Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

sábado, agosto 10, 2013

Não há motivo para punir policiais que levaram Amarildo, diz novo comandante da PM do Rio

Para o coronel José Luís Castro Menezes, a Polícia Militar não estava preparada para lidar com a onda de manifestaçõesO novo comandante-geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel José Luís Castro Menezes, afirmou em entrevista exclusiva ao UOL, na sexta-feira (9), que a Corregedoria da corporação ainda não identificou "nenhum motivo" que justificasse punições aos policiais militares que conduziram o pedreiro Amarildo de Souza, 43, à sede da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha, favela da zona sul da cidade, no dia 14 de julho. Desde então, o morador da comunidade está desaparecido.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de homicídio, que teria sido cometido ou pelos policiais militares da UPP ou por traficantes de drogas da região. A mulher de Amarildo, Elizabete Gomes, afirmou não ter dúvida de que o marido está morto. O caso está sendo investigado pela DH (Divisão de Homicídios).
Na visão do coronel, que assumiu o cargo na última segunda-feira, não há relatos de testemunhas ou provas materiais que comprovem uma possível conduta criminosa por parte dos agentes da UPP. "A apuração está em andamento", afirmou ele, que ainda não entrou em contato com a Corregedoria a fim de obter informações sobre o andamento da investigação interna. "Se houver essa percepção, a gente vai tomar a medida necessária", completou.

Menezes também afirmou ao UOL que a Polícia Militar "não estava preparada" para lidar com a recente onda de manifestações contra o governo do Estado, a PM, a corrupção, o aumento do transporte público, entre outras reivindicações. No entanto, o comandante-geral da corporação disse não identificar excessos ou eventuais abusos de autoridade no decorrer dos protestos.

"Dizer que em algum caso específico nós cometemos um excesso? Não. Eu não posso afirmar isso. Eu posso afirmar que a gente talvez não tenha utilizado a forma correta", declarou.

O oficial alçado ao cargo máximo de comando da PM do Rio também respondeu a questões sobre uma hipotética associação entre a ação da polícia e a queda de popularidade de Cabral, e comentou a respeito das críticas dos moradores das UPPs --que levantam a bandeira da "desmilitarização da PM"-- e de um eventual retrocesso acerca do "policiamento de proximidade", estratégia adotada na implantação das Unidades de Polícia Pacificadora.

Reprodução Cide News Itaú
Leia Mais ››

As denúncias do operador do PMDB na Petrobras

O caso da refinaria (Foto: Juan Cruz Sanz )

João Augusto estava em silêncio. Permanecia inclinado à frente, apoiava-se na mesa com os antebraços. Batia, sem parar, a colherzinha de café na borda do pires – e mantinha o olhar fixo no interlocutor. Parecia alheio à balbúrdia das outras mesas no Café Severino, nos fundos da Livraria Argumento do Leblon, no Rio de Janeiro, naquela noite de sexta-feira, dia 2 de agosto. A xícara dele já estava vazia. O segundo copo de água mineral, também. João Augusto falava havia pouco mais de uma hora. Até então, pouco dissera de relevante sobre o assunto que o obrigara a estar ali: as denúncias de corrupção contra diretores ligados ao PMDB, dentro da Petrobras. Diante dos documentos e das informações obtidos por ÉPOCA sobre sua participação no esquema, João Augusto respondia evasivamente. Por alguma razão incerta, algo mudara nos últimos minutos. O semblante contraído sumira. Esperei que o silêncio dele terminasse.

– O que você quer saber?, disse ele.
– Sobre os negócios, respondi.

Foi então que João Augusto Rezende Henriques disse, sem abaixar a voz ou olhar para os lados: “Do que eu ganhasse (no contratos intermediados com a Petrobras), eu tinha de dar para o partido (PMDB). Era o combinado, um percentual que depende do negócio”. A colherzinha não tilintava mais.

Iniciava-se, ali, um desabafo motivado pelas denúncias que ÉPOCA investigava havia cerca de um mês. O caso envolvia a Petrobras – maior empresa do país, 25ª do mundo, com faturamento anual de R$ 281 bilhões. Começara com apenas uma pista: um contrato assinado em 2009, em Buenos Aires, entre o advogado e ex-deputado Sérgio Tourinho e o argentino Jorge Rottemberg. No documento, previa-se que Tourinho receberia US$ 10 milhões de uma empresa no Uruguai, um conhecido paraíso fiscal, caso a Petrobras vendesse a refinaria de San Lorenzo, avaliada em US$ 110 milhões, ao empresário Cristóbal Lopez, conhecido como czar do jogo na Argentina e amigo da presidente Cristina Kirchner. À primeira vista, o contrato não fazia sentido. Por que um lobista de Buenos Aires se comprometeria a pagar US$ 10 milhões a um advogado brasileiro, de Brasília, caso esse advogado, sem experiência na área de energia, conseguisse fechar a venda de uma refinaria da Petrobras na Argentina?

ÉPOCA foi buscar a resposta em entrevistas com partícipes do negócio, parlamentares e funcionários ligados ao PMDB. O advogado Tourinho era sócio dos lobistas do PMDB, que trabalhavam em parceria com Jorge Zelada, diretor internacional da Petrobras desde 2008 e, segundo João Augusto, apadrinhado do PMDB. A operação San Lorenzo, diz ele, não era um caso isolado. Era mais um dos muitos negócios fechados pelos operadores do PMDB na área internacional da Petrobras. De acordo com João Augusto, todos os contratos na área internacional da Petrobras tinham de passar por ele, João Augusto, que cobrava um pedágio dos empresários interessados. De acordo com ele, de 60% a 70% do dinheiro arrecadado dos empresários era repassado ao PMDB, sobretudo à bancada mineira do partido na Câmara, principal responsável pela indicação de Zelada à Petrobras. De acordo com João Augusto, o dinheiro servia para pagar campanhas ou para encher os bolsos dos deputados. O restante, diz ele, era repartido entre ele próprio e seus operadores na Petrobras – os responsáveis pelo encaminhamento dos contratos.

