RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

terça-feira, julho 25, 2017

Justiça recebe R$ 419 mil bloqueados de Lula no caso triplex

A Justiça Federal recebeu cerca de R$ 419 mil bloqueados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira (24), em dois depósitos feitos para a conta da 13ª Vara, em Curitiba.
O dinheiro faz parte do bloqueio de cerca de R$ 606 mil de contas bancárias, determinado pelo juiz Sérgio Moro no processo que investiga ocultação da propriedade de uma cobertura triplex em Guarujá, no litoral paulista, no âmbito da Operação Lava Jato.
Ainda falta a transferência de R$ 187,5 mil, dos bancos Caixa Econômica Federal e Bradesco.
O bloqueio foi feito em 19 de julho, pelo Banco Central, a pedido de Moro. A medida, de acordo com o juiz federal, pretende garantir “a reparação dos danos decorrentes do crime”.
Segundo Moro, ficou reconhecido que contrato entre o Consórcio Conest/Rnest gerou cerca de R$ 16 milhões em vantagem indevida a agentes do PT. Ainda conforme o juiz, dessa quantia, R$ 2.252.472 foram para o ex-presidente por meio do apartamento triplex.
O ex-presidente foi condenado a 9 anos e seis meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele pode recorrer em liberdade.
Ainda houve o sequestro e arresto de dois carros, três apartamentos e um terreno, em São Bernardo do Campo (SP). O sequestro e o arresto são medidas cautelares que evitam que o réu se desfaça de bens ou valores que podem ser entregues à Justiça após decisão definitiva.
Outro bloqueio
O ex-presidente Lula teve ainda o bloqueio de R$ 9 milhões, que estavam depositados em dois planos de previdência privada. Segundo a Brasilprev, os dois planos de previdência foram abertos pela LILS Palestras e Eventos. A empresa pertence ao ex-presidente e é responsável por agendar eventos em que o ex-presidente participa.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!