RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, julho 10, 2017

Copete faz três, Santos vence e derruba o São Paulo para a vice-lanterna


O Santos contou com uma noite inspirada de Copete para vencer o São Paulo por 3 a 2 na Vila Belmiro, na noite deste domingo, pela 12ª rodada do Brasileirão. Autor de três gols, o colombiano foi o grande destaque do jogo. O jogador sofreu um acidente doméstico na última semana e se recupera de queimaduras na barriga. Na comemoração do primeiro gol, fez questão de tirar a camisa para mostrar as marcas para a torcida, que reclamava de um gol perdido. Depois disso, marcou mais duas vezes. Arboleda e Shaylon marcaram para o Tricolor.

"UMA SALSA TRANQUILA"
Como fez três gols, Copete ganhou o direito de pedir música no Fantástico. O colombiano, porém, relutou. Só depois de o repórter Pedro Mota, do SporTV, insistir, ele soltou: "Pode ser uma salsa tranquila". Mais tarde, o repórter explicou para o colombiano sobre a tradição dos três gols no domingo. Ele entendeu e pediu uma canção chamada Mi Gente.

COMO FICA
Antes quinto colocado, o Peixe entrou no G-4 e, agora, é quarto com 20 pontos. Por outro lado, o Tricolor caiu duas posições na tabela, e termina a 12ª rodada na vice-lanterna do Brasileirão, com 11 pontos. São sete jogos sem vencer na competição.

1º TEMPO
Com um início de baixo nível técnico, a partida teve como primeira grande chance um erro de Copete aos 37 minutos. Após um bate-rebate, a bola sobrou para ele com o gol aberto, mas o colombiano isolou. A torcida, é claro, não gostou. Mas Copete ainda mudaria a sua imagem. Aos 43, ele mesmo iniciou a jogada do gol com um toque para Kayke, que finalizou. Renan Ribeiro deu rebote nos pés do colombiano, que só teve trabalho de empurrar para o gol.

Comandado interinamente por Pintado, o São Paulo apresentou novidades. Arboleda e Gomez, recém-contratados, foram titulares. Cueva, em má fase, nem foi relacionado. As mudanças, porém, não surtiram muito efeito, e o Tricolor seguiu sendo um time apático.


2º TEMPO
O Santos ampliou sua vantagem no início da etapa final. Em cruzamento de Kayke, Copete fez de cabeça. Aos 21, o colombiano fez o terceiro: Jean Mota deu bonito drible em Buffarini, cruzou para a área, e o atacante marcou de primeira. Quinto gol dele contra o São Paulo em três jogos.

O São Paulo iniciou uma reação pouco depois. David Braz derrubou Lucas Pratto na área e a arbitragem marcou pênalti. Ele mesmo cobrou, mas acertou a trave esquerda de Vanderlei. Sétimo jogo de jejum do argentino.

Sete minutos depois, o São Paulo conseguiu o seu primeiro gol com o jovem Shaylon, que aproveitou reboite do goleiro depois de um cruzamento de Lucas Fernandes. Sem desistir, a equipe conseguiu o segundo aos 41. Jucilei bateu falta, a bola sobrou para Arboleda, que encheu o pé. Até o apito final, o Tricolor seguiu lutando a cada bola pelo gol de empate, que acabou não saindo.


Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!