Segundo João Augusto e outros quatro lobistas do PMDB, o dinheiro era distribuído a muita gente em Brasília. A maior parte seguia para os dez deputados do partido em Minas, entre eles o atual ministro da Agricultura, Antonio Andrade, e o presidente da Comissão de Finanças da Câmara, João Magalhães. O dinheiro, de acordo com João Augusto, não ficava apenas com essa turma. Segundo o relato dele e dos outros lobistas, o secretário das Finanças do PT, João Vaccari, recebeu o equivalente a US$ 8 milhões durante a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010. João Augusto diz que organizou, com Vaccari, o repasse para a campanha de Dilma. O dinheiro, segundo ele, foi pago pela Odebrecht, em razão de um contrato bilionário fechado na área internacional da Petrobras, que dependia de aprovação do então presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, do PT. À Justiça Eleitoral, a campanha de Dilma declarou ter recebido R$ 2,4 milhões da Odebrecht. O coordenador financeiro da campanha de Dilma Rousseff, José de Filippi Júnior, afirma que não conhece João Augusto. “Posso garantir que ele não participou da arrecadação de recursos para a campanha da presidenta Dilma Rousseff, que toda arrecadação foi feita por meio de Transferência Eletrônica Bancária, e que as contas da campanha da presidenta foram aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral”, diz.
As denúncias de João Augusto são contestadas pelos acusados. Vaccari diz que não era responsável pela tesouraria da campanha de Dilma. Afirma ainda que “todas as doações ao PT são feitas dentro do que determina a legislação em vigor e de uma política de transparência do PT”. Gabrielli diz, por meio de nota, não ter conversado sobre o contrato da Odebrecht com Vaccari. Zelada afirma desconhecer a atuação de João Augusto na intermediação de contratos na Petrobras e nega ter sido indicado pelo PMDB. A Petrobras informou em nota que não comentaria o assunto. Apesar de todas as contestações, a reportagem de ÉPOCA confirmou, por meio de entrevistas em três cidades, vários pontos do depoimento de João Augusto. Investigações oficiais ainda são necessárias para apurar todas as suas denúncias.

O caso da refinaria (Foto: Reprodução)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Criança deixa de comer parte de merenda escolar para alimentar avós

Uma estudante de sete anos comoveu os professores da Escola Municipal Piratini, no bairro Pinheirinho, em Curitiba, ao guardar parte da merenda escolar para dividir com os avós, com quem  mora atualmente. Em entrevista ao G1, a professora Cristiani Kusky explicou que a menina estava debilitada porque, além de não se alimentar em casa por causa da situação financeira, não comia todo o lanche na escola. "Mesmo percebendo que ela estava com fome, a gente a via guardando uma bolacha aqui, outra ali (...). É realmente uma situação muito triste", argumenta. Diante da situação, os professores decidiram acionar o Conselho Tutelar. A menina, que era levada todos os dias para a escola pelo avô, foi recolhida na sexta-feira (9).
"Quando foi chamado pelo Conselho, o avô contou que a situação em que eles viviam estava difícil e que a esposa dele tinha sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) recentemente", conta a professora. "Nem precisava ele falar, a gente percebia a luta deles por causa das dificuldades só de olhar".
Cristiani lembra que e a menina chorou muito ao ser levada pelo Conselho Tutelar.  "Os professores e os alunos também se comoveram muito com a situação porque nós já tínhamos feito várias campanhas para tentar ajudar a família com roupas e alimentos. E o que me partiu o coração foi quando ouvi o avô dizer que não era contra o acolhimento, mas que queria que eles o acolhessem  também".
Procurados pelo G1, os representantes do Conselho Tutelar do bairro Pinheirinho não quiseram comentar o assunto.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Sertanejos entram na Justiça e cobram autoria da música 'Bará Berê'


Cristiano Araújo subiu ao palco e de cara cantou o hit "Bara Berê" (Foto: Raul Pereira/G1)
Os cantores Thiago Rodrigues Monteiro e Luis Augusto Ferreira, que até 2012 formavam a dupla sertaneja Bruno Camacho e Cuiabano, pedem na Justiça uma indenização milionária por supostamente serem os autores da música "Bará Berê". O hit foi sucesso nas vozes de Cristiano Araújo e Michel Teló durante todo o ano passado. Segundo informou ao G1 o advogado da ex-dupla, Thiago Felipe de Oliveira, o valor da ação, que ainda seria apurado caso o processo fosse favorável a eles, passaria de R$ 2 milhões.
De acordo com Thiago, em novembro de 2011, Bruno Camacho e Cuiabano foram convidados pela produção de Cristiano Araújo para conhecer o estúdio do cantor, em Goiânia, e mostrar algumas composições. Dentre as músicas, estaria "Bará Berê". "Eles ficaram receosos de mostrar [a canção] porque ela ainda não havia sido registrada", explica o advogado.
Após a insistência de Raynner Ferreira Coimbra de Jesus, empresário de Cristiano, os dois resolveram cantar e a música foi gravada no celular de Raynner, que alegou não ter problemas, pois não tinha a intenção de lançar a canção. "Eles confiaram, gravaram e foram embora. Cerca de três semanas depois, indo para um ensaio, eles ouviram a música na rádio e ficaram desesperados", afirma.
A ação tramita na 9ª Vara Cível de Goiânia. Ao todo, oito pessoas e instituições são citadas no processo. Além de Teló, Cristiano e Raynner, são apresentados como réus o cantor e compositor Dogival Dantas, tido como real autor da canção, e as empresas Talismã Administradora de Shows Musicais LTDA, Efeitos Produções, Gravadora Som Livre LTDA e Apple Computer do Brasil LTDA.
A assessoria de imprensa de Cristiano Araújo, que também responde por Raynner, pela Talismã e pela Efeitos, disse ao G1, por telefone, que antes da gravação da música foi realizado uma busca e o autor Dogival Dantas foi devidamente identificado, autorizando todo o processo. "Dessa forma, não há quaisquer irregularidades". Ainda segundo a assessoria, em momento oportuno, tanto o cantor quanto as empresas buscarão medidas legais contra o que considerou "falsa denúncia" por parte de Bruno Camacho e Cuiabano.

O G1 também tentou falar sobre o caso com a assessoria de Michel Teló, mas ninguém atendeu aos telefonemas. O advogado do compositor Dogival Dantas foi procurado, mas não foi encontrado. A gravadora Som Livre e a Apple Computer não responderam até a publicação da reportagem.

