RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, setembro 16, 2013

Cobertura Fotográfica: FESTA DE N. Sra. das DORES em ITAÚ-RN (Missa de Encerramento da Noite - Domingo 15/09/2013)

Leia Mais ››

Prefeito Ciro Bezerra recebe Governadora Rosalba Ciarlini na Festa de Nossa Senhora das Dores

O Prefeito de Itaú-RN, Ciro Bezerra (DEM), acompanhado da primeira-dama, Jaíra Martines e lideranças Política Municipal recebeu a Governadora do Estado Rosalba Ciarlini (DEM) no município na tarde deste domingo (15).

As lideranças aguardavam a chegada da governadora e sua comitiva para participar da Procissão de Nossa Senhora das Dores, padroeira do município.

A governadora, o Prefeito e toda comitiva percorreram junta a mãe das dores as ruas da cidade de Itaú-RN, obedecendo o percurso ao qual foi designado pela comissão da festa.

Ciro permaneceu em todo o evento, despedindo-se de Rosalba quando passavam pela BR 405.













Fonte: Assessoria de Comunicação da PMI
Leia Mais ››

Estelionatário é preso na Zona Rural de Itaú-RN

No início da noite de quinta-feira (12), por volta das 18:00, um agricultor que não quis ter o nome revelado, morador do Sítio São Paulo, Zona Rural de Itaú, informou a policia que dois elementos chegaram a residência em um Fiat uno de cor verde, dizendo que queria comprar seu carro, um Fiat Siena de cor branca e KGX-8646, a vítima com interesse de vender, os recebeu e começarão a negociar, foi quando os elementos pediram para dar uma volta no carro e não voltaram mais, deixando pra traz o Fiat uno. Já na manhã de hoje, a vítima em sua residência percebeu a chegada de um dos elementos que tinha voltado para levar o Fiat uno deixado pelos mesmos, foi ai que a vítima juntamente com populares reagiram e seguraram o mesmo e chamaram a policia. Logo o GTO de Apodi comandado pelo Cap. Brilhante, foi até o Sítio informado e fizeram a prisão da pessoa de Francisco Cladson da Rocha, 20 anos, morador do Sítio Criolos, Zona Rural de Pereiro-CE. Ao ser indagado sobre o paradeiro do carro da vítima, o mesmo informou que estava com seu parceiro. O acusado foi conduzido para a delegacia de policia civil de Apodi onde foi enquadrado no crime de estelionato.

Reproduçlão Cidade News Itaú via Sentinelas do Apodi
Leia Mais ››

Carro derrapa em britas espalhadas na RN 117 em Caraúbas e bate violentamente em poste

Na tarde desta segunda-feira (16), por volta das 15hs aconteceu um acidente automobilístico na RN 117 em Caraúbas/RN, no contorno próximo ao pórtico da entra da cidade.
De acordo com o motorista Roberto que vinha da capital do estado (Natal/RN), em um Corola de cor preta, Placa MYN 5192 - Natal/RN para Caraúbas ao chegar no contorno um homem avisou sobre a quantidade de brita na RN 117, no entanto ele entendeu que a entra para a cidade era pela mão oposta e quando tentou passar para o outro lado derrapou em uma grande quantidade de britas espalhadas na pista, invadiu o canteiro central do contorno e bateu violentamente no poste.
No veículo havia mais dois passageiros e felizmente todos saíram ilesos do acidente. A polícia militar esteve no local e neste momento estão aguardando o guincho para a retirado do veículo. Os passageiros vinha de sinto de segurança e provavelmente evitou algo mais grave.



Reprodução Cidade News Itaú via Icém Caraúbas
Leia Mais ››

Quixeré / CE: homem mata o irmão com golpes de chibanca.

http://3.bp.blogspot.com/-GfiJED8igz0/UjXQZJPdZ6I/AAAAAAAAAag/8V1cc1tOVdY/s320/SAM_0937.JPGNa manhã de sábado (14/09/2013), por volta das 09h30min na localidade de Barreiras, zona rural de Quixeré / CE, foi vítima de homicídio a golpes de chibanca, a pessoa de Antônio José Carneiro de 50 anos, natural de Quixeré.

A vitima era filho de Antônio Lazaro Carneiro e Olinda Maria Carneiro. O suspeito de ser o autor do crime, é a pessoa conhecida como "Bosco",  irmão da vitima. O  mesmo já foi detido pela policia.

Reprodução Cidade News Itaú via Alto Santo é Notícia
Leia Mais ››

Morre ex-vereadora do município de Grossos

Na madrugada desta segunda- feira, 16, faleceu a ex-vereadora do município de Grossos, Glarissa Louise de Mendonça Ferreira e Silva, 33 anos, que estava internada no Centro de Oncologia do Hospital da Solidariedade em Mossoró desde o domingo, 15.

Filha do ex-prefeito Antônio Railton da Silva, Glarissa foi vereadora por dois mandatos. O velório aconteceu na residência do seu pai em Grossos e o sepultamento aconteceu no Cemitério Municipal São Sebastião.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mototaxista é assassinado a tiros na zona rural de São Bento

Um homicídio foi registrado no final da manhã dessa segunda-feira(16-09), na zona rural de São Bento. Populares que trafegavam pela estrada do sítio Várzea Grande, se depararam com o corpo de um homem morto a tiros. A vítima, identificado  como João Ferreira dos Santos, 64 anos, morador do bairro São Bentinho nesta cidade, João era mototaxista, e no momento do crime, o mesmo pilotava uma moto fan de cor preta, com placa da cidade de Caicó-RN.

