RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

segunda-feira, julho 24, 2017

Esquema da Semsur se replica em outras prefeituras do RN

Os promotores do Patrimônio Público afirmaram em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (24) que os desvios de mais de R$ 22 milhões identificados na Semsur foram replicados em outras cidades do Rio Grande do Norte com o mesmo grupo de empresas pernambucanas alvo da Operação Luz.

Como todas as informações estão sob sigilo, eles não puderem enumerar quais são as cidades, mas afirmaram que diligências estão em andamento.

Os promotores também explicaram que não pediram a prisão do presidente da Câmara de Vereadores, Raniere Barbosa, por não terem vislumbrado neste momento elementos para o pedido.

Pesam contra o vereador as acusações de ter se beneficiado do esquema. Foi decisivo para a não decretação da prisão a perda de influência de Raniere sobre a Semsur, o que aconteceu com o desgaste entre ele e o prefeito Carlos Eduardo, que, segundo os investigadores, não aparece neste momento como beneficiário ou conhecedor do esquema.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte também não descarta o cruzamento de dados das empresas com contribuições eleitorais para identificar se houve pagamento de vantagens indevidas para fraudar eleições.

Na investigação em curso, foi identificado que as empresas alvo da ação tinham até representantes dentro da Semsur atuando em seus interesses. A apuração chegou a flagrar um servidor da Semsur que também estava na folha de pagamento de uma das empresas.

Foram emitidos 15 mandados de prisão, dos quais 14 foram cumpridos, sendo 5 em Pernambuco e 9 em Natal.

No Rio Grande do Norte, os presos estão reclusos nos CDPs de Pirangi e da Ribeira – para quem tem curso superior. Um dos presos é agente penitenciário que atuava como representante das empresas. Ele está no CDP da Zona Norte. Uma mulhet está no complexo João Chaves. Na ação de hoje, houve reforço de 117 policiais militares.

A lista de pessoas alvo de mandados de prisão é a seguinte:

Adelson Gustavo Coelho Ponciano

Alberto Cardoso Correia do Rego Filho

Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira

Antônio Fernandes de Carvalho Junior

Daniel Fernandes Ferreira de Melo

Epaminondas da Fonseca Ramos Junior

Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo

Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva

Kelly Patricia Montenegro Sampaio Alves

Mauricio Custódio Guarabyra

Mauricio Ricardo de Moraes Guerra

Sergio Pignataro Emerenciano

Valério Max de Freitas Melo.

Allan Emmanuel Ferreira da Rocha

Felipe Gonçalves de Castro.

Fonte: Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!