RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

domingo, agosto 06, 2017

Em noite de homenagens para Abel, Fluminense vence o Atlético-GO, no Maracanã

Em uma noite marcada por belas e merecidas homenagens ao técnico Abel Braga, no Maracanã, o Fluminense fez 3 a 1 no Atlético-GO, e, depois de três jogos, voltou a vencer no Campeonato Brasileiro.

COMO FICA?
Com o resultado, o Fluminense chega aos 28 pontos e dorme na oitava colocação. Lanterna, o Atlético-GO permanece com apenas 12. Na próxima rodada, o Tricolor visita o Santos. Já o Dragão recebe o Coritiba.

Antes disso, o Fluminense enfrenta a Ponte Preta, na quarta-feira, em jogo adiado pela 17ª rodada.

PURA EMOÇÃO
Antes da bola rolar, a torcida do Fluminense exaltou o seu treinador o chamando de "Guerreiro". Emocionado, ele agradeceu o carinho. Após a homenagem, o árbitro concedeu um minuto de silêncio pela morte de João Pedro Braga, filho de Abel Braga.

PRIMEIRO TEMPO DE TRÊS GOLS
Mesmo atuando fora de casa, o Atlético-GO começou melhor. Comandado pelo atacante Walter, o time surpreendeu com um sistema de jogo mais ofensivo. Mas foi o Fluminense que abriu o placar. Aos 14 minutos, Wellington Silva passou por três defensores, e a bola sobrou para Wendel, que cortou o zagueiro e tocou na saída do goleiro Felipe Garcia.

O Fluminense teve apenas nove minutos para comemorar. Aos 23, Walter dominou dentro da área e tocou para Paulinho. Henrique se antecipou, mas acabou se atrapalhando com a bola e deixou livre para o próprio Paulinho empatar. O jogo ficou equilibrado, mas Wellington fez questão de aliviar a tensão dos torcedores. O atacante recebeu na entrada da área, cortou para o meio e colocou no canto para fazer o segundo.


DOURADO FAZ O 10° NO BRASILEIRO
Diferente da primeira etapa, o Fluminense voltou melhor no segundo tempo. Logo aos 12, Marlon cruzou pela esquerda, e Henrique Dourado pegou de primeira para aumentar o placar e chegar ao 10° gol no Campeonato Brasileiro. O Atlético-GO ainda tentou diminuir, mas não conseguia finalizar com precisão, principalmente após ficar com um jogador a menos em campo. Roger sentiu o pé esquerdo e saiu. O técnico João Paulo Sanches já havia feito as três substituições.


Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!