A Policia Militar da cidade de São Bento foi acionada e compareceu no local do crime para registrar o fato. O IML removeu o corpo da vítima até a cidade de Patos, para exame cadavérico.

Com mais este assassinato, já são 17 mortes, em 2013, no município de São Bento.

Reprodução Cidade News Itaú via É Sertão
Leia Mais ››

Empresa potiguar é condenada a pagar R$ 5,2 milhões por demissão em massa

ZEU PALMEIRA SOBRINHOA empresa Potengi Indústria e Comércio de Castanha de Caju Ltda, com sede no município de São Paulo do Potengi, distante 77 km de Natal, foi condenada pela Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte a pagar cerca de R$ 5,2 milhões de verbas rescisórias.

A decisão é do juiz Zéu Palmeira Sobrinho, titular da 10ª Vara do Trabalho de Natal, que julgou procedente uma ação ajuizada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação, Óleos Vegetais, Animais, Torrefação e Moagem de Café, Doces, Conservas e seus derivados no estado do RN (Sintidarn) contra a empresa.

Na ação trabalhista, o Sintidarn alegou que, em julho de 2013, a Potengi, juntamente com a sua sócia majoritária, a Iracema Indústria e Comércio de Castanha de Caju, ajuizaram pedido de Recuperação Judicial perante a 2ª Vara de Recuperação de Empresas e Falências da Comarca de Fortaleza/CE. O pedido baseava-se na necessidade de manutenção do funcionamento da empresa, em virtude de sua função social de valorização do trabalho.

Reprodução Cidade News Itaú via Robson Pires
Leia Mais ››

Garibaldi chora na reunião do PMDB e pede aos correligionários: “Dessa vez, esqueçam meu nome”

Ao lado dos principais nomes do partido no Estado, ministro Garibaldi Alves Filho reafirmou que não será candidato. Foto: José AldenirO ministro da Previdência, Garibaldi Filho, disse hoje que nunca recusou uma convocação do PMDB, mas que, para as eleições de 2014, esqueçam o nome dele. “Eu nunca deixei de recusar uma convocação do PMDB. Mas eu pediria uma coisa a vocês. Não estou numa arena romana, mas pediria uma coisa a vocês: dessa vez, esqueçam do meu nome (com voz embargada e visivelmente emocionado)”, disse o ministro, após ouvir vários pronunciamentos de correligionários solicitando que ele seja o candidato do PMDB a governador em 2014.

Garibaldi disse que não é hora de o PMDB sair para as ruas com um nome empunhando uma bandeira com vistas ao governo em 2014. Segundo ele, o partido deve apresentar candidato próprio, mas não deve prescindir dos demais partidos da oposição.
“Nós temos que refletir e ver que o PMDB pode, como deve, como está sendo pedido, ter um candidato próprio ao governo do RN. Mas esse candidato terá que ter o apoio de outros partidos. Outros partidos que têm outros nomes, e nós temos que respeitar a decisão dos outros. Nós temos que ir ao encontro deles, temos que vestir as sandálias da humildade, porque, sozinhos, não ganharemos a eleição”, disse o ministro.

O ministro disse que se coloca à disposição para dialogar com os partidos de oposição. “Eu sou o primeiro que me ofereço para ir ao encontro dos outros partidos, sem levar em meu alforge nenhum ressentimento, nenhuma mágoa. Eu não falo em nome do ressentimento, nem do ódio, porque isso já passou pela política do RN”, disse o ministro.

Segundo o ministro, a eleição que virá será apertada. “Se a oposição se mantiver unida, será uma eleição para valer, com larga maioria de votos. Portanto, estou para somar”, declarou. Garibaldi disse que o PMDB se dividiu, mas isso não acontecerá mais. “Agora, com PMDB unido e a página virada, há de se pensar no futuro. O passado ficou para trás. Nós precisamos pensar no futuro, não no do PMDB, nós precisamos pensar no futuro do RN”, disse o ministro.

Garibaldi disse ainda que o RN foi penalizado. “Estão aí os problemas, se não são maiores, poderia se creditar ao esforço, hoje não reconhecido, mas haverá de ser reconhecido, que foi o trabalho de Luiz Eduardo à frente da SETHAS, de Júnior Teixeira, na Agricultura. Ambos deixaram uma marca do PMDB neste governo”, disse.

Antes do ministro, falou o presidente de honra do PMDB, Geraldo Melo. Segundo ele o PMDB começou a construir sua volta ao poder. “O PMDB tem uma responsabilidade muito grande com o futuro do RN”. O deputado Walter Alves disse que o PMDB tinha dois nomes: Henrique e Garibaldi. “Nós temos aqui dois nomes naturais: o senador Garibaldi e o deputado Henrique Alves”, disse. “Quais os projetos para saúde, e para a educação. Pensar na segurança pública e no desenvolvimento do Estado”, afirmou.

O deputado falou ainda sobre a necessidade de projetos para o aeroporto, que está sem acessos, para o porto. “Temos que pensar em um projeto para o RN. A força do PMDB são Garibaldi e Henrique, pelos serviços prestados pelo PMDB. Programa de adutora, programa do Leite e Centrais do Cidadão, feitos pelo governo do PMDB. PIB era acima da média. Governo tinha vez, voz e força, e se respeitava o governador. Quero estar na Assembleia se vocês quiserem no próximo ano para defender e lutar pelo governo do PMDB. Somos vencedores e, se Deus quiser, seremos governo em 2015″

O presidente da FEMURN, prefeito de Lajes Benes Leocádio, defendeu que o PMDB encabece a chapa majoritária. “Precisamos ser cabeça de chapa. Para fazer esse Estado viver a história de um grande partido”, discursou. “Espero que saiamos daqui com consenso, decisão e posição”. O vereador Antonio Batista, de Parnamirim: “Garibaldi é indiscutível. Walter pode chegar para ficar. Mas imagine Dr. Aluízio no céu e Henrique governador?”

