiva. “Porém, ao longo do processo, ninguém foi ouvido ou nenhum dos possíveis corruptores foi ouvido e condenado. Então, um dos questionamentos que fizemos foi justamente esse. Como haveria corrupção passiva sem os corruptores. Além disso, as transcrições de gravações estavam resumidas, o que enfraquecia a acusação. Ou seja, a acusação foi muito vaga e genérica”, completa Paulo César Ferreira.

Os policiais associados à Associação de Cabos e Soldados que tiveram acompanhamento da assessoria jurídica da entidade foram: Emerson Dantas Lopes, Francine Nogueira da Silva Júnior, Glauco Vasconcelos de Morais, e Demétrio Rebouças Torres.

Além deles, foram absolvidos Wellington Arcanjo de Morais; Eliezer Rodrigues Felismino; Carlos Alberto Gomes de Oliveira; João Sérgio de Oliveira Fagundes; Ivanildo Henrique Mendonça; Winston Hélio de Araújo Coutinho; Antônio Nogueira da Costa; Francisco Xavier Leonez; Jocélio Sandro Bezerra; Manoel Xavier Leonês; Dário Martiniano Bezerra Filho; Iukatan Jefferson da Silva; e José Nilton dos Santos.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Assassino do radialista F. Gomes é condenado a 27 anos de prisão no RN

João Francisco, o 'Dão', foi condenado pela morte do radialista F. Gomes, em Caicó (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)O mototaxista João Francisco dos Santos, mais conhecido como 'Dão', foi condenado nesta terça-feira (6) a cumprir 27 de prisão em regime fechado pela morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros na noite de 18 outubro de 2010 na cidade de Caicó, região Seridó do Rio Grande do Norte. A sentença foi lida pelo juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, que presidiu o júri popular. Foram dois dias de julgamento.
Dão pegou pena base de 25 anos e seis meses pelo assassinato. O juiz ainda acrescentou à pena um ano e meio pela resitência à prisão. Além disso, o mototaxista foi condenado a pagar R$ 300 mil à família de F. Gomes.
O juiz Luiz Villaça avaliou como "tranquilo" o júri. "O povo de Caicó, mais uma vez, deu provas de urbanidade e de educação. O júri foi extremamente tranquilo. A meu ver, a sentença dada por mim ao condenado corresponde ao que a população caicoense queria", falou ao G1.
O comerciante Lailson Lopes, mais conhecido como 'Gordo da Rodoviária', que também deveria ter sido julgado, teve o júri cancelado porque a advogada Maria da Penha Batista de Araújo abandonou a defesa do acusado logo após o início da audiência. A advogada alegou foro íntimo para deixar o caso. Pela renúncia, ela foi multada em 50 salários mínimos. Um novo júri ainda será marcado.

As denúncias
O Gordo da Rodoviária e Dão foram denunciados, respectivamente, por autoria intelectual e material do homicídio. O mototaxista, réu confesso, admitiu ter puxado o gatilho. Já o comerciante, nega ter qualquer envolvimento no crime.
Preso um dia após a morte do radialista, Dão cumpria mandado de prisão preventiva na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, para onde foi reconduzido ao final do júri. Ele deixou o plenário do Fórum Amaro Cavalcante sem dar declarações à imprensa.
A delegada Sheila Freitas, que concluiu as investigações, falou sobre o assassino logo após finalizar o inquérito policial. Segundo ela, “Dão é um sociopata. Para ele, matar é a coisa mais comum do mundo. Ele viu a mãe se morta pelo padrasto quando criança. Daí essa frieza dele”.
Outros indiciados
Os demais acusados - o advogado Rivaldo Dantas de Farias, o ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral, o tenente-coronel Marcos Antônio de Jesus Moreira e o soldado da PM Evandro Medeiros - ainda aguardam sentença de pronúncia, procedimento em que o juiz decidirá se eles também sentarão no banco dos réus ou não. Todos negam.