Fim da dupla
Michel Teló, nos bastidores do São João de Minas (Foto: Maurício Vieira)No final de 2012, Bruno Camacho e Cuiabano desfizeram a dupla. Atualmente, cada um segue carreira solo e se apresentam em bares de Goiânia. "Depois disso, a dupla até tentou continuar, mas acabou terminando. Se não fosse isso, estavam juntos até hoje", acredita Yan Parada, produtor dos cantores e que atualmente trabalha com Bruno Camacho.
O advogado Thiago Felipe Oliveira diz que seus clientes querem ser ressarcidos por toda a quantia que os réus do processo lucraram através da música. "Se ganharmos a causa, o valor da indenização será apurado. Ainda não temos uma quantia exata, mas os números giram entre R$ 2 milhões e R$ 5 milhões", afirma.
Thiago garantiu ainda que tem como comprovar que a ex-dupla é realmente autora da canção mesmo não tendo registrado-a. Segundo ele, estão anexados ao processo itens como vídeos, clipes e discos que legitimariam a criação.
Por enquanto, nenhuma audiência do processo aconteceu ou foi marcada.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mandela já consegue ficar sentado por alguns minutos, diz filha

Retrato de Nelson Mandela feito pelo artista Phil Akashi (Foto: AFP PHOTO/Peter PARKS)A saúde do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela melhora a cada dia e ele agora é capaz de sentar-se por alguns minutos, informou sua filha mais nova à emissora estatal SABC.
Mandela, de 95 anos, está internado em um hospital de Pretória há dois meses para o tratamento de uma infecção pulmonar recorrente. O governo disse no mês passado que sua condição permanecia crítica, mas demonstrava melhora.
Zindzi Mandela disse à SABC na sexta-feira que seu pai estava ficando cada vez mais alerta.
"Ele está bem. Tata agora consegue sentar-se, agora ele se senta em uma cadeira por alguns minutos por dia, todos os dias você percebe que ele se torna mais alerta e receptivo. Tata está determinado a não ir a lugar nenhum tão cedo", disse ela, chamando-o pela palavra em Xhosa para pai.
"Ele simplesmente não tem a força de um homem, tem uma força que está além de qualquer coisa que possa ser explicada. Porque, mesmo agora com os desafios a sua saúde, ele de alguma forma consegue se recuperar enquanto todos assumem ser o fim."
A vitória de Mandela nas primeiras eleições multirraciais, em 1994, marcou o fim do regime de apartheid. Quatro anos antes, ele fora libertado depois de 27 anos de prisão sob o domínio da minoria branca, 18 deles na colônia penal da ilha de Robben.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após carta, Papa telefona para fiel que perdeu irmão em assalto na Itália


O Papa Francisco provocou surpresa nesta sexta-feira (9) ao telefonar a um homem para consolá-lo pela morte de seu irmão;
Michele Ferri havia escrito uma carta ao pontífice, cheia de mágoa por conta da morte de seu irmão Andrea, morto a tiros em 4 de junho na cidade italiana de Pesaro durante um assalto.
"Oi, Michele, é o Papa Francisco", teria dito o pontífice ao telefonar a Michele.
"Para a nossa família, foi um momento de grande esperança depois da tragédia vivida", disse Michele, segundo a agência Ansa.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

No AP, marido diz que perdoa esposa por ter envenenado a filha do casal

Enoli Lara Figueiredo, mãe do bebê de 7 meses (Foto: Reprodução/TV Amapá)
O motorista Ademilson Barros, 25 anos, disse ao G1 que perdoa a esposa, Enoli Lara Figueiredo, 23 anos, que confessou ter envenenado com chumbinho a filha do casal de apenas 7 meses: "Eu não tenho ódio. Se ela pedir perdão, com certeza vou perdoar porque acredito que em estado normal, ela não faria isso".
Na quinta-feira (8), em depoimento à polícia, Enoli Figueiredo confessou ter envenenado a filha de 7 meses com chumbinho, usado para matar ratos. A mãe alegou, segundo a titular da Delegacia de Crimes Contra Mulher (DCCM), Vilani Feitosa, que "vozes de espíritos" pediram para ela se matar junto com o bebê.
"Ela não estava normal. Não sei se foi problemas espirituais, mas vamos correr atrás de tratamentos para saber se realmente é algo psiquiátrico", acentuou Ademilson Barros.
Ainda muito abalado com o caso, o pai do bebê prefere não ter a imagem revelada. Ele destaca que até o momento não sentiu coragem de falar com a mãe da criança e nem vê-la. "Ainda não consigo. Não é raiva dela. Apenas receio", resumiu.


Enoli está na penitenciária feminina onde aguarda por julgamento. A mãe foi presa em flagrante e enquadrada por tentativa de homicídio. "Pessoas da família conversaram com a mãe. Ela chegou a se mostrar bastante arrependida", relatou.
O casal vive junto há 3 anos. Para o pai, a família era considerada tranquila pelo fato de nenhum dos dois terem algum tipo de vício com bebidas ou fumo.
"Nunca brigamos e nem chegamos a discutir de forma mais forte. Sempre fomos pessoas calmas e gostávamos de ser bem discretos, o que até surpreendeu algumas pessoas. Quando descobrimos que ela estava grávida, começamos a morar juntos e era só amor e carinho, tanto que a criança é forte e grande", descreveu o pai, a vida do casal.
Perguntado se pretende continuar com o casamento, ele não demonstrou vontade de mantê-lo. "Não tem condições. Ninguém me garante que ela não vai fazer isso novamente com o bebê e até comigo. Como vou conseguir dormir ao lado dela?", indagou o pai que está recebendo apoio de assistente social.
Os pais dividiam os cuidados com a criança. Quando um saía para trabalhar, o outro ficava responsável pelo bebê. Ademilson, que pretende pedir a guarda da criança comentou que pode permitir o contato da mãe com o bebê, mas de forma acompanhada: "Vou levar minha filha para visitá-la, mas vou acompanhar de perto poque ainda tenho receio".
Recuperação
A bebê de 7 meses foi encaminhada a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pediatria, na quinta-feira (8). Segundo o pai, que acompanha de perto o caso da filha, ela ainda permanece internada na UTI com ajuda de aparelhos com o quadro de saúde estável.
"Ela se mexeu e conseguiu me reconhecer. Isso foi uma vitória devido ao estado em que chegou ao hospital", comemorou Ademilson. Ainda sem previsão de alta, a criança vai completar 8 meses de vida na terça-feira (13).

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Atentados matam pelo menos 55 no Iraque

Guardas iraquianos vasculham o local de um dos ataques com carro-bomba, em Nasiriyah, a 375 km de Bagdá. Ataques ocorreram também em locais fora da capital (Foto: Reuters/Stringer)Uma série de ataques com carros-bomba, principalmente em áreas xiitas de Bagdá, matou 55 pessoas e feriu mais de 200 neste sábado (10) no Iraque, a maioria em Bagdá, disseram fontes médicas e da polícia.
Onze dos 15 carros-bomba explodiram em Bagdá e tinham como alvo mercados e ruas comerciais movimentadas, disseram as fontes.
Os bombardeios, que pareciam ser coordenados, foram semelhantes aos ataques da terça-feira em Bagdá, em que 50 foram mortos.
As explosões ocorreram em vários bairros da capital, tanto sunitas como xiitas, enquanto um dos carros-bomba explodiu em Tuz Khurmatu, a 175 km ao norte de Bagdá e outro em Nasiriya, a 300 km ao sul da capital.

