Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

sexta-feira, março 24, 2017

Em carta, atirador diz que três membros do MPRN eram alvos

Rinaldo Reis (ao centro) disse como Guilherme Lopes cometeu atentado no MP (Foto: Cláudia Angélica/InterTV Cabugi)

O procurador-geral de Justiça, o procurador-adjunto e o coordenador jurídico do Ministério Público do Rio Grande do Norte seriam os alvos do servidor público Guilherme Wanderley Lopes da Silva, que na manhã desta sexta-feira (24) atirou contra membros do MP potiguar dentro da sede da entidade, no bairro de Candelária, zona Sul de Natal. Isso é o que revela uma carta deixada por ele na mesa do procurador-geral, Rinaldo Reis, antes de efetuar disparos e atingir dois promotores de Justiça, cumprindo parte do que havia planejado.
"Felizmente, embora tenha atingido dois colegas promotores, o Guilherme não conseguir assassinar nenhum de nós", falou Rinaldo. O procurador-adjunto Jovino Sobrinho e o coordenador jurídico Wendell Beetoven passaram por cirurgias no hopsital Walfredo Gurgel, o maior pronto-socorro do Rio Grande do Norte, e, segundo Rinaldo Reis, têm quadros clínicos estáveis.
Na carta, que era digitada e impressa, Guilherme Lopes faz referência a atos administrativos da atual gestão do Ministério Público. Embora o documento ainda não tenha sido publicizado para não atrapalhar o trabalho da polícia, Rinaldo Reis disse que Guilherme reclamava na carta de uma equiparação salarial entre assessores dentro do MP. Segundo o procurador-geral, o servidor não teve perda salarial com esse ato.


Tiro efetuado por Guilherme Lopes atingiu porta do procurador-geral de Justiça (Foto: Fred Carvalho/G1)Tiro efetuado por Guilherme Lopes atingiu porta do procurador-geral de Justiça (Foto: Fred Carvalho/G1)

Rinaldo Reis disse ainda que não há na ficha funcional de Guilherme Lopes, até então, nada que desabonasse a conduta profissional dele. "Não tenho a menor ideia do que tenha motivado o servidor a atentar contra nossas vidas. Ele é concursado, servidor efetivo e ainda exerce cargo comissionado no Ministério Púbico. Nunca houve constrangimento na parte administrativa, nunca houve processo disciplinar, nunva foi afastado das funções dele, não há registro de qualquer afastamento por problema psíquico. Era um servidor considerado por todos como normal".
O atentado
O procurador-geral relembrou como foi o momento em que Guilherme Lopes atirou contra os membros do MP: "Estava na minha sala juntamente com outros seis promotores que me auxiliam. Ele entrou, sem ser anunciado, junto com a minha secretária. Mesmo estranhando, não fiz objeção à presença dele. O Guilherme se aproximou, colocou dois papéis na minha mesa e disse: 'Isso é uma recompensa por tudo o que vocês fizeram'. Em seguida, ele puxou a arma e a tirou do coldre. Gritei para todos que ele estava armado e houve uma correria. Ele apontou o revólver em minha direção e atirou, mas errou", relatou Rinaldo.
E continuou: "O promotor Wendell Bettoven, ao se levantar da cadeira onde estava, acabou atingido por um tiro nas costas, caindo ao chão em seguida. Corremos em direção à sala do meu chefe de gabinete. Ele atirou novamente e a bala passou muito perto da minha cabeça. Corremos para a sala do procurador-adjunto, que é anexa. Foi lá que o Guilherme alcançou Jovino, que tentou segurar a mão dele, mas acabou atingido duas vezes no abdómen. Depois disso, sem conseguir saber para onde eu havia ido, o servidor fugiu".
Rinaldo Reis confirmou que, para sair das salas dos membros do MP cruzando com os seguranças, Guilherme gritava que havia um homem atirando atrás. "Foi assim que ele escapou. Mesmo assim, houve troca de tiros no estacionamento. Depois, ele escapou e a informação que temos é que a polícia está em diligência para localizá-lo e prendê-lo", disse.
Demissão
Rinaldo Reis falou que, além de ser investigado criminalmente pelos atentados, Guilherme Lopes também vai responder administrativamente no MP. "Ele tem que responder por esse ato impensado e é muito provável que seja demitido ao final do processo administrativo disciplinar que será aberto", concluiu. Até a publicação desta matéria, a polícia ainda fazia buscas pelo servidor.


