RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

sexta-feira, julho 14, 2017

Luan marca, Grêmio tira invencibilidade do Fla na Ilha e volta à vice-liderança


Flamengo e Grêmio foram os responsáveis por atribuir emoção a um campeonato que tem um líder com 10 pontos de vantagem na tabela. Nesta quinta-feira, as duas equipes mediram forças em um jogão na Ilha do Urubu, pela 14ª rodada do Brasileirão. Embalado pela série de quatro vitórias seguidas, o Fla pressionou e martelou a meta gremista ao longo de 90 minutos. Faltou a precisão e o talento de Luan. O camisa 7 foi cirúrgico em uma jogada individual para anotar o único gol da partida e dar a vitória por 1 a 0 ao Tricolor em um confronto direto para reassumir a vice-liderança.

NA TABELA
A vitória tão valiosa faz o Grêmio encerrar a série de três derrotas seguidas no Brasileirão em grande estilo para recuperar a vice-liderança, com 25 pontos. O Flamengo cai para quarto, com os mesmos 23 pontos do Santos, que leva vantagem no número de vitórias. O líder é o Corinthians, com 35 pontos. Clique aqui e veja a tabela completa.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS
As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Fla vai a Belo Horizonte encarar o Cruzeiro, no Mineirão. O Tricolor, por sua vez, recebe a Ponte Preta, na Arena.

NO TALENTO DE LUAN
O Grêmio já conviveu com o rótulo – e a responsabilidade – de ser dono do "melhor futebol do país". Mas não precisou ser brilhante ou espetacular para bater o Flamengo nesta quinta-feira. Bastou contar com o talento de Luan. Num jogo de entrega para se defender ao longo de quase 90 minutos, o camisa 7 decidiu a vitória gremista com uma jogada individual no primiro tempo. Um tento singular para mostrar que está com a cabeça no Tricolor e para fazer jus ao crescente assédio europeu por seu futebol.

FIM DA INVENCIBILIDADE
A torcida fez sua parte e transformou a Ilha do Urubu num caldeirão já tradicional, apelidado por Renato Gaúcho de "Bombonera do Flamengo". Mas a euforia não foi suficiente para sustentar a invencibilidade do Flamengo como mandante em 2017. A derrota desta quinta-feira foi a primeira do Rubro-Negro em casa após 23 jogos anteriores, com 14 vitórias e nove empates. A equipe de Zé Ricardo, aliás, tinha 100% de aproveitamento na Ilha.


PRIMEIRA IMPRESSÃO
Em meio à decepção natural de um tropeço em casa num confronto direto, os flamenguistas encontram consolo na estreia de Geuvânio. Em sua primeira impressão com a camisa rubro-negra, o atacante entrou em campo elétrico já aos 13 do segundo tempo, na vaga de Márcio Araújo. Na "blitz" do Fla, o estreante deu trabalho à defesa do Grêmio e ainda tentou uma finalização de dentro da área, defendida com tranquilidade por Leo.

PROVA DE FOGO
Diego, Éverton Ribeiro, Everton, Leandro Damião, Geuvânio, Felipe Vizeu... Ufa! O Flamengo empilhou homens de ataque e obrigou o Grêmio a se defender com unhas e dentes para sair com a vitória na Ilha do Urubu. E graças a Leo. O goleiro fechou a meta para garantir o 1 a 0 no placar e aprovou na "prova de fogo" com a melhor atuação de sua carreira. Ganha moral justamente no dia da assinatura de contrato de Paulo Victor no Tricolor.

PRIMEIRO TEMPO
O peso de um duelo tão emblemático pela ponta de cima da tabela ressoou sobre as posturas das duas equipes nos primeiros minutos de partida, marcados por muito estudo e respeito mútuo de Grêmio e Flamengo. No caldeirão da Ilha do Urubu, o Fla até tentou tomar as rédeas do jogo e levou perigo cedo, com Trauco, em chute da entrada da área. Mas logo foi amarrado por um Tricolor compacto em seu campo de defesa, com duas linhas de quatro em frente à área e superioridade numérica para congestionar as áreas centrais do campo.

Resguardada atrás, a equipe de Renato Gaúcho foi cirúrgica para abrir o placar, graças ao talento de seu melhor jogador. Em jogada individual, Luan limpou quatro rivais e contou com uma bola mal rebatida por Trauco para invadir a área e chutar no canto, sem chances para Thiago. A vantagem fez o Grêmio recuar ainda mais e abusar das faltas para frear o Flamengo, que insistiu bastante em chutes de média distância. No lance de mais perigo, Éverton acertou o travessão de Léo.


SEGUNDO TEMPO
A pressão flamenguista ditou a tônica da partida na volta do intervalo. Parecia até atividade de ataque contra defesa. O Flamengo logo se impôs em campo para encurralar o Grêmio atrás, mas com dificuldades nas infiltrações contra um rival tão recuado. Zé Ricardo mexeu no time e sacou Márcio Araújo para promover a estreia de Geuvânio. O estreante formou trio com Everton Ribeiro e Diego, com muita movimentação para tentar entrar na área gremista. Em vão: o Fla ameaçou só em chutes de fora, parados por Léo, e em cruzamentos mal aproveitados.

O Tricolor, por sua vez, desperdiçou contra-ataque fulminante para matar o jogo com Luan, desarmado na hora do chute. Com certo desespero, o técnico flamenguista mandou a campo Felipe Vizeu e Mancuello nas vagas de Trauco e Cuellar. Mas as investidas rubro-negras seja por baixo ou na bola aérea foram bem contidas pela defesa gremista. 


Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!