Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

terça-feira, julho 11, 2017

Vaticano proíbe hóstias sem glúten e vinho de ‘origem duvidosa’ em missas

Há cerca de 1.2 bilhão de católicos apostólicos ao redor do mundo (Foto: Jorge Figueiredo/Diocese de Macapá/Divulgação)

A Igreja Católica mandou um comunicado aos seus bispos dizendo que a celebração da Eucaristia durante a missa não pode ser feita com hóstias sem glúten.
Segundo o Vaticano, as hóstias podem ter uma quantidade de glúten reduzida, mas é preciso que haja proteína suficiente no trigo para que elas possam ser produzidas sem aditivos.
Na carta, o cardeal Robert Sarah pede também que os sacerdotes se certifiquem de que o vinho não tenha "origem duvidosa".
As novas regras se mostraram necessárias porque os suprimentos para a missa podem ser comprados em supermercados e na internet nos dias atuais.
Antigamente, os alimentos eram produzidos exclusivamente por comunidades religiosas.
Na doutrina católica, o pão e o vinho servidos durante a cerimônia são convertidos no corpo e sangue de Cristo por meio de um processo chamado transubstanciação.
Hóstias frescas e vinho puro
As orientações são para que as hóstias sejam feitas sem fermentação, somente com trigo e água, e que sejam consumidas frescas, para que não haja o risco de estragarem.
Não há proibição para o uso de trigo geneticamente modificado.
Já o vinho, segundo a determinação, precisa ser "puro e incorrupto": natural, feito de uva e sem mistura de outras substâncias.
O Vaticano diz que alimentos que fogem dessas diretrizes não constituem material válido para o uso no sacramento da Eucaristia.
De acordo com o comunicado, as novas regras foram expedidas a pedido do Papa Francisco.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!