O tenente-coronel, o soldado e o advogado aguardam a sentença de pronúncia em liberdade. O único que está preso é o ex-pastor, que cumpre pena por tráfico de drogas em Pau dos Ferros.

O soldado Evandro foi o único denunciado por homicídio simples - já que ele foi apontado apenas como o guardião da arma usada para matar o radialista. Se for levado a júri popular e condenado, sua pena pena pode variar de 6 a 20 anos de cadeia. Para os outros (todos denunciados por homicídio triplamente qualificado) a pena é mais rígida e vai de 12 a 30 anos de prisão.
Segundo o promotor criminal Geraldo Rufino, foram levados em consideração três  agravantes: motivo fútil, emboscada e morte mediante promessa de recompensa.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Primeira etapa do Mais Médicos terá 19 profissionais no RN

Cidades potiguares no Mais Médicos devem assinar adesão até 25 de julhoUm total 19 médicos confirmaram a participação na primeira etapa do programa Mais Médicos, do governo federal, no Rio Grande do Norte. Eles vão atuar em 11 municípios do estado. A informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (6).

No total, 101 municípios do Rio Grande do Norte se inscreveram no programa e solicitaram 286 médicos para atuar na atenção básica. O segundo mês de adesão terá início no dia 15 de agosto.
Neste primeiro momento, os municípios de Natal (7 médicos), Macaíba (2), Caraúbas (2), Alexandria (1), Bom Jesus (1), Extremoz (1), Lagoa de Pedras (1), Olho D'água do Borges (1), Riacho da Cruz (1), Serra Caiada (1) e Touros (1) serão contemplados.
De acordo com Ministério da Saúde, a lista de cidades prioritárias é feita com base na carência de profissionais de cada município. Natal receberá o maior no Rio Grande do Norte devido ao grande número de transferência de pacientes do interior para a capital.
Em todo o Brasil, apenas 938 profissionais brasileiros selecionados para o primeiro ciclo de contratações do Mais Médicos confirmaram interesse em trabalhar em municípios que aderiram ao programa. Isso representa 6% dos 15.460 médicos requisitados pelos municípios inscritos.
Segundo o ministério, os brasileiros selecionados optaram por apenas 404 dos 3.511 municípios do interior do país e de periferias de grandes centros urbanos que demandaram médicos do programa federal. Os 938 selecionados representam apenas 5,6% dos 16.530 brasileiros inicialmente inscritos. Outros 1.920 inscritos, estrangeiros ou brasileiros formados no exterior, só agora poderão ser chamados.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Revista encontra 50 facas e 22 litros de cachaça no maior presídio do RN

Pavilhão 1 da Penitenciária de Alcaçuz é alvo da operação de revista da PM (Foto: Henrique Dovalle/G1)

Policiais militares do BPChoque e agentes da Penitenciária Estadual de Alcaçuz – maior unidade prisional do Rio Grande do Norte – apreenderam nesta terça-feira (6) mais de 22 litros de cachaça, 50 facas artesanais, 10 cachimbos para o fumo de entorpecentes, 10 papelotes de maconha e crack, três 'teresas' (cordas improvisadas) e vários chips de telefone celular de diversas operadoras escondidos dentro de nove celas do Pavilhão 1. Segundo Dinorá Simas, diretora da penitenciária, a revista foi realizada após denúncias de que uma fuga em massa estaria sendo planejada pelos detentos.