Gleydson Batalha, do PMDB Jovem: “Caminho do PMDB, após rompimento com Rosalba, é a candidatura própria, para tirar o RN desse caos”. Vereadora Izabel Montenegro, de Mossoró: “O PMDB precisa do seu nome. Santa Luzia também quer Garibaldi governador”. “Se Deus quiser, haveremos de estar em 2014, à frente desse projeto, se assim o povo nos convoca. O PMDB nunca foi de fugir à luta.

O deputado Nélter Queiroz (PMDB) disse não conhecer um prefeito do PMDB eleito com apoio exclusivo do DEM. “Pelo contrário, o PMDB foi decisivo para eleição de Rosalba em 2006, em 2010 para o governo, eleita com o PMDB dividido. E agora, em 2012, o PMDB salvou a prefeita de Mossoró do DEM, Santana do Matos e Cerro Corá do mesmo jeito”.

Segundo Nélter, Rosalba disse que o PMDB deixou o governo na pior situação. “Quantos vezes Henrique e Garibaldi trouxeram recursos, queriam o conselho, e ela não quis? Rosalba e o DEM contaminaram o PMDB e temos que descontaminar o PMDB. Se não vamos para o fundo do poço, se não nos descolarmos do DEM no RN”.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Rosalba declara que ficou extremamente decepcionada: “O PMDB me deixou na hora mais difícil”

Em entrevista concedida durante visita a região do Alto Oeste, governadora criticou a decisão tomada pelos antigos aliados do PMDB e disse ter ficado “decepcionada”. Foto: ArquivoDemorou, mas a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) finalmente se pronunciou sobre o rompimento do PMDB com a sua administração. Em entrevista concedida à Rádio Comunitária do município de Almino Afonso, onde cumpriu agenda neste final de semana, a gestora foi questionada sobre o fato e saiu do silêncio em que estava desde o anúncio oficial do fim da aliança, ocorrida há quase um mês.

“Fiquei extremamente decepcionada”, revelou a gestora sobre a atitude tomada pelos seus antigos aliados. “O PMDB me deixou na hora mais difícil do governo, que vivia um período de várias greves”, disse a governadora, sem querer se aprofundar no assunto político.
É fato que a saída peemedebista da base do governo ocorreu em meio a uma onda de paralisações de servidores do Estado. Na época, estavam de braços cruzados os professores, os policiais civis, delegados e servidores do Instituto Técnico e Científico da Polícia (Itep) e da saúde pública.

O fim da parceria entre DEM e PMDB já estava sendo aguardado praticamente desde o início do ano, quando o ministro Garibaldi Alves Filho endureceu as críticas a administração rosalbista. O mesmo caminho foi seguido pelos deputados estaduais da legenda na Assembleia Legislativa. A oficialização do rompimento veio com o pedido de exoneração do ex-secretário estadual de Trabalho e Assistência Social, Luiz Eduardo Carneiro, indicado por Garibaldi para a função.

A partir daí, em reunião da executiva, o PMDB optou por entregar a governadora todos os cargos ocupados por membros da legenda, inclusive o do ex-titular da Secretaria de Agricultura, Júnior Teixeira. Poucos dias após o anúncio do término da parceria, o Diário Oficial do Estado trouxe a exoneração de 50 cargos comissionados. A estimativa é que quase 300 servidores tenham sido indicados para suas funções pelos peemedebistas.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Governadora Rosalba Ciarlini inicia prestação de contas das obras do Governo do Estado no interior

A Governadora Rosalba Ciarlini deu início neste domingo (15) a uma agenda de fiscalização e prestação de contas das obras realizadas pelo Governo do Estado no interior do Rio Grande do Norte.

A visita começou pela região do Alto Oeste, onde a Chefe do Executivo visitou os municípios de Almino Afonso, Lucrécia e Itaú. Hoje, o Alto Oeste é uma das regiões do estado que mais sofrem os efeitos da maior seca registrada no RN nos últimos 50 anos, já contando com nove municípios em eminência do colapso de abastecimento.

“Estamos construindo aqui obras estruturantes que vão permitir aos moradores o convívio com esse efeito climático que tanto castiga todo o Nordeste”, disse Rosalba Ciarlini, falando para um pool de emissoras de rádio para os municípios de Almino Afonso, Lucrécia, Mesias Targino, Frutuoso Gomes, Serrinha dos Pintos, Portalegre, Caraúbas e Pau dos Ferros. “O Governo do Estado mantém desde março de 2012 um comitê para discutir medidas de combate aos efeitos da seca e agora os resultados vão começar a aparecer. Estou aqui para cobrar isso dos prefeitos”.