Delegado concede entrevista sobre atentado no Ministério Público em Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)Delegado concede entrevista sobre atentado no Ministério Público em Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)

Investigação policial
Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (24), o delegado-geral da Polícia Civil, Claiton Pinho, disse que a família do servidor do Ministério Público Guilherme Wanderley Lopes da Silva, que atirou em dois promotores do MP mais cedo, ficou "surpresa e assustada" com o ocorrido. "Segundo eles, não havia indício de que Guilherme poderia atentar contra a vida de alguém”, relatou.
“Eles disseram que ele não era uma pessoa violenta e que não sabiam que ele tinha uma arma”, disse o delegado. Segundo ele, ninguém afirmou saber o motivo do crime, e todos negaram ter entrado em contato com Guilherme.
A investigação, conduzida pelo 5º Distrito Policial, ouviu colegas de trabalho, servidores do MP e familiares, entre eles a mulher do atirador. Equipes da Polícia Civil, da Polícia Militar, do Ministério Público e da Polícia Rodoviária Federal foram mobilizadas e estão à procura de Guilherme.

Fonte: G1
Leia Mais ››

'Família surpresa', diz delegado sobre servidor que atirou em promotores

Delegado concede entrevista sobre atentado no Ministério Público em Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (24), o delegado-geral da Polícia Civil, Claiton Pinho, disse que a família do servidor do Ministério Público Guilherme Wanderley Lopes da Silva, que atirou em dois promotores do MP mais cedo, ficou "surpresa e assustada" com o ocorrido. "Segundo eles, não havia indício de que Guilherme poderia atentar contra a vida de alguém”, relatou.
“Eles disseram que ele não era uma pessoa violenta e que não sabiam que ele tinha uma arma”, disse o delegado. Segundo ele, ninguém afirmou saber o motivo do crime, e todos negaram ter entrado em contato com Guilherme.
A investigação, conduzida pelo 5º Distrito Policial, ouviu colegas de trabalho, servidores do MP e familiares, entre eles a mulher do atirador. Equipes da Polícia Civil, da Polícia Militar, do Ministério Público e da Polícia Rodoviária Federal foram mobilizadas e estão à procura de Guilherme.


Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, é procurado pela polícia  (Foto: MP/Divulgação)Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, é procurado pela polícia (Foto: MP/Divulgação)

De acordo com o delegado-geral, o servidor usou um revólver. "Ele deixou um rastro de destruição na sala do procurador-geral de Justiça", contou à imprensa. O procurador-geral  Rinaldo Reis foi o primeiro alvo do atirador, fato confirmado pelo Ministério Público com base em relatos de testemunhas.
“Por sorte ele errou. Então começou uma correria. Daí o Guilherme atirou na direção dos promotores que tentavam sair da sala. Foi quando o promotor Wendell Beetoven foi atingido nas costas. Já num gabinete anexo, Guilherme fez outros disparos e acertou duas vezes o procurador Jovino Sobrinho”, relatou uma das testemunhas. O servidor fugiu em um automóvel Polo de cor prata.


Ambulâncias do SAMU foi chamada para socorridos os feridos (Foto: Fred Carvalho/G1)Ambulâncias do SAMU foi chamada para socorrer os feridos (Foto: Fred Carvalho/G1)

Feridos
Segundo o MP, o procurador-adjunto Jovino Sobrinho, que foi atingido duas vezes no abdômen, foi levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Ele está no Centro Cirúrgico.
Já o promotor Wendell Beetoven, que foi baleado nas costas, recebeu os primeiros atendimentos ainda no local, mas também já foi levado para o hospital.
Beetoven, que durante muitos anos atuou na Promotoria de Investigação Criminal e Combate ao Controle Externo da Atividade Policial, atualmente estava lotado na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, atuando como coordenador jurídico.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Coordenador de intervenção em Alcaçuz morre em acidente no Ceará

Francisco Klenberg Batista coordenava força tarefa em Alcaçuz   (Foto: Arquivo Pessoal)

Um agente penitenciário federal morreu no início da tarde desta sexta-feira (24) em um acidente de trânsito em uma rodovia estadual do Ceará, nas proximidades da cidade de Pindoretama, na Grande Fortaleza.
Agente de execução penal, Francisco Klemberg Moreira Batista era um dos coordenadores da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária – ação que vem sendo realizada na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, que confirmou o acidente, o veículo conduzido pelo agente colidiu em um poste. Batista morreu ainda no local.
Na manhã desta sexta, antes de viajar, Batista falou com o G1 sobre a ação que a equipe da Força Tarefa vem desenvolvendo em Alcaçuz. Foi o próprio coordenador, inclusive, quem divulgou o resultado de uma operação de revista realizada ao longo dos últimos quatro dias na penitenciária.