Material apreendido dentro do Pavilhão 1 (Foto: Divulgação/Alcaçuz)Alcaçuz possui outros quatro pavilhões e abriga atualmente quase mil homens condenados pelos mais diversos crimes. “Apenas no Pavilhão 1 estão 176 detentos, todos considerados de alta periculosidade. Vamos instaurar uma sindicância e 70 presos serão ouvidos para tentarmos identificar os responsáveis pela entrada e posse deste material ilícito”, afirmou Dinorá.
Túnel
No dia 12 de junho, denúncias anônimas também levaram a guarda da penitenciária a realizar uma busca na unidade. Na ocasião, os agentes descobriram um túnel com aproximadamente 7 metros de comprimento escavado a partir de uma das celas do Pavilhão 3, onde são mantidos mais de 130 presos. "Seis presos custodiados na cela 10 da ala A, de onde partiu a escavação, foram removidos para o setor de isolamento e serão responsabilizados. Baldes foram encontrados dentro do buraco recolhidos pelos agentes", contou Dinorá.
Alcaçuz

A Penitenciária Estadual de Alcaçuz, localizada no município de Nísia Floresta, na Grande Natal, possui hoje 749 homens, além de outros 350 detentos que estão custodiados no Pavilhão Rogério Coutinho Madruga (Pavilhão 5), anexo da unidade. A penitenciária foi liberada para receber novos presos em outubro do ano passado, após passar dois meses interditada pela Justiça em razão da falta de estrutura física e deficiência na segurança.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Filho de PMs disse a amigo que planejava matar os pais, afirma polícia

O delegado titular da divisão de homicídios do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) da Polícia Civil de São Paulo, Itagiba Franco, afirmou, durante entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (6), que um colega de escola de Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini, 13, disse em depoimento que o adolescente teria confidenciado a ele um plano para matar os próprios pais, o sargento da Rota (tropa da elite da Polícia Militar) Luís Marcelo Pesseghini e a cabo da PM Andreia Regina Bovo Pesseghini. 

Ambos foram mortos a tiros nessa segunda-feira (6) na residência do casal, na Brasilândia, zona norte de São Paulo. A mãe da policial, Benedita de Oliveira Bovo, 65, e tia de Andreia, Bernadete Oliveira da Silva, 55, também foram mortas. Narcelo também foi encontrado morto. 

Na entrevista, o delegado leu trecho do depoimento do amigo do filho dos PMs -- de 13 anos e cuja identidade foi preservada --prestado hoje ao lado do pai. "Desejo manifestado pelo Marcelo: ele sempre me chamou para fugir de casa para ser um matador de aluguel. Ele tinha o plano de matar os pais durante a noite, quando ninguém soubesse, e fugir com o carro dos pais e morar em um local abandonado", afirmou o delegado, citando o trecho do depoimento do "amigo mais chegado" do adolescente.

O carro de Andreia Regina, um Corsa sedan, foi encontrado próximo à escola de Marcelo, na Freguesia do Ó. A polícia acredita que ele tenha ido ao colégio com o carro da mãe depois de ter cometido os crimes. O delegado disse que o amigo reconheceu Marcelo em imagens de câmeras de segurança da região nas quais uma pessoa chegava ao local com o carro, à 1h15 da madrugada de ontem, e o deixava às 6h30 com uma mochila nas costas. 

Uma professora do garoto afirmou em depoimento à polícia que ontem, na escola, Marcelo teria perguntado a ela se já havia dirigido carro alguma vez quando criança e se já teria atingido os pais. Outra professora disse que Marcelo teria dito que havia dirigido um buggy.

Ainda conforme o delegado, a chave do carro da policial foi encontrada no bolso da jaqueta de Marcelo, a qual estava na sala da casa --onde estavam os corpos do adolescente e dos pais.

"Tudo vai se encaixando, se fechando", comentou o policial. "Desde o primeiro momento, sabíamos que não era um homicídio usual", completou, referindo-se ao fato de que os corpos foram encontrados sem sinais de que tivessem sido subjugados --característica, disse o delegado, de mortes executadas por membros de facções. Apenas a mãe do menino, encontrada de joelhos, não parecia estar dormindo quando morreu.

Segundo a polícia, o garoto pegou carona com o pai do amigo --o mesmo que depôs hoje-- para voltar do colégio até sua casa. No meio do caminho, que viu o carro da mãe, pediu para descer, foi até o veículo e retornou para o carro do amigo. A polícia acredita que Marcelo foi até o carro da mãe para pegar um revólver calibre 32, de propriedade do avô dele, que foi encontrada dentro da mochila do garoto. 