A Governadora estava acompanhada dos prefeitos Laurence Amorim (Almino Afonso), Abel Filho (Rafael Godeiro), Olga Fernandes (Martins) e Bernadete Rego (Riacho da Cruz), do deputado federal Betinho Rosado, do deputado estadual Getúlio Rego, da secretária da Sethas, Shyrley Targino, do secretário de comunicação Paulo Araújo, além de lideranças comunitárias e vereadores da região.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Final de semana tem 12 execuções registradas em todo o Estado

A onda de crimes violentos continua em todo o Rio Grande do Norte, que registrou 12 assassinatos neste final de semana. Mais uma vez, o domingo foi o dia com maior número de crimes, ocorridos nas cidades de Natal e Mossoró, onde o total de mortes violentas já chega a 132 casos. E, novamente, nenhum suspeito por estes homicídios foi detido ou identificado pelas autoridades policiais.

De acordo com informações da Polícia Militar, dos 12 assassinatos ocorridos neste final de semana, seis aconteceram neste domingo (15), sendo quatro na Capital. As execuções ocorreram nos bairros de Felipe Camarão, Brasília Teimosa, Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Nova. Já em Mossoró, os crimes ocorreram no Loteamento Alameda dos Cajueiros, bairro de Alto de São Manoel.

A primeira morte foi a do adolescente Brendo Diego da Silva, de 17 anos, que morreu após trocar tiros com policiais militares que estavam atendendo a um chamado, quando foram surpreendidos pelo rapaz. Atingido no abdome, o adolescente ainda foi socorrido, mas não resistiu. Já o homicídio de número 132 aconteceu no final da noite de ontem, quando o funcionário público Geordenio George de Paiva, de 27 anos, sofreu uma emboscada na porta de casa.

Na Capital, um crime chocou os moradores do bairro de Felipe Camarão, na manhã de ontem. João Maria Lima dos Santos, de 28 anos, foi executado com cinco tiros no rosto e um no tórax, quando caminhava pela Travessa Napoleão Laureano. Conforme o oficial de operações do 9º Batalhão da Polícia Militar, tenente Styvenson Valentim, familiares da vítima disseram que ela sofria ameaças de morte e que, por isso, andava armado.

Apesar desta informação, nenhuma arma de fogo foi encontrada com João Maria, o que leva a polícia a acreditar que o revólver pode ter sido roubado pelo assassino da vítima, logo após o homicídio. Ninguém no local soube dar detalhes de quem cometeu o crime e, até a manhã de hoje, nenhum suspeito foi detido.

No bairro de Brasília Teimosa, na zona Leste de Natal, um comerciante de 33 anos foi executado com vários disparos quando chegava em casa. Conforme relatos policiais, José Carlos da Silva Nascimento foi surpreendido pelo seu algoz, que estava escondido em uma rua próxima e esperou a vítima se aproximar do portão de casa, em sua motocicleta. Depois do crime, o homem fugiu.

O terceiro homicídio de ontem na Capital ocorreu na Avenida Antônio Basílio, em Lagoa Nova. A vítima, identificada como Jarbas Ferreira Fernandes, estava conversando com algumas pessoas quando uma dupla em uma motocicleta o atacou. Ele ainda conseguiu correr alguns metros, mas foi alcançado e executado com vários tiros.

A última vítima foi o adolescente Havangnelly Firmino da Silva, de 16 anos, executado na Rua Antônio Santana, no conjunto Jardim Progresso. No momento do crime, ele estava acompanhado por um amigo, que também foi baleado, de raspão. Já Havangnelly foi atingido no pescoço e abdome e não resistiu, morrendo no local.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Pedreiro é assassinado ao reagir a assalto no bairro de Igapó

Um crime de latrocínio foi registrado na rua Nossa Senhora do Ó, no bairro de Igapó, na tarde desta segunda-feira (16). O pedreiro Alexandre Coelho da Silva, de 33 anos, estava saindo da casa de um amigo, onde tinha ido se informar sobre um serviço que tinha sido prometido a ele, quando foi surpreendido.

Alexandre estava acompanhado de Luciclede Pequena da Silva, mulher dele. Os dois estavam em uma motocicleta Honda Fan. Quando saíram da residência do amigo, eles foram abordados por um jovem armado com um revólver, que anunciou o assalto.

O ladrão pediu que a vítima ligasse a moto, deixasse em neutro e saísse de cima do veículo. Em determinado momento da ação, Alexandre acabou reagindo ao assalto e tentou agarrar o assaltante, entrando em luta corporal com ele.

Luciclede Pequena disse que o companheiro chegou a socar o suspeito, que deixou a arma cair. Ao invés de pegar a arma, a vítima tentou pegar a moto para fugir e, com isso, o bandido pegou a arma e atirou no peito do pedreiro, que caiu morto no local.

“Eu pedi muito que ele entregasse a moto, pois sabia que o bandido ia atirar”, disse Lucicleide. Os dois moravam em São José de Mipibu e estavam procurando serviço para se mudarem para Natal. A Polícia Militar realizou diligências, no entanto, até o momento, nenhum suspeito foi localizado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Emergência da seca expira no RN e contratos para carros-pipa atrasam

Seca no Rio Grande do Norte (Foto: Canindé Soares)
O decreto de estado de emergência de 144 municípios do Rio Grande do Norte devido à seca expirou neste domingo (15) sem que o governo conseguisse assinar novos contratos com os pipeiros. Com isso, as 28 cidades atendidas pela Defesa Civil do Estado, que voltariam a receber os carros-pipa em setembro, devem ficar mais tempo sem o apoio. Em decreto assinado pela governadora Rosalba Ciarlini no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 16 de março deste ano, 144 municípios foram colocados na lista, o que corresponde a 86% do total de 167 cidades potiguares.