Carro conduzido pelo agente bateu em um poste, que tombou à margem da CE-040 (Foto: PM/Divulgação)Carro conduzido pelo agente bateu em um poste, que tombou à margem da CE-040 (Foto: PM/Divulgação)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Briga de facções motivou chacina em baile funk em Mossoró, diz delegado

Eriely Amanda, de 21 anos, foi uma das vítimas da chacina em Mossoró (Foto: Reprodução / Facebook)

Uma disputa entre duas facções rivais motivou o assassinato de cinco pessoas em um baile funk em Mossoró, no Oeste do RN, no último dia 11, segundo o titular da Delegacia de Homicídios (Dehom) da cidade, Rafael Arraes. Dois homens foram presos pela chacina e teriam confessado o crime.
Pego em flagrante com uma arma de fogo, o primeiro suspeito foi preso na quarta-feira (22) em uma casa do bairro Santo Antônio. De acordo com o delegado, o segundo suspeito foi preso por volta do meio-dia desta sexta, em outra casa do mesmo bairro. “Eles disseram que eram do Sindicato do Crime e foram matar integrantes do PCC”, contou ao G1.
As vítimas estavam no evento, chamado de "Primeiro Baile de Favela", em um clube do bairro Boa Vista, quando os bandidos chegaram, entraram e começaram a atirar. Houve correria e pelo menos cinco outras pessoas acabaram baleadas ou feridas.
Entre os mortos, a jovem Eriely Amanda foi atingida por um tiro de espingarda na cabeça. Ela tinha sido mãe no final do ano passado. Kaynan Gomes e Eduardo Nunes ainda tentaram correr para se salvar, mas acabaram assassinados. Israel Gomes também foi morto no local, e Jocie Morais chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Carnes de 3 frigoríficos terão que ser recolhidas, determina Senacon


Os frigoríficos Souza Ramos, Transmeat e Peccin, que estão entre os 21 investigados pela Operação Carne Fraca, terão que recolher todos os seus produtos, distribuídos a supermercados e também já vendidos a consumidores.
A determinação foi feita na quinta-feira (23) pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça. Em nota, a Senacon informou que os frigoríficos têm até 5 dias para dar início ao recall.
O G1 procurou a Senacon para saber como o recall será feito e como os consumidores devem proceder, mas não havia recebido resposta até a última atualização desta reportagem.
Dos três, apenas o frigorífico Peccin teve unidades interditadas após a Carne Fraca, em Jaraguá do Sul (SC) e Curitiba. A empresa é suspeita de uso de carne estragada em salsicha e linguiça, uso de carne mecanicamente separada acima do permitido, uso de aditivos acima do limite ou de aditivos proibidos.
O Souza Ramos é suspeito de substituição de matéria-prima de peru por carne de aves e troca de favores por procedimentos fiscalizatórios. Já a Transmeat, por corrupção e injeção de produtos cárneos (água na carne de frango acima do permitido).
Em nota, a Senacon informa que a determinação do recall ocorreu após o Ministério da Agricultura comunicar o resultado de sua auditoria nesses frigoríficos.
Nessas auditorias, foi constatado, segundo a nota, que o frigorífico da Souza Ramos em Colombo (PR), "não detém controle dos processos relacionados a formulação e rastreabilidade de seus produtos não garantindo a inocuidade dos produtos elaborados."
Sobre o frigorífico da Transmeat, que fica em Balsa Nova (PR), a auditoria do ministério apontou que "o estabelecimento não detém controle dos processos relacionados à rastreabilidade dos produtos."
Já em relação à unidade da Peccin de Curitiba, o ministério identificou "suspeita de risco à saúde pública ou adulteração."
"Diante dos fatos, em 23 de março, a Senacon determinou que Souza Ramos, Transmeat e Peccin iniciem em até 5 dias o recall das carnes provenientes dos estabelecimentos mencionados. Todos os produtos com origem naqueles estabelecimentos devem ser recolhidos, com o devido reembolso ao consumidor, daquilo que for por ele restituído aos pontos de venda", diz a nota da Senacon.
Repercussão
Deflagrada há uma semana, a Operação Carne Fraca repercutiu dentro e fora do Brasil, que é um dos maiores produtores de carne do mundo. As suspeitas levaram alguns dos principais compradores da carne brasileira a suspender a importação, entre eles União Europeia, China, Japão, México, Chile e Emirados Árabes.
Hong Kong, segundo maior importador de carne do Brasil em 2016, que também havia adotado restrições, anunciou nesta sexta (24) que tirará do mercado a carne brasileira supostamente adulterada e procedente dos 21 estabelecimentos investigados na operação.
As restrições à carne brasileira já fizeram despencar as exportações de carne pelo Brasil e causa preocupação em produtores que fornecem os animais para os frigoríficos.
O presidente Michel Temer e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, vêm apontando exagero na repercussão da Carne Fraca e o risco de a indústria de carne brasileira perder espaço. Nesta sexta, em discurso em São José do Rio Preto (SP), Temer disse que a carne produzida no Brasil é forte e é a "melhor do mundo."

