Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, agosto 03, 2017

Em rede social ex-vereador Márcio Lima diz está indignado com denúncia ao MP. Atuais vereadores preferem o silêncio

Outro fato que vem chamando a atenção da “turma do desemprego” é o silêncio por parte dos demais vereadores do município de Itaú que se quer manifestaram apoio ou emitiram nota repúdio contra as ações dos dois vereadores que denunciaram ao Ministério Público Estadual, comarca de Apodi, a contração temporária de 163 pessoas, que segundo a denúncia são aliados do prefeito.

Apenas o ex-vereador Márcio Lima, ontem (quarta-feira 02) fez usa de sua rede social para criticar a atitude dos vereadores, dizendo-se indignado com os colegas vereadores e que não se faz política com politicagem. Até hoje, 03 de agosto de 2017, não se viu nenhuma manifestação dos atuais legisladores em favor do povo. Será porque não é a favor do “eu povo ou do povo eu”?.

Márcio disse ainda ser uma medida impensada e antipopular, que não trouxe nenhum beneficio para o município de Itaú, elevando a inteligência de um e diminuindo a do outro; ao afirmar que Gildo Pinheiro tem muito inteligência, mas foi traído pelos seus próprios pensamentos (em cair numa dessa), enquanto que o colega Arivan Brasil se quer conhece as leis do município, pois nunca leu o regimento interno da câmara municipal, caracterizando-o como leigo que está vereador por um acaso, e que a resposto do povo vem na próxima campanha.

Confira a nota do ex-vereador em sua rede social:

“Não queria entrar no mérito da questão. Mas não podia deixar de externar a minha indignação aos caros colegas vereadores Arivan Brasil e Gildo Pinheiro. Como vocês sabem já fui vereador de situação e de oposição. Sempre soube separar as coisas,não se faz política com politicagem e sim com responsabilidade. Pois se queriam atingir o prefeito não conseguiram.Atingiram a 163 pessoas pobres que dependem desse emprego. Sem falar que cada pessoa dessas tem 4 ou 5 que dependem dela.E mais são 163 feiras amenos no comercio.Então acho que foi uma medida impensada,antipopular que não trouxe nenhum benefício para o nosso município. Colega Gildo com tanta experiência ,tantos mandatos cair numa dessas ,Arivan nem se fala porque é mesmo um leigo, não sabe o que é uma lei,um tegimento interno e que nunca leu a lei orgânica da câmara e que tá ai por acaso. Mas 4 anos passam rápido e o povo ta ai pra julgar e dar a sua resposta. Por que o papel da oposição é cobrar e fiscalizar as contas públicas. Pois se queriam atingir o prefeito não conseguiram,pelo contrário só fortaleceram ainda mais.Essa é a minha humilde opinião”.

Clique na imagem para ampliar

Enquanto isso os atuais vereadores permanecem em silêncio, assistindo os acontecimentos, sem fazer nada, perdendo a oportunidade de estar ao lado do povo. Essa carência de apoio já vem sendo sentida pela falta de amparo que a “turma do desemprego” esta sentindo e esperando as próximas eleições para de fato darem uma resposta.

Só esperamos que tudo isso não caia no esquecimento e qualquer cédula de real apague da memória todas essas atitudes e faltas delas também em favor do povo.

O ex-vereador Marcio Lima, era considerado sem papas na língua; pois quando legislador batia de frente com seus opositores através de questionamentos que muitas vezes tiravam os colegas adversários do sério.

E agora quem poderá nos defender?


Arlindo Maia da Redação do Cidade News 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!