Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

segunda-feira, julho 17, 2017

Área plantada de arroz diminui 50% no interior do RN

Produção de arroz é prejudicada pela seca dos últimos seis anos (Foto: Flávio Soares)
Produção de arroz é prejudicada pela seca dos últimos seis anos (Foto: Flávio Soares)

A região de Apodi, no Oeste potiguar, teve uma redução de mais de 50% na área plantada do cultivo de arroz, segundo o IBGE. A falta de chuva nos últimos seis anos está tirando a confiança dos rizicultores.
Segundo o Sindicato Rural de Apodi, a região tem atualmente cerca de 700 hectares de área plantada. Em 2013, de acordo com o IBGE, essa área passava de 1300 hectares.
Este ano, a expectativa é colher aproximadamente nove toneladas dessa safra. Um volume bem abaixo do que seu Francinaldo Marinho já produziu antes, afinal, ele teve que reduzir a área plantada, pois o inverno não foi tão proveitoso.

Falta de chuva dos últimos seis anos tira a confiança dos agricultores (Foto: Flávio Soares)
Falta de chuva dos últimos seis anos tira a confiança dos agricultores (Foto: Flávio Soares)

“As águas aqui estão poucas, plantamos pouco. Nos outros anos plantávamos mais. Já cheguei a plantar seis hectares, esse ano só foram dois”, disse o agricultor.
Mesmo com a colheita reduzida, Francinaldo consegue tirar o suficiente para se manter. O quilo do grão é vendido por cerca de R$1,50. Os custos com a colheitadeira, que é alugada, são pagos com a própria produção. Fabiano é dono do trator que presta serviço para produtores da região. Para ele, o período de safra também é uma oportunidade de ganhar dinheiro. “Eu trabalho na produção e ganho 13% sobre o que é colhido”, explicou.
Cada saca tem 60 quilos e é vendida por cerca de R$170. Segundo Marconi Regalado, que trabalha em uma fábrica de beneficiamento de arroz, a expectativa dessa safra é colocar no mercado 460 toneladas de arroz vermelho. “A gente abastece a região vizinha, a maioria do que é produzido aqui é comercializado aqui no estado mesmo”, concluiu.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!