Será necessária a assinatura de um novo decreto para que os contratos com os pipeiros possam ser feitos e o serviço restabelecido, conforme explica o tenente Lavínio Flávio de Souza, assessor técnico da Defesa Civil. Além dos 28 municípios sob responsabilidade da Defesa Civil, outros 110 são atendidos pelo Exército, que vem mantendo a operação em funcionamento.

"Legalmente não temos decreto, apesar da situação requerer. O processo de contratação dos carros-pipa precisar estar fundamentado", afirma o tenente Lavínio. Os novos contratos com os pipeiros, suspensos desde agosto, estavam previstos para o dia 1º de setembro. "Os contratos estão prontos, mas houve um atraso na entrega da documentação na Sejuc (Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania)", conta.

De acordo com o tenente Lavínio, o parecer técnico para assinatura do decreto de estado de emergência será iniciado nesta semana. Com o documento, os contratos com pipeiros poderão ser feitos sem necessidade de licitação, o que aumenta a agilidade no atendimento às cidades. "Se formos elaborar uma licitação normal teríamos um período muito grande. Temos urgência", ressalta.

A suspensão da operação da Defesa Civil do Estado aconteceu devido a uma série de problemas com os municípios. "Os contratos venceram em julho. Não poderia continuar do jeito que estava no semestre passado. Faltaram documentos e relatórios, e cada município precisava de um comitê de fiscalização", informa tenente-coronel Josenildo Acioli, coordenador estadual do órgão.

Sobre o atendimento do Exército, o coordenador da operação, tenente-coronel Pellense, afirma que a operação não parou nas 110 cidades atendidas pelos militares. "A ordem que temos é manter o atendimento normal", diz.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Instrutor morre após queda durante voo de parapente, em Goiás


Um instrutor de parapente morreu após sofrer uma queda enquanto sobrevoava a cidade de Jesúpolis, a 103 km de Goiânia. Segundo a polícia, o homem, que estava sozinho quando o acidente aconteceu, era bastante experiente e já tinha várias horas de voo. Um outro piloto, que também sobrevoava o local e viu a queda, acionou o Corpo de Bombeiros, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.
O acidente aconteceu no domingo (15). O instrutor havia decolado de Jaraguá, a cerca de 30 km de onde caiu. A Polícia Civil de Goianésia, responsável por Jesúpolis, investiga o caso. De acordo com o delegado Marco Antônio Zenaide Maia Júnior, responsável pela apuração, somente os laudos da perícia poderão confirmar a causa da morte.
"Aparentemente não houve problemas no aparelho que ele usava para voar. Ainda é cedo para fazer qualquer afirmação, mas a suspeita é que ele tenha passado mal ou que as condições climáticas, como o vento forte, possam ser a causa do acidente", afirmou o delegado ao G1.
Os laudos cadavéricos e do local do crime devem ficar prontos somente em 30 dias, mas a polícia já solicitou urgência na confecção dos documentos. Durante a semana, pessoas acostumadas a voar com a vítima devem prestar depoimento.
Amigos do instrutor disseram que ele sempre costumava filmar seus voos, mas desta vez ele não havia levado a câmera.
O velório aconteceu na fazenda onde a mãe da vítima morava, em Abadiânia, na região leste de Goiás. Ele foi sepultado no cemitério municipal da cidade.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Caminhão pipa desce ribanceira e mata motorista entre Patu a Olho D'Água do Borges

O empresário patuense conhecido por "Buá Leão", proprietário de alternativo que faz a linha Patu/Mossoró e de caminhões, que atualmente estão sendo utilizados como carros-pipa, morreu vítima de acidente na tarde desta segunda-feira (16), na RN 078, no trecho que liga as cidades de Patu a Olho D'Água do Borges. 

Segundo informações, Buá conduzia um dos seus caminhões pela referida rodovia no sentido Olho D'Água/Patu, provavelmente vindo da barragem de Santa Cruz em Apodi, quando nas proximidades do antigo Posto de Petro, provavelmente tenha sentido algum problema de saúde, pois o mesmo chegou a parar o veículo, mas como não chegou a acionar o freio-de-mão, o veículo desceu uma ribanceira, tombando lateralmente e com isso a vítima ficou presa na cabine, oportunidade em que populares cortaram a cabine para prestar socorro a vítima, mas não houve tempo de salvar sua vida. Buá foi socorrido para o hospital de Patu, mas veio a óbito. 



Reprodução Cidade News Itaú via Patu News
Leia Mais ››

Mãe 'era rigorosa' com adolescentes achadas mortas, diz delegado

Quadro com tarefas destinadas a cada uma das adolescentes achadas mortas no Butantã (Foto: Marcelo Mora/G1)Depoimentos e bilhetes localizados pela Polícia Civil apontam que a mãe suspeita de matar duas adolescentes em São Paulo era considerada rigorosa, segundo a avaliação da Polícia Civil. As adolescentes Paola Knorr Victorazzo, de 13 anos, e Giovanna Knorr Victorazzo, de 14 anos, foram achadas mortas na casa onde elas moravam com a mãe, no Butantã, na Zona Oeste de São Paulo.


Segundo a polícia, bilhetes encontrados na porta da geladeira mostravam a programação das tarefas de cada uma das garotas com a respectiva punição em caso de o dever não ser cumprido por uma delas. Dentre as punições, estão a proibição de utilizar a internet por um determinado período e a não permissão para sair de casa para passear.

“O que a gente tem é que parece que ela era bastante rigorosa com os filhos, principalmente pelos bilhetes que encontramos na porta da geladeira da casa”, afirmou Gilmar Contrera, delegado titular do 14º distrito de polícia, em Pinheiros, também na Zona Oeste da capital.

