RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quarta-feira, junho 28, 2017

Com medo de golpe, clientes vão à polícia e denunciam casa de recepções em Nata

Clientes cancelaram eventos após suspeita de golpe em casa de eventos em Natal (Foto: Kleber Teixeira/G1)

Um grupo de clientes de uma casa de eventos fez um protesto no bairro Candelária, zona Sul de Natal, nesta terça-feira (27). Eles alegam que as empresas que prestam serviços para a recepção informaram que o dinheiro dos pacotes contratados não foi repassado, para que os serviços fossem prestados.
Devido à situação, as pessoas não sabem se as festas pelas quais pagaram vão acontecer ou não. Outros contratantes pediram cancelamento dos eventos, mas alegam que não conseguem receber o dinheiro de volta. A maioria desembolsou entre R$ 20 mil e R$ 40 mil.
O grupo que foi até o Glamour Recepções tentou uma reunião com o empresário Danilo Marcondes, que arrendou e administra o local atualmente, mas não conseguiram encontrá-lo. Os advogados dele afirmaram que todas as pendências serão resolvidas.
Nesta quarta (28), os clientes receberam uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp. “Diante da repercussão e exposição na mídia, dúvidas e requerimentos feitos por clientes estamos fazendo levantamento da situação financeira, jurídica e de segurança dos contratos e das pessoas envolvidas para definirmos as medidas a serem tomadas de modo a sanar as situações de modo indivualizado”, informava a nota.
A resposta, porém, não tranquilizou os clientes. A advogada Laryssa Pederneiras resolveu cancelar a festa de casamento pela qual já tinha pagado R$ 25 mil.
Tatiana Silva, secretária, havia fechado um contrato de R$ 12 mil para o aniversário de 15 anos da sua filha. A festa estava marcada para setembro do próximo ano. Pagou R$ 6 mil à vista e combinou entregar um cheque de mais R$ 6 mil que seria descontado no dia 30 de setembro.
Estavam previstos buffet, decoração, iluminação, cabine de fotos, doces, bolo, entre outros serviços. Tatiana resolveu suspender o acordo quando começou a ouvir falar de boatos sobre quebra de contrato.
“Eu informei que queria cancelar a festa e receber meu dinheiro de volta. Ai eles não me responderam mais”, afirmou a cliente. Nesta quarta-feira (28), ela foi até o salão, mas encontrou o prédio fechado. Os responsáveis também não atenderam ligações, nem retornaram mensagens. Ao procurar a Delegacia de Consumidor, Tatiana encontrou lá cinco pessoas que também afirmaram à polícia terem sido lesadas pelos proprietários do salão.
“A gente fica preocupada em saber se vai receber esse dinheiro de volta. Ninguém acha dinheiro assim na rua. Estão lidando com os sonhos de muitas pessoas”, considerou. Uma amiga da sua filha, aponta, ia fazer a festa de 15 anos no mesmo local, no próximo dia 8 de julho, e desembolsou R$ 40 mil. “Não sabe o que vai fazer. É um sonho que se tornou um pesadelo”, pontua Tatiana.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!