Pessoas passam ao redor dos destroços de um carro-bomba em Nasiriyah após explosão (Foto: Reuters/Stringer)

Pelo menos 29 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas em Bagdá; em Tuz Khumartu, morreram nove pessoas, entre elas três policiais, e em Nasiriya, houve duas vítimas fatais, segundo fontes policiais e médicas.
Entre os alvos na capital iraquiana estão três mercados, dois cafés e um restaurante.
O mês do Ramadã foi particularmente sangrento no país com mais de 800 mortos, segundo balanço da AFP.
Os ataques se multiplicaram no Iraque desde o início do ano, com mais de 1.000 pessoas mortas em julho, o maior número mensal de mortes desde 2008, de acordo com a ONU.

Fumaça é vista no céu de Tuz Khormato, ao norte de Bagdá, no Iraque, após explosão (Foto: AP)

Homens se feriram no ataque em Nasiriyah, no Iraque (Foto: Reuters/Stringer)

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Exames de Lula estão normais, informam médicos do Sírio-Libanês


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) passou por exames na manhã deste sábado (10) no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo. O médico Roberto Kalil Filho, que integra a equipe que cuida da saúde de Lula, disse em entrevista coletiva que os resultados foram "normais" para câncer. "O presidente Lula se encontra em excelente estado geral [de saúde]", informou. Segundo ele, os exames foram de rotina e as próximas avaliações devem ocorrer apenas em 2014.
"A equipe médica não constatou nenhuma volta de doença", completou. Segundo Kalil Filho, a entrevista foi convocada a pedido do ex-presidente, para afastar boatos sobre o retorno do câncer. Os últimos exames haviam sido feitos em abril deste ano e não houve mudanças no quadro desde então, segundo os médicos.

Três exames foram realizados neste sábado, todos totalmente normais. Lula passou por exames clínicos laboratoriais, além das avaliações específicas: PET-CT, ressonância nuclear magnética e laringoscopia. "Em nenhum momento se adiantou a avaliação por boatos, mas acho que agora eles já estão enterrados", disse o médico.
Lula passará por exames de avaliação até o início de 2017, quando o término do tratamento completa cinco anos. Ainda assim, a expectativa é que a chance de retorno da doença é muito pequena, de acordo com a equipe médica. "Nós achamos que esse tumor não vai voltar. Nossa perspectiva é extremamente positiva", diz o médico Paulo Hoff.
Atualmente, o presidente não toma qualquer medicação para o câncer, apenas remédios para hipertensão leve e controle de colesterol. A voz de Lula não sofreu prejuízos devido ao tratamento. "O presidente Lula esta com a saúde perfeita", finalizou Kalil Filho. "Ele me disse: 'Kalil, estou extremamente aliviado'", relatou o médico.

Em julho, o ex-presidente aproveitou uma palestra na Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Bernardo do Campo, para negar a volta do câncer. "Tem muito boato de que eu estou com metástase. Eu fui visitar o Marcelo Déda, que é governador de Sergipe, que está com câncer e aí disseram que eu vou ao Hospital Sírio-Libanês de madrugada fazer tratamento e que eu estou indo escondido", disse.
Lula disse que jamais esconderia se a doença tivesse se manifestado novamente. "Graças a Deus não tenho mais câncer. Tenho que fazer meus exames rotineiros a cada quatro meses e isso vai durante cinco anos", afirmou. "Se eu tiver, serei o primeiro a falar para a imprensa."
Em outubro de 2012, Lula realizou uma bateria de exames no mesmo hospital e os resultados confirmaram a remissão completa do câncer na laringe. Exames realizados em março e julho de 2012 por Lula já tinham indicado a regressão total do tumor.
O tumor na laringe foi descoberto em outubro de 2011. Em seguida, teve início o tratamento, com sessões de quimioterapia e de radioterapia. A última fase do tratamento foi realizada em fevereiro de 2012. Lula foi considerado curado em março.
Os médicos que acompanham o ex-presidente disseram que Lula não visitou o senador José Sarney (PMDB-AP) ou o deputado José Genoino (PT) neste sábado (10), como já havia feito nesta semana. Os dois estão internados no hospital de São Paulo.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Sargento da Rota foi morto 10 horas antes que demais vítimas, dirá laudo


O sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, de 40 anos, foi assassinado dez horas antes que os outros parentes mortos na Brasilândia, na Zona Norte de São Paulo, segundo informou  o SPTV deste sábado (10), após relato de médicos legistas que trabalham no caso. A Polícia Civil suspeita que o filho do sargento, o adolescente Marcelo Pesseghini, de 13 anos, matou o pai, a mãe, a avó e a tia e na sequência se suicidou entre a noite de domingo (4) e a madrugada de segunda-feira (5).

A informação sobre quando o sargento foi morto é baseada na análise das manchas de sangue e constará no laudo do Instituto de Criminalística que será entregue à Polícia Civil. O laudo necroscópico das outras vítimas também deverá ser concluído na próxima semana. A Polícia Civil aguarda agora a análise do computador usado pelo adolescente e dos telefones celulares da família.
Esta semana, a polícia já havia informado que exames preliminares apontavam a sequência de mortes na residência da Rua Dom Sebastião. Primeiro teria morrido o pai do garoto, depois a mãe, a cabo Andréia Regina Bovo Pesseghini, de 36 anos, em seguida, a avó dele, Benedita de Oliveira Bovo, de 67 anos, e a tia-avó, Bernadete Oliveira da Silva, de 55 anos.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

CHACINA DE FAMÍLIA DE PMs; IMAGENS MOSTRAM COMO OS CORPOS FORAM ENCONTRADOS PELA POLÍCIA CIVIL

Imagens tiradas da casa onde a família de policiais militares foi encontrada morta, na Brasilândia, zona norte de São Paulo, mostram como os corpos foram encontrados.
Marcelo Eduardo Pesseghini, de 13 anos, filho do casal, é apontando como principal suspeito. Segundo a Polícia Civil, o menino foi encontrado com a arma na mão esquerda, sob o corpo. A investigação aponta que o jovem era canhoto e essa tese justificaria a arma estar em sua mão esquerda e o tiro ter sido disparado do lado esquerdo de sua cabeça, o que caracterizaria o suicídio do jovem após matar sua família.
A mãe, Andreia Bovo Pesseghini, cabo da Polícia Militar, foi a única vítima fora o menino apontado como suspeito — que não aparentava estar dormindo. Ela estava de joelhos, em posição de submissão, com os braços cruzados na frente da cabeça e parte do corpo no colchão. A mulher morreu com um tiro na cabeça.
O pai, o sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, foi encontrado de bruços, também com um tiro na cabeça, o mesmo aparentava estar dormindo na hora em que o crime ocorreu.




Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Polícia fecha desmanche de motos roubadas em Ceará-Mirim

A polícia conseguiu fechar um ponto que seria um desmanche de motos roubadas, na cidade de Ceará-Mirim. O flagrante foi feito após denúncias e um levantamento de informações nos últimos dias. Um homem identificado como Romilsson Lopes da Silva, de 27 anos, foi preso em flagrante.

De acordo com a polícia, o desmanche estava funcionando na rua Governador Dinarte Mariz, no loteamento Luiz Oleiro, na própria cidade de Ceará-Mirim. Lá, os policiais encontraram várias peças de motocicletas.

Tais peças, ainda segundo levantamento da polícia, eram vendidas na loja Romilson Moto Peças, no centro de Ceará-Mirim. Com a prisão do suspeito, ele teria confessado o esquema. As motos eram roubadas, principalmente na zona rural, e levadas para o desmanche.

A operação que resultou no fechamento do desmanche foi desencadeada por policiais militares da 3ª Companhia do 11º Batalhão, com apoio da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE).

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Jovem é detido portando ilegalmente uma arma de fogo em Mossoró

Policias da viatura de Radio Patrulha 1202, comandada pelos Sd's Élcio e Eduardo, prenderam na manhã de sábado 10 de Agosto de 2013, Camilo Pereira Alves de 19 anos de idade, mecânico de motocicletas, residente na rua Farias portando ilegalmente um revolver calibre 38 municiado.

Camilo, estava em companhia de outros dois indivíduos bebendo em um bar no loteamento Alameda dos Cajueiros, onde reside. Ele disse na delegacia de plantão para onde foi levado, que estava armado por que sofria ameaças e tinha medo de ser morto, mas não falou dos motivos das ameaças.

Na justiça tramita um processo, onde Camilo é acusado de participação na execução de “Francisco de Assis Souza Marinho”, de 38 anos de idade, funcionário dos Correios, morto dentro de um carro no dia 22 de dezembro de 2012. Segundo informações, Camilo é o principal acusado, mas aguarda a decisão da justiça em liberdade.

Os Agentes da delegacia de plantão estavam procurando a ficha de Camilo e como a arma é de porte legal, ele pode ser beneficiado com o pagamento de fiança e ser colocado em liberdade.




Reprodução Cidade News Itaú via O Câmera
Leia Mais ››

Mais dois suspeitos da morte de agente penitenciário são presos

A polícia conseguiu localizar dois dos suspeitos de participação na morte do agente Maxwell André Marcelino, que foi assassinado durante a tentativa de resgate de um preso, em Parnamirim. Na noite desta sexta-feira (9), a verdadeira mulher do preso Wilson Rodrigues de Medeiros Filho, identificada como Morgana Renata de Almeida Carvalho, de 33 anos, e um homem que estaria no carro usado pelo bando foram presos, identificado como Hytan Torquato Soares Maior. Morgana foi localizada em uma residência na avenida Lima e Silva. Inicialmente, uma adolescente de 16 anos tinha confessado que seria a namorada do preso a ser resgatado e que ela havia planejado tudo. No entanto, a polícia descobriu depois que a adolescente tinha apenas sido contratada e que a companheira do preso Wilson era outra. Com isso, passou-se a investigar o paradeiro dessa mulher e dos demais suspeitos. Além da companheira do preso, a polícia prendeu um homem que teria participado diretamente da tentativa de resgate que resultou na morte do agente penitenciário. O carro usado por eles, um Fiat Pálio, de placas NNT-3959, havia sido recuperado na quinta-feira (8). Agora, três pessoas já estão presas por suspeita de participação na morte do agente Maxwell. A polícia acredita que pelo menos mais dois homens tiveram participação direta na tentativa de resgate.

Reprodução Cidade News Itaú via Portal BO
Leia Mais ››

Agricultor mata irmão com 10 golpes de faca peixeira em Pedras de Fogo

PolicialO corpo de um homem foi encontrado nesta sexta-feira (9) com várias perfurações de faca peixeira, no município de Pedras de Fogo, região da Mata Paraibana. O principal suspeito para a polícia é o próprio irmão.

Antônio Paulino da Silva, 44 anos, foi encontrado com mais de dez golpes de faca peixeira, numa plantação de macaxeira que fica localizada na zona rural da cidade.

Policiais informaram que a vítima era alcoólatra e sempre batia em sua mãe, por isso, o irmão se revoltou com a situação e teria matado-o com golpes de facão.

O corpo da vítima foi levado para o Gemol de João Pessoa e até agora a polícia não localizou o acusado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após flagrante, homem apanha de populares é preso por PM e confessa estupro

José Adriano
O pedreiro José Adriano, de 28 anos, foi preso na noite da quinta-feira (8), após confessar ter estuprado uma mulher no bairro de Tibiri, localizado em Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa.  

José Adriano invadiu a casa da vítima e a teria surpreendido com uma ‘gravata’. Para aplicar o golpe, o acusado utilizou um pedaço de corda. O crime causou revolta entre os vizinhos da vítima, que espancaram José Adriano. Após as agressões,  ele foi encaminhado pela Polícia Militar para o Hospital de Emergência e Trauma da Capital. Segundo a delegada da Delegacia da Mulher de Santa Rita, Maria Rodrigues, após a execução de alguns exames, o acusado será levado para a Penitenciária Padrão da cidade.  

Em seu depoimento à Polícia, José Adriano confessou o estupro e disse que essa foi a primeira vez que cometeu a violência sexual. Ele afirmou ainda estar arrependido do que fez.

O repórter da TV Correio, Marcos Antônio, conversou com José Adriano e com a delegada responsável pelo caso. Assista a reportagem:

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

UFRN abre processo seletivo para vagas residuais de graduação


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abriu processo seletivo para a ocupação de vagas residuais da instituição. Estão sendo oferecidas 391 vagas, distribuídas entre as unidades de Natal, Caicó, Currais Novos, Santa Cruz e Macaíba.

Poderão participar do processo seletivo os estudantes com vínculo ativo em curso de graduação de qualquer instituição nacional de ensino superior que seja reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), além de portadores de diploma de conclusão de graduação reconhecida pelo MEC.

Também podem participar do processo ex-alunos da UFRN que tiveram o programa cancelado por abandono de curso ou por decurso de prazo máximo entre o primeiro semestre letivo de 2009 e o segundo de 2012, para mesmo curso, cidade, modalidade e habilitação.

Cada candidato terá direito apenas uma inscrição, que deve ser realizada de 21 de agosto a 9 de setembro pelo site do Núcleo de Permanente de Concurso (Comperve) neste link.  A taxa de inscrição é de R$ 30 e o candidato deve preencher o formulário de inscrição e possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF) e documento de identificação com foto.