Para ele, apesar de as investigações estarem apenas no início, a mãe das adolescentes, a principal suspeita pelo duplo homicídio, teria tido “um surto”. “As características são de quem surtou, matou o cachorro e as filhas e depois caiu na real. Daí, tentou se matar, abrindo o gás, mas não conseguiu, porque os filhos chegaram a tempo”, disse o delegado.

Uma filha e um filho da suspeita de um casamento anterior,, além do pai das adolescentes, já foram ouvidos pela polícia. “A filha (mais velha) não percebeu  nenhum sintoma mais grave na mãe. Elas se falavam todo dia. Na sexta-feira, ela disse que ligou, mas a mãe não atendeu. No sábado, ligou para o irmão e foram até a casa da mãe. Eles chamaram, mas ninguém atendeu. Parece que o irmão ouviu a voz da mãe dentro da casa, mas não entendiam o que ela estava falando. Eles foram até a vizinha e pediram para pular o muro. Ao chegarem perto da porta, sentiram o cheiro de gás. Decidiram então chamar os bombeiros, que vieram e arrombaram a porta. O irmão subiu no quarto e encontrou os corpos das adolescentes”, relatou Contrera.

O depoimento da mãe das jovens deverá ocorrer nesta quarta-feira (18), caso ela receba alta do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP). “A previsão de alta é para quarta-feira, mas precisamos esperar para saber se ela terá condições de ser ouvida aqui ou no hospital mesmo”, explicou. Apenas após o depoimento dela, outras testemunhas deverão ser chamadas para serem ouvidas no inquérito.

Segundo o delegado, a mãe respondeu a quatro processos por estelionato, sendo que um foi extinto, outro suspenso e dois estão em aberto – estes de 1997 e 1998. Além disso, ela respondeu também por maus-tratos, mas a punibilidade deste caso, de 2002, foi extinta. "Provavelmente, porque não se comprovou o mau-trato ou então ela não foi a autora", esclareceu Contrera.

Enterro
Os corpos das adolescentes foram enterrados às 15h30 desta segunda-feira (16) em um cemitério de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. O advogado do pai das adolescentes, José Paulo Arruda, disse que a família paterna não vai se manifestar em razão da dor e das investigações. “Por ora, não faremos nenhuma manifestação, vamos aguardar o término do inquérito”, afirmou.

O empresário Marco Antônio Victorazzo, pai das adolescentes, esteve nesta segunda-feira no Instituto Médico-Legal (IML) para reconhecer os corpos e cuidar dos documentos para o enterro. Muito abalado, ele não conversou com os jornalistas. Ele foi ouvido pela polícia, mas, por estar muito abalado, pouco ajudou a esclarecer, segundo o delegado.

As adolescentes foram achadas mortas na tarde de sábado (14). A mãe delas, uma corretora de imóveis de 53 anos, é apontada como suspeita de ter cometido os crimes. Após confessar o crime a policiais militares, a mãe foi detida em flagrante e levada para o hospital da Universidade de São Paulo, onde seguia internada sob efeito de tranquilizantes nesta segunda.
Na tarde de domingo (15), ela chegou a passar por uma avaliação psiquiátrica no Pronto-Socorro da Lapa. No dia em que as mortes foram descobertas, a corretora de imóveis foi encontrada deitada no chão da sala da casa.

De acordo com o hospital, a corretora passará por um novo exame psiquiátrico nesta segunda-feira. Ainda não há previsão de quando ela receberá alta. O depoimento dela é aguardado pela 14º Distrito Policial, em Pinheiros, que investiga o caso.

Pichação e vizinhos
Nesta manhã, a casa da família tinha uma parede pichada com a frase "Não existe amor em SP". Vizinhos se mostraram chocados com o crime. "Não dá para acreditar. É uma pessoa aparentemente muito normal, muito mãe, muito zelosa com as filhas", diz a vizinha Nanci Petrus.
O colégio onde as garotas estudavam não teve aulas nesta manhã.

O crime
De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram chamados para atender ocorrência de vazamento de gás na casa na Rua Doutor Romeu Ferro, na Vila Gomes. Ao chegarem ao local, eles encontraram uma equipe do Corpo de Bombeiros.

As adolescentes Paola e Giovanna Knorr Victorazzo foram encontradas deitadas cada uma delas em um beliche, em um quarto bastante revirado e com fezes de animais, no andar superior da residência, na Rua Doutor Romeu Ferro. No box do banheiro desse cômodo, um cachorro foi encontrado morto com um saco plástico amarrado na cabeça. A mãe das garotas, que estava deitada na sala, tinha cheiro de gasolina.

