Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

sábado, julho 15, 2017

Justiça aceita denúncia do MP contra médica que não atendeu bebê Breno

Médica Haydée chega para prestar depoimento na 16ª DP Barra (Foto: Reprodução/GloboNews)
A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público estadual conta a médica Haydeé Marques da Silva, acusada pela morte do bebê breno Rodrigues Duarte da Silva, de 1 ano e meio. Em junho, a médica se recusou a atender a criança, que sofria de uma neuropatia e ainda apresentou um quadro de gastroenterite.
A médica Haydeé estava na ambulância estava na ambulância acionada pela família através de convênio médico, mas ao chegar ao prédio onde Breno morava disse que não atenderia o chamado por se tratar de uma criança. Haydeé foi indiciada por homicídio doloso com dolo eventual, quando o agente, mesmo sem querer efetivamente o resultado, assume o risco de produzí-lo. O Ministério Público ainda requer que a médica seja afastada do exercício da profissão.
Em 12 de junho, a médica Haydee disse que não tinha responsabilidade na morte do bebê Breno e que ele não corria risco de vida. De acordo com o relato da médica, a técnica em enfermagem teria informado que o quadro era de uma gastroenteirite de uma criança de um ano com neuropatia.
"Estou triste e muito abalada pela criança ter morrido, mas não estou arrependida porque não fiz nada de errado do código de conduta médica. Eu pedi outra unidade, com pediatra para atendê-lo. Não sou pediatra, não sou neurologista, pedi à outra unidade de ambulância para atender esta criança. Disseram que a unidade estava indo”, disse a médica.

Bebê morre depois que médica se negou a prestar socorro (Foto: Reprodução)
Bebê morre depois que médica se negou a prestar socorro (Foto: Reprodução)

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!