RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quarta-feira, agosto 02, 2017

Comboio da Otan é alvo de atentado no Afeganistão

Helicóptero americano sobrevoa área onde comboio da Otan foi atingido por ataque em Kandahar, no Afeganistão, nesta segunda-feira (2)  (Foto: Javed Tanveer / AFP )Um ataque contra um comboio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão deixou dois soldados mortos e vários feridos, na província de Kandahar, no sul do país, nesta quarta-feira (2).
"Por volta do meio-dia (4h30 de Brasília), um carro-bomba atacou um comboio de forças estrangeira na zona de Daman, em Kandahar", afirmou o porta-voz da polícia provincial, Zia Durrani.
O Pentágono confimou a morte de dois soldados, mas não especificou quantos ficaram feridos.
"Vi um veículo das forças estrangeiras em chamas após o ataque", afirmou o comerciante Mohamed Azim.
"Pouco depois, helicópteros pousaram na região. tiraram três corpos do veículo e os levaram. Havia três veículos blindados no comboio", disse.
Os talibãs, responsáveis por vários ataques na província de Kandahar, reivindicaram o atentado.
A Otan concluiu sua missão de combate no Afeganistão no fim de 2014, após uma década de intervenção no país Desde então, o exército e a polícia locais tentam combate a insurreição talibã, ao mesmo tempo que enfrentam a ameaça crescente do grupo extremista Estado Islâmico (EI).
Aumento das tropas
Os atentados aconteceram no momento em que o presidente americano, Donald Trump, estuda o envio de mais tropas ao Afeganistão, quase 16 anos após o lançamento da invasão americana para derrubar o regime talibã na esteira do 11 de Setembro.
O contingente dos Estados Unidos chega a 8.400 soldados no Afeganistão, uma presença muito inferior aos 100.000 militares americanos que estavam no país há seis anos. Seu trabalho consiste, sobretudo, em formar e assessorar as forças locais.
Os aliados dos Estados Unidos na Otan mantêm 5.000 soldados no Afeganistão.
O comando americano no Afeganistão solicitou milhares de tropas adicionais para enfrentar a dupla ofensiva dos talibãs e do EI. O secretário americano da Defesa, Jim Mattis, deve apresentar em breve a estratégia de Washington para o país centro-asiático.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!