A operação
Deflagrada pela Polícia Federal na semana passada, a Operação Carne Fraca investiga corrupção de fiscais do Ministério da Agricultura, suspeitos de receberem propina para liberar licenças de frigoríficos. Segundo a PF, partidos como o PP e o PMDB também teriam recebido propina.
Além de corrupção, a PF também apura a venda, pelos frigoríficos, de carne vencida ou estragada, dentro do Brasil e no exterior.
As investigações envolvem empresas como a JBS, que é dona de marcas como Friboi, Seara e Swift, e a BRF, dona da Sadia e Perdigão, além de frigoríficos menores, como Mastercarnes, Souza Ramos e Peccin, do Paraná, e Larissa, que tem unidades no Paraná e em São Paulo.
Na segunda, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, já havia anunciado a suspensão das exportações dos 21 frigoríficos investigados pela PF. Três deles fora interditados e pararam a produção. Os outros 18 podem continuar a vender dentro do Brasil.
O Ministério da Agricultura também afastou preventivamente os 33 servidores da pasta que são investigados na Operação Carne Fraca. Segundo o ministério, esses servidores vão responder a processo administrativo disciplinar.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Dilma ordenou que não houvesse despesas não contabilizadas, diz Cardozo


O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo afirmou nesta sexta-feira (24) que a ex-presidente Dilma Rousseff orientou de forma "muito clara" para que todos os recursos de campanha em 2014 fossem arrecadados de forma oficial. Ele deu as declarações após participar de um seminário em Brasília que discutiu o sistema prisional brasileiro e a descriminalização das drogas.
A declaração foi dada um dia depois de trechos de depoimentos de ex-executivos da Odebrecht ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) serem divulgados pela imprensa. Em um desses trechos, o ex-presidente da empresa Marcelo Odebrecht disse que Dilma sabia da "dimensão" das doações por meio de caixa 2 feitas pela empreiteira à campanha da petista à reeleição.
Ao ser questionado pelo assunto, Cardozo, que também foi um dos advogados que defenderam Dilma no processo de impeachment no Congresso, afirmou:
"O que eu posso dizer é que aquilo que vimos no cotidiano com a presidenta Dilma, isso é contraditório porque, embora eu não tenha participado da campanha de 2014, a orientação que vinha dela era muito clara para que não se tivesse nenhum tipo de despesa não contabilizada, por razões óbvias", disse o ex-ministro.
"A orientação era muito clara dela. Então isso pra mim colide frontalmente. É claro que vai haver uma investigação, mas no final tenho absoluta certeza que ela não será convincente", complementou.
Depoimento
No depoimento ao TSE, no qual falou como testemunha nas ações que tramitam no tribunal pedindo a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, Marcelo Odebrecht disse que a então presidente e candidata à reeleição sabia da "dimensão" das doações e que os pagamentos não constavam da prestação de contas do PT.
"A Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem doá... quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para [o marqueteiro] João Santana. Isso ela sabia", disse Odebrecht no depoimento.

Questionado novamente sobre as doações, dessa vez pelo ministro Herman Benjamin, Marcelo Odebrecht afirmou:
"O que Dilma sabia era que a gente fazia, tinha uma contribuição grande – a dimensão da nossa contribuição era grande, ela sabia disso – e ela sabia que a gente era responsável por muitos pagamentos para o João Santana. Ela nunca me disse que sabia que era caixa 2, mas é natural, é só fazer uma... ela sabia que toda aquela dimensão de pagamentos não estava na prestação do partido", disse o empresário.
Em nota, a ex-presidente Dilma negou as informações, chamou a declaração de "leviana" e pediu que o empresário comprove o que disse ao tribunal.
Ele reiterou, em outro momento do depoimento, que nunca ouviu de Dilma que ela sabia que os repasses eram feitos de forma irregular.
"Eu não sei especificar o momento em que eu tive essa conversa com ela, mas isso sempre ficou evidente, é que ela sabia dos nossos pagamentos para o João Santana. Isso eu não tenho a menor dúvida", completou.
Relação 'tensa'
Cardozo também afirmou que a relação da ex-presidente Dilma com Marcelo Odebrecht era "tensa". Ele disse que chegou a presenciar algumas situações nas quais Dilma negava solicitações de Marcelo.
"Era uma relação que era um pouco tensa. Algumas vezes eu vi situações em que ela negava pleito, havia uma situação de tensão muito forte e ela sempre determinou que qualquer apuração e investigação fosse feita. Então havia sim uma tensão natural por isso eu acho que nunca uma delação deve ser tomada como verdadeira pra atingir quem quer que seja", declarou aos jornalistas.
Na delação, Odebrecht afirmou ainda que em 2014 a ex-presidente, via o ex-ministro Guido Mantega, deu orientações para que a empresa concentrasse todos os recursos que seriam doados ao PT para a campanha dela à reeleição.
Cardozo disse que a acusação é "pouco plausível" porque as finanças de campanha ficavam à cargo dos tesoureiros.
"Olha, francamemente eu nunca vi isso. Parece muito pouco plausível que isso aconteça e acho que absolutamente não verdadeiro. Dilma Rousseff nunca cuidou de finanças de campanha, isso sempre foi colocado ao encargo de tesoureiro", completou.
O ex-ministro ainda criticou o vazamento de delações por atingir as pessoas antes da investigação. Segundo ele, "vazamentos são sempre ruins e delações devem ser colocadas em seu devido lugar, são pautas de investigação".

