Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, julho 03, 2017

Corinthians insiste, supera Gatito, vence misto do Botafogo e mantém folga no topo


Não foi fácil, em certo momento parecia que não iria acontecer, mas o Corinthians conseguiu mais uma vitória e segue passeando no Brasileirão. Neste domingo, em seu estádio, a equipe paulista venceu por 1 a 0 o valente time misto do Botafogo, que poupou cinco titulares. Jô marcou o único gol do jogo e se redimiu, após ter cobrança de pênalti defendida por Gatito. 

PANORAMA
Invicto há 25 jogos e há mais de três meses, o Corinthians tem o melhor início de uma equipe na era de pontos corridos do Brasileirão, segue tranquilo na liderança, com 29 pontos, nove vitórias e dois empates. Além disso, aumentou a vantagem para o 2º colocado e agora está a 7 pontos do Grêmio.  Com 15 pontos, o Botafogo caiu duas posições e está em 9º. No próximo sábado, o Timão recebe a Ponte Preta, enquanto o Glorioso pega o Atlético-MG, no domingo, no Nilton Santos. Antes, no entanto, a equipe de Jair viaja a Montevidéu para enfrentar o Nacional-URU, na quinta, pelas oitavas da Libertadores.

GOLEIROS APENAS OBSERVAM
 O jogo começou com um desenho claro. Com um time misto, fora de casa, contra o líder do campeonato, o Botafogo decidiu esperar. E deu o campo para o Corinthians. A estratégia, em partes, deu certo. O Timão ficou com a bola, teve volume de jogo e chegou a ter 77% de posse. Chances, porém, foram raras. A equipe paulista tentava, e o Glorioso afastava. A primeira finalização da partida ocorreu somente após 27 minutos, em cabeçada por cima do gol de Jô. Alguma emoção, apenas nos minutos finais da primeira etapa. O Botafogo teve a chance de sair na frente com João Paulo, que escorou rente à trave cruzamento de Bruno Silva. Nos acréscimos, o Corinthians respondeu com bom chute de Maycon, que passou pertinho do gol de Gatito.

GATITO DEFENDE (QUASE) TUDO; JÔ DECIDE
O Corinthians retornou do intervalo com Marquinhos Gabriel no lugar de Gabriel, mas não foi a única mudança. O time voltou com outra atitude e partiu para cima do Botafogo. Só deu Timão. Com menos de cinco minutos, Rodriguinho teve duas boas chances, mas parou em Gatito. Aos sete, o paraguaio voltaria a ser protagonista. Marcelo derrubou Arana fora da área, mas o Rodolpho Toski Marques errou e marcou pênalti. Jô cobrou mal, e Gatito defendeu. A defesa esfriou a Arena, mas não desanimou a equipe paulista. O Botafogo raramente passava do meio de campo. As principais oportunidades do Corinthians, no entanto, geralmente eram em jogadas de bola parada. Mas de tanto insistir, o Timão à vitória. Após sensacional jogada do jovem Pedrinho, que acabara de entrar, Gatito pegou chutes dois chutes à queima-roupa, mas não conseguiu segurar a terceira finalização, de Jô. Placar justo pela perseverância, uma vez que a equipe carioca sequer finalizou na etapa final. 


GOL SALVA ATUAÇÃO DE JÔ... E DE MUITO CARTOLEIRO
 Jô brigou, incomodou, mas vinha tendo atuação decepcionante. Perdeu pênalti, gols e ainda recebeu amarelo por simulação. O gol no fim, no entanto, mudou todo o panorama. Seu 13º gol na temporada deu a 9ª vitória ao Corinthians no Brasileirão. Além disso, o lance salvou os 2.537.508 cartoleiros que o escalaram na rodada. Até então negativando, o atacante pontuou 4,60. 

COMO UM GATITO...
O Botafogo saiu derrotado, mas certamente Gatito foi o melhor em campo. Além da cobrança de pênalti de Jô, ele fez outras quatro defesas consideradas difíceis e alguns. Algumas deleas, verdadeiros milagres. Mesmo com o gol sofrido, o paraguaio fez 17 pontos no Cartola

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!