Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

domingo, maio 14, 2017

No ritmo dos gringos, Inter domina o Londrina sem sobressaltos e estreia bem na Série B


Não houve contratempos. Na estreia na Série B, uma tarde histórica, o Inter dominou o Londrina, mesmo dentro do Estádio do Café, e fez 3 a 0 ao natural. Confirmou sua grandeza na trajetória de tentar retornar para a primeira divisão do Brasileirão com uma boa atuação e poucos riscos sofridos para o campeão do interior do Paranaense. Os regentes da boa atuação colorada foram Nico López, D'Alessandro e Felipe Gutiérrez, os gringos da equipe - os dois primeiros anotaram os gols da partida, com o uruguaio anotando duas vezes.

COMO FICA
O Inter, pelo saldo de gols, fica na ponta da tabela. Na quarta, enfrenta o Palmeiras, em São Paulo, pela Copa do Brasil, às 21h45. Depois, no sábado, pega o ABC, no Beira-Rio, às 19h. 

Já o Londrina volta a jogar na terça, contra o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, às 19h15. 

PRIMEIRO TEMPO
Sem fazer muita força, o Inter começou a sua estreia histórica na Série B com domínio sobre o Londrina. Não massacrou, não criou diversas chances, não teve um grande volume de jogo. Mas teve apenas uma oportunidade de gol cedida para o Tubarão, desperdiçada por Fabinho, e ainda conseguiu ser efetivo no ataque. Arrematou três vezes e anotou dois gols. Mas o placar foi mais confortável do que o rendimento em campo.


SEGUNDO TEMPO
Na etapa final, aí sim, o Inter mostrou ser o gigante na Série B. Dominou com autoridade o Londrina, criou mais oportunidades e ampliou o placar. Anotou apenas umavez, com Nico López, mas poderia ter feito pelo menos outros três gols em chances claras, na frente de Zé Carlos. Não só estreou com bom resultado, mas também mostrou bom desempenho. 

PÊNALTI
No primeiro tempo, embora não estivesse bem, o Inter conseguiu abrir o placar com uma jogada pontual. Cirino arrematou, a bola tocou no braço de França, e o pênalti foi marcado. O ex-Palmeiras e Figueirense até esboçou uma reclamação, mas sem nenhuma razão. 

CHANCE DE OURO
O Londrina pouco criou. Quase não conseguiu superar os zagueiros do Inter e não teve muitos espaços. Fabinho esteve na frente de Daniel, mas não conseguiu marcar o gol que poderia colocar fogo no jogo. 

DE CHILENO PARA URUGUAIO
A partida foi uma nova chance para Felipe Gutiérrez. De início tímido, o chileno foi se soltando aos poucos no jogo. Integrou-se bem aos outros dois canhotos, Nico e D’Alessandro, autores dos gols e destaques do jogo. Gutiérrez deu o passe para Nico fazer o segundo gol no jogo, o terceiro colorado no Estádio do Café. Depois, ainda deixou D’Alessandro livre para marcar, mas o camisa 10 errou o alvo.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!