A divulgação dos locais de realização das provas estará disponível na página da Comperve no dia 25 de setembro. Já a aplicação dos exames ocorre em 29 de setembro, simultaneamente em Natal, Caicó, Currais Novos e Santa Cruz.

O processo seletivo é composto por uma prova objetiva sobre Português e Matemática, além de uma redação e uma prova de títulos. Para conferir a lista dos cursos disponíveis, baixe aqui o edital do processo seletivo.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Anvisa proíbe uso de Água Rabelo em todo o Brasil

Água RabeloUma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada no Diário Oficial da União, no último dia 2, está proibindo a distribuição, comercialização e uso de todos os lotes do fitoterápico Água Rabelo, fabricados desde 2011 pelo Laboratório Rabelo, sediado em Cabedelo.

A decisão se deu depois que uma inspeção, realizada em abril deste ano, constatou que a fórmula dos produtos estava diferente daquela registrada na Anvisa. Para o órgão, que cita o artigo 7º da Lei 6.360/1976, isso representa risco de efeitos nocivos à saúde humana, classificando a ação como de interesse sanitário. A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) disse estar emitindo alertas sanitários aos órgãos municipais, para fiscalizar se a determinação está sendo cumprida.

A resolução – de nº 2.736, de 31 de julho de 2013 – vale para todo o território nacional e determina ainda o recolhimento do estoque de Água Rabelo existente no mercado. A inspeção contou com a análise inicial de documentos referentes a três lotes, que já apresentavam incongruência com o registro, e por uma avaliação do produto pela Coordenação de Fitoterápicos e Dinamizados da Anvisa, que igualmente confirmou a alteração. 

O diretor-geral da Agevisa-PB, Jailson Vilberto de Sousa e Silva, explicou que a própria empresa é responsável de retirar os produtos do mercado e, caso desobedeça, está sujeito a punições, que variam desde uma advertência e outras sanções administrativas até uma multa. “Estamos emitindo, desde o dia da publicação da Anvisa, alertas sanitários para todas as vigilâncias sanitárias dos municípios, divulgando a resolução. Vamos continuar com as fiscalizações de rotina”, afirmou. 

Laboratório promete volta ao mercado

O diretor comercial do Laboratório Rabelo, Werner Braun, explicou que, há cerca de 60 dias, a empresa recebeu a visita da Anvisa e foi informada de que precisaria adequar algumas documentações, em função do tempo do produto. “Na realidade, produtos antigos têm que se adequar à nova legislação da Anvisa, e foi esse o ponto. Eles pediram que fosse feita uma espécie de atualização, porque existe uma mutação na própria planta. Uma aroeira ou um eucalipto, por exemplo, elas sofrem mutação para novas espécies. É justamente essa adequação que estamos fazendo, de caráter documental”, disse, informando que já não há mais produtos no mercado.

Werner garantiu também que o Laboratório Rabelo vai entregar, até o dia 20 deste mês, a documentação necessária, para que a Água Rabelo seja inspecionada novamente e volte ao mercado a partir do dia 10 de setembro. O diretor assegurou, por fim, que os consumidores não devem temer, porque, segundo ele, o recolhimento determinado pela Anvisa é estritamente documental. “É importante saber que existem três níveis de recolhimento. O nível 1 e 2 é porque o produto está com inconformidade para o consumidor. O nível 3, que é o nosso, não tem nenhuma inconformidade, é apenas documental. A Água Rabelo não oferece risco à saúde”, enfatizou. O laboratório disponibiliza um telefone para dúvidas: 0800 281 3737.

Para que serve?

A Água Rabelo é um medicamento fitoterápico composto, que apresenta como componentes plantas medicinais como a aroeira, a hortelã e o eucalipto. Por isso, segundo o laboratório que a fabrica, o medicamento é indicado para inúmeros fins, entre eles os de uso externo ou tópico - cortes, ferimentos, contusões, queimaduras, hemorróidas, aftas, doenças de pele, picadas de insetos, acne, limpeza de pele, higiene da boca, nariz e garganta, gengivite, amidalite, faringite, irritação da pele após barbear, inflamações uterinas -e de uso interno ou oral - gases estomacais e intestinais, acidez estomacal, enjôo, má digestão e cólicas intestinais.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Após assalto em JP, bandidos se desentendem e trocam tiros; um morreu e outro está em estado grave

Vítima que morreu durante o confronto no São JoséUma dupla de assaltantes se desentendeu no momento que estava dividindo produtos fruto de roubo. O caso foi registrado na tarde desta sexta-feira (9), no bairro São José em João Pessoa e terminou com os colegas trocando tiros entre si. Após o tiroteio um morreu e outro ficou ferido.
De acordo com os policiais da Unidade de Polícia Solidária (UPS) do bairro São José, o homem que morreu durante o confronto estava sem identificação. Já o que saiu ferido foi identificado como Gilson Coelho de Medeiros Filho, 28 anos, que tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Vítima ferida durante o confronto no São JoséGilson foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na Capital, em estado grave. Ele foi atingido com seis tiros pelo comparsa.

Os dois haviam roubado um veículo modelo Pálio Cinza que acabou sendo recuperado pelos policiais da UPS.O homicídio aconteceu nas escadarias do bairro São José, por volta das 14h30.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Operação Águias do Sertão prende 20 pessoas em Sousa

Os Indivíduos foram encaminhados com o material apreendido à Delegacia de SousaPoliciais do GTE - Grupo Tático Especial, da cidade de Sousa, realizaram, nesta sexta-feira (9), mais três operações de combate ao crime na região. As operações denominadas de Águias do Sertão, Combate ao Crime de Drogas e Casa Segura levaram para a cadeia acusados de homicídios, tentativas de homicídios, tráfico, assalto e furtos. Vinte pessoas já foram presas.
Entre os presos estão Marconi Pereira dos Santos (36), José Amâncio Sousa (20) e Samuel Nildo de Sousa (18). Os três são traficantes e já estavam sendo monitorados pela Policia Civil acusados de comercializar cerca de 200 pedras de crack por dia no conjunto Frei Damião no município de Sousa. Com o trio, a Policia apreendeu 103 pedras de crack, maconha e um revólver calibre 38. 

As operações foram coordenadas pelo delegado Sylvio Rabelo, que destacou a importância de operações como esta para combater o crime “As prisões geram sentimento de justiça na sociedade causando impacto positivo, principalmente para as famílias que sofrem com as ações destes criminosos”, afirmou. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

STF decidirá na quarta-feira se é possível novo julgamento do mensalão

O Supremo Tribunal Federal (STF) volta a analisar na quarta-feira (14) a Ação Penal 470, o processo do mensalão, e o primeiro item da pauta é a possibilidade de novo julgamento por meio do recurso conhecido como embargo infringente. Três réus abordaram o assunto: o publicitário Cristiano Paz, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-deputado federal Pedro Corrêa.

