RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, maio 18, 2017

Crianças e adolescentes caem de ônibus em movimento em Florianópolis e vão para hospitais

Porta traseira do ônibus se abriu com veículo em movimento  (Foto: Júlio Ettore/RBS TV)

Sete crianças e adolescentes, com idades entre 12 e 15 anos, foram levadas para hospitais depois de caíram de um ônibus em movimento em Florianópolis no início da tarde desta quarta-feira (17). Segundo a Polícia Militar, a porta traseira do ônibus, que é de linha comum, abriu em uma curva e as pessoas caíram na rua.
A PM foi acionada às 12h07 no bairro José Mendes, próximo ao Centro da capital. O Copom recebeu informações de que as crianças estavam aglomeradas próximo à porta traseira. Segundo o Consórcio Fênix, responsável pelo transporte coletivo, garotos faziam "tumulto" no coletivo. Já os feridos afirmam que o ônibus fez uma curva em alta velocidade.
Uma equipe do IGP analisou a alavanca e a porta do ônibus durante a tarde. O resultado deve sair em 15 dias. O motorista, o cobrador e os pais prestaram depoimento. Nesta quinta (18), a Polícia Civil deverá determinar se será aberto inquérito policial.
Versões diferentes
À Polícia Civil, funcionários do coletivo que fazia a linha Morro da Queimada em direção ao bairro relataram que as crianças teriam forçado a porta até abri-la. Já uma das meninas feridas contou à polícia que o ônibus fez uma curva acentuada em alta velocidade, e a colega dela, que estava posicionada na vaga de cadeirante, foi jogada para cima dela.
Em seguida, as duas teriam atingido os garotos que estavam em pé na parte de trás do ônibus. Então, a porta se abriu e o grupo caiu no asfalto, conforme o relato.
Segundo um dos garotos que estavam no ônibus contou à RBS TV, o motorista parou o coletivo quando as pessoas começaram a gritar por causa do acidente.
Mãe diz que curva é fechada
"Aquela curva é muito fechada, eles [ônibus] passam rápido, a gente tem até que se segurar", afirmou a assistente odontológica Rosana Lopes, mãe de um garoto de 15 anos que foi encaminhado ao Hospital Celso Ramos com ferimentos na cabeça, no olho e na mão e seria submetido a Raio X.
Ela disse ao G1 que o filho viajava em pé, mas que o ônibus não estava muito cheio."Deram morfina para ele. Estou tão nervosa, a gente nunca imagina que isso vá acontecer. Tudo criança. E se vem um carro?", questiona.
Crianças foram hospitalizadas
Os outros seis feridos foram encaminhadas ao Hospital Infantil Joana de Gusmão - quatro pelo Samu e duas por familiares. Segundo a unidade de saúde, são quatro garotas e dois garotos, todos com quadro estável e conscientes. Eles passaram por avaliações. Uma das crianças fez radiografia porque bateu a cabeça na queda, segundo o hospital.
Uma delas já havia sido liberada por volta das 15h e as demais seguiam em observação, procedimento que é considerado padrão pelo hospital.
Consórcio emitiu nota
Pouco depois das 16h30, o Consórcio Fênix, responsável pelo transporte público na capital, emitiu uma nota sobre o acidente. "A respeito do acidente com passageiros a bordo de ônibus do transporte coletivo nesta quarta-feira (17), o Consórcio Fênix esclarece que o veículo cumpria a linha ‘765 – Morro da Queimada’, no sentido Centro-bairro, por volta de 11h50, quando as portas traseiras se abriram e, consequentemente, seis passageiros caíram do mesmo, sofrendo escoriações leves".
"Segundo informações de colaboradores, desde o princípio da viagem alguns usuários menores de idade iniciaram pequeno tumulto, sendo que um deles forçava as portas traseiras. Na sequência outro jovem acionou a trava de emergência, o que imediatamente ocasiona a abertura das portas e o desligamento do motor. Rapidamente o motorista acionou os freios para estacionar o veículo e a Polícia Militar e SAMU foram chamados ", continua a nota. O consórcio afirma que equipes deram apoio ao socorro
O consórcio informou ainda que o ônibus é equipado com tacógrafo e GPS. O veículo foi levado à 2ª Delegacia de Polícia, no bairro Saco dos Limões, para perícia. "O consórcio esclarece que todos os veículos do transporte coletivo passam por inspeção frequente. Os ônibus possuem documentação mantida pela empresa e à disposição da fiscalização da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e das autoridades. O Consórcio Fênix ainda esclarece que está prestando todo o apoio aos envolvidos no acidente".

Adolescente de 15 anos teve ferimentos na cabeça e na mão (Foto: Rosana Lopes/Arquivo Pessoal)
Adolescente de 15 anos teve ferimentos na cabeça e na mão (Foto: Rosana Lopes/Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!