Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

domingo, julho 09, 2017

Polícia prende 30 suspeitos de praticar fraudes do FGTS inativo neste sábado

Dinheiro recuperado pela PF em Nilópolis, na Baixada Fluminense (Foto: Divulgação/Polícia Federal )

A polícia prendeu neste sábado (8) ao menos 30 pessoas suspeitas de cometer fraudes nos saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Santos, no litoral paulista.
A Caixa começou neste sábado (8) o último lote de pagamento das contas inativas do FGTS para os trabalhadores nascidos em dezembro. Mais de 2,5 milhões de brasileiros têm direito ao saque no último lote. O valor total disponível ultrapassa R$ 3,5 bilhões e equivale a aproximadamente 8% do total.
Rio de Janeiro
No Rio, a Operação Pescaria prendeu em flagrante 17 pessoas suspeitas de praticar o golpe em várias agências da cidade. A quadrilha que fraudava o banco atuava pela internet. Segundo a PF, os criminosos teriam um lucro de R$ 1 milhão só neste último lote no estado do RJ.
O esquema de fraudes tinha origem em um site falso da Caixa. O criador da página coletava os dados dos beneficiários, que pensavam estar acessando o original, e revendia para outros criminosos fazerem os saques. Cada lote de 500 cadastros de beneficiários do FGTS era vendido por R$ 5 mil. Os dados eram oferecidos em grupos de hackers na internet. O criador do site não foi preso pela polícia.
“Tem um fraudador principal de São Paulo que revendia os dados das contas. É um nerd que monta um programa e vende pras pessoas fazerem. Ele é o cara que vende a arma, mas não faz [o assalto]”, afirma Erick Blatt, delegado-chefe do Grupo de Combate aos Crimes Cibernéticos da PF.
Entre os presos, estão pessoas de vários estados e até dois estrangeiros: um angolano e um moçambicano. De acordo com a PF, a quadrilha tinha interesse nos saques de até R$ 1,5 mil já que para retirar esses valores não era necessário apresentar documentação, mas apenas digitar os dados.
A polícia acredita que com a fraude nesse último lote do FGTS, o prejuízo poderia chegar a R$ 1 milhão no Rio de Janeiro. Até o fim do dia foram recuperados R$ 160 mil. A estimativa é que em todo país o prejuízo poderia ser de até R$ 10 milhões.
Os criminosos usavam o mesmo caixa para fazer saques de contas de vários locais do país. Eles chegaram a arrombar a prefeitura de Nilópolis, na Baixada Fluminense, onde existe uma agência do banco. Segundo a PF, eles começaram a sacar às 10h e chegaram a retirar R$ 35 mil. O dinheiro foi recuperado pelos policiais.
São Paulo
Na capital paulista, a Polícia Militar prendeu ao menos seis homens que tentavam sacar dinheiro do FGTS de outras pessoas neste sábado (8). Como o caso envolve a Caixa Econômica, um banco da união, todos os detidos foram levados para a sede da Polícia Federal, na Lapa.
A PF já investiga outros casos de tentativas de fraudes no saque das contas inativas do FGTS. Em junho, mais de 20 pessoas foram presas em São Paulo tentando sacar o fundo de garantia de outras pessoas. Elas usaram dados roubados pela internet para acessar 177 contas.
Santos


Em Santos, no litoral paulista, sete homens foram presos em flagrante com R$ 13.260,18 provenientes de golpes aplicados contra beneficiários de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A polícia informou que entre os presos estão jovens de 19 a 26 anos com passagem por roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Uma denúncia levou equipes da Polícia Militar à agência, localizada na Avenida Afonso Pena, no bairro Macuco. O grupo foi surpreendido pelos policiais, que encontraram com eles quantias em dinheiro escondidas pelo corpo. Os valores tinham sido sacados no local.
Ao serem questionados, os homens informaram que recebiam senhas de pessoas diferentes pelo celular para utilizar os caixas eletrônicos. Parte do valor recolhido seria para o informante que enviava as mensagens e o restante ficaria com o grupo, responsável pelos saques.
Saques das contas inativas
Tem direito a fazer os saques das contas inativas o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. O trabalhador não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, que ainda receba depósitos do empregador atual.
As agências selecionadas terão atendimento exclusivo para realizar o pagamento de contas vinculadas ao FGTS, solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro dos trabalhadores e emitir senha do Cartão Cidadão. Serão atendidos também os trabalhadores que são de outras fases do calendário, não apenas os nascidos em dezembro.
Além disso, está prevista a abertura 2 horas antes de todas as agências da Caixa na segunda (10) para atendimento relacionado às contas inativas. Nas regiões em que os bancos abrem às 9h, as agências abrirão às 8h e terão o horário de atendimento prorrogado em 1 hora, segundo a Caixa. Já as lotéricas vão funcionar em horário normal.
O prazo limite para realizar o saque das contas inativas é 31 de julho. Se o beneficiário não retirar o dinheiro até o prazo final, o valor voltará para a conta do FGTS e ele só conseguirá sacá-lo se estiver enquadrado nas hipóteses que permitem o saque do FGTS.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!