RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quarta-feira, julho 05, 2017

Cadela é baleada ao tentar defender dono durante briga em Anápolis, GO

Neguinha levou três tiros; balas na perna e no glúteo ainda estão alojadas (Foto: Arquivo pessoal)

Uma cadela foi baleada ao tentar defender o dono durante uma briga, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. O animal, que se chama Neguinha, foi atingida três vezes após avançar no atirador. Ela está internada e vai precisar ser operada. A Associação Protetora e Amiga dos Animais (Aspaan) da cidade faz uma campanha nas redes sociais para angariar fundos e pagar o tratamento do bicho.
O dono da cadela é o vendedor Helton Júnior da Silva, de 32 anos. Ele diz que Neguinha vivia na rua e que há alguns dias, colocou o animal para viver em sua residência, tendo, inclusive, feito uma casinha para ela. Na madrugada do último domingo (2), três homens foram até a sua casa tirar satisfação sobre uma briga envolvendo seu irmão, que mora no mesmo lote.
"Ele discutiu com essas pessoas e os homens foram até lá. De repente, começaram a chutar o portão. Então eu fui ver o que era e eles já chegaram atirando", disse ao G1.
O vendedor conta que um dos homens - provavelmente o confundiu com o seu irmão - estava armado e partiu para cima dele. Nesse momento, Neguinha avançou sobre ele e foi baleada. Em seguida, os suspeitos fugiram.
O caso foi registrado na Polícia Civil e será investigado pelo 6º DP. Porém, o procedimento ainda não foi enviado para a delegacia.

Raixo X mostra que uma das balas provocou fraturas múltiplas e ficou alojada na pata esquerda (Foto: Arquivo pessoal)
Raixo X mostra que uma das balas provocou fraturas múltiplas e ficou alojada na pata esquerda (Foto: Arquivo pessoal)

Tratamento
No dia seguinte, Neguinha foi levada para receber os primeiros socorros. Sem dinheiro para a internação, ele procurou a advogada Thais Gomes de Souza, presidente da Aspaan Anápolis. Ela conseguiu a internação de Neguinha em uma clínica veterinária parceira, mas mesmo assim, ainda existem alguns custos.
"Nós temos uma parceria com a clínica e eles não cobram gastos como a consulta. Mas temos que arcar com medicamentos, instrumentação, internação e procedimentos. Tudo vai ficar em torno de R$ 2 mil", explica.
Como a associação cuida de outros animais e não tem o dinheiro necessário, começou uma campanha nas redes sociais para tentar arrecadar o dinheiro. As doações podem ser feitas via depósito em conta ou deixadas no hospital onde a cachorra está.

 Grupo faz campanha nas redes sociais para pagar tratamento da cadela (Foto: Reprodução/Facebook)
Grupo faz campanha nas redes sociais para pagar tratamento da cadela (Foto: Reprodução/Facebook)

Cirurgia
De acordo com a veterinária Larissa Tauany, Neguinha foi atingida na pata direita, na esquerda e no glúteo. Dois projéteis seguem alojados no glúteo e na pata esquerda. Eles devem ser retirados na próxima quinta-feira (6).
Também está prevista uma cirurgia de reconstrução óssea - chamada osteossíntese - para reconstrução na pata esquerda, que sofreu múltiplas fraturas. Porém, é necessário esperar a infecção regredir para o procedimento ser realizado, o que deve ocorrer na próxima semana.
"Ela está sentindo muita dor. Mas o quadro dela é considerado estável. Ela se alimenta bem e está tomando a medicação. Não há previsão de alta", explicou.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!