'Tudo leva a crer que foi o garoto'
O delegado-geral afirmou que "tudo leva a crer" que o garoto matou os familiares e depois se suicidou, mas disse que as investigações ainda estão em andamento. "Nossa presunção inicial parece que está se confirmado, e tudo leva a crer que o garoto matou os pais e se suicidou."

Segundo o delegado, a pistola .40, que era da mãe e que matou os cinco, foi encontrada na mão esquerda de Marcelo, que levou um tiro do lado esquerdo da cabeça. Franco afirmou que a polícia tem "certeza" de que o garoto é canhoto. Exame residuográfico realizado pela perícia não identificou pólvora nas mãos do garoto, mas, de acordo com o delegado, isso é comum em virtude do tipo de arma utilizada.

O delegado explicou que a perícia identificou que o pai, a avó e a tia avó de Marcelo estavam de bruços, em posição de quem dormia profundamente, quando foram mortos. Já a mãe estava de joelhos, em posição de submissão, com os braços em frente à cabeça, o que indica que ela estaria acordada na hora do crime.

"Isso já nos chamou a atenção porque não é usual". Para Franco, se fosse um crime encomendado, "fatalmente teria briga, ou qualquer coisa do tipo". "Não foi isso que evidenciamos. Houve ali alguma coisa muito particular, muito familiar."

Franco afirmou que fios de cabelo foram encontrados na mão de Marcelo e serão periciados, a exemplo do computador do garoto, das armas e do Corsa sedan. A perícia já coletou sangue das vítimas para saber se elas foram sedadas. O resultado deverá sair entre 20 e 30 dias.

No quarto de Marcelo, foram encontradas, segundo o delegado, "muitas armas de brinquedo", um coldre de ombro, feito com fitas, e um escudo de papelão imitando o utilizado pela Tropa de Choque. "Inconscientemente ele já vinha desejando essa atração por armas."

Marcelo tinha diabetes e fibrose cística, uma doença genética ainda sem cura, mas que se diagnosticada precocemente e tratada de maneira adequada, permite ao paciente ter uma vida praticamente normal. A polícia diz que não há indícios de qualquer relação entre a doença e a motivação dos crimes.

Os corpos foram liberados hoje pelo IML (Instituto Médico Legal) e já foram velados no cemitério Gethsêmani, em Anhanguera, zona norte da capital. Com exceção do corpo da tia de Andreia, supultado no mesmo cemitério, os demais seriam todos enterrados em Rio Claro (173 km de São Paulo).

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Espionagem dos EUA começou em países invadidos, diz jornalista

