Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

sábado, julho 01, 2017

Trump volta a ofender apresentadora de TV e diz que ela é ‘burra como uma pedra’

Joe Scarborough e Mika Brzezinski posam para foto ao chegarem ao Jantar dos Correspondentes na Casa Branca, em Washington, em 25 de abril de 2015 (Foto: Reuters/Jonathan Ernst/File Photo)

O presidente dos EUA, Donald Trump, ofendeu novamente a apresentadora de TV Mika Brzezinski em uma mensagem no Twitter. Dias depois de dizer que ela é “louca” e tem um “baixo QI”, ele escreveu neste sábado (1º) que ela é “burra como uma pedra”.
As ofensas atingiram também Joe Scarborough, chamado de “louco”. Scarborough divide com Brzezinski a apresentação do programa “Morning Joe” da NBC.
Em seu tuíte, Trump escreveu que “o louco Joe Scarborough e a burra como uma pedra Mika não são más pessoas, mas seu programa de baixa audiência é dominado por seus patrões da NBC. Ruim demais!”
Na última quinta-feira, Trump tinha atacado a apresentadora ao reclamar que o programa “fala mal” dele e já havia chamado Scarborough de louco. Na ocasião, o presidente foi duramente criticado pelo tom de suas mensagens.
Ele disse que os dois apresentadores insistiram para obter uma entrevista exclusiva em sua mansão de Mar-a-Lago no último réveillon. O presidente escreveu que recusou a entrevista, pois o rosto de Brzezinski estava “sangrando muito por causa de uma operação de lifting”.
Mika Brzezinski é filha de Zbigniew Brzezinski, que foi Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos durante a presidência de Jimmy Carter, entre 1977 e 1981.
A MSNBC respondeu com um comunicado em que afirmou como "é um dia triste para a América quando o presidente passa seu tempo fazendo bullying, mentindo e vomitando pequenos ataques pessoais em vez de fazer seu trabalho".
A rede americana também salientou como Trump mentiu ao dizer que recusou a entrevista com Scarborough e Brzezinski, pois “segundo os registros dos encontros eles se juntaram aos outros convidados [na mansão de Trump] e tiveram uma conversa particular”.
Trump foi duramente criticado por outras emissoras americanas e também nas mídias sociais. Até uma deputada de seu próprio partido, a republicana Lynn Jenkins, escreveu em sua conta no Twitter que “isso não está certo". "Como mulher em política eu também sou frequentemente criticada por meu visual. Precisamos trabalhar para empoderar as mulheres”.
Mas a primeira-dama, Melania Trump, defendeu o marido. "Como a primeira-dama já declarou publicamente no passado, quando seu marido é atacado, ele vai sempre devolver 10 vezes mais ", afirmou o diretor de comunicação de Melania, Stephanie Grisham, respondendo às perguntas dos repórteres.
Melania Trump declarou no passado que como primeira-dama ela iria se concentrar no problema do ciberbullying.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!