RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, maio 15, 2017

Ponte Preta se impõe contra o Sport e abre o Brasileirão com goleada em casa


A Ponte Preta aproveitou-se de um Sport desfigurado, sem seus principais nomes, para abrir o Campeonato Brasileiro com uma convicente vitória por 4 a 0, na tarde deste domingo, no Majestoso. A Macaca se impôs do início ao fim e construiu o placar com tranquilidade. Lucca e Nino Paraíba, ambos de cabeça no primeiro tempo, e Clayson, de pênalti e após cruzamento de Nino, na etapa final, marcaram para os campineiros. 

SOBE E DESCE
Com o resultado, a Ponte mantém o embalo da classificação na Sul-Americana e, porque não, da final do Campeonato Paulista. Já o Sport, prejudicado pela desgastante maratona de competições, teve uma mostra que, se não priorizar o Brasileirão, terá dificuldades. São cinco torneios simultâneos.  

NA AGENDA
A Ponte tem uma semana para se preparar até o próximo jogo. Só volta a campo no próximo domingo, contra o Botafogo, às 18h, fora de casa. O Sport, por sua vez, tem a primeira partida da final da Copa do Nordeste, diante do Bahia, na quarta, antes de buscar a reabilitação na Série A, também no domingo, quando recebe o Cruzeiro. 

ADEUS EM GRANDE ESTILO?
A caminho do Corinthians, Clayson fez sua provável despedida da Ponte neste domingo. Se foi o último jogo com a camisa alvinegra, a última impressão foi a melhor possível: dois gols e o nome ovacionado pela torcida. Um merecido reconhecimento para quem deixa a Macaca em seu melhor momento, após alguns altos e baixos desde 2015.

- Não sei se foi a despedida. A diretoria está conversando com meu empresário. Enquanto eu estiver na Ponte, vou honrar essa camisa.  

CUCA BOA
A vitória parcial por 2 a 0 no primeiro tempo fez justiça à atuação dos times. Desde o início, a Ponte tomou a iniciativa e teve as melhores chances. Lucca desperdiçou uma, duas... Mas na terceira foi lá e, de cabeça, abriu o placar, após cobrança de escanteio. A bola aérea faria diferença novamente para a Macaca. De um lateral para outro, Nino Paraíba aproveitou cruzamento de João Lucas e testou firma para ampliar. O Sport chegou com perigo apenas uma vez, com Matheus Ferraz, quando o placar ainda estava 0 a 0. Fez falta depois. 


DOIS VIRA...
O domínio alvinegro continuou na etapa final. Mesmo com Ney Franco colocando o Sport para a frente, a Ponte soube administrar a partida e foi eficiente para transformar a vitória em goleada, com dois gols de Clayson: primeiro em cobrança de pênalti e depois, já nos acréscimos, após cruzamento na medida de Nino, outro destaque individual da Ponte na partida.  

A GRANA DO JOGO
Público decepcionante para a estreia da Macaca: 3.104 pagantes, para uma renda de R$ 53.425,00

DOBRADINHA NO BANCO
A Ponte não teve Gilson Kleina à beira do campo. Como precisou cumprir uma suspensão dos tempos de Goiás, o técnico acompanhou a partida de um dos camarotes do Majestoso. No banco, a responsabilidade de comandar o time ficou a cargo dos auxiliares João Brigatti e Fabiano Chá. E eles se deram bem. O primeiro era o responsável por passar as instruções aos jogadores, sempre com seu estilo enérgico, enquanto que Chá recebia as informações de Kleina e repassava ao colega. 

DEFESA VAZADA!
A defesa do Sport demonstrou neste domingo que de fato vive um momento terrível. Na última quinta-feira, tomou três gols do Danúbio, pela Copa Sul-Americana. Os quatro deste domingo aumentaram o número. 


Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!