O colunista Glenn Greenwald, do jornal britânico "The Guardian", fala à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional  (Foto: Lia de Paula/Ag.Senado)O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, que revelou ao mundo o esquema de espionagem pelos Estados Unidos, afirmou nesta terça-feira (6) no Senado Federal que o modelo usado para acessar ligações e e-mails pessoais começou no Afeganistão e no Iraque, países que foram alvo de invasão de tropas dos EUA em 2001 e 2003, respectivamente.
No início de julho, reportagem do jornal “O Globo” assinada por Greenwald revelou que, na última década, pessoas residentes ou em trânsito no Brasil, assim como empresas instaladas no país, se tornaram alvos de espionagem da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (National Security Agency - NSA, na sigla em inglês).
“A ideia do governo americano foi uma ideia de guerra, criada no Iraque e no Afeganistão. [Com a espionagem] Eles podem controlar os países que eles invadiam muito melhor”, disse Greenwald durante audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.
O jornalista recebeu mais de cinco mil documentos do ex-analista de inteligência Edward Snowden com informações da atuação de órgãos de inteligência e segurança dos Estados Unidos em diversos países.
De acordo com Greenwald, a mesma “ideia de guerra” usada no Oriente Médio foi transferida para outros países.  “Agora, essa ideia foi mudada do Iraque e Afeganstão para os Estados Unidos. Então, o governo está tratando como tratavam lá e está aumentando essa ideia para o mundo todo. [...] O sistema de espionagem é usado para controlar e aumentar o poder do Estado”, declarou o jornalista.
Greenwald também já havia revelado que até 2002 funcionou em Brasília uma estação de espionagem onde agentes da NSA trabalharam em conjunto com a Agência Central de Inteligência (CIA) norte-americana.
Ao governo brasileiro, o governo norte-americano informou que teve acesso apenas ao registro de e-mails e chamadas telefônicas - os chamados metadados - sem acessar o conteúdo dessas informações. No entanto, conforme havia sido publicado em reportagem do jornal britânico “The Guardian”, Greenwad reafirmou que os norte-americanos tiveram acesso a conteúdo.
“Eles [órgão de inteligência e segurança] podem fazer pesquisa que vai registrar seus emails, as palavras que você usou para fazer pesquisa, quais sites entrou, os documentos que está mandando. Esse sistema usado vê quase tudo que pessoas estão fazendo na internet, é muito mais que metadados. É muito fácil para usar”, disse Greenwald.
Durante a audiência, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), que chegou a defender a concessão de asilo político para Edward Snowden pelo governo brasileiro, vestiu uma máscara do delator do esquema de espionagem.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Marin descarta reeleição na CBF e evita cravar Del Nero como sucessor

Marin (d) confirmou que não ficará na CBF após 2014; Del Nero (e) pode assumirO presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin, revelou nesta terça-feira que não será candidato à reeleição para a presidência da entidade em 2014. O cartola, que participou da inauguração da estátua de Zagallo, no Engenhão, falou em dar sequência ao trabalho, mas evitou apoio público a qualquer futuro pleiteante à vaga.

"Sou candidato a trabalhar, mas não sou candidato na eleição. Nós temos que seguir o calendário. Temos prioridades, que é levar o Brasil à conquista da Copa do Mundo de 2014. Para isso, precisamos deixar a Granja Comary pronta para receber a seleção e pensar na nossa sede própria. Claro que há interesse pela continuidade e, quando for a hora certa, vou falar sobre isso. Não vou ficar omisso", declarou Marin, encerrando as especulações sobre uma possível reeleição.

O presidente da CBF, no entanto, não deu mais detalhes e encerrou as entrevistas ao ser perguntado sobre a data das eleições, que poderão ocorrer a partir de abril de 2014. "Garanto que essa data não está fechada. Ainda há muita coisa pela frente", afirmou.

Felipão e Parreira tranquilos até a Copa
Além de eleição, José Maria Marin também falou sobre seleção brasileira. O presidente da CBF disse que o técnico Luiz Felipe Scolari e o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira terão tranquilidade para exercer o trabalho.

"Com certeza eles [Felipão e Parreira] continuarão à frente da seleção. Enquanto eu estiver à frente da CBF, o Felipão, o Parreira e o Alexandre Gallo vão comandar a seleção. Esse é um trabalho a curto, médio e longo prazo. Então, enquanto eu for o presidente, eles poderão trabalhar com a maior tranquilidade, porque os resultados já estão aí", comentou Marin.

Após participar da festividade ao lado do vice-presidente Marco Polo Del Nero, a dupla seguiu para o helicóptero e retornaram para São Paulo. Eles ficaram cerca de duas horas no Engenhão e deixaram o Rio de Janeiro após rápida entrevista com os jornalistas.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Suspeito de matar pais PMs usa foto de game de assassino no Facebook

Imagem de Facebook de adolescente suspeito de matar familiares na Zona Norte de SP (Foto: Reprodução)

O adolescente Marcelo Pesseghini, de 13 anos, suspeito de matar os pais policiais, a avó e a tia na Zona Norte de São Paulo e se matar nesta segunda-feira (5), usava a imagem de um assassino de videogame no seu perfil do Facebook há um mês. O suspeito havia trocado sua foto de perfil no dia 5 de julho, passando a utilizar a imagem de um matador do game "Assassin’s Creed". Esta foi a última atualização de Marcelo na rede social.


