RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, julho 10, 2017

Atlético-PR demite o técnico Eduardo Baptista; Paulo Autuori também se desliga

Atlético-PR demite o técnico Eduardo Baptista; Paulo Autuori também se desliga

Fim da linha para Eduardo Baptista. O técnico foi demitido pelo Atlético-PR na manhã desta segunda-feira, um dia após o empate com a Chapecoense, em 1 a 1, na Arena Condá. Em decorrência da saída do treinador, Paulo Autuori, que ocupava o cargo de gestor técnico, também saiu do Rubro-Negro (veja a nota oficial abaixo).
Anunciado no dia 23 de maio, quando Paulo Autuori virou gestor, Baptista ficou menos de dois meses no cargo. Ele comandou o Furacão em 13 jogos, com cinco vitórias, três empates e cinco derrotas, com um aproveitamento de 46,1%. Com o treinador, a equipe atleticana anotou 14 gols e sofreu 15. Pesaram em sua saída as duas derrotas sofridas em mata-matas, para Grêmio (4 a 0 na Copa do Brasil) e Santos (3 a 2 na Libertadores).
Quando chegou ao CT do Caju, Baptista assumiu o Rubro-Negro em momento de instabilidade no Campeonato Brasileiro. A equipe ocupava a vice-lanterna, na 19ª posição, com duas derrotas - 6 a 2 para o Bahia fora de casa e 2 a 0 para o Grêmio na Arena da Baixada. Agora, o treinador deixa o Furacão na 14ª colocação, com 15 pontos. O Furacão não vence há quatro jogos - vem também de derrotas para Grêmio (4 a 0, pela Copa do Brasil), Sport (1 a 0, pelo Brasileiro) e Santos (3 a 2, pela Libertadores da América).
Baptista é filho de Nelsinho Baptista, que foi treinador do Atlético-PR e campeão pelo clube em 1988. Antes de chegar ao Furacão, ele estava no Palmeiras, onde ficou pouco mais de quatro meses à frente do clube paulista. O Rubro-Negro foi o seu quinto clube no currículo - antes, além do Palmeiras, treinou Sport, Fluminense e Ponte Preta.
O Furacão ainda não anunciou quem será o novo treinador da equipe. Na próxima quarta-feira, a equipe atleticana recebe o Cruzeiro, às 21h45 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Uma possibilidade é a de que Kelly, ex-jogador do clube e membro da comissão fixa do clube, comande o time diante da Raposa.
Veja abaixo o comunicado de Eduardo Baptista:
Hoje pela manhã fui comunicado pela direção do CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE do meu desligamento do clube.
Primeiro quero agradecer ao grupo de atletas, funcionários do clube e companheiros de comissão técnica pelo período e ótima relação e dedicação de todos.
Aos torcedores um agradecimento especial, sempre que estive na Arena me deparei com uma torcida muito apaixonada e nesse período tive essa torcida a nosso favor, foi uma experiência muito proveitosa.
A imprensa quero agradecer pelo alto nível e pelo respeito ao meu trabalho.
Em relação ao Paulo Autuori quero fazer aqui um registro, não só de sua competência, mas também pelo comportamento ético e acima de tudo respeitoso, foi meu chefe direto durante esse período no CAP e só tenho a elogiar sua condução do trabalho e lealdade.
Eu sempre tive boa relação com o Paulo Autuori e ela só aumentou nesse período.
Agradeço a oportunidade.
Eduardo Baptista
Autuori encerra ciclo no Furacão
Contratado em março do ano passado para o lugar de Cristóvão Borges, Paulo Autuori dirigiu o Atlético-PR em 86 partidas. No primeiro ano, somou 26 vitórias, 11 empates e 20 derrotas. Caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil, mas acumulou o vice-campeonato da Primeira Liga, o título de campeão paranaense e terminou em sexto no Brasileirão - campanha que garantiu a vaga na Libertadores. Em 2017, somou oito vitórias, 11 empates e 10 derrotas em 29 partidas.
Na função desde 1974 e dono de um currículo de peso, Autuori assumiu o cargo de gestor do departamento de futebol no Furacão com a chegada de Eduardo Baptista. Inclusive, negociou pessoalmente a chegada do novo treinador. Na coletiva de imprensa quando as mudanças foram anunciadas pela diretoria, ele deixou claro que sairia do clube caso Baptista pedisse demissão ou fosse demitido.

De técnico a gestor, Paulo Autuori encerra ciclo no Atlético-PR (Foto: Monique Silva)
De técnico a gestor, Paulo Autuori encerra ciclo no Atlético-PR (Foto: Monique Silva)

Veja a nota oficial do clube:
O Clube Atlético Paranaense informa que, em razão de divergências na implantação das metodologias e filosofia do Clube, o treinador Eduardo Baptista foi desligado do seu cargo na manhã desta segunda-feira (10).
Em decorrência deste fato, o manager Paulo Autuori solicitou seu desligamento do Clube. A Diretoria, a comissão técnica permanente e os atletas manifestam seu inconformismo com esta decisão e lamentam profundamente a saída deste profissional de extrema competência que estava engajado com o projeto do Clube.
O CAP agradece os serviços prestados por ambos os profissionais e deseja sucesso na sequência de suas carreiras.

Eduardo Baptista e Paulo Autuori não fazem mais parte do Atlético-PR (Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo)
Eduardo Baptista e Paulo Autuori não fazem mais parte do Atlético-PR (Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo)

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!