A Corte terá que decidir se os embargos infringentes são cabíveis, pois há divergências teóricas sobre o assunto. Embora esse tipo de recurso esteja previsto no Regimento Interno do STF, uma lei editada em 1990 sobre o funcionamento de tribunais superiores não faz menção ao uso da ferramenta na área penal. Para alguns ministros, isso significa que os embargos infringentes foram revogados.

Os embargos infringentes previstos no regimento interno permitem novo julgamento quando há pelo menos quatro votos pela absolvição. A situação atende a pelo menos 11 réus: João Paulo Cunha, João Cláudio Genú e Breno Fischberg (lavagem de dinheiro); José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares, Marcos Valério, Kátia Rabello, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz e José Salgado (formação de quadrilha).

O presidente do STF e relator do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, negou individualmente a possibilidade de admissão dos embargos infringentes, classificando a tentativa de discutir o assunto de “absurda”. Segundo ele, a Corte já analisou todos os argumentos trazidos pela defesa e os advogados tentam apenas “eternizar” o processo. Inconformados, os réus entraram com novo recurso para que a palavra final seja do plenário.

Em meio à discussão sobre os embargos infringentes, o advogado de Pedro Corrêa lançou uma tese ainda mais ampla. Ele quer que o STF aceite fazer novo julgamento se houver pelo menos um voto pela absolvição. A questão também será analisada na quarta-feira.

Se os ministros admitirem os embargos infringentes, a discussão sobre o mérito ficará para depois. Antes disso, a Corte terá que analisar os 26 embargos declaratórios, primeiro tipo de recurso cabível, que questiona omissões e contradições no julgamento. O primeiro embargo declaratório listado na pauta é do advogado Rogério Tolentino, ligado ao publicitário Marcos Valério.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Dois irmãos e um primo foram mortos a tiros na zona rural de Brejo Santo-CE

Um triplo homicídio foi registrado por volta das 16 horas desta sexta-feira na zona rural de Brejo Santo durante intenso tiroteio. Os irmãos agricultores Leonardo Araújo Sousa, de 24, e José de Araújo Souza, de 36 anos, tombaram mortos a exemplo do também agricultor e primo Marcelo de Jesus Ribeiro, de 27 anos. Todos residiam no Sítio Baraúnas e outro primo identificado apenas por Eronildo saiu baleado no braço.

Os crimes aconteceram na estrada que dá acesso ao Sítio Poço do Pau já próximo ao açude Atalho a uma distância média de 25 Km para o centro de Brejo Santo. A polícia está convencida de que o triplo homicídio foi resultante de um conflito entre as famílias Firmino e Martins. Há cerca de um ano nove armas foram apreendidas na localidade denominada Canabravinha em poder de um membro da primeira família.


Supostamente, surgiu a idéia entre eles de que a delação tivesse sido feita à polícia por alguém ligado aos Martins. Como resposta, veio o assassinato do agropecuarista Antonio Martins Cardoso, de 59 anos, no dia 18 de julho. O corpo dele foi encontrado crivado de balas na estrada do Sítio Poço do Pau, onde residia. A morte dos três parentes nesta sexta-feira tem todas as características de vingança a este crime anterior.


Ontem à tarde a polícia diligenciou em vasta área da zona rural de Brejo Santo em operação coordenada pelo Capitão L. Rodrigues na tentativa de localizar os assassinos o que não aconteceu. De acordo com o comandante da companhia daquele município. Os acusados trafegavam em um veículo tipo sedan de cor prata, enquanto as vítimas estavam em duas motocicletas. Ainda na noite de ontem, o jovem baleado foi ouvido na Delegacia de Brejo Santo quando narrou os fatos relacionados com o triplo homicídio.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Subcomandante da Guarda Civil e mulher são encontrados mortos no interior de SP

O subcomandante da Guarda Civil Municipal (GCM) da cidade paulista de Mairinque, Laércio de Souza Lanes, e sua mulher, Lindalva Prado Lanes, foram encontrados mortos a tiros na noite desta sexta-feira, na própria casa. O filho do casal, de 10 anos, também foi baleado e está em estado grave. As informações são do Jornal da Globo.

Mairinque fica na região de Sorocaba, a cerca de 65 quilômetros da capital. Os dois carros da família que estavam na casa foram levados. Um dos veículos capotou nas proximidades da residência e o outro foi incendiado em um bairro próximo. Ninguém foi preso até o momento.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Servidores do ITEP paralisam atividades no RN a partir de 2ª

A greve dos agentes e escrivães da Polícia Civil do RN (Judiciária) entrará na sua segunda semana com um reforço importante: dos servidores do ITEP (Polícia Técnica), que paralisarão suas atividades também por tempo indeterminado. Desta maneira, o sindicato representante das categorias, o SINPOL/RN, agenda assembléia conjunta às 8h da segunda-feira (12), quando deverão deliberar sobre mobilizações.

Com relação aos servidores do ITEP, estes não possuem sinalização de avanço ao anteprojeto que criará a Lei Orgânica e Estatuto do órgão, que lutam desde 2009. Após passar e voltar de diversas instâncias governamentais, a matéria está na Secretaria de Administração, sem previsão de seguir para o Gabinete Civil e finalmente para a Assembleia Legislativa, para votação pelos deputados (o SINPOL tentou dialogar sobre a pauta, sem avanço também com os representantes do Estado).

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

MP se pronuncia em 15 dias sobre nomeação de concursados da PM/RN

Numa reunião inédita, representantes do Executivo, Judiciário, Legislativo, Ministério Público e membros da comissão dos concursados da Polícia Militar do RN discutiram a situação do processo que trata da validade da convocação dos 824 aprovados. Na manhã desta sexta-feira, as partes interessadas se encontraram na Assembleia Legislativa na busca de uma saída para o impasse. Na ocasião, o representante do Tribunal de Justiça, o juiz Jarbas Bezerra afirmou que o Judiciário irá homologar qualquer acordo feito, desde que esteja dentro da legalidade.

O caso está, agora, sob a avaliação do Ministério Público e, segundo o procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, dentro de 15 dias os concursados terão uma resposta. Isto porque o órgão ajuizou uma ação civil pública que foi julgada pelo Juízo da Fazenda Pública da Comarca de Natal, sendo definido o término do prazo de validade do concurso com sendo em 10/01/2011. “Assim como todos que estão aqui, nós do Ministério Público também queremos a convocação dos concursados da PM. Também estamos sendo prejudicados pela falta de segurança. Mas não podemos agir de forma inconstitucional. Vamos fazer tudo que for possível para solucionar essa situação”, declarou o procurador.

