RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, maio 15, 2017

Cruzeiro estreia com vitória sobre São Paulo no Mineirão e deixa pressão para o adversário


Pressões similares acompanhavam Cruzeiro e São Paulo na largada do Brasileirão. E agora elas cabem apenas ao Tricolor, porque a Raposa venceu por 1 a 0 neste domingo, no Mineirão, e amenizou o incômodo pela perda do título mineiro e pela eliminação na Sul-Americana. O Tricolor, com equipe modificada por Rogério Ceni, largou mal na quarta competição do ano - após fracassar nas três primeiras. Ábila fez o gol da partida.

COMO FOI
O primeiro tempo foi muito ruim até os minutos finais. As defesas se sobrepuseram e, encaixadas aquém da intermediária, esperaram os adversários trocarem passes em uma zona morta do campo. Mesmo assim, pintaram algumas chances - com Ábila para o Cruzeiro e Cueva para o São Paulo.

A etapa final teve outra cara: começou frenética, com o gol de Ábila e chances de lado a lado. Mas aí o Cruzeiro se organizou, deu a bola ao São Paulo e levou o resultado sem sustos até o fim.


OPORTUNISTA
Ábila perdeu uma chance clara no primeiro tempo. Desarmou Rodrigo Caio e então, frente a frente com Renan Ribeiro, não conseguiu vencer o goleiro. Mas guardou na etapa final, após cruzamento de Alisson.

BOBEOU
O São Paulo cometeu muitos erros individuais na partida. No principal deles, levou o gol. Maicon mandou a bola para a lateral e deu um bico nela. Na sequência, ficou reclamando, enquanto o Cruzeiro cobrava arremesso com velocidade. Sem o zagueiro na marcação, o São Paulo viu a bola chegar até Ábila, que empurrou para o gol.

DE VOLTA
O goleiro Fábio foi a principal novidade do Cruzeiro. Ídolo da torcida, ele foi o escolhido de Mano Menezes para começar o Brasileirão depois da grave lesão que o afastou por sete meses no ano passado. Teve atuação segura - bem pelo alto e tranquilo nos chutes de longe do São Paulo.


MODIFICADO
Rogério Ceni montou o São Paulo em um novo esquema: 3-4-2-1. Militão entrou na defesa, Thiago Mendes foi para o flanco direito, Marcinho entrou na frente. O esquema foi relativamente sólido na defesa, mas foi pouco agressivo. Acabou modificado depois do gol, quando o São Paulo se adonou da bola, mas não soube o que fazer com ela. Praticamente não teve chances na etapa final.


FECHADINHO
O Cruzeiro se fechou depois de fazer o gol e teve sucesso na tática. O São Paulo não conseguiu furar seu bloqueio. Faltou mais perícia, porém, para aproveitar os contra-ataques que pintaram.


PRÓXIMOS JOGOS
As duas equipes têm a semana livre. O Cruzeiro volta a campo no domingo, às 19h, fora de casa, contra o Sport. O São Paulo, na segunda-feira, fecha a rodada ao receber o Avaí.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!