RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

domingo, julho 30, 2017

Padre que beijou coroinha confirma vídeo e afirma que foi 'ato de fraqueza', diz polícia em MG

Polícia apura suposto estupro de padre a coroinha de 14 anos em Arceburgo (Foto: Reprodução/EPTV)O padre suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina de 14 anos em Arceburgo (MG) prestou depoimento à Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (28). Segundo a delegada que investiga o caso, Renata Mattoso Libório, o padre confirmou que o vídeo divulgado nas redes sociais é verdadeiro. O padre teria dito que esse foi um "ato de fraqueza" dele.
Ainda conforme a polícia, o padre disse que o fato ocorreu em março, quando a adolescente já tinha 14 anos. Ele contou que dava alguns presentes para a menina, assim como fazia com várias pessoas da comunidade.
Uma outra pessoa que teria sido abusada pelo padre há 8 anos, também prestou depoimento nesta sexta-feira na delegacia. Assim que soube do vídeo da adolescente, a mulher procurou a jovem e a incentivou a fazer a denúncia.
"Ele não é bobo, ele conhece você. A partir do momento em que ele te conhece, ele começa a saber que você é uma vítima fácil para ele. Mais uma vez ele fez outra vítima porque ela é uma vítima inocente, é uma família toda desestruturada, tá. Ele sabia perfeitamente toda a relação da família. Então ele usou disso, entendeu? Eu me revoltei de uma tal maneira que eu falei assim: Agora a justiça tem que ser feita", disse a mulher.
O vídeo que circulou esta semana nas redes sociais mostra o padre em uma cama, em cima de uma menina de 14 anos, que aparece sem blusa. Na imagem, o padre beija a adolescente na boca. A delegada que investiga o caso esteve no local com a adolescente e com peritos da polícia, que confirmaram que o vídeo realmente foi gravado dentro da casa paroquial.
"Realmente a imagem foi gravada no quarto do padre Enoque, conseguimos apreender um tubo de óleo de girassol que aparece na imagem", disse a delegada.
Segundo a versão da adolescente, os abusos teriam começado quando ela tinha 13 anos. Enoque Ferreira Donizetti tem 62 anos. Ele já foi padre em Monte Santo de Minas (MG) e há mais de 20 anos esteve à frente da Paróquia de São João Batista, em Arceburgo. Ele já tinha recebido o título de "Monsenhor", concedido pelo papa aos padres mais experientes em reconhecimento pelos trabalhos exercidos.
O padre foi afastado de forma cautelar pela Diocese de Guaxupé até que os fatos sejam averiguados. As celebrações dele costumavam reunir centenas de fiéis. Conforme a Diocese, outros padres da região vão se revezar indo a Arceburgo para fazer as celebrações até que um novo padre seja designado para a cidade.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!