Fonte: G1
Leia Mais ››

Incidência de raios no Ceará já passa o total de todo o ano passado


O Ceará já registrou mais de 24 mil raios nos três primeiros meses de 2017. Segundo o Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas da Enel (Antiga Coelce), esse número é mais do que todos os raios registrados no ano passado. Só em 2017, de 1º de janeiro até o dia 23 de março, foram registrados 24.664 raios, número maior se comparado ao ano todo de 2016, quando foram registrados 22.596 descargas.
Ainda conforme a Enel, o estado registrou 3.700 raios nesta quarta e quinta-feira em diversos municípios do estado. Na quarta-feira foram 3.424 descargas elétricas.
O município com a maior incidência de raios foi Santa Quitéria, com 190 raios, seguido de Granja, Região Norte (159 raios) e Morada Nova, Região Jaguaribana (159).
Já nesta quinta-feira (23), foram registrados mil 276 raios. A maior incidência foi em Santa Quitéria, Quixadá e Hidrolândia. A Enel informou que, apenas nos três primeiros meses deste ano, já caíram mais de 24 mil raios, mais do que em todo o ano passado.

Veja cuidados durante tempestade:
Dentro de casa: evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada. Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica. Evitar consertos de instalações elétricas e se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.
Fora de casa: evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas. Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Papa Francisco doa US$ 100 mil para vítimas de inundações no Peru


O Papa Francisco enviou ao Peru uma doação de US$ 100 mil "como expressão de seu carinho e proximidade com os afetados" pelas chuvas e inundações que causaram, até o momento, 84 mortes e mais de 111 mil desabrigados, informou nesta sexta-feira (24) a Conferência Episcopal Peruana (CEP).
De acordo com um comunicado da CEP, a doação foi remitida do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral para ser distribuída por intermédio da Caritas do Peru.
"Com este gesto significativo de preocupação paternal, o papa Francisco acompanha a dor de milhares de irmãos que sofrem em consequência dos embates da natureza", acrescentou a CEP.
A Conferência Episcopal Peruana agradeceu ao papa "em nome de todos os peruanos e especialmente dos atingidos... por sua oração e por seu gesto de proximidade efetiva para com aqueles que sofrem e necessitam de solidariedade".
O papa manifestou no último domingo sua "proximidade" com a "querida" população do Peru durante a oração do Angelus na Praça de São Pedro, no Vaticano.
"Quero transmitir minha proximidade à querida população do Peru, duramente atingida por inundações devastadoras. Rezo pelas vítimas e para os que se esforçam para oferecer socorro", disse o pontífice na Praça de São Pedro.
O Peru enfrenta uma emergência climática causada pelo fenômeno do "El Niño litorâneo", que provocou intensas chuvas e deslizamentos em toda a costa do país, principalmente no norte e no centro, inclusive na capital Lima.
As inundações registradas desde dezembro deixaram até o momento 84 mortos, 111.098 desabrigados e 666.534 atingidos, segundo o relatório oficial mais recente publicado pelo Centro de Operações de Emergências Nacional (COEN).

Fonte: G1
Leia Mais ››

Turista da República Tcheca desaparece em Angra dos Reis, RJ

Turista tcheco desaparece em Angra dos Reis, na Costa Verde do RJ (Foto: Joice Trindade/Arquivo Pessoal)

Um turista da República Tcheca está desaparecido desde terça-feira (21) em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Segundo apurou o RJTV, ele sumiu durante uma trilha. Na manhã desta sexta-feira (24), com auxílio de helicóptero, uma equipe retomou as buscas pelo estrangeiro. 15 homens do Corpo de Bombeiros e do Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente do Rio de Janeiro participam dos trabalhos, que vão até o anoitecer.
O turista, de 32 anos, estava hospedado em um hostel na Vila do Abraão, na Ilha Grande. Na última terça-feira (21), ele saiu sozinho para fazer uma caminhada em uma trilha que dá acesso à localidade conhecida como "Bico do Papagaio".
A trilha é estreita, tem 4 km de extensão, é cercada por mata e em alguns pontos ela beira uma ribanceira. Além disso, alguns trechos da trilha têm bifurcações que dão acesso a outras trilhas e não têm sinalização. O Corpo de bombeiros orienta que turistas não frequentem estes locais sozinhos.