"Assassin’s Creed" é um jogo que mostra a visão de Desmond Miles, um barman que volta no tempo na pele de seus ancestrais. Com isso, encarna o matador Altair e se envolve na guerra entre assassinos e templários ao longo de diversos eventos históricos como as Cruzadas, o Renascimento, a Revolução Americana e, no último jogo, a disputa entre piratas durante a conquista da América. Como membro da ordem de assassinos, Miles tem a missão de dizimar a Ordem dos Templários, que iniciou uma das Cruzadas a Jerusalém.

Perfil alterado
Por volta das 15h30 desta terça-feira (6), o perfil atribuído a Marcelo Pesseghini no Facebook passou a ser atualizado. Conforme apurou o G1, a página mostra que um novo perfil foi criado com nome e endereço (URL) iguais ao do garoto.
Procurado pelo G1, o Facebook não informa o motivo da atualização do perfil e diz que comenta casos específicos.

O G1 apurou que o mais provável é que, após a morte de Marcelo, a página tenha sido excluída e seu endereço tenha sido usado por outra pessoa.

Página no Facebook atualizada às 15h30 desta terça-feira (6) com nome e endereço iguais ao de Marcelo Pesseghini (Foto: Reprodução/Facebook)

O Facebook não informa o que fará com essa página nova. A rede social recomenda que os usuários denunciem páginas falsas e qualquer conteúdo que infrinja termos de uso da plataforma na área ‘Denunciar/Bloquear' ou 'Report/Block’ logo abaixo do botão 'Mensagem' ('Message').