Segundo a Polícia Militar, não havia sinais de arrombamento no imóvel e as garotas já estavam mortas provavelmente havia dias em razão do estado dos corpos. A perícia do local foi requisitada e os corpos foram encaminhados para exame necroscópico no Instituto Médico-Legal (IML). O resultado dos exames devem ser divulgados em até 30 dias.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

PGR pede que STF derrube regra que criminaliza relação gay em quartel

A procuradora-geral da República em exercício, Helenita Acioli, entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) na qual pede que seja considerada ilegal a regra do Código Penal Militar, de 1969, que criminaliza o militar que praticar pederastia (se relacionar com homem mais jovem) e ato libidinoso "homossexual ou não" dentro de estabelecimento militar. A punição prevista é de prisão de seis meses a um ano.
A ação - uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) usada para pedir a inconstitucionalidade de leis - chegou ao Supremo na semana passada e foi distribuída para o ministro Luís Roberto Barroso, que será o relator. Em 2011, quando ainda era advogado, Barroso defendeu no Supremo a aprovação da união estável homoafetiva, liberada por decisão do plenário.
Para Helenita Acioli, o artigo 235 do Código Penal Militar, que pune o militar que pratica ou permite que "com ele se pratique ato libidinoso, homossexual ou não, em lugar sujeito a administração militar", desrespeita os direitos dos homossexuais. Na ação, ela cita que foram superadas "visões preconceituosas e anacrônicas" de que a homossexualidade seria "pecado" ou "doença".
"Não subsiste qualquer argumento razoável para se manter no ordenamento jurídico um tipo penal que pune o ato libidinoso consensual entre pessoas adultas do mesmo sexo. Principalmente quando tal crime se estabelece com um nome iuris de cunho claramente pejorativo e preconceituoso, como é o caso do termo pederastia", afirma a procuradora. Ela fica no cargo somente até esta quinta (17), quando Rodrigo Janot toma posse do cargo.
Helenita Acioli destaca que, no serviço militar, as relações entre homens são frequentes e que privar o desejo sexual é "um atentado à busca pela felicidade".
"A criminalização de um ato sexual consensual torna-se ainda mais preocupante quando se tem em vista a especificidade do serviço militar, onde indivíduos são alocados em um local e convivem única e exclusivamente entre si, às vezes por longos períodos. Nessas condições, impedir o ato sexual voluntário afronta a dignidade da pessoa humana. Afinal, Freud nos ensinou que a saúde mental está diretamente vinculada à possibilidade de alocar a libido, de investir energia sexual nos objetos de desejo. A privação do desejo sexual é, portanto, um atentado à busca pela felicidade", afirma.
A procuradora destaca que, caso o militar esteja em serviço e for flagrado praticando atos do tipo, deve ser punido em esfera administrativa e não penal. "Caso o militar deva estar prestando um serviço e não o esteja fazendo, deverá haver reprimenda disciplinar, por razões óbvias. Em qualquer ambiente de trabalho, os atos inapropriados são punidos."
Ela afirma, porém, que há momentos em que o militar está em estabelecimentos militares, mas não está em serviço. Para a procuradora, "nesses momentos,não existe razão para impedir a expressão social da libido".
"O tipo penal diz ser crime fazer sexo consensual em um determinado lugar. Iso é, pouco interessa se o militar está deitado em seu quarto dentro do quartel ou em suas acomodações no navio. O quartel, o navio, o porta-aviões são, todos, lugares de administração militar. Em todos esses lugares, porém, existem momentos em que, apesar de se estar no local, não há função sendo exercida. Ora, nesses momentos, não existe razão para impedir a expressão social da libido, que constitui alocação de energia essencial à aquisição da felicidade"
Helenita Acioli pede que o ministro do Supremo conceda uma liminar (decisão provisória) para suspender a validade do artido do Código Penal Militar até uma decisão final pelo plenário. "É urgente, pois, que o Estado brasileiro pare de punir militares com base em preceitos discriminatórios."

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Wi-Fi do vizinho é canal de acesso a web para 7,1 mi de brasileiros, diz estudo

Apesar de ser alvo de contestação na Justiça, o wi-fi do vizinho é a porta de entrada para a internet para 7,1 milhões de brasileiros, de acordo com um levantamento divulgado nesta segunda-feira (16) pelo instituto de pesquisas Data Popular.
Para apurar as informações, a consultoria ouviu 2 mil pessoas de cem cidades, espalhadas por todos os Estados e Distrito Federal, em junho de 2013.
A prática é mais amplamente difundida entre internautas da classe média. Considerando apenas as pessoas que se enquadram nessa faixa de renda, 10% afirmaram ter acesso à internet via Wi-Fi do vizinho, enquanto o percentual é de apenas 4% entre as classes alta e baixa.
Segundo o Data Popular, o compartilhamento ocorre sobretudo quando as velocidades dos pacotes de internet são mais elevadas, o que explicaria a baixa presença do recurso entre a classe baixa.
Outra razão, aponta a consultoria, é a maior proximidade entre os vizinhos de classe média, o que faz com que apenas um contrate o serviço e o compartilhe com os outros. Nesse sentido, tem força a visão nessa classe de que a banda larga é um investimento, que eleva o fluxo de informação e amplia as possiblidades de trabalho.
O assunto vem sendo contestado na Justiça. Na última sexta-feira (13), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou um recurso do Ministério Público Federal (MPF) que considerava crime o compartilhamento de sinal de internet.
O MPF argumentava que a prática é uma “atividade de telecomunicação” e repassar a terceiros é exploração clandestina da atividade. Isso infringiria a Lei Geral das Telecomunicações (lei nº9.472/1997), resultando em penas de dois a quatro anos aos infratores, que pode ser aumentada em até 50% caso haja dano a terceiros, além de multa de R$ 10 mil. O TRF, porém, refutou a tese, afirmando que se trata de “serviço de valor adicionado”.
Jovens
Já na segmentação por idade, os jovens são os que mais utilizam o Wi-Fi do vizinho. Entre os entrevistados entre 16 e 25 anos, 21% disseram fazer o compartilhamento. A quantidade de adeptos cai conforme aumenta a idade: 8% das pessoas entre 26 e 39 anos; 3%, entre os que têm de 40 a 59 anos e nenhuma ocorrência entre internautas maiores de 60 anos.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Governo marca reunião e policiais civis suspendem acampamento

