Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, agosto 03, 2017

Secretário de saúde, MP, e Femurn, se reúnem para discutir mudanças em hospitais regionais do RN

Reunião foi realizada em Natal nesta quarta-feiraEm continuidade ao trabalho para implantação do Termo de Ajustamento de Conduta, que modificará a assistência à saúde em sete municípios do estado, estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira, 2, na sede da Sesap, o Secretário George Antunes, a promotora do MPRN, Iara Pinheiro, e o presidente da Federação dos Municípios do RN (Femurn), Benes Leocádio.

O representante dos municípios conheceu os números (leitos, atendimentos, custos, taxas de ocupação) das unidades que devem ter seu perfil de atendimento modificado.

O gestor da Sesap demonstrou em números que a pulverização dos recursos tem impedido o funcionamento da rede de assistência no interior. “Nossas propostas são de atuar em parcerias, em ter estruturas de atendimento especializado que possam dar continuidade ao trabalho da atenção básica prestada pelos municípios, por isso o discurso do fechamento é improcedente”, declarou George Antunes.

A promotora Iara Pinheiro destacou que a proposta do TAC é promover um ganho coletivo, de modo que os recursos realocados sejam mantidos na Região, beneficiando usuários e gestores e promovendo o funcionamento em rede. “A Sesap, com todas as dificuldades, é quem pode melhorar a assistência hospitalar básica no interior do estado, em complemento à assistência básica prestada pelos municípios”, reforçou.

O representante dos municípios demonstrou empenho em encontrar um consenso entre os gestores municipais. “Precisamos raciocinar fazendo a avaliação do custo-benefício em um debate técnico”, declarou Benes Leocádio. Também participaram da reunião o diretor da Femurn, Edivan Martins, e o coordenador de hospitais da Sesap, Carlos Eduardo Costa.

O Secretário George Antunes vem mantendo a agenda de reuniões com os prefeitos dos sete municípios envolvidos na proposta. Já aconteceram reuniões com os gestores de Apodi, Acari, São Paulo do Potengi e Canguaretama.

O Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado no mês de junho, por Ministério Público e Governo do Estado. O documento prevê mudança no perfil de hospitais estaduais em Acari, Angicos, Apodi, Canguaretama, Caraúbas, João Câmara e São Paulo do Potengi, e segundo o texto do documento, os hospitais que não se adequarem serão desativados.

Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!