RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

domingo, julho 23, 2017

Fla sai na frente, permite empate, mas vence Coxa com gol de pênalti nos acréscimos


O Flamengo, com novo uniforme e velhos problemas, parecia repetir o problema de partidas anteriores. Saiu na frente, permitiu o empate, e sofreu para vencer com um gol de pênalti de Éverton Ribeiro nos acréscimos: 2 a 1. A vitória alivia a situação de Zé Ricardo, que estava há três rodadas - contra adversários da parte de cima da tabela - sem vencer. O Coritiba conseguiu conter a pressão rubro-negra após sofrer o gol de Berrio no início do jogo e igualou o placar no começo da etapa final com Henrique Almeida. Ainda houve polêmica: um gol de Guerrero anulado por impedimento duvidoso.

PANORAMA
Com a vitória, o Flamengo chega a 28 pontos e sobre temporariamente para a terceira colocação. Torce agora contra o Santos, que enfrenta o Bahia neste domingo. O Coritiba, por sua vez, soma 19 pontos, quatro a mais do que a primeira equipe na zona de rebaixamento. No próximo domingo, o Flamengo enfrentará o líder Corinthians em São Paulo. Antes, o time decide vaga nas semifinais da Copa do Brasil contra o Santos, na Vila Belmiro. Já o time paranaense receberá o Atlético-MG no Couto Pereira no próximo fim de semana, pelo Brasileiro.

RODÍZIO
Zé Ricardo poupou jogadores e fez diversas mudanças no Flamengo que entrou em campo neste sábado. Tirou os volantes titulares (Marcio Araújo e Cuellar) e o zagueiro Rever, substituídos por Juan, William Arão e Rômulo. Na frente, sem Diego, poupado por desgaste, e Évertou, por conta de uma gripe, o técnico usou uma escalação nova, com Berrio e Geuvânio - pela primeira vez como titular - pelos flancos, Guerrero centralizado, e Everton Ribeiro no meio de campo fazendo a distribuição do jogo. No segundo tempo, voltou a lançar Vinícius Júnior, que não era sequer relacionado há três partidas. Paquetá, que não vinha sendo utilizado, também ganhou chance.

PÚBLICO E RENDA
Público presente: 13.014
Pagante: 11.722
Renda: R$ 732.655,00

1º TEMPO
O Flamengo começou bem na partida. Logo aos três minutos, Trauco cruzou, a bola pegou efeito e carimbou o travessão de Wilson. Aos seis, o primeiro gol. Everton Ribeiro escapou em velocidade pela esquerda, recebeu de Geuvânio e deu bela assistência para Berrio dominar e completar: 1 a 0. O Coritiba respondeu aos 11, em um cochilo de Pará, que desistiu de jogada na direita da defesa rubro-negra. Tomas Bastos cruzou, Rildo e Vaz dividiram, e a bola sobrou para Galdezani emendar, acertando Arão.

O Flamengo deixou de pressionar, apesar de continuar mantendo domínio da partida. Voltou a ameaçar aos 29, em uma bela bola de Geuvânio para Éverton Ribeiro finalizar cruzado. Wilson fez ótima defesa. Geuvânio ainda quase surpreendeu o goleiro do Coritiba em uma cobrança do escanteio com curva. Do outro lado, o time paranaense se limitava a tentar transformar eventuais erros do Flamengo em contra-ataques - sem sucesso.

2º TEMPO
O segundo tempo começou da forma inversa. Com um minuto de jogo, uma bela bola de Tomas Bastos deixou Henrique Almeida de frente para gol. A zaga falhou e o Coritiba empatou: 1 a 1. Vaz quase se redimiu. Aos três, apareceu para completar de carrinho na pequena área. Wilson fez grande defesa. Logo depois, deu assistência para Guerrero marcar. Gol anulado por impedimento duvidoso. O Flamengo quase marcou de novo aos nove, em arrancada de Berrio pela direita. Ele cruzou, mas, antes de Guerrero, Marcio cortou.

Aos 12, Neto Berola partiu em velocidade, cruzou, e foi a vez de Juan salvar os rubro-negros. Zé Ricardo então chamou Vinícius Júnior para o lugar de Berrio. Aos 25, Juan também mandou no travessão ao subir muito para finalizar de cabeça após falta cobrada na intermediária. Guerrero ainda teve chance em tentativa de voleio. Aos 38, Rômulo teve a chance mais clara de fazer o segundo. Parou em Wilson. Mas Vinícius Júnior sofreu pênalti já no fim da partida e, aos 46, Éverton Ribeiro, com categoria, marcou: 2 a 1.

MULTIFUNÇÃO
Éverton Ribeiro vinha jogando pela ala direita, mas neste sábado mostrou qualidade na criação de jogadas, especialmente no primeiro tempo. Fazendo a função de Diego, poupado por desgaste, o camisa sete deu bons passes, incluindo a assistência para o gol de Berrio - que também esteve bem nos primeiros 45 minutos e foi substituído por Vinícius Júnior na etapa final. Ainda mostrou categoria na cobrança de pênalti que garantiu a vitória.

REFLEXO EM DIA
O goleiro Wilson foi o maior destaque individual do Coritiba, com pelo menos três ótimas defesas em situações claras de gol para o rival. Também merece menção Tomas Bastos, que além da bela assistência para o gol de Henrique Almeida, se mostrou o mais lúcido do meio de campo.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!