RÁDIO CIDADE AO VIVO

terça-feira, maio 16, 2017

Coritiba aproveita noite desastrosa de Kléver e goleia Atlético-GO na estreia


Na estreia do Campeonato Brasileiro, brilho de um novato e noite desastrosa para um goleiro. O Coritiba goleou o Atlético-GO neste segunda-feira por 4 a 1, no estádio Couto Pereira, e contou com a estrela do meia Tomas Bastos, recém-chegado ao clube, para definir o placar. Os atacantes Henrique Almeida e Neto Berola também aproveitaram as falhas do arqueiro Kléver e marcaram para o time da casa. Walter descontou para o Dragão, mas não evitou a o revés rubro-negro.

PANORAMA

Com a vitória, o Coritiba se une aos times que já têm três pontos na competição e fica, pelo saldo de gols, na quarta colocação. O Atlético-GO, com saldo de três negativos, abre o Z-4, na 17ª posição. Na segunda rodada, o Coxa vai até a Vila Belmiro para enfrentar o Santos, no próximo sábado, às 16h (horário de Brasília). No mesmo dia, o Dragão recebe o Flamengo, no Serra Dourada, às 19h.

PRIMEIRO TEMPO

A etapa inicial foi marcada por gols do Coxa e lances contraditórios. Depois dos primeiros minutos de velocidade, com superioridade do Coritiba, o mandante se acomodou. Foi a vez de o Atlético-GO agitar a partida, obrigando o goleiro Wilson a fazer boas defesas. Aos 21 minutos, o zagueiro Ricardo Silva cortou a bola com o braço dentro da área, e o árbitro nada marcou. Mas em uma desatenção da defesa, aos 31 minutos, o atacante Henrique Almeida abriu o placar. Aos 34 minutos, em mais uma falha do goleiro Klever, foi a vez de Neto Berola ampliar. O Dragão até reagiu e marcou, com Everaldo, aos 36, mas o bandeira anulou de forma equivocada.


ETAPA FINAL

O ritmo do anfitrião se manteve na etapa complementar. O Coritiba foi obrigado a fazer as três substituições por lesão, mas a entrada do meia Tomas Bastos, ainda no primeiro tempo, no lugar de Anderson, é que mudou a partida. Aos 17 minutos, o atacante Walter recebeu a bola dentro da área e diminuiu para os goianos. Depois, só deu Coxa. Tomas cobrou uma falta aos 20 e outra aos 25. Converteu as duas para definir o 4 a 1. A segunda com outra falha gritante de Kléver.


Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!