A representante da Procuradoria Geral do Estado, Magna Letícia informou que o processo sobre a legalidade do concurso retornará à primeira instância e o Governo só poderá tomar alguma decisão depois de um posicionamento do Ministério Público. “O Estado tem todo interesse de convocar, mas existe uma questão legal a ser discutida. O Governo está com as mãos atadas e estamos aqui para buscar uma saída”, declarou. O comandante da Polícia Militar do RN, coronel Francisco Araújo também participou da reunião e concordou a procuradora Magna Letícia.

O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Motta (PMN) agradeceu a presença de todos, reafirmou a posição da Casa sobre o assunto, colocando-se a disposição para dialogar com as partes interessadas. “Nosso objetivo é fazer com que essa situação seja resolvida. Falo isso em nome dos 24 deputados desta Casa, pois todos temos interesse na convocação dos policiais militares”, declarou.

Além de Ricardo Motta, estavam presentes na reunião os deputados Getúlio Rêgo (DEM), Fernando Mineiro (PT), George Soares (PR), Hermano Moraes (PMDB), Raimundo Fernandes (PMN), Márcia Maia (PSB) e Leonardo Nogueira (DEM).

PROPOSTA

Durante a reunião, a comissão dos concursados da Polícia Militar apresentou uma proposta de viabilidade econômica para a realização do curso de formação dos soldados. Em virtude da crise econômica enfrentada pelo Estado, os aprovados no concurso sugeriram abrir mão da bolsa-formação, auxílio que eles devem receber durante o curso preparatório para ingressar na PM. A ideia dos concursados é que esse pagamento seja feito depois da formação, em 18 meses.

Além disso, a proposta apresentada sugere que o curso seja ministrado por instrutores da corporação da PM, como forma de evitar contratações externas. Os concursados também abrem mão da alimentação, tendo em vista que o curso acontece em dois turnos.  

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Desembargadores Oswaldo Cruz e Rafael Godeiro serão julgados no Rio Grande do Norte

O Superior Tribunal de Justiça decidiu nesta sexta que os desembargadores Rafael Godeiro e Oswaldo Cruz, punidos pelo Conselho Nacional de Justiça no último mês de julho a aposentadoria compulsória, serão julgados no Rio Grande do Norte. Ambos são acusados de envolvimento em um esquema no Tribunal de Justiça do estado que desviou R$ 14,1 milhões destinados ao pagamento de precatórios. Advogado avisou que irá recorrer ao STF.

A decisão de hoje foi proferida pelo MInistro Napoleão Gomes Maia. O ministro alegou que como Oswaldo Cruz e Rafael Godeiro foram punidos com aposentadoria compulsória já não têm mais prerrogativas para serem julgados no STJ, pois se tornaram réus comuns, sem direito a foro privilegiado. Com isso, os dois serão julgados pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Ao serem julgados pelo CNJ, Rafael Godeiro já havia se aposentado compulsoriamente por ter completado 70 anos. Apesar disso, o conselheiro Jorge Hélio pediu a condenação do desembargador por haver outras consequências decorrentes da punição na esfera administrativo-disciplinar, como o impedimento ao exercício da advocacia ou a incapacidade de ocupar cargo em comissão no Judiciário.

Godeiro e Cruz são acusados de peculato, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e ocultação de bens. A justiça já condenou pelo escândalo a ex-chefe da Divisão de Precatórios do TJRN, Carla Ubarana, e o marido dela, George Leal, condenados por participarem do esquema fraudulento investigado pela Operação Judas em 2012. Carla Ubarana foi condenada a 10 anos, 4 meses e 13 dias, mais 386 dias-multa em regime fechado. George Leal pegou pena de 6 anos, 4 meses e 20 dias, mais 222 dias-multa em regime semiaberto. Os dois foram condenados por peculato. Ambos conseguiram habeas corpus.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Jovem foi assassinado a tiros na tarde desta sexta-feira na cidade de São Bento/PB


Por volta das 15:00 hs desta sexta-feira 09-08, um crime de homicídio foi registrado pela polícia militar, mais precisamente no bairro São Bentinho, na cidade de São Bento.

A vítima identificada pelo nome de Cesimar Clementino da Silva, 39 anos, solteiro, desocupado, residente na Rua projetada, sn no bairro São Bentinho, conhecido popularmente como "Padeiro", foi assassinado com vários tiros nas dependências do Bar de Titico, naquele bairro, que fica localizado às margens da PB-293, saída para cidade de Brejo do Cruz-PB.

Segundo informações de populares a nossa reportagem "Padeiro", estava sentado quando foi surpreendido por um desconhecido em uma moto não identificada, efetuou vários disparos contra o mesmo que veio a óbito no local do crime.

A polícia até o momento não tem pistas do assassino, que fugiu logo após o crime tomando rumo ignorado. A policia militar e a polícia Civil esteve no local do crime isolando a área. A polícia não soube informar os motivos do crime, A polícia militar já se encontra fazendo ronda nas localidades próximas. O GEMOL de Catolé do Rocha, fez a remoção do corpo para o IML de Patos, para ser necropsiado e em seguida liberado para família fazer o sepultamento.

Reprodução Cidade News Itaú via São Bento Agora/Eduardo Dantas
Leia Mais ››

Município do RN atentos:Embratur quer investir em festas juninas


A Embratur vai investir para divulgar as festas juninas brasileiras no exterior. Distribuirá R$ 3 milhões para Estados e Municípios divulgarem peças publicitárias de seus arraias em países da América Latina, América do Norte e Europa.

O edital está lançado. A notícia é bem interessante para alguns municípios do Rio Grande do Norte que realizam eventos na data momesca.

Reprodução Cidade News Itaú via Robson Pires
Leia Mais ››

Vasco oficializa contratação de Cris

Vasco oficializa contratação de Cris (© vasco.com.br)Com os cofres revigorados depois de acertar com dois patrocinadores, o Vasco segue se reforçando para o Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, depois de mais de uma semana de especulações, o clube carioca confirmou a contratação do zagueiro Cris, que estava sem espaço no Grêmio.

Aos 36 anos, o defensor revelado pelo Corinthians vai reencontrar o meia Juninho Pernambucano, com quem dividiu a melhor fase da carreira. Os dois defenderam juntos o Lyon entre 2004 e 2009. O zagueiro ainda seguiu no clube francês por mais duas temporadas, até 2012.

"Tenho conversado bastante com Juninho. Ele foi uma pessoa que me motivou muito para vir ao Vasco e me falou muito bem do grupo", afirmou.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››