Com auxílio de helicóptero, bombeiros retomaram buscas pelo turista tcheco nesta sexta-feira em Angra (Foto: Joice Trindade/Arquivo Pessoal)Com auxílio de helicóptero, bombeiros retomaram buscas pelo turista tcheco nesta sexta-feira em Angra (Foto: Joice Trindade/Arquivo Pessoal)
  •  
  •  
Turista tcheco desaparece em Angra dos Reis, na Costa Verde do RJ (Foto: Joice Trindade/Arquivo Pessoal)Turista tcheco desaparece em Angra dos Reis, na Costa Verde do RJ (Foto: Joice Trindade/Arquivo Pessoal)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Casa pega fogo e três crianças morrem em Pomerode

Casa ficou destruída após incêndio em Pomerode (Foto: Eduardo Cristófoli/RBS TV)

Três irmãos, de 4 meses, dois anos e quatro anos, morreram em um incêndio em Pomerode, no Vale do Itajaí, nesta sexta-feira (24). De acordo com os Bombeiros Voluntários, a mãe estava na cozinha de uma casa anexa à residência, onde estavam os avós das crianças, quando percebeu as chamas e não teve tempo para retirar os filhos.
“A menina de quatro anos brincava com um isqueiro dentro do quarto e gritou para a mãe que estava pegando fogo na cama. Quando a mãe abriu a porta do quarto, o contato com o oxigênio do exterior do cômodo causou uma explosão e as chamas se alastraram pela casa inteira”, explicou o capitão Sandro Fonseca, piloto do helicóptero Arcanjo. 
Conforme os bombeiros, a casa de madeira da família era anexa a outra de material, onde a mãe estava e alimentava os avós das crianças quando o fogo começou. A menina maior chamou, a mãe ouviu e tentou salvá-la. Ainda segundo o piloto, o telhado da outra casa foi atingido pelo fogo e destruído.


Fogo começou no quarto onde crianças brincavam (Foto: Leonardo Borchardt/Jornal de Pomerode)Fogo começou no quarto onde crianças brincavam (Foto: Leonardo Borchardt/Jornal de Pomerode)

A corporação foi acionada às 8h10 e até as 10h40 fazia o rescaldo das chamas na residência de madeira que fica no bairro Testo Central. Oito agentes dos bombeiros  trabalharam no controle do fogo. Eles pediram o auxílio ao Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) e do helicóptero Arcanjo do Corpo de Bombeiros.
Conforme a Polícia Militar, a mãe foi levada ao hospital de Pomerode em estado de choque e com queimaduras de segundo grau nas mãos.
Os três corpos foram enviados ao Instituto Médico Legal (IML) de Blumenau. A mais nova e mais velha eram meninas e o irmão do meio um menino.


  •  
Três crianças estavam em casa que incendiou em Pomerode (Foto: Victor Peiker/Jornal de Pomerode)Três crianças estavam em casa que incendiou em Pomerode (Foto: Victor Peiker/Jornal de Pomerode)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Bombeiro faz respiração boca a boca para salvar cão após incêndio nos EUA


Bombeiros da Califórnia salvaram um cachorrinho resgatado de um incêndio após 20 minutos de tentativas de reanimá-lo, o que incluiu até respiração boca-a-boca.
A dona do cão, Crystal Lamirande, de 35 anos, acabava de voltar ao seu apartamento em Santa Mônica na terça-feira (21) quando uma vizinha gritou que havia um incêndio.
Crystal tentou desesperadamente salvar seu cachorrinho, u bichon frisé shih tzu de 10 anos chamado Nalu, mas a fumaça era muita e ela não conseguiu entrar.
Os bombeiros chegaram, e Crystal lhes disse que o cachorrinho estava preso dentro do apartamento.
O bombeiro Andrew Klein entrou engatinhando no apartamento em busca de Nalu, enquanto outro bombeiro jogava água nas chamas. Klein encontrou Nalu inconsciente e o tirou de lá.
"Ele estava totalmente desmaiado", disse Klein. "O levantei e saí correndo do apartamento porque o tempo é crucial, especialmente com um cachorro pequeno. Falhar não era uma opção."
Enquanto Crystal, ajoelhada, chorava, Klein e sua equipe passaram 20 minutos tentando reanimar Nalu, com oxigênio, ressuscitação cardiopulmonar e finalmente respiração boca-a-boca. Um vídeo feito por um passante mostra a ação e o momento em que Nalu volta a respirar.


