RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, julho 31, 2017

Zebra acordada! Atlético-GO joga melhor e vira para cima da Chape na Arena Condá

Um dragão montado na zebra passeou pela Arena Condá na manhã deste domingo. E, é bom que se diga desde já, com muita justiça. Melhor durante os 90 minutos e com mais disposição, o Atlético-GO aprontou para cima da Chapecoense e venceu a primeira fora de casa: 2 a 1, em partida válida pela 17ª rodada do Brasileirão. Diego Rosa e Gilvan fizeram a festa para o lanterna da competição de virada, após Luiz Otávio abrir o placar. O Verdão deixou o campo sob vaias da torcida.


COMO FICOU?

Com a vitória, a Chapecoense estaciona nos 21 pontos e precisa torcer contra Fluminense, Atlético-MG e Bahia na rodada para não perder o 11º lugar. Quarta-feira, o compromisso é contra o Tricolor baiano, novamente na Arena Condá, às 19h30 (de Brasília). Já o Atlético-GO segue na lanterna, agora com 12 pontos, e recebe o Grêmio também na quarta, 21h45, no Olímpico.

PRIMEIRO TEMPO

Escanteio cobrado por Lucas Marques e cabeçada certeira de Luiz Otávio, aos 39 minutos, para colocar a Chapecoense na frente do placar. Assim, de forma bem objetiva, podemos resumir um primeiro tempo de muita correria e pouco futebol. No domingo de sol em Chapecó, os donos da casa começaram a partida em ritmo lento e viram um esforçados Atlético-GO assustar em jogadas aéreas. Nenhuma finalização, entretanto, teve a direção da meta de Jandrei, até que, também pelo alto, Luiz Otávio fez o suficiente para colocar o Verdão na frente do placar.


SEGUNDO TEMPO

A vantagem não mudou a postura de uma Chape passiva mesmo diante de seu torcedor. Lanterna e sem nada a perder, o Atlético-GO se lançou ao ataque. Logo aos dois minutos, Jorginho desperdiçou chance na pequena área, o que fez com que o Verdão ao menos tentasse manter a bola no campo de ataque. Faltava, porém, intensidade e criatividade. Até que Luiz Fernando passou como quis por Luiz Otávio dentro da área e tocou para Diego Rosa empurrar para o gol vazio, aos 22. Empate justo, que se transformou em virada faltando sete minutos para o apito final. Nova pane da zaga dentro da área, e Diego Rosa cruzou para cabeçada de Gilvan: 2 a 1.


TROPEÇO E VAIAS

A paciência do torcedor de Chapecó parece ter acabado na Arena Condá. A derrota para o lanterna foi o quinto tropeço da Chape em casa no Brasileirão: derrotas para Grêmio, Botafogo, Atlético-MG, Atlético-GO e empate com o Atlético-PR. O fator casa, sempre tão importante para o Verdão, não tem surtido efeito.

DEIXOU A DESEJAR

Luiz Otávio chegou a ser uma das grandes revelações da Chape na temporada, chamou a atenção de São Paulo e Cruzeiro, mas é nítida a queda de rendimento. Apesar do gol marcado, o zagueiro foi muito mal em sua missão: defender. Afobado, não conseguiu colaborar na saída de bola e perdeu disputas individuais na maioria das vezes. Assim, Luiz Fernando invadiu a área e serviu Diego Rosa no primeiro gol.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!