A Polícia Militar acredita que o garoto foi à escola pela manhã após já ter assassinado os parentes. O comandante da Polícia Militar, coronel Benedito Roberto Meira, afirmou em entrevista ao SPTV que câmeras de segurança mostram uma pessoa, que seria Marcelo, estacionando o veículo da mãe à 1h15 da madrugada de segunda, próximo ao Colégio Stella Rodrigues, na Rua João Machado. A pessoa sai após as 6h30, com uma mochila nas costas e entra na escola. O vídeo, no entanto, não permite confirmar com exatidão que a pessoa é o garoto.
“A imagem que nós temos é de uma pessoa estacionando esse veículo à 1h15 da manhã e às 6h30 da manhã uma pessoa desce desse veículo, coloca uma mochila nas costas e vai em direção à escola. O que leva a deduzir que essa pode ser o garoto Marcelo”, disse Meira.
Para a Polícia Militar, as mortes dos parentes de Marcelo, em duas casas que ficam num mesmo terreno na Rua Dom Sebastião, na Vila Brasilândia, aconteceram entre a noite de domingo (4) e a madrugada de segunda. Um dos indícios é o fato de o pai de um colega de  escola ter dado carona a Marcelo ao final da aula de segunda. A testemunha prestou depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e contou que Marcelo pediu para que ele não buzinasse diante da casa porque seu pai estaria dormindo.
O coronel Benedito Meira afirmou que está descartada a possibilidade de vingança. “Nós descartamos possibilidade de retaliação por parte de facção. A casa não estava revirada, não há sinais de arrombamento", afirmou.
Disparo
Andréia Regina Bovo Pesseghini, de 36 anos, o sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, a mãe da policial militar, Benedita de Oliveira Bovo, de 67 anos, a tia da policial, Bernadete Oliveira da Silva, de 55 anos, e o filho do casal, de 13 anos, foram encontrados mortos em duas casas da família que ficam no mesmo terreno, na Brasilândia. Os corpos serão velados no Cemitério Gethsemani, na Via Anhanguera, na Zona Norte de São Paulo.
Os corpos devem ser liberados na tarde desta terça e serão velados no cemitério Gethsemani, no km 23 da via anhanguera, em São Paulo. Só Bernadete Oliveira da Silva será enterrada neste cemitério. Os demais corpos serão levados para Rio Claro, no interior do estado, em comboio pela Polícia Militar.
Segundo o coronel Benedito Meira, o menino era canhoto e o disparo foi feito do lado esquerdo da cabeça dele e a arma estava debaixo do corpo do adolescente", falou Meira. No entanto, ele ressaltou que a polícia não descarta que outras linhas de investigação possam aparecer nos próximos dias. No boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil consta que o adolescente encontrado morto "empunhava a arma na mão esquerda, debaixo do corpo".
Nesta terça-feira, Fábio Luiz Pesheghini, irmão de Luís Marcelo, afirmou que o sobrinho não era canhoto. "Pelo que eu sei ele era destro. Eu tenho quase certeza que ele era destro”, disse. Segundo Fabio, o sobrinho era “tranquilo, uma criança normal, que não dava trabalho para os pais, mal saía de casa”. Ele disse desconhecer se o irmão e a cunhada recebiam ameaças.
O adolescente tinha fibrose cística, doença genética que afeta o funcionamento de secreções do corpo, levando a problemas nos pulmões e no sistema digestivo. Segundo o capitão Laerte Araquém Fidelis Dias, do 18º Batalhão da 1ª Companhia da Polícia Militar, na Freguesia do Ó, a cabo Andréia, que era subordinada a ele, recebeu a previsão de que o filho só viveria até os quatro anos. Dias a definiu como uma funcionária exemplar.
"Excelente funcionária, alegre, trabalhadora e esforçada. Mesmo a gente sabendo deste problema do filho - o primeiro parecer médico é que ele viveria quatro anos - ela tinha o astral lá em cima", disse o capitão. Ele afirma ter encontrado com o menino duas ou três vezes, que não aparentava fisicamente ter qualquer problema e o definiu como tímido.
O capitão Dias trabalhava com Andréia há dois anos. Segundo ele, ela estava afastada das ruas por um problema de coluna - a cabo possuía pinos metálicos na coluna e fazia fisioterapia no Hospital das Clínicas. Ele disse nunca ter ouvido relatos de problemas conjugais.
Investigações
O comandante da PM negou que os policiais militares mortos tivessem problemas psicológicos ou mesmo que já tenham sido investigados pela Corregedoria da corporação.

Ainda segundo o comandante da PM, ao menos duas armas foram apreendidas na residência, um revólver calibre 32, encontrado em uma mochila junto com outros pertences do menino logo na porta de entrada, e uma pistola calibre .40, de propriedade da Polícia Militar mas que estava de posse da cabo. "O revólver era da policial, que ficou com a arma do pai, após o falecimento dele", explicou Meira.
O oficial afirmou que foram efetuados ao menos cinco tiros dentro da casa, todos compatíveis com um pistola .40. Apesar disso, apenas exames de balística deverão comprovar se os disparos foram feitos pela pistola encontrada sob o corpo do garoto morto. "O que os peritos apuraram aqui é que não tem nenhum estojo diferente do de .40 na residência."
Além disso, a perícia localizou cinco cartuchos de pistola .40 deflagrados, além de um carregador com outros projéteis não deflagrados e mais um na câmara de disparo da arma, perfazendo um total de 14, justamente a capacidadetotal de um carregador.
Além do exame de balística da arma, um conjunto de provas e perícias deverá ser realizada ainda na madrugada desta terça-feira, segundo Meira. "Por exemplo, o exame toxicológico dos corpos. Será que essas pessoas tomaram algum tipo de medicamento, alguma substância que as deixaram adormecidas?", questionou.

Cinco são achados mortos em casa de PMs na Zona Norte de SP. Casal de policiais e filho de 12 anos estão entre as vítimas.  (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››