Vídeo mostra parte do trabalho dos bombeiros para reanimar Nalu (Foto: Billy Fernando/Facebook)Vídeo mostra parte do trabalho dos bombeiros para reanimar Nalu (Foto: Billy Fernando/Facebook)
Vídeo mostra parte do trabalho dos bombeiros para reanimar Nalu (Foto: Billy Fernando/Facebook)

Crystal disse que não podia acreditar no tempo que os bombeiros dedicaram a salvar seu cachorrinho, que, segundo ela, é um membro da família.
Ela disse que Nalu passou as 24 horas seguintes se recuperando em uma câmara de oxigênio e que, dois dias depois, já estava quase o mesmo que antes.
Ele tosse um pouco, mas está muito feliz, disse.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Bandidos arrombam agência dos Correios em JP e fogem levando cofre

Correios e Telégrafos no bairro do Cristo

Uma agência dos Correios e Telégrafos situada na Avenida Ranieri Mazzilli, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa, foi alvo da ação de criminosos na madrugada desta sexta-feira (24).

Segundo a Polícia Militar, quatro bandidos chegaram ao local em um automóvel Chevrolet Celta na cor preta e usaram ferramentas para arrombar as portas da frente da agência. Eles fugiram levando o cofre, mas, de acordo com o gerente do estabelecimento, não havia dinheiro no equipamento, apenas documentos.

Mesmo com a informação, uma perícia será realizada na agência. A Polícia Federal deve investigar a autoria do crime. 

Fonte: Portal Correio
Leia Mais ››

Fugitivo do Ceará é recapturado no RN com pistola roubada

Francisco Alef Guedes de Lima foi preso com arma roubada, segundo a polícia (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Policiais civis de Macaíba, na Grande Natal, recapturaram na manhã desta sexta-feira (24) um homem de 22 anos fugitivo de uma das Casas de Privação Provisória de Liberdade de Fortaleza, no Ceará.
“Francisco Alef Guedes de Lima responde pelos crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas. E com ele apreendemos uma pistola calibre 380 que possui registro de roubo na cidade potiguar de Bom Jesus”, relatou o delegado Normando Feitosa.
Ainda de acordo com Normando, o fugitivo escapou do CPPL de Fortaleza em julho do ano passado. "O encontramos em uma casa na comunidade de Pingo D'água. Estava com a mulher e não reagiu à prisão”, acrescentou o delegado.
Além da arma, a polícia também apreendeu dois notebooks e um computador.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Corpo é encontrado carbonizado em mala de carro abandonado em sítio na PB

Imagem ilustrativa

Um homem foi encontrado morto e com parte do corpo carbonizada, na Zona Rural de Pedra Lavrada, Borborema paraibana, a 237 km de João Pessoa, nessa quinta-feira (23).

Segundo o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Polícia Militar, o corpo estava dentro da mala de um carro modelo Volkswagen Crossfox sem emplacamento. O veículo estava abandonado em um sítio e foi queimado por criminosos.

Até o início da manhã desta sexta-feira (24), a polícia não tinha identificado a vítima. Peritos foram até o local para analisar a cena do crime e o caso será investigado pela Polícia Civil em Picuí.

