RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

terça-feira, julho 11, 2017

Vereadores e sociedade Apodiense realizam protesto em prol do não fechamento do Hospital


A sociedade civil da cidade de Apodi-RN, se reuniu na manhã dessa terça-feira (11/JUL), em frente ao Hospital Regional Hélio Morais Marinho, reivindicando do governo do estado, para que não seja feita a redução dos serviços básicos do Hospital Regional de Apodi.

A manifestação contou com o apoio da entidade UVERN – União dos Vereadores do RN, como também o apoio de todos os vereadores e presidentes de câmaras das cidades de Apodi, Severiano Melo, Felipe Guerra, Itaú, Rodolfo Fernandes, estudantes e funcionários do Hospital.

Com faixas os manifestantes externavam as suas indignações, com o governo do Governador Robson Faria (PSD), onde diziam “Robson Faria... Mas até agora não fez. Cadê a melhoria na saúde do RN? ”, assim estava escrito em uma das faixas.

Em contato conosco o vereador Genivan Valera, da cidade de Apodi-RN, nos falou sobre a grande importância deste hospital, não só para o município de Apodi, mas como também para as cidades ao redor, que tanto precisam dos serviços deste hospital.

“Com esse TAC assinado, pelo o Secretário Estadual de Saúde, a população encontra-se aflita com relação a redução dos serviços básicos do Hospital Regional de Apodi, que engloba toda uma região. Na qual estamos aqui mobilizando toda a cidade Apodi, para a próxima quarta-feira (19), estarmos reivindicado do secretário e do governador que revejam essa situação”, disse.  

ENTENDA O CASO:

No último dia 10 de Julho do corrente ano, o Ministério Público do Trabalho, Ministério Público do Estado e o Governo do Rio Grande do Norte firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que a rede estadual de saúde seja reavaliada. O objetivo é que a rede também passe por mudanças para que sejam minimizados problemas estruturais e de procedimentos, incluindo a transformação de hospitais em unidades básicas de atendimento.

Caso ocorra a transformação destes hospitais em unidades básicas de saúde, a Sesap terá até 120 dias para fazer o remanejamento de pessoal, equipamentos, insumos e recursos orçamentários dos hospitais desativados de forma a assegurar a composição integral de equipes dos hospitais que permanecerão como referências da rede.

Encontra-se na lista mais 6 (seis) hospitais regionais do RN, que poderão passar por essa mesma problemática.


Informações da Assessoria de Imprensa da UVERN

Fonte: Radar Apodiense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!