Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

sexta-feira, abril 21, 2017

Caminhão da concessionária de energia Enel é queimado na Grande Fortaleza

Parte da frente do veículo da Enel ficou destruída. Uma moradora presenciou o crime. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)

Um caminhão da Enel Distribuição Ceará foi incendiado na manhã desta sexta-feira (21) no Bairro Pajuçara, no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com o 29º Distrito Policial, o ataque ocorreu por volta das 9h15. Segundo informações repassadas para a delegacia, dois homens atearam fogo e, em seguida fugiram em uma moto. Entre quarta-feira (19) e quinta-feira (20), 23 ônibus foram queimados na Grande Fortaleza, uma agência bancária e três delegacias também foram alvo de ataques. Um motorista e um cobrador ficaram feridos. Carta deixada no local de um dos ataques liga ações a mudanças nos presídios, no entanto, a Secretaria da Segurança diz que tem várias linhas de investigação. Dezessete suspeitos foram presos.
Moradores viram ataque
Uma moradora que conversou com o G1 disse ter visto que quatro funcionários da empresa faziam reparos em um poste na Rua Bárbara de Alencar esquina com a Rua Oswaldo Rizato quando dois homens chegaram a pé. Eles ameçaram os funcionários com armas, ordenaram que saíssem e atearam fogo no veículo. Depois, os dois homens fugiram em uma moto que estava estacionada próxima ao local. A rua é bem estreita, segundo ela, mas o fogo não atingiu casas. A gasolina estava em um galão. A delegacia disse ter recebido informação de que dois homens que chegaram em uma moto, entraram no veículo, mandaram que os funcionário saírem e atearam fogo. Ninguém ficou ferido. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e ajudou a apagar as chamas.

Na quarta-feira, a Enel Distribuição Ceará, companhia de energia elétrica do estado, havia informado que durante os ataques aos ônibus, um carro da companhia foi incendiado e o outro atingido por disparos de arma de fogo no Bairro Cidade dos Funcionários. A companhia afirmou que repudia atos de violência.
'Terrorismo', diz governador
O governador do Ceará, Camilo Santana, classificou os ataques como "terrorismo" e anunciou o reforço no policiamento. “O que está acontecendo é terrorismo e isso vai ser combatido. Estamos com o comando nas ruas comandando todas as ações desde ontem. Estamos com um grande efetivo nas áreas dos ataques, com o aumento do policiamento e com a presença das forças especiais do Raio e Choque. Nossa grande preocupação é a população”, destacou Camilo.
Cobrador ferido
Um cobrador de ônibus deficiente físico teve 90% do corpo queimado durante um ataque ao veículo em que ele trabalhava nesta quinta-feira (20), no Bairro Canindezinho, em Fortaleza. O cobrador foi socorrido em estado grave ao Instituto Dr. José Frota (IJF).
Ataques a delegacias
Na noite de quarta-feira (19) e madrugada de quinta-feira (20), prédios públicos passaram a ser alvos na Grande Fortaleza. Três delegacias sofreram ataques. O primeiro ataque foi registrado, segundo a Polícia Militar, na Delegacia de Pajuçara. De acordo com a polícia, homens armados atiraram contra a vidraça da unidade. Ninguém ficou ferido. A polícia está investigando se foi o mesmo grupo que atacou uma agência bancária da Caixa Econômica Federal.
No 33º Distrito Policial no Bairro Goiabeiras, em Fortaleza, também houve ataque nessa madrugada. A polícia informou que quatro homens em duas motos disparam contra o distrito. A vidraça foi quebrada e o grupo conseguiu fugiu. Ninguém ficou ferido. A delegacia recebeu reforço da Polícia Militar.
E no 8º Distrito Policial, no Bairro José Walter, um carro foi incendiado. A polícia disse que dois homens chegaram e colocaram gasolina em um carro apreendido que estava estacionado no pátio. O veículo ficou destruído. Por sorte ninguém ficou ferido. O Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar as chamas. Até a manhã desta quinta-feira, ninguém foi preso.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!