Fonte: Portal Correio
Leia Mais ››

Devido ao surto de febre amarela, países exigem vacinação de brasileiros


Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, alguns países estão exigindo que viajantes procedentes do Brasil tenham sido vacinados contra a doença.
Até o momento, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Panamá, Nicarágua, Venezuela, Costa Rica, Equador e Cuba foram os países que alteração o status de exigência em relação ao Brasil.
Esses países passaram a exigir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) contra a febre amarela para todos os viajantes acima de nove meses de idade procedentes do Brasil, inclusive viajantes que fizerem conexão por mais de 12 horas.
Devido à exigência, os viajantes que partirem do Brasil com destino a esses países deverão apresentar CIVP válido, isto é, com registro de vacinação contra a febre amarela realizada pelo menos 10 dias antes da viagem.
Para emissão do CIVP, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o viajante deve ter tomado uma dose da vacina contra a febre amarela, que tem validade para toda a vida. Quem já foi vacinado precisa apresentar o cartão de vacinação com os dados da vacina para emissão do CIVP.
Conforme a Anvisa, o viajante que não tiver nenhum histórico vacinal comprovado terá que tomar uma dose para emissão do certificado.
O cartão nacional de vacinação deve estar preenchido corretamente com a data de administração e lote da vacina, assinatura do profissional que realizou a aplicação e identificação da unidade de saúde onde ocorreu a aplicação.
CIVP
O certificado internacional de vacinação ou profilaxia (CIVP) é um documento que comprova a vacinação contra a febre amarela ou outras doenças, sendo exigido por alguns países para evitar a disseminação da doença. Essa exigência está prevista no Regulamento Sanitário Internacional (RSI).
No caso do Brasil, atualmente, o CIVP é exigido apenas como comprovante de vacinação contra febre amarela. A emissão do CIVP é gratuita e pode ser emitido nos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante da Anvisa, localizados em Portos, Aeroportos e Fronteiras.
Desde abril de 2011, o certificado também pode ser emitido em Unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) credenciadas, como postos de saúde e hospitais, e nas clínicas particulares credenciadas.
Para emitir o CIVP, é necessário apresentar o cartão de vacina e documentos pessoais. São aceitos como documentos a Carteira de Identidade (RG), o Passaporte, a Carteira de Motorista válida (CNH), por exemplo. O Certidão de nascimento é aceito para menores de 18 anos.
Presença
Para obter o CIVP, é imprescindível a presença do viajante ou interessado. Como se trata de um documento de validade internacional, a autoridade sanitária deverá garantir que a assinatura constante do CIVP seja idêntica à do Passaporte ou à da Carteira de Identidade (RG).
No caso de criança ou menor de 18 anos, não é necessária a presença quando seus pais ou responsáveis solicitarem a emissão do seu CIVP nos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante, pois a assinatura da criança ou do adolescente menor de 18 anos não é obrigatória.
No entanto, de acordo com a Anvisa, recomenda-se que a criança ou o adolescente menor de 18 anos assine o certificado, no caso de necessidade de apresentar outros documentos com a sua assinatura no país de destino para evitar eventuais transtornos.
EUA e Europa
Segundo a OMS, os Estados Unidos e a maioria dos países da Europa não fazem exigência da vacinação de febre amarela. Mas países que também costumam receber brasileiros, como Austrália, Bolívia, Equador e África do Sul, exigem a apresentação do certificado.
Além disso, diversos outros países, principalmente no continente africano em que há risco de se contrair a doença, exigem a apresentação do certificado para que o viajante não seja infectado pela doença.
Confira lista de países que exigem certificado de vacina da febre amarela, segundo a OMS
Afeganistão
África do Sul
Albânia
Antígua e Barbuda
Angola
Anguilla
Antilhas Holandesas
Arábia Saudita
Argélia
Austrália
Bahamas
Bangladesh
Bahrain
Barbados
Belize
Benin
Bolívia
Botsuana
Brunei
Burkina Fasso
Burundi
Butão
Cabo Verde
Camboja
Camarões
Cazaquistão
Cingapura
Chade
China
Colômbia
Congo
Coreia do Sul
Costa Rica
Costa do Marfim
Djibouti
Dominica
Egito
Equador
Eritreia
El Salvador
Etiópia
Fiji
Filipinas
Gabão
Gâmbia
Gana
Guiné Equatorial
Granada
Guadalupe
Guatemala
Guiana Francesa
Guiné
Guiné-Bissau
Haiti
Honduras
Iêmen
Ilhas Maurício
Ilhas Reunião
Ilhas Salomão
Ilhas Seychelles
Índia
Indonésia
Irã
Iraque
Jamaica
Jordânia
Kiribati
Laos
Lesoto
Líbano
Libéria
Líbia
Madagáscar
Malaui
Malásia
Maldivas
Mali
Malta
Martinica
Mauritânia
México
Mianmar
Moçambique
Montserrat
Namíbia
Nauru
Nepal
Nova Caledônia
Nicarágua
Níger
Nigéria
Omã
Panamá
Papua-Nova Guiné
Paquistão
Paraguai
Quênia
Quirguistão
República Centro-Africana
República Democrática do Congo
Ruanda
São Cristóvão e Nevis
São Vicente e Granadinas
Saint-Barth
Saint Helena
Saint Martin
Samoa
Santa Lúcia
São Tomé e Príncipe
Senegal
Serra Leoa
Somália
Sri Lanka
Sudão
Suazilândia
Suriname
Tailândia
Tanzânia
Timor Leste
Togo
Trinidad e Tobago
Tunísia
Uganda
Venezuela
Vietnã
Zâmbia
Zimbábue

Fonte: Bem Estar
Leia Mais ››

Após agressão, Caio Castro poderá indenizar fotógrafo em R$ 100 mil


A agressão de Caio Castro contra um fotógrafo pode deixar o rapaz mais pobre. André Ligeiro, o agredido, pediu na justiça uma indenização de R$ 100 por danos morais, segundo a colunista Monica Bergamo.

Caio chegou a se desculpar nas redes sociais por ter batido no profissional. O ator usou seu Facebook para dizer que tinha errado e disse não saber como pedir perdão. Pelo visto, o perdão vai sair caro.

"Ele levantou a máquina dele, começou a levantar tirar um monte de foto. Saí correndo atrás dele para explicar que, por uma questão de marketing, eu não podia tirar foto. Segurei ele por instinto, veio um segurança, me segurando, e aí eu perdi a razão, perdi a cabeça... Violência não leva a lugar nenhum. Tenho nove anos de carreira e nesse ano, nunca aconteceu nada como isso", desabafou o galã da Globo recentemente, descrevendo o episódio.

Fonte: Notícias ao Minuto
Leia Mais ››