Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, agosto 07, 2017

Em confronto direto contra o Z-4, Bahia respira com vitória e afunda o São Paulo

O Bahia venceu o São Paulo por 2 a 1 na tarde deste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e respirou na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O Tricolor baiano foi a 23 pontos, deixando o paulista, que momentaneamente abre o Z-4, com 19 - veja aqui a tabela. Todos os gols do jogo, que encerrou o primeiro turno da competição nacional, saíram no fim da etapa inicial: Régis e Mendoza para os donos da casa, Hernanes para os visitantes.



JÁ FEZ PIOR
O São Paulo terminou o primeiro turno da competição nacional com 19 pontos em 19 jogos. Por incrível que pareça, esta não é a pior campanha do clube no sistema de pontos corridos: em 2013, tinha feito um ponto a menos, 18, na metade inicial.


PRIMEIRO TEMPO
O jogo foi muito ruim até quase o fim da etapa inicial, principalmente por causa dos passes errados: 34 no total, 19 do Bahia. O São Paulo exercia um domínio preguiçoso até a sua defesa entregar dois gols para os donos da casa, aos 39 (Régis) e 43 minutos (Mendoza).

Mas, logo depois, o goleiro Jean retribuiu os presentes ao cometer um pênalti bobo em Pratto, que Hernanes converteu aos 48. Os jogadores dos dois times se desentenderam na saída para o intervalo, resultado da partida faltosa e cheia de reclamações.


FOI PÊNALTI?
Aos 25 do primeiro tempo, Tiago reclama que foi impedido de saltar por Arboleda. João Batista de Arruda mandou o jogo continuar - veja:

ESTAVA IMPEDIDO?
No lance do segundo gol baiano, marcado por Mendoza aos 43 minutos, Zé Rafael estava impedido, segundo o comentarista de arbitragem Paulo Cesar de Oliveira, da TV Globo - veja o que você acha:

FOI PÊNALTI? 2
Aos 45 da etapa inicial, Jean saiu do gol e trombou em Pratto, que caiu para o pênalti ser marcado pelo juiz - confira:

SEGUNDO TEMPO
Como precisava virar o placar, o São Paulo voltou mais em cima do adversário na etapa final. Com 12 minutos, Preto Casagrande já tinha perdido dois jogadores machucados: Zé Rafael e Armero. Como nada mudou, Dorival Júnior colocou Marcos Guilherme e Brenner aos 21.

O Tricolor paulista manteve a bola nos pés, do meio de campo para frente, mas, sem objetividade, não criou praticamente nada. O time baiano só conseguiu sair de seu campo no fim da partida, em contra-ataques.


FOI PÊNALTI? 3
Aos 23 do segundo tempo, Edson puxou a camisa de Militão, que corria para pegar um rebote. Para o juiz, nada - assista:

ESTAVA IMPEDIDO? 2
Aos 43 minutos, Allione recebe a bola e encobre Renan Ribeiro, mas o bandeira para a jogada. O pesse veio de Juninho? Se o comentarista de arbitragem, sim - tire a sua conclusão:

PRÓXIMOS JOGOS
Pela 20ª rodada, a primeira do segundo turno, o São Paulo recebe o Cruzeiro no Morumbi no domingo, às 11h (de Brasília). No mesmo dia, às 19h, o Bahia visita o Atlético-PR na Arena da Baixada.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!