RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, agosto 07, 2017

Equipe da ONU é atacada enquanto retirava explosivos das Farc

Após acordo de paz, missão da ONU trabalha para retirar armamentos da guerrilha em esconderijos. Na foto, algumas das armas resgatadas pela missão  divulgada na segunda-feira (31) (Foto: AFP)

Uma equipe da Missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na Colômbia, assim como membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e da Polícia, sofreu uma "emboscada" quando trabalhava na remoção de explosivos da guerrilha que estavam escondidos. A informação foi confirmada pela ONU.
O ataque aconteceu em uma área rural de Corinto, no departamento do Cauca, no sudoeste do país. Um integrante da Unidade para a Edificação da Paz (Unipep) ficou ferido, conforme informou a Missão da ONU em breve comunicado.
De acordo com o canal "RCN", os primeiros indícios apontam que o ato pode ter sido cometido pelo Exército de Libertação Nacional (ELN), outra guerrilha colombiana. No ataque, segundo o "RCN", um agente da Unipep (Unidade Policial para a Edificação da Paz), que tentou repelir o ataque, ficou ferido e foi levado a um hospital de Cali, capital do departamento de Valle del Cauca. Segundo indicaram fontes locais à emissora, a ação durou vários minutos.
Após acordo de paz, as Farc entregavam armas à ONU, em ato que marca o fim da atividade armada da guerrilha após mais de 50 anos de guerra interna. Esse é considerado o conflito mais antigo do continente.
Recuperação de armas
Depois de receber o armamento de quase 7 mil integrantes das Farc - como previsto no acordo de paz assinado entre a guerrilha e o governo -, a Missão da ONU na Colômbia trabalha para retirar armas e explosivos de 779 pontos, com a colaboração de membros dessa guerrilha e o apoio da polícia, que analisa a região antes do início dos trabalhos.
Na região, existem dois esconderijos nos quais os observadores internacionais, guiados por membros das Farc, tentavam recuperar mísseis, explosivos e granadas.
O trabalho de recuperação de armas e explosivos faz parte da implementação do acordo de paz que o governo colombiano e a guerrilha assinaram em novembro do ano passado.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!