Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, junho 15, 2017

Chape se reabilita e vence o Vasco, que segue sem pontuar fora de casa


Após duas derrotas seguidas, a Chapecoense venceu o Vasco por 2 a 1 nesta quarta-feira, na Arena Condá, e conseguiu se manter na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, agora com 13 pontos. A equipe cruz-maltina segue sem pontuar fora de casa, e, com nove pontos, cai para a 12ª posição. Os gols foram marcados por Andrei Girotto e Arthur, e Jean descontou para os cariocas.

PANORAMA
No próximo sábado, às 19h, em São Januário, o Vasco mede força com o Avaí. Já a Chape terá pela frente mais um carioca, o Botafogo, domingo, às 16h, na Arena Condá.

PRIMEIRO TEMPO
A Chape apostou nas jogadas de bola aérea desde o início da partida para pressionar o Vasco. Victor Ramos, Luiz Otávio... todos tentaram por cima, mas foi Andrei Girotto o mais eficiente. Aos 28 minutos, o zagueiro foi mais esperto que Paulão e mandou de cabeça após escanteio cobrado por Seijas. Com pouca presença ofensiva, o Vasco era pouco efetivo, apesar do esforço de Nenê de brigar contras os marcadores da Chape. A melhor jogada da equipe cruz-maltina saiu dos pés do veterano, que deu ótimo passe para Douglas. De frente para gol, o volante chutou e Jandrei defendeu com o rosto. No escanteio, Nenê cobrou e Jean foi lá no alto para desviar de cabeça e empatar o jogo: 1 a 1.  

SEGUNDO TEMPO
Na volta do segundo tempo, a Chapa retomou a pressão exercida no início da partida. O goleiro Martín Silva, no entanto, estava empenhado em atrapalhar os planos dos donos da casa. O uruguaio fez defesas importantes em sequência nas finalizações de Victor Ramos, Luiz Antonio e Arthur. Mas Arthur não desistiu. Aos 16 minutos, o atacante cortou para o meio e mando uma bomba indefensável. A bola ainda bateu na trave antes de entrar: 2 a 1. Novamente em vantagem, a Chape passou a tentar controlar mais a partida. O Vasco buscou mais o ataque após as mudanças do técnico Milton Mendes, mas o volume de criação de jogadas foi pequeno. A melhor foi em uma cabeçada de Breno que passou rente à trave. Mais um resultado ruim fora de casa para os vascaínos.

UM GOLAÇO DE ARTHUR
O jogo estava empatado, amarrado, e um lance individual de Arthur deu a vitória para a Chapecoense. O atacante dominou, se livrou da marcação e mandou uma bomba de longe. A bola ainda bateu na trave antes de balançar a rede. Indefensável. Foi o segundo gol de Arthur no Brasileiro. 

A VOLTA DE NENÊ
Depois de cinco rodadas no banco de reservas, Nenê teve a chance de retornar como titular. Não foi um camisa 10. Usou a 9 e foi o mais avançado da equipe. Lutou muito contra os zagueiros e até conseguiu alguns bons passes, como o que deixou Douglas de cara para o gol, mas teve muita dificuldade de para jogar de costas para o gol adversário. A tendência é de que volte para o banco de reservas contra o Avaí, quando Luis Fabiano retorna.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!