RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, abril 17, 2017

Juninho sai do banco e decide vitória do Sport contra o Náutico em dois minutos na semi do PE


Num jogo cheio de alternativas e mudanças no placar, Sport e Náutico iniciaram a decisão da semifinal do Campeonato Pernambucano mostrando que vaga na final do torneio será disputada palmo a palmo. O Timbu foi muito pressionado, mas saiu na frente e chegou a estar vencendo por 2 a 1. No entanto, no final do jogo, Juninho saiu do banco de reservas para marcar dois gols e dar a vitória por 3 a 2 para o Leão. Marco Antônio e Anselmo fizeram para o Timbu e Diego Souza marcou o outro gol do Sport. O segundo jogo será no próximo domingo, na Arena de Pernambuco.

E AGORA?
Com a vitória, o Sport, que joga fora de casa, tem a vantagem do empate na Arena de Pernambuco. O Náutico precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Qualquer vitória por um gol de diferença leva a disputa para os pênaltis. 

FOI OU NÃO FOI?
Como não poderia deixar de ser, o clássico também contou com lances polêmicos. Aos 19 minutos do segundo tempo, Páscoa mandou a bola para o fundo das redes do Sport, mas o árbitro marcou falta em Magrão e revoltou o alvirrubro. Aos 39 foi a vez de Diego Souza reclamar. O camisa 87 pediu pênalti de Páscoa, mas o árbitro mandou seguir. 

PRÓXIMOS JOGOS
Sport e Náutico agora definem a vaga na final no próximo domingo, na Arena de Pernambuco, com mando da equipe alvirrubra. Antes disso, o Leão ainda tem um compromisso pela Copa do Brasil. Joga contra o Joinville, fora de casa, na quarta-feira. O primeiro jogo, na Ilha, foi 2 a 1 para os rubro-negros.

PRESSÃO DO SPORT, MAS GOL DO NÁUTICO
O primeiro tempo foi de um time só. O Sport. No entanto, o Leão só mandou até os 44 minutos, quando o Náutico, em um dos poucos lances ofensivos que teve abriu o placar. Marco Antônio, esbanjando categoria, cobrou bem uma falta e deu um alívio para a equipe alvirrubra, que vinha sofrendo desde o primeiro minuto. Rogério teve pelo menos quatro boas chances de marcar e André três. Duas delas, inclusive, perdendo gols inacreditáveis. Na primeira, chutou fraco e parou em Cardoso. Na segunda, colocou força demais e isolou.

MAIS PRESSÃO E MUITOS GOLS
O Sport voltou para o segundo tempo mais uma vez pressionando bastante. E precisou de pouco tempo desta vez para marcar. Aos 6 minutos, Diego Souza aproveitou escanteio na área e deixou tudo igual. Três minutos depois, o camisa 87 teve uma nova chance de marcar, mas acertou o travessão. Enquanto o Sport perdia gols, o Timbu foi novamente cirúrgico e aos 19 minutos, voltou a ficar na frente. Erick dominou na área e Anselmo contou com a desatenção dos zagueiros rubro-negros para fazer 2 a 1. Quando já parecia que o Timbu venceria, Juninho saiu do banco do Leão para mudar tudo. Em dois minutos (45 e 46 minutos), fez dois gols e deu a vitória por 3 a 2 para o Leão.

LONGO JEJUM...
André é um xodó da torcida do Sport, mas não vive grandes dias na Ilha do Retiro. Repatriado pelo clube nesta temporada depois de um ano fora, o atacante não marca há mais de um mês e neste domingo perdeu pelo menos duas grandes oportunidades. No primeiro tempo, apareceu livre na cara de Cardoso e chutou fraco. Minutos depois, novamente livre, chutou forte demais e mandou por cima. Ele ainda teve outras duas chances. Acertou a trave em uma e obrigou Tiago Cardoso a fazer um grande defesa em outra. Quando foi substituído, recebeu algumas vaias. 

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!