RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

terça-feira, julho 04, 2017

Mulher cai em golpe ao tentar comprar R$ 1 mil em roupas pelo Facebook

Esse tipo de golpe pode prejudicar empresas sérias que acabam tendo o nome vinculado (Foto: Reprodução/TV TEM)

A moradora de Boituva (SP) Josilaine de Moura Meia Santos registrou um boletim de ocorrência após tentar comprar R$ 1 mil em roupas com desconto em uma página do Facebook. De acordo com ela, a página oferecia roupas com descontos e, como não desconfiou do anúncio, depositou o dinheiro aos responsáveis. Contudo, a página foi tirada do ar e a moradora descobriu que tinha caído em um golpe.
“Depois que eu descobri fiz um boletim de ocorrência e fui às redes sociais para alertar. Fiz vários posts em diversos grupos e foram surgindo mais vítimas. Porém, eu percebi que elas não fizeram a mesma coisa que eu. Elas não fizeram boletim de ocorrência, não divulgaram em redes sociais e isso me assustou, porque parece que elas se conformaram com a situação”, explica Santos.

Josilaine Santos de Boituva descobriu que havia caído em golpe depois que efetuou o pagamento e a vendedora sumiu (Foto: Reprodução/TV TEM)
Josilaine Santos de Boituva descobriu que havia caído em golpe depois que efetuou o pagamento e a vendedora sumiu (Foto: Reprodução/TV TEM)

Josilaine conta que desembolsou na compra R$ 1 mil e, além do prejuízo financeiro, a situação trouxe diversos transtornos psicológicos.
“Durante 10 dias não consegui dormir direito, eu não conseguia fazer outra coisa a não ser pesquisar a loja pela internet. Eu vivia em função disso. Mas o que chamou minha atenção é que as pessoas te julgam como culpada por cair em um golpe desses. Inclusive nos posts que eu fiz nas redes sociais eu fui apontada como culpada por isso”, conta a vendedora.

Investigação

O caso foi registrado na delegacia de Boituva e encaminhado para Polícia Civil de Barbacena (MG) (Foto: Reprodução/TV TEM)
O caso foi registrado na delegacia de Boituva e encaminhado para Polícia Civil de Barbacena (MG) (Foto: Reprodução/TV TEM)

O boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Boituva, porém foi encaminhado para a Polícia Civil de Barbacena (MG), pois a conta bancária em que o dinheiro foi depositado é de lá. De acordo com a Polícia Civil, em casos como esse é possível chegar até os criminosos com as informações bancárias.

Ação dos golpistas

Segundo o Centro de Estudos, os golpistas agem sempre de maneira semelhante (Foto: Reprodução/TV TEM)
Segundo o Centro de Estudos, os golpistas agem sempre de maneira semelhante (Foto: Reprodução/TV TEM)

Segundo o Centro de Estudos, Respostas e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (Cert.br), os golpistas agem sempre de maneira semelhante. Primeiro é criado um perfil falso para enganar os possíveis clientes e, depois do pagamento, eles somem e não enviam a mercadoria comprada.
Para propagar seus produtos, os estelionatários geralmente enviam links por e-mail, anunciam descontos em sites de compras coletivas e ofertam produtos com preços abaixo dos praticados no mercado.
E, além de trazer prejuízo ao comprador, esse tipo de golpe pode prejudicar empresas sérias que acabam tendo o nome vinculado, sites de compras coletivas caso tenha intermediado a compra ou até mesmo um terceiro que teve sua identidade usada na abertura de sites e empresas fantasmas.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!