Grevistas querem ser recebidos pelo secretário de Segurança (Foto: Elaine Vládia)
Uma comissão de grevistas da Polícia Civil receberá uma nova proposta do Governo do Rio Grande do Norte na tarde desta terça-feira (17). Esta foi a contrapartida dada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) para que os policiais civis em greve deixassem a Governadoria, onde prometeram montar acampamento nesta segunda-feira (16). Os grevistas serão recebidos às 16h pelo chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, e pelo controlador geral do Estado, Anselmo Carvalho.
A vice-presidente do Sindicato da Polícia Civil (Sinpol/RN), Renata Pimenta, explica que a categoria usou o bom senso na decisão de deixar a governadoria. "Achamos por bem retirar o acampamento. O secretário manteve contato conosta e disse que nossa presença no prédio era um obstáculo para a apresentação da proposta. Nossa intenção é negociar e não intimidar", diz.

Renata Pimenta acrescenta que os policiais civis estão flexíveis em relação a apresentação de um cronograma de investimento. "O que não vamos permitir é que o governo não apresenta nada", afirma.

Prazo para fim de greve

O Governo do RN informou nesta segunda que os servidores da Segurança Pública em greve terão 15 dias para retornarem às suas funções e o “não retorno configurará abertura de procedimento administrativo por abandono de cargo”. Para o Sinpol, a medida vai contra a Constituição. "Não estamos nenhum pouco constrangidos. Para ser considerada abandono, a falta tem de ser feita de maneira indiscriminada. Nosso direito a greve é garantido. Estão pensando que estão lidando com pessoas desinformadas", explica Renata Pimenta.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Construções de Marinzinho

20130916-144350.jpgQuando foi denunciado, em reportagem publicada aqui no UOL, de apropriação de terreno público e crime ambiental na construção de uma concessionária de automóveis alugada por ele, José Maria Marin reagiu eximindo-se de quaisquer responsabilidades e atribuindo-as ao locatário e à construtora da obra.

Eis que agora ele contratou a mesma empresa de engenharia para continuar a construção da nova sede da CBF, no Rio.

Antes tocada pela carioca SIG Engenharia, a paulista Lampur assumiu a empreitada, empresa de amigo de Marin que foi dono de outra empresa de engenharia que faliu fraudulentamente em meados da década passada.

Se de fato convencido de que foi metido numa enrascada pela empresa, o mínimo que se esperava de Marin era não voltar a utilizar de seus serviços.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Eua identificam atirador que morreu em prédio da marinha

FBI/divulgaçãoPelo menos 13 pessoas morreram após tiroteio em um prédio da Marinha americana em Washington DC, na manhã desta segunda-feira (16), de acordo com informações confirmadas pela polícia e pelo prefeito da cidade, Vincent Gray.

O número de mortes passou de 12 para 13 no meio da tarde; uma das vítimas levadas ao hospital morreu em razão da gravidade dos ferimentos. Segundo a Marinha, um dos atiradores foi morto no local. O suspeito foi identificado pelo FBI como Aaron Alexis, 34, informação divulgada cerca de oito horas após o tiroteio.

A princípio, as autoridades buscavam outros possíveis dois suspeitos que estariam foragidos, mas um deles foi localizado e liberado por não ter envolvimento com o incidente. 

Entre os feridos, ao menos dez pessoas, está um policial --que foi levado para um hospital nos arredores em estado grave--  e um outro oficial que não faz parte do departamento de polícia. 

A chefe da equipe médica do Hospital de Washington, Janis Orlowski, afirmou que duas mulheres e um homem foram levados para o local em estado grave, mas conscientes. "Elas têm ferimentos nas pernas, ombros, cabeça e mãos, e já estão em cirurgia", disse. Não foi revelado se uma dessas pessoas é a 13ª vítima fatal.

De acordo com Janis, as vítimas disseram que a arma usada no tiroteio possivelmente era uma semiautomática. Outras pessoas baleadas eram esperadas no hospital.

Testemunhas afirmaram que funcionários e marinheiros foram mantidos dentro do prédio, cumprindo recomendação prevista nos planos para eventos como este.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Mulheres de políticos recebiam Bolsa Família em Vargem Grande (MA)

Aldete Veloso Silva, mulher do do secretário municipal de Articulações Políticas, Joás Silva Santos, e Maria Aguida de Aquino, mulher do do vereador Isaías Santos Araújo (PSDC),  de Vargem Grande (177 km de São Luís), foram denunciadas à Justiça pelo MPE (Ministério Público Estadual), no Maranhão, por receber irregularmente dinheiro do Bolsa Família. Ambas já tiveram o benefício suspenso.

Além das duas, o MPE denunciou mais 12 pessoas que trabalham em secretarias municipais como beneficiários irregulares do programa federal.

A lista foi entregue à CGU (Controladoria Geral da União). Os demais nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Segundo o promotor de Justiça de Vargem Grande, Benedito de Jesus Nascimento Neto, os valores recebidos irregularmente pelos denunciados variam de R$ 102 e R$ 450. 

O UOL tentou localizar, durante a tarde desta segunda-feira (16), as acusadas da irregularidade Aldete Veloso e Maria Aguida, mas não conseguiu.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura e a Câmara de Vargem Grande, mas foi informada de que ninguém estava autorizado a fornecer os números dos telefones do secretário Joás Silva Santos e do